Cruzamento dos dados das           Obrigações AcessóriasSegurança e Inovação na validaçãodas obrigações fiscais acessórias!
CP -eagle                                                             Operacionalização do Sistema                     Vis...
Modelo Atual                                             Modelo Futuro                   1                                ...
Principais Benefícios                              Principais Cruzamentos Integridade e segurança nas análises dos dados;...
Federal – Exemplo de Penalidade                                               Estadual - Exemplo de Penalidade            ...
GILBERTO RODRIGUES PORTOSócios                         Sócio fundador, formado em Direito pela Universidade Cidade de São ...
EDUARDO CORREA DA SILVASócios                          Sócio fundador, formado em Direito pelo Centro Universitário das   ...
Endereço I: Av. Paulista, 726 • 17º andar • Bela Vista • São Paulo • SP                                                   ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

CP-eagle (Cruzamento de dados das obrigações acessórias triobutárias)

1.320 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.320
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

CP-eagle (Cruzamento de dados das obrigações acessórias triobutárias)

  1. 1. Cruzamento dos dados das Obrigações AcessóriasSegurança e Inovação na validaçãodas obrigações fiscais acessórias!
  2. 2. CP -eagle Operacionalização do Sistema Visão GeralO que é? É um sistema de carregamento eletrônico de arquivos magnéticos das obrigações Tributárias, Trabalhistas e Contábeis em um único ambiente.Qual o objetivo? Realizar a análise e conferência dos dados antes do envio das declarações ao Fisco, com vistas a minimizar o risco de autuações eletrônicas e aplicação de penalidades.A quem se destina? A todas as empresas obrigadas a entrega das obrigações Fiscais, Contábeis e Trabalhistas, de acordo com as normas da Receita Federal do Brasil e Secretarias Fazendárias Estaduais.
  3. 3. Modelo Atual Modelo Futuro 1 1Apuração dos cálculos Apuração dos cálculos 2dos tributos a recolher dos tributos a recolher 2 Elaboração das Revisão manual obrigações acessórias, dos cálculos pela através de programas área Fiscal 3 disponibilizados pela 3 RFB/SF Validador eletrônico dos cálculos e Elaboração das informações porobrigações acessórias, 4 através de programas disponibilizados pela RFB/SF 4 5 Geração do relatório de validação/conformidade Transmissão das obrigações à RFB/SF Transmissão das obrigações à RFB/SF
  4. 4. Principais Benefícios Principais Cruzamentos Integridade e segurança nas análises dos dados; Servidor criptografado e hospedado no Canadá; Otimização, praticidade nas rotinas dos profissionais das áreas fiscal, tributária e contábil; Importação de arquivos magnéticos; Validação nos cruzamentos das informações com possíveis divergências; Validação dos dados pré-remessa; Dados Unificados; Acesso via web; Cruzamento de tabelas como extensões (TXT, XLS etc.); Prevenção contra as notificações indesejadas do Fisco.
  5. 5. Federal – Exemplo de Penalidade Estadual - Exemplo de Penalidade Apuração de 01/2011 Mês/Ano: 01/2011 GIA SINTEGRA DACON DCTF ENTRADAS Valor Contábil ENTRADAS Valor ContábilData da entrega 07/03/2011 Data da entrega 21/03/2011 1101 2.371.720,03 1101 2.171.720,03DACON DCTF 2101 7.921.175,92 2101 7.021.175,92Base de Cálculo 10.000.000,00 Base de Cálculo 8.000.000,00 Sub-Total: 10.292.895,95 Sub-Total: 9.192.895,95PIS 165.000,00 PIS 132.000,00COFINS 760.000,00 COFINS 608.000,00 SAIDAS Valor Contábil SAIDAS Valor ContábilTOTAL 925.000,00 TOTAL a 740.000,00 5101 21.797.404,26 5101 21.797.404,26 6102 18.529.465,02 6102 13.329.465,02Cruzamento DACON x DCTF Sub-Total: 40.326.869,28 Sub-Total: 35.126.869,28 DARF04/2011Base de Cálculo 2.000.000,00 Recolhido em 25/02/2011 Total: 50.619.765,23 Total: 44.319.765,23PIS 33.000,00 PIS 6912 132.000,00COFINS 152.000,00 COFINS 5856 608.000,00 Cruzamento das InformaçõesTOTAL b 185.000,00 TOTAL a 740.000,00 ENTRADAS Valor Contábil 1101 200.000,00 Infrações por pagamento a menor 2101 900.000,00 Valor Principal b 185.000,00 Sub-Total: 1.100.000,00 Multa Mora 20% 37.000,00 SAIDAS Valor Contábil Juros 2,99% 5.531,50 5101 0,00 Multa Oficio 75% 138.750,00 6102 5.200.000,00 TOTAL 366.281,50 Sub-Total: 5.200.000,00 Total: a 6.300.000,00NOTA: O sistema identifica a necessidade de retificação das declaraçõesantes do envio às autoridades fiscais, objetivando minimizar o risco de Multa 2% a 126.000,00autuações, muitas vezes efetuadas automaticamente, quando identificadas Valor da UFESP 17,45 100 UFESPs 1.745,00inconsistências nas informações apresentadas pelos contribuintes. Acimahá um exemplo de autuação e penalidade na hipótese de divergência nasinformações. Regulamento ICMS, artigo 527, inciso VIII, alínea x “x) não fornecimento de informação em meio magnético ou sua entrega em condições que impossibilitem a leitura e tratamento e/ou com dados incompletos ou não relacionados às operações ou prestações do período - multa equivalente a 2% (dois por cento) do valor das operações ou prestações do respectivo período, nunca inferior ao valor de 100 (cem) UFESPs;”
  6. 6. GILBERTO RODRIGUES PORTOSócios Sócio fundador, formado em Direito pela Universidade Cidade de São Paulo. • Atua como Advogado Tributarista e Consultor de Empresas, há mais de 20 anos; • Especialista em Processo Administrativo Tributário; • Juiz no Tribunal de Impostos e Taxas – TIT/SP (Biênios 2008/2009 e 2010/2011); • Presidente da Comissão do Jovem Advogado, da OAB/SP; • Diretor no Instituto dos Advogados Previdenciários – IAPE; • Orientador do Curso de Pós-Graduação em Direito Tributário da Escola Superior de Advocacia – ESA/SP; • Contador; • Foi auditor contábil por 10 anos, passando por empresas multinacionais; porto@correaporto.com.br • Palestrante da OAB/SP, sobre temas atinentes ao Direito Tributário. www.correaporto.com.br
  7. 7. EDUARDO CORREA DA SILVASócios Sócio fundador, formado em Direito pelo Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas • Atua como Advogado Tributarista; • Pós-graduado em Direito Tributário pela PUC/SP; • Pós-graduado em Processo Tributário pelo Centro de Extensão Universitária; • Diretor da Comissão de Direito Tributários da OAB/SP, 104ª Subseção; • Membro efetivo da Comissão do Jovem Advogado da OAB/SP e Coordenador da Coordenadoria de Direito Tributário, vinculada a essa Comissão; • Professor de Direito Tributário do curso de Pós-Graduação da Escola Superior de Advocacia – ESA/SP; • Autor de diversos artigos publicados em sites especializados; correa@correaporto.com.br • Palestrante da OAB/SP, sobre temas atinentes ao Direito Tributário. www.correaporto.com.br
  8. 8. Endereço I: Av. Paulista, 726 • 17º andar • Bela Vista • São Paulo • SP Tel.: (11) 3254-7570 • Fax: (11) 3254-7628 Endereço II: Rua dos Donatários, 107 • Mooca • São Paulo • SP Tel/Fax.: (11) 2305-8500 “A justiça atrasada não é justiça, senão injustiça qualificada e manifesta.” (Rui Barbosa)www.correaporto.com.br

×