GIMNOSPERMAS
São plantas terrestres que vivem,
preferencialmente, em ambientes de
clima frio ou temperado. Nesse grupo
incluem-se plant...
As gimnospermas possuem raízes, caule e folhas.
Possuem também ramos reprodutivos com folhas
modificadas chamadas estróbil...
Há produção de sementes: elas se originam nos estróbilos
femininos. No entanto, as gimnospermas não produzem
frutos. Suas ...
REPRODUÇÃO DAS
GIMNOSPERMAS
Vamos usar o pinheiro-do-paraná (Araucária angustifólia) como modelo para
explicar a reproduçã...
Os Estróbilos masculinos são chamados de
microsporângios, que por meiose produzem os
micrósporos (esporos haploides), pass...
Os gametas se encontram por meio da polinização, principalmente
proporcionada pelo vento, transportando o grão de pólen at...
ALGUMAS IMAGENS DA
GIMNOSPERMAS
http://
www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos4/gim
http://www.brasilescola.com/biologia/gimn
ospermas.htm
REFERÊNCIAS
Joemille
Leidiane
Gilmar
Bruna
Carolaine
Beatriz Maria
Nataline
Milena Braga
Amanda
ALUNOS:
Gimnospermas
Gimnospermas
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Gimnospermas

342 visualizações

Publicada em

Definições Gimnospermas, Biologia, Trabalho Completo!

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Gimnospermas

  1. 1. GIMNOSPERMAS
  2. 2. São plantas terrestres que vivem, preferencialmente, em ambientes de clima frio ou temperado. Nesse grupo incluem-se plantas como pinheiros, as sequóias e os ciprestes.
  3. 3. As gimnospermas possuem raízes, caule e folhas. Possuem também ramos reprodutivos com folhas modificadas chamadas estróbilos. Em muitas gimnospermas, como os pinheiros e as sequóias, os estróbilos são bem desenvolvidos e conhecidos como cones - o que lhes confere a classificação no grupo das coníferas.
  4. 4. Há produção de sementes: elas se originam nos estróbilos femininos. No entanto, as gimnospermas não produzem frutos. Suas sementes são "nuas", ou seja, não ficam encerradas em frutos.
  5. 5. REPRODUÇÃO DAS GIMNOSPERMAS Vamos usar o pinheiro-do-paraná (Araucária angustifólia) como modelo para explicar a reprodução das gimnospermas. Nessa planta os sexos são separados: a que possui estróbilos masculinos não possuem estróbilos femininos e vice-versa. Em outras gimnospermas, os dois tipos de estróbilos podem ocorrer numa mesma planta.
  6. 6. Os Estróbilos masculinos são chamados de microsporângios, que por meiose produzem os micrósporos (esporos haploides), passando por divisão mitótica, originando o gametófito masculino (grão de pólen). Da mesma forma ocorre com os estróbilos femininos, porém, recebendo a seguinte denominação: megasporângio, resultante nos megásporos, formando o gametófito feminino (óvulo, contendo a oofera).
  7. 7. Os gametas se encontram por meio da polinização, principalmente proporcionada pelo vento, transportando o grão de pólen até o óvulo, emitindo um tubo polínico conduzindo o núcleo espermático que irá fecundar a oosfera. Depois da fecundação forma-se o zigoto, dividindo-se por mitose, dando origem ao embrião que se desenvolverá em um novo esporófito, inicialmente com estruturas primárias: com uma radícula, um caulículo e gêmulas.
  8. 8. ALGUMAS IMAGENS DA GIMNOSPERMAS
  9. 9. http:// www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos4/gim http://www.brasilescola.com/biologia/gimn ospermas.htm REFERÊNCIAS
  10. 10. Joemille Leidiane Gilmar Bruna Carolaine Beatriz Maria Nataline Milena Braga Amanda ALUNOS:

×