SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 29
A BACIA
AMAZÔNICA
• A Bacia Amazônica é formada por todos os rios,
córregos e demais tipos de mananciais que deságuam
suas águas no rio Amazonas. Essa bacia abrange
estados brasileiros (Amazonas, Roraima, Rondônia,
Mato Grosso, Pará e Amapá), além de países vizinhos
(Peru, Colômbia, Equador, Venezuela, Guiana e
Bolívia).
• Ocupando uma área de 5 846100 km², a bacia em
questão é a maior do mundo. Nela existe um grande
número de rios, a maioria deles é detentora de um
grande volume de água. O rio que dá nome à bacia
(Amazonas) tem sua nascente nos Andes, mais
precisamente no Peru. Durante o seu percurso, o rio é
denominado de maneiras distintas. No Brasil, por
exemplo, seu primeiro nome é Solimões, mas passa a
ser chamado de Amazonas quando converge com o Rio
Negro.
• Em razão dos rios serem caudalosos, a Bacia Amazônica
é muito rica em volume de água, aspecto que resulta em
um enorme potencial de produção de energia elétrica (é a
maior do país com essa característica). Outro potencial
extremamente importante da bacia é a navegação. A
Bacia Amazônica encontra-se estabelecida na planície
Amazônica, portanto o relevo é plano, condição essa que
permite que quase todos os rios que integram a bacia,
inclusive o Amazonas, sejam navegáveis
• O transporte hidroviário é muito importante para a
população nortista. Há muito tempo, toda
hidrografia da região Norte foi usada como via de
acesso a essa porção do espaço brasileiro, até
porque em muitos casos outra forma de transporte
não seria viável. Tal fato não ocorreu somente no
passado, pois atualmente os rios ainda são os
principais meios de deslocamento e comunicação.
• A área onde está contida a Bacia Amazônica
compreende a parte do Brasil de menor população
absoluta. Tal fator, juntamente à grande incidência
de chuvas, impede que se construa e conserve as
estradas, por isso a única alternativa que resta é a
utilização dos rios, especialmente pelos
ribeirinhos. O rio Amazonas não serve somente
como recurso de transporte, mas também para a
subsistência de muitas pessoas que vivem da
pesca.
IMAGENS DA BACIA DA AMAZÔNIA.
LOCALIZAÇÃO DO MAPA NO RIO DA AMAZÔNIA.
A BACIA DO RIO DE
TOCANTINS
• A Bacia do Tocantins-Araguaia abrange todos os
recursos hídricos que deságuam nos rios Tocantins e
Araguaia. A bacia ocupa uma superfície de 967.059
km², o que a torna a maior entre aquelas que se
encontram totalmente dentro do território brasileiro,
envolvendo os estados de Goiás, Mato Grosso,
Tocantins, Maranhão, Pará e o Distrito Federal.
• Aproximadamente 9,5% do território brasileiro é
drenado pela Bacia do Tocantins-Araguaia.
Diversos lugares nos quais os rios Tocantins e
Araguaia percorrem possuem um baixo
povoamento, por isso esses rios são de grande
relevância para as pessoas, principalmente para a
comunicação, apesar de não serem todos os
trechos que oferecem condições viáveis de
navegação.
• Quanto ao potencial de navegação da bacia,
mesmo com adversidades, existe um projeto que
visa à implantação de uma hidrovia. Tal
empreendimento recebeu o nome de hidrovia
Bacia do Tocantins-Araguaia. Sua execução ainda
não ocorreu em decorrência de questões técnicas
relacionadas ao regime das águas durante o ano
(cheias e vazantes), além dos impactos
ambientais que poderão ser gerados.
• Nos primeiros anos da década de 80, foi
concluída e inaugurada a usina hidrelétrica de
Tucuruí, tendo como recurso hídrico
fundamental o rio Tocantins. Após sua
inauguração, a usina tornou-se a segunda maior
usina hidrelétrica do Brasil, além de ser uma
das grandes obras oriundas do período de
ditadura que vigorou no país.
• Para que o megaprojeto fosse executado,
houve grandes impactos ambientais:
enormes superfícies cobertas por florestas
foram imersas pelas águas da represa,
formando o lago de Tucuruí.
IMAGEM DA BACIA DE TOCANTINS
LOCALIZAÇÃO DO MAPA DO RIO DE TOCANTINS.
A BACIA DO RIO SÃO
FRANCISCO
• Ocupando uma área de aproximadamente 640
mil quilômetros quadrados, a Bacia
Hidrográfica do São Francisco é uma das
mais importantes do Brasil. Ela abrange os
estados de Minas Gerais, Bahia, Alagoas,
Pernambuco, Sergipe, Goiás, além do
Distrito Federal.
• O principal rio é o São Francisco, carinhosamente
conhecido como “Velho Chico”. Sua nascente está
localizada na Serra da Canastra, em Minas Gerais.
Após percorrer cerca de 2.700 quilômetros no sentido
sul-norte, atinge sua foz no Oceano Atlântico, entre os
estados de Alagoas e Sergipe.
• Outros rios de grande importância que compõem essa
bacia são: Cariranha, Pardo, Grande, das Velhas,
Paracatu, entre outros. Os rios da Bacia do São
Francisco fornecem água para uma população de
13 milhões de pessoas. A vazão média anual
representa 2% do total do país.
•
A bacia do São Francisco, além de fornecer água
para o consumo humano, é muito importante para o
desenvolvimento econômico da região, sobretudo
nas áreas de clima semiárido. Através de sistemas
de irrigação, é possível realizar atividades
agropecuárias, com destaque para a criação de
gado e o cultivo de frutas.
• Existe uma grande variedade de biomas nessa
região: Cerrado, Caatinga, Mata Atlântica, além de
ecossistemas costeiros e insulares. Contudo, a
expansão das agropecuárias tem reduzido
drasticamente a cobertura vegetal e desencadeado
o assoreamento do Rio São Francisco.
• Seu potencial hidrelétrico também é
aproveitado. Entre as usinas instaladas
nessa bacia hidrográfica estão a de
Sobradinho, Três Marias, Paulo Afonso,
Moxotó, Itaparica, Xingó, etc.
IMAGENS DO RIO SÃO FRANCISCO
LOCALIZAÇÃO NO MAPA.
•Fim
•Por: Joemille

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Hidrografia
HidrografiaHidrografia
Hidrografia
 
America do sul.revisão.
America do sul.revisão.America do sul.revisão.
America do sul.revisão.
 
Aspectos fisicos do brasil
Aspectos fisicos do brasilAspectos fisicos do brasil
Aspectos fisicos do brasil
 
Bacias hidrográficas do Brasil
Bacias hidrográficas do BrasilBacias hidrográficas do Brasil
Bacias hidrográficas do Brasil
 
Região nordeste 7º ano
Região nordeste  7º anoRegião nordeste  7º ano
Região nordeste 7º ano
 
As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)
As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)
As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)
 
Oceania
OceaniaOceania
Oceania
 
Brasil – domínios morfoclimáticos
Brasil – domínios morfoclimáticosBrasil – domínios morfoclimáticos
Brasil – domínios morfoclimáticos
 
Hidrografia
HidrografiaHidrografia
Hidrografia
 
Regiões Geoeconômicas
Regiões GeoeconômicasRegiões Geoeconômicas
Regiões Geoeconômicas
 
Nordeste.
Nordeste.Nordeste.
Nordeste.
 
Região sul
Região sulRegião sul
Região sul
 
Hidrografia do brasil
Hidrografia do brasilHidrografia do brasil
Hidrografia do brasil
 
Geografia do Marahão
Geografia do MarahãoGeografia do Marahão
Geografia do Marahão
 
Aula de hidrografia do brasil
Aula de hidrografia do brasilAula de hidrografia do brasil
Aula de hidrografia do brasil
 
Região sudeste slides
Região sudeste slidesRegião sudeste slides
Região sudeste slides
 
Região nordeste
Região nordesteRegião nordeste
Região nordeste
 
Hidrografia do Brasil
Hidrografia do Brasil   Hidrografia do Brasil
Hidrografia do Brasil
 
Apresentação região norte
Apresentação região norteApresentação região norte
Apresentação região norte
 
Modulo 16 - O Complexo Amazônico
Modulo 16  - O Complexo AmazônicoModulo 16  - O Complexo Amazônico
Modulo 16 - O Complexo Amazônico
 

Destaque

GEO PSC1 - Hidrografia da Amazônia
GEO PSC1 - Hidrografia da AmazôniaGEO PSC1 - Hidrografia da Amazônia
GEO PSC1 - Hidrografia da AmazôniaDiego Lopes
 
Bacias hidrográficas
Bacias hidrográficasBacias hidrográficas
Bacias hidrográficasIPA Metodista
 
Apresentação amazônia
Apresentação   amazôniaApresentação   amazônia
Apresentação amazôniaVictor Ygor
 
Hidrografia 6ªresumo
Hidrografia 6ªresumoHidrografia 6ªresumo
Hidrografia 6ªresumoedna2
 
Floresta amazônica
Floresta amazônicaFloresta amazônica
Floresta amazônicataffila
 
Ecologia - Bioma Amazônia
Ecologia - Bioma AmazôniaEcologia - Bioma Amazônia
Ecologia - Bioma AmazôniaBruno Anacleto
 
Clima, vegetação e hidrografia do Amazonas
Clima, vegetação e hidrografia do AmazonasClima, vegetação e hidrografia do Amazonas
Clima, vegetação e hidrografia do AmazonasPortal do Vestibulando
 
Slide Bioma Amazonia Para O Dia 02 De Outubro
Slide Bioma Amazonia Para O Dia 02 De OutubroSlide Bioma Amazonia Para O Dia 02 De Outubro
Slide Bioma Amazonia Para O Dia 02 De OutubroPatrícia Ventura
 
Rios da Amazônia
Rios da AmazôniaRios da Amazônia
Rios da AmazôniaNute JPA
 
Costa Victoria Press Release Shanghai Launch & New Branded Retail
Costa Victoria Press Release Shanghai Launch & New Branded RetailCosta Victoria Press Release Shanghai Launch & New Branded Retail
Costa Victoria Press Release Shanghai Launch & New Branded RetailSabine Muhlberger
 
Slides projeto-5º ano
Slides projeto-5º anoSlides projeto-5º ano
Slides projeto-5º anofreitassud
 
Apresentação ipê
Apresentação ipêApresentação ipê
Apresentação ipêtrilusofona
 
Brasil – massas de ar e clima
Brasil – massas de ar e climaBrasil – massas de ar e clima
Brasil – massas de ar e climaProfessor
 
IPÊ-AMARELO_26_haicais
IPÊ-AMARELO_26_haicaisIPÊ-AMARELO_26_haicais
IPÊ-AMARELO_26_haicaisJosé Marins
 
PRIVEST - Cap. 01 - Espaço rural - agricultura, pecuária, extrativismo e me...
PRIVEST - Cap.   01 - Espaço rural - agricultura, pecuária, extrativismo e me...PRIVEST - Cap.   01 - Espaço rural - agricultura, pecuária, extrativismo e me...
PRIVEST - Cap. 01 - Espaço rural - agricultura, pecuária, extrativismo e me...profrodrigoribeiro
 

Destaque (20)

GEO PSC1 - Hidrografia da Amazônia
GEO PSC1 - Hidrografia da AmazôniaGEO PSC1 - Hidrografia da Amazônia
GEO PSC1 - Hidrografia da Amazônia
 
Bacias hidrográficas
Bacias hidrográficasBacias hidrográficas
Bacias hidrográficas
 
Apresentação amazônia
Apresentação   amazôniaApresentação   amazônia
Apresentação amazônia
 
Hidrografia 6ªresumo
Hidrografia 6ªresumoHidrografia 6ªresumo
Hidrografia 6ªresumo
 
Floresta amazônica
Floresta amazônicaFloresta amazônica
Floresta amazônica
 
Ecologia - Bioma Amazônia
Ecologia - Bioma AmazôniaEcologia - Bioma Amazônia
Ecologia - Bioma Amazônia
 
Clima, vegetação e hidrografia do Amazonas
Clima, vegetação e hidrografia do AmazonasClima, vegetação e hidrografia do Amazonas
Clima, vegetação e hidrografia do Amazonas
 
Slide Bioma Amazonia Para O Dia 02 De Outubro
Slide Bioma Amazonia Para O Dia 02 De OutubroSlide Bioma Amazonia Para O Dia 02 De Outubro
Slide Bioma Amazonia Para O Dia 02 De Outubro
 
Rios da Amazônia
Rios da AmazôniaRios da Amazônia
Rios da Amazônia
 
Costa Victoria Press Release Shanghai Launch & New Branded Retail
Costa Victoria Press Release Shanghai Launch & New Branded RetailCosta Victoria Press Release Shanghai Launch & New Branded Retail
Costa Victoria Press Release Shanghai Launch & New Branded Retail
 
Casimiro de Abreu
Casimiro de AbreuCasimiro de Abreu
Casimiro de Abreu
 
Hidrografia
HidrografiaHidrografia
Hidrografia
 
Slides projeto-5º ano
Slides projeto-5º anoSlides projeto-5º ano
Slides projeto-5º ano
 
Bacia do Amazonas
Bacia do AmazonasBacia do Amazonas
Bacia do Amazonas
 
Apresentação ipê
Apresentação ipêApresentação ipê
Apresentação ipê
 
Slides
SlidesSlides
Slides
 
Brasil – massas de ar e clima
Brasil – massas de ar e climaBrasil – massas de ar e clima
Brasil – massas de ar e clima
 
Trabalho de geografia
Trabalho de geografiaTrabalho de geografia
Trabalho de geografia
 
IPÊ-AMARELO_26_haicais
IPÊ-AMARELO_26_haicaisIPÊ-AMARELO_26_haicais
IPÊ-AMARELO_26_haicais
 
PRIVEST - Cap. 01 - Espaço rural - agricultura, pecuária, extrativismo e me...
PRIVEST - Cap.   01 - Espaço rural - agricultura, pecuária, extrativismo e me...PRIVEST - Cap.   01 - Espaço rural - agricultura, pecuária, extrativismo e me...
PRIVEST - Cap. 01 - Espaço rural - agricultura, pecuária, extrativismo e me...
 

Semelhante a A Bacia Amazônica

Bacias hidrográficas brasileiras
Bacias hidrográficas brasileirasBacias hidrográficas brasileiras
Bacias hidrográficas brasileirasCarlão Otavio
 
BACIA HIDROGRÁFICA TOCANTINS - ARAGUAIA 2° Ano B
BACIA HIDROGRÁFICA TOCANTINS - ARAGUAIA  2° Ano BBACIA HIDROGRÁFICA TOCANTINS - ARAGUAIA  2° Ano B
BACIA HIDROGRÁFICA TOCANTINS - ARAGUAIA 2° Ano BConceição Fontolan
 
Bacias hidrograficas
Bacias hidrograficasBacias hidrograficas
Bacias hidrograficasERLANDIEGO
 
áGuas continentais do brasil
áGuas continentais do brasiláGuas continentais do brasil
áGuas continentais do brasilWander Junior
 
Bacia Hidrográfica do São Francisco
Bacia Hidrográfica do São FranciscoBacia Hidrográfica do São Francisco
Bacia Hidrográfica do São FranciscoNaira Delazari
 
Hidrografia e hidreletricas no brasil
Hidrografia e hidreletricas no brasilHidrografia e hidreletricas no brasil
Hidrografia e hidreletricas no brasilSalageo Cristina
 
Aula 4: Bacias Hidrográficas Brasileiras
Aula 4: Bacias Hidrográficas Brasileiras  Aula 4: Bacias Hidrográficas Brasileiras
Aula 4: Bacias Hidrográficas Brasileiras Geisa Andrade
 
BACIAS HIDROGRÁFICAS - Geografia 2 - Ensino remoto
BACIAS HIDROGRÁFICAS - Geografia 2 - Ensino remotoBACIAS HIDROGRÁFICAS - Geografia 2 - Ensino remoto
BACIAS HIDROGRÁFICAS - Geografia 2 - Ensino remotosw4kfysgx7
 
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO AMAZONAS
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO AMAZONASBACIA HIDROGRÁFICA DO RIO AMAZONAS
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO AMAZONASConceição Fontolan
 
Rio são francisco
Rio são francisco Rio são francisco
Rio são francisco Rogerio Melo
 
Classificação do relevo brasileiro geomorfologia
Classificação do relevo brasileiro   geomorfologiaClassificação do relevo brasileiro   geomorfologia
Classificação do relevo brasileiro geomorfologiaRodrigo Sousa
 
1°ano Hidrografia.ppt
1°ano Hidrografia.ppt1°ano Hidrografia.ppt
1°ano Hidrografia.pptRosaCarvalho50
 
As grandes bacias hidrográficas brasileiras
As grandes bacias hidrográficas brasileirasAs grandes bacias hidrográficas brasileiras
As grandes bacias hidrográficas brasileirasRaquel Avila
 
Hidrografia- Principais partes de um rio; Bacias Hidrográficas Brasileiras
Hidrografia- Principais partes de um rio; Bacias Hidrográficas BrasileirasHidrografia- Principais partes de um rio; Bacias Hidrográficas Brasileiras
Hidrografia- Principais partes de um rio; Bacias Hidrográficas BrasileirasSaulo Lucena
 

Semelhante a A Bacia Amazônica (20)

Bacias hidrográficas brasileiras
Bacias hidrográficas brasileirasBacias hidrográficas brasileiras
Bacias hidrográficas brasileiras
 
BACIA HIDROGRÁFICA TOCANTINS - ARAGUAIA 2° Ano B
BACIA HIDROGRÁFICA TOCANTINS - ARAGUAIA  2° Ano BBACIA HIDROGRÁFICA TOCANTINS - ARAGUAIA  2° Ano B
BACIA HIDROGRÁFICA TOCANTINS - ARAGUAIA 2° Ano B
 
Bacias hidrograficas
Bacias hidrograficasBacias hidrograficas
Bacias hidrograficas
 
áGuas continentais do brasil
áGuas continentais do brasiláGuas continentais do brasil
áGuas continentais do brasil
 
Bacia Hidrográfica do São Francisco
Bacia Hidrográfica do São FranciscoBacia Hidrográfica do São Francisco
Bacia Hidrográfica do São Francisco
 
Hidrografia
HidrografiaHidrografia
Hidrografia
 
Hidrografia e hidreletricas no brasil
Hidrografia e hidreletricas no brasilHidrografia e hidreletricas no brasil
Hidrografia e hidreletricas no brasil
 
Modulo 10 - As águas no Brasil
Modulo 10 - As águas no BrasilModulo 10 - As águas no Brasil
Modulo 10 - As águas no Brasil
 
Perfil hídrico brasileiro
Perfil hídrico brasileiroPerfil hídrico brasileiro
Perfil hídrico brasileiro
 
Aula 4: Bacias Hidrográficas Brasileiras
Aula 4: Bacias Hidrográficas Brasileiras  Aula 4: Bacias Hidrográficas Brasileiras
Aula 4: Bacias Hidrográficas Brasileiras
 
BACIAS HIDROGRÁFICAS - Geografia 2 - Ensino remoto
BACIAS HIDROGRÁFICAS - Geografia 2 - Ensino remotoBACIAS HIDROGRÁFICAS - Geografia 2 - Ensino remoto
BACIAS HIDROGRÁFICAS - Geografia 2 - Ensino remoto
 
Hidrografia
HidrografiaHidrografia
Hidrografia
 
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO AMAZONAS
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO AMAZONASBACIA HIDROGRÁFICA DO RIO AMAZONAS
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO AMAZONAS
 
Rio são francisco
Rio são francisco Rio são francisco
Rio são francisco
 
Classificação do relevo brasileiro geomorfologia
Classificação do relevo brasileiro   geomorfologiaClassificação do relevo brasileiro   geomorfologia
Classificação do relevo brasileiro geomorfologia
 
Bacia do São Francisco
Bacia do São FranciscoBacia do São Francisco
Bacia do São Francisco
 
Hidrografia do brasil
Hidrografia do brasilHidrografia do brasil
Hidrografia do brasil
 
1°ano Hidrografia.ppt
1°ano Hidrografia.ppt1°ano Hidrografia.ppt
1°ano Hidrografia.ppt
 
As grandes bacias hidrográficas brasileiras
As grandes bacias hidrográficas brasileirasAs grandes bacias hidrográficas brasileiras
As grandes bacias hidrográficas brasileiras
 
Hidrografia- Principais partes de um rio; Bacias Hidrográficas Brasileiras
Hidrografia- Principais partes de um rio; Bacias Hidrográficas BrasileirasHidrografia- Principais partes de um rio; Bacias Hidrográficas Brasileiras
Hidrografia- Principais partes de um rio; Bacias Hidrográficas Brasileiras
 

Mais de Joemille Leal

Dia Internacional da Mulher 
Dia Internacional da Mulher Dia Internacional da Mulher 
Dia Internacional da Mulher Joemille Leal
 
Walter Benedix Schönflies Benjamin
Walter Benedix Schönflies BenjaminWalter Benedix Schönflies Benjamin
Walter Benedix Schönflies BenjaminJoemille Leal
 
Currículo, Utopia e Pós-Modernidade
Currículo, Utopia e Pós-Modernidade Currículo, Utopia e Pós-Modernidade
Currículo, Utopia e Pós-Modernidade Joemille Leal
 
O Perfil do novo profissional frente as novas Tecnologias
O Perfil do novo profissional frente as novas TecnologiasO Perfil do novo profissional frente as novas Tecnologias
O Perfil do novo profissional frente as novas TecnologiasJoemille Leal
 
O Período Sensório Motor, Jean Piaget
O Período Sensório Motor, Jean Piaget O Período Sensório Motor, Jean Piaget
O Período Sensório Motor, Jean Piaget Joemille Leal
 
HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL
HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL  HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL
HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL Joemille Leal
 
Reforma do Ensino Médio - Considerações Finais
Reforma do Ensino Médio - Considerações FinaisReforma do Ensino Médio - Considerações Finais
Reforma do Ensino Médio - Considerações FinaisJoemille Leal
 
Trabalho de Roanld - MOFO
Trabalho de Roanld - MOFOTrabalho de Roanld - MOFO
Trabalho de Roanld - MOFOJoemille Leal
 

Mais de Joemille Leal (20)

Dia Internacional da Mulher 
Dia Internacional da Mulher Dia Internacional da Mulher 
Dia Internacional da Mulher 
 
Walter Benedix Schönflies Benjamin
Walter Benedix Schönflies BenjaminWalter Benedix Schönflies Benjamin
Walter Benedix Schönflies Benjamin
 
Matrizes Africanas
Matrizes AfricanasMatrizes Africanas
Matrizes Africanas
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
 
Gripe
GripeGripe
Gripe
 
ENEM 2015
ENEM 2015ENEM 2015
ENEM 2015
 
ENEM 2016
ENEM 2016ENEM 2016
ENEM 2016
 
BRASIL X EUA
BRASIL X EUABRASIL X EUA
BRASIL X EUA
 
Homo Neandertal
Homo Neandertal Homo Neandertal
Homo Neandertal
 
MT ST
MT STMT ST
MT ST
 
Revolta da Chibata
Revolta da ChibataRevolta da Chibata
Revolta da Chibata
 
Skinner
SkinnerSkinner
Skinner
 
Currículo, Utopia e Pós-Modernidade
Currículo, Utopia e Pós-Modernidade Currículo, Utopia e Pós-Modernidade
Currículo, Utopia e Pós-Modernidade
 
O Perfil do novo profissional frente as novas Tecnologias
O Perfil do novo profissional frente as novas TecnologiasO Perfil do novo profissional frente as novas Tecnologias
O Perfil do novo profissional frente as novas Tecnologias
 
O Período Sensório Motor, Jean Piaget
O Período Sensório Motor, Jean Piaget O Período Sensório Motor, Jean Piaget
O Período Sensório Motor, Jean Piaget
 
HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL
HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL  HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL
HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL
 
BULLYING
BULLYING  BULLYING
BULLYING
 
Reforma do Ensino Médio - Considerações Finais
Reforma do Ensino Médio - Considerações FinaisReforma do Ensino Médio - Considerações Finais
Reforma do Ensino Médio - Considerações Finais
 
Autoestima
Autoestima Autoestima
Autoestima
 
Trabalho de Roanld - MOFO
Trabalho de Roanld - MOFOTrabalho de Roanld - MOFO
Trabalho de Roanld - MOFO
 

Último

ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...LizanSantos1
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 

Último (20)

ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 

A Bacia Amazônica

  • 2. • A Bacia Amazônica é formada por todos os rios, córregos e demais tipos de mananciais que deságuam suas águas no rio Amazonas. Essa bacia abrange estados brasileiros (Amazonas, Roraima, Rondônia, Mato Grosso, Pará e Amapá), além de países vizinhos (Peru, Colômbia, Equador, Venezuela, Guiana e Bolívia).
  • 3. • Ocupando uma área de 5 846100 km², a bacia em questão é a maior do mundo. Nela existe um grande número de rios, a maioria deles é detentora de um grande volume de água. O rio que dá nome à bacia (Amazonas) tem sua nascente nos Andes, mais precisamente no Peru. Durante o seu percurso, o rio é denominado de maneiras distintas. No Brasil, por exemplo, seu primeiro nome é Solimões, mas passa a ser chamado de Amazonas quando converge com o Rio Negro.
  • 4. • Em razão dos rios serem caudalosos, a Bacia Amazônica é muito rica em volume de água, aspecto que resulta em um enorme potencial de produção de energia elétrica (é a maior do país com essa característica). Outro potencial extremamente importante da bacia é a navegação. A Bacia Amazônica encontra-se estabelecida na planície Amazônica, portanto o relevo é plano, condição essa que permite que quase todos os rios que integram a bacia, inclusive o Amazonas, sejam navegáveis
  • 5. • O transporte hidroviário é muito importante para a população nortista. Há muito tempo, toda hidrografia da região Norte foi usada como via de acesso a essa porção do espaço brasileiro, até porque em muitos casos outra forma de transporte não seria viável. Tal fato não ocorreu somente no passado, pois atualmente os rios ainda são os principais meios de deslocamento e comunicação.
  • 6. • A área onde está contida a Bacia Amazônica compreende a parte do Brasil de menor população absoluta. Tal fator, juntamente à grande incidência de chuvas, impede que se construa e conserve as estradas, por isso a única alternativa que resta é a utilização dos rios, especialmente pelos ribeirinhos. O rio Amazonas não serve somente como recurso de transporte, mas também para a subsistência de muitas pessoas que vivem da pesca.
  • 7. IMAGENS DA BACIA DA AMAZÔNIA.
  • 8.
  • 9. LOCALIZAÇÃO DO MAPA NO RIO DA AMAZÔNIA.
  • 10. A BACIA DO RIO DE TOCANTINS
  • 11. • A Bacia do Tocantins-Araguaia abrange todos os recursos hídricos que deságuam nos rios Tocantins e Araguaia. A bacia ocupa uma superfície de 967.059 km², o que a torna a maior entre aquelas que se encontram totalmente dentro do território brasileiro, envolvendo os estados de Goiás, Mato Grosso, Tocantins, Maranhão, Pará e o Distrito Federal.
  • 12. • Aproximadamente 9,5% do território brasileiro é drenado pela Bacia do Tocantins-Araguaia. Diversos lugares nos quais os rios Tocantins e Araguaia percorrem possuem um baixo povoamento, por isso esses rios são de grande relevância para as pessoas, principalmente para a comunicação, apesar de não serem todos os trechos que oferecem condições viáveis de navegação.
  • 13. • Quanto ao potencial de navegação da bacia, mesmo com adversidades, existe um projeto que visa à implantação de uma hidrovia. Tal empreendimento recebeu o nome de hidrovia Bacia do Tocantins-Araguaia. Sua execução ainda não ocorreu em decorrência de questões técnicas relacionadas ao regime das águas durante o ano (cheias e vazantes), além dos impactos ambientais que poderão ser gerados.
  • 14. • Nos primeiros anos da década de 80, foi concluída e inaugurada a usina hidrelétrica de Tucuruí, tendo como recurso hídrico fundamental o rio Tocantins. Após sua inauguração, a usina tornou-se a segunda maior usina hidrelétrica do Brasil, além de ser uma das grandes obras oriundas do período de ditadura que vigorou no país.
  • 15. • Para que o megaprojeto fosse executado, houve grandes impactos ambientais: enormes superfícies cobertas por florestas foram imersas pelas águas da represa, formando o lago de Tucuruí.
  • 16. IMAGEM DA BACIA DE TOCANTINS
  • 17.
  • 18. LOCALIZAÇÃO DO MAPA DO RIO DE TOCANTINS.
  • 19. A BACIA DO RIO SÃO FRANCISCO
  • 20. • Ocupando uma área de aproximadamente 640 mil quilômetros quadrados, a Bacia Hidrográfica do São Francisco é uma das mais importantes do Brasil. Ela abrange os estados de Minas Gerais, Bahia, Alagoas, Pernambuco, Sergipe, Goiás, além do Distrito Federal.
  • 21. • O principal rio é o São Francisco, carinhosamente conhecido como “Velho Chico”. Sua nascente está localizada na Serra da Canastra, em Minas Gerais. Após percorrer cerca de 2.700 quilômetros no sentido sul-norte, atinge sua foz no Oceano Atlântico, entre os estados de Alagoas e Sergipe.
  • 22. • Outros rios de grande importância que compõem essa bacia são: Cariranha, Pardo, Grande, das Velhas, Paracatu, entre outros. Os rios da Bacia do São Francisco fornecem água para uma população de 13 milhões de pessoas. A vazão média anual representa 2% do total do país.
  • 23. • A bacia do São Francisco, além de fornecer água para o consumo humano, é muito importante para o desenvolvimento econômico da região, sobretudo nas áreas de clima semiárido. Através de sistemas de irrigação, é possível realizar atividades agropecuárias, com destaque para a criação de gado e o cultivo de frutas.
  • 24. • Existe uma grande variedade de biomas nessa região: Cerrado, Caatinga, Mata Atlântica, além de ecossistemas costeiros e insulares. Contudo, a expansão das agropecuárias tem reduzido drasticamente a cobertura vegetal e desencadeado o assoreamento do Rio São Francisco.
  • 25. • Seu potencial hidrelétrico também é aproveitado. Entre as usinas instaladas nessa bacia hidrográfica estão a de Sobradinho, Três Marias, Paulo Afonso, Moxotó, Itaparica, Xingó, etc.
  • 26. IMAGENS DO RIO SÃO FRANCISCO
  • 27.