Slide os gêneros literários

589 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
589
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
39
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slide os gêneros literários

  1. 1. A literatura começou a existir no Brasil através da colonização europeia pelos portugueses. Até então, a literatura portuguesa formada e influenciada pela literatura greco-romana, seguia a tradição da divisão padronizada dos gêneros literários, a qual se fundamentou nos dias de hoje por Aristóteles. Esta separação facilita a identificação das características temáticas e estruturais das obras, sejam elas em verso ou prosa. Quanto ao conteúdo (tema) e à estrutura se dividem da seguinte forma:  NARRATIVO OU ÉPICO;  LÍRICO;  DRAMÁTICO.
  2. 2. Épico é uma palavra que classifica uma ação heroica, que pode ser baseada em fatos apurados ou inventados. Do latim "epicus". Épico é usado também para adjetivar um feito memorável, extraordinário, uma proeza, algo muito forte e intenso. O gênero épico é a narrativa em versos que apresenta um episódio heroico da história de um povo. Consiste em um gênero literário do âmbito da poesia (poesia épica), que relata os atos heroicos de personagens reais ou lendários. Existem vários subgêneros dentro do épico. As epopeias são as façanhas de um herói que representa os valores coletivos de uma nação. O poema épico são as sagas, os romances, livros de cavalaria, o mito, lenda e outros elementos. O herói épico é geralmente um guerreiro, que consegue superar todos os obstáculos para atingir seus objetivos, é um ser de grande força física, inteligente e nobre.
  3. 3. O Gênero Lírico nasceu de uma modalidade poética que era, no período medieval, cantada e executada ao som de instrumentos musicais como a lira, daí a origem da expressão ‘lírico’, a qual provém do latim ‘lyricu’. Neste gênero há um elemento fundamental, sem o qual não se poderiam expressar as emoções mais subjetivas, as condições da alma, os pensamentos, os sentimentos profundos. Trata-se do ‘eu-lírico’, uma entidade fictícia perfeitamente distinguível do autor concreto. Ele nada mais é que uma peça-chave do discurso poético mas, também apresenta a visão de mundo do poeta, daí sua intensa subjetividade.
  4. 4. A partir do momento em que o conteúdo do poema e a música se desligaram, o ritmo foi preservado através da metrificação dos versos, ou seja, do estabelecimento de uma medida para eles, contabilizada pela quantidade de sílabas poéticas. Vocábulos, aliterações - repetições das mesmas letras, sílabas ou sons numa frase – e rimas são recursos, desde então, utilizados pelos autores de poesia como um meio de conservar a musicalidade da poesia. Eles se esmeram em cultivar sons de alta qualidade, estruturados na forma de ritmos e melodias que se alternam sucessivamente.
  5. 5. Cultuado desde a Antiguidade, sua origem deve-se aos gregos, haja vista que em suas festas religiosas homenageavam ao deus Dionísio (Baco). E entre os principais dramaturgos figuram-se: Ésquilo (Prometeu acorrentado); Sófocles (Édipo - rei, Electra); Eurípedes (Medeia, As Bacantes); Aristófanes (A paz, Assembleia de mulheres); Antífanes (Menandro). O termo “drama”, cujo significado é “ação”. Tal ação é representada por meio da encenação de atores, que, no palco, são peças fundamentais. Destituída de narrador, o enredo é retratado pelos próprios personagens do espetáculo, mantendo uma perfeita sintonia entre a palavra verbalizada e o público expectador.
  6. 6. Dentre as características que perfazem tal modalidade estão: atores, que em consonância com outros elementos, como, figurino, maquiagem, cenário, gestos, reproduzem a história em forma de diálogos, divididos em atos e cenas; e a ação propriamente dita, retratada numa sequência linear, constituída pela exposição, conflito, complicação, clímax e desfecho final. Representam o gênero em questão: a comédia, a tragédia, a tragicomédia, a farsa e o auto.
  7. 7. www.brasilescola.com.br/literatura http://www.infoescola.com/literatura/genero-lirico/, em 07/03/2014 http://www.portugues.com.br/literatura/generodramatico.html, em 07/03/2014. http://www.portaleducacao.com.br/educacao/artigos/34418/genero-epico-ou- narrativo, em 07/03/2014. AMARAL, Emília et ali. Novas palavras. Português. Ensino Médio. Volume 1. SP: FTD, 2005. CAMPADELLI, Samira Yousseff. SOUZA, Jésus Barbosa. Português literatura produção de textos & gramática. Volume único. SP: Saraiva, 2000. 3ª edição.

×