Cubismo

1.270 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.270
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cubismo

  1. 1. Movimentos Artísticos Cubismo! Nos começos do século XX surgiu uma importante correnteestilística, o cubismo. Impulsionado em 1907-08 por P. R. Picasso (1881-1973) eG. Bracque (1882-1963), teve as suas fontes de inspiração naobra de Cézanne, que trouxe na sua última fase a visão múltiplade um objecto visto simultaneamente a partir de vários ângulos(Nature morte auxoignons, 1895-1900), e na arte negra africana. Fig.1- Pablo Picasso. Fig.2- George Bracque.
  2. 2. Fig.3- Paul Cézanne. A importância do cubismo reside fundamentalmente nofacto de ter rompido, definitivamente, com a representaçãoespacial, em três dimensões, herdada do Renascimento, paraaplicar uma visão múltipla, que permitiu representar um objecto“decomposto em todas as suas facetas”. Assim, abandonou-se aperspectiva linear convencional para se passar a pintar osvolumes mediante a sobreposição de planos. Fig.4- Cubismo.
  3. 3. A cor perdeu a sua preponderância, a favor da forma, echegou-se inclusivamente a substituir a matéria pictórica pelautilização de papéis de jornal, maços de cigarros, cartões, telas,etiquetas, etc., coladas à tela. “Aquilo que pretendiam aointroduzir no quadro ou no desenho estes elementos (…) era,mais do que nunca, renunciar os artifícios do pincel, substituindoa superfície pintada à mão pelo objecto já feito”, os Papierscollés ou collages. Fig.5- Diferença entre o cubismo, o futurismo e o dadaísmo.
  4. 4. Na sua evolução, o cubismo desenvolveu-se em duas fases:o denominado cubismo analítico (1910-12), representado porBracque, Picasso e J. Gris, com que se chegou a um máximo deesquematização geométrica, com a multiplicação de planosentre os quais se intercalaram “detalhes reais” como referência;e o cubismo sintético (1913-14), no qual reapareceu a cor comoelemento expressivo, chegando a uma maior simplificação dasformas. Fig.6- Comparação entre o cubismo analítico e o cubismo sintético João Pedro Pinheiro dos Santos

×