A praia do aterro

304 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
304
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
85
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A praia do aterro

  1. 1. Escola:Escola Secundária Augusto GomesNome:João Pedro Pinheiro SantosTurma:7ºA Nº:19 Descrição de uma Praia.1ª Etapa  Mar- azul, salgado, calmo, turbulento e imprevisível.  Areia- macia e infinita, fina.  Céu-inalcançável, divino, azul.  Barcos-enormíssimos, cheios de contentores, coloridos.  Gaivotas-brancas, liberdade
  2. 2. 2ª EtapaEncontrava-me eu num lindo dia de sol, na Praia doAterro, com uma paisagem deslumbrante, que eraquase impossível descrever. Mas não custa tentar.À minha direita via …À minha esquerda via…À minha frente via…Atrás de mim via…Olhando para o céu…Agora sem muito por dizer despeço-me com todosos carinhos que puder dar.3ª Etapa:Encontrava-me num lindo dia de sol na Praia doAterro, com uma paisagem tão deslumbrante queera quase impossível descrever. Mas não custatentar.À minha direita, via um extenso areal ondecomeçava a pensar: ”Quantos grãos de areiaexistem? Serão infinitos?” Estas e outras perguntasfizeram com que percebesse como a areia erafina,parecia um fio de seda, e macia como uma bolade algodão.
  3. 3. Ao caminhar pelo passadiço, no sobe e desce, porentre as dunas não faltavam plantas exóticas everdejantes.À minha esquerda, via uma acumulação de rochasonde um pescador estava sentado. Aquelas rochaseram conjuntos de minerais de vários tipos e formasque, juntos, formavam as tão agradáveis“montanhas do mar”.À minha frente, havia um grande mar que parecianão ter fim. Tudo o que se via era a linha dohorizonte! O mar às vezes é calmo mas tambémpode ser muito turbulento, por isso, podemos dizerque é imprevisível, assustador; todavia, para mim éfonte de inspiração e de serenidade.Ao longe, conseguia ver um cargueiro enormíssimo,com imensos contentores de diversas mercadorias.Atrás de mim, existe um dos crimes ambientais deLeça da palmeira, que é a Petrogal (uma refinariade gasolina em bruto); aquela fábrica é muitogrande e isso faz com que haja mais poluição, o queé muito prejudicial para o meio ambiente.Olhando para o céu, aquele azul pareciainalcançável, e transportou-me para o divino! Emais uma vez as dúvidas e as questões instalaram-se.Ao acompanhar aquele céu, sobrevoavam sobre nósgaivotas, em busca de alimento nas águascristalinas. Aquelas aves de vestes brancas,
  4. 4. quetransmitiram liberdade e o desejo de voar aoencontro do mundo de fantasia e magia existenteno meu pensamento.Com tantos pensamentos, nem dei pelo tempopassar, e como se fazia tarde tive de voltar paracasa.

×