A década perdida

454 visualizações

Publicada em

vvv

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
454
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A década perdida

  1. 1. A DÉCADA PERDIDA COM A JUVENTUDE DOS ANOS 80. A DÉCADA PERDIDA QUE NÃO TINHA NADA DE PERDIDA NO ROCK.......... Os anos 80 no Brasil foram marcados por processos como a abertura política e o começo da nova república com isso os moldes políticos a inflação e a mudança na forma de governo marcou bastante a polução daquela época. Os anos 80 também foi marca por uma revolução juvenil no rock , a chamada juventude roqueira aparecia com idéias revolucionárias que queria muda o mundo, a influência desses jovens aparece quando grandes grupos musicais surge como seus porta voz, bandas como Legião Urbana, Barão Vermelho, Ultraje a Rigor , Biquini cavadão e Ira! Entre outras. Os anos 80 foi a época em quer o Rock nacional ganhou maior visibilidade já que em outras épocas esse estilo não conseguiu, isso é mostrado no livro “ sinfonia em prosa” lá existe um artigo intitulado “ outras faces do político.Critica e fruição nas canções de Cazuza de Leidiane Lopes de Sousa, que mostra que o Rock nacional só nos anos 80 alcançaria uma visibilidade nunca visto.entre altos e baixos, o gênero que vinha tentando se aclimar em território brasileiro, desde os tempos da Jovem Guarda, alcançaria,naquela década, o seu tão esperado lugar a o sol. E Leidiane considera grupos anteriores como falhos que não conseguiram como, Os mutantes que são vinculados a essa sonoridade, Os novos Baianos, Secos e Molhados e os cantores que seguiram carreira solo como Raul seixas e Rita Lee a autora do artigo diz que foram os garotos dos anos 80 que consolidar o Gênero no Brasil.................................................................. Podemos parar e pensar como os jovens dos anos 80 conseguiram marca território na música Brasileira ,como uma juventude que tocava mal,cantava mal ,tinha pouca experiência se dedicaram tanto ao Rock e fizeram desse estilo uma forma de sua ideologia, será que era seu “ego” no artigo da Leidiane tem relatos que o motivo para Cazuza fazer carreira solo foi seu “ego” que era grande demais para dividir um palco ou disco com os outros integrantes, outros jovens pensavam diferentes queriam mesmo era forma uma banda, canta com os amigos e um desses jovens era Renato Manfredini Junior , nome artístico de Renato Russo, Cantor e letrista que formou pra muitos o maior grupo de Rock já visto em âmbito nacional...................................................
  2. 2. Em 1980 Renato Russo Forma sua primeira banda “Aborto Elétrico” uma crítica a sociedade da época ,a influência da banda veio do “Punk” inglês que fazia grande sucesso com os jovens naquela época , depois Renato Russo forma o Grupo Legião Urbana suas influências nessa banda era do cantor Morrisey da banda The Smiths e Robert Smith da banda The cure, a música para esses jovens ,tanto os integrantes que eram jovens como os próprios jovens que ouviam e curtia esse estilo parecia que transformava suas atitudes em vários conceitos para enxerga problemas na sua sociedade , pode se dizer que a canção se instala, assim como memória cultural de um tempo, suplementando o processo de transição de uma década.Renato Russo teve grande influência do “punk” inglês principalmente na formação do seu primeiro grupo em trabalho lido para essa pesquisa escrito por,Gustavo dos Santos Prado; “A juventude dos anos 80 em ação:música, Rock e crítica aos valores modernos.mostra que as bandas dos anos 80 foram oriundas do movimento “punk”,iniciado nos anos 70 que influenciava até no modo de vestir dos jovens e isso tornou-se sua forma de identificação. A juventude na sociedade pode assumir um lugar de sujeito social, o Rock em si, suas canções, melodias e letras são mostradas como forma de aplaudi a rebeldia.
  3. 3. ROCK E JUVENTUDE ANOS 80 QUE DEU CERTO.............................................. “ O rock não é, portanto, apenas um tipo especial de música, de compasso ou de ritmo. restrigi-lo a isso é não reconhecer sua profunda penetração numa parcela ( cada vez mais) significativa das sociedades ocidentais.talvez o músico possa ouvir estas palavras com estranheza, mas não o Historiador engajado na compreensão da realidade presente através de suas raízes no passado.(Paulo Chaco, O QUE É ROCK?). O rock é um estilo basicamente consumido por jovens que criar uma relação que o jovem possa percebe o mundo em processo, como por exemplo um processo de transição política como acontecia nos anos 80, já que muitos jovens foram educados no âmbito do regime militar e das Diretas já , para os formadores das bandas de rock dos anos 80 no começo parecia uma forma de diversão, mas quando viram já estava envolvidos como grandes ídolos da juventude roqueira daquela década, principalmente devido suas letras contra uma sociedade moderna e conservadora, as letras das canções pareciam mostra como eles se sentiam e queriam por pra fora um grito de rebeldia, uma rebeldia com forma de protesto e cobrança de seus direitos..,,,,,,,,,,,,,,,......................... Legião Urbana lança seu primeiro álbum em 2 de janeiro de 1985, pela EMI Music. O disco foi gravado entre outubro a dezembro de 1984, e gravado por Mayrton Bahia como disco de vinil. "Será", "Geração Coca-Cola" e "Ainda É Cedo" puxaram a boa vendagem do álbum e se tornaram alguns dos grandes sucessos da rádio brasileira, a nova república se instalou no Brasil no início de 1985 deveria ser o princípio de uma transição democrática com o fim do regime militar, mas o resultado foi que o país chegava com a inflação de 82% ao mês e aos inimagináveis 4.922% ao ano. Na atualidade, jovens na faixa dos 20 anos não conseguem imaginar o que era em um país onde o dinheiro que se tinha se dava para comprar a metade do que se poderia adquirir 30 dias antes, assim como vários letristas dos anos 80 intenção de Renato Russo em suas canções era uma forma de mostra problemas que instalavam no país através de suas letras, segundo Arthur Dapieve, biógrafo do cantor Renato Russo, uma das suas principais características de suas letras é que ele escrevia sobre temas atuais que se passavam na época e que ainda é muito forte ao mesmo tempo que escrevia retirava toda marca de temporalidade de suas letras,mantendo assim sua perenidade.
  4. 4. Se existe uma identificação tão grande da juventude com as músicas dos anos 80 o rock, é por que a juventude se ver espelhado, representado em suas letras.Os que escutam as letras de Rock na maioria são jovens estudantes ou não ,de todo tipo de classe , todo tipo de música pode passa emoção não pode se dizer que o rock foi feito especialmente para a juventude no texto chamado “Pensando a música no tempo”: reflexões sobre a pesquisa em história e música entre os séculos XX e XXI de Juliana Wendpap Batista,ela escreve uma citação de Nogueira: que no momento em que passamos a ouvir os sons como música, nossa experiência abandona a estruturação baseada nos termos de um conteúdo informacional e adquire caráter mais imaginativo e criativo, passando a ser organizada por metáforas.A formação do Rock em Brasília feita pelo os jovens tinha uma forma de muita criatividade obviamente que a sociedade conservadora criava uma parede contra esse som, era som que era visto como feito por vagabundos e só vagabundos gostava daquele estilo de música, até mesmo algumas artistas de sucesso com outro estilo criticavam a música roqueira, como o grande rei do Baião Luiz Gonzaga, perguntado um dia para ele quando foi fazer um show em Brasília, o que ele achava da música estrangeira?, ele respondeu que era um lixo, e sobre o crescimento do Rock?, ele disse que Baião é música de gente trabalhador, o rock é coisa de quem não trabalha................................................................................................ A opinião todos tem a sua, Paulo Chaco em uma parte de seu livro, O que é Rock?, diz que é muito difícil escreve qual melhor grupo musical de rock, esse contexto entra em questão com um dos grandes argumentos que todos tem que leva em consideração na escolha de algo, o gosto!, todos tem gostos diferentes, dizer quem é melhor se é os Beatles ou os The Rolling Stones, cabe cada um escolher a sua e defender seus argumentos, mas pode gostas das duas bandas, o que é bem melhor, quando se que dizer que os jovens se ver ou se espelham em letras de músicas de Rock, não está se afirmando que só Rock tem letras que criticam a sociedade ou dão forças , claro que quando se critica algo você mostra que não está satisfeito com a conjuntura de seu governo, a música não foi feita só para crítica , mas quando se vive em uma sociedade que você é reprendido por dizer o que pensar em sentido amplo, por que todo tipo de órgão é ligado ao governo a juventude via nas letras de Rock a forma de ser um, Ser civilizado, mas que tenha forças para critica e cobrar...................................................
  5. 5. A SOCIEDADE CONSERVADO E AS LETRAS DE ROCK DOS ANOS 80.......... Em 11 a 20 de janeiro de 1985 é realizado o Rock in Rio, O Brasil entra nos palcos dos shows internacionais, bandas como Queen, Sorpions, Yes, e James Tylor se apresenta no Rock in Rio, Barão Vermelho, Paralamas do Sucesso e Kid Abelha representam o Rock nacional, o que todos estavam esperando era uma forma de esperança as letras das bandas traduziam bem isso , já que ao mesmo tempo iria acontecer a eleição presidencial na forma de Democracia, o Ex-ministro de Jango, Tancredo Neves derrota , no colégio eleitoral de deputados e senadores, o candidato a governista Paulo Maluf....................................................................................................... E a esperança está no ar como canta o Lulu santos no festival: “Eu quero um novo começo de era , com gente fina elegante e sincera com habilidade para votar em uma eleição.”, é esse tipo de coisa que o Rock ligar a sociedade junto aos seus problemas , forma uma relação entre os dois, principalmente entre Rock e juventude as letras se entrelaça formam uma única relação é como diz Juliana Wendpap Batista no seu texto “Pensando a música no tempo”: reflexões sobre a pesquisa em história e música entre os séculos XX e XXI,no capitulo Expectativas para interpretação das significações musicais pelo viés da história:a relação entre música e emoção, bem como entre música, ambiente e cultura, encontramos as seguintes perguntas: Por que as pessoas fazem músicas? Como a música despertar prazer? Por que a maioria das pessoas prefere música tonal quando comparada com música Atonal? Será que a organização da música é de alguma forma semelhante a da fala ou idioma? Como música evoca emoções? Uma música pode nos revelar algo sobre as pessoas que a fazem? Como podemos modelar a experiência e o pensamento musical? A música pode responder essas perguntas , isso mostra a importância da música de uns tempos para cá em trabalhos de pesquisas, principalmente acadêmicas, a proliferação de bandas de Rock nos anos 80 surgiu como um furação, foi como uma epidemia ,mas uma boa epidemia, a vinculação das bandas junto juventude se estabelece também devido a formação de uma sociedade capitalista e seus paradoxos, que batiam de frente com sua forma de sistema tanto na parte econômica , política ou cultural,se percebe em algumas letras como á música e suas letras passam mensagens significativas para a sociedade: “Geração coca-cola” música do primeiro álbum da Legião Urbana, Faixa 6 do cd é uma dessa músicas.......................................................................................................................
  6. 6. A música geração coca-cola da banda Legião Urbana retrata um mundo que poucos conseguem enxergar, a verdadeira dependência da nossa nação em relação para com os outros países. Isso fica mas evidente quando o autor da música o cantor e compositor Renato Russo coloca : “Quando nascemos fomos programados a receber o que vocês, empurraram-nos com os enlatados dos USA, de nove as seis, desde pequenos nós comemos lixo, comercial industrial”. Pode-se compreende-se aqui que fatos sociais são externos ao sujeito e que a inserção do indivíduo em determinada sociedade vai determinar seu comportamento tanto biológico quanto social. Mostra-se com isso que o processo Norte Americano é muito grande no Brasil ou na America do Sul claro a interpretação aqui é para o Brasil mas só para fazer um paradigma com o livro “As Veias Abertas da América Latina” de Eduardo Galeano que faz duras criticas aos EUA , a canção também que mostra que as vias dos meios de comunicação onde boa parcela da sociedade brasileira é influenciada pelas marcas de produtos estrangeiro.como (coca-cola) título da música aqui analisada. Assim sem perceber a população ficar alheia a acaba sendo socializados e interiorizando a cultura dos Estados Unidos da América e também reproduzindo a forma até de falar de pensar e de agir, deste país. Criando assim algumas características que são a Exterioridade - esta característica transmite o fato desses padrões de cultura a serem "exteriores aos indivíduos", ou seja, ao fato de virem do exterior e de serem independentes das suas consciências., conectividade - característica relacionada com a força dos padrões culturais do grupo que os indivíduos integram. Estes padrões culturais são fortes de tal maneira que obrigam os indivíduos a cumpri-los. Generalidade - os fatos sociais existem não para um indivíduo específico, mas para a coletividade. A música também tenta mostra apatia do jovem socializado com cultura do consumismo, fruto do sistema capitalista. “Somos os filhos da revolução, somos burgueses sem religião somos o futuro da nação, geração coca-cola”
  7. 7. Tentando evidência e criar um jovem apático e despolitizando, ”sem religião” sem objetivo sem se preocupar com as principais demandas do Brasil como educação, segurança, distribuição de renda, moradia e etc.Vai frisar a importância da escola como um dos principais formadores de opinião e acomodação, pois se esta a “escola está inserida no sistema capitalista, então esta serve a este sistema ou seja para manter o status qual, na visão da banda. “Depois de 20 anos na escola não é difícil de aprender, todas as manhãs do seu jogo sujo”. Depois o compositor vai dizer: “Não é assim que tem que ser vamos fazer nosso dever de casa e aí então vocês vão ver, suas crianças derrubando reis, fazer comedi com as suas leis.No sentido que mesmo de forma lenta pode haver mudanças na sociedade, com um processo de descobertas de novos saberes e com uma reelaboração do conhecimento.Por fim ele encerra a música cantando o refrão: “Geração coca-cola, geração coca-cola geração coca-cola, geração coca-cola”. ...........................................
  8. 8. REFERÊCIAS BERGER,Peter L. LUCKMAN,Thomas. A construção social da realidade. Petrópolis, Vozes, 1985. DURKHEIM, Émile. As regras do método sociológico. São Paulo, Martin Claret, 2007. Legião Urbana. Geração Coca-Cola. Compositor: Dado Vila-lobos, Renato Russo.

×