EO- Sumário 12
Raquel Crespo
Departamento Física, IST-Tagus Park
I é a corrente total que atravessa a
superfície limitada pela linha fechada.
A lei de Ampére é util para calcular o campo
...
Exemplo 1: Campo magnético produzido por um fio
cilindrico de raio R que transporta uma corrente I
uniformemente distribui...
R
r
Direcção de I
B
B é linear em r.
R
r
Direcção de I
B
B
rR
Gráficamente:
Como esperado !!!
Muito mais fácil que a
lei de Biot Savart!
ii) Campo magnético g...
Junte várias espiras .....
Dentro do solenóide as
contribuições para o campo
magnético produzido pelas várias
espiras tend...
Junte vários anéis .....
Semelhante ao campo magnético de uma barra magnética.
Campo magnético produzido por um solenóide
...
Usando a lei de Ampére.
           
           
B
I



l
N é o número de espiras dentro da
sup...
           
           
B
I



l
Campo Magnético produzido
por um solenóide de
comprimento l ,...
Força magnética
Uma carga de prova q com velocidade v
na presença de um campo magnético B
fica sugeita a uma força dada por
Diferenças fundamentais entre a força
eléctrica e magnética
1) Direcção das forças:
–  A força eléctrica numa partícula ca...
2) Trabalho realizado pela força na partícula:
–  A força eléctrica pode realizar trabalho numa partícula
e fazer variar a...
Força magnética produzida em correntes
na presença de um campo magnético
€
d

FB = I d

l ×

B( )
A força F1 produzida no fio 1
tem origem na corrente que
percorre o fio 1, I1 e o campo
magnético produzido pelo fio
2, B2...
Força magnética entre dois fios
condutores
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sa12 eo-14-15

300 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
300
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sa12 eo-14-15

  1. 1. EO- Sumário 12 Raquel Crespo Departamento Física, IST-Tagus Park
  2. 2. I é a corrente total que atravessa a superfície limitada pela linha fechada. A lei de Ampére é util para calcular o campo magnético gerado por correntes com simetria. Lei de Ampére €  B• d  l∫ = µ0 Iin Integral de linha !
  3. 3. Exemplo 1: Campo magnético produzido por um fio cilindrico de raio R que transporta uma corrente I uniformemente distribuida segundo a secção do fio. I R Secção do fio: R r Direcção de I B i) Campo magnético gerado pelo fio dentro deste. +
  4. 4. R r Direcção de I B B é linear em r.
  5. 5. R r Direcção de I B B rR Gráficamente: Como esperado !!! Muito mais fácil que a lei de Biot Savart! ii) Campo magnético gerado pelo fio fora deste. € r > R
  6. 6. Junte várias espiras ..... Dentro do solenóide as contribuições para o campo magnético produzido pelas várias espiras tendem a somar-se. O campo magnético é aproximadamente constante dentro do solenóide e paralelo ao seu eixo. Definição: Um solenóide é constituido por um conjunto de N espiras juntas. Fora do solenóide as diferentes contribuições tendem a cancelar-se e o campo magnético é aproximadamente zero. Estas características acentuam-se quanto mais comprido for o solenóide e quanto mais próximas estiverem enroladas as espiras. Exemplo 2: Campo magnético produzido por um solenóide
  7. 7. Junte vários anéis ..... Semelhante ao campo magnético de uma barra magnética. Campo magnético produzido por um solenóide O campo magnético é constante dentro do solenóide e zero no exterior  
  8. 8. Usando a lei de Ampére.                         B I    l N é o número de espiras dentro da superfície definida pela linha fechada C C
  9. 9.                         B I    l Campo Magnético produzido por um solenóide de comprimento l , N voltas, corrente I. n=N/l (número de voltas por unidade de comprimento).
  10. 10. Força magnética Uma carga de prova q com velocidade v na presença de um campo magnético B fica sugeita a uma força dada por
  11. 11. Diferenças fundamentais entre a força eléctrica e magnética 1) Direcção das forças: –  A força eléctrica numa partícula carregada (estacionária ou não) é sempre paralela ou antiparalela á direccção do campo eléctrico. –  A força magnética numa carga em movimento é simultâneamente perpendicular ao campo magnético e á velocidade da partícula. Não existe força magnética numa carga estacionária.
  12. 12. 2) Trabalho realizado pela força na partícula: –  A força eléctrica pode realizar trabalho numa partícula e fazer variar a sua energia cinética. –  A força magnética não pode realizar trabalho e fazer variar a energia cinética da partícula carregada. Diferenças fundamentais entre a força eléctrica e magnética
  13. 13. Força magnética produzida em correntes na presença de um campo magnético € d  FB = I d  l ×  B( )
  14. 14. A força F1 produzida no fio 1 tem origem na corrente que percorre o fio 1, I1 e o campo magnético produzido pelo fio 2, B2. d Forças magnéticas entre dois fios condutores paralelos percorridos por uma corrente d  FB = I d  l ×  B( )
  15. 15. Força magnética entre dois fios condutores

×