Educação Visual e Tecnológica

454 visualizações

Publicada em

Projecto realizado no âmbito da disciplina de Educação Visual e Tecnológica, na Escola Básica do 2º e 3º Ciclos Dr. Horácio Bento de Gouveia. Funchal. Professores: Elisabete Coelho e João Baptista

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
454
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Educação Visual e Tecnológica

  1. 1. CONCEPÇÃO E CONSTRUÇÃO DA RIBEIRA PARA O PRESÉPIO 5º ANO | TURMA13 Escola Básica do 2º e 3º Ciclos Dr. Horácio Bento de Gouveia Ano Lectivo 2008/2009
  2. 2. Para conceber uma ribeira para a lapinha tradicional madeirense, os alunos realizaram uma visita de estudo ao ribeiro seco, no Funchal, para registar os elementos mais característicos de uma ribeira, através do desenho de observação.
  3. 3. Concluiu-se através da visita de estudo que: - A Estrutura é o meio de suporte dos elementos que compõem a forma. - E também mantém organizadas as várias partes que os constituem.
  4. 4. No grupo turma definiu-se o percurso da ribeira a representar na lapinha e organizou-se pequenos grupos de trabalho.
  5. 5. Na fase de concepção realizaram-se estudos gráficos, a grafite. Através do desenho, os alunos representaram as suas ideias e a sua criatividade.
  6. 6. Seguidamente realizaram-se os estudos cromáticos. A aplicação da cor, dos valores claro-escuro e da textura foram empregues com recurso à pesquisa de imagens de ribeiras madeirenses que os alunos recolheram - Trabalho de casa.
  7. 7. Nesta fase do projecto preparam-se os primeiros materiais, medindo-os e cortando-os nas quantidades correctas. Não pode haver desperdício de material, as sobras são todas utilizadas ou guardadas para futuros trabalhos.
  8. 8. Alguns materiais têm de ser trabalhos para poderem transmitir as qualidades dos objectos que estão a representar. Neste caso em particular para representar rocha amarfanha-se o papel cenário.
  9. 9. Após a recolha de materiais reutilizáveis, seleccionaram-se os mais adequados ao trabalho, fizeram-se alguns ensaios e aplicaram-se as técnicas correctas de corte, união e acabamento.
  10. 10. A lapinha constrói-se com a colaboração de várias turmas de 5º e 6º Anos. O papel que está a ser utilizado nestas imagens foi preparado pela turma do 5º13
  11. 11. Nesta fase é fundamental aplicar as normas de higiene e segurança no trabalho. O equipamento, os utensílios e os materiais têm de ser manuseados com muita responsabilidade.
  12. 12. A organização/protecção do espaço de trabalho é fundamental e deve acontecer antes de se aplicar qualquer técnica, sobretudo quando são utilizados materiais em estado líquido como tintas, colas, entre outros.
  13. 13. Para representação das rochas foi utilizada espuma de poliuretano. Este material requer cuidados redobrados nomeadamente ao nível da protecção das vias respiratórias. A utilização de máscaras nesta fase é fundamental.
  14. 14. A espuma de poliuretano é um material que se expande, ganhando três vezes mais o seu volume inicial. Devido às suas propriedades, permite unir e vedar materiais que à partida não são compatíveis.
  15. 15. Concluída a tarefa, ou aula, os objectos devem ser arrumados cuidadosamente para não haver incidentes que possam pôr em causa a continuação/conclusão do projecto .
  16. 16. Para preparar as cores características da ribeira, os alunos misturaram algumas cores primárias para obter os tons desejados.
  17. 17. Este processo requer algum rigor, pois a quantidade de cor a misturar tem de ser moderada. Geralmente introduz-se pequenas quantidades de tinta até se obter o tom desejado.
  18. 18. A pintura em grupo, de um objecto tridimensional, requer muita disciplina. Os alunos não podem pintar todos no mesmo espaço, sendo necessário distribuir zonas de intervenção.
  19. 19. Deve ser aplicada uma primeira camada de tinta, sendo normalmente a cor predominante num tom mais claro. Depois aplicam – se as restantes cores do mais claro para o mais escuro.
  20. 20. O pincel não deve transportar muita tinta para não manchar os espaços que já estão pintados no objecto, nem danificar o equipamento pessoal e colectivo.
  21. 21. Quando surgem incidentes ao longo do processo de trabalho, os mesmos devem ser corrigidos num curto espaço de tempo possível dado que o número de aulas previstas é sempre diminuta para projectos desta natureza.
  22. 22. TRABAHOS FINAIS
  23. 23. TRABAHOS FINAIS
  24. 24. TRABAHOS FINAIS
  25. 25. TRABAHOS FINAIS
  26. 26. TRABAHOS FINAIS
  27. 27. REALIZAÇÃO 5ª Ano Turma 13 DISCIPLINA Educação Visual e Tecnológica ANO LECTIVO 2008/2009 PROFESSORES Elisabete Coelho João Baptista ESCOLA Escola Básica do 2º e 3º Ciclos Dr. Horácio Bento de Gouveia Ribeira construída no lado esquerdo da imagem. A água movimentava-se através de um motor eléctrico recuperado de um electrodoméstico.

×