Despejo Alto da Paz

292 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
292
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Despejo Alto da Paz

  1. 1. Despejo violento da comunidade Alto da Paz
  2. 2. Cenas do despejo forçado na manhã do dia 20 de fevereiro de 2014 na comunidade Alto da Paz, no bairro Vicente Pinzón, em Fortaleza. Cerca de 370 famílias ocupavam o terreno desde setembro de 2012. Após uma série de negociações frustradas com a Prefeitura (proprietária do terreno), a ordem judicial de despejo foi cumprida com a presença de 150 homens do Batalhão de Choque.
  3. 3. “NA HORA DA CORRERIA, COMEÇOU O TIROTEIO DE BALA DE BORRACHA, AÍ EU CORRI E NESSA HORA UM POLICIAL DEU UM CHUTE NA MINHA BARRIGA" A Girlane é a grávida de 8 meses que levou um chute na barriga de um policial durante o despejo forçado da Comunidade do Alto da Paz. Ela contou que estava com a filha de 2 anos quando um policial montado a cavalo chutou sua barriga. Pelo relato dela, pode ter sido um acidente no momento em que o PM se desequilibrou do cavalo e a atingiu, mas nem o policial, nem a ambulância presente no local prestaram socorro. Segundo a jovem, o motorista da ambulância disse que não poderia levá-la ao hospital porque estava destinado apenas ao socorro de policiais feridos. Girlane é funcionária de um buffet infantil no Papicu e aguarda o segundo filho. Morava no Alto da Paz desde o começo da ocupação (set/2012) num barraco de 2 cômodos com mais 6 pessoas. A mãe, o pai e um dos irmãos também foram feridos durante a operação policial.

×