SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
Patentes, Marcas &
Direitos Conexos
João Ademar de Andrade Lima
Coordenador do NIT/PaqTcPB
Autor e Professor de Direito de Propriedade Intelectual
Coordenador Adjunto do curso de Direito do CESED/Facisa
joaoademar@paqtc.org.br
Direito de Propriedade
• Principal Direito Subjetivo existente
• Espinha dorsal do Direito Privado
• Pilar econômico de nossa sociedade capitalista
• Direito que garante a seu titular, em toda sua
plenitude, a faculdade de dispor dos seus bens
livremente e a seu bel-prazer
Direito de Propriedade
• Elementos essenciais
– Jus Utendi = direito de usar, ou seja, de retirar da
propriedade tudo que ela pode oferecer, sem alterar-lhe
– Jus Fruendi = direito fruir da propriedade, explorando-a
economicamente
– Jus Abutendi = direito de abusar da propriedade como
bem entender, dando-a o destino que quiser
– Rei Vindicatio = direito de reivindicar (ou reaver) a coisa
de quem injustamente a possua ou a detenha
Propriedade Intelectual
• É uma propriedade como qualquer outra, com os
mesmos elementos essenciais de usar, fruir,
abusar e reivindicar presentes em qualquer
propriedade
• Classifica-se em:
– Propriedade Literária, Científica e
Artística (Direitos Autorais); e
– Propriedade Industrial
Nosso “FOCO” hoje!
Propriedade Industrial
• Conjunto de princípios reguladores das proteções
às criações intelectuais no campo técnico,
garantindo a exploração exclusiva por parte dos
seus criadores, com o objetivo principal de proteger
e incentivar a difusão tecnológica (função social da
propriedade)
• Abrange a concessão de
patentes e registros
Propriedade
Industrial
Registro
de Desenho
Industrial
Patentes Registro
de Marca
Invenções
& Modelos de
Utilidade
Patente (Privilégio) de Invenção
• Invenção é o nome dado à criação de algo novo,
susceptível de aplicação industrial, como produto
ou processo de fabricação
• Possui como requisitos essenciais:
– Novidade (absoluta)
– Atividade inventiva
– Aplicação industrial
Modelo de Utilidade
• Produto resultante de uma modificação de forma,
ou disposição, de objeto já existente,
representando uma melhoria de caráter funcional
no uso ou no processo de fabricação de algum
produto, com um aperfeiçoamento na sua utilidade
• Possui como requisitos essenciais:
– Novidade (relativa)
– Atividade inventiva
– Aplicação industrial
Desenho Industrial
• Forma plástica ornamental de um objeto, ou o
conjunto ornamental de linhas e cores, que possa
servir de aplicação num produto e que proporcione
um resultado visualmente perceptível novo e
original na sua configuração externa, e que possa
servir também de tipo de fabricação
• Protegido através de registro
• Requer novidade/originalidade
Conceitos
• Novidade é a condição de novo, ou seja, o que
jamais fora feito, em qualquer lugar e a qualquer
tempo
• Atividade inventiva é a criatividade, ou seja, a não
ocorrência de maneira evidente ou óbvia ao atual
estado da técnica (que é tudo aquilo que já foi
acessível ao público, em qualquer ramo de
atividade e em qualquer parte do mundo)
• Aplicação industrial é a possibilidade de produção
(ou reprodução) industrial
Marcas
• Sinais distintivos, visualmente perceptíveis,
capazes de diferenciar um produto ou serviço de
outro concorrente
• Protegidas através de registro
• Requer novidade, no sentido de originalidade ou
não “confusão” ou semelhança com marca(s)
anterior(es)
Classificação
• Quanto à apresentação
– Nominativa
– Figurativa
– Mista
– Tridimensional
• Quanto à natureza
– De Produto ou Serviço
– De Certificação
– Coletiva
Classificação
• Alto renome
– Aquela que passa a ser protegida fora do princípio da
especialidade, ou seja, que não recebe proteção apenas
para sua classe ou subclasse, mas para qualquer outro
produto ou serviço, em todos os ramos de atividade (no
Brasil, existem 44 marcas de alto renome)
• Notoriamente conhecida
– Possui proteção dentro do princípio da especificidade,
mas não requer formalização de registro
Importante!
• Toda marca deve ser enquadrada em uma classe
ou sub-classe
• Excetuando as de alto renome e as notoriamente
conhecidas, podem haver marcas com a mesma
parte nominativa para dois ou mais produtos
distintos, desde que não pertençam ao mesmo
ramo de atividade e não gerem confusão ao
consumidor.
• Ex.: Papel “Sublime”
e Perfume “Sublime”
Pedido (Depósito) de Patente
• OBRIGATÓRIO para geração de Direito
• Elementos
– Formulário de Requerimento para Registro e/ou
Averbação
– Relatório Descritivo
– Reivindicações
– Desenhos (se necessários)
– Resumo
Processo
• Dando-se entrada no pedido, este ficará em sigilo
por 18 meses, sendo então publicado na Revista
da Propriedade Industrial (RPI)
• A partir da data do depósito, o titular terá 36 meses
para solicitar o chamado “exame de mérito”, que
verificará se o objeto do privilégio descrito nas
reivindicações contém os requisitos essenciais de
novidade, industriabilidade e atividade inventiva
• Concluído este exame, o pedido será ou não
deferido
Registro de Desenho Industrial
• Processo bem mais simples e rápido que o de
depósito de patente, já que não exige o exame de
mérito havendo sempre a presunção de autoria
lícita em favor do requerente.
• Elementos
– Requerimento
– Relatório descritivo (se necessário)
– Reivindicações (se necessárias)
– Campo de atuação
– Desenhos e/ou fotografias
Registro de Marca
• Feito eletronicamente (Sistema “e-MARCAS”)
• Para a efetivação do depósito o requerente deve
se enquadrar em três situações
– Exercer atividade lícita, efetiva e compatível com o
produto ou serviço que marca visa identificar
– Não ter a marca enquadrada nas modalidades não
registráveis
– Não ter a marca conflitante com outra anterior de mesma
categoria (verificável através de uma busca prévia)
Processo
• Dá-se entrada no pedido e se aguarda a
publicação
• Após publicado, terceiros têm até 60 dias para se
opor
• Em caso de oposição, o depositante será
notificado, através da RPI, e 60 dias para defesa
• Após essa fase, o pedido aguardará o exame
técnico, que resultará em uma decisão sobre a
registrabilidade
• Com o exame técnico, o pedido será decidido
Prazos de Vigência
• Patentes (Privilégio) de Invenção = 20 anos
• Modelos de Utilidade = 15 anos
• Desenhos Industriais = 10 anos + 3 até renovações
consecutivas de 5 anos
• Marcas = 10 anos renováveis por períodos iguais e
subsequentes
Obs.: Todos os prazos são contado a partir da data
do depósito
Marca Vs. Domínio
• Problema atual e já bastante corriqueiro
• Para sua solução, tem-se usado a chamada
Diretriz Uniforme de Resolução de Conflitos
(UDRP), através de um “Painel Administrativo” que
verificará
– A ocorrência de domínio idêntico ou similar a uma marca
registrada
– Se o atual detentor do domínio tem interesse legítimo no
registro
– A ocorrência de má-fe
Programas de Computador
• Possuem legislação específica e natureza jurídica
de Direito Autoral
• NÃO são patenteáveis, por si, mas “podem” ser
inseridos em produtos/processos passíveis de
patenteamento
• Patentes relacionadas a programas de computador
envolvem o conhecimento abstrato que os permeia
e não o software em si
Mais dúvidas?
Procure o NIT/PaqTcPB
Nossa Missão
• Promover o avanço cientifico, tecnológico e
inovativo do Estado da Paraíba, com suporte à
proteção e transferência da criação intelectual
(autoral e industrial), nas áreas abarcadas pelas
Leis nº. 9.279/96 (Marcas e Patentes), 9.609/98
(Software) e 9.610/98 (Direitos Autorais), através
da Gestão da Propriedade Intelectual e da Gestão
de Valoração e Transferência de Tecnologia
Nossa Visão
• Ser o mais completo NIT do Estado, reconhecido
como referência em Capital Humano, com
expertises altamente capacitados nas áreas
técnicas e jurídicas relacionadas à PI e TT, dotado
de infraestrutura condizente à necessidade de
celeridade processual correlata (administrativa e
legal) e referente no treinamento e capacitação em
áreas afins
Nossos Contatos
• Tel.: (83) 2101 9048
• E-mail: nit@paqtc.org.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Noções básicas de propriedade intelectual
Noções básicas de propriedade intelectualNoções básicas de propriedade intelectual
Noções básicas de propriedade intelectualGorete Figueiredo
 
Propriedade intelectual - introdução
Propriedade intelectual - introduçãoPropriedade intelectual - introdução
Propriedade intelectual - introduçãoJose Claudio Terra
 
Seminario patentes INPI-FEA/UNICAMP2012
Seminario patentes INPI-FEA/UNICAMP2012Seminario patentes INPI-FEA/UNICAMP2012
Seminario patentes INPI-FEA/UNICAMP2012Camilo Teixeira
 
Propriedade Industrial (Patente)
Propriedade Industrial (Patente)Propriedade Industrial (Patente)
Propriedade Industrial (Patente)Heidi Lima
 
Propriedade Intelectual
Propriedade IntelectualPropriedade Intelectual
Propriedade Intelectualfernandorafa
 
Trabalho sobre patentes slides
Trabalho sobre patentes slidesTrabalho sobre patentes slides
Trabalho sobre patentes slidesAna Faracini
 
Oficina de monitoramento de patentes com exercícios INPI
Oficina de monitoramento de patentes com exercícios INPIOficina de monitoramento de patentes com exercícios INPI
Oficina de monitoramento de patentes com exercícios INPIRicardo Rodrigues
 
Registro de patentes - INPI
Registro de patentes - INPIRegistro de patentes - INPI
Registro de patentes - INPIIngrid Bonfim
 
Propriedade intelectual e suas divisões
Propriedade intelectual e suas divisõesPropriedade intelectual e suas divisões
Propriedade intelectual e suas divisõesFábio Luciano
 
Noções de propriedade intelectual para empreendedores walter calza neto
Noções de propriedade intelectual para empreendedores   walter calza netoNoções de propriedade intelectual para empreendedores   walter calza neto
Noções de propriedade intelectual para empreendedores walter calza netoWalter Calza Neto
 
Os direitos da propriedade industrial
Os direitos da propriedade industrialOs direitos da propriedade industrial
Os direitos da propriedade industrialAgencia G ABC
 

Mais procurados (20)

Propriedade Intelectual na Paraíba
Propriedade Intelectual na ParaíbaPropriedade Intelectual na Paraíba
Propriedade Intelectual na Paraíba
 
Noções básicas de propriedade intelectual
Noções básicas de propriedade intelectualNoções básicas de propriedade intelectual
Noções básicas de propriedade intelectual
 
Registro de Patentes
Registro de PatentesRegistro de Patentes
Registro de Patentes
 
Marcas patentes 2012
Marcas patentes 2012Marcas patentes 2012
Marcas patentes 2012
 
Propriedade intelectual - introdução
Propriedade intelectual - introduçãoPropriedade intelectual - introdução
Propriedade intelectual - introdução
 
Patente
PatentePatente
Patente
 
Seminario patentes INPI-FEA/UNICAMP2012
Seminario patentes INPI-FEA/UNICAMP2012Seminario patentes INPI-FEA/UNICAMP2012
Seminario patentes INPI-FEA/UNICAMP2012
 
Propriedade Industrial (Patente)
Propriedade Industrial (Patente)Propriedade Industrial (Patente)
Propriedade Industrial (Patente)
 
Propriedade Intelectual
Propriedade IntelectualPropriedade Intelectual
Propriedade Intelectual
 
Trabalho sobre patentes slides
Trabalho sobre patentes slidesTrabalho sobre patentes slides
Trabalho sobre patentes slides
 
Apresentando o NIT-PaqTc/PB
Apresentando o NIT-PaqTc/PBApresentando o NIT-PaqTc/PB
Apresentando o NIT-PaqTc/PB
 
Registro de patentes
Registro de patentesRegistro de patentes
Registro de patentes
 
Oficina de monitoramento de patentes com exercícios INPI
Oficina de monitoramento de patentes com exercícios INPIOficina de monitoramento de patentes com exercícios INPI
Oficina de monitoramento de patentes com exercícios INPI
 
Propriedade industrial
Propriedade industrialPropriedade industrial
Propriedade industrial
 
Registro de patentes - INPI
Registro de patentes - INPIRegistro de patentes - INPI
Registro de patentes - INPI
 
Propriedade intelectual e suas divisões
Propriedade intelectual e suas divisõesPropriedade intelectual e suas divisões
Propriedade intelectual e suas divisões
 
Noções de propriedade intelectual para empreendedores walter calza neto
Noções de propriedade intelectual para empreendedores   walter calza netoNoções de propriedade intelectual para empreendedores   walter calza neto
Noções de propriedade intelectual para empreendedores walter calza neto
 
Os direitos da propriedade industrial
Os direitos da propriedade industrialOs direitos da propriedade industrial
Os direitos da propriedade industrial
 
Marcas e patentes
Marcas e patentesMarcas e patentes
Marcas e patentes
 
2.2 inpi
2.2 inpi2.2 inpi
2.2 inpi
 

Destaque

Parecer INPI - Processo JFDF
Parecer INPI - Processo JFDFParecer INPI - Processo JFDF
Parecer INPI - Processo JFDFEsclarecerDeMolay
 
Patentes, inventar, invenção, comercialização, ideia, mercado, valor, Apoiar ...
Patentes, inventar, invenção, comercialização, ideia, mercado, valor, Apoiar ...Patentes, inventar, invenção, comercialização, ideia, mercado, valor, Apoiar ...
Patentes, inventar, invenção, comercialização, ideia, mercado, valor, Apoiar ...João Marcelino
 
Patentes de Software Fundamentos
Patentes de Software FundamentosPatentes de Software Fundamentos
Patentes de Software FundamentosAntonio Abrantes
 
Patentes Fundamentos parte 2
Patentes Fundamentos parte 2Patentes Fundamentos parte 2
Patentes Fundamentos parte 2Antonio Abrantes
 
3 processo de obtenção de patentes (1)
3 processo de obtenção de patentes (1)3 processo de obtenção de patentes (1)
3 processo de obtenção de patentes (1)Carlos Pinto
 
Projeto Cerveja Artesanal - Final
Projeto Cerveja Artesanal - FinalProjeto Cerveja Artesanal - Final
Projeto Cerveja Artesanal - FinalSamuel Canuto
 
6 passos para estruturar o seu negócio versão reduzida
6 passos para estruturar o seu negócio versão reduzida6 passos para estruturar o seu negócio versão reduzida
6 passos para estruturar o seu negócio versão reduzidaAlineGCardozo
 
11 busca e_eliminação_de_erros-1
11 busca e_eliminação_de_erros-111 busca e_eliminação_de_erros-1
11 busca e_eliminação_de_erros-1confidencial
 
Dossier apresentação Comprador CARLOS MAZZETTI
Dossier apresentação Comprador CARLOS MAZZETTIDossier apresentação Comprador CARLOS MAZZETTI
Dossier apresentação Comprador CARLOS MAZZETTICarlos Mazzetti
 
Formulário de inscrição LR Health & Beuaty Portugal
Formulário de inscrição LR Health & Beuaty PortugalFormulário de inscrição LR Health & Beuaty Portugal
Formulário de inscrição LR Health & Beuaty PortugalTop Elite Team
 
Como analisar seu site sem enlouquecer
Como analisar seu site sem enlouquecerComo analisar seu site sem enlouquecer
Como analisar seu site sem enlouquecerFelipe Augusto Marx
 
Curso Intro à Ciência de Dados com R - 1.2 - Tratamento de dados
Curso Intro à Ciência de Dados com R - 1.2 - Tratamento de dadosCurso Intro à Ciência de Dados com R - 1.2 - Tratamento de dados
Curso Intro à Ciência de Dados com R - 1.2 - Tratamento de dadosJosé Roberto Motta Garcia
 
Chequeo Medico Con Musica
Chequeo Medico  Con Musica Chequeo Medico  Con Musica
Chequeo Medico Con Musica guestc9a584
 
Treinamento físico militar lutas
Treinamento físico militar lutasTreinamento físico militar lutas
Treinamento físico militar lutasLourenço Junior
 

Destaque (20)

Parecer INPI - Processo JFDF
Parecer INPI - Processo JFDFParecer INPI - Processo JFDF
Parecer INPI - Processo JFDF
 
Patentes, inventar, invenção, comercialização, ideia, mercado, valor, Apoiar ...
Patentes, inventar, invenção, comercialização, ideia, mercado, valor, Apoiar ...Patentes, inventar, invenção, comercialização, ideia, mercado, valor, Apoiar ...
Patentes, inventar, invenção, comercialização, ideia, mercado, valor, Apoiar ...
 
Primeiros passos para patentear sua marca
Primeiros passos para patentear sua marcaPrimeiros passos para patentear sua marca
Primeiros passos para patentear sua marca
 
Patentes de Software Fundamentos
Patentes de Software FundamentosPatentes de Software Fundamentos
Patentes de Software Fundamentos
 
Patentes Fundamentos parte 2
Patentes Fundamentos parte 2Patentes Fundamentos parte 2
Patentes Fundamentos parte 2
 
Patentes de Software
Patentes de SoftwarePatentes de Software
Patentes de Software
 
3 processo de obtenção de patentes (1)
3 processo de obtenção de patentes (1)3 processo de obtenção de patentes (1)
3 processo de obtenção de patentes (1)
 
Projeto Cerveja Artesanal - Final
Projeto Cerveja Artesanal - FinalProjeto Cerveja Artesanal - Final
Projeto Cerveja Artesanal - Final
 
6 passos para estruturar o seu negócio versão reduzida
6 passos para estruturar o seu negócio versão reduzida6 passos para estruturar o seu negócio versão reduzida
6 passos para estruturar o seu negócio versão reduzida
 
11 busca e_eliminação_de_erros-1
11 busca e_eliminação_de_erros-111 busca e_eliminação_de_erros-1
11 busca e_eliminação_de_erros-1
 
A ciência tem cor
A ciência tem corA ciência tem cor
A ciência tem cor
 
Valentin
ValentinValentin
Valentin
 
Dossier apresentação Comprador CARLOS MAZZETTI
Dossier apresentação Comprador CARLOS MAZZETTIDossier apresentação Comprador CARLOS MAZZETTI
Dossier apresentação Comprador CARLOS MAZZETTI
 
Formulário de inscrição LR Health & Beuaty Portugal
Formulário de inscrição LR Health & Beuaty PortugalFormulário de inscrição LR Health & Beuaty Portugal
Formulário de inscrição LR Health & Beuaty Portugal
 
Dissertacao_Rev
Dissertacao_RevDissertacao_Rev
Dissertacao_Rev
 
Como analisar seu site sem enlouquecer
Como analisar seu site sem enlouquecerComo analisar seu site sem enlouquecer
Como analisar seu site sem enlouquecer
 
Curso Intro à Ciência de Dados com R - 1.2 - Tratamento de dados
Curso Intro à Ciência de Dados com R - 1.2 - Tratamento de dadosCurso Intro à Ciência de Dados com R - 1.2 - Tratamento de dados
Curso Intro à Ciência de Dados com R - 1.2 - Tratamento de dados
 
TGESPF
TGESPFTGESPF
TGESPF
 
Chequeo Medico Con Musica
Chequeo Medico  Con Musica Chequeo Medico  Con Musica
Chequeo Medico Con Musica
 
Treinamento físico militar lutas
Treinamento físico militar lutasTreinamento físico militar lutas
Treinamento físico militar lutas
 

Semelhante a Patentes, Marcas & Direitos Conexos

Panorama geral e atual da propriedade intelectual - na Carolina Del Bianco e ...
Panorama geral e atual da propriedade intelectual - na Carolina Del Bianco e ...Panorama geral e atual da propriedade intelectual - na Carolina Del Bianco e ...
Panorama geral e atual da propriedade intelectual - na Carolina Del Bianco e ...Semana Biblioteconomia
 
Propriedadeintelectual introdução
Propriedadeintelectual introduçãoPropriedadeintelectual introdução
Propriedadeintelectual introduçãoCarlos Alberto
 
Comercial - Propriedade Industrial
Comercial  - Propriedade IndustrialComercial  - Propriedade Industrial
Comercial - Propriedade IndustrialMari Lopes
 
Como Superar a Crise "Inovação e Valor"
Como Superar a Crise "Inovação e Valor"Como Superar a Crise "Inovação e Valor"
Como Superar a Crise "Inovação e Valor"Maria Betania Alves
 
Uso Estratégico de Patentes em Negócios
Uso Estratégico de Patentes em NegóciosUso Estratégico de Patentes em Negócios
Uso Estratégico de Patentes em NegóciosSCIP Brasil
 
Introducao Patentes FITE IFBA
Introducao Patentes FITE IFBAIntroducao Patentes FITE IFBA
Introducao Patentes FITE IFBAThomas Buck
 
Modelo de utilidade & marcas & marcas coletivas
Modelo de utilidade & marcas & marcas coletivasModelo de utilidade & marcas & marcas coletivas
Modelo de utilidade & marcas & marcas coletivasVinicius Renno
 
Patentes: abordagem para alunos de cursos técnicos e tecnológicos
Patentes: abordagem para alunos de cursos técnicos e tecnológicosPatentes: abordagem para alunos de cursos técnicos e tecnológicos
Patentes: abordagem para alunos de cursos técnicos e tecnológicosAlexandre Pitanga
 
Propriedade Intelectual, Computacao e Sociedade
Propriedade Intelectual, Computacao e SociedadePropriedade Intelectual, Computacao e Sociedade
Propriedade Intelectual, Computacao e SociedadeLuis Caldas de Oliveira
 
Palestra pi 2013 (2)
Palestra pi 2013 (2)Palestra pi 2013 (2)
Palestra pi 2013 (2)citcefet
 

Semelhante a Patentes, Marcas & Direitos Conexos (20)

Boletim patentes-agosto-2014
Boletim patentes-agosto-2014Boletim patentes-agosto-2014
Boletim patentes-agosto-2014
 
Panorama geral e atual da propriedade intelectual - na Carolina Del Bianco e ...
Panorama geral e atual da propriedade intelectual - na Carolina Del Bianco e ...Panorama geral e atual da propriedade intelectual - na Carolina Del Bianco e ...
Panorama geral e atual da propriedade intelectual - na Carolina Del Bianco e ...
 
Prospecção da inovação
Prospecção da inovaçãoProspecção da inovação
Prospecção da inovação
 
Aula13
Aula13Aula13
Aula13
 
Aula13
Aula13Aula13
Aula13
 
Propriedadeintelectual introdução
Propriedadeintelectual introduçãoPropriedadeintelectual introdução
Propriedadeintelectual introdução
 
Comercial - Propriedade Industrial
Comercial  - Propriedade IndustrialComercial  - Propriedade Industrial
Comercial - Propriedade Industrial
 
Aula7 pi 01
Aula7 pi 01Aula7 pi 01
Aula7 pi 01
 
Ipni
IpniIpni
Ipni
 
Como Superar a Crise "Inovação e Valor"
Como Superar a Crise "Inovação e Valor"Como Superar a Crise "Inovação e Valor"
Como Superar a Crise "Inovação e Valor"
 
Patentes Lsi
Patentes LsiPatentes Lsi
Patentes Lsi
 
Uso Estratégico de Patentes em Negócios
Uso Estratégico de Patentes em NegóciosUso Estratégico de Patentes em Negócios
Uso Estratégico de Patentes em Negócios
 
Apresentacao EESC
Apresentacao EESCApresentacao EESC
Apresentacao EESC
 
Introducao Patentes FITE IFBA
Introducao Patentes FITE IFBAIntroducao Patentes FITE IFBA
Introducao Patentes FITE IFBA
 
António Andrade - Marcas e Patentes
António Andrade - Marcas e PatentesAntónio Andrade - Marcas e Patentes
António Andrade - Marcas e Patentes
 
Modelo de utilidade & marcas & marcas coletivas
Modelo de utilidade & marcas & marcas coletivasModelo de utilidade & marcas & marcas coletivas
Modelo de utilidade & marcas & marcas coletivas
 
Patentes: abordagem para alunos de cursos técnicos e tecnológicos
Patentes: abordagem para alunos de cursos técnicos e tecnológicosPatentes: abordagem para alunos de cursos técnicos e tecnológicos
Patentes: abordagem para alunos de cursos técnicos e tecnológicos
 
Propriedade Intelectual, Computacao e Sociedade
Propriedade Intelectual, Computacao e SociedadePropriedade Intelectual, Computacao e Sociedade
Propriedade Intelectual, Computacao e Sociedade
 
Palestra pi 2013 (2)
Palestra pi 2013 (2)Palestra pi 2013 (2)
Palestra pi 2013 (2)
 
Propriedade intelectual
Propriedade intelectualPropriedade intelectual
Propriedade intelectual
 

Mais de João Ademar de Andrade Lima

Mais de João Ademar de Andrade Lima (7)

Direito 4.0 - Novos nichos de atuação no campo Jurídico
Direito 4.0 - Novos nichos de atuação no campo JurídicoDireito 4.0 - Novos nichos de atuação no campo Jurídico
Direito 4.0 - Novos nichos de atuação no campo Jurídico
 
Defesa de Tese em Ciências da Educação
Defesa de Tese em Ciências da EducaçãoDefesa de Tese em Ciências da Educação
Defesa de Tese em Ciências da Educação
 
Conference - ITechLaw CyberSpaceCamp
Conference - ITechLaw CyberSpaceCampConference - ITechLaw CyberSpaceCamp
Conference - ITechLaw CyberSpaceCamp
 
Os Direitos Autorais e a “Cultura do Remix”
Os Direitos Autorais e a “Cultura do Remix”Os Direitos Autorais e a “Cultura do Remix”
Os Direitos Autorais e a “Cultura do Remix”
 
Direitos Autorais no Jornalismo (sem “juridiquês”)
Direitos Autorais no Jornalismo (sem “juridiquês”)Direitos Autorais no Jornalismo (sem “juridiquês”)
Direitos Autorais no Jornalismo (sem “juridiquês”)
 
Mini-curso - Legislação, Normas e Método de Análise de Acessibilidade
Mini-curso - Legislação, Normas e Método de Análise de AcessibilidadeMini-curso - Legislação, Normas e Método de Análise de Acessibilidade
Mini-curso - Legislação, Normas e Método de Análise de Acessibilidade
 
Quem chupou a minha idéia?
Quem chupou a minha idéia?Quem chupou a minha idéia?
Quem chupou a minha idéia?
 

Último

ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptxProva nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptxLucasFCapistrano
 
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptxM0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptxJustinoTeixeira1
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOSINTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOSPedro Luis Moraes
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaANNAPAULAAIRESDESOUZ
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxAntonioVieira539017
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Centro Jacques Delors
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)Centro Jacques Delors
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaREGIANELAURALOUREIRO1
 
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...azulassessoria9
 
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...azulassessoria9
 
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdfatividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdfAutonoma
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Centro Jacques Delors
 
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024Cabiamar
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 

Último (20)

ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptxProva nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
 
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptxM0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOSINTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
 
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
 
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdfatividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
 
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 

Patentes, Marcas & Direitos Conexos

  • 1. Patentes, Marcas & Direitos Conexos João Ademar de Andrade Lima Coordenador do NIT/PaqTcPB Autor e Professor de Direito de Propriedade Intelectual Coordenador Adjunto do curso de Direito do CESED/Facisa joaoademar@paqtc.org.br
  • 2. Direito de Propriedade • Principal Direito Subjetivo existente • Espinha dorsal do Direito Privado • Pilar econômico de nossa sociedade capitalista • Direito que garante a seu titular, em toda sua plenitude, a faculdade de dispor dos seus bens livremente e a seu bel-prazer
  • 3. Direito de Propriedade • Elementos essenciais – Jus Utendi = direito de usar, ou seja, de retirar da propriedade tudo que ela pode oferecer, sem alterar-lhe – Jus Fruendi = direito fruir da propriedade, explorando-a economicamente – Jus Abutendi = direito de abusar da propriedade como bem entender, dando-a o destino que quiser – Rei Vindicatio = direito de reivindicar (ou reaver) a coisa de quem injustamente a possua ou a detenha
  • 4. Propriedade Intelectual • É uma propriedade como qualquer outra, com os mesmos elementos essenciais de usar, fruir, abusar e reivindicar presentes em qualquer propriedade • Classifica-se em: – Propriedade Literária, Científica e Artística (Direitos Autorais); e – Propriedade Industrial Nosso “FOCO” hoje!
  • 5. Propriedade Industrial • Conjunto de princípios reguladores das proteções às criações intelectuais no campo técnico, garantindo a exploração exclusiva por parte dos seus criadores, com o objetivo principal de proteger e incentivar a difusão tecnológica (função social da propriedade) • Abrange a concessão de patentes e registros
  • 7. Patente (Privilégio) de Invenção • Invenção é o nome dado à criação de algo novo, susceptível de aplicação industrial, como produto ou processo de fabricação • Possui como requisitos essenciais: – Novidade (absoluta) – Atividade inventiva – Aplicação industrial
  • 8. Modelo de Utilidade • Produto resultante de uma modificação de forma, ou disposição, de objeto já existente, representando uma melhoria de caráter funcional no uso ou no processo de fabricação de algum produto, com um aperfeiçoamento na sua utilidade • Possui como requisitos essenciais: – Novidade (relativa) – Atividade inventiva – Aplicação industrial
  • 9. Desenho Industrial • Forma plástica ornamental de um objeto, ou o conjunto ornamental de linhas e cores, que possa servir de aplicação num produto e que proporcione um resultado visualmente perceptível novo e original na sua configuração externa, e que possa servir também de tipo de fabricação • Protegido através de registro • Requer novidade/originalidade
  • 10. Conceitos • Novidade é a condição de novo, ou seja, o que jamais fora feito, em qualquer lugar e a qualquer tempo • Atividade inventiva é a criatividade, ou seja, a não ocorrência de maneira evidente ou óbvia ao atual estado da técnica (que é tudo aquilo que já foi acessível ao público, em qualquer ramo de atividade e em qualquer parte do mundo) • Aplicação industrial é a possibilidade de produção (ou reprodução) industrial
  • 11. Marcas • Sinais distintivos, visualmente perceptíveis, capazes de diferenciar um produto ou serviço de outro concorrente • Protegidas através de registro • Requer novidade, no sentido de originalidade ou não “confusão” ou semelhança com marca(s) anterior(es)
  • 12. Classificação • Quanto à apresentação – Nominativa – Figurativa – Mista – Tridimensional • Quanto à natureza – De Produto ou Serviço – De Certificação – Coletiva
  • 13. Classificação • Alto renome – Aquela que passa a ser protegida fora do princípio da especialidade, ou seja, que não recebe proteção apenas para sua classe ou subclasse, mas para qualquer outro produto ou serviço, em todos os ramos de atividade (no Brasil, existem 44 marcas de alto renome) • Notoriamente conhecida – Possui proteção dentro do princípio da especificidade, mas não requer formalização de registro
  • 14. Importante! • Toda marca deve ser enquadrada em uma classe ou sub-classe • Excetuando as de alto renome e as notoriamente conhecidas, podem haver marcas com a mesma parte nominativa para dois ou mais produtos distintos, desde que não pertençam ao mesmo ramo de atividade e não gerem confusão ao consumidor. • Ex.: Papel “Sublime” e Perfume “Sublime”
  • 15. Pedido (Depósito) de Patente • OBRIGATÓRIO para geração de Direito • Elementos – Formulário de Requerimento para Registro e/ou Averbação – Relatório Descritivo – Reivindicações – Desenhos (se necessários) – Resumo
  • 16. Processo • Dando-se entrada no pedido, este ficará em sigilo por 18 meses, sendo então publicado na Revista da Propriedade Industrial (RPI) • A partir da data do depósito, o titular terá 36 meses para solicitar o chamado “exame de mérito”, que verificará se o objeto do privilégio descrito nas reivindicações contém os requisitos essenciais de novidade, industriabilidade e atividade inventiva • Concluído este exame, o pedido será ou não deferido
  • 17. Registro de Desenho Industrial • Processo bem mais simples e rápido que o de depósito de patente, já que não exige o exame de mérito havendo sempre a presunção de autoria lícita em favor do requerente. • Elementos – Requerimento – Relatório descritivo (se necessário) – Reivindicações (se necessárias) – Campo de atuação – Desenhos e/ou fotografias
  • 18. Registro de Marca • Feito eletronicamente (Sistema “e-MARCAS”) • Para a efetivação do depósito o requerente deve se enquadrar em três situações – Exercer atividade lícita, efetiva e compatível com o produto ou serviço que marca visa identificar – Não ter a marca enquadrada nas modalidades não registráveis – Não ter a marca conflitante com outra anterior de mesma categoria (verificável através de uma busca prévia)
  • 19. Processo • Dá-se entrada no pedido e se aguarda a publicação • Após publicado, terceiros têm até 60 dias para se opor • Em caso de oposição, o depositante será notificado, através da RPI, e 60 dias para defesa • Após essa fase, o pedido aguardará o exame técnico, que resultará em uma decisão sobre a registrabilidade • Com o exame técnico, o pedido será decidido
  • 20. Prazos de Vigência • Patentes (Privilégio) de Invenção = 20 anos • Modelos de Utilidade = 15 anos • Desenhos Industriais = 10 anos + 3 até renovações consecutivas de 5 anos • Marcas = 10 anos renováveis por períodos iguais e subsequentes Obs.: Todos os prazos são contado a partir da data do depósito
  • 21. Marca Vs. Domínio • Problema atual e já bastante corriqueiro • Para sua solução, tem-se usado a chamada Diretriz Uniforme de Resolução de Conflitos (UDRP), através de um “Painel Administrativo” que verificará – A ocorrência de domínio idêntico ou similar a uma marca registrada – Se o atual detentor do domínio tem interesse legítimo no registro – A ocorrência de má-fe
  • 22. Programas de Computador • Possuem legislação específica e natureza jurídica de Direito Autoral • NÃO são patenteáveis, por si, mas “podem” ser inseridos em produtos/processos passíveis de patenteamento • Patentes relacionadas a programas de computador envolvem o conhecimento abstrato que os permeia e não o software em si
  • 24. Nossa Missão • Promover o avanço cientifico, tecnológico e inovativo do Estado da Paraíba, com suporte à proteção e transferência da criação intelectual (autoral e industrial), nas áreas abarcadas pelas Leis nº. 9.279/96 (Marcas e Patentes), 9.609/98 (Software) e 9.610/98 (Direitos Autorais), através da Gestão da Propriedade Intelectual e da Gestão de Valoração e Transferência de Tecnologia
  • 25. Nossa Visão • Ser o mais completo NIT do Estado, reconhecido como referência em Capital Humano, com expertises altamente capacitados nas áreas técnicas e jurídicas relacionadas à PI e TT, dotado de infraestrutura condizente à necessidade de celeridade processual correlata (administrativa e legal) e referente no treinamento e capacitação em áreas afins
  • 26. Nossos Contatos • Tel.: (83) 2101 9048 • E-mail: nit@paqtc.org.br