Geografia. 8º ano.
Trabalho elaborado por:
- Iva Leão. 8ºG. Nº9.
Professora: Maria Teresa Dias.
Disciplina: Geografia.
Consulta Interativa
O Índice a seguir apresentado é interativo, ou
seja, ao clicar em cada tema poderá ver o(s)
diapositiv...
• Introdução……………………………..diapositivo 3;
• A População Mundial……………diapositivos 4, 5;
• Grandes Vazios Humanos………..diaposit...
Introdução
Neste trabalho vou falar sobre a distribuição da população pelo
mundo, quais são as regiões mais povoadas no mu...
A população mundial não se encontra homogeneamente distribuída no planeta. A
áreas superpovoadas opõem-se outras onde o ho...
Do conjunto destaca-se assim uma
maior concentração populacional
no hemisfério norte, onde se
encontra também a maior part...
Grandes Vazios Humanos
Geografia. 8º ano.
Incluímos neste grupo (regiões cujas caraterísticas naturais
são francamente hostis ao Homem, impedindo, assim,
a sua fixa...
As regiões desérticas são caraterizadas por elevadas temperaturas (que podem atingir, durante o
dia, os 50ºC e à noite des...
As grandes florestas equatoriais
existentes na América, Ásia e África
são áreas repulsivas para a fixação
do ser humano.
E...
Embora pouco atrativas, estas regiões não são tão repulsivas como as apontadas anteriormente e,
apesar dos solos serem pob...
Geografia. 8º ano.
Regiões Polares e
Subpolares
• Antárctida;
• América do Norte;
Regiões Desérticas
Quentes
• Sara e Cala...
Geografia. 8º ano.
Grandes Concentrações Humanas
FATORES JUSTIFICATIVOS DAS FORTES DENSIDADES
POPULACIONAIS
As áreas pouco povoadas ou
repulsivas contrastam com as áreas
a...
A- Nordeste dos EUA
B- Europa Ocidental e Central
C- Ásia Meridional
D- Ásia Oriental
Geografia. 8º ano.
Fig. – Concentraç...
A Agricultura
No princípio, o Homem vivia da caça e da recoleção e era, por isso, nómada.
Buscava na natureza a satisfação...
A Indústria
Nas sociedades modernas é
a indústria e não a
agricultura que surge
como grande fonte
empregadora da
população...
AS CIDADES
O Homem é um ser social que desde
cedo começou a viver em grupo.
Com o desenvolvimento económico
e científico, ...
Vias de comunicação e
transporte
O Homem começou a deslocar-se a pé ou
com o apoio de alguns animais.
Obviamente a sua mob...
As migrações
As migrações constituem um elemento
fundamental para explicar as grandes
concentrações populacionais da
atual...
A região do Sul e Sueste asiático é
caraterizada por um clima quente
e chuvoso, abundância de rios e
solos muito férteis. ...
A Europa constitui, desde o passado,
urna região muito favorável à
agricultura: clima temperado, relevo
predominantemente ...
Até ao séc. XVI o continente americano era
praticamente despovoado. Só a partir do séc.
XVIII se iniciaram grandes corrent...
Geografia. 8º ano.
No final deste trabalho, posso concluir que o Homem necessita
de boas condições para sobreviver e habit...
• MATOS, Maria João; CASTELÃO, Raul – À Descoberta, 8º ano,
Porto: Santillana Constância, 2007;
• http://geografiafixe.com...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Grandes concentrações e grandes vazios humanos trabalho de geografia, iva leão, 8ºg, nº9.

9.293 visualizações

Publicada em

Grandes concentrações e grandes vazios humanos

Publicada em: Meio ambiente
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.293
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Grandes concentrações e grandes vazios humanos trabalho de geografia, iva leão, 8ºg, nº9.

  1. 1. Geografia. 8º ano. Trabalho elaborado por: - Iva Leão. 8ºG. Nº9. Professora: Maria Teresa Dias. Disciplina: Geografia.
  2. 2. Consulta Interativa O Índice a seguir apresentado é interativo, ou seja, ao clicar em cada tema poderá ver o(s) diapositivo(s) correspondente(s). Depois de ver o(s) diapositivo(s) correspondente(s), ao clicar neste símbolo abaixo apresentado, (presente no final de cada diapositivo), regressará ao Índice e poderá escolher outro tema. História. 8º ano.
  3. 3. • Introdução……………………………..diapositivo 3; • A População Mundial……………diapositivos 4, 5; • Grandes Vazios Humanos………..diapositivo 6:  Fatores justificativos das fracas densidades populacionais; • Grandes Concentrações Humanas…diapositivo 12:  Fatores justificativos das fortes densidades populacionais; As grandes concentrações humanas; Os Focos populacionais. Geografia. 8º ano.
  4. 4. Introdução Neste trabalho vou falar sobre a distribuição da população pelo mundo, quais são as regiões mais povoadas no mundo, o que são vazios humanos e onde se localizam, e quais são os fatores físicos e humanos que influenciam a população. Com o tema: “Grandes Concentrações e Grandes Vazios Humanos”, que irei desenvolver ao longo do trabalho, quero que nenhum pormenor escape e vou fazer os possíveis para que não ocorram erros no mesmo. Com este trabalho, espero conhecer mais acerca do mundo em que vivemos e aprender muito mais sobre o tema, pois “o saber não ocupa lugar”. Pretendo identificar e localizar os principais focos populacionais, justificar as fortes concentrações humanas, identificar e localizar os vazios populacionais e justificar os vazios populacionais. Geografia. 8º ano.
  5. 5. A população mundial não se encontra homogeneamente distribuída no planeta. A áreas superpovoadas opõem-se outras onde o homem se encontra ausente. Estão nesta situação o extremo norte da América, da Europa e da Ásia e também grande parte do Norte de África e extremo sul da América, assim como o interior da Ásia, da Austrália, da América do Norte e toda a Antártida. Com estas regiões praticamente desertas contrastam quatro grandes focos populacionais. São eles o Sul e o Sudeste asiático, a Europa Ocidental e a faixa costeira atlântica da América do Norte. Fig.1- Distribuição de população a nível mundial.
  6. 6. Do conjunto destaca-se assim uma maior concentração populacional no hemisfério norte, onde se encontra também a maior parte das terras emersas. Contudo, outros fatores estão na origem desta distribuição populacional. O Homem é um ser com grande capacidade de adaptação ao meio natural. Contudo, existem algumas regiões cujas caraterísticas naturais lhe são francamente hostis, impedindo, assim, a sua fixação. Geografia. 8º ano. Fig.2- Países mais populosos do mundo.
  7. 7. Grandes Vazios Humanos Geografia. 8º ano.
  8. 8. Incluímos neste grupo (regiões cujas caraterísticas naturais são francamente hostis ao Homem, impedindo, assim, a sua fixação) as regiões de clima frio, as regiões desérticas, as regiões de clima quente e húmido e as regiões de montanha. A temperatura ambiente ideal para o Homem oscila entre os 22ºC e os 25ºC. Com valores de temperaturas inferiores, o Homem sente necessidade de se abrigar e proteger. Os climas frios são dificilmente suportados pelo Homem, não só pela longa duração do Inverno e pelo rigor das suas temperaturas, como também pelos baixos níveis de luminosidade. Por outro lado, as atividades económicas são fortemente limitadas. A fraca luminosidade, as baixas temperaturas e a constante camada de gelo sobre o solo impedem o desenvolvimento de urna cobertura vegetal e, como tal, a prática da agricultura. Existem pequenos grupos naturalmente adaptados a estas condições naturais (Esquimós) que vivem sobretudo da pesca e da caça. Também o grande desenvolvimento tecnológico permite criar condições artificiais de forma a fixar o Homem nestas regiões. Contudo, os custos são de tal forma elevados que só pequenas comunidades de cientistas se fixam temporariamente nestas regiões. Geografia. 8º ano. Fig. – Localização dos principais vazios humanos. Verifica-se que os vazios populacionais coincidem com as grandes cadeias montanhosas (Himalaias, Andes ou Montanhas Rochosas), com os desertos (Sara, australiano e arábico), com as florestas equatoriais (Amazónia e Congo) e com as regiões polares (Ártico e Antártida). Fig. – Variação da população com a altitude.
  9. 9. As regiões desérticas são caraterizadas por elevadas temperaturas (que podem atingir, durante o dia, os 50ºC e à noite descem para valores negativos) e pela escassez de água. A água é um elemento fundamental nos organismos vivos e a sua inexistência impossibilita a vida a qualquer espécie animal ou vegetal. Assim estas regiões são caraterizadas pela ausência de população que não encontra nestas regiões qualquer forma de subsistência, uma vez que a agricultura é uma atividade impossível. Contudo, sempre que nessas regiões surge água, agrupam-se pequenas comunidades que praticam uma agricultura intensiva numa área muito restrita — são os oásis. Os ventos fortes que se registam provocam tempestades de areia. Geografia. 8º ano. Os desertos quentes Fig. – Beduínos, Egipto.
  10. 10. As grandes florestas equatoriais existentes na América, Ásia e África são áreas repulsivas para a fixação do ser humano. Estas regiões são caraterizadas por elevados valores de temperatura, precipitação e humidade durante todo o ano, empobrecendo os solos e impossibilitando, assim, a prática da agricultura. Estas são as condições ideais para o desenvolvimento da vegetação, dando origem ao aparecimento de florestas muito densas (das quais a mais conhecida é a floresta amazónica, situada na América do Sul). A densidade das árvores, que nesta região atinge muitos metros de altura, é de tal forma elevada que as suas copas formam um teto contínuo impedindo a penetração da luz até ao solo. Deste modo torna-se impossível ao Homem viver nestas regiões. Fig. - A floresta equatorial, bem como o clima equatorial, está mais ou menos distribuída nas seguintes áreas a verde. Na imagem, vê-se perfeitamente três grandes áreas mundiais de florestas equatoriais: na América do Sul, a Amazónia, a maior floresta equatorial e a mais conhecida; no Centro de África, a chamada floresta equatorial da bacia do Congo; e na Ásia, quase toda a região da Indonésia, bem como a Malásia, Filipinas e países vizinhos. Fig. – Floresta do Congo.
  11. 11. Embora pouco atrativas, estas regiões não são tão repulsivas como as apontadas anteriormente e, apesar dos solos serem pobres, a atividade agrícola é possível com uma tecnologia adequada e culturas mais adaptadas ao clima. As regiões de montanha são normalmente áreas pouco povoadas. Isto porque a altitude afeta o normal funcionamento do organismo humano em virtude da diminuição da pressão atmosférica, da temperatura e da proporção de oxigénio no ar. Em altitudes superiores a três mil metros o homem cansa-se facilmente, pelo que o trabalho se torna quase impossível de praticar. Assim, a cordilheira dos Himalaias, na Ásia, as montanhas do Quilimanjaro, em África, os Alpes e os Pirinéus, na Europa, as montanhas Rochosas e os Apalaches, na América do Norte, e a cordilheira dos Andes, na América do Sul, são autênticos desertos humanos. Apesar de haver exceções, o Homem tem manifestado sempre a sua preferência pelas regiões baixas, mais fáceis de cultivar e irrigar e próximas da costa ou de rios navegáveis. Geografia. 8º ano. Fig. – Alpes, Suíça.
  12. 12. Geografia. 8º ano. Regiões Polares e Subpolares • Antárctida; • América do Norte; Regiões Desérticas Quentes • Sara e Calaári, em África; • Deserto Australiano Gobi, na Ásia. Altas Montanhas • Himalaias, na Ásia; • Montanhas Rochosas e Andes, na América; • Alpes na Europa. Densas Florestas Equatoriais • Floresta Amazónica, na América do Sul; • Floresta do Congo, na África; • Florestas de Bornéu e de Papua Nova Guiné, na Ásia;
  13. 13. Geografia. 8º ano. Grandes Concentrações Humanas
  14. 14. FATORES JUSTIFICATIVOS DAS FORTES DENSIDADES POPULACIONAIS As áreas pouco povoadas ou repulsivas contrastam com as áreas atrativas, fortemente povoadas. São vários os fatores que contribuem para as elevadas densidades populacionais, nomeadamente as condições favoráveis à agricultura, a indústria, as cidades, as vias de comunicação e as migrações. Uns desses fatores são físicos e outros são humanos. A influência dos fatores físicos na distribuição da população mundial faz-se sentir, por exemplo, nas regiões de clima ameno ou nas planícies com solos férteis que, historicamente, têm sido os espaços mais atrativos para a fixação da população. Geografia. 8º ano. Fig. – Cidade de Nova Iorque, EUA. Fig. – Concentração populacional no Golfo da Guiné, em África.
  15. 15. A- Nordeste dos EUA B- Europa Ocidental e Central C- Ásia Meridional D- Ásia Oriental Geografia. 8º ano. Fig. – Concentrações populacionais a nível mundial.
  16. 16. A Agricultura No princípio, o Homem vivia da caça e da recoleção e era, por isso, nómada. Buscava na natureza a satisfação das suas necessidades básicas e andava de lugar em lugar, em busca de alimento. Mais tarde descobre a agricultura. Após a sementeira havia que esperar o crescimento das plantas e a sua frutificação. Isso obrigou o Homem a fixar-se. Contudo, a agricultura só é produtiva em solos férteis e em regiões de clima favorável. Assim o Homem passou a fixar-se preferencialmente nas regiões cujas condições naturais se revelavam mais propícias à agricultura. Uma vez garantida a subsistência da população verifica-se uma rápida reprodução e, consequentemente, um crescimento populacional. É claro que quanto mais produtiva era a agricultura, maiores eram as densidades populacionais. Assim verifica-se que, de uma maneira geral, as regiões de grande potencialidade agrícola correspondem a regiões fortemente povoadas. Geografia. 8º ano. Fig. – Arquipélago dos Açores. As condições climáticas favorecem as práticas agrícolas específicas da região e a criação de gado.
  17. 17. A Indústria Nas sociedades modernas é a indústria e não a agricultura que surge como grande fonte empregadora da população. Ao oferecer emprego, a indústria atrai população que abandona a sua terra natal para se fixar junto a áreas industriais. Por esta razão, as regiões muito industrializadas, correspondem quase sempre a grandes concentrações populacionais, principalmente se concentram indústrias que necessitam de muita mão- de-obra. Geografia. 8º ano. Fig. – Área Industrial de Dundee, na Escócia.
  18. 18. AS CIDADES O Homem é um ser social que desde cedo começou a viver em grupo. Com o desenvolvimento económico e científico, os pequenos grupos humanos foram aos poucos dando origem a cidades. Estas, pela grande variedade de atividades que integram, constituem um grande foco de oferta de emprego. Proporcionam também o aumento da qualidade de vida, pois as populações têm à sua disposição a possibilidade de satisfazer todas as suas necessidades ao nível do trabalho, educação, saúde e diversão. Por isto a cidade constitui um grande foco de atração para a população. Geografia. 8º ano. Fig. – Cidade de Nova Iorque, nos EUA.
  19. 19. Vias de comunicação e transporte O Homem começou a deslocar-se a pé ou com o apoio de alguns animais. Obviamente a sua mobilidade era reduzida, e a capacidade de transporte de mercadorias quase nula. Por essa razão, o barco surgiu como um meio mais fácil e rápido de se deslocar e transportar produtos para outras regiões, possibilitando o comércio com outros povos. Assim, os rios navegáveis e as zonas costeiras surgiram como áreas mais atrativas. Podemos verificar que a maioria das mais importantes cidades do mundo se localiza junto à costa ou junto a rios navegáveis. Mais tarde as linhas de caminho de ferro e as estradas possibilitaram a deslocação das populações e, consequentemente, o aparecimento de novos focos populacionais no interior. Também a grande difusão do uso do automóvel permitiu o acentuado crescimento das cidades, uma vez que as pessoas podem viver cada vez mais longe do local de trabalho. Geografia. 8º ano. Fig.- Contraste Litoral-interior no Norte de África.
  20. 20. As migrações As migrações constituem um elemento fundamental para explicar as grandes concentrações populacionais da atualidade. Os motivos que estão na base da sua existência residem quase sempre na busca de meios que garantam a sobrevivência das pessoas ou a melhoria do seu nível de vida. Estão neste contexto os grandes fluxos verificados do século XV ao século XVIII a partir da Europa, e que estiveram na base do povoamento e colonização dos novos territórios da América, África e Ásia. Atualmente verifica-se uma tendência generalizada para a emigração dos países pobres para os países mais industrializados. Daí o facto dos EUA, da Austrália e dos países da Europa Ocidental continuarem a ser os mais atrativos. Geografia. 8º ano. Fig. – Chegada de imigrantes europeus aos EUA.
  21. 21. A região do Sul e Sueste asiático é caraterizada por um clima quente e chuvoso, abundância de rios e solos muito férteis. A população destas regiões desbravou a floresta e optou pelo arroz como primeira cultura. A grande organização dos trabalhos agrícolas associada à grande regularidade climática permitiu, desde o passado, uma elevada produção deste cereal. O elevado valor calórico do arroz, base da alimentação destes povos, permitiu desde sempre natalidades muito elevadas e um grande crescimento da população. O Sul e Sudeste constituem, na atualidade, os maiores focos populacionais do Mundo. Geografia. 8º ano. Fig. – Cultivo de arroz na China.
  22. 22. A Europa constitui, desde o passado, urna região muito favorável à agricultura: clima temperado, relevo predominantemente plano e solos férteis. A abundância de rios e a costa muito recortada facilitam a existência de portos naturais e de comunicação entre os povos. A abundância de alimentos possibilitou um aumento populacional. A exploração dos recursos do subsolo (carvão, ferro...) incentivou o aparecimento da indústria (Revolução Industrial). Com o desenvolvimento industrial, desenvolveram-se também os meios de transporte. O nível de vida melhora. A mortalidade diminui e a população cresce. A grande oferta de empregos na indústria, no comércio e nos serviços, atraiu população do SW da Europa e a outras regiões do mundo, nomeadamente a partir da II Guerra Mundial. As cidades crescem. Fig. – As cidades europeias antes da Revolução Industrial. Antes da Revolução Industrial, a Europa tinha um reduzido número de cidades. Fig. – As cidades europeias depois da Revolução Industrial.
  23. 23. Até ao séc. XVI o continente americano era praticamente despovoado. Só a partir do séc. XVIII se iniciaram grandes correntes migratórias (colonização) a partir da Europa, primeiramente do Reino Unido, para este continente conhecido por Novo Mundo. Estes colonos dedicavam-se sobretudo à atividade agrícola e extração mineira. A população localizou-se junto à costa para mais facilmente estabelecer trocas comerciais com a Europa. Trocavam produtos agrícolas por produtos industriais . Mesmo com a independência dos EUA, os grandes fluxos migratórios continuaram a verificar-se aumentando o número de habitantes. A abundância de matérias-primas, as inovações tecnológicas trazidas da Europa e o grande mercado que este continente constituía deram origem ao grande desenvolvimento industrial. O grande fluxo migratório e o grande desenvolvimento da indústria originou o grande crescimento das cidades. Este facto tornou esta região numa das mais povoadas do mundo, constituindo, ainda hoje, um grande foco de atração de emigrantes de todas as regiões do mundo. Geografia. 8º ano. Fig. – Nordeste dos EUA.
  24. 24. Geografia. 8º ano. No final deste trabalho, posso concluir que o Homem necessita de boas condições para sobreviver e habitar e, portanto, nem todos os sítios do mundo são propícios para o Homem se fixar, havendo muitas áreas com poucas pessoas ou até desabitadas, os tais chamados vazios humanos. Há um enorme conjunto de caraterísticas que determinam os sítios em que o ser humano pode viver. Conclui também que as pessoas concentram-se nas áreas mais favoráveis à sua sobrevivência, sendo os melhores sítios a escolha da maioria das pessoas, fazendo com que haja grandes concentrações humanas. Em suma, aprendi muito sobre as grandes concentrações e vazios humanos. Deu-me muito gosto fazer este trabalho, fazendo o melhor possível para resumir a matéria, salientando os assuntos de maior relevância, para que ficasse um trabalho simples, claro e não fugindo do tema que me foi dado.
  25. 25. • MATOS, Maria João; CASTELÃO, Raul – À Descoberta, 8º ano, Porto: Santillana Constância, 2007; • http://geografiafixe.com.sapo.pt/distribdapopulacao.pdf.pdf; • www.google.pt; • http://www.slideshare.net/turma8cjoaofranco/resumos-de- geografia; • http://www.europadosresultados.eu/index.php?option=com_cont ent&view=article&id=654:as-grandes-concentracoes- demograficas-principais&catid=91:educacao&Itemid=148. Geografia. 8º ano.

×