SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
Baixar para ler offline
Lengalengas
A casa do João
Aqui está a casa que fez o João.
Aqui está o saco do grão e feijão,
Que estava na casa que fez o João.
Aqui está o rato,
Que furou o saco de grão e feijão,
Que estava na casa que fez o João.
Aqui está o gato,
Que comeu o rato,
Que furou o saco de grão e feijão,
Que estava na casa que fez o João.
Aqui está o cão,
Que mordeu o gato,
Que comeu o rato,
Que furou o saco de grão e feijão,
Que estava na casa que fez o João

Sarabico bico bico
Sarabico bico bico,
Quem te pôs tamanho bico?
Foi a chocalheira, que come ovos e manteiga.
Os cavalinhos a correr,
Os meninos a aprender,
Qual será o mais bonito que se há-de esconder?
O que está?
O que está na varanda?
Uma fita de ganga.
O que está na janela?
Uma fita amarela.
O que está no poço?
Uma casca de tremoço.
O que está na pia?
Uma casca de melancia.
O que está na chaminé?
Um gato a coçar o pé.
O que está na rua?
Uma espada nua.
O que está atrás da porta?
Uma velha morta.
O que está no ninho?
Um passarinho.
Dá-lhe bolachas e deixa-o quentinho!

O tempo
O tempo perguntou ao tempo,
- Quanto tempo o tempo tem?
O tempo respondeu ao tempo,
Que não tem tempo para dizer,
Que o tempo do tempo,
É o tempo que o tempo tem.
Tenho um cãozinho
Tenho um cãozinho,
Chamado totó,
Que me varre a casa,
E me limpa o pó.
Ele também gosta de lamber a mão,

Á noite ao deitar,
Faz sempre ão, ão.




    A água
–     Que é da água?
–     As patas a beberam.
–     Que é das patas?
–     Estão a pôr os ovos.
–     Que é dos ovos?
–     Os gatos os comeram.
–     Que é dos gatos?
–     Estão com as velhas.
–     Que é das velhas?
–     Estão no mato.
–     Que é do mato?
–     O lume o acendeu.
–     Que é do lume?
–     A água o apagou.
A ovelha
A comer no campo,
Está uma ovelha.
Gosta de ervinha
E coça a orelha.
Anda devagar,
Também faz mé, mé.
E quando está zangada,
Dá-nos um pontapé!

Sola do sapato
Sola, sapato.
Rei, rainha.
Foi ao mar
Buscar sardinha
Para a mulher do juiz
Que está presa pelo nariz.
Sala a pulga, na balança
Que vai ter até à França,
Os cavalos a correr,
As meninas a aprender,
Qual será a mais bonita que se vai esconder?
Gato Maltês
Era uma vez,
Um gato maltês,
Tocava piano e falava Francês.
A dona de casa,
Chamava-se Inês,
E o número da porta,
Era o trinta e três.
Era muito bonito,
E não era mau,
Também cantava
Miau, miau, miau.



O Cuco
Era uma vez um cuco
Que não gostava de couves
Mandou-se chamar o pau
Para vir bater no cuco
O pau não quis bater no cuco
O cuco não quis comer as couves
E ele sempre a dizer ‘couves não hei-de comer’
Mandou-se chamar o fogo
Para vir queimar o pau
O fogo não quis queimar o pau
O pau não quis bater no cuco
O cuco não quis comer as couves
E ele sempre a dizer ‘couves não hei-de comer’
Mandou-se chamar a água
Para vir apagar o fogo
A água não quis apagar o fogo
O fogo não quis queimar o pau
O pau não quis bater no cuco
O cuco não quis comer as couves
E ele sempre a dizer ‘couves não hei-de comer’
Mandou-se chamar o boi
Para vir beber a água
O boi não quis beber a água
A água não quis apagar o fogo
O fogo não quis queimar o pau
O pau não quis bater no cuco
O cuco não quis comer as couves
E ele sempre a dizer ‘couves não hei-de comer’



Mandou-se chamar o homem
Para vir ralhar com o boi
O homem não quis ralhar com o boi
O boi não quis beber a água
A água não quis apagar o fogo
O fogo não quis queimar o pau
O pau não quis bater no cuco
O cuco não quis comer as couves
E ele sempre a dizer ‘couves não hei-de comer’
Mandou-se chamar o policia
Para vir prender o homem
O policia não quis prender o homem
O homem não quis ralhar com o boi
O boi não quis beber a água
A água não quis apagar o fogo
O fogo não quis queimar o pau
O pau não quis bater no cuco
O cuco não quis comer as couves
E ele sempre a dizer ‘couves não hei-de comer’
Mandou-se chamar a morte
Para vir matar o polícia
A morte já quis matar o policia
O policia já quis prender o homem
O homem já quis ralhar com o boi
O boi já quis beber a água
A água já quis apagar o fogo
O fogo já quis queimar o pau
O pau já quis bater no cuco
O cuco já quis comer as couves
E ele sempre a dizer ‘couves já é de eu comer’



    Curso técnico de Apoio à Infância
    Edite Joana Simões Andorinha
    11ºH     Nº10      2012/2013

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Uma Estrela Atrás Da Porta
Uma Estrela Atrás Da PortaUma Estrela Atrás Da Porta
Uma Estrela Atrás Da PortaMaria Borges
 
Lengalenga a velha e a bicharada
Lengalenga  a velha e a bicharadaLengalenga  a velha e a bicharada
Lengalenga a velha e a bicharadaelsalobo
 
A Lenda Dos Ovos De Pascoa
A Lenda Dos Ovos De PascoaA Lenda Dos Ovos De Pascoa
A Lenda Dos Ovos De Pascoagabifrias
 
Quem da prenda ao pai natal
Quem da prenda ao pai natalQuem da prenda ao pai natal
Quem da prenda ao pai natalAna Moreira
 
JoãO E O Pé De FeijãO
JoãO E O Pé De FeijãOJoãO E O Pé De FeijãO
JoãO E O Pé De FeijãOteresamendes
 
A Bruxa Mimi
A Bruxa MimiA Bruxa Mimi
A Bruxa MimiJATG
 
Carlota barbosa a bruxa medrosa
Carlota barbosa a bruxa medrosa Carlota barbosa a bruxa medrosa
Carlota barbosa a bruxa medrosa Lara Gonçalves
 
Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos Tânia Alves
 
A magia da estrela do outono
A magia da estrela do outonoA magia da estrela do outono
A magia da estrela do outonoCarla Ferreira
 
O beijo da palavrinha mia couto
O beijo da palavrinha mia couto O beijo da palavrinha mia couto
O beijo da palavrinha mia couto Sousa Martins
 
João e-os-5-sentidos
João e-os-5-sentidosJoão e-os-5-sentidos
João e-os-5-sentidosMara Pinto
 
A carochi..
A carochi..A carochi..
A carochi..tejinha
 
A menina que não queria livros
A menina que não queria livrosA menina que não queria livros
A menina que não queria livrospopi97
 

Mais procurados (20)

O joão porcalhão
O joão porcalhãoO joão porcalhão
O joão porcalhão
 
Uma Estrela Atrás Da Porta
Uma Estrela Atrás Da PortaUma Estrela Atrás Da Porta
Uma Estrela Atrás Da Porta
 
Lengalenga a velha e a bicharada
Lengalenga  a velha e a bicharadaLengalenga  a velha e a bicharada
Lengalenga a velha e a bicharada
 
A Lenda Dos Ovos De Pascoa
A Lenda Dos Ovos De PascoaA Lenda Dos Ovos De Pascoa
A Lenda Dos Ovos De Pascoa
 
Animais que hibernam pp
Animais que hibernam ppAnimais que hibernam pp
Animais que hibernam pp
 
Quem da prenda ao pai natal
Quem da prenda ao pai natalQuem da prenda ao pai natal
Quem da prenda ao pai natal
 
Todos no sofá livro
Todos no sofá  livroTodos no sofá  livro
Todos no sofá livro
 
A galinha ruiva
A galinha ruivaA galinha ruiva
A galinha ruiva
 
JoãO E O Pé De FeijãO
JoãO E O Pé De FeijãOJoãO E O Pé De FeijãO
JoãO E O Pé De FeijãO
 
A Bruxa Mimi
A Bruxa MimiA Bruxa Mimi
A Bruxa Mimi
 
Lenga lengas
Lenga lengasLenga lengas
Lenga lengas
 
Carlota barbosa a bruxa medrosa
Carlota barbosa a bruxa medrosa Carlota barbosa a bruxa medrosa
Carlota barbosa a bruxa medrosa
 
Contar e encantar
Contar e encantarContar e encantar
Contar e encantar
 
A bruxa castanha de antónio mota
A bruxa castanha de antónio motaA bruxa castanha de antónio mota
A bruxa castanha de antónio mota
 
Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos
 
A magia da estrela do outono
A magia da estrela do outonoA magia da estrela do outono
A magia da estrela do outono
 
O beijo da palavrinha mia couto
O beijo da palavrinha mia couto O beijo da palavrinha mia couto
O beijo da palavrinha mia couto
 
João e-os-5-sentidos
João e-os-5-sentidosJoão e-os-5-sentidos
João e-os-5-sentidos
 
A carochi..
A carochi..A carochi..
A carochi..
 
A menina que não queria livros
A menina que não queria livrosA menina que não queria livros
A menina que não queria livros
 

Destaque

Destaque (7)

Adivinhas profissoes[1]
Adivinhas profissoes[1]Adivinhas profissoes[1]
Adivinhas profissoes[1]
 
Uma aventura com o meu pai história completa
Uma aventura com o meu pai história completaUma aventura com o meu pai história completa
Uma aventura com o meu pai história completa
 
A Casa Do Joao 0
A Casa Do Joao 0A Casa Do Joao 0
A Casa Do Joao 0
 
A casa
A casaA casa
A casa
 
Fofinho
FofinhoFofinho
Fofinho
 
Jogo Das ProfissõEs
Jogo Das  ProfissõEsJogo Das  ProfissõEs
Jogo Das ProfissõEs
 
Lengalenga os numeros
Lengalenga   os numerosLengalenga   os numeros
Lengalenga os numeros
 

Semelhante a Lengalengas e adivinhas

Semelhante a Lengalengas e adivinhas (20)

2 contos populares portugueses
2 contos populares portugueses2 contos populares portugueses
2 contos populares portugueses
 
Três Contos Populares Portugueses
Três Contos Populares PortuguesesTrês Contos Populares Portugueses
Três Contos Populares Portugueses
 
Bestiário - 5.º I e 5.º H
Bestiário - 5.º I e 5.º HBestiário - 5.º I e 5.º H
Bestiário - 5.º I e 5.º H
 
Quem Canta Seus Males Espanta
Quem Canta Seus Males EspantaQuem Canta Seus Males Espanta
Quem Canta Seus Males Espanta
 
trava-línguas
trava-línguastrava-línguas
trava-línguas
 
Parlendas
ParlendasParlendas
Parlendas
 
Lenga lengas[1]
Lenga lengas[1]Lenga lengas[1]
Lenga lengas[1]
 
Parlendas
ParlendasParlendas
Parlendas
 
8º trabalho português - 7º c - sara
8º   trabalho português - 7º c - sara8º   trabalho português - 7º c - sara
8º trabalho português - 7º c - sara
 
Trava língua
Trava língua Trava língua
Trava língua
 
Trava línguas
Trava línguasTrava línguas
Trava línguas
 
Livro de musicas_infantis
Livro de musicas_infantisLivro de musicas_infantis
Livro de musicas_infantis
 
Historia. da carochinha
Historia. da carochinhaHistoria. da carochinha
Historia. da carochinha
 
História parlendas
História   parlendasHistória   parlendas
História parlendas
 
Chapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelhoChapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelho
 
Chapeuzinho Vermelho - Uma Aventura Borbulhante
Chapeuzinho Vermelho - Uma Aventura BorbulhanteChapeuzinho Vermelho - Uma Aventura Borbulhante
Chapeuzinho Vermelho - Uma Aventura Borbulhante
 
Reescrita do Livro Chapeuzinho Vermelho
Reescrita do Livro Chapeuzinho VermelhoReescrita do Livro Chapeuzinho Vermelho
Reescrita do Livro Chapeuzinho Vermelho
 
Chapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelhoChapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelho
 
Projeto escrita fevereiro
Projeto escrita   fevereiroProjeto escrita   fevereiro
Projeto escrita fevereiro
 
-
--
-
 

Lengalengas e adivinhas

  • 1. Lengalengas A casa do João Aqui está a casa que fez o João. Aqui está o saco do grão e feijão, Que estava na casa que fez o João. Aqui está o rato, Que furou o saco de grão e feijão, Que estava na casa que fez o João. Aqui está o gato, Que comeu o rato, Que furou o saco de grão e feijão, Que estava na casa que fez o João. Aqui está o cão, Que mordeu o gato, Que comeu o rato, Que furou o saco de grão e feijão, Que estava na casa que fez o João Sarabico bico bico Sarabico bico bico, Quem te pôs tamanho bico? Foi a chocalheira, que come ovos e manteiga. Os cavalinhos a correr, Os meninos a aprender, Qual será o mais bonito que se há-de esconder?
  • 2. O que está? O que está na varanda? Uma fita de ganga. O que está na janela? Uma fita amarela. O que está no poço? Uma casca de tremoço. O que está na pia? Uma casca de melancia. O que está na chaminé? Um gato a coçar o pé. O que está na rua? Uma espada nua. O que está atrás da porta? Uma velha morta. O que está no ninho? Um passarinho. Dá-lhe bolachas e deixa-o quentinho! O tempo O tempo perguntou ao tempo, - Quanto tempo o tempo tem? O tempo respondeu ao tempo, Que não tem tempo para dizer, Que o tempo do tempo, É o tempo que o tempo tem.
  • 3. Tenho um cãozinho Tenho um cãozinho, Chamado totó, Que me varre a casa, E me limpa o pó. Ele também gosta de lamber a mão, Á noite ao deitar, Faz sempre ão, ão. A água – Que é da água? – As patas a beberam. – Que é das patas? – Estão a pôr os ovos. – Que é dos ovos? – Os gatos os comeram. – Que é dos gatos? – Estão com as velhas. – Que é das velhas? – Estão no mato. – Que é do mato? – O lume o acendeu. – Que é do lume? – A água o apagou.
  • 4. A ovelha A comer no campo, Está uma ovelha. Gosta de ervinha E coça a orelha. Anda devagar, Também faz mé, mé. E quando está zangada, Dá-nos um pontapé! Sola do sapato Sola, sapato. Rei, rainha. Foi ao mar Buscar sardinha Para a mulher do juiz Que está presa pelo nariz. Sala a pulga, na balança Que vai ter até à França, Os cavalos a correr, As meninas a aprender, Qual será a mais bonita que se vai esconder?
  • 5. Gato Maltês Era uma vez, Um gato maltês, Tocava piano e falava Francês. A dona de casa, Chamava-se Inês, E o número da porta, Era o trinta e três. Era muito bonito, E não era mau, Também cantava Miau, miau, miau. O Cuco Era uma vez um cuco Que não gostava de couves Mandou-se chamar o pau Para vir bater no cuco O pau não quis bater no cuco O cuco não quis comer as couves E ele sempre a dizer ‘couves não hei-de comer’ Mandou-se chamar o fogo Para vir queimar o pau O fogo não quis queimar o pau O pau não quis bater no cuco O cuco não quis comer as couves E ele sempre a dizer ‘couves não hei-de comer’ Mandou-se chamar a água Para vir apagar o fogo
  • 6. A água não quis apagar o fogo O fogo não quis queimar o pau O pau não quis bater no cuco O cuco não quis comer as couves E ele sempre a dizer ‘couves não hei-de comer’ Mandou-se chamar o boi Para vir beber a água O boi não quis beber a água A água não quis apagar o fogo O fogo não quis queimar o pau O pau não quis bater no cuco O cuco não quis comer as couves E ele sempre a dizer ‘couves não hei-de comer’ Mandou-se chamar o homem Para vir ralhar com o boi O homem não quis ralhar com o boi O boi não quis beber a água A água não quis apagar o fogo O fogo não quis queimar o pau O pau não quis bater no cuco O cuco não quis comer as couves E ele sempre a dizer ‘couves não hei-de comer’ Mandou-se chamar o policia Para vir prender o homem O policia não quis prender o homem O homem não quis ralhar com o boi O boi não quis beber a água A água não quis apagar o fogo
  • 7. O fogo não quis queimar o pau O pau não quis bater no cuco O cuco não quis comer as couves E ele sempre a dizer ‘couves não hei-de comer’ Mandou-se chamar a morte Para vir matar o polícia A morte já quis matar o policia O policia já quis prender o homem O homem já quis ralhar com o boi O boi já quis beber a água A água já quis apagar o fogo O fogo já quis queimar o pau O pau já quis bater no cuco O cuco já quis comer as couves E ele sempre a dizer ‘couves já é de eu comer’ Curso técnico de Apoio à Infância Edite Joana Simões Andorinha 11ºH Nº10 2012/2013