SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 49
Secure Consultorias
OPERAÇÃO SEGURA DE MÁQUINAS - NR12
“CANTEIRO DE OBRAS”
 As Normas Regulamentadoras, popularmente chamadas de NR’s,
foram criadas pelo Ministério do Trabalho, em 08 de junho de
1978, pela Portaria 3.214. Nesta data foi aprovado 28 Normas,
porem hoje elas são um total de 36.
 A NR 12 é a norma que trata da “Segurança no Trabalho em
Máquinas e Equipamentos” e serve para estabelece os parâmetros
a serem seguidos, para evitar acidentes graves e fatais.
 É na NR 12 que encontramos a obrigação de proteções (como
capa de correias) e outros acessórios utilizados no
desenvolvimento seguro das atividades.
O que é e pra serve a NR 12?
 Conforme determina a NR 12, em seu Anexo II, a capacitação do
operador de máquina deve conter a parte teórica e pratica,
proporcionando competência adequada ao operador e um
trabalho seguro.
 O anexo II ainda traz o conteúdo dessa capacitação que é:
descrição e definição dos riscos; proteção especifica;
funcionamento das proteções; como e porque devem ser usadas;
quando uma proteção pode ser removida; oque fazer quando uma
proteção é removida ou danificada; atos de segurança; riscos
mecânicos e elétricos; como trabalhar seguro; permissão de
trabalho; e sistemas de bloqueio de funcionamento das máquinas
durante limpeza e manutenção.
Capacitação para operador de máquinas.
 Em um canteiro de obras é necessário a utilização de muitas
máquinas e equipamentos, com força motriz, para o desempenho
das atividades.
 Temos as serras circulares (manual e de mesa); policortes;
furadeiras (manual e de bancada); esmerilhadeiras e muitos outros
equipamentos.
 Podemos afirmar então que para operar essas máquinas, o
trabalhador deve ser capacitado, afim de evitar acidentes.
NR 12 no canteiro de obras!
 Define-se como Segurança do trabalho (ou também denominado
segurança ocupacional) um conjunto de ciências e tecnologias que tem
o objetivo de promover a proteção do trabalhador no seu local de
trabalho, visando a redução de acidentes do trabalho e doenças
ocupacionais.
 Além disso, a segurança do trabalho trata-se de uma ciência
multidisciplinar, sendo constituída por diversas outras disciplinas, tais
como: medicina do trabalho, psicologia, ergonomia, higiene do trabalho,
meio ambiente, combate a incêndios, saúde, engenharia, entre outras.
 Destacam-se entre as principais atividades da segurança do trabalho:
Prevenção de acidentes; Promoção da saúde; Prevenção de incêndios.
O QUE É SEGURANÇA DO TRABALHO
 Serra Tico-Tico;
 Serra Policorte;
 Martelete Pneumático e
Elétrico;
 Serra circular manual;
 Serra circular de bancada;
 Betoneira.
Máquinas E Equipamentos Básicos De Canteiros
De Obras
 Lixadeira/Esmerilhadeiras;
 Retíficas manual;
 Máquinas de solda;
 Ponte rolante;
 Esmeril bancada/pedestal;
 Furadeiras Coluna/manual;
LIXADEIRAS / ESMERILHADEIRAS
 FUNÇÃO BÁSICA: equipamentos rotativos de alta
potência e rotação utilizados para: Desbaste
completo de materiais e cordões de solda; Chanfros
com grande remoção de material; Cortes em metal.
 POTÊNCIA 2400W/ 6000 RPM
 FABRICANTE: Bosch
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Atentar para fixação dos discos com chave de aperto adequada. NÃO
UTILIZAR outras ferramentas como marretas;
 Montar os discos compatíveis em diâmetro e rotação da máquina;
 É recomendável que não se retire (desmonte) a manopla;
 NUNCA use a esmerilhadeira sem a capa de proteção do disco; (itens 12.38 e
12.41)
LIXADEIRAS / ESMERILHADEIRAS
 Atente-se para a voltagem de rede e se a máquina está desligada (gatilho) antes
de liga-la na tomada; (item 12.14)
 Atentar para a projeção de fagulhas, se possível proteger a área com anteparo;
(item 12.48)
 Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina
desligada; (item 12.113)
 Esta atividade deve ter APR (Análise Preliminar de Risco) específica elaborada pelo
técnico de SMS; (item 12.110)
 Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item
12.110) q
 Equipamentos de proteção individual obrigatórios: (item 12.4) Óculos de proteção
e protetor facial; Avental e luvas de raspa; Protetor auricular, capacete, botas.
 É PROIBIDO, em esmerilhadeiras: Afiar ferramentas ou objetos pontiagudos com
os discos. Utilizar discos de corte para desbastar. Utilizar esmerilhadeira como
politriz.
LIXADEIRAS / ESMERILHADEIRAS
POSIÇÃO CORRETA DE CORTE POSIÇÃO CORRETA DE DESBASTE
RETÍFICA MANUAL
 FUNÇÃO BÁSICA: equipamento rotativo de alta
potência e rotação utilizados para retificar, ou seja,
de tornar reto ou exato, dispor em linha reta, corrigir
e polir peças e componentes cilíndricos ou planos.
 POTÊNCIA: 500W/ 10000-30000 RPM.
 FABRICANTE: Bosch.
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Atente-se para a voltagem de rede e se a máquina está desligada antes de liga-la na
tomada; (item 12.14)
 Equipamentos de proteção individual obrigatórios: (item 12.4) Óculos de proteção,
mascara de proteção contra pó e protetor facial; Avental e luvas de raspa; Protetor
auricular, capacete, botas.
 Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item
12.110)
RETÍFICAS
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina desligada e
fora da tomada; (item 12.113)
 Materiais que contém amianto NÃO devem ser trabalhados;
 Proteger as ferramentas abrasivas contra golpes, trepidações e gordura;
 Atentar para a projeção de fagulhas, se possível proteger a área com anteparo; (item
12.48)
 É PROIBIDO uso de adornos (colares, pulseiras, brincos).
MÁQUINAS DE SOLDAGEM
 FUNÇÃO BÁSICA: equipamentos estacionários de
alta potência utilizados para realizar o processo de
soldagem, ou seja, a união localizada de materiais,
similares ou não, de forma permanente
 TENSÃO/CORRENTE USUAL: 220/380/440 VAC
 FABRICANTE: DIVERSOS.
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Atente-se para a voltagem de rede e se a máquina está desligada antes de liga-la na
tomada; (item 12.14)
 Equipamentos de proteção individual obrigatórios: (item 12.4) Óculos de proteção,
mascara padrão de solda e mascara de proteção contra gases; Avental, perneiras,
braçadeiras e luvas de raspa; Protetor auricular, capacete, botas e tocas.
 Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item
12.110)
MÁQUINAS DE SOLDAGEM
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina desligada;
(item 12.113)
 Os locais destinados a solda não devem conter líquidos ou gases inflamáveis ou
sólidos combustíveis; (item 12.107)
 Instalar biombos metálicos ou proteções não inflamáveis ou combustíveis para evitar
que o calor, as fagulhas, os respingos ou as escórias possam atingir materiais
inflamáveis; (item 12.48)
 NUNCA soldar, cortar ou realizar qualquer operação a quente numa peça que não
tenha sido adequadamente limpa;
 Não soldar ou cortar recipientes fechados ou que não tenham sido devidamente
esvaziados e limpos internamente; (item 12.107)
 Locais tais como poços, tanques, sótãos, etc. devem ser considerados como áreas
confinadas;
MÁQUINAS DE SOLDAGEM
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Sempre conservar as mangueiras e conexões de gás em boas condições de trabalho;
(item 12.78)
 Os cilindros de gás devem sempre ser mantidos em posição vertical e NUNCA
conservados em áreas confinadas; (item 12.82)
 Fora de funcionamento, as válvulas dos cilindros devem estar fechadas;
 Manter-se fora da zona de propagação dos fumos; (item 12.107)
 Sempre manter cilindros de gás distantes de chamas e de fontes de faíscas ou de
calor; (item 12.82)
 Aterrar os equipamentos e seus acessórios a um ponto seguro de aterramento; (itens
12.14 e 12.15)
 Assegurar-se de que todas as conexões elétricas estão bem apertadas, limpas e secas;
(item 12.16)
 É PROIBIDO uso de adornos (colares, pulseiras, brincos).
PONTE ROLANTE
 FUNÇÃO BÁSICA: equipamento utilizado no
transporte horizontal (movimentação) e vertical
(içamento) de cargas.
 CAPACITADE USUAL: 02 – 15 TON.
 FABRICANTE: DIVERSOS.
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Atentar para a demarcação da carga máxima de trabalho permitida no corpo da ponte
rolante. NÃO ULTRAPASSAR a carga máxima em nenhuma hipótese; (item 12.87)
 O Técnico de Segurança juntamente com o encarregado e demais envolvidos na
operação devem elaborar a APR e/ou IPAR (Identificação dos Perigos e Avaliação de
Riscos) antes de sua utilização; (item 12.110)
PONTE ROLANTE
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Todo operador e auxiliar devem receber treinamento específico com validade de 1 ano
e quando em serviço devem portar crachá de identificação, contendo nome completo,
fotografia e validade da autorização para operação da ponte rolante; (item 12.146)
 Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item
12.110)
 Equipamentos de proteção individual obrigatórios: (item 12.4) Óculos de proteção ;
Colete refletivo; Protetor auricular, capacete, botas.
 O operador deve sempre solicitar a presença do auxiliar para orientá-lo na condução
da carga que estiver sendo transportada;
 NÃO É PERMITIDO deixar a carga suspensa após o encerramento do expediente
devendo acondiciona-la no local determinado; (item 12.85)
 NÃO É PERMITIDO o transporte de tambores e recipientes pressurizados ou outro
objeto sobre a carga que estiver sendo içada;
PONTE ROLANTE
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Manutenção ou reparos devem ser feitos com a Ponte Rolante sem carga, com chave
geral e a chave seccionadora DESLIGADAS, estando esta última com cadeado, ficando
a chave com o profissional que estiver executando a manutenção; (item 12.113)
 É OBRIGATÓRIO a existência do alarme sonoro na ponte rolante, sendo que seu
funcionamento ocorre automaticamente quando a ponte rolante se movimenta; (item
12.33)
 É PROIBIDO elevar a carga presa pela ponta do gancho;
 Antes de executar a operação, inspecione visualmente toda a
área, prevendo situações de colisão com equipamentos e/ou pessoas.
(item 12.13)
ESMERIL DE BANCADA/PEDESTAL
 FUNÇÃO BÁSICA: máquina composta por pedras duras
feitas de óxido de alumínio e minerais como magnetita
utilizadas para desbaste de metais, plásticos, madeira e
outros materiais afim de promover superfícies lisas e
com ângulos desejáveis.
 CAPACITADE / POTENCIA: 10”- 1 a 10CV/ 220V.
 FABRICANTE: DIVERSOS.
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Atente-se para a voltagem de rede e se a máquina está desligada antes de liga-la na
tomada; (item 12.14)
 Atentar para a projeção de fagulhas, se possível proteger a área com anteparo; (item
12.48)
 Esta atividade deve ter APR (Análise Preliminar de Risco) específica elaborada pelo
técnico de SMS;
ESMERIL DE BANCADA/PEDESTAL
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item
12.110)
 Equipamentos de proteção individual obrigatórios: (item 12.4) Óculos de proteção e
protetor facial; Protetor auricular, capacete, botas;
 É PROIBIDO utilizar anéis, correntes e pulseiras;
 Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina desligada;
(item 12.113)
 É proibido a remoção ou retirada permanente de qualquer dispositivo de proteção;
FURADEIRA DE COLUNA/MANUAL
 FUNÇÃO BÁSICA: Máquina que tem como função
principal a execução de furos e outras operações, tais
como alargamento e rebaixamento.
 POTENCIA: 0,75 - 1,5 CV / 200-1300RPM.
 FABRICANTE: VARIADOS.
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 SEMPRE utilizar óleo de corte em peças de aço;
 Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina desligada;
(item 12.113)
 Proibido remover a proteção de segurança do mandril;
FURADEIRA DE COLUNA
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Equipamentos de proteção individual obrigatórios: óculos de proteção , protetor
auricular, capacete e botas (obs.: manter as roupas bem fechadas e abotoadas); (item
12.4)
 PROIBIDO utilizar, anéis, correntes e pulseiras;
 Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item
12.110)
 NUNCA fixar com as mãos as peças a serem furadas.
 Manter as mãos e dedos atrás da linha de segurança
(se não houver essa marcação manter a distancia de 20
mm do eixo da broca);
SERRA TICO TICO
 FUNÇÃO BÁSICA: máquina utilizada para realização
de corte em madeiras, plástico, metais ou outros
materiais constituída por uma lâmina estreita que
realiza um movimento de sobe e desce permitindo
assim efetuar recortes.
 POTENCIA: 400W / 1000 – 3100 RPM
 FABRICANTE: BOSCH.
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Atente-se para a voltagem de rede e se a máquina está desligada antes de liga-la na
tomada; (item 12.14)
 Equipamentos de proteção individual obrigatórios: (item 12.4) Óculos de proteção,
mascara de proteção contra pó; Avental e luvas; Protetor auricular, capacete, botas.
 Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico;
SERRA TICO TICO
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina desligada;
(item 12.113)
 Atentar para a projeção de fagulhas, se possível proteger a área com anteparo; (item
12.48)
 É PROIBIDO uso de adornos (colares, pulseiras, brincos);
 Cuidar do cabo de energia durante o corte, evitar corta-lo;
 Não chegue perto da mão ou dos dedos durante o corte;
 Não remover a proteção de quebra da serra.
SERRA POLICORTE
 FUNÇÃO BÁSICA: máquina utilizada para realização
de corte em madeiras, plástico, metais ou outros
materiais constituída por uma lâmina em forma de
disco acionado por energia elétrica.
 POTENCIA: 15A/220V Bifásico – 1300RPM
 FABRICANTE: DIVERSOS.
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Corta tubo de aço carbono, PVC, cobre alumínio, até 5” (externo);
 NÃO usar óleo de corte, a operação é a seco;
 Tubo de AC, cobre e alumínio NÃO deverá ter espessura < 3mm;
 Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina desligada;
(item 12.113)
SERRA POLICORTE
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Equipamentos de proteção individual obrigatórios: óculos de proteção , protetor
auricular, capacete, botas e proteção facial; (item 12.4)
 Não remover ou alterar proteções das correias ou do disco;
 Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item
12.110)
 Quando a máquina não estiver em operação, deixá-la desligada com o plug fora da
tomada.
x
MARTELETE PNEUMÁTICO/ELÉTRICO
 FUNÇÃO BÁSICA: máquina de demolição utilizada
para quebrar e perfurar materiais resistentes como
concreto, cimento e asfalto em atividades de
construção e manutenção das construções civis.
Estes equipamentos podem ser elétricos,
pneumáticos ou ainda hidráulicos.
 POTENCIA: 2000 w / 870 impactos por minutos.
 FABRICANTE: MAKITA.
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina desligada;
(item 12.113)
 Equipamentos de proteção individual obrigatórios: (item 12.4) Óculos de proteção,
mascara de proteção contra pó; Luvas ante vibração e de raspa; Protetor auricular,
capacete, botas.
 Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item
12.110)
MARTELETE PNEUMÁTICO/ELÉTRICO
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Atente-se para a voltagem de rede e se a máquina está desligada antes de liga-la na
tomada; (item 12.14)
 A posição de trabalho não pode ultrapassar a linha da cintura;
 É PROIBIDO uso de adornos (colares, pulseiras, brincos);
 É recomendável que não se retire (desmonte) a manopla;
 Fazer pausas de 10 min a cada 50 min trabalhados.
Martelete elétrico
SERRA CIRCULAR MANUAL
 FUNÇÃO BÁSICA: usada para cortar madeira ou
outros materiais como o acrílico; pode também
referir-se à máquina que segura o disco e o faz girar,
é mais utilizada na carpintaria para confecção de
formas e caixarias.
 POTENCIA: 1800W/ 5800 rpm.
 FABRICANTE: MAKITA.
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina desligada;
(item 12.113)
 Equipamentos de proteção individual obrigatórios: (item 12.4) Óculos de proteção,
mascara de proteção contra pó; Luvas de raspa; Protetor auricular, capacete, botas.
 Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item
12.110)
SERRA CIRCULAR MANUAL
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Proibido retirar ou travar, ou mesmo abrir a proteção da serra durante o corte;
 Certificar que o material a ser cortado esta firme e bem apoiado;
 Utilizar as duas mãos sobre o equipamento, se não for possível peça ajuda;
 Retirar a tomada da corrente elétrica quando for trocar a lamina ou mesmo não estiver
usando a ferramenta;
 Não trabalhar com laminas cegas ou faltando dentes ou pastilhas de widea;
 Manter os plugues e cabos conforme padrão original;
 Manter o local de trabalho limpo;
 Não realizar corte perto dos membros do corpo, principalmente dos pés;
 Para um melhor aproveitamento apenas os dentes da serra devem passar pelo
material a ser cortado.
SERRA CIRCULAR DE BANCADA
 FUNÇÃO BÁSICA: É usada para dois tipos de cortes:
transversal e retos, sendo que o corte transversal é
feito através de um pedaço pequeno de madeira, já
o corte reto é feito em toda extensão de uma peça
de madeira.
 POTENCIA: motor de 3 cv/ 3500 rpm.
 FABRICANTE: DIVERSOS.
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina desligada;
(item 12.113)
 Equipamentos de proteção individual obrigatórios: (item 12.4) Óculos de proteção,
mascara de proteção contra pó; Luvas de raspa; Protetor auricular, capacete, botas;
 Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item
12.110)
SERRA CIRCULAR DE BANCADA
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Antes de iniciar os trabalhos, verificar o estado do disco e, se estiver desgastado ou
rachado, deve ser substituído imediatamente;
 Antes de iniciar o corte, e com a máquina desligada da rede de alimentação, girar o
disco com a mão e inspeciona-lo. Deverá ser substituído se estiver fissurado ou
rachado, ou se faltar algum dente, caso contrário, pode-se partir durante a operação
de corte e resultar em um acidente;
 O disco deve estar protegido durante o corte (carcaça abaixada);
 Devem ser extraídos previamente todos os pregos ou partes metálicas encravadas na
madeira que se pretende cortar, caso contrário, pode ocorrer rotura do disco ou a
madeira poderá ser lançada de forma descontrolada, provocando acidentes graves;
 Garantir o aterramento elétrico da tomada e da carcaça do equipamento;
 Deve estar disponível um recipiente para a sucata de corte.
SERRA CIRCULAR DE BANCADA
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 As serras circulares não devem ser colocadas a distâncias inferiores a três metros
(como regra geral) das bordos das lajes, a menos que estejam devidamente protegidas
(redes ou guarda-corpos, paramentos de remate, etc.);
 A alimentação eléctrica deve ser fornecida através de cabos anti-humidade, dotados
de fichas estanques ligadas ao quadro eléctrico de distribuição;
 É proibido colocar a serra circular sobre superfícies empoçadas de líquidos, para evitar
os riscos de quedas e contatos eléctricos;
 Limpar os resíduos das operações de corte nas proximidades das mesas de serra
circular, varrendo-os e recolhendo-os para serem transportados ou eliminados;
 Não remover as proteções ou qualquer outro dispositivo de segurança;
 Este equipamento só pode ser manuseado por pessoa autorizada e capacitada,
mediante lista exposta perto do equipamento, com foto nome e função.
SERRA CIRCULAR DE BANCADA
Equipamento mais comum
Empurrador de madeira
Empurrador de madeira
BETONEIRA
 FUNÇÃO BÁSICA: betoneira ou misturador de
concreto é o equipamento utilizado para mistura de
materiais, na qual se adicionam cargas de pedra,
areia e cimento mais água, na proporção e textura
devida, de acordo com o tipo de obra.
 POTENCIA: motor de 2 cv/ 30 rpm / 400 Litros.
 FABRICANTE: MENEGOTTI.
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina desligada;
(item 12.113)
 Equipamentos de proteção individual obrigatórios: (item 12.4) Óculos de proteção,
mascara de proteção contra pó; Luvas de Látex; Protetor auricular, capacete, botas;
 Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item
12.110)
BETONEIRA
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Deve-se verificar o estado dos cabos, alavanca e acessórios com regularidade, bem
como os dispositivos de segurança;
 Deve ser colocada em uma superfície lisa e horizontal;
 As partes móveis devem estar protegidas por carcaças;
 Deve ter tomada de terra ligada à rede;
 Sob nenhuma circunstância, se pode introduzir o braço ou uma pá no tambor em
movimento;
 Deve ser imobilizada, através do mecanismo correspondente, após a conclusão dos
trabalhos;
 Não deve ser posicionada a distâncias inferiores a três metros da borda de uma
escavação, para evitar riscos de queda a nível diferente;
 Deve ser operada apenas por pessoa capacitada e autorizada;
BETONEIRA
ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO
 Chaves e botoeiras de acionamento devem estar em bom estado de conservação,
além de serem isolados para evitar choques elétricos;
 Proibido retirar qualquer proteção das correias e engrenagens.
RECOMENDAÇÕES GERAIS DO AMBIENTE
ORIENTAÇÕES GERAIS
 Nos locais destinados a carpintaria deve conter lista de pessoal autorizado a operar as
máquinas;
 O local deve ser limpo, ter iluminação adequada para os diferentes turnos, e ter
proteção para intempéries;
 Deve ser aberto e ventilado possibilitando a livre movimentação das madeiras e outros
materiais;
 É obrigatório a instalação de extintor de incêndio conforme materiais e suas categorias
(Realizar treinamento de combate a incêndio);
 Todos os equipamentos e máquinas elétricas devem estar ligadas a redes devidamente
aterradas, além de ter um aterramento extra nas carcaças afim de evitar possíveis
acidentes;
 Proibir acesso de pessoas não autorizadas.
MODELO DE AUTORIZAÇÃO
( item 12.143)
PERMISSÃO DE TRABALHO
 A permissão de trabalho é um típico documento utilizado em trabalhos que oferecem
riscos elevados para o colaborador
 Serve para assegurar que as atividades (manutenção, montagem, desmontagem,
construção, reparo ou inspeção) sejam feitas com segurança, evitando que acidentes
de trabalho ocorram. Assim, a PT tem por objetivo prever cada etapa de um serviço
com riscos potenciais de acidentes a serem executados nas diversas áreas.
 Trata-se de um documento redigido em duas vias (uma a ser entregue no local de
trabalho e outra arquivada pela área de Segurança do Trabalho), que contém uma
autorização para determinado trabalhador realizar uma atividade. Neste material estão
contidas orientações formais sobre como desempenhar a atividade a fim de evitar
acidentes.
 A autorização é entregue pelo colaborador ao seu supervisor, antes da execução de
qualquer trabalho. A permissão serve não apenas para a segurança do funcionário,
mas também para esclarecer dúvidas possíveis sobre todas as etapas do trabalho.
PERMISSÃO DE TRABALHO
FOTOS DE ACIDENTES
lixadeiras
FOTOS DE ACIDENTES
Esmeril
FOTOS DE ACIDENTES
SERRA TICO TICO
FOTOS DE ACIDENTES
SERRA CIRCULAR
FOTOS DE ACIDENTES
SERRA CIRCULAR
FOTOS DE ACIDENTES
SERRA CIRCULAR
FOTOS DE ACIDENTES
SERRA CIRCULAR
SEGURANÇA NO TRABALHO
Lembre-se que todo acidente pode ser evitado, só depende de você;
Pense em quem te espera no seu lar, jamais se coloque em risco;
Você é o responsável por sua segurança, pense e previna-se.
RESPONSABILIDADE TÉCNICA
Este treinamento foi elaborado com o intuito de capacitar operadores de máquinas e
equipamentos, para os canteiro de obras, conforme anexo II da NR 12.
O maior objetivo é treinar e capacitar os funcionários quando aos riscos existentes,
funcionamento das proteções, princípios de segurança, método de trabalho seguro,
permissão de trabalho bloqueio de máquinas e sistemas durante manutenções.
Treinamento desenvolvido por Jhonatan F. Alves, técnico em segurança do trabalho, sob o
n° de registro 0010674-PR MTE. Formado desde 2011.
 Agradeço a atenção de todos e que Deus nos abençoe!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Treinamento NR12 - Obra.pptx
Treinamento NR12 - Obra.pptxTreinamento NR12 - Obra.pptx
Treinamento NR12 - Obra.pptxsmscentauro
 
Treinamento de NR 11 para Movimentação de Cargas.pdf (1).pdf
Treinamento de NR 11 para Movimentação de Cargas.pdf (1).pdfTreinamento de NR 11 para Movimentação de Cargas.pdf (1).pdf
Treinamento de NR 11 para Movimentação de Cargas.pdf (1).pdfAndrerlSiqueira
 
NR10 - TREINAMENTO NR 10 ATUALIZADO.ppt
NR10 - TREINAMENTO NR 10 ATUALIZADO.pptNR10 - TREINAMENTO NR 10 ATUALIZADO.ppt
NR10 - TREINAMENTO NR 10 ATUALIZADO.pptTalmom Taciano
 
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRASMODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRASMateus Borges
 
28 modelos de ordens de servicos mega seguranca do trabalho
28 modelos de ordens de servicos   mega seguranca do trabalho28 modelos de ordens de servicos   mega seguranca do trabalho
28 modelos de ordens de servicos mega seguranca do trabalhoquantizar
 
Procedimento de segurança na operação de serra circular
Procedimento de segurança na operação de serra circularProcedimento de segurança na operação de serra circular
Procedimento de segurança na operação de serra circularAdams David
 
Treinamento proteções de maquinas
Treinamento proteções de maquinasTreinamento proteções de maquinas
Treinamento proteções de maquinasFlaviano Rodrigues
 
TREINAMENTO NR 12 - 2021.pptx
TREINAMENTO NR 12 - 2021.pptxTREINAMENTO NR 12 - 2021.pptx
TREINAMENTO NR 12 - 2021.pptxbreno90
 
Apr espaço confinado
Apr   espaço confinadoApr   espaço confinado
Apr espaço confinadoJose Adilson
 
232107594 treinamento-serra-policorte
232107594 treinamento-serra-policorte232107594 treinamento-serra-policorte
232107594 treinamento-serra-policortessuser3dd51f
 

Mais procurados (20)

Treinamento NR12 - Obra.pptx
Treinamento NR12 - Obra.pptxTreinamento NR12 - Obra.pptx
Treinamento NR12 - Obra.pptx
 
Treinamento de NR 11 para Movimentação de Cargas.pdf (1).pdf
Treinamento de NR 11 para Movimentação de Cargas.pdf (1).pdfTreinamento de NR 11 para Movimentação de Cargas.pdf (1).pdf
Treinamento de NR 11 para Movimentação de Cargas.pdf (1).pdf
 
Treinamento NR 12
Treinamento NR 12Treinamento NR 12
Treinamento NR 12
 
Treinamento pta
Treinamento ptaTreinamento pta
Treinamento pta
 
NR10 - TREINAMENTO NR 10 ATUALIZADO.ppt
NR10 - TREINAMENTO NR 10 ATUALIZADO.pptNR10 - TREINAMENTO NR 10 ATUALIZADO.ppt
NR10 - TREINAMENTO NR 10 ATUALIZADO.ppt
 
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRASMODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
 
28 modelos de ordens de servicos mega seguranca do trabalho
28 modelos de ordens de servicos   mega seguranca do trabalho28 modelos de ordens de servicos   mega seguranca do trabalho
28 modelos de ordens de servicos mega seguranca do trabalho
 
ROÇADEIRA COSTAL.ppt
ROÇADEIRA COSTAL.pptROÇADEIRA COSTAL.ppt
ROÇADEIRA COSTAL.ppt
 
Procedimento de segurança na operação de serra circular
Procedimento de segurança na operação de serra circularProcedimento de segurança na operação de serra circular
Procedimento de segurança na operação de serra circular
 
Treinamento NR 18 .pptx
Treinamento NR 18  .pptxTreinamento NR 18  .pptx
Treinamento NR 18 .pptx
 
Treinamento proteções de maquinas
Treinamento proteções de maquinasTreinamento proteções de maquinas
Treinamento proteções de maquinas
 
CERTIFICADO NR 06
CERTIFICADO NR 06 CERTIFICADO NR 06
CERTIFICADO NR 06
 
Pta
PtaPta
Pta
 
Treinamento nr 12
Treinamento nr 12Treinamento nr 12
Treinamento nr 12
 
TREINAMENTO NR 12 - 2021.pptx
TREINAMENTO NR 12 - 2021.pptxTREINAMENTO NR 12 - 2021.pptx
TREINAMENTO NR 12 - 2021.pptx
 
Nr12 2
Nr12 2Nr12 2
Nr12 2
 
Apr espaço confinado
Apr   espaço confinadoApr   espaço confinado
Apr espaço confinado
 
Apresentação nr12-senai-rev.052
Apresentação nr12-senai-rev.052Apresentação nr12-senai-rev.052
Apresentação nr12-senai-rev.052
 
232107594 treinamento-serra-policorte
232107594 treinamento-serra-policorte232107594 treinamento-serra-policorte
232107594 treinamento-serra-policorte
 
Integração de Segurança
Integração de SegurançaIntegração de Segurança
Integração de Segurança
 

Semelhante a Nr 12 canteiro de obras

treinamentonr12modelo-170103182720.pdf
treinamentonr12modelo-170103182720.pdftreinamentonr12modelo-170103182720.pdf
treinamentonr12modelo-170103182720.pdfLeandroSantos439837
 
treinamento nr 12 modelo - 170103182720.pdf
treinamento nr 12 modelo - 170103182720.pdftreinamento nr 12 modelo - 170103182720.pdf
treinamento nr 12 modelo - 170103182720.pdftstnhs1
 
treinamento de NR-12 - Voltado para Construção civil.pptx
treinamento de NR-12 - Voltado para Construção civil.pptxtreinamento de NR-12 - Voltado para Construção civil.pptx
treinamento de NR-12 - Voltado para Construção civil.pptxIsacPintoCampeche
 
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRASMODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRASMateus Borges
 
Nr 12 (atualizada 2013) iii - (sem 30 meses) (1)
Nr 12 (atualizada 2013) iii - (sem 30 meses) (1)Nr 12 (atualizada 2013) iii - (sem 30 meses) (1)
Nr 12 (atualizada 2013) iii - (sem 30 meses) (1)odibert
 
NR_12_atualizada (1).pdf
NR_12_atualizada (1).pdfNR_12_atualizada (1).pdf
NR_12_atualizada (1).pdfLobosdavilaBelm
 
Nr 12 (atualizada 2013) III - (sem 30 meses)
Nr 12 (atualizada 2013) III - (sem 30 meses)Nr 12 (atualizada 2013) III - (sem 30 meses)
Nr 12 (atualizada 2013) III - (sem 30 meses)g30miranda
 
Nr 12 Segurança de Equipamentos 20111
Nr 12 Segurança de Equipamentos 20111Nr 12 Segurança de Equipamentos 20111
Nr 12 Segurança de Equipamentos 20111George Mello
 
Nr 12 (atualizada 2011) ii
Nr 12 (atualizada 2011) iiNr 12 (atualizada 2011) ii
Nr 12 (atualizada 2011) iinaysatler
 
PALESTRA - NR 12 INCEFRA.pdf
PALESTRA - NR 12 INCEFRA.pdfPALESTRA - NR 12 INCEFRA.pdf
PALESTRA - NR 12 INCEFRA.pdfRodrigoMarcucci1
 
Palestra-NR12-22062017.pdf
Palestra-NR12-22062017.pdfPalestra-NR12-22062017.pdf
Palestra-NR12-22062017.pdftlgdmeno
 
NR 12 - Treinamento modelo.ppt
NR 12 - Treinamento modelo.pptNR 12 - Treinamento modelo.ppt
NR 12 - Treinamento modelo.pptBelarminoFelix
 

Semelhante a Nr 12 canteiro de obras (20)

treinamentonr12modelo-170103182720.pdf
treinamentonr12modelo-170103182720.pdftreinamentonr12modelo-170103182720.pdf
treinamentonr12modelo-170103182720.pdf
 
treinamento nr 12 modelo - 170103182720.pdf
treinamento nr 12 modelo - 170103182720.pdftreinamento nr 12 modelo - 170103182720.pdf
treinamento nr 12 modelo - 170103182720.pdf
 
treinamento de NR-12 - Voltado para Construção civil.pptx
treinamento de NR-12 - Voltado para Construção civil.pptxtreinamento de NR-12 - Voltado para Construção civil.pptx
treinamento de NR-12 - Voltado para Construção civil.pptx
 
CAPACITAÇÃO NR12.pdf
CAPACITAÇÃO NR12.pdfCAPACITAÇÃO NR12.pdf
CAPACITAÇÃO NR12.pdf
 
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRASMODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
 
Nr 12 (atualizada 2013) iii - (sem 30 meses) (1)
Nr 12 (atualizada 2013) iii - (sem 30 meses) (1)Nr 12 (atualizada 2013) iii - (sem 30 meses) (1)
Nr 12 (atualizada 2013) iii - (sem 30 meses) (1)
 
NR_12_atualizada (1).pdf
NR_12_atualizada (1).pdfNR_12_atualizada (1).pdf
NR_12_atualizada (1).pdf
 
Nr 12
Nr 12Nr 12
Nr 12
 
Nr 12 (atualizada 2013) III - (sem 30 meses)
Nr 12 (atualizada 2013) III - (sem 30 meses)Nr 12 (atualizada 2013) III - (sem 30 meses)
Nr 12 (atualizada 2013) III - (sem 30 meses)
 
Nr 12 nova
Nr 12 novaNr 12 nova
Nr 12 nova
 
Nr 12 Segurança de Equipamentos 20111
Nr 12 Segurança de Equipamentos 20111Nr 12 Segurança de Equipamentos 20111
Nr 12 Segurança de Equipamentos 20111
 
Nr 12 (atualizada 2011) ii
Nr 12 (atualizada 2011) iiNr 12 (atualizada 2011) ii
Nr 12 (atualizada 2011) ii
 
Nr 12 (atualizada 2011)
Nr 12 (atualizada 2011) Nr 12 (atualizada 2011)
Nr 12 (atualizada 2011)
 
PALESTRA - NR 12 INCEFRA.pdf
PALESTRA - NR 12 INCEFRA.pdfPALESTRA - NR 12 INCEFRA.pdf
PALESTRA - NR 12 INCEFRA.pdf
 
Palestra nr12-22062017
Palestra nr12-22062017Palestra nr12-22062017
Palestra nr12-22062017
 
Palestra-NR12-22062017.pdf
Palestra-NR12-22062017.pdfPalestra-NR12-22062017.pdf
Palestra-NR12-22062017.pdf
 
Nr 12 texto
Nr 12 textoNr 12 texto
Nr 12 texto
 
Furadeiras
FuradeirasFuradeiras
Furadeiras
 
NR 12 - Treinamento modelo.ppt
NR 12 - Treinamento modelo.pptNR 12 - Treinamento modelo.ppt
NR 12 - Treinamento modelo.ppt
 
Nr 12 (atualizada 2015)
Nr 12 (atualizada 2015)Nr 12 (atualizada 2015)
Nr 12 (atualizada 2015)
 

Último

Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCCAmamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCCProf. Marcus Renato de Carvalho
 
Assistencia de enfermagem no pos anestesico
Assistencia de enfermagem no pos anestesicoAssistencia de enfermagem no pos anestesico
Assistencia de enfermagem no pos anestesicoWilliamdaCostaMoreir
 
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOMayaraDayube
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgeryCarlos D A Bersot
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfGustavoWallaceAlvesd
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdClivyFache
 

Último (6)

Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCCAmamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
 
Assistencia de enfermagem no pos anestesico
Assistencia de enfermagem no pos anestesicoAssistencia de enfermagem no pos anestesico
Assistencia de enfermagem no pos anestesico
 
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
 

Nr 12 canteiro de obras

  • 1. Secure Consultorias OPERAÇÃO SEGURA DE MÁQUINAS - NR12 “CANTEIRO DE OBRAS”
  • 2.  As Normas Regulamentadoras, popularmente chamadas de NR’s, foram criadas pelo Ministério do Trabalho, em 08 de junho de 1978, pela Portaria 3.214. Nesta data foi aprovado 28 Normas, porem hoje elas são um total de 36.  A NR 12 é a norma que trata da “Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos” e serve para estabelece os parâmetros a serem seguidos, para evitar acidentes graves e fatais.  É na NR 12 que encontramos a obrigação de proteções (como capa de correias) e outros acessórios utilizados no desenvolvimento seguro das atividades. O que é e pra serve a NR 12?
  • 3.  Conforme determina a NR 12, em seu Anexo II, a capacitação do operador de máquina deve conter a parte teórica e pratica, proporcionando competência adequada ao operador e um trabalho seguro.  O anexo II ainda traz o conteúdo dessa capacitação que é: descrição e definição dos riscos; proteção especifica; funcionamento das proteções; como e porque devem ser usadas; quando uma proteção pode ser removida; oque fazer quando uma proteção é removida ou danificada; atos de segurança; riscos mecânicos e elétricos; como trabalhar seguro; permissão de trabalho; e sistemas de bloqueio de funcionamento das máquinas durante limpeza e manutenção. Capacitação para operador de máquinas.
  • 4.  Em um canteiro de obras é necessário a utilização de muitas máquinas e equipamentos, com força motriz, para o desempenho das atividades.  Temos as serras circulares (manual e de mesa); policortes; furadeiras (manual e de bancada); esmerilhadeiras e muitos outros equipamentos.  Podemos afirmar então que para operar essas máquinas, o trabalhador deve ser capacitado, afim de evitar acidentes. NR 12 no canteiro de obras!
  • 5.  Define-se como Segurança do trabalho (ou também denominado segurança ocupacional) um conjunto de ciências e tecnologias que tem o objetivo de promover a proteção do trabalhador no seu local de trabalho, visando a redução de acidentes do trabalho e doenças ocupacionais.  Além disso, a segurança do trabalho trata-se de uma ciência multidisciplinar, sendo constituída por diversas outras disciplinas, tais como: medicina do trabalho, psicologia, ergonomia, higiene do trabalho, meio ambiente, combate a incêndios, saúde, engenharia, entre outras.  Destacam-se entre as principais atividades da segurança do trabalho: Prevenção de acidentes; Promoção da saúde; Prevenção de incêndios. O QUE É SEGURANÇA DO TRABALHO
  • 6.  Serra Tico-Tico;  Serra Policorte;  Martelete Pneumático e Elétrico;  Serra circular manual;  Serra circular de bancada;  Betoneira. Máquinas E Equipamentos Básicos De Canteiros De Obras  Lixadeira/Esmerilhadeiras;  Retíficas manual;  Máquinas de solda;  Ponte rolante;  Esmeril bancada/pedestal;  Furadeiras Coluna/manual;
  • 7. LIXADEIRAS / ESMERILHADEIRAS  FUNÇÃO BÁSICA: equipamentos rotativos de alta potência e rotação utilizados para: Desbaste completo de materiais e cordões de solda; Chanfros com grande remoção de material; Cortes em metal.  POTÊNCIA 2400W/ 6000 RPM  FABRICANTE: Bosch ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Atentar para fixação dos discos com chave de aperto adequada. NÃO UTILIZAR outras ferramentas como marretas;  Montar os discos compatíveis em diâmetro e rotação da máquina;  É recomendável que não se retire (desmonte) a manopla;  NUNCA use a esmerilhadeira sem a capa de proteção do disco; (itens 12.38 e 12.41)
  • 8. LIXADEIRAS / ESMERILHADEIRAS  Atente-se para a voltagem de rede e se a máquina está desligada (gatilho) antes de liga-la na tomada; (item 12.14)  Atentar para a projeção de fagulhas, se possível proteger a área com anteparo; (item 12.48)  Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina desligada; (item 12.113)  Esta atividade deve ter APR (Análise Preliminar de Risco) específica elaborada pelo técnico de SMS; (item 12.110)  Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item 12.110) q  Equipamentos de proteção individual obrigatórios: (item 12.4) Óculos de proteção e protetor facial; Avental e luvas de raspa; Protetor auricular, capacete, botas.  É PROIBIDO, em esmerilhadeiras: Afiar ferramentas ou objetos pontiagudos com os discos. Utilizar discos de corte para desbastar. Utilizar esmerilhadeira como politriz.
  • 9. LIXADEIRAS / ESMERILHADEIRAS POSIÇÃO CORRETA DE CORTE POSIÇÃO CORRETA DE DESBASTE
  • 10. RETÍFICA MANUAL  FUNÇÃO BÁSICA: equipamento rotativo de alta potência e rotação utilizados para retificar, ou seja, de tornar reto ou exato, dispor em linha reta, corrigir e polir peças e componentes cilíndricos ou planos.  POTÊNCIA: 500W/ 10000-30000 RPM.  FABRICANTE: Bosch. ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Atente-se para a voltagem de rede e se a máquina está desligada antes de liga-la na tomada; (item 12.14)  Equipamentos de proteção individual obrigatórios: (item 12.4) Óculos de proteção, mascara de proteção contra pó e protetor facial; Avental e luvas de raspa; Protetor auricular, capacete, botas.  Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item 12.110)
  • 11. RETÍFICAS ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina desligada e fora da tomada; (item 12.113)  Materiais que contém amianto NÃO devem ser trabalhados;  Proteger as ferramentas abrasivas contra golpes, trepidações e gordura;  Atentar para a projeção de fagulhas, se possível proteger a área com anteparo; (item 12.48)  É PROIBIDO uso de adornos (colares, pulseiras, brincos).
  • 12. MÁQUINAS DE SOLDAGEM  FUNÇÃO BÁSICA: equipamentos estacionários de alta potência utilizados para realizar o processo de soldagem, ou seja, a união localizada de materiais, similares ou não, de forma permanente  TENSÃO/CORRENTE USUAL: 220/380/440 VAC  FABRICANTE: DIVERSOS. ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Atente-se para a voltagem de rede e se a máquina está desligada antes de liga-la na tomada; (item 12.14)  Equipamentos de proteção individual obrigatórios: (item 12.4) Óculos de proteção, mascara padrão de solda e mascara de proteção contra gases; Avental, perneiras, braçadeiras e luvas de raspa; Protetor auricular, capacete, botas e tocas.  Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item 12.110)
  • 13. MÁQUINAS DE SOLDAGEM ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina desligada; (item 12.113)  Os locais destinados a solda não devem conter líquidos ou gases inflamáveis ou sólidos combustíveis; (item 12.107)  Instalar biombos metálicos ou proteções não inflamáveis ou combustíveis para evitar que o calor, as fagulhas, os respingos ou as escórias possam atingir materiais inflamáveis; (item 12.48)  NUNCA soldar, cortar ou realizar qualquer operação a quente numa peça que não tenha sido adequadamente limpa;  Não soldar ou cortar recipientes fechados ou que não tenham sido devidamente esvaziados e limpos internamente; (item 12.107)  Locais tais como poços, tanques, sótãos, etc. devem ser considerados como áreas confinadas;
  • 14. MÁQUINAS DE SOLDAGEM ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Sempre conservar as mangueiras e conexões de gás em boas condições de trabalho; (item 12.78)  Os cilindros de gás devem sempre ser mantidos em posição vertical e NUNCA conservados em áreas confinadas; (item 12.82)  Fora de funcionamento, as válvulas dos cilindros devem estar fechadas;  Manter-se fora da zona de propagação dos fumos; (item 12.107)  Sempre manter cilindros de gás distantes de chamas e de fontes de faíscas ou de calor; (item 12.82)  Aterrar os equipamentos e seus acessórios a um ponto seguro de aterramento; (itens 12.14 e 12.15)  Assegurar-se de que todas as conexões elétricas estão bem apertadas, limpas e secas; (item 12.16)  É PROIBIDO uso de adornos (colares, pulseiras, brincos).
  • 15. PONTE ROLANTE  FUNÇÃO BÁSICA: equipamento utilizado no transporte horizontal (movimentação) e vertical (içamento) de cargas.  CAPACITADE USUAL: 02 – 15 TON.  FABRICANTE: DIVERSOS. ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Atentar para a demarcação da carga máxima de trabalho permitida no corpo da ponte rolante. NÃO ULTRAPASSAR a carga máxima em nenhuma hipótese; (item 12.87)  O Técnico de Segurança juntamente com o encarregado e demais envolvidos na operação devem elaborar a APR e/ou IPAR (Identificação dos Perigos e Avaliação de Riscos) antes de sua utilização; (item 12.110)
  • 16. PONTE ROLANTE ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Todo operador e auxiliar devem receber treinamento específico com validade de 1 ano e quando em serviço devem portar crachá de identificação, contendo nome completo, fotografia e validade da autorização para operação da ponte rolante; (item 12.146)  Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item 12.110)  Equipamentos de proteção individual obrigatórios: (item 12.4) Óculos de proteção ; Colete refletivo; Protetor auricular, capacete, botas.  O operador deve sempre solicitar a presença do auxiliar para orientá-lo na condução da carga que estiver sendo transportada;  NÃO É PERMITIDO deixar a carga suspensa após o encerramento do expediente devendo acondiciona-la no local determinado; (item 12.85)  NÃO É PERMITIDO o transporte de tambores e recipientes pressurizados ou outro objeto sobre a carga que estiver sendo içada;
  • 17. PONTE ROLANTE ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Manutenção ou reparos devem ser feitos com a Ponte Rolante sem carga, com chave geral e a chave seccionadora DESLIGADAS, estando esta última com cadeado, ficando a chave com o profissional que estiver executando a manutenção; (item 12.113)  É OBRIGATÓRIO a existência do alarme sonoro na ponte rolante, sendo que seu funcionamento ocorre automaticamente quando a ponte rolante se movimenta; (item 12.33)  É PROIBIDO elevar a carga presa pela ponta do gancho;  Antes de executar a operação, inspecione visualmente toda a área, prevendo situações de colisão com equipamentos e/ou pessoas. (item 12.13)
  • 18. ESMERIL DE BANCADA/PEDESTAL  FUNÇÃO BÁSICA: máquina composta por pedras duras feitas de óxido de alumínio e minerais como magnetita utilizadas para desbaste de metais, plásticos, madeira e outros materiais afim de promover superfícies lisas e com ângulos desejáveis.  CAPACITADE / POTENCIA: 10”- 1 a 10CV/ 220V.  FABRICANTE: DIVERSOS. ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Atente-se para a voltagem de rede e se a máquina está desligada antes de liga-la na tomada; (item 12.14)  Atentar para a projeção de fagulhas, se possível proteger a área com anteparo; (item 12.48)  Esta atividade deve ter APR (Análise Preliminar de Risco) específica elaborada pelo técnico de SMS;
  • 19. ESMERIL DE BANCADA/PEDESTAL ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item 12.110)  Equipamentos de proteção individual obrigatórios: (item 12.4) Óculos de proteção e protetor facial; Protetor auricular, capacete, botas;  É PROIBIDO utilizar anéis, correntes e pulseiras;  Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina desligada; (item 12.113)  É proibido a remoção ou retirada permanente de qualquer dispositivo de proteção;
  • 20. FURADEIRA DE COLUNA/MANUAL  FUNÇÃO BÁSICA: Máquina que tem como função principal a execução de furos e outras operações, tais como alargamento e rebaixamento.  POTENCIA: 0,75 - 1,5 CV / 200-1300RPM.  FABRICANTE: VARIADOS. ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  SEMPRE utilizar óleo de corte em peças de aço;  Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina desligada; (item 12.113)  Proibido remover a proteção de segurança do mandril;
  • 21. FURADEIRA DE COLUNA ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Equipamentos de proteção individual obrigatórios: óculos de proteção , protetor auricular, capacete e botas (obs.: manter as roupas bem fechadas e abotoadas); (item 12.4)  PROIBIDO utilizar, anéis, correntes e pulseiras;  Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item 12.110)  NUNCA fixar com as mãos as peças a serem furadas.  Manter as mãos e dedos atrás da linha de segurança (se não houver essa marcação manter a distancia de 20 mm do eixo da broca);
  • 22. SERRA TICO TICO  FUNÇÃO BÁSICA: máquina utilizada para realização de corte em madeiras, plástico, metais ou outros materiais constituída por uma lâmina estreita que realiza um movimento de sobe e desce permitindo assim efetuar recortes.  POTENCIA: 400W / 1000 – 3100 RPM  FABRICANTE: BOSCH. ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Atente-se para a voltagem de rede e se a máquina está desligada antes de liga-la na tomada; (item 12.14)  Equipamentos de proteção individual obrigatórios: (item 12.4) Óculos de proteção, mascara de proteção contra pó; Avental e luvas; Protetor auricular, capacete, botas.  Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico;
  • 23. SERRA TICO TICO ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina desligada; (item 12.113)  Atentar para a projeção de fagulhas, se possível proteger a área com anteparo; (item 12.48)  É PROIBIDO uso de adornos (colares, pulseiras, brincos);  Cuidar do cabo de energia durante o corte, evitar corta-lo;  Não chegue perto da mão ou dos dedos durante o corte;  Não remover a proteção de quebra da serra.
  • 24. SERRA POLICORTE  FUNÇÃO BÁSICA: máquina utilizada para realização de corte em madeiras, plástico, metais ou outros materiais constituída por uma lâmina em forma de disco acionado por energia elétrica.  POTENCIA: 15A/220V Bifásico – 1300RPM  FABRICANTE: DIVERSOS. ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Corta tubo de aço carbono, PVC, cobre alumínio, até 5” (externo);  NÃO usar óleo de corte, a operação é a seco;  Tubo de AC, cobre e alumínio NÃO deverá ter espessura < 3mm;  Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina desligada; (item 12.113)
  • 25. SERRA POLICORTE ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Equipamentos de proteção individual obrigatórios: óculos de proteção , protetor auricular, capacete, botas e proteção facial; (item 12.4)  Não remover ou alterar proteções das correias ou do disco;  Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item 12.110)  Quando a máquina não estiver em operação, deixá-la desligada com o plug fora da tomada. x
  • 26. MARTELETE PNEUMÁTICO/ELÉTRICO  FUNÇÃO BÁSICA: máquina de demolição utilizada para quebrar e perfurar materiais resistentes como concreto, cimento e asfalto em atividades de construção e manutenção das construções civis. Estes equipamentos podem ser elétricos, pneumáticos ou ainda hidráulicos.  POTENCIA: 2000 w / 870 impactos por minutos.  FABRICANTE: MAKITA. ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina desligada; (item 12.113)  Equipamentos de proteção individual obrigatórios: (item 12.4) Óculos de proteção, mascara de proteção contra pó; Luvas ante vibração e de raspa; Protetor auricular, capacete, botas.  Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item 12.110)
  • 27. MARTELETE PNEUMÁTICO/ELÉTRICO ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Atente-se para a voltagem de rede e se a máquina está desligada antes de liga-la na tomada; (item 12.14)  A posição de trabalho não pode ultrapassar a linha da cintura;  É PROIBIDO uso de adornos (colares, pulseiras, brincos);  É recomendável que não se retire (desmonte) a manopla;  Fazer pausas de 10 min a cada 50 min trabalhados. Martelete elétrico
  • 28. SERRA CIRCULAR MANUAL  FUNÇÃO BÁSICA: usada para cortar madeira ou outros materiais como o acrílico; pode também referir-se à máquina que segura o disco e o faz girar, é mais utilizada na carpintaria para confecção de formas e caixarias.  POTENCIA: 1800W/ 5800 rpm.  FABRICANTE: MAKITA. ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina desligada; (item 12.113)  Equipamentos de proteção individual obrigatórios: (item 12.4) Óculos de proteção, mascara de proteção contra pó; Luvas de raspa; Protetor auricular, capacete, botas.  Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item 12.110)
  • 29. SERRA CIRCULAR MANUAL ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Proibido retirar ou travar, ou mesmo abrir a proteção da serra durante o corte;  Certificar que o material a ser cortado esta firme e bem apoiado;  Utilizar as duas mãos sobre o equipamento, se não for possível peça ajuda;  Retirar a tomada da corrente elétrica quando for trocar a lamina ou mesmo não estiver usando a ferramenta;  Não trabalhar com laminas cegas ou faltando dentes ou pastilhas de widea;  Manter os plugues e cabos conforme padrão original;  Manter o local de trabalho limpo;  Não realizar corte perto dos membros do corpo, principalmente dos pés;  Para um melhor aproveitamento apenas os dentes da serra devem passar pelo material a ser cortado.
  • 30. SERRA CIRCULAR DE BANCADA  FUNÇÃO BÁSICA: É usada para dois tipos de cortes: transversal e retos, sendo que o corte transversal é feito através de um pedaço pequeno de madeira, já o corte reto é feito em toda extensão de uma peça de madeira.  POTENCIA: motor de 3 cv/ 3500 rpm.  FABRICANTE: DIVERSOS. ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina desligada; (item 12.113)  Equipamentos de proteção individual obrigatórios: (item 12.4) Óculos de proteção, mascara de proteção contra pó; Luvas de raspa; Protetor auricular, capacete, botas;  Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item 12.110)
  • 31. SERRA CIRCULAR DE BANCADA ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Antes de iniciar os trabalhos, verificar o estado do disco e, se estiver desgastado ou rachado, deve ser substituído imediatamente;  Antes de iniciar o corte, e com a máquina desligada da rede de alimentação, girar o disco com a mão e inspeciona-lo. Deverá ser substituído se estiver fissurado ou rachado, ou se faltar algum dente, caso contrário, pode-se partir durante a operação de corte e resultar em um acidente;  O disco deve estar protegido durante o corte (carcaça abaixada);  Devem ser extraídos previamente todos os pregos ou partes metálicas encravadas na madeira que se pretende cortar, caso contrário, pode ocorrer rotura do disco ou a madeira poderá ser lançada de forma descontrolada, provocando acidentes graves;  Garantir o aterramento elétrico da tomada e da carcaça do equipamento;  Deve estar disponível um recipiente para a sucata de corte.
  • 32. SERRA CIRCULAR DE BANCADA ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  As serras circulares não devem ser colocadas a distâncias inferiores a três metros (como regra geral) das bordos das lajes, a menos que estejam devidamente protegidas (redes ou guarda-corpos, paramentos de remate, etc.);  A alimentação eléctrica deve ser fornecida através de cabos anti-humidade, dotados de fichas estanques ligadas ao quadro eléctrico de distribuição;  É proibido colocar a serra circular sobre superfícies empoçadas de líquidos, para evitar os riscos de quedas e contatos eléctricos;  Limpar os resíduos das operações de corte nas proximidades das mesas de serra circular, varrendo-os e recolhendo-os para serem transportados ou eliminados;  Não remover as proteções ou qualquer outro dispositivo de segurança;  Este equipamento só pode ser manuseado por pessoa autorizada e capacitada, mediante lista exposta perto do equipamento, com foto nome e função.
  • 33. SERRA CIRCULAR DE BANCADA Equipamento mais comum Empurrador de madeira Empurrador de madeira
  • 34. BETONEIRA  FUNÇÃO BÁSICA: betoneira ou misturador de concreto é o equipamento utilizado para mistura de materiais, na qual se adicionam cargas de pedra, areia e cimento mais água, na proporção e textura devida, de acordo com o tipo de obra.  POTENCIA: motor de 2 cv/ 30 rpm / 400 Litros.  FABRICANTE: MENEGOTTI. ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Reparos, limpeza, ajuste e inspeções só serão permitidos com a máquina desligada; (item 12.113)  Equipamentos de proteção individual obrigatórios: (item 12.4) Óculos de proteção, mascara de proteção contra pó; Luvas de Látex; Protetor auricular, capacete, botas;  Realizar verificação de equipamento de acordo com um check list específico; (item 12.110)
  • 35. BETONEIRA ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Deve-se verificar o estado dos cabos, alavanca e acessórios com regularidade, bem como os dispositivos de segurança;  Deve ser colocada em uma superfície lisa e horizontal;  As partes móveis devem estar protegidas por carcaças;  Deve ter tomada de terra ligada à rede;  Sob nenhuma circunstância, se pode introduzir o braço ou uma pá no tambor em movimento;  Deve ser imobilizada, através do mecanismo correspondente, após a conclusão dos trabalhos;  Não deve ser posicionada a distâncias inferiores a três metros da borda de uma escavação, para evitar riscos de queda a nível diferente;  Deve ser operada apenas por pessoa capacitada e autorizada;
  • 36. BETONEIRA ORIENTAÇÕES GERAIS – SEGURANÇA E OPERAÇÃO  Chaves e botoeiras de acionamento devem estar em bom estado de conservação, além de serem isolados para evitar choques elétricos;  Proibido retirar qualquer proteção das correias e engrenagens.
  • 37. RECOMENDAÇÕES GERAIS DO AMBIENTE ORIENTAÇÕES GERAIS  Nos locais destinados a carpintaria deve conter lista de pessoal autorizado a operar as máquinas;  O local deve ser limpo, ter iluminação adequada para os diferentes turnos, e ter proteção para intempéries;  Deve ser aberto e ventilado possibilitando a livre movimentação das madeiras e outros materiais;  É obrigatório a instalação de extintor de incêndio conforme materiais e suas categorias (Realizar treinamento de combate a incêndio);  Todos os equipamentos e máquinas elétricas devem estar ligadas a redes devidamente aterradas, além de ter um aterramento extra nas carcaças afim de evitar possíveis acidentes;  Proibir acesso de pessoas não autorizadas.
  • 39. PERMISSÃO DE TRABALHO  A permissão de trabalho é um típico documento utilizado em trabalhos que oferecem riscos elevados para o colaborador  Serve para assegurar que as atividades (manutenção, montagem, desmontagem, construção, reparo ou inspeção) sejam feitas com segurança, evitando que acidentes de trabalho ocorram. Assim, a PT tem por objetivo prever cada etapa de um serviço com riscos potenciais de acidentes a serem executados nas diversas áreas.  Trata-se de um documento redigido em duas vias (uma a ser entregue no local de trabalho e outra arquivada pela área de Segurança do Trabalho), que contém uma autorização para determinado trabalhador realizar uma atividade. Neste material estão contidas orientações formais sobre como desempenhar a atividade a fim de evitar acidentes.  A autorização é entregue pelo colaborador ao seu supervisor, antes da execução de qualquer trabalho. A permissão serve não apenas para a segurança do funcionário, mas também para esclarecer dúvidas possíveis sobre todas as etapas do trabalho.
  • 48. SEGURANÇA NO TRABALHO Lembre-se que todo acidente pode ser evitado, só depende de você; Pense em quem te espera no seu lar, jamais se coloque em risco; Você é o responsável por sua segurança, pense e previna-se.
  • 49. RESPONSABILIDADE TÉCNICA Este treinamento foi elaborado com o intuito de capacitar operadores de máquinas e equipamentos, para os canteiro de obras, conforme anexo II da NR 12. O maior objetivo é treinar e capacitar os funcionários quando aos riscos existentes, funcionamento das proteções, princípios de segurança, método de trabalho seguro, permissão de trabalho bloqueio de máquinas e sistemas durante manutenções. Treinamento desenvolvido por Jhonatan F. Alves, técnico em segurança do trabalho, sob o n° de registro 0010674-PR MTE. Formado desde 2011.  Agradeço a atenção de todos e que Deus nos abençoe!