Sobre a felicidade e o capital humano

558 visualizações

Publicada em

Ilustração para palestra motivacional sobre efeitos de uma vida feliz sobre o capital humano, saúde mental, produtividade, crescimento, desenvolvimento sustentável...

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
558
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sobre a felicidade e o capital humano

  1. 1. 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 1
  2. 2. Esta apresentação foi elaborada para ilustrar palestra motivacional levada aos “stakeholders”/público interno “Projeto PYI”, Jan-2014 Abordagem apenas introdutória ao tema trabalhado no projeto sob o enfoque da administração sustentável a valorização do capital humano 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 2
  3. 3. “A Felicidade Interna Bruta de um país é mais importante do que seu Produto Interno Bruto”. Frase de: Jigme Singye Wangchuck, rei do Butão (anos 70) 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 3
  4. 4. 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 4
  5. 5. Vivemos uma época em que ser feliz passa a ser obrigação – as pessoas tristes são indesejadas, vistas como fracassadas Uma cultura que levou a humanidade à doença da depressão – a doença do momento “A depressão é o mal de uma sociedade que decidiu ser feliz a todo custo”, diz o escritor francês Pascal Bruckner, autor do livro “A Euforia Perpétua” Muitos estão se esforçando demais para demonstrar uma felicidade que não têm, sofrendo por isso. A felicidade para aqueles é um peso, uma fonte terrível de ansiedade 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 5
  6. 6. Há aqueles de pensamento bastante simplista para os quais, em tendo atendidas as suas necessidades básicas de sobrevivência, com um teto, comida e proteção os homens se dariam por felizes... na idade da pedra, talvez, por que há muitos e muitos séculos que os homens necessitam de muito mais, cada vez mais para se sentirem realizados e felizes Enfim, quais são os requisitos mínimos para ser feliz? 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 6
  7. 7. Em 1943 Abraham Maslow apresentou a teoria de que os seres humanos alcançam o contentamento de acordo com uma hierarquia de necessidades, que ele resume a 5 itens fundamentais: •Fisiológicas: respiração, alimentação, água, sono, homeostase •Segurança: proteção do perigo, emprego, recursos •Social: amizade, família, intimidade •Estima: respeito de outros, autorrespeito (autoestima) •Autorrealização: criatividade, realização, espontaneidade, aceitação dos fatos, etc 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 7
  8. 8. 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 8
  9. 9. Psicólogos experientes trabalham para a criação da chamada “atmosfera psicológica saudável” nos ambientes corporativos de empresas e organizações, com as mesmas variáveis de Maslow: •Segurança •Reconhecimento •Aprovação Social •Prestígio •Autorealização Tais estudos foram levados para o campo da administração e dos Recursos Humanos para maior produtividade, lucros e o crescimento sustentável 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 9
  10. 10. 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 10
  11. 11. Existem autores psicanalistas que afirmam, com base em estudos da psique humana, que cada um de nós só se sentirá completamente realizado, feliz, quando estiver completado todas os campos do circulo da felicidade Quando cada um dos oito campos que compõem aquele círculo tiverem sido plenamente preenchidos o ser humano poderá se sentir satisfeito, realizado, feliz E então com está a sua Felicidade? 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 11
  12. 12. O psicólogo americano Martin Seligman, da Universidade da Pensilvânia, concluiu que felicidade é na verdade a soma de três coisas diferentes: •prazer •engajamento •significado. 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 12
  13. 13. Mihaly Csikszentmihalyi (pronuncie “txicsentmirrái”), pesquisador da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, estuda um fenômeno cerebral chamado “FLUXO” Fluxo ocorre quando o engajamento numa atividade torna-se intenso a ponto de proporcionar uma sensação de se estar completamente absorto, a ponto de esquecer do mundo e perder a noção do tempo É um estado de alegria quase perfeita - fenômeno que ocorre com monges em estado de meditação, casais apaixonados, artistas em processo de criação e etc. 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 13
  14. 14. Csikszentmihalyi afirma que o segredo é buscar atividades em que se possa usar todo o seu talento Um desafio não muito fácil a ponto de ser entediante, nem tão difícil que se torne frustrante Claro que infelizmente nem todo mundo tem a sorte de encontrar tais desafios no trabalho Um hobby pode ajudar na busca por engajamento e por momentos de Fluxo – pode ser tanto uma atividade manual como intelectual ou um esporte 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 14
  15. 15. As pessoas religiosas consideram-se, na média, mais felizes que as não-religiosas Elas têm menos depressão, menos ansiedade e suicidam-se menos Mas, a religião não é a única forma de dar significado à vida, o que também pode ser alcançado pelo altruísmo 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 15
  16. 16. 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 16
  17. 17. Há uma regra da qual especialista nenhum discorda: Ter amigos (não precisam ser muitos) Amigos contam pontos nos três critérios: trazem, ao mesmo tempo, prazer, engajamento e significado para nossas vidas 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 17
  18. 18. Felicidade, por definição, é um estado no qual no encontramos plenos, realizados e já não temos vontade de mudar nada Ou seja, se passássemos tempo demais assim, nossas vidas estacionariam A busca da felicidade é o que nos empurra para a frente 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 18
  19. 19. 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 19
  20. 20. Para os budistas, um de seus preceitos básicos é o que “a vida é feita de sofrimento” e que ter consciência de que o sofrimento é inevitável pode ajudar a trazer felicidade Diz o Dalai Lama: “Momentos difíceis, que causam sofrimento, são inevitáveis. Saber que eles podem acontecer diminui a angústia e a ansiedade”. Mas, devemos considerar que estes também são estados mentais passageiros e que dependem de cada um em acolhe-los, ficar presos a eles ou não Então liberte-se dessas amarras! 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 20
  21. 21. Você se sente infeliz? As coisas vão mal? Em vez de se entregar à infelicidade ou tentar minimizar os sintomas, respire fundo e tente descobrir o porquê da situação A dor é criada por nós mesmos, pela nossa inabilidade em lidar com a tristeza e a culpa, já que nos sentimos obrigados a ser sempre felizes e exitosos 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 21
  22. 22. 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 22
  23. 23. O autoconhecimento, com o mergulho em si mesmo, vai lhe permitir entender quais os seus objetivos maiores na vida, quais seus valores Segundo Seligman, o autoconhecimento dará a você maior clareza sobre as atividades que lhe trazem prazer, engajamento e significado São os maus momentos que criarão as condições para você correr atrás da sua própria realização – individual, pessoal e intransferível 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 23
  24. 24. Não existe uma fórmula da felicidade que funcione com todo mundo – é justamente nisso onde falham os livros de auto-ajuda As pessoas são únicas em seu modo de ver, sentir, agir e reagir- elas reagem aos estímulos e desafios do cotidiano de modos absolutamente diferentes uma das outras 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 24
  25. 25. O pesquisador David Lykken, da Universidade de Minnesota, concluiu em 1996, estudos que indicam existir um forte componente genético na nossa tendência a ser feliz e, •nós tendemos a manter um “nível de felicidade” constante ao longo de nossas vidas •nem mesmo grandes acontecimentos parecem capazes de alterar bruscamente esse nível 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 25
  26. 26. Um exemplo do quanto podemos alterar nossa predisposição genética para a felicidade é a forma como lidamos com nossos desejos Existem duas maneiras de se alcançar a felicidade: possuindo mais ou desejando menos 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 26
  27. 27. 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 27
  28. 28. O economista e filósofo Eduardo Giannetti, autor do livro “Felicidade”, é taxativo ao afirmar: “Nos Estados Unidos e na Europa, há uma sensação de desapontamento, pois se está percebendo que existe um limite para a satisfação que a sociedade e os bens materiais trazem” Esse país de insatisfeitos é o mais rico do mundo 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 28
  29. 29. Precisamos das coisas a partir do momento em que elas estão disponíveis e isso vale tanto para produtos quando para idéias 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 29
  30. 30. 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 30
  31. 31. Acontece que a felicidade não está diretamente ligada aos bens materiais. Ed Diener, da Universidade de Illinois, avaliou o nível de felicidade das 400 pessoas mais ricas do mundo segundo a revista Forbes, e concluiu que elas estão rigorosamente empatadas com os pastores maasai da África Aqui entra novamente a palavra de ordem, hoje tão usada: DESAPEGO Aprender a viver melhor com menos 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 31
  32. 32. 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 32
  33. 33. Quando há centenas e até milhares de possibilidades, escolher uma só significa “perder” muito mais No mundo de hoje, em que cada um tem acesso ao mundo inteiro pela internet, onde não há limites para os nossos desejos, parece inevitável tornar-se ansioso, deprimido e infeliz “A única solução: diminuir o número de opções ou caprichar em nossas escolhas” 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 33
  34. 34. Ao prestarmos importância demasiada a escolhas que não são definitivas nos esquecemos que uma decisão “errada” não é o fim É uma questão de colocar limites nos nossos desejos e expectativas Ser feliz é muito mais simples do que se pensa - não leve tudo tão a sério. “Leveza” é a palavra Até as melhores sensações têm fim, assim como não há aborrecimentos que durem para sempre Se as circunstâncias nos obrigam a reagir de jeito negativo, isso nem sempre é tão ruim 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 34
  35. 35. Felicidade não é um fim em si, mas uma conseqüência de suas escolhas - do jeito que você conduz sua vida As pessoas que procuram fórmulas, receitas e respostas complicadas acabam por deixar de viver até mesmo os pequenos prazeres e alegrias de seu dia-a-dia É o dia-a-dia de uma pessoa e a maneira como ela age e reage diante das situações mais banais que podem definir seu nível de felicidade A própria bíblia no ensina o exercício da aceitação e da resignação sempre que possível e necessário 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 35
  36. 36. 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 36
  37. 37. A RECEITA DA FELICIDADE PRAZER Permita-se ter experiências agradáveis Não são necessárias as emoções fortes - a maior parte dos prazeres é bem simples: conversar, viajar, pescar, praticar esportes, ver uma paisagem bonita, comer, tomar um bom vinho, fazer sexo... Tire “fotografias mentais”, registre mentalmente os momentos agradáveis de sua vida – repare nos detalhes, nas cores, nos cheiros. Nas horas difíceis, traga-os de volta à sua mente, viaje mentalmente... Quase todas as pessoas sentem-se mais felizes quando estão com outras pessoas. É importante ter amigos... 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 37
  38. 38. A RECEITA DA FELICIDADE Engajamento Dedique-se a tudo que você faz, no trabalho ou fora dele. A diferença entre um emprego um emprego e outro pode ser a sua postura. Se você se envolve mais, o trabalho fica mais divertido e você mais produtivo, participativo e solidário Arrume uma atividade desafiadora, difícil, e esforce-se para se tornar cada vez melhor nela: aeromodelismo, videogame, natação, flauta, montanhismo, bike, culinária vegetariana, bateria, aprender um novo idioma. Esportes praticados com freqüência aumentam a disposição para a vida e nos deixam mais ligados ao mundo e ao nosso próprio corpo, melhorando nossa saúde física e mental, sobretudo a autoestima. Algumas pesquisas sugerem que rir é um ótimo exercício. 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 38
  39. 39. RECEITA DE FELICIDADE Significado Escrever num diário as coisas pelas quais você é grato garante um aumento no nível de felicidade que pode durar semanas. Lembre-se de agradecer sempre Faça atos de altruísmo ou bondade. Colabore com instituições humanitárias, ensine algo que você saiba, saia de sua zona de conforto para ajudar alguém Se tem alguém que foi importante na sua vida, ainda que num passado remoto, deixe-o saber disso, escreva uma carta, telefone ou faça a ela uma visita pessoal. Essa “visita de gratidão” pode valer meses de felicidade Exercite sua espiritualidade e liberte-se de tudo que lhe faz mal e encontre tempo para ficar consigo mesmo sem fazer absolutamente nada (sem TV, sem Celular)... 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 39
  40. 40. 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 40
  41. 41. 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 41
  42. 42. 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 42
  43. 43. Fontes de Consulta e Referência - Créditos: “A Descoberta do Fluxo” - Mihaly Csikszentmihalyi, Rocco, 1999 “Felicidade” - Eduardo Giannetti, Companhia das Letras, 2002 “Euforia Perpétua” - Pascal Bruckner, Difel, 2002 “The Paradox of Choice” - Barry Schwartz, Ecco, EUA, 2004 “Culture and Subjective Well-Being” - Ed Diener e Eunkook M. Suh (editores), MIT Press, EUA, 2003 28/01/2014 gretzitz@hotmail.com 43

×