Jogo aula 1

141 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
141
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jogo aula 1

  1. 1. JOGO, EDUCAÇÃO E EDUCAÇÃO FÍSICAPERCEPÇÃO A PARTIR DO CONTEXTO HISTÓRICO:DESCONSIDERAÇÃO DA IMPORTÂNCIA DO FENÔMENO PELASCARACTERÍSTICAS DE ALGUNS TIPOS DE JOGOS:Os de azar levaram grandes pensadores a concebê-lo como uma atividademenor e contrária à contribuição da formação humana:• TOMÁS DE AQUINO: Justifica a sua prática apenas como compensaçãodos momentos de trabalho, critica quem os concebe como “umaverdadeira atividade e que fazem dele um fim em si mesmo”, quempensa “que nossa vida é um jogo”, afirmando que “não é deus quem osfaz jogar, mas o demônio”;• ROUSSEAU: O jogo não é absolutamente um divertimento de homem rico,é o recurso de um desocupado (...). o gosto pelo jogo, fruto da avareza edo tédio, não se enraiza senão em uma mente e um coração vazios (...),raramente se vêem pensadores, divertindo-se muito com o jogo’(DUFLO, 1999)
  2. 2. JOGO, EDUCAÇÃO E EDUCAÇÃO FÍSICAPercepção sobre sua contribuição ao processo educativo a partir daanálise de suas característicasDesconsideração:espontaneidade – causa dificuldade em manter umaprática regular e periódica; caráter não sério – a nãopreocupação com resultados posteriores à atividadecompromete a concentração na busca pela obtenção deobjetivos; flexibilidade – causa a dificuldade desistematização e massificação de habilidadespadronizadas para atingir um nível de desempenhonecessário e esperado; distanciamento do mundo real– a característica de ficção e fantasia leva os sujeitospara fora do mundo concreto, objetivo.
  3. 3. Nova Percepção sobre as características de JogoConsideração:• espontaneidade – motivação em participar de uma atividade escolhida e nãoimposta; caráter não sério – a não preocupação com o desempenhopossibilita se dispor a desafios mais complexos, sem o medo do fracasso;flexibilidade – possibilita a participação de todos, com suas limitações atuais,mas também a troca cultural entre sujeitos diferentes;Fantasia/distanciamento do mundo real – inicia o desenvolvimento darepresentação simbólica do mundo, que leva à abstraçãoPor caracterizar-se como um elemento cultural no qual:• Há predominância de prazer (gera motivação) e liberdade de ação(expressão mais livre de restrições e maiores possibilidades de participação ecriação);• Há maior controle interno (os próprios jogadores determinam a dinâmica daatividade, o que gera possibilidade de desenvolvimento de criatividade eautonomia);• É um espaço privilegiado de aprendizado das relações sociais (necessidadede convívio com os outros) e da formação da personalidade (convíviobaseado em valores éticos e morais)

×