SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 87
Baixar para ler offline
SCRUM e XP
 desenvolvimento ágil de software
experiências e relatos do dia a dia
        de uma pequena empresa




                   Paulo César M. Jeveaux
                               @jeveaux
Paulo César Machado Jeveaux
@jeveaux                                                                  jevô
            (jéve, jêve, jevô, jevú, jevax, já foi, já vou, já vai ...)




    que
 vergonha
o processo tradicional
Inspirado em outras
                           engenharias




Quase sempre a civil
Inspirado em outras
                           engenharias




Quase sempre a civil
mas...
... na verdade
code and fix!
Dá pra afastar um pouquinho?
Custo de mudanças
algo de errado
não está certo!


 precisamos
  melhorar
Motivação
“A	
  experiência	
  de	
  décadas	
  seguindo	
  pesadas	
  prá4cas	
  prescri4vas	
  tornou	
  
evidente	
  que:
  ➡       Os	
  clientes	
  ou	
  usuários	
  não	
  tem	
  certeza	
  do	
  que	
  eles	
  querem.
  ➡       Eles	
  tem	
  dificuldade	
  de	
  expressar	
  tudo	
  o	
  que	
  querem	
  e	
  pensam.
  ➡       Muitos	
  detalhes	
  do	
  que	
  eles	
  querem	
  só	
  serão	
  revelados	
  durante	
  o	
  
          desenvolvimento.
  ➡       Os	
  detalhes	
  são	
  complexos	
  para	
  as	
  pessoas.
  ➡       Na	
  medida	
  em	
  que	
  elas	
  vêem	
  o	
  produto	
  sendo	
  construído,	
  elas	
  mudam	
  
          de	
  idéia.
  ➡       Forças	
  externas	
  trazem	
  mudanças	
  ou	
  melhorias	
  nos	
  requisitos.”


                 Source: Agile and Iterative Development: A Manager's Guide by Craig Larman
Manifesto Ágil
      Estamos descobrindo maneiras melhores de desenvolver software fazendo-o nós
      mesmos e ajudando outros a fazê-lo. Através deste trabalho, passamos a valorizar:

Indivíduos e interação entre eles mais que processos e ferramentas
 Software em funcionamento mais que documentação abrangente
   Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos
        Responder a mudanças mais que seguir um plano

                           Ou seja, mesmo havendo valor nos itens à direita,
                                valorizamos mais os itens à esquerda.

           Kent Beck, Mike Beedle, Arie van Bennekum, Alistair Cockburn,Ward Cunningham, Martin Fowler, James
          Grenning, Jim Highsmith, Andrew Hunt, Ron Jeffries, Jon Kern, Brian Marick, Robert C. Martin, Steve Mellor,
                                        Ken Schwaber, Jeff Sutherland, Dave Thomas


                                                                                                        ©2001, Autores acima citados.
        Esta declaração pode ser livremente copiada, sob qualquer forma,mas apenas na sua totalidade através do presente aviso.
Utilização de
funcionalidades de software
          Frequentemente   Às vezes
               13%           16%

        Sempre
          7%



                                      Raramente
                                         19%



           Nunca
            45%
desperdício
            Raramente
               19%



    Nunca
     45%
Pareto
        Frequentemente
             13%

      Sempre
        7%




20% das funcionalidades
  geram 80% do valor
SCRUM?
framework
framework
     iterativo
framework
      iterativo
  incremental
framework
         me nto
     ncia quer
 gere qual        ade
             tivid

                 iterativo
   de     ua
      to o lexa
produ omp
       c




             incremental
Checklist: SCRUM
•   Gerenciamento empírico e controle de processos.
•   Baseado no feedback das iteracões.
•   Usado para gerenciar projetos complexos desde
    1990.
•   Equipes multi-funcionais e auto-gerenciadas.
•   Escalável para projetos grandes, longos e
    distribuídos.
•   Comunicação como fator crítico.
Organizações
    e papéis
product owner
visão                  datas
         prioriza
                       conteúdo
ROI         releases
        product owner
visão                  datas
         prioriza
                       conteúdo
ROI         releases
        product owner
             aceita
               ou
             rejeita
time
auto-gerenciado
                  comprometido
              time

  multi-          comunicação
disciplinar        constante
Autoridade!
auto-gerenciado
                  comprometido
              time

  multi-          comunicação
disciplinar        constante
scrum master
protetor         aplica as regras
  resolve          do SCRUM
 problemas               Autoridade


        scrum master

mantém o foco
no sprint goal
protetor         aplica as regras
  resolve          do SCRUM
 problemas               Autoridade


        scrum master

mantém o foco
no sprint goal   Facilitador!
time
boxed
tudo!
Tem um tempo pré-
   determinado
daily meeting: 15 minutos
                         sprint planning: ~4 horas
  sprint: 2 a 4 semanas


       Tem um tempo pré-
          determinado
      o trabalho deve ser planejado para caber
             no sprint e não o contrário
scrum flow
product backlog
desejos do PO

  cresce com
   o projeto

   iterativo
 comece pelo
mais importante
desejos do PO

        cresce com
         o projeto

         iterativo
ROI    comece pelo
      mais importante
sprint planning
time + scrum master
 PO prioriza itens              + product owner
  para o sprint
                             time tira dúvidas



             sprint planning
time converte as funcionalidades
      em tarefas técnicas
time define o objetivo
 do sprint (sprint goal)
                              documentação!
planning poker
sprint planning 2
eventualmente o scrum master
                                  negocia com o PO
o time decide até onde
pode se comprometer


            sprint planning 2
 time conversa sobre a
parte técnica das tarefas               design
                                      arquitetura
Sprint backlog
    tarefas que o time se
comprometeu a fazer no sprint


  atualizado constantemente

  scrum master gerencia as
 atividades em andamento e
          concluídas
daily meeting
verifica-se o que foi
                          reunião em pé!
feito no dia anterior

                        há impedimentos?


             daily meeting
define-se o que será        todos os dias
    feito no dia          no mesmo lugar
                         no mesmo horário
                        comprometa-se!
burndown chart
•            •

burndown chart
sprint review
retrospectiva
retrospectiva
Custo de mudança
Custo de mudança
XP
Extreme Progamming
O que é XP?
Extreme Programming
 É um conjunto de princípios, valores e práticas
Onde...

... os princípios conectam
os valores às práticas
comunicação, coragem,
valores   feedback, respeito e
          simplicidade
comunicação, coragem,
valores      feedback, respeito e
             simplicidade
             auto semelhança, melhoria, benefício
             mútuo, oportunidade, diversidade, passos
princípios   de bebê, economia, qualidade, falha,
             redundância, fluidez, reflexão, humanismo,
             responsabilidade
comunicação, coragem,
valores      feedback, respeito e
             simplicidade
             auto semelhança, melhoria, benefício
             mútuo, oportunidade, diversidade, passos
princípios   de bebê, economia, qualidade, falha,
             redundância, fluidez, reflexão, humanismo,
             responsabilidade


             ambiente informativo, equipe integral,

práticas
             build de 10 minutos, folga, ciclo semanal,
             histórias, integração contínua, TDD,
             programação em par, design incremental,
             sentar-se junto, trabalho energizado
• O XP é uma metodologia rigorosa e
  disciplinada que requer o cumprimento
  de suas práticas para o sucesso na adoção.

• O XP pode ser usado com CMM e UPs.
• A preocupação não é com qualidade (que
  deve natural) e sim com a saúde do
  sistema (segundo Kent Beck).

                                        [Cristiano Milfont]
adapte-se
teste tudo antes - TDD
Coragem




loucura             confiança
Programação em par
•   Todo código é escrito em par
•   Um digita, enquanto o outro revisa, corrige e
    sugere
•   Redução drástica de bugs
•   Disseminação de conhecimento
•   Pressão do par
•   Simplicidade
•   Velocidade
Velocidade
SCRUM resolve!?
product owner
 3
papéis
          scrum master
              time
product owner
               3
              papéis
                        scrum master
                            time

             sprint planning
   3
cerimônias
              daily meeting
              sprint review
product owner
               3
              papéis
                          scrum master
                              time

             sprint planning
   3
cerimônias
              daily meeting
              sprint review

                         product backlog
               3
             artefatos
                          sprint backlog
                         burn down chart
SCRUM sem <?> é uma
casca oca para desenvolver
         software
XP



 SCRUM sem <?> é uma
casca oca para desenvolver
         software
XP



 SCRUM sem <?> é uma    FDD


casca oca para desenvolver
         software
XP



 SCRUM sem <?> é uma          FDD


casca oca para desenvolver
                engenharia!


         software
e XP, resolve!?
Semelhanças: SCRUM e XP

     Sprint        Iteraction

                    Iteraction
 Sprint Planning
                     Planning

                    Stand-up
 Daily SCRUM        Meeting

 Retrospective     Reflection

  SCRUM               XP
SCRUM e XP
 Não os confunda. SCRUM e XP se
complementam muito bem, mas são
           diferentes.
não há bala de prata
obrigado!

       Paulo César M. Jeveaux
                   @jeveaux
Referências
•   Fotos
    •   ImproveIt - http://www.improveit.com.br
    •   Jorge Falcão - http://www.flickr.com/photos/68667282@N00/
    •   Tlaukkanen - http://www.flickr.com/photos/tlaukkanen/
    •   Evandro Flores - http://www.flickr.com/photos/evandroflores/
    •   Bardusco - http://www.flickr.com/photos/bardusco/
    •   Luiz Aguiar - http://www.flickr.com/photos/laguiar
    •   Cuba Gallery - http://www.flickr.com/photos/cubagallery/
•   Materiais
    •   Extreme Programming - http://extremeprogramming.org
    •   Igor Macaubas e Marcos Pereira - http://www.slideshare.net/macaubas/seminario-scrum-presentation
    •   ImproveIt - http://www.improveit.com.br/scrum
    •   ImproveIt - http://www.improveit.com.br/xp
    •   Manifesto Ágil - http://manifestoagil.com.br
    •   Guilherme Chapiewski - http://www.slideshare.net/gchapiewski/desenvolvimento-gil-com-xp-e-
        scrum-presentation
    •   Cristiano Milfont - http://www.slideshare.net/cmilfont/extreme-programming-148802
SCRUM e XP
 desenvolvimento ágil de software
experiências e relatos do dia a dia
        de uma pequena empresa




                   Paulo César M. Jeveaux
                               @jeveaux

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Scrum - Gerenciando Projetos Ágeis
Scrum - Gerenciando Projetos ÁgeisScrum - Gerenciando Projetos Ágeis
Scrum - Gerenciando Projetos ÁgeisIdeia Ágil
 
Scrum - Framework, Competências e Valores (versão community)
Scrum -  Framework, Competências e Valores (versão community)Scrum -  Framework, Competências e Valores (versão community)
Scrum - Framework, Competências e Valores (versão community)Manoel Pimentel Medeiros
 
Extreme Programming (XP) e Scrum
Extreme Programming (XP) e ScrumExtreme Programming (XP) e Scrum
Extreme Programming (XP) e ScrumRafael Souza
 
Palestra sobre metodologia Scrum
Palestra sobre metodologia ScrumPalestra sobre metodologia Scrum
Palestra sobre metodologia ScrumPersonal
 
Lean Kanban
Lean KanbanLean Kanban
Lean KanbanLucashgt
 
Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!
Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!
Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!Annelise Gripp
 
O Papel do Product Owner
O Papel do Product OwnerO Papel do Product Owner
O Papel do Product OwnerMarcia Maia
 
Agilidade de Ponta-a-Ponta com Arquiteturas Evolucionárias
Agilidade de Ponta-a-Ponta com Arquiteturas EvolucionáriasAgilidade de Ponta-a-Ponta com Arquiteturas Evolucionárias
Agilidade de Ponta-a-Ponta com Arquiteturas EvolucionáriasBreno Barros
 
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM codebits
 
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com ScrumGestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com ScrumMarcos Garrido
 
Extreme Programming - Workshop Praticas Jedi XP - LinguÁgil 2016
Extreme Programming - Workshop Praticas Jedi XP - LinguÁgil 2016Extreme Programming - Workshop Praticas Jedi XP - LinguÁgil 2016
Extreme Programming - Workshop Praticas Jedi XP - LinguÁgil 2016Annelise Gripp
 
Uma introdução ao SCRUM
Uma introdução ao SCRUMUma introdução ao SCRUM
Uma introdução ao SCRUMelliando dias
 
Minicurso Aplicando Scrum em projetos de software (2010)
Minicurso Aplicando Scrum em projetos de software (2010)Minicurso Aplicando Scrum em projetos de software (2010)
Minicurso Aplicando Scrum em projetos de software (2010)Mariana de Azevedo Santos
 
Treinamento - Product Owner - CLARO-NET-EMBRATEL
Treinamento - Product Owner - CLARO-NET-EMBRATELTreinamento - Product Owner - CLARO-NET-EMBRATEL
Treinamento - Product Owner - CLARO-NET-EMBRATELDaniel Calmazini
 

Mais procurados (20)

Scrum - Gerenciando Projetos Ágeis
Scrum - Gerenciando Projetos ÁgeisScrum - Gerenciando Projetos Ágeis
Scrum - Gerenciando Projetos Ágeis
 
Scrum - Framework, Competências e Valores (versão community)
Scrum -  Framework, Competências e Valores (versão community)Scrum -  Framework, Competências e Valores (versão community)
Scrum - Framework, Competências e Valores (versão community)
 
Extreme Programming (XP) e Scrum
Extreme Programming (XP) e ScrumExtreme Programming (XP) e Scrum
Extreme Programming (XP) e Scrum
 
SETIC Scrum & XP
SETIC Scrum & XPSETIC Scrum & XP
SETIC Scrum & XP
 
Palestra sobre metodologia Scrum
Palestra sobre metodologia ScrumPalestra sobre metodologia Scrum
Palestra sobre metodologia Scrum
 
Agile SCRUM
Agile SCRUMAgile SCRUM
Agile SCRUM
 
Lean Kanban
Lean KanbanLean Kanban
Lean Kanban
 
Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!
Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!
Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!
 
O Papel do Product Owner
O Papel do Product OwnerO Papel do Product Owner
O Papel do Product Owner
 
Práticas Ágeis
Práticas ÁgeisPráticas Ágeis
Práticas Ágeis
 
Métodos Ágeis
Métodos ÁgeisMétodos Ágeis
Métodos Ágeis
 
Agilidade de Ponta-a-Ponta com Arquiteturas Evolucionárias
Agilidade de Ponta-a-Ponta com Arquiteturas EvolucionáriasAgilidade de Ponta-a-Ponta com Arquiteturas Evolucionárias
Agilidade de Ponta-a-Ponta com Arquiteturas Evolucionárias
 
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM
 
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com ScrumGestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
 
Extreme Programming - Workshop Praticas Jedi XP - LinguÁgil 2016
Extreme Programming - Workshop Praticas Jedi XP - LinguÁgil 2016Extreme Programming - Workshop Praticas Jedi XP - LinguÁgil 2016
Extreme Programming - Workshop Praticas Jedi XP - LinguÁgil 2016
 
Uma introdução ao SCRUM
Uma introdução ao SCRUMUma introdução ao SCRUM
Uma introdução ao SCRUM
 
Scrum e XP direto das Trincheiras - Como nós fazemos Scrum
Scrum e XP direto das Trincheiras - Como nós fazemos ScrumScrum e XP direto das Trincheiras - Como nós fazemos Scrum
Scrum e XP direto das Trincheiras - Como nós fazemos Scrum
 
Minicurso Aplicando Scrum em projetos de software (2010)
Minicurso Aplicando Scrum em projetos de software (2010)Minicurso Aplicando Scrum em projetos de software (2010)
Minicurso Aplicando Scrum em projetos de software (2010)
 
Enter SCRUM
Enter SCRUMEnter SCRUM
Enter SCRUM
 
Treinamento - Product Owner - CLARO-NET-EMBRATEL
Treinamento - Product Owner - CLARO-NET-EMBRATELTreinamento - Product Owner - CLARO-NET-EMBRATEL
Treinamento - Product Owner - CLARO-NET-EMBRATEL
 

Destaque

Case Giran - Os desafios no uso de XP e SCRUM no dia-a-dia
Case Giran - Os desafios no uso de XP e SCRUM no dia-a-diaCase Giran - Os desafios no uso de XP e SCRUM no dia-a-dia
Case Giran - Os desafios no uso de XP e SCRUM no dia-a-diaPaulo César M Jeveaux
 
Empreendedorismo além do mundo da fantasia
Empreendedorismo além do mundo da fantasiaEmpreendedorismo além do mundo da fantasia
Empreendedorismo além do mundo da fantasiaPaulo César M Jeveaux
 
Case Giran 2011: os desafios no uso de práticas ágeis no dia-a-dia de uma sta...
Case Giran 2011: os desafios no uso de práticas ágeis no dia-a-dia de uma sta...Case Giran 2011: os desafios no uso de práticas ágeis no dia-a-dia de uma sta...
Case Giran 2011: os desafios no uso de práticas ágeis no dia-a-dia de uma sta...Paulo César M Jeveaux
 
Wine.com.br - De zero a 300 milhões de faturamento na mesma plataforma
Wine.com.br - De zero a 300 milhões de faturamento na mesma plataformaWine.com.br - De zero a 300 milhões de faturamento na mesma plataforma
Wine.com.br - De zero a 300 milhões de faturamento na mesma plataformaPaulo César M Jeveaux
 
Benefícios e aplicações da certificação digital
Benefícios e aplicações da certificação digitalBenefícios e aplicações da certificação digital
Benefícios e aplicações da certificação digitalBR&M Tecnologia
 

Destaque (9)

Case Giran - Os desafios no uso de XP e SCRUM no dia-a-dia
Case Giran - Os desafios no uso de XP e SCRUM no dia-a-diaCase Giran - Os desafios no uso de XP e SCRUM no dia-a-dia
Case Giran - Os desafios no uso de XP e SCRUM no dia-a-dia
 
Resenha Rework por Jeveaux
Resenha Rework por JeveauxResenha Rework por Jeveaux
Resenha Rework por Jeveaux
 
E-commerce Além dos Sites
E-commerce Além dos SitesE-commerce Além dos Sites
E-commerce Além dos Sites
 
Empreendedorismo além do mundo da fantasia
Empreendedorismo além do mundo da fantasiaEmpreendedorismo além do mundo da fantasia
Empreendedorismo além do mundo da fantasia
 
Case Giran 2011: os desafios no uso de práticas ágeis no dia-a-dia de uma sta...
Case Giran 2011: os desafios no uso de práticas ágeis no dia-a-dia de uma sta...Case Giran 2011: os desafios no uso de práticas ágeis no dia-a-dia de uma sta...
Case Giran 2011: os desafios no uso de práticas ágeis no dia-a-dia de uma sta...
 
Certificação Digital
Certificação DigitalCertificação Digital
Certificação Digital
 
Wine.com.br - De zero a 300 milhões de faturamento na mesma plataforma
Wine.com.br - De zero a 300 milhões de faturamento na mesma plataformaWine.com.br - De zero a 300 milhões de faturamento na mesma plataforma
Wine.com.br - De zero a 300 milhões de faturamento na mesma plataforma
 
Benefícios e aplicações da certificação digital
Benefícios e aplicações da certificação digitalBenefícios e aplicações da certificação digital
Benefícios e aplicações da certificação digital
 
Controle de versão com GIT
Controle de versão com GITControle de versão com GIT
Controle de versão com GIT
 

Semelhante a SCRUM e XP - Desenvolvimento Ágil de Software - Experiências e relatos

Seminario Scrum
Seminario ScrumSeminario Scrum
Seminario ScrumFingerTips
 
Palestra de SCRUM em Juazeiro
Palestra de SCRUM em JuazeiroPalestra de SCRUM em Juazeiro
Palestra de SCRUM em JuazeiroPaulo Furtado
 
Gerenciamento de equipes no desenvolvimento de software
Gerenciamento de equipes no desenvolvimento de softwareGerenciamento de equipes no desenvolvimento de software
Gerenciamento de equipes no desenvolvimento de softwareRoberto Brandini
 
Desenvolvimento de Software
Desenvolvimento de SoftwareDesenvolvimento de Software
Desenvolvimento de SoftwareAdilmar Dantas
 
Metodologia agil scrum
Metodologia agil scrumMetodologia agil scrum
Metodologia agil scrumPablo Juan ஃ
 
Métodos Ágeis para Desenvolvimento de Software
Métodos Ágeis para Desenvolvimento de SoftwareMétodos Ágeis para Desenvolvimento de Software
Métodos Ágeis para Desenvolvimento de Softwarealexandre_malaquias
 
Uma introdução ao Scrum
Uma introdução ao ScrumUma introdução ao Scrum
Uma introdução ao ScrumEvandro Agnes
 
Cenartec 2014 - FPF Tech - SCRUM - Framework para desenvolver projetos
Cenartec 2014 - FPF Tech - SCRUM - Framework para desenvolver projetosCenartec 2014 - FPF Tech - SCRUM - Framework para desenvolver projetos
Cenartec 2014 - FPF Tech - SCRUM - Framework para desenvolver projetosJoão Clineu - CTFL, CSM, CSD
 
FPF Tech - SCRUM - Framework para desenvolver projetos - Cenartec 2014
FPF Tech - SCRUM - Framework para desenvolver projetos - Cenartec 2014FPF Tech - SCRUM - Framework para desenvolver projetos - Cenartec 2014
FPF Tech - SCRUM - Framework para desenvolver projetos - Cenartec 2014Vanilton Pinheiro
 
Introdução às Metodologias Ágeis de Desenvolvimento
Introdução às Metodologias Ágeis de DesenvolvimentoIntrodução às Metodologias Ágeis de Desenvolvimento
Introdução às Metodologias Ágeis de DesenvolvimentoJerry Medeiros
 
Gerenciamento ágil de processos - SCRUM
Gerenciamento ágil de processos - SCRUMGerenciamento ágil de processos - SCRUM
Gerenciamento ágil de processos - SCRUMLucas Vinícius
 

Semelhante a SCRUM e XP - Desenvolvimento Ágil de Software - Experiências e relatos (20)

Métodos ágeis
Métodos ágeisMétodos ágeis
Métodos ágeis
 
Agile Management
Agile ManagementAgile Management
Agile Management
 
Seminario Scrum
Seminario ScrumSeminario Scrum
Seminario Scrum
 
Palestra de SCRUM em Juazeiro
Palestra de SCRUM em JuazeiroPalestra de SCRUM em Juazeiro
Palestra de SCRUM em Juazeiro
 
Gerenciamento de equipes no desenvolvimento de software
Gerenciamento de equipes no desenvolvimento de softwareGerenciamento de equipes no desenvolvimento de software
Gerenciamento de equipes no desenvolvimento de software
 
Scrum em 1h.
Scrum em 1h.Scrum em 1h.
Scrum em 1h.
 
Aula03 04 agile_scrum_xp
Aula03 04 agile_scrum_xpAula03 04 agile_scrum_xp
Aula03 04 agile_scrum_xp
 
Agile
AgileAgile
Agile
 
Introdução ao XP
Introdução ao XPIntrodução ao XP
Introdução ao XP
 
Desenvolvimento de Software
Desenvolvimento de SoftwareDesenvolvimento de Software
Desenvolvimento de Software
 
Metodologia agil scrum
Metodologia agil scrumMetodologia agil scrum
Metodologia agil scrum
 
Métodos Ágeis para Desenvolvimento de Software
Métodos Ágeis para Desenvolvimento de SoftwareMétodos Ágeis para Desenvolvimento de Software
Métodos Ágeis para Desenvolvimento de Software
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Palestra scrum
Palestra scrumPalestra scrum
Palestra scrum
 
Uma introdução ao Scrum
Uma introdução ao ScrumUma introdução ao Scrum
Uma introdução ao Scrum
 
Minicurso SCRUM
Minicurso SCRUMMinicurso SCRUM
Minicurso SCRUM
 
Cenartec 2014 - FPF Tech - SCRUM - Framework para desenvolver projetos
Cenartec 2014 - FPF Tech - SCRUM - Framework para desenvolver projetosCenartec 2014 - FPF Tech - SCRUM - Framework para desenvolver projetos
Cenartec 2014 - FPF Tech - SCRUM - Framework para desenvolver projetos
 
FPF Tech - SCRUM - Framework para desenvolver projetos - Cenartec 2014
FPF Tech - SCRUM - Framework para desenvolver projetos - Cenartec 2014FPF Tech - SCRUM - Framework para desenvolver projetos - Cenartec 2014
FPF Tech - SCRUM - Framework para desenvolver projetos - Cenartec 2014
 
Introdução às Metodologias Ágeis de Desenvolvimento
Introdução às Metodologias Ágeis de DesenvolvimentoIntrodução às Metodologias Ágeis de Desenvolvimento
Introdução às Metodologias Ágeis de Desenvolvimento
 
Gerenciamento ágil de processos - SCRUM
Gerenciamento ágil de processos - SCRUMGerenciamento ágil de processos - SCRUM
Gerenciamento ágil de processos - SCRUM
 

Mais de Paulo César M Jeveaux

Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUMDesenvolvimento Ágil de Software com SCRUM
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUMPaulo César M Jeveaux
 
Negociação de contratos de projetos de software
Negociação de contratos de projetos de softwareNegociação de contratos de projetos de software
Negociação de contratos de projetos de softwarePaulo César M Jeveaux
 
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUMDesenvolvimento Ágil de Software com SCRUM
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUMPaulo César M Jeveaux
 
Turbinando sua aplicação com Lucene, Solr e Hibernate Search
Turbinando sua aplicação com Lucene, Solr e Hibernate SearchTurbinando sua aplicação com Lucene, Solr e Hibernate Search
Turbinando sua aplicação com Lucene, Solr e Hibernate SearchPaulo César M Jeveaux
 
Comunidades Virtuais Java - Conexão Java - 2004
Comunidades Virtuais Java - Conexão Java - 2004Comunidades Virtuais Java - Conexão Java - 2004
Comunidades Virtuais Java - Conexão Java - 2004Paulo César M Jeveaux
 
Testes de Software & Ferramentas de Testes
Testes de Software & Ferramentas de TestesTestes de Software & Ferramentas de Testes
Testes de Software & Ferramentas de TestesPaulo César M Jeveaux
 
Tutorial: Desenvolvimento de aplicacoes moveis com Java
Tutorial: Desenvolvimento de aplicacoes moveis com JavaTutorial: Desenvolvimento de aplicacoes moveis com Java
Tutorial: Desenvolvimento de aplicacoes moveis com JavaPaulo César M Jeveaux
 
Java Scripting - Linguagens Interpretadas pelo Java
Java Scripting - Linguagens Interpretadas pelo JavaJava Scripting - Linguagens Interpretadas pelo Java
Java Scripting - Linguagens Interpretadas pelo JavaPaulo César M Jeveaux
 

Mais de Paulo César M Jeveaux (20)

Desafios no e-commerce brasileiro
Desafios no e-commerce brasileiroDesafios no e-commerce brasileiro
Desafios no e-commerce brasileiro
 
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUMDesenvolvimento Ágil de Software com SCRUM
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM
 
Negociação de contratos de projetos de software
Negociação de contratos de projetos de softwareNegociação de contratos de projetos de software
Negociação de contratos de projetos de software
 
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUMDesenvolvimento Ágil de Software com SCRUM
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM
 
Turbinando sua aplicação com Lucene, Solr e Hibernate Search
Turbinando sua aplicação com Lucene, Solr e Hibernate SearchTurbinando sua aplicação com Lucene, Solr e Hibernate Search
Turbinando sua aplicação com Lucene, Solr e Hibernate Search
 
Palestra Testes De Unidade Com JUnit
Palestra Testes De Unidade Com JUnitPalestra Testes De Unidade Com JUnit
Palestra Testes De Unidade Com JUnit
 
Extreme Programming - XP
Extreme Programming - XPExtreme Programming - XP
Extreme Programming - XP
 
Desenvolvimento Ágil com SCRUM
Desenvolvimento Ágil com SCRUMDesenvolvimento Ágil com SCRUM
Desenvolvimento Ágil com SCRUM
 
AOP - JustJava - 2005
AOP - JustJava - 2005AOP - JustJava - 2005
AOP - JustJava - 2005
 
AOP - ESJUG - 2005
AOP - ESJUG - 2005AOP - ESJUG - 2005
AOP - ESJUG - 2005
 
Comunidades Virtuais Java - Conexão Java - 2004
Comunidades Virtuais Java - Conexão Java - 2004Comunidades Virtuais Java - Conexão Java - 2004
Comunidades Virtuais Java - Conexão Java - 2004
 
Ruby On Rails
Ruby On RailsRuby On Rails
Ruby On Rails
 
JGoodies - Conexão Java 2005
JGoodies - Conexão Java 2005JGoodies - Conexão Java 2005
JGoodies - Conexão Java 2005
 
Testes
TestesTestes
Testes
 
Testes e Refatoração
Testes e RefatoraçãoTestes e Refatoração
Testes e Refatoração
 
Testes e Refatoração
Testes e RefatoraçãoTestes e Refatoração
Testes e Refatoração
 
Testes de Software & Ferramentas de Testes
Testes de Software & Ferramentas de TestesTestes de Software & Ferramentas de Testes
Testes de Software & Ferramentas de Testes
 
Tutorial: Desenvolvimento de aplicacoes moveis com Java
Tutorial: Desenvolvimento de aplicacoes moveis com JavaTutorial: Desenvolvimento de aplicacoes moveis com Java
Tutorial: Desenvolvimento de aplicacoes moveis com Java
 
Web2.0 e Ajax
Web2.0 e AjaxWeb2.0 e Ajax
Web2.0 e Ajax
 
Java Scripting - Linguagens Interpretadas pelo Java
Java Scripting - Linguagens Interpretadas pelo JavaJava Scripting - Linguagens Interpretadas pelo Java
Java Scripting - Linguagens Interpretadas pelo Java
 

Último

EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAMarcio Venturelli
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiPaulo Pagliusi, PhD, CISM
 
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdfAula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdfInocencioHoracio3
 
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx2m Assessoria
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx2m Assessoria
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx2m Assessoria
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPaulo Pagliusi, PhD, CISM
 
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASMarcio Venturelli
 

Último (8)

EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
 
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdfAula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
 
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
 
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
 

SCRUM e XP - Desenvolvimento Ágil de Software - Experiências e relatos

  • 1. SCRUM e XP desenvolvimento ágil de software experiências e relatos do dia a dia de uma pequena empresa Paulo César M. Jeveaux @jeveaux
  • 2. Paulo César Machado Jeveaux @jeveaux jevô (jéve, jêve, jevô, jevú, jevax, já foi, já vou, já vai ...) que vergonha
  • 4.
  • 5.
  • 6. Inspirado em outras engenharias Quase sempre a civil
  • 7. Inspirado em outras engenharias Quase sempre a civil
  • 10.
  • 11. Dá pra afastar um pouquinho?
  • 13. algo de errado não está certo! precisamos melhorar
  • 14. Motivação “A  experiência  de  décadas  seguindo  pesadas  prá4cas  prescri4vas  tornou   evidente  que: ➡ Os  clientes  ou  usuários  não  tem  certeza  do  que  eles  querem. ➡ Eles  tem  dificuldade  de  expressar  tudo  o  que  querem  e  pensam. ➡ Muitos  detalhes  do  que  eles  querem  só  serão  revelados  durante  o   desenvolvimento. ➡ Os  detalhes  são  complexos  para  as  pessoas. ➡ Na  medida  em  que  elas  vêem  o  produto  sendo  construído,  elas  mudam   de  idéia. ➡ Forças  externas  trazem  mudanças  ou  melhorias  nos  requisitos.” Source: Agile and Iterative Development: A Manager's Guide by Craig Larman
  • 15. Manifesto Ágil Estamos descobrindo maneiras melhores de desenvolver software fazendo-o nós mesmos e ajudando outros a fazê-lo. Através deste trabalho, passamos a valorizar: Indivíduos e interação entre eles mais que processos e ferramentas Software em funcionamento mais que documentação abrangente Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos Responder a mudanças mais que seguir um plano Ou seja, mesmo havendo valor nos itens à direita, valorizamos mais os itens à esquerda. Kent Beck, Mike Beedle, Arie van Bennekum, Alistair Cockburn,Ward Cunningham, Martin Fowler, James Grenning, Jim Highsmith, Andrew Hunt, Ron Jeffries, Jon Kern, Brian Marick, Robert C. Martin, Steve Mellor, Ken Schwaber, Jeff Sutherland, Dave Thomas ©2001, Autores acima citados. Esta declaração pode ser livremente copiada, sob qualquer forma,mas apenas na sua totalidade através do presente aviso.
  • 16. Utilização de funcionalidades de software Frequentemente Às vezes 13% 16% Sempre 7% Raramente 19% Nunca 45%
  • 17. desperdício Raramente 19% Nunca 45%
  • 18. Pareto Frequentemente 13% Sempre 7% 20% das funcionalidades geram 80% do valor
  • 21. framework iterativo
  • 22. framework iterativo incremental
  • 23. framework me nto ncia quer gere qual ade tivid iterativo de ua to o lexa produ omp c incremental
  • 24. Checklist: SCRUM • Gerenciamento empírico e controle de processos. • Baseado no feedback das iteracões. • Usado para gerenciar projetos complexos desde 1990. • Equipes multi-funcionais e auto-gerenciadas. • Escalável para projetos grandes, longos e distribuídos. • Comunicação como fator crítico.
  • 25. Organizações e papéis
  • 27. visão datas prioriza conteúdo ROI releases product owner
  • 28. visão datas prioriza conteúdo ROI releases product owner aceita ou rejeita
  • 29. time
  • 30. auto-gerenciado comprometido time multi- comunicação disciplinar constante
  • 31. Autoridade! auto-gerenciado comprometido time multi- comunicação disciplinar constante
  • 33. protetor aplica as regras resolve do SCRUM problemas Autoridade scrum master mantém o foco no sprint goal
  • 34. protetor aplica as regras resolve do SCRUM problemas Autoridade scrum master mantém o foco no sprint goal Facilitador!
  • 36. tudo!
  • 37. Tem um tempo pré- determinado
  • 38. daily meeting: 15 minutos sprint planning: ~4 horas sprint: 2 a 4 semanas Tem um tempo pré- determinado o trabalho deve ser planejado para caber no sprint e não o contrário
  • 41. desejos do PO cresce com o projeto iterativo comece pelo mais importante
  • 42. desejos do PO cresce com o projeto iterativo ROI comece pelo mais importante
  • 44. time + scrum master PO prioriza itens + product owner para o sprint time tira dúvidas sprint planning time converte as funcionalidades em tarefas técnicas time define o objetivo do sprint (sprint goal) documentação!
  • 47. eventualmente o scrum master negocia com o PO o time decide até onde pode se comprometer sprint planning 2 time conversa sobre a parte técnica das tarefas design arquitetura
  • 48. Sprint backlog tarefas que o time se comprometeu a fazer no sprint atualizado constantemente scrum master gerencia as atividades em andamento e concluídas
  • 50. verifica-se o que foi reunião em pé! feito no dia anterior há impedimentos? daily meeting define-se o que será todos os dias feito no dia no mesmo lugar no mesmo horário comprometa-se!
  • 52. • burndown chart
  • 59. O que é XP?
  • 60. Extreme Programming É um conjunto de princípios, valores e práticas
  • 61. Onde... ... os princípios conectam os valores às práticas
  • 62.
  • 63. comunicação, coragem, valores feedback, respeito e simplicidade
  • 64. comunicação, coragem, valores feedback, respeito e simplicidade auto semelhança, melhoria, benefício mútuo, oportunidade, diversidade, passos princípios de bebê, economia, qualidade, falha, redundância, fluidez, reflexão, humanismo, responsabilidade
  • 65. comunicação, coragem, valores feedback, respeito e simplicidade auto semelhança, melhoria, benefício mútuo, oportunidade, diversidade, passos princípios de bebê, economia, qualidade, falha, redundância, fluidez, reflexão, humanismo, responsabilidade ambiente informativo, equipe integral, práticas build de 10 minutos, folga, ciclo semanal, histórias, integração contínua, TDD, programação em par, design incremental, sentar-se junto, trabalho energizado
  • 66. • O XP é uma metodologia rigorosa e disciplinada que requer o cumprimento de suas práticas para o sucesso na adoção. • O XP pode ser usado com CMM e UPs. • A preocupação não é com qualidade (que deve natural) e sim com a saúde do sistema (segundo Kent Beck). [Cristiano Milfont]
  • 69. Coragem loucura confiança
  • 70. Programação em par • Todo código é escrito em par • Um digita, enquanto o outro revisa, corrige e sugere • Redução drástica de bugs • Disseminação de conhecimento • Pressão do par • Simplicidade • Velocidade
  • 73.
  • 74. product owner 3 papéis scrum master time
  • 75. product owner 3 papéis scrum master time sprint planning 3 cerimônias daily meeting sprint review
  • 76. product owner 3 papéis scrum master time sprint planning 3 cerimônias daily meeting sprint review product backlog 3 artefatos sprint backlog burn down chart
  • 77. SCRUM sem <?> é uma casca oca para desenvolver software
  • 78. XP SCRUM sem <?> é uma casca oca para desenvolver software
  • 79. XP SCRUM sem <?> é uma FDD casca oca para desenvolver software
  • 80. XP SCRUM sem <?> é uma FDD casca oca para desenvolver engenharia! software
  • 82. Semelhanças: SCRUM e XP Sprint Iteraction Iteraction Sprint Planning Planning Stand-up Daily SCRUM Meeting Retrospective Reflection SCRUM XP
  • 83. SCRUM e XP Não os confunda. SCRUM e XP se complementam muito bem, mas são diferentes.
  • 84. não há bala de prata
  • 85. obrigado! Paulo César M. Jeveaux @jeveaux
  • 86. Referências • Fotos • ImproveIt - http://www.improveit.com.br • Jorge Falcão - http://www.flickr.com/photos/68667282@N00/ • Tlaukkanen - http://www.flickr.com/photos/tlaukkanen/ • Evandro Flores - http://www.flickr.com/photos/evandroflores/ • Bardusco - http://www.flickr.com/photos/bardusco/ • Luiz Aguiar - http://www.flickr.com/photos/laguiar • Cuba Gallery - http://www.flickr.com/photos/cubagallery/ • Materiais • Extreme Programming - http://extremeprogramming.org • Igor Macaubas e Marcos Pereira - http://www.slideshare.net/macaubas/seminario-scrum-presentation • ImproveIt - http://www.improveit.com.br/scrum • ImproveIt - http://www.improveit.com.br/xp • Manifesto Ágil - http://manifestoagil.com.br • Guilherme Chapiewski - http://www.slideshare.net/gchapiewski/desenvolvimento-gil-com-xp-e- scrum-presentation • Cristiano Milfont - http://www.slideshare.net/cmilfont/extreme-programming-148802
  • 87. SCRUM e XP desenvolvimento ágil de software experiências e relatos do dia a dia de uma pequena empresa Paulo César M. Jeveaux @jeveaux