Questao biotecnologia

7.717 visualizações

Publicada em

QUESTÃO

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.717
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Questao biotecnologia

  1. 1. Interbits – SuperPro ® Web , 1. (Ufsm 2015) Alguns grupos de pesquisa brasileiros estão investigando bactérias resistentes a íons cloreto, como Thiobacillus prosperus, para tentar compreender seu mecanismo de resistência no nível genético e, se possível, futuramente transferir genes relacionados com a resistência a íons cloreto para bactérias não resistentes usadas em biolixiviação (um tipo de biorremediação de efluentes), como Acidithiobacillus ferrooxidans. Considerando as principais técnicas utilizadas atualmente em biologia molecular e engenharia genética, a transferência de genes específicos de uma espécie de bactéria para outra deve ser feita através a) de cruzamentos entre as duas espécies, produzindo um híbrido resistente a íons cloreto. b) da transferência para a bactéria não resistente de um plasmídeo recombinante, que contenha o gene de interesse previamente isolado da bactéria resistente, produzindo um Organismo Geneticamente Modificado (OGM). c) da transferência de todo o genoma da bactéria resistente para a nova bactéria, formando uma espécie nova de bactéria em que apenas o gene de interesse será ativado. d) da simples clonagem da bactéria resistente, sem a modificação da bactéria suscetível a íons cloreto. e) da combinação do genoma inteiro da bactéria suscetível com o genoma da bactéria resistente, formando um organismo quimérico, o que representa uma técnica muito simples em organismos sem parede celular, como as bactérias. 2. (Uepa 2015) Leia o texto para responder à questão. Organismos transgênicos são aqueles modificados geneticamente com a alteração do DNA, ou seja, quando são inseridos num determinado indivíduo genes provenientes de outras espécies, com o objetivo de gerar produtos de interesse para os seres humanos. (fonte modificada: http://www.fruticultura.iciag.ufu.br / transgenicos.htm#SITUAÇÃO) Sobre o conceito em destaque, analise as afirmativas abaixo. I. O gene que produz o hormônio do crescimento humano foi isolado e transferido para zigotos de camundongos. II. Várias espécies de vegetais como milho, algodão, tomate portam e manifestam genes de bactérias que lhes dão resistência a insetos. III. A bezerra "Vitória" foi o primeiro animal brasileiro obtido por transferência do núcleo de uma célula de embrião coletado de uma vaca adulta. IV. Existem variedades de soja que apresentam genes de outras espécies que lhes conferem resistência a herbicidas. A alternativa que contém todas as afirmativas corretas é: a) I e II b) I, II e IV c) II e III d) II, III e IV e) I, II, III e IV 3. (Pucrj 2015) A figura abaixo representa o resultado de um teste de paternidade. Este teste baseia-se na identificação de marcadores genéticos compartilhados ou não por pai, mãe e filhos. Página 1 de 23
  2. 2. Interbits – SuperPro ® Web Considerando a figura, NÃO é correto afirmar que: a) I é filho biológico do casal. b) V não pode ser filho biológico deste casal. c) II não é filho deste pai. d) III é irmã o biológico de I. e) IV e I são irmãos gêmeos monozigóticos. 4. (Acafe 2015) Biotecnologia é o conjunto de conhecimentos que permite a utilização de agentes biológicos (organismos, células, organelas, moléculas) para obter bens ou assegurar serviços. Sobre o tema, analise as afirmações a seguir. I. As técnicas biotecnológicas possibilitam à Indústria Farmacêutica cultivar microrganismos para produzir os antibióticos, por exemplo. ll. A Engenharia Genética ocupa um lugar de destaque como tecnologia inovadora, seja porque permite substituir métodos tradicionais de produção de hormônio de crescimento e insulina, seja porque permite obter produtos inteiramente novos (Organismos transgênicos). Ill. Hoje, a utilização de plasmídeos bacterianos restringe-se à produção de novos medicamentos. lV. Através de técnicas biotecnológicas é possível o tratamento de despejos sanitários pela ação de microorganismos em fossas sépticas. V. A aplicação da biotecnologia está limitada a área médica e de saúde. Todas as afirmações corretas estão em: a) I - II - IV b) II - III - IV c) III - IV - V d) IV - V 5. (Acafe 2015) Recentemente o Instituto de Pesquisa com Células-tronco da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - IPCT/UFRGS gerou a primeira linhagem de células-tronco pluripotentes induzidas da região sul do País. Pela primeira vez na região Sul, uma célula madura foi induzida a se tornar pluripotente através de uma serie de procedimentos laboratoriais, ou seja, a partir de uma célula somática (2n) já constituída, foi obtida uma célula- tronco. Esse procedimento é essencial para o futuro das pesquisas na área, já que foge da discussão ética-religiosa a qual cerca as células-tronco embrionárias, além de evitar o risco de rejeição do corpo a nova célula por carregar o mesmo material genético do transplantado. Fonte: http://celulastroncors.org.br/ Acesso em 30/10/2014 O esquema a seguir mostra o potencial das células tronco. Página 2 de 23
  3. 3. Interbits – SuperPro ® Web Nesse sentido, analise as afirmações a seguir. I. As células-tronco são células capazes de autorrenovação e diferenciação em muitas categorias de células. Elas podem se dividir e se transformar em outros tipos de células. ll. As células pluripotentes são assim chamadas por possuir a capacidade de se transformar em qualquer tipo de célula adulta. Ill. As células-tronco adultas são chamadas de multipotentes por serem mais versáteis que as embrionárias e encontram-se principalmente na medula óssea. lV. As células-tronco multiplicam-se através do processo de divisão celular chamado meiose. V. O tecido do cordão umbilical é uma fonte riquíssima em células-tronco jovens, as quais podem dar origem a uma infinidade de tipos de células, como por exemplo, células musculares, ósseas, tendíneas e cartilaginosas. Essa plasticidade permite que essas células-tronco possam, futuramente, ser aplicadas para o tratamento de diversas patologias. Todas as afirmações corretas estão em: a) III - IV b) I - III - V c) II - IV - V d) I - II - V 6. (Enem PPL 2014) O arroz-dourado é uma planta transgênica capaz de produzir quantidades significativas de betacaroteno, que é ausente na variedade branca. A presença dessa substância torna os grãos amarelados, o que justifica seu nome. A ingestão dessa variedade geneticamente modificada está relacionada à redução da incidência de a) fragilidade óssea. b) fraqueza muscular. c) problemas de visão. d) alterações na tireoide. e) sangramento gengival. 7. (Unifor 2014) Leia o texto abaixo: “Nasceu no dia 27 de março de 2014, na Universidade de Fortaleza - Unifor, a primeira cabra clonada e transgênica da América Latina. Chamada pelos cientistas de Gluca, ela possui uma modificação genética que deverá fazer com que ela produza em seu leite uma proteína humana chamada glucocerebrosidase, usada no tratamento da doença de Gaucher. Trata-se de uma doença genética relativamente rara, porém extremamente custosa para o sistema público de saúde. Segundo informações levantadas pelos pesquisadores, o Ministério da Saúde gasta entre R$ 180 milhões e R$ 250 milhões por ano com a importação de tratamentos para pouco mais de 600 pacientes com Gaucher no Brasil. Página 3 de 23
  4. 4. Interbits – SuperPro ® Web As drogas importadas são baseadas em proteínas produzidas in vitro, cultivadas em células transgênicas de hamster ou cenoura. A proposta da pesquisa brasileira é produzir a glucocerebrosidase no País, no leite de cabras transgênicas, a custos muito inferiores ao da produção em células em cultura.” Texto adaptado do Jornal O Estado de São Paulo, 14/04/2014. Baseando-se em alguns conceitos citados pelo texto, como transgênicos e clonagem, marque a alternativa CORRETA. a) Clonagem é a produção de indivíduos geneticamente iguais. É um processo de reprodução sexuada que resulta na obtenção de cópias geneticamente idênticas do ser vivo. b) A clonagem pode ser obtida através da transferência do núcleo de uma célula somática da cabra que originou a Gluca, para um óvulo anucleado. c) Sabe-se que a clonagem é um processo fácil de ser obtido. Em 1996, a ovelha Dolly nasceu depois de apenas 2 tentativas que fracassaram. d) Os transgênicos são organismos vivos modificados em laboratório, onde se altera o código genético de uma espécie com introdução de uma ou mais sequências de DNA, provenientes do mesmo organismo. e) Transgênicos e Organismos Geneticamente Modificados (OGM) são sinônimos. Todo transgênico é um organismo geneticamente modificado, e todo OGM é um transgênico. 8. (G1 - ifsp 2014) A raposa, o lobo e o cão doméstico pertencem a espécies biológicas distintas entre si. Suponha que o seguinte experimento tenha sido realizado com sucesso: o núcleo de uma célula do corpo de um cão tenha sido transplantado para um óvulo anucleado de uma raposa e o embrião tenha sido implantado no útero de uma loba, ocorrendo a gestação. O animal será um clone que apresentará características genéticas a) da raposa, apenas. b) da loba, apenas. c) do cão, apenas. d) da mistura do cão e da raposa. e) da mistura da raposa e da loba. 9. (Cefet MG 2014) Com o desenvolvimento de técnicas de genética e aumento da área plantada com transgênicos surgiram preocupações com a biossegurança, restringindo esse tipo de cultura. Mesmo assim espera-se que a taxa de cultivo de organismos geneticamente modificados no Brasil cresça em média 54% até a safra 2020/21. Disponível em: <http://agromais.tv>. Acesso em: 26 jul. 2012. (Adaptado) Essas preocupações justificam-se pela possibilidade de a) ocorrência de mutações que proliferam células humanas após a absorção dos transgenes. b) produção de toxinas nocivas ao homem em consequência da mutagênese gerada nos vegetais. c) fluxo de genes entre as espécies nativas e as transgênicas que causam impactos na biodiversidade. d) distribuição de grande número de sementes transgênicas de forma ilícita por produtores após o primeiro plantio. e) geração de problemas imediatos no fígado e nos rins humanos decorrentes do consumo de alimentos transgênicos. 10. (Enem 2014) Em um laboratório de genética experimental, observou-se que determinada bactéria continha um gene que conferia resistência a pragas específicas de plantas. Em vista disso, os pesquisadores procederam de acordo com a figura. Página 4 de 23
  5. 5. Interbits – SuperPro ® Web Do ponto de vista biotecnológico, como a planta representada na figura é classificada? a) Clone. b) Híbrida. c) Mutante. d) Adaptada. e) Transgênica. 11. (Ucs 2014) Pessoas que sofrem de leucemia e que recebem os tratamentos convencionais sem alcançar os resultados esperados necessitam de transplante de medula. O procedimento consiste em retirar parte do tecido de um doador compatível e introduzi-lo num receptor. Esse tecido do doador geralmente é retirado da medula a) raquidiana. b) espinhal. c) cerebral. d) óssea dos ossos curtos. e) óssea dos ossos do quadril. 12. (Ufg 2014) Leia o texto a seguir. No Brasil, atualmente, existe a Rede BrasilCor, que congrega bancos públicos de cordão umbilical e placentário em todo país, sendo um aliado importante na luta contra as doenças hematológicas como a leucemia. Disponível em: <http://www.inca.gov.br>. Acesso em: 3 set. 2013. (Adaptado). Para o tratamento dessa doença, é necessário o transplante de medula óssea. O material biológico armazenado nesses bancos pode ser utilizado para esse tratamento, pois é rico em a) glóbulos brancos. b) células-tronco. c) glóbulos vermelhos. d) plaquetas. e) macrófagos. 13. (Enem 2014) Na década de 1990, células do cordão umbilical de recém-nascidos humanos começaram a ser guardadas por criopreservação, uma vez que apresentam alto potencial terapêutico em consequência de suas características peculiares. O poder terapêutico dessas células baseia-se em sua capacidade de a) multiplicação lenta. Página 5 de 23
  6. 6. Interbits – SuperPro ® Web b) comunicação entre células. c) adesão a diferentes tecidos. d) diferenciação em células especializadas. e) reconhecimento de células semelhantes. 14. (Ufsm 2014) Células-tronco são células com capacidade de se diferenciarem vários tipos celulares, e seu estudo pode trazer contribuições importantes para a medicina. Sobre as células-tronco naturais do corpo humano, é correto afirmar: I. São diploides e originam-se de divisões mitóticas. II. O padrão de atividade de seus genes determina a diferenciação celular. III. Para haver diferenciação, é necessário induzir alterações no número de cromossomos ou na estrutura dos genes. IV. São diploides, com exceção das células-tronco embrionárias, haploides. Estão corretas a) apenas I e II. b) apenas I e III. c) apenas II e IV. d) apenas II, III e IV. e) apenas III e IV. 15. (Ifsc 2014) Pesquisadores da Universidade de Minesotta conseguiram demonstrar que células-tronco podem reparar danos cerebrais em ratos. O dano cerebral induzido na pesquisa levou os animais a perderem o controle das patas. Uma semana após o início do tratamento, as células-tronco começaram a assumir características das células cerebrais funcionais e os ratos recuperaram o movimento das pernas. Fonte: texto adaptado de WESTPHAL, S.P. Under your skin. New Scientist, v. 173, n. 2334, p.12, 2002. Sobre células-tronco assinale a soma da(s) proposição(ões) CORRETA(S). 01) Ao buscar células-tronco embrionárias, um pesquisador deverá retirar células que se encontram na fase final da organogênese, pois estas células já iniciaram seus processos de diferenciação. 02) As células-tronco são encontradas apenas nas fases iniciais do desenvolvimento embrionário, isto justifica a controvérsia existente em vários países quanto à permissão ou não do uso destas células em pesquisas. 04) Além das células-tronco embrionárias, existem células-tronco adultas, como as células da medula óssea vermelha. 08) Uma célula-tronco é caracterizada por ser haploide e ser originada através de divisões meióticas. 16) O que caracteriza uma célula-tronco é o fato de esta não ter sofrido diferenciação, conservando seu potencial de se transformar em qualquer célula do corpo. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: A biotecnologia envolve várias técnicas que utilizam seres vivos visando desenvolver produtos ou processos para melhoria da qualidade de vida. Essas técnicas podem ser usadas para obtenção de alimentos, drogas, sistemas de produção, entre outros. Um exemplo é a cultura de células in vitro, técnica biotecnológica que pode utilizar tanto células animais quanto vegetais. Para a cultura in vitro há necessidade de usar meio de cultura que contém nutrientes (água, minerais, vitaminas e açúcares) necessários para sobrevivência, crescimento e proliferação celular. Pequenas alterações nesse meio podem acarretar modificações fisiológicas e metabólicas. Disponível em: <www.laben.ufscar.br/documentos/arquivos/cultura-celular.pdf>. Acesso em: 2 abr. 2014. (Adaptado). Página 6 de 23
  7. 7. Interbits – SuperPro ® Web 16. (Ufg 2014) Para a utilização da técnica biotecnológica referida no texto, o material vegetal precisa apresentar totipotência, que é a capacidade celular de reconstituir um organismo inteiro. Assim, um tecido com essa capacidade e uma habilidade celular deste tecido são, respectivamente, a) esclerênquima e alongamento. b) parênquima e divisão. c) xilema e diferenciação. d) súber e alongamento. e) floema e divisão. 17. (Enem 2013) A estratégia de obtenção de plantas transgênicas pela inserção de transgenes em cloroplastos, em substituição à metodologia clássica de inserção do transgene no núcleo da célula hospedeira, resultou no aumento quantitativo da produção de proteínas recombinantes com diversas finalidades biotecnológicas. O mesmo tipo de estratégia poderia ser utilizada para produzir proteínas recombinantes em células de organismos eucarióticos não fotossintetizantes, como as leveduras, que são usadas para produção comercial de várias proteínas recombinantes e que podem ser cultivadas em grandes fermentadores. Considerando a estratégia metodológica descrita, qual organela celular poderia ser utilizada para inserção de transgenes em leveduras? a) Lisossomo. b) Mitocôndria. c) Peroxissomo. d) Complexo golgiense. e) Retículo endoplasmático. 18. (Enem 2013) Para a identificação de um rapaz vítima de acidente, fragmentos de tecidos foram retirados e submetidos à extração de DNA nuclear, para comparação com o DNA disponível dos possíveis familiares (pai, avô materno, avó materna, filho e filha). Como o teste com o DNA nuclear não foi conclusivo, os peritos optaram por usar também DNA mitocondrial, para dirimir dúvidas. Para identificar o corpo, os peritos devem verificar se há homologia entre o DNA mitocondrial do rapaz e o DNA mitocondrial do(a) a) pai. b) filho. c) filha. d) avó materna. e) avô materno. 19. (Uem 2013) Uma maneira de se obter o clone de um animal é transferir o núcleo de uma célula somática de um animal adulto Y para um óvulo de uma fêmea X da mesma espécie, do qual foi previamente eliminado o núcleo. O embrião resultante é implantado no útero de um animal Z (da mesma espécie), originando um novo indivíduo (clone). Sobre esse assunto, assinale a(s) alternativa(s) correta(s). 01) O DNA nuclear do clone é igual ao do organismo Y. 02) O DNA mitocondrial do clone é igual ao do organismo X. 04) Clones genotipicamente idênticos terão os mesmos fenótipos por causa da ação do meio. 08) Clones naturais são comuns em esponjas. 16) Clone é o indivíduo originário de outro, de forma assexuada, com o mesmo patrimônio genético. 20. (Cefet MG 2013) A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) planeja trabalhar na clonagem de espécies ameaçadas de extinção no Brasil, de animais como lobo- guará, onça pintada e veado catingueiro. No entanto, esse projeto não pretende se tornar a principal ferramenta de preservação dessas espécies, mas, sim, complementar os esforços de conservação de matas, rios e reservas. Disponível em: <http://www.estadao.com.br/noticias/geral,embrapa-buscaclonagem- inedita-de- animais-ameacados-de-extincao-no-brasil,960681,0.htm.>. Acesso em: 08 Abril 2013 (adaptado). Página 7 de 23
  8. 8. Interbits – SuperPro ® Web A principal limitação dessa técnica, apesar dos seus benefícios ecológicos, é a) diminuir a variabilidade genética das populações. b) impedir a adaptação de animais nascidos em cativeiro. c) necessitar de um grande número de óvulos do doador do DNA. d) requerer gametas masculinos compatíveis de diferentes espécies. e) precisar de uma mãe de aluguel da mesma raça para gerar o clone. 21. (Ufrn 2013) Como fazer um salmão comum virar um gigante? O segredo é pegar do Chinook (Salmão originário da Europa) um trecho de DNA denominado promotor do hormônio de crescimento e inseri-lo na célula ovo do salmão do Atlântico Norte. A sequência promotora controla, indiretamente, a produção de proteína que, nesse caso, é a do hormônio de crescimento. Enquanto o salmão oceânico só produz o hormônio do crescimento no verão, o híbrido produz o ano inteiro. Depois da inserção do DNA do Chinook no salmão do Atlântico Norte, este passa a ser a) quimera, pois ocorreu a clivagem dos dois alelos do gene que codifica a produção do hormônio do crescimento. b) clone, pois esse organismo foi gerado artificialmente a partir de óvulos não fecundados, conferindo-lhe vantagens quanto ao seu desenvolvimento. c) animal transgênico, pois se trata de um organismo que contém materiais genéticos de outro ser vivo, com vantagens em relação ao seu tamanho. d) organismo geneticamente modificado, pois a inserção do DNA promotor do hormônio do crescimento produz cópias idênticas do salmão gigante. 22. (Enem PPL 2013) A transferência de genes que poderiam melhorar o desempenho esportivo de atletas saudáveis foi denominada doping genético. Uma vez inserido no genoma do atleta, o gene se expressaria gerando um produto endógeno capaz de melhorar o desempenho atlético. ARTOLI, G. G.; HIRATA, R. D. C.; LANCHA JR., A. H. Revista Brasileira de Medicina Esportiva, v. 13, n. 5, 2007 (adaptado). Um risco associado ao uso dessa biotecnologia é o(a) a) obtenção de baixo condicionamento físico. b) estímulo ao uso de anabolizantes pelos atletas. c) falta de controle sobre a expressão fenotípica do atleta. d) aparecimento de lesões decorrentes da prática esportiva habitual. e) limitação das adaptações fisiológicas decorrentes do treinamento físico. 23. (Upe 2013) Leia o texto a seguir: Priscila Zenatti e Andrés Yunes, pesquisadores do Centro Infantil Boldrini, desenvolveram um estudo com a proteína interleucina7 (IL7R), que exerce papel na formação e no amadurecimento dos linfócitos T. “A mutação genética encontrada provoca ativação contínua da proteína, contrariando o processo normal de amadurecimento celular, o que leva à proliferação exagerada de linfócitos imaturos e ao desenvolvimento da leucemia linfoide aguda (LLA) de células T”, descreve Priscila. Dos quatro tipos mais comuns de leucemia (tipo de câncer), a LLA é o tipo mais comum em crianças pequenas, ocorrendo também em adultos, agravando-se rapidamente. Ao longo de cinco anos, o estudo promoveu a análise genômica de amostras clínicas de 201 pacientes, na qual 10% apresentaram a mutação na IL7R. Para confirmar a relação entre a mutação e a ocorrência da LLA de células T, os pesquisadores avaliaram as consequências da alteração molecular em células humanas cultivadas in vitro e em camundongos transgênicos, confirmando o potencial leucemogênico da mutação da IL7R. Os pesquisadores realizaram testes preliminares com algumas drogas que se mostraram capazes de inativar as células portadoras da proteína alterada. Os próximos estudos concentrarão esforços no desenvolvimento de anticorpos e novos fármacos capazes de reconhecer especificamente a proteína e vias de ativação celular afetadas pela mutação, com o objetivo de inativar a proteína alterada e interromper o ciclo da doença, sem afetar as células saudáveis do paciente. Página 8 de 23
  9. 9. Interbits – SuperPro ® Web Disponível em: http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/revistaredecancer/site/home/n15/revista_15 (Adaptado) O uso de células humanas cultivadas in vitro e de camundongos transgênicos é de extrema importância no estudo de doenças, permitindo a melhoria no diagnóstico e na prevenção de doenças hereditárias e/ou genéticas bem como na identificação de genótipos. Assim, de acordo com o texto, para confirmar a relação entre a mutação e a ocorrência da LLA de células T, é esperado que a) os camundongos, ao receberem o gene da proteína humana defeituosa, fiquem doentes e desenvolvam tumores e infiltração de células leucêmicas em diversos órgãos, confirmando o potencial cancerígeno da mutação da IL7R. b) o uso dos animais transgênicos tenha contribuído para o conhecimento das diferentes vias de ativação celular envolvidas na proliferação e maturação das células mieloides, indicando o potencial cancerígeno da mutação da IL7R. c) o cultivo celular tenha auxiliado na identificação da função da proteína IL7R na patogênese da LLA de células B, trazendo novas perspectivas para o desenvolvimento futuro de terapias alvo-específicas, mediadas por vetores de clonagem. d) algumas drogas analisadas em ensaios preliminares, realizados via terapia gênica, tenham capacidade de inibir as vias de ativação celular afetadas pela mutação genética, trazendo a cura de leucemias. e) os anticorpos de camundongos produzidos pelos linfócitos T e os novos fármacos tenham a capacidade de reconhecer a mutação IL7R, interrompendo o ciclo da doença, sem afetar as células saudáveis do paciente. 24. (Uerj 2013) Em algumas plantas transgênicas, é possível bloquear a produção de um determinado fito-hormônio capaz de acelerar a maturação dos frutos. Com o objetivo de transportar frutos transgênicos por longas distâncias, sem grandes danos, o fito-hormônio cuja produção deve ser bloqueada é denominado: a) etileno b) giberelina c) ácido abscísico d) ácido indolacético e) 25. (Ufpr 2013) Assim como ocorre em animais, o teste de DNA pode ser utilizado para a identificação da paternidade de árvores. Quando os pais de uma árvore juvenil são identificados em uma floresta, é possível calcular a distância entre pais e filhos. As distâncias percorridas pelo pólen e pela semente que deram origem ao juvenil correspondem, respectivamente, à distância entre: a) a mãe e o juvenil e entre o pai e o juvenil. b) a mãe e o juvenil e entre o pai e a mãe. c) o pai e o juvenil e entre a mãe e o juvenil. d) o pai e a mãe e entre o pai e o juvenil. e) o pai e a mãe e entre a mãe e o juvenil. 26. (Enem 2013) Cinco casais alegavam ser os pais de um bebê. A confirmação da paternidade foi obtida pelo exame de DNA. O resultado do teste está esquematizado na figura, em que cada casal apresenta um padrão com duas bandas de DNA (faixas, uma para cada suposto pai e outra para a suposta mãe), comparadas à do bebê. Página 9 de 23
  10. 10. Interbits – SuperPro ® Web Que casal pode ser considerado como pais biológicos do bebê? a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5 27. (Cefet MG 2013) Chegou ao mercado o primeiro medicamento de terapia gênica – um marco na história da medicina. A droga é a esperança de uma vida sem sofrimento para milhares de pessoas que possuem uma doença genética rara, caracterizada por um defeito no gene que determina a produção da enzima lipase, responsável pela digestão de gorduras. Disponível em: <http://www.istoe.com.br/reportagens/270736_A+REVOLUCAO+ DA+TERAPIA+GENETICA.>. Acesso em: 18 fev. 2013. O uso de terapia gênica em indivíduos portadores dessa doença tem por objetivo a) impedir a absorção de lipídeos. b) inserir uma cópia do gene saudável. c) introduzir formas funcionais da enzima. d) corrigir o defeito no gene que degrada a gordura. e) ativar outros genes codificadores da mesma enzima. 28. (Ueg 2013) A clonagem terapêutica é um possível recurso para o tratamento de vários tipos de doenças. Sobre o uso de células-tronco, pode-se concluir: a) as células transplantadas nos pacientes são obrigatoriamente pouco diferenciadas. b) células clonadas do próprio paciente oferecem reduzido risco de indução do sistema imune. c) forma-se o zigoto com gametas do paciente e de um doador para originar a célula-tronco. d) um óvulo anucleado é fecundado pelo núcleo gamético de um doador saudável. 29. (Enem PPL 2013) O estudo do comportamento dos neurônios ao longo de nossa vida pode aumentar a possibilidade de cura do autismo, uma doença genética. A ilustração do experimento mostra a criação de neurônios normais a partir de células da pele de pacientes com autismo: Página 10 de 23
  11. 11. Interbits – SuperPro ® Web Analisando-se o experimento, a diferenciação de células-tronco em neurônios ocorre estimulada pela a) extração e utilização de células da pele de um indivíduo portador da doença. b) regressão das células epiteliais a células-tronco em um meio de cultura apropriado. c) atividade genética natural do neurônio autista num meio de cultura semelhante ao cérebro. d) aplicação de um fator de crescimento (hormônio IGF1) e do antibiótico Gentamicina no meio de cultura. e) criação de um meio de cultura de células que imita o cérebro pela utilização de vitaminas e sais minerais. 30. (Enem PPL) Pela manipulação genética, machos do Aedes aegypti, mosquito vetor da dengue, criados em laboratório, receberam um gene modificado que produz uma proteína que mata a prole de seu cruzamento. SILVEIRA, E. Disponível em: www.pesquisafapesp.com.br. Acesso em: 14 jun. 2011 (adaptado) Com o emprego dessa técnica, o número de casos de dengue na população humana deverá diminuir, pois a) os machos modificados não conseguirão fecundar as fêmeas. b) os machos modificados não obterão sucesso reprodutivo. c) os machos modificados possuem genes que impedem a infecção dos mosquitos. d) a inserção de novos mosquitos aumentará a quantidade de mosquitos imunes ao vírus. e) o número de machos modificados crescerá com as gerações. 31. (Ucs) Em 2003, foi publicado o decreto de rotulagem (4680/2003), que obrigou empresas da área da alimentação, agricultores e quem mais trabalha com venda de alimentos, a identificarem, com um “T” preto sobre um triângulo amarelo, o alimento com mais de 1% de matéria-prima transgênica. Página 11 de 23
  12. 12. Interbits – SuperPro ® Web Sobre transgênicos, analise as proposições abaixo. ( ) A introdução de transgênicos na natureza expõe nossa biodiversidade a sérios riscos, como a perda ou a alteração do patrimônio genético. ( ) Com a engenharia genética, fabricantes de agroquímicos criam sementes resistentes a seus próprios agroquímicos, ou mesmo sementes que produzem plantas com propriedades inseticidas. ( ) Não existe consenso na comunidade científica sobre a segurança dos transgênicos para a saúde humana e para o meio ambiente. ( ) Os transgênicos, ou organismos geneticamente modificados, são produtos de cruzamentos que aconteceriam na natureza, como, por exemplo, arroz cruzado com um nematodo. Assinale a alternativa que preenche corretamente os parênteses, de cima para baixo. a) V – F – V – F b) F – V – V – F c) V – F – F – V d) V – V – V – F e) F – V – F – V 32. (Fatec) Desde a Antiguidade, os empreendedores já fabricavam vinho, cerveja, pão, queijo e outros produtos por meio da fermentação. De lá para cá, muitas técnicas foram desenvolvidas e aplicadas aos processos biológicos de produção de substâncias para os mais variados fins. É a biotecnologia. A partir da década de 1970, a biotecnologia concentrou suas atenções nas pesquisas com o DNA (material genético), e com isso foi possível criar os organismos geneticamente modificados, conhecidos como transgênicos. Depois do sucesso obtido na transferência de genes de uma espécie para outra, foi possível evoluir e aplicar técnicas para a criação de medicamentos, hormônios, plantas modificadas e outros produtos. Analise as afirmações a seguir e assinale a correta. a) Os organismos transgênicos recebem e expressam genes de outras espécies. b) Os organismos geneticamente modificados são obtidos a partir da fermentação. c) A fabricação de pão e de queijo ocorre principalmente pela utilização de organismos transgênicos. d) Os organismos transgênicos não transferem as novas características adquiridas para as próximas gerações. e) A técnica de produção dos transgênicos é realizada apenas entre as espécies que pertencem ao mesmo reino. 33. (Unesp) Considere o cartum. Página 12 de 23
  13. 13. Interbits – SuperPro ® Web De maneira bem humorada e com certo exagero, a figura faz referência aos a) organismos transgênicos, nos quais genes de uma espécie são transferidos para outra espécie de modo que esta última expresse características da primeira. b) organismos geneticamente modificados, nos quais técnicas de engenharia genética permitem que se manipulem genes da própria espécie, fazendo-os expressar características desejáveis. c) animais híbridos, obtidos a partir do cruzamento entre indivíduos de espécies diferentes, o que permite que características de uma espécie sejam expressas por espécies não aparentadas. d) animais obtidos por seleção artificial, a partir da variabilidade obtida por acasalamentos direcionados, processo que permite ao homem desenvolver em espécies domésticas características de interesse comercial. e) animais resultantes de mutação gênica, mecanismo a partir do qual os indivíduos da espécie produzem novas características, em resposta às necessidades impostas pelo ambiente. 34. (Enem) O milho transgênico é produzido a partir da manipulação do milho original, com a transferência, para este, de um gene de interesse retirado de outro organismo de espécie diferente. A característica de interesse será manifestada em decorrência a) do incremento do DNA a partir da duplicação do gene transferido. b) da transcrição do RNA transportador a partir do gene transferido. c) da expressão de proteínas sintetizadas a partir do DNA não hibridizado. d) da síntese de carboidratos a partir da ativação do DNA do milho original. e) da tradução do RNA mensageiro sintetizado a partir do DNA recombinante. 35. (Pucrj) A figura abaixo mostra como o DNA de uma determinada planta foi modificado de maneira que ela se tornasse resistente a um herbicida. Página 13 de 23
  14. 14. Interbits – SuperPro ® Web Com relação à técnica utilizada, é correto afirmar que: a) foram utilizadas enzimas de restrição no DNA da planta. b) algumas bactérias têm capacidade de transferir parte de seu material genético para o genoma de determinadas plantas. c) somente as plantas não infectadas por bactérias se tornaram resistentes ao herbicida. d) o plasmídeo corresponde à porção de DNA cromossômico das bactérias. e) ao contrário das bactérias, os vírus nunca são utilizados para introduzir genes em células no processo de formação de organismos transgênicos. 36. (Enem PPL) Um estudo modificou geneticamente a Escherichia coli, visando permitir que essa bactéria seja capaz de produzir etanol pela metabolização do alginato, açúcar presente em grande quantidade nas algas marrons. A experiência mostrou que a bactéria transgênica tem capacidade de obter um rendimento elevado na produção de etanol, o que pode ser aplicado em escala industrial. “Combustível de algas”. Revista Pesquisa Fapesp, ed. 12, fev. 2012 (adaptado) O benefício dessa nova tecnologia, em comparação ás fontes atuais de produção de etanol, baseia-se no fato de que esse modelo experimental a) aumentará a extensão de área continental cultivada. b) aumentará a captação de CO2 atmosférico. c) facilitará o transporte do etanol no final da etapa produtiva. d) reduzirá o consumo de água doce durante a produção de matéria-prima. e) reduzirá a contaminação dos mares por metais pesados. 37. (Enem PPL) Na investigação de paternidade por análise de DNA, avalia-se o perfil genético da mãe, do suposto pai e do filho pela análise de regiões do genoma das pessoas envolvidas. Cada indivíduoi apresenta um par de alelos, iguais ou diferentes, isto é, são homozigotos ou heterozigotos, para cada região genômica. O esquema representa uma eletroforese com cinco regiões genômicas (classificadas de A a E), cada uma com cinco alelos (1 a 5), analisadas em urna investigação de paternidade: Página 14 de 23
  15. 15. Interbits – SuperPro ® Web Quais alelos, na sequência das regiões apresentadas, filho recebeu, obrigatoriamente, do pai? a) 2,4,5,2,4 b) 2,4,2,1,3 c) 2,1,1,1,1 d) 1,3,2,1,3 e) 5,4,2,1,1 38. (Ufu) A Escherichia coli é o micro-organismo mais estudado por cientistas no mundo todo, não somente pela importância de seu combate pelos órgãos promotores da saúde pública, devido às doenças intestinais causadas por essa bactéria, mas, fundamentalmente, porque a Escherichia coli é muito utilizada em técnicas de engenharia genética. Na técnica do DNA recombinante, a Escherichia coli é amplamente utilizada devido a) à facilidade de manipulação em laboratório do DNA cromossômico dessa bactéria não patogênica. b) à incorporação de enzimas de restrição específicas para o genoma da Escherichia coli, que não podem ser utilizadas em outro material genético. c) à presença do plasmídeo bacteriano, ao qual são incorporados genes de interesse econômico ou médico que passam a se expressar nas bactérias geneticamente modificadas, acarretando a produção de proteínas específicas. d) ao fato de ser o único micro-organismo no mundo com o genoma mapeado, o que facilita seu estudo por parte dos pesquisadores. 39. (Enem) Um instituto de pesquisa norte-americano divulgou recentemente ter criado uma “célula sintética”, uma bactéria chamada de Mycoplasma mycoides. Os pesquisadores montaram uma sequência de nucleotídeos, que formam o único cromossomo dessa bactéria, o qual foi introduzido em outra espécie de bactéria, a Mycoplasma capricolum. Após a introdução, o cromossomo da M. capricolum foi neutralizado e o cromossomo artificial da M. mycoides começou a gerenciar a célula, produzindo suas proteínas. GILBSON et al. Creation of a Bacterial Cell Controlled by a Chemically synthesized Genome. Science v. 329, 2010 (adaptado). A importância dessa inovação tecnológica para a comunidade científica se deve à a) possibilidade de sequenciar os genomas de bactérias para serem usados como receptoras de cromossomos artificiais. b) capacidade de criação, pela ciência, de novas formas de vida, utilizando substâncias como carboidratos e lipídios. Página 15 de 23
  16. 16. Interbits – SuperPro ® Web c) possibilidade de produção em massa da bactéria Mycoplasma capricolum para sua distribuição em ambientes naturais. d) possibilidade de programar geneticamente microrganismos ou seres mais complexos para produzir medicamentos, vacinas e biocombustíveis. e) capacidade da bactéria Mycoplasma capricolum de expressar suas proteínas na bactéria sintética e estas serem usadas na indústria. 40. (Unesp) Uma novidade dos cientistas: Combate à dengue com a ajuda do próprio mosquito transmissor Para os animais, o ato sexual é o caminho para a perpetuação da espécie. Um objetivo primordial que está se invertendo – pelo menos para o Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue. Por meio de manipulação genética, uma população de machos criada em laboratório recebeu um gene modificado que codifica uma proteína letal à prole. Quando esses machos cruzam com fêmeas normais existentes em qualquer ambiente, transmitem o gene à prole, que morre ainda no estágio larval. A primeira liberação na natureza desses animais geneticamente modificados no Brasil foi aprovada em dezembro de 2010 pela Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio). A linhagem deverá ser liberada no município de Juazeiro, no estado da Bahia. (Evanildo da Silveira. Pesquisa FAPESP, fevereiro de 2011. Adaptado.) Sobre a notícia, pode-se afirmar corretamente que os mosquitos a) transgênicos liberados no ambiente irão se reproduzir e aumentar em número, substituindo a população original. b) criados em laboratório, quando liberados no ambiente, irão contribuir com a redução do tamanho populacional das gerações seguintes. c) geneticamente modificados são resistentes à infecção pelo vírus causador da dengue, o que reduz a probabilidade de transmissão da doença. d) são portadores de uma mutação em um gene relacionado à reprodução, tornando-os estéreis e incapazes de se reproduzirem e transmitirem a dengue. e) modificados produzem prole viável somente se cruzarem com fêmeas, também modificadas, portadoras do mesmo gene. 41. (Ufsm) Bioma é uma região com o mesmo tipo de clima, possui plantas e animais característicos [Planeta Terra: Ecossistemas, 2008]. Mas, como a interferência do homem na natureza é constante, os cientistas criaram uma nova espécie de mosquito da malária modificado geneticamente para não transmitir essa doença e o introduziram na Amazônia. Então, é correto afirmar que a) modificar geneticamente um mosquito não significa alterar o seu DNA. b) modificar um organismo geneticamente significa cruzar espécies diferentes. c) a modificação genética dos mosquitos pode ser feita pelo cruzamento dos mosquitos da malária com outros tipos de insetos, gerando novas combinações. d) os ambientalistas defendem o uso da engenharia genética, pois os seus efeitos são totalmente previstos e controlados, não trazendo perigo para a humanidade. e) transgenia significa a inserção de um gene de uma espécie diferente em outra espécie. 42. (Ufpb) A tecnologia do DNA recombinante abriu novas perspectivas no melhoramento genético dos organismos. Essa técnica consiste na inserção de um segmento de DNA de uma espécie em outra e, para o seu desenvolvimento, diversas enzimas são utilizadas. Com base na literatura sobre a tecnologia do DNA recombinante, é correto afirmar: a) As enzimas de restrição identificam o segmento de DNA que será inserido na célula alvo. b) Os plasmídeos são enzimas importantes para unir as moléculas de DNA. c) A enzima DNA ligase é importante para inserir o DNA na célula alvo. d) As enzimas de restrição são utilizadas para cortar a molécula de DNA. e) O uso de plasmídeos diminui a eficiência das técnicas de manipulação do DNA. Página 16 de 23
  17. 17. Interbits – SuperPro ® Web Gabarito: Resposta da questão 1: [B] A bactéria transgênica recebe um plasmídeo recombinante que contém o gene que confere resistência aos íons cloreto, adquirindo essa nova característica fisiológica. Resposta da questão 2: [B] [III] Falsa. A bezerra "Vitória" foi o primeiro animal brasileiro obtido por transferência do núcleo de uma célula somática de vaca adulta para um óvulo previamente enucleado. Resposta da questão 3: [B] O indivíduo V é filho biológico do casal, porque os registros de seus segmentos de DNA coincidem com o referido casal. Resposta da questão 4: [A] [III] Falsa. A biotecnologia utiliza plasmídeos bacterianos para a produção de diversos organismos transgênicos tais como plantas, leveduras, tec. [V] Falsa. A biotecnologia é aplicada nas áreas médicas, veterinárias, agropecuárias, piscicultura, biorremediadoras, etc. Resposta da questão 5: [D] [III] Falsa. As células tronco embrionárias são mais versáteis do que as adultas, por serem indiferenciadas. [IV] Falsa. As células tronco multiplicam-se pelo processo de mitose. Resposta da questão 6: [C] O betacaroteno é um dos precursores da vitamina A. Essa vitamina lipossolúvel é importante para a formação do pigmento visual na retina dos olhos. Resposta da questão 7: [B] A clonagem reprodutiva é realizada através da transferência do núcleo de uma célula adulta da cabra que originou a Gluca, para um óvulo anucleado que gerou um embrião clonado. Resposta da questão 8: [C] As características genéticas do animal clonado serão determinadas pelo material genético (DNA) presente no núcleo da célula do cão utilizado no experimento. Resposta da questão 9: [C] Página 17 de 23
  18. 18. Interbits – SuperPro ® Web O fluxo gênico entre as espécies nativas e as geneticamente modificadas podem causar impactos na biodiversidade, porque os organismos transgênicos podem transmitir seus genes modificados às espécies não transgênicas. Resposta da questão 10: [E] A planta é classificada como um organismo transgênico, pois recebe, incorpora e expressa o gene extraído de outra espécie. Resposta da questão 11: [E] Os ossos chatos do quadril são ricos em medula óssea vermelha formada por tecido conjuntivo hematopoético produtor dos elementos figurados do sangue. Resposta da questão 12: [B] O material biológico armazenado nos bancos de cordão umbilical e placentário é constituído por células-tronco pluripotentes. Essas células são capazes de se dividir por mitose e se diferenciar para formar as células do sangue saudável. Resposta da questão 13: [D] O cordão umbilical dos mamíferos placentários contém células-tronco embrionárias, isto é, células indiferenciadas que podem se diferenciar em células especializadas. Resposta da questão 14: [A] [III] Falsa: A diferenciação celular ocorre por meio da expressão diferencial dos seus genes. [IV] Falsa: Todas as células-tronco são diploides por serem formadas a partir de divisões mitóticas do zigoto. Resposta da questão 15: 04 + 16 = 20. [01] Falsa: As células-tronco são obtidas nos estágios iniciais do desenvolvimento embrionário. [02] Falsa: As células-tronco também ocorrem no adulto, como as presentes na medula óssea vermelha. [08] Falsa: As células-tronco são diploides. Resposta da questão 16: [B] As células vegetais parenquimáticas são vivas, se dividem por mitose e podem se desdiferenciar adquirindo totipotência e, consequentemente, originar um vegetal completo. Resposta da questão 17: [B] As mitocôndrias possuem DNA próprio e, por esse motivo, poderiam receber, incorporar e expressar genes exógenos. Resposta da questão 18: [D] Página 18 de 23
  19. 19. Interbits – SuperPro ® Web Os peritos devem verificar se há homologia entre o DNA mitocondrial do rapaz e o DNA mitocondrial de sua avó materna. As mitocôndrias são organelas herdadas pela linhagem matrilinear, por meio do citoplasma do óvulo. Resposta da questão 19: 01 + 02 + 08 + 16 = 27. [04] Incorreto: Clones genotipicamente idênticos podem apresentar diferenças fenotípicas por causa da interação do meio ambiente com o genótipo. Resposta da questão 20: [A] A clonagem é um processo onde não há variabilidade por se tratar de um processo de cópia do material genético. A variabilidade é um fator importante para a seleção de espécies adaptadas a um determinado ambiente. Resposta da questão 21: [C] O salmão geneticamente modificado é um animal transgênico que recebe e expressa o gene determinante da produção do hormônio do crescimento. Resposta da questão 22: [C] O atleta transgênico expressa genes exógenos e, portanto, possui manifestações fenotípica diferentes dos atletas não modificados geneticamente. Resposta da questão 23: [A] Os camundongos geneticamente modificados que receberam o gene determinante da proteína humana defeituosa desenvolvem a LLA, confirmando o potencial cancerígeno do gene mutante. Resposta da questão 24: [A] O etileno é um hormônio gasoso liberado durante o processo de amadurecimento dos frutos. Plantas geneticamente modificadas podem ter a produção do etileno bloqueada e, consequentemente, amadurecerão mais tarde. Resposta da questão 25: [E] As distâncias relativas percorridas pelo pólen e pela semente permitem estimar as distâncias, respectivamente, entre a planta pai e a planta mãe, bem como a distância desta com a planta jovem. Resposta da questão 26: [C] O casal 3 pode ser considerado como pais biológicos do bebê, devido às coincidências de suas bandas de DNA com o pai e a mãe. Resposta da questão 27: [B] Página 19 de 23
  20. 20. Interbits – SuperPro ® Web A terapia gênica consiste em incluir um gene saudável nas células de uma pessoa que não apresenta este gene. No exemplo dado o gene que codifica a lipase, enzima que digere lipídios é defeituoso, a ação deste remédio é inserir um gene saudável com a finalidade das células produzirem a enzima. Resposta da questão 28: [B] As células tronco clonadas do próprio paciente oferecem pouco, ou nenhum, risco de rejeição pelo sistema imunológico do receptor do transplante. Resposta da questão 29: [E] A diferenciação das células-tronco em neurônios é estimulada em um meio de cultura que imita o cérebro, além de conter vitaminas e sais minerais. Resposta da questão 30: [B] Os machos transgênicos da espécie de Aedes aegypti não obterão sucesso reprodutivo porque receberam e expressam um gene que produz uma proteínas letal para sua prole. Resposta da questão 31: [D] Os organismos transgênicos são geneticamente modificados pela tecnologia do DNA recombinante. Eles incorporam e expressam genes de outros organismos e vão apresentar características vantajosas comercialmente. Resposta da questão 32: [A] Os organismos geneticamente modificados (transgênicos) recebem, incorporam e expressam genes de outras espécies. Esses organismos apresentam alterações genotípicas que lhes conferem qualidades, tais como: maior produtividade, resistência às variações de fatores ambientais, entre outras. Resposta da questão 33: [A] Organismos transgênicos recebem e expressam genes recebidos de outros seres vivos. A codificação universal dos aminoácidos, determinada pelo DNA, permite a transferência de genes entre quaisquer organismos, independentemente de sua origem ou posição taxionômica. Resposta da questão 34: [E] O gene inserido no milho por meio de uma molécula de DNA recombinante será expresso por meio da tradução do RNA mensageiro transcrito. Resposta da questão 35: [B] As bactérias possuem, além do DNA cromossômico, pequenas moléculas de DNA circular chamadas de plasmídeos. Na técnica mostrada, as enzimas de restrição não foram utilizadas no DNA da planta mas, sim, no plasmídeo da bactéria. As plantas infectadas pelas bactérias geneticamente modificadas se tornaram resistentes ao herbicida. Bactérias e vírus são utilizados para introduzir genes em células no processo de formação de organismos Página 20 de 23
  21. 21. Interbits – SuperPro ® Web transgênicos. Algumas bactérias e certos vírus têm capacidade de transferir parte de seu material genético para o genoma de determinadas plantas. Resposta da questão 36: [D] A formação das algas marrons ocorre nos mares e oceanos e não envolve o consumo de água doce. Resposta da questão 37: [B] O perfil eletroforético de bandas do DNA revela que o filho herdou, obrigatoriamente, do pai, as sequências 2, 4, 2, 1 e 3 das regiões genômicas A, B, C, D e E, respectivamente. Resposta da questão 38: [C] A bactéria E. coli é muito utilizada na tecnologia do DNA recombinante por possuir plasmídeos, isto é, moléculas de DNA circular onde podem ser inseridos genes de interesse que codificarão proteínas específicas. Resposta da questão 39: [D] A criação experimental de um genoma completo de uma bactéria e sua expressão plena em outro micro-organismo bacteriano possibilita a reprogramação genética desses organismos e de outros mais complexos, com a finalidade de produzir medicamentos, vacinas e combustíveis. Resposta da questão 40: [B] Os mosquitos machos Aedes Aegypti, geneticamente modificados e liberados no ambiente, vão contribuindo para a redução populacional da espécie. Eles transmitem aos descendentes um gene que provoca a morte dos jovens durante a fase larvária. Resposta da questão 41: [E] O mosquito transmissor da malária (Anopheles) transgênico é geneticamente modificado, porque recebeu um ou mais genes de outra espécie. Resposta da questão 42: [D] As enzimas de restrição reconhecem os sítios específicos (palíndromos) e cortam o DNA produzindo segmentos moleculares com extremidades adesivas. Página 21 de 23
  22. 22. Interbits – SuperPro ® Web Resumo das questões selecionadas nesta atividade Data de elaboração: 08/09/2015 às 22:02 Nome do arquivo: BIOTECNOLOGIA Legenda: Q/Prova = número da questão na prova Q/DB = número da questão no banco de dados do SuperPro® Q/prova Q/DB Grau/Dif. Matéria Fonte Tipo 1.............137391.....Média.............Biologia..........Ufsm/2015............................Múltipla escolha 2.............139631.....Média.............Biologia..........Uepa/2015............................Múltipla escolha 3.............135640.....Média.............Biologia..........Pucrj/2015............................Múltipla escolha 4.............140095.....Média.............Biologia..........Acafe/2015...........................Múltipla escolha 5.............140098.....Média.............Biologia..........Acafe/2015...........................Múltipla escolha 6.............141402.....Média.............Biologia..........Enem PPL/2014...................Múltipla escolha 7.............135264.....Média.............Biologia..........Unifor/2014...........................Múltipla escolha 8.............130378.....Baixa.............Biologia..........G1 - ifsp/2014.......................Múltipla escolha 9.............131794.....Média.............Biologia..........Cefet MG/2014.....................Múltipla escolha 10...........135525.....Média.............Biologia..........Enem/2014...........................Múltipla escolha 11...........134330.....Média.............Biologia..........Ucs/2014..............................Múltipla escolha 12...........128570.....Média.............Biologia..........Ufg/2014...............................Múltipla escolha 13...........135526.....Média.............Biologia..........Enem/2014...........................Múltipla escolha 14...........134088.....Média.............Biologia..........Ufsm/2014............................Múltipla escolha 15...........133052.....Média.............Biologia..........Ifsc/2014...............................Somatória 16...........134846.....Média.............Biologia..........Ufg/2014...............................Múltipla escolha 17...........128049.....Média.............Biologia..........Enem/2013...........................Múltipla escolha 18...........128051.....Média.............Biologia..........Enem/2013...........................Múltipla escolha 19...........123130.....Média.............Biologia..........Uem/2013.............................Somatória 20...........125575.....Média.............Biologia..........Cefet MG/2013.....................Múltipla escolha 21...........122469.....Média.............Biologia..........Ufrn/2013.............................Múltipla escolha Página 22 de 23
  23. 23. Interbits – SuperPro ® Web 22...........131564.....Média.............Biologia..........Enem PPL/2013...................Múltipla escolha 23...........122200.....Média.............Biologia..........Upe/2013..............................Múltipla escolha 24...........116537.....Média.............Biologia..........Uerj/2013..............................Múltipla escolha 25...........121718.....Média.............Biologia..........Ufpr/2013.............................Múltipla escolha 26...........128048.....Média.............Biologia..........Enem/2013...........................Múltipla escolha 27...........125581.....Média.............Biologia..........Cefet MG/2013.....................Múltipla escolha 28...........121109.....Média.............Biologia..........Ueg/2013..............................Múltipla escolha 29...........131566.....Média.............Biologia..........Enem PPL/2013...................Múltipla escolha 30...........127066.....Média.............Biologia..........Enem PPL/2012...................Múltipla escolha 31...........116345.....Média.............Biologia..........Ucs/2012..............................Múltipla escolha 32...........116805.....Média.............Biologia..........Fatec/2012...........................Múltipla escolha 33...........108879.....Média.............Biologia..........Unesp/2012..........................Múltipla escolha 34...........121567.....Média.............Biologia..........Enem/2012...........................Múltipla escolha 35...........117448.....Média.............Biologia..........Pucrj/2012............................Múltipla escolha 36...........127059.....Média.............Biologia..........Enem PPL/2012...................Múltipla escolha 37...........127060.....Média.............Biologia..........Enem PPL/2012...................Múltipla escolha 38...........121272.....Média.............Biologia..........Ufu/2012...............................Múltipla escolha 39...........108601.....Média.............Biologia..........Enem/2011...........................Múltipla escolha 40...........106217.....Média.............Biologia..........Unesp/2011..........................Múltipla escolha 41...........104171.....Média.............Biologia..........Ufsm/2011............................Múltipla escolha 42...........104321.....Média.............Biologia..........Ufpb/2011.............................Múltipla escolha Página 23 de 23

×