Reportagem acidentes de trânsito

1.067 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Reportagem acidentes de trânsito

  1. 1. TRÂNSITO EM PARINTINS MAIS CONSCIÊNCIA E RESPEITO PELA VIDA A falta de seriedade na legislação de trânsito e a falta de respeito com a vidahumana podem ser apontadas como as principais causas do aumento no índice deacidentes de trânsitos na cidade de Parintins. Com isso, ficam as interrogações dasociedade sobre as punições. “Será que se houvesse mais rigor, se houvesse seriedademesmo, se a legislação de trânsito fosse mais severa, eu tenho certeza de que muitasvidas seriam poupadas, muitas famílias não estariam vivendo a dor da perda do seu entequerido, e os motoristas não estariam cometendo tantas atrocidades nas estradas, nãoestariam cometendo tantas irresponsabilidades. A legislação de trânsito deveria tercomo principal foco a vida humana”, desabafa Greyce Guerreiro, a respeito da perda desua filha Priscila Guerreiro, universitária de Administração da Universidade Federal doAmazonas, em um acidente de trânsito no dia 14 de fevereiro de 2013 na cidade deParintins. A má conservação das ruas, a inexistência de pistas duplicadas, a falta depavimento de boa qualidade e o aumento no número de veículos são fatores que tambémcontribuem para o crescimento dos acidentes de trânsito no município, dificultando otráfego seguro dos veículos e demais usuários das vias. Outros fatores que somam demaneira significativa para este crescimento é a ausência de fiscalização e a falta demunicipalização no trânsito da cidade. A inexistência de fiscalização no trânsito é umdos - se não o - principal fator que contribui para o alto índice de acidentes de trânsito.A presença do estado nas ruas, através dos agentes de trânsito facilitaria o propósitoprincipal destes servidores, que é o de evitar ou amenizar que os acidentes de transitoaconteçam.Opinião Existe, ainda, a questão da imprudência, que ocorre principalmente por causada falta de educação e conscientização da sociedade. O acadêmico da UniversidadeEstadual do Amazonas, Eduardo Setúbal, fala que “seria de suma importância a inclusãoda matéria trânsito nas escolas, desde o ensino básico até a faculdade, pois a falta deeducação no trânsito no Brasil é algo vergonhoso! E a imprudência é consequência dafalta de educação, principalmente da falta de educação no trânsito!”
  2. 2. Estatísticas de ocorrências atendidas pelo Comando de Policiamento doInterior, quartel em Parintins do 11º Batalhão de Polícia Ostensiva e Proteção ao MeioAmbiente, apresentam os episódios em que o policiamento foi acionado para atender asocorrências de trânsito em Parintins. No ano de 2012 foram atendidas 615 ocorrências,acatando desde as infrações até os acidentes de trânsito sem vítimas ou tendo vítimafatal. Em janeiro de 2013, este número aumentou de maneira expressiva, pois noprimeiro mês de 2012 houve apenas onze ocorrências de acidentes de trânsito comvítimas, já em 2013 este índice subiu para quinze o número de vítimas acidentadas.Autoridades e órgãos competentes O major Valadares Pereira de Souza Júnior fala sobre as principais causas dosacidentes de trânsito que ocorrem na cidade de Parintins e destaca o fato de havermuitos menores de idade conduzindo veículos, relembra a falta de educação no trânsitoda cidade e também fala sobre a municipalização da cidade. “A lei da municipalizaçãodo trânsito em Parintins já foi aprovada e inclusive foi até criada uma secretaria quecuidaria especificamente destes assuntos, porém nunca entrou em vigor. Para que otrânsito de Parintins seja melhorado tem que haver uma iniciativa da prefeituramunicipal juntamente com o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran)e a Policia Militar”. Na maioria dos casos de acidentes de trânsito em Parintins há vítimas fatais enão fatais, que são acompanhadas de acordo com a instituição que é acionada. A 3ªDelegacia Regional de Polícia Civil de Parintins realiza este controle eacompanhamento diariamente. No período de janeiro a dezembro do ano de 2012 foramregistrados 183 casos de acidentes de trânsito. Fazendo uma comparativa dos doisprimeiros meses dos anos de 2012 e 2013, pode ser notado novamente o aumentoexpressivo nas ocorrências registradas, pois os números subiram de 8 casos em 2012para 56 casos registrados em 2013. O delegado Ivo Cunha destaca os procedimentos que a Polícia Civil efetuadesde o momento em que é feita a denúncia que houve acidentes de trânsito, até omomento em que a polícia realiza os trâmites. “Nós realizamos o flagrante em algunscasos, e em outros, prevalece o inquérito policial, o qual serve como peça preparatóriapara levar ao Ministério Público, então nós ouvimos as testemunhas e fazemos aperícia”, explicou o delegado. É citado também, que as principais causas dos acidentes
  3. 3. são devido a 70% da população parintinense não obter Carteira Nacional de Habilitação(CNH), sem o conhecimento necessário sobre as leis de trânsito, ocasionando assimimprudências, falta de manutenção dos automóveis e veículos conduzidos por menores.Registro de ocorrências nos hospitais Por conta dessas negligências, a segurança nas vias da cidade diminui deacordo com a quantidade de pessoas que adquirem seus meios de transporte semqualquer tipo de conhecimento prévio. Os dados dos hospitais são ainda mais alarmantes, com um aumento contínuono decorrer dos primeiros meses até o fim do ano 2012, pois nem todo acidente éregistrado nas delegacias locais, ao contrário dos hospitais. No ano de 2012, houve o total de 1.830 acidentes, com média de 153 registrospor mês, incluindo vítimas fatais e não fatais. O índice mais elevado no ano passadoocorreu no mês de outubro, com 197 acidentes. Neste ano, somente entre os meses dejaneiro e fevereiro foram superados os números do ano anterior, com 105 e 113 casosregistrados, respectivamente. Sobre as estatísticas do Hospital Regional Dr. Jofre de Matos Cohen, o índicede acidentes é bem inferior quando comparado ao Hospital Padre Colombo, com médiade 36 acidentes registrados por mês. As diferenças da quantidade de registros nos hospitais e nas delegacias mostramque, por conta da situação irregular de muitos condutores na cidade, poucos realizamocorrência sobre os acidentes, que na maioria das vezes envolvem menores de idade eadultos sem habilitação. A falta de conhecimento sobre as leis de trânsito doscondutores somado a ausência de fiscalização e acompanhamento dos órgãosresponsáveis, geram um resultado alarmante, visto que o índice de acidentes de trânsitoem Parintins cresce gradativamente.Sugestões e alternativas O professor MSc. Alexsandro Medeiros - Docente do colegiado do curso deServiço Social da Ufam e um dos organizadores da Comissão Permanente deMobilização dos Movimentos Sociais - expõe sua opinião e sugere soluções ealternativas para que minimize estas ocorrências. “Faltam políticas públicas (ações
  4. 4. governamentais, municipais e estaduais) que possam dar conta da solução dosproblemas do trânsito em Parintins. Uma vez identificado o problema é preciso formaruma agenda com soluções que possam assegurar a implementação de ações que possamdiminuir os problemas de trânsito da nossa cidade”, destaca o membro da comissão. No Brasil não há uma legislação de trânsito rigorosa, as leis são muito falhas,as penalidades são muito leves do que realmente deveriam ser. “Quem não obedece asleis de trânsito tem que ser penalizado, muito mais do que penalizar, é preciso haver umtrabalho de educação no trânsito, pois não podemos culpabilizar o Estado pelosacidentes que vem ocorrendo ultimamente: a sociedade também tem uma parcela deculpa e responsabilidade”, declara o professor Alexsandro. Em uma audiência pública que ocorreu no dia 22 de março de 2013, na CâmaraMunicipal, o prefeito de Parintins Alexandre da Carbrás confirmou a existência daaceitação da lei de municipalização do trânsito na cidade, aprovada em 2012, e que estáaveriguando se há ilegalidades, de acordo com a situação, se comprometeu a colocar emvigor. E afirmou ainda que está se empenhando para criar a empresa municipal detrânsito. Kethleen Guerreiro Rebêlo Jessica Santos Silva
  5. 5. ANEXOS 250 Hospital Padre Colombo 200 150 100 2012 50 2013 01 Fonte: Administração Hospital Pe. Colombo. Estatística de acidentes de trânsito que deram entrada noHospital Padre Colombo, demonstra claramente o aumento dos incidentes. Hospital Regional Dr. Jofre Cohen 50 40 30 20 Registro de acidentes 10 0 Dec/12 Jan/13 Feb/13 2 Fonte: Secretaria Geral Hospital Dr. Jofre Cohen

×