Ritualcomics turmadamnicajovem-edio75-141109224902-conversion-gate02

1.275 visualizações

Publicada em

ola gente aqui esta a edição 75

Publicada em: Turismo
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.275
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ritualcomics turmadamnicajovem-edio75-141109224902-conversion-gate02

  1. 1. _ #r h A113 ~ (t, ^ z . nar mms _ HKJÍ; M3353!” Í ” ' ima-z t ã¡ A : .HZ Ma: -. /Àl y I Í u . .. a. 5 . .PF5.. v.. ... s.. .u_. ._. ... ,._ _ . . . D,na. .§4.. n«_aum_. 5._ . m. . .mds. _._. a_. .,. .
  2. 2. _ / Í// QÍÊ/ ¡ZÍ/ ?Ílcõ
  3. 3. Na Edição Anterior. .. Aturma viaja para o interior para investigar a lenda da Jumenta Voadora. Durante a noite, eles são atacados por sete fantasmas e acabam se envolvendo numa história macabra que culmina com a morte do Cebola. .. mw» ›¡ ' A Hlâlêüãêfâljí? A ôH^Víííw9âa5â$l “êsçrzsooswçp ABISMO! ... PURGATÕRIO. . wmmmmmwam, os mmygeygs7womoâ~ Ã o¡ o ARTEFATO E OWRECEPTOR V695.. .? G- _. ... ... ... ... .« --›-~w›---
  4. 4. AQUl coMEcA NOSSA TRlsTE i-usrórzuA. .. NUMA NOITE escura. E . ..ONDE O CORPO DO CEBOLA REPOUSA 5EM VIDA NO. ..
  5. 5. - _ A ' ~ “ COMO eu CEM| TÉR|0. A v " . a V| M PARAR ATRÁS oA cAsA . . a ' DA JUMENTA VOADORA? TA TUDO r coupuso: . . TENTA 55 v A . -“ - LEMBRAR! SE LEMBRAR DE COMO TUDO ACONTECEU. ..
  6. 6. CAPÍTULO 7 UMA HORA PRONTINHO, CRlANCAS . ' EU MESMA COSTUREI AS ROUPAS. .. . ..E FIZ AS MÃSCARAS COM GESSO. .. JA' TERMINEI AS FANTASIAS DE VOCES! . ..E OUTRAS COlSAS QUE ACHEI NO MEU QUARTINHO DE TRALHA! o QUE vocês ACHARAM?
  7. 7. MÁSCARA DE LUA ! AH. .. QUE AMOR, BERENICE! você FEZ UMA MÁSCARA DE COELHO PRA MIM? EU GANHEl UMA DE PORCO! HUEHUEHUE! A MINHA TEM O FORMATO DE UMA MELANCIA! UAU! ! EU NUNCA TINHA PERCEBIDO COMO A LUA SE PARECE COM UMA MELANCIA!
  8. 8. CLARO, MAGALI! VAI SER BOM PRA BOM. .. ENTÃO, vAMOs LOGO, QUE ' . .._. ».. LHE. .. A FESTA JÁ DEVE FESTA? _ - GENTE RELAXAR E TER COMECADO! A GENTE vocês ESTÃO sE DIVERTIR! FALANDO V575 A5 SÉRIO? FANTASIAS NA CIDADE! ALEM DISSO, . E os FANTASMAS ' só AssOMERAM NA CIOADE A FLORESTA! E5TAREM05
  9. 9. NÃo VA¡ DAR, - A . _ MAS. .. MAS. .. cAscÃog - - você NÃO TEM A * « E MEDO DOS FANTASMAS 'e' vou vARAR A NOITE EDITANDO OS víDEOS QUE FILME¡ HOJE! A MAGALI COLOCOU SAL EM TODAS AS PORTAS E ELES NUNCA JANELAS! MAIS VÃO CONSEGUIR ENTRAR AQUI! BORA FESTAR ! I
  10. 10. DE FAN- TASMAS! O ow . MM o DESCULPA, CASCÃO. .. ã.
  11. 11. J , Lx-Fl q ' M' _ - ' v. f** DEEM UM N_ E, ._ L _ É_ Ma. , _ . › SHOW PRA Àg fifa/ ZÉ? ? ) _ . . CÂMERA! í A Éh( . › &Ífpi 1" n” _l _,3- - FILHOS DE ê E t' v” “til Ê. - . UMBRA! ' ”' V' “A p** PORQUE EU auERO / TRANSFORMAR ESTE . - A A* . . [v1 'Í"'*~›- á' -' A. ? ' *OIE DOCUMENTÁRIO g, ... MORA, / íSEL-Àá _f : é . j, à. 7-1,_ NUM SUCESSO! ! VOCÊ5 PODEM E E . af E " › -/ ENTRAR. Ç < Ãyãr »w/ t "/ t. ; PORQUEA , __ CÂMERA NÃO TA _l E FUNCIONANDO? t» , . /1
  12. 12. V , X_ "T/ "I _ u ~HÃ1L§ÍIÇÇLKII ' s/ “A50” A . ' mo l ' "V, ¡III! 'A' j BATERIA! ! v ACREDITO! A M* 'Íwvriuíl' * ISSO E HORA, . 1 MINHA FILHA? ~ SO PODE ESTAR DE « GRAÇA l COMIGO! l l l l DEVE ESTAR GUARPADA EM ALGUM LUGAR! O CASCAO TEM UMA BATERIA RESERVA! __ -TIRA O GAME DA _ MINHA MAO, SENAO Eu ME M560.. ." ENQUANTO ISSO, NA "SE EU NÃO ESTUDAR, NESSA PROVA
  13. 13. [Ç ' __ J p l N . v O f ; f QUE CARA › di# ': V__I' - É Íwr/ ¡Fj-. ÍÍ * _ I - a ' JK DENISE? L_ / n _J &e; f l " ' › ' _ ADORANDO 5T; zE BETO E AH, SAOUEII , _ . CRISPIANOI EO ›ÃAVÊCAO. 2124.2' . N o 1 ^“› M^5 QUEM " A TA APAIXONADA! EU QUERIA AINDA TÁ ApAIXON . p NÃO APARECEU. .. ADA u CONHECI ACHA aUE O CARA EU SOU TAO . ONTEM! T FACIL, ASSIM?
  14. 14. DESCULPA A DEMORA! I < VOCE VEIO? COMPORTA, AMIGA!
  15. 15. E AI, RAPAZ? vAI QUERER . JIM, . lc-: I.. I I. II. !I. I!I. . _ T ME FAZER DE a 1; DIFICIL POR 1; UM SEGUNDO, ° ; NÃO ME DEIxOU TERMINAR!
  16. 16. i / / I-! .~. =.'. a=. í›. =.'. a=f! ! W _Il/ f PARE DE , ' y ' TORTURAR MEUS SENTI- MENT OS! ~ Sou MULHER SERIA, PRA CASAR! v f NAO SOU BRIN- _ OUEDO, NAO! a c. .. : k TEM NAMORADA, ESOUECEU? MAS o V OLHA A À COITADO CARA DE 4 'fa . I AINDA GOSTA soFREpoR '. '. DELA! DELE!
  17. 17. A GAROTA DEU UM ¡ PE TAO FORTE NA TUMBA ' DO GAROTO, QUE ELE TA' * VENDO ESTRELAS ATÉ AO MEIO-DIA! MAS EU TÔ AQUI PRA AJUDAR ELE A SUPERAR! MAS SE ELE A Í E1550 o QUE REMENDO E u NAMORAR voce_ você QUEQ pgA PRA CARÉNCIA DE PAQAR DE FALAR AGORA. VAI SER SUA VIDA? - ^^^“M^N~7°? COMO SE EU NAO Só POR CAUSA DA CARENCIAI _ j. ESTIVESSE AQUI? ! TENHO QUE RESPEITAR OS SENTIMENTOS DO MENINO! APENAS UM PAR DE PERNAS GROSSAS USANDO UMA CALCA APERTADA!
  18. 18. VAMOS PEGAR A AGUA QUE ELE PEDIU! FICAR AQUI, xAVEcANDO COM O CON- VERSAO! EU FALEI QUE VOU FICAR AQUI, CONVERSANDO COM 0 XAVECÃO! a i ' O QUE VOCÊ ENTENDEU AGORA, __ _ TOR/ MENTO? EU Só VOU ALI E JA VOLTO, TÁ?
  19. 19. '4 . ' ENQUANTO - oNDE FOI CADÊ? QUE ELE NÃO ADIANTA! NÃO TA AQUI. - DEVE TER LEVADO NA MOCHILA DELE ! A CÂMERA TAMBEM FUNCIONA com PILHAS! A BERÊ DEVE TER PILHAS EM ALGUM LUGAR!
  20. 20. ONDE SERÁ QUE A BERENICE GUARDARIA PILHAS POR AQUI? ELA I= ALou I QUE TINI-IA UM I QUARTINHO ; I DE TRALHN! ^ "r : ' . E I . _ , , I , EssEs DEGRAUS NÃO TINI-IAM sIDO DEsMANTELADOs NA NOITE PASSADN? ' í _ I 5 III 1 y c» IÍ . ¡ z . /Í r w. SERÁ QUE FOI TUDO UMA ILUSÃO D05 FANTASMAS? OPA! EU NÃO 1/ DEVE se¡ O TÍNHÂ REPÀRÂVÔ QUAR-“NHO NE$$A PORTINHÂ QUE A BEQÊ DEBAIXO DA FALOU!
  21. 21. NÃO “v CONSIGO ENXERGAR BREU ! ! BELEZA! EU POSSO USAR
  22. 22. 15'Í"”. '›"'§Í¡"ǧ7$; é§? BQwm§çw. ., .L u' . x y¡ 'E' E A : v: “êãvqj _~ . v? v". .- . . ' , * "*. .§§ç; _; k5k? ? . › 4 Pá. __§é'; í '° e _é_ . aàxvavs .
  23. 23. *A 41,» I; .4,~; =*¡ EOMESMO FORMATO . ¡ n; a ¡ -' DA MINHA ESTRANHO. .. * - * I' ! DDE DAS cRUzEs, NO cEMITERIO DOS FILHOS DE UMBRA! ESTA CHAVE ONDE SERÁ QUE DEVE SER A ESTÁ A PORTA RESPOSTA QUE ELA ABRE? PRA ESSE MISTÉRIO l
  24. 24. .. .O QUE TEM BERENICE. .. ATRÁS ? ESSA PORTA? DA CASA DA J UMENTA VOADORA ! ! ELA TEM UMA FECHADURA FEITA DE OSSOS! QUER O E E OS FANTAS- “35” E ~ _ - . ' " MAS PODEM v E ESPERAR. - CONFERIR ISSO AGORA MESMO!
  25. 25. ENQUANTO 550. NA CHEGAMOS, CRIANÇAS! VAI-Wo SEREI você E O MAX O! IM OS MENINOS JA ESTÃO CANTANDO! E AGORA? CAOÊ A SOFIA E A DENISE? A FESTA TÁ QUANTA BOMBANDO! GENTE!
  26. 26. LEMBRAM _ _ ~_ Do PRIMO DO u_ E¡ _I cApâ o I 1 TEVE QUE FICAR í PÕDE vIRI NA CASA DA BERE, CEBOLA? ~; _ . I. _ FAZENDO o. -
  27. 27. VOCES NÃO é POD/ AM rER PEIXADO ELE SOZINHO! E PEGA LEVE, _ --7 XAVECÃO! . f __.4V, x~_. C›“~-“Ó '
  28. 28. Eu TENHO QUE FAZER @year ALGUMA ESPERA COISA! Aí¡ AGORA, FIQUEI SIM! PREOCUPADA. .. ENQUANTO ELE FICAR DENTRO O CEBOLA TÃ SEGURO, 'ELE NÃO SERIA « . LOUCO DE SAIR . QUE A 2 SAIR PRA pgA pLOQESTA' 1 IDEIA DE I . FLORESTA NÃO É? v ' JACU! ' NESSA_ s' A . 'A ESCURIDAOI
  29. 29. › . z 36.23% , E_ I I I . . .a “V, z. . x . , x, . J. ./ ./ . . _, . . / 7. . .a f . , . í . / 41/) / zn ¡U/ /n «HI/ HIM . IT I/ JI%›/ NMIW& . , . . , Views : il/ I / /A ~ . ÍÍÍÍ/ / › ocllzz/ z , - 11/1/11¡
  30. 30. EU ESTOU TÃO CANSADA. .. MINHA ÚLTIMA ESPERANÇA! A M-MENINA DO LAGO! ! EU NÃO AGUENTO í _ " . DOOUE MAIS ExISTIR _ A . VOCÊ TA. FALANDO ?
  31. 31. Eu NÃO CONSIGO ENCONTRAR O MEU ROSTO: ACONTECEU VEM ! EU VOU TE ONDE FOI QUE ^JU°^RI AS CRIANÇAS . ESCONDERAM ELE? CRIANÇAS MÁS. ..
  32. 32. ~ L/ “x/ 'Mb 1X. . _. . N . Í, I. w. . um pm EF M , : y ; - f 'IF/ F XAVECÃO! ! ENQUANTO EU TENHO QUE SALVAR _-. ... .._U. ..› '_ . . b
  33. 33. NA VOLTA, PASSA PERAE QUE NA PADARIA PRA EU TENHO UMAS MIM. OUE ACABOU MOEDAS E. .. O PÃO! I _. 57 › › - . *gr . _ ZOANDO! “ Eu vOU CONTIGO: . __, ., __, a , M5 voc; :É E MUWO g AFE: TA PRA NASCER _ mesmo; ' 50 QUE PODE MANDAR (I _ EM MIM: f; ñ
  34. 34. O CEBOLA E MEU AMIGO TAMBÉM, ESQUECEU? E A MAITÊ VAI JUNTO! EU NÂO TENHO TEMPO PRA DISCUTIR: E CASO DE VIDA OU MORTE! _ . A VAI TER MORTE. ? É! VAI TER ESERECLAMAR, É ' MORTE, SIM! ? E _Í vAI TER DUAS. : '
  35. 35. nã . , , f) m. ..? . .,. .u. PY. xÚ›N64É. ~W/ MJV v . .A , Ã +9. . . Ó. . I 7,. Q_= I;-I_, ›I¡
  36. 36. FOI LÁ DENTRO QUE ELES ESCONDERAM O MEU ROSTO! MAS EU NÂO POSSO ENTRAR. .. COMO EU VOU ABRIR A CHAVE DE OSSOS!
  37. 37. . uIEQ-Yjf-g
  38. 38. NÃO ABRA 1 g NÃO ABRA_ N? , A PORTA! A PORTA! NÃO ABRA A PORTA! “A” A SERPENTE ESTA' " x ' VOLTANDO! A * I › _g ' * ãâígâfãlí; “âxf/ I/ Ç . _ vAI BuSCARA ~ *- SUA CAMINHONETE -› E ENCONTRA A “TK GENTE AQUI!
  39. 39. MAS NÃO TEM NADA DE DIFERENTE DESTE LADO:
  40. 40. O SOM PAROU 3' w . ..w . a Qu. .. _Q v w m
  41. 41. LA' EM CIMA A DO PALCO! ! T 1.13._ EU FALEI PRA VOCES : REM <I EMBORA. .. VOCÊS NÃO QUISERAM ME OUVIR. .. EU AVISEI OUE UM DE VOCÊS IA MORRER. .. O CEBOLA?
  42. 42. .x/ 'X/ 'Tx . à . Ç . - _ « ALGUMA COISA zw' y** * A ACONTECEU COM V CORRE! ! ” CEBOLA! * - _ f Tó CORRENDO: Tó CORRENDOI (À AI, MEU DEUS! O OUE SERA' OUE “ ACONTECEU? r” CALMA, NE. ? A ' A IASEÀAÁÀBERÊ _ ' A _ A. L. - ' CORRER MAIS, A _ à EAGENTEOUE › ~ g VAI MORRER!
  43. 43. O om m” B E A(JM3ECA". BJPODUK ATE'TER NKDRRKWD' AH! JÃ UHWBREIO (QUE ACXDN- TECEU' EUIABRI AIWDRTA VERAÂE-
  44. 44. A MENINA AGORA OUE EU 555” Tãesss" . MEL/ FILME <› V ME 7-0 UE” 1 I A MINHA MERA v SERIA UM z 90 M50!! À _ o É - I PODIA TER I-'ILMADO SUCEÉÉ" E EU SERIA A FAMOSO! * “E” A3** ' _ , _ ' . . _. .. .ETORCER PRA I ' NÂO ENCONTRAR BOM. ..O "A A " ' NEGOCIO E FAZER O ~ ¡ÍJÍAÊÉHÀÊÊE CAMINHO DE VOLTA
  45. 45. MADAME ENQUANTO CREUZODETE! ! ISSO, NA , . CIDADE. ..
  46. 46. ' LEMBREI! ! EU A w UMA COISA HORRIVEL NAS CARTAS! ! NNGA» QUEM MANDA NA 50m- CARTA, HOJE EM DlAz JÁ OUVIU FALAR DE E-MAIL? TARÔ? V BARALHO, PRA MIM, E só PRA JOGAR ROUaA-MONTE, MAU- MAU E TRANCA! FALANDO DAs cARTAs DE TARÔ! UIA! ! QUE E E555 VE5T'°°- TRAaALHADO . _ : $223 EN, A? A. A H ' AM6 N° '-“x° E « . , RECALQUE! DESENHOS
  47. 47. AAA/ JH! ! 7 _ DENISE! ! . °°M'5°› = . . E ASSIM. .. DEIXA A : A v À -» . ..OLHOU PRO MULHER FALAR, 44,_ s CEU, VAI VER P PELO AMOR 6'” ' 3*. : A DE pgus! ! . ESTRELAS! 'I O ASSUNTO . -. ELE TINHA A E SÉRIO, A . MARCA DE ¡oR CRIANÇAS! _ , _ ' ~ NO BRAÇO. .. . ..E ACHOU A CHAVE OE ELE ABRIU A PORTA 05 FILHOS DE PROIBIDA. .. UMaRA ESTÃO ATRAs DELE!
  48. 48. í* ' . m. IIII * 'A6 SETE CRIANCAs AMALDIcoADA-s DA H| STÓR| A DA JUMENTA VOADORA. ; 'ELAS BRINCAM NO LlMlTE DA REALIDADE. ..” ' x. ¡l! '. ..E A EsCURIDAOI' E E5 sÃo M ¡To O CEBOLA AMIGA. .. QUE PooERososz LPODEQOSJS, NÃO TEM í VIBE PESADA! - como Assww ' A MENOR TA CARREGADÍS- CHANCE! SIMA!
  49. 49. É A TURMA, NO CARRO PESSOAL! ! E5PERA 2g 'EU Tó POR MIM! ! É*
  50. 50. W655 *' M” 'A PARA O CARRO, 7- OUWRAM T ãEñÊlRÃP/ DO! ERAM/ Oz _I " DO CEBOLA! › - _E2 V. . í VEIO LX# DE TRAsI ELE ESTÃÁXI M* ELE EsTA VIVO! vIvOI *re : A fi_ VOCÊ EsTAvA x5! _4 O “ã FALANDO EOERE ; 1 j - AX os FANTASMAS. .. j v ay. e: É. , , ã _ Í v
  51. 51. ELES NÃO SÃO ExATAMENTE FANTAS- MAs PORQUE NÃO I EsTAO MORTOS. .. › CARACTERÍSTICAS TíPICAs DOS Es-PIRI- Tos-. DONS PARANORMAIS. .. FICAM INvIsIvEIs, MOVEM COIsAs COM A MENTE. .. E CADA UM TEM UM PODER PERNA DE PAU TRANSFERE SUA DOR PARA SUAS ABS/ MTO E PIROCINETICO. CONSEGUE CRIAR FOGO DO NADA. .. E O PORTA-VOZ TEM PODEREs DE POSSESSÃO. ..
  52. 52. : . J -l « l CEBOLA! ! * A , = , NEssA CADÊ VOCÊ? ENQÊÉGISDO ESCURIDÂO, - 1,. : _ x VA| sER DIFÍCIL ' ACHAR ATE o r CAMINHO DE VOLTA ! VOLTARÁ/ Vl PRA ME BUSCAR!
  53. 53. TEM TAMBÉM 0 VIOLINISTA-u ELE TEM A CAPACIDADE DA PREMONICAO. .. CONSEGUE ' E PREVER EVENTOS. .. ESPECIALMENTE, A MORTE OAS PESSOAS ! ELAS SÂO AS MAIS PERIGOSAS : . OS REINOS PROFANOS. .. ~ .37
  54. 54. ' línãÉhtaws-. C. a __ “MT37379332 . FH . _ 'IIIIIR 63:91”. 'lim w_ l l b HMXIEII! Hinn __
  55. 55. ACHOU A GEN TE 7.' w A pf. . *J/ ::J . .E/ i'à. ~': ;§l? ÓFf. ~*-": Í I ›_' / í PELO . aa/ MOR DE . DEUS/ l * É Í A , í- -qlf/ t. y
  56. 56. O OUE VOCÊ Es TA' VENDO NÃO E REAL! c-COMO ASSIM, NÃO 51o voces. ? . xx I j K EU rá AQUI, BEM NA suA FRENTE! NÃO TA' ME VENDO? ELA DANCA : r “ ENTRE A A BAILARINA. .. í' . , V . x " , .. ' LOUCURA E A ' « ~ « sANIDADE. ..
  57. 57. SEUS AMIGOS NÃO PODEM TE VER. .. ELA CRIA ILUSÕES! . A. . __ _____ _ __. __
  58. 58. AFASTEM-SE ALGUEM ME AJUDA! ! . r abas (A. v) E5rA'AcON- ' A , O OUE I ESTÁACON- ' TCENDO? TECENDO? * ' ' O AMIGO DE VOCÊS EBTA E-EU ACHO QUE SEI O QUE . ..DENTRO DA UMBRA!
  59. 59. _. .~> NÃO! ! Eu só ArRAvEssEI UMA PORrA E. ..
  60. 60. Nós sABEMOs * ExATAMENTE _ POR OUE VOCE EsTA AQUI: E NÃO VAMOs PERMITIR OUE VOCÊ LEVE EMBORA O CRÃNIO DA JUMENTA! UE? ! c” '0 9** kg 4 JUMENTA? ! t. . ..ESSE É O ROSTO QUE A MENINA DO LAGO ESTÁ PROCU- RANDO? CONVERSA! VOCE VEM CONOSCO, AGORA!
  61. 61. /C-á-áxxxx (f-. . «E "E ' ~ A . .:: r Ç E O QUE “ VOCÊ NÃO VOCÊ PENsA. ^°“^ WE E” í MEL, AWGO, sAIRIA DE CASA SEM UM PLANO POTINI-IOS DE SAL! ! lNOFENSlVOS PARA OS HUMANOS. .. SÃOWCRANADAS CONTRA OS ESPÍRITOS! !
  62. 62. PINDAROLÀ S! !
  63. 63. . Q À f OUEFOI NAODAPRA MORRER, DE 5; NOVO, NE? í "Z : mr f 79:- Pa-. E-a- ~ . w, EsOUECI OUE, AGORA, EU sou UM ESPÍRITO. .. E O SAL TAMBEM ME AFETA! ME LlVREl DOS PIRRALHOS . '
  64. 64. AGORA, rEMOs “; ;__ l A : .. .ANTES -* QUE CORRER OE 4'*f"f": *2;›- A " E QUE ELES ME VOLTA PRA PORTA 'V ACHEM! VERMELHA. .. k I IIIIIÁIII' _ ENQUANTO _ . ' ~ á Isso, LONGE EAGORA. . A' PESSOAL? TOMEM UM CHA vocês EsTÂo _ , :L É - DE CAMOMILA MUITO NER- v E 1 v' . E><P'-'C^ A A ISSO DIREITO,
  65. 65. UMBRA . COMO à NÃO E UM I ASSIM? LUGAR. .. = A_ -E UMA DIMENSÃO PARALELA A NOSSA: DE LIMBO. .. OUTRAS, DE PURGATORIO. .. 4/4: / / 'II 'A Ú-í QUEM ESTA EM UMBRA CONTINUA E QUANDO OS . ..OU PRO NO NOSSO MUNDO, ESPIRITOS FICAM INFERNO! CONTWUA Â N°95^ AGUARDANDO. .. VOLTA. MAS ESTA NA VERDADE, UMBRA E UM ESTADO DE ENTÃO, O CEBOLA TA' MESMO MORTO? !
  66. 66. / ELE DEVE TER _ . ATRAVESSADO A à PORTA VERMELHA DA ( I "'“ " CASA DA JUMENTA *i *' , VOADORA: ELE ESTA PRESO EM FORMA DE ESPIRITO: A PORTA VERMELHA E UMA PASSAGEM Ç PRA UMBRA? = “ " É ELE PEV/ A TER FICADO QUIET O AQUI DENTRO! A LlNHA TURMA! DE SAL, NA VEJAM JANELA. .. ACHO QUE OS FILHOS DE UMBRA VIERAM AQUI E ATACARAM O CEBOLA!
  67. 67. :+5 _Â PE$50ALI rA* runo UMA BAGUNCA No PARECE OUE &A; TEVE UMA BRIGA FEIA Au ave/ vma¡ . u, u. «uxfub -. ER. .. TEVE BRIGA NBVHUMA! EU mesmo BAGUNCEI TUDO! FOI MAL Af . I . , . . , , f¡ . .: M, 7. _4 _ _. _ . _L 1:7', O Í; "x Al, CARAMBA¡ . oâFANTAâ/ HAS *j ~ NÃO PEV/ Amos rse aelxAaa ELE se os F| LHO$ oe UMBRA TAMBÉM asma NEssA OUTRA DIMENSÃO. .. ? cosmos VER 51.55, MAS NÂO vemos AQUI, sozwuo:
  68. 68. ' ELEs TIVERAM x/ .POR ISSO. ANOS DE EXPERlÊNCIA CONSEGUEM PRA APRIMORAR $UA$ FICAR VISÍVEIS CAPACIDADES Ou uuvlsívas-. PARANORMAIS. .. A Õ MAs COMO A &EVT E VAI Acao QuE AJUDAR ELE». ' O 1' Eu TENHO A _ 'A SOLUÇÃO ' ~ 7 5' - PRO Nosso PROBLEMA! .55 NÃO 1 __ conssaumos ; g V '” NEM ENXERGAR * O x o campo? Í. § u_ Í
  69. 69. i cOM EsTA I CAMERA, A GENTE T VA¡ PODER ENXERGAR O . ', 1 ' * v( A TIA NENA, UMA vEz, ME EXPLICOU QUE AS O] cÀMERAs TRABALHAM * NUMA FREQUÊNCIA D| FERENTE DA DO OLHO ELA$ CONSEGUEM 'VER' APARICÕES soaReNATuRAnsz ISSO. .. É ABSURDO ! EU TENHO UMA RESERVA NA MINHA MOCHILA, LÁ NO CARRO! EITA! DE$5A5 MODERNIDADES. , . ~ E_U NÃO ENTENOO __ J VOU FAZER à MAIS CHA!
  70. 70. . A v E AÍ? você ELE ; gm _ - TA VENDO O AQUI. PRONTINHO! b_ _ _ CEBOLA? A GENTE¡ TEM UM SÍMBOLO DESENHADO mu” › * V _ CÂMERA! só OA PRA VER PELA QUE SÍMBOLO? SÍMBOLO? COMO ASSIM 'é'
  71. 71. ». - *fi-A “Ez - TEN” °^ ' . ELE EsTAvA MADAME É". _: :; . =5 NA M¡NHA . ..MÀRCAÚO CREUZOOETE. .. : _ A V V550”. No BRAÇO oo ' A - CEBOLA! ELE FAZ PARTE DO MAIS ANTIGO ALFABETO RÚNICO, O SISTEMA NORTUMBRIANO. .. E QUAL E O SIGNIFICADO DESSA RUNA?
  72. 72. HUM. .. TENHO ' " ' . OK! POSSO CERTEZA DE SIMBOLIZA . . SURTAR AGORA, QUE JA' Vl ISSO O MAI. _ - 3 OU ESPERO MAIS 'í INEVITÃVEL. .. ; N UNS MINUTOS? E O SÍMBOLO DA SERPENTE! mu"""'""""""""""nunp ' APENAS UMA PESSOA COM ESSA MARCA SERIA CAPAZ DE ABRIR A PORTA PARA UMBRA! MAS POR QUE O CEBOLA FOI ESCOLHIOO?
  73. 73. A AMBICÂO ' O EGOÍSMO CAPAz INCONTROLAVEL › _ E555 OE PAssAR POR CIMA OE I . ORGULHO TUOO PRA cONsECUIR 955W' O QUE ELE QUER. .. FREADO. .. O CEBOLA TEM O CORACAO CORROMPIOO PELA GANÂNCIA! EU AVISEI A 7 -I MAGALI. .. cORAcÓEs PUROs ATRAEM . í; tt . EsPIRITos , T_~E« BONS. .. j E ESPIRITOS “ RUINs SÃO g ATRAíOOs POR _ E sENTIMENTOs _ ' PODRES! t' O CEBOLA ATRAIU TUDO ISSO PRA CIMA DE SI MESMO. .. _E ' r . ..O MUNOO INTEIRO VAI SOFRER As CONSEQUÊN- E, AGORA QUE ELE ESTÁ
  74. 74. É** *j A f OSFILHOSDE . ; ~ _ . x UMBRA ESTÃO A b. .. V . ME PROCURANOO I I" i Í ATÉ AQUI, ~« TUOO BEM! ATE PAROU DE CI-IOVER! NUNCA VÃO ME ENCONTRAR AQUI, EM CIMA OAS ARvoRI-: SI SOU MESMO MUITO INTELI- GENTE! E, OAQUI, OA ¡ PRA VER A PORTA à VERMELHA! j! = TÔ PERTINHO OA SAÍDA! HUEHUEHUE!
  75. 75. _A )í4,r_: _ §: ;:à›. à^ ' W411: 5:21. 'l : Vic _r ~ , - O Ia _ _ (Qñvx 3-55 . .MAS NÃO . P°°EM 55'¡ TÊM NENHUMA ' P°°ER°5°5~ CHANCE CONTRA »I . A MAIOR MENTE - I_ OO MUNDO!
  76. 76. 44 ” “i7- VOCÊ NÃO VAI ME OERROTAR! NÃO, ACORA, e, QUE ESTOU A PARECE UM TREMOR DE. .
  77. 77. w LI' I III I ¡nlflàrãIIk I ' I H . I, , WI-fç? ! . | I I ñ "IIIÍIIII 1 I I . -I'*I"“. ' : KI I›I, I|. ".L'›. ._. ~t"< 'ÍIIIIIIIIIIIIIIIIVI I_ ACREDITO! ! “R II . r-s
  78. 78. "Ê NÃO , A» *v OUE ELES ERAM / 44; u W BURROS? ME JOGARAM EXATAMENTE ONDE EU QUERIA CHEGAR! EU DERROTH OS PODEROSOS FILHOS DE UM BRA! ADEUS, PESADELO!
  79. 79. NÃO HA ! ESPERANÇA M A . mm A E INEVITÃVEL!
  80. 80. 7- , EU ATRAVESSEI 'I A PORTA E E NA VEROAOE, ESSA ERA APENAS UMA PORTA FALSA! UMA ILUSÃO! CORTESIA DA BAILARINA! TROUXEMOS PARA O NOSSO AGUENT O MAIS ESSE PESADELO! _ v V 3,/ COM ISSO OE . _ . m ~. ~ É . É7__UMAAHVEVZ! JV1"J . z g, E A I_ r FAVOR! 'à ' Ç f' l! 4 q A v . : rw > ACABEM _ "N
  81. 81. QUER OIzER 1?( QUE O ORGULHO OO CEBOLA ATRAIU OS FILHOS OE UMBRA. ? ATRAIU ALGO BEM MAIS PERIGOSO! O ESPIRITO MAIS MALIGNO E MANIPULAOOR QUE JA EXISTIU. .. ELE ATRAIU A MENINA DO LAGO! . - f A FILHA OA . JUMENTA A” A E VOADORA! V
  82. 82. A MENINA DO LAOO NÃO ERA A VITIMA OA LENDA? COMO TODO CONTO OE FAOAS, -~”^R^ P095** A HISTORIA REAL 55'? C°NT^°^ P^R^ OA JUMENTA ^5 CRI^NC^5~ VOADORA FOI. .. ENQUANTO SUA MÃE ERA UMA PESSOA BOA, QUE OISTRIBUíA COMIOA PRAS CRIANÇAS. .. . ..A MENINA ERA CONSUMIDA POR UMA INVEJA E UM CIÚME INCONTROLAVEIS!
  83. 83. 'NAQUELA NOITE DO DIA DAS BRUXAS, HA VINTE ANOS. ..' '. ..ELA RESOLVEU ASSUSTAR UM GRUPO DE SETE CRIANCAS. ..' 'NÃO FORAM ELES QUE ATACARAM A MENINA-: 'ELA OOIAvA TOOAS AS CRIANCAS OA CIOAOE PORQUE ACHAvA QUE SUA MÃE OAvA ATENÇÃO OEMAIS PARA ELAS. : CRÂNIO OE JUMENTA E COLOCOU GALHOS NO LUSAR OAS ORELHAS-: 'FOI EXATAMENTE O CONTRÃRIOM'
  84. 84. 'ELA CORREU URRANOO PARA AS CRIANÇAS, QUE FUGIRAM EM PÂNICO ! ' QUER DIZER QUE AS SETE CRIANÇAS ERAM INOCEVTES? ' _ ? gi auEEu TO “ -g f» _1 l I PASSAOAI . Tí . _ . n¡ M* 'MAS A MENINA NÃO PERCEBEU QUE O CRÂNIO ATRAPALHAVA A SUA VISÃOJ MAS A HISTORIA FICA AINOA MAIS SOMBRIA, A PARTIR OE AGORA. ..
  85. 85. E ISSO AI! O SÍMBOLO NÂO E UM FANTASMA! POR QUE Só OA PRA VER O AS CÂMERAS NÃO ENXERGAM SO FANTASMAS! ELAS CONSEGUEM 'VER' TODO TIPO DE EVENTO PARANORMAL OU OCULTO! VAMOS ABRIR DE UMA VEZ E DESCOBRIR! MAS POR QUE ESSE TROCO O QUE VOCÊ ESTA' VENOO VÊ? !
  86. 86. '-: ._v"r= › 1 s_v-. ;.'. ._": :ra: 'v " . _Sa-Is- »LK . O ~ É¡ y -_ , E __, _I_ -› A _ . a. 'I * . r' O SÍMBOLO! E . ” “Ex-L _I DEVE SER UM . _ ESTÁ ' TIPO OE MAGIA OE . I RABBCADO OCULTAMENTO! à_ EM TODAS AS v PAREDES! COMO SE ELES ESTIVESSEM AQUI - PARA ESCONDER ALGUMA COISA! FSOEÊÍII/ Qgã TEMOS QUE 71?". "' x . .r AVISAR A * / . - 23:5/ l, FANTASMAS BERWCE, - 'N QUE FIZERAM ° › ' . TUOO ISSO?
  87. 87. !DE ESSA E A VERDADEIRA HISTORIA OA MENINA DO . EUNÃO ; S 51-454 '15 VOCÊS SÃO 4' ACREDITO _. , VÍTIMA! r ' os wLógsg -~ 'isV Í NISSQ. “ . M. I. Í l à! s. _w 4' j. ,e- . f? ! %' f# ENTÃQOGRANDE MANIPULADOR NEM PERCEBE QUANDO ESTA " 7 SENDO MANIPULADO?
  88. 88. O QUE ESTA' FAZENDO? OANCAR ENTRE SUAS MEMORIAS! ' A MENINA DO LAGO PLAN EJ OU TUDO. .. CAUSOU O ACIDENTE NA ESTRADA. .. . ..TE MARCOU COM O SELO DA SERPENTE. .. MEFEZVOCÊ ENTRAR NA UMBRAN
  89. 89. A QUEM E O , GRANDE VILÃO POR TRAS DE _ j . I_ . . . .tn. . . .Im _ QUEM ESTA TRABALHANDO COM ELA? ALGUÉM SABIA QUE VOCÊS VINHAM PRA CA E ESTAVA MANIPULANDO TUDO, DESDE O INÍCIO' MAS ELA NÃO FEZ TUDO SOzINHA! TUDO ISSO? CI
  90. 90. PODE_ DAR CARONA PRA VOCÊS NÃO TÊM ONDE DORMIR. .. . ..PARTICIPAR DA FESTA DO DIA DA JUMENTA VOADORA! El! A GENTE TA INDO PRA
  91. 91. .. ç . .x as: xx É : 2.x . ..». ... x.xx, x.xx. . _Exa % «mw . x x. 4 . an.
  92. 92. Eu coNsrjauí ELE EM MEMORIA OA MlNHA FILHA. .. . ..QUE FOI MORTA POR CULPA DAQUELAS CRlANCAs MALDITAS! . ..você E A macA DA HlâTóñ/ A?
  93. 93. 0 ¡Jés ~§í . __ _ _ «w * 59¡ . o 0 &Ê- * 'ñâútçã a. @e-aw ~ 5.. .¡ ' x ~«x~x<âg' MU| TO$ ANOS, A5 CRIANÇAS ME CHAMAVAM A5 MES/ HAS l ~ X x CRIANÇAS aus EU ENVENENEI 45 44554145 E JO6UEI DENTRO CRlANcÁâ QUE DA UMBRA! » MATARAM A MINHA FILHA! "É o MEsmo . ..QUE EU COLÕQUÊEI VENENom NC CHÁ QUE VÔC 5 ACABARÀM DE BEBER!
  94. 94. ' 1; você N05 , EN6ANOU E555 _' TEMPO mao. ” . . _X ¡ _ , ORA, M| NHA QUERIDA. .. . .. EU peacnso DE vocês. .. . ..PRA TRAZER M| NHA FILHA DE VOLTA A
  95. 95. u. ESTA NOITE, ELA RENASCERÁ EM TODA A SUA E VAI ESPALHAR SUA VINGANÇA PELO MUNDO. .. L i , . , l › E, ENTÃO, ELA SERÁ CONHECIDA. .. . ..COMO A VERDADEIRA J UMENTA VOADORA . '
  96. 96. ' " A BERENICE! ! ' _ , " ' : . NÓS F| ZEMO$ . ..; à ¡ › DE Tuoo PRA »r «- V. -____, «7 EcLARo! _ A' A TIRAR vocês E i VH q 41¡ r” DE M* . 11:1.? _ñ A' d' . .. É». . , ' 4. _ . . é _ V/ À AGORA, v v _ “ TUDO FAZ E x *_ _ v_ sem/ oo! TeNTAMos xxx. OA cAsA, MAS P. ? É; NÂO QwsERAM A w”. PARTIR! › ERA TUDO UMA um oe voces : A ARMACÃO! POR ISSO Manage", MAs, , _ _, __ A CHAVE ESTAVA AINOA ASSlM. .. Á GUAROADA NA T ~ CASA DELA! EU AVlSEl QUE ELA QUERIA QUE EU , ENCONTRASSE! --V-í-d/ V E! xx 71x * _ . vx_~. ~- '-
  97. 97. El! AGORA QUE EU TENHO A CHAVE, Posso ABRIR A PORTA PRA vocês SAIREM SIM! E ELA USOU O SÍMBOLO DA SERPENTE PARA OCULTAR. .. NÃO E TAO sIMPLEs, FAZ ANOs > QUE ESTAMOS PROCURANDO. .. MAS NUNCA I cONsEGUIMOs A ACHAR. - ' BERENICE NOS q' AMALDICÔOU. .. só GEREMOG LIBERTADOS QUANDO ELA ENTRAR EM UMBRA! TROCAOos _ PELA ALMA OA SUA FILHA!
  98. 98. AH, E POR ISSO QUE ELA ME PEDIU PRA VIR NO SEU LUGAR. .. ELA NÃO POOE ENTRAR AQUI ! NÃO ESTOU GOSTANDO DESSA IDEIA! uma a 4_' MAS vAMos PRECIsAR OO CRÂNIO DA JUMENTA! VAMOS USAR COMO ISÇA E ACHO QUE ACABEI DE BOLAR UM PLANO INFALIVEL! ATRAIR A MENINA ATÉ AQUI! Nós DEIXAMOS O CRANIO COM A MULHER DO BARCO: O FUTURO E INCERTO! E MELHOR NÃO ARRIsCARI ONDE vocês EGCONDERAM O GRAN IO ?
  99. 99. I 'íijLí-ÇÉIIIA IIILÍIIÍIIIII
  100. 100. E QUEM E › A LEVA AS ALMAS Q . DAOUI, PRO CEU OU É: : CHAMAMOS (a- i PRO INFERNO! . * ; LA pg Mumaz > DO BARCO! MAS , g TAMBEM E É CONHECIDA : i x3/ A : :É
  101. 101. UMA ' TEMPESTADE SE APROXIMA! VOCÊ NÂO TEM MUITO ESTE CRANIOE A Í t' 'A A E " 5E^ MENWA MUITOPERIGO-so. .. 9° 'N50 › , . . V '- COMPLETAR 1_ t A O RITUAL. .. VOLTAR A VIDA. .. b* P. P. P. E P. D . *Õ VQKVQVAVÀ"6' I › ' V- . ..? .-. -_1Q'. '. PAGAR PELO SEU ERRO ! , , o QUE EsTA FAZENDO!
  102. 102. PODE DEIXAR COMIGO! . ..FOI UMA MEU PLANO VAI DAR CERTO E. .. EssA sUA ARROGANCIA / AINDA VAI TE MATAR! A MULHER ? DO BARCO FEZ MESMO UMA PIADA ? I . IAMWNA . t: 5¡ I
  103. 103. ENQUANTO _ 'u A : v - I A w ISSO. NA . - O ' FIQUEI AQUI A @WAVE-u V g; 0"” '/0555 . ESPERANDO UMA v E5TAV^M7 ETERNIDADE! PRATICAMHVTE, A HISTORIA INTEIRA! HUMPE/ ü ' O TROCO E BEM . - PIOR DO OUE A E . ER. .. CALMA GENTE PENSAVA! _. - E - Aí, GENTE! TEMOS OUE IR PRA FLORESTA, AGORA MESMO, ANTES OUE. ..
  104. 104. SAIR DE PERTO DELES! ESPERA! TIVE UMA VOCÊ ME CONTRATOU PRA sER sEGURANcA DO zE BETO E DO CRIsPIANO ESQUECEU? TEMPO NESSA zOEIRA, AI! TÔ FALANDO DE BOA a m? :m AUP ÍQS m. ? mvm
  105. 105. Ass/ M, NÃO PERCO ELES DE ws TA! A. › A _E ': ¡-: ›II; . '¡_'. '« É: : '$N, E _Ew§§§§§§§§$; :ÉÊÊ: EEʧ§ÊÉ: AMIGA, VOCE Ljf VAI ROLAR BARRACO, NÃO PODE LEVAR CONFUSÃO, GRITARIA E. .. 'OS/ MENWRZSFWM FLORESTA! CLARO: VOCÊ I ACHA QUE EU IA PRA BATALHA FANTAQADACE MRATA? TROCARIDE ROUPA?
  106. 106. " 'A A "MAs M V LN . A. É Mulm MMS DIGNO ORA: EGrEEuM LEGITIMO . UNIFORME DE BATALHA DOS IR FANTASIADA DE . QMCU DO SEmADO MARINI-IEIROS, DESPHTADA! DO CHOVES! DEIXA EU ENTENDER ESSE TREM DIREITO. .. l . _j BARRACO, CONFUSÃO E GRITARIA? DEIXA QUE EU RESOLVO 43'x¡°"' :
  107. 107. EU SEI DANÇAR EU SEI TALVEZ ELES o QUE voces PESCAR! POGGAM GER GABEM FAZER? M3053!” ÚTEIS I 5UA5 co¡sAs . A TAVA PRECIGANDO E vAMo-s sALvAg . › DE UM POUCO DE o MUNOO; I v v I AGITACÃO. MEGMO:
  108. 108. ENTENDERAM . ..E, 95905. ; v o pLANoz EU ATRNO VOCÊS USAM , t A GAROTA COM os seus PODERES PRA = ÉÍ- : :x57 AINDA NÃO DEGENCANA, ' ACHO GEGURO g TIRAR O CRANIO DE DENTRO P095 EGGE PLANO é DA UMBRA: CONHAR I FALÍ EL: No PAPAI, É 'N v
  109. 109. w . ... ... _.. .___ . . . -. ._xx ÔNICA? A1AôAU? M
  110. 110. TURMA: VOCÊS NÃO VÃO OS FILHOS DE ACREDITAR! UMBRA NÃo SÃO DO MAL! AH, GIM: NÓS VAMOG UGAR PRA ATRAIR A MENINA E ExPULGAR ELA PRA DENTRO DA UMBRA: COISA ESTA ERRADA. .. y POSSUIR SEUS _A u: : í A_
  111. 111. . I , . REcUpERE/ (ÍEI f' f. J.
  112. 112. /IIAGA/ J: Ra-. RE DE 7 Eis/ POLAR: NOITE. .. ü, - I I
  113. 113. a _. .._ . .. IJ. IH . .I. . . . XI . m.«. .AXAU/ I I 2
  114. 114. O MUNDO ESTA' CONDENADO! ELEG 'A , às 'x . ;II f. ã ; a A BRUXA E . ab VENCERAM: - *T _ ~ Y PUJAMIIE *E j DESAPARE- CERAM! MONICA: O QUE DIABOG TA' ACONTECENDO AQUI? TA' UGANDO EGGA MAGCARA RIDICULA z DE COELHO?
  115. 115. A MENINA DO LAGO! ! O W , O m. E E u O . k m EGGA I-'ANTAGIA RIDICULA DE GER HUMANO? MEUG - GUARDIOEG DA GOLEIRA. .. ¡ ENCONTRARAM * C O MEU ROGTO? " í A . .N _ . . . . _a_ ____. .
  116. 116. . vOCEG NÃO ii P0P OUE PODE PEGAR _ ESTÃO ME OCRÃNIO! ! __ _, _T GEGURANDO. ? . - '* . . V_ , É x / › «'01 «t . «t» ' - ' COMO VOCÊ ORDENOUI
  117. 117. 'ITI I¡I; I.. ; . .I'A”LI? I:I§ÍI'I. II'I Inu. ~ 'I aíázztsIzf-: I"IRAEILIII= IAI. . I' «= IfJI3IbI~#; ::xí-z. .: ' II! !! . v I " '= '~ “ I ' 'x I , z : "', I'». I I I 'II' I . MUN. "I A» I ¡, .!I. ií ' '“ III: 'I N41¡ IÉLIIÍIIIIIIII! I IÉ _Í IL": ' . IIIILIII ! Q . M JÍCINHT; !IN K A / ll J_ I' ' "YILXAÉWSÀIQ E: 'x . r, y ; I I. " "IIIIIII II ' I l ' _O ABI¡ 'I IIII I . I'<›: ;_I'^: . 'A M, l § 2M' gli! !! x J _. ' . I *I L II I Í . L . I í I : :à l I « »a 'e r 0' | . . . I ” ” . as_ . ÍfÍfÊv * f _ -. ' ~ 'I 5 JV 'L . m' t t; . I L- j. : _ I/ "À VA k . l ' TI . .E. , .
  118. 118. .NÃO SÃO A TUR/ VIA. .. M? G mmwm ru G OGxm ÃWN NNmm p: :
  119. 119. SÃO APENAG j. , OG EGPIRITOG. - Ú . . ..MANIPULADOSm . ã V' --__L_. ... _, ,_'a__-. :._, x _ _ › -« ' "vlw . ..O QUE ACONTECEU COM SEUS CORPOS ?
  120. 120. .. NOSSA FIEL PROTET ORA. .. _N nom? ! ' - Exu. .. " -. v/NGADORA DE UM MUNDO , GECRETO. ..
  121. 121. Í . ..O SEU AFEI'
  122. 122. › o o n n o o o o o O o o › O o o o c o o o c o o o . A . . n . - . ..-. ... -.. p. .-. ..- s _ o c o O o o o o o n n o o o o I o o o o o I o o o a o c o o o o o o o C C I C C C C C C C C C C C C C C O C C C C C C I C C C C C C C C C C I C C C C I C O C C O O C C I C C C C C C C C C C C C C C C C C C C C C C C C C o o n n o o o o a o o o a! C C C C C C C C C C C I C ¡ C C C C C l C C C C o o o o o ' C C C C C C I C U C ' C C o C o t n o o o o o o n o o o o o o o o o o o o o o o I o o n o o o o O v o o o o o Q o u C o o O O o n o o o o o o o o o t o o o o o C o a o O o o o o o O o o o o o o o I n O c o o o o o a o o o o O O o n o o O o o a o o o o c o o o o o o o o o o n o o o o o o o o o O O o C o u o o o o o O I o a . ' ; ° . ' . '. UMA PORTA PARA UMBRA? A ESPERA DA TURMA? EU ' ' ' ° ' NÃO APROVARIA ESSA PROXIMIDADE. SE PUDESSE AVISA- o o o o ' . ' . ' . ' . ' LOS DE TODOS OS PERIGOS QUE OS ESPERAM, ELES ' . ' . ' . ° . ' ESTARIAM LONGE DE SOCOCÕ DA EMA DESDE O PRIMEIRO o o o o 1 ° ° ° ° VOLUME DESTA SERIE. .. OU ELES DEVERIAM TER LIDO o u o o a . ' . ' . ° . '. ANTES ESTA EDIÇÃO PARA EVITAREM TANTOS SUSTOS, . ° . ' . ' . °. TANTAS COMPLICACÕES E TANTOS PERIGOS REAIS. - - - - - PODERIAM SE INFORMAR MELHOR SOBRE UMBRA, SOBRE " ' ' ' ' A MALIGNA MENINA DO LAGO EM BUSCA DO SEU ROSTO. E ° . ° . ° . ' . ' AS FIGURAS DOENTIAS DAS SETE CRIANÇAS MASCARADAS. j-jf-j-j OU GOBRE AG REAIG INTENCOEG DA VELHA BERENICE. PODERIAM DEGCONFIAR QUE ALGUMAG ENTIDADEG, ° . '. NEGTAG HIGTORIAG, PODEM ABGORVER ENERGIA DO MAL -j- j - j -1- PARA GE TRANGFORMAREM EM MONGTROG INVENCÍVEIS. .. GEM DÚVIDA ESTA E UMA HIGTORIA PARA GER LIDA COM ° ATENÇÃO. .. E GANGUE FRIO. MEGMO PORQUE EGTA EDICÃO - . j TERMINA COM UMA VISÃO HORRENDA. UMA SITUAÇÃO - - MORTAL PARA TRÊS DOG NOGGOG JOVENG. CENA NUNCA . ' . ' . ° . '. VIGTA. GE TEM CORACAO FRACO, EVITE CHEGAR ATE . . . . . A ÚLTIMA PAGINA. GE E VALENTÃO, OU VALENTONA. .. - - - ENFRENTE OG MEDOG E AGUARDE QUE No MEG QUE VEM ' . ° . ' . ' . ' TEM MAIS= VAMOG CONTAR, COM MUITO CUIDADO, COMO AG ' . ' . ' . ' . ' FORCAG DO MAL, DO DEGTINO, DA EGCURIDAO UNEM A LUz ° ' ' °_ E A SOMBRA NUM DESFECHO INUSITADO. NOSSOS JOVENS . ' . DA TURMA DA MÔNICA NUNCA MAIS GERAO OG MEGMOG A DEPOIG DEGTA EXPERIENCIA TENEBROGA. TALvEz ALGUNG ovo o o - - - - - DOG NOSSOS LEITOREG TAMBEM NÃO. o o o o n o o o o o o o o o o o o l o o o o o o o o o o o o n o O o c o o o o o n o a o o o n o o o c o o o o o'o o o o n o c o o n o
  123. 123. INFORME PUBLICITÁRIO A IgAcALí conviveu voc: QARA A FESTA. MAS E Bog SABER ou: ELA . IA COMEU Ela é um doce. E ama doce. Mas tambem nao dIspensa saíqado, cachono quente G nwuno rnenos nudancm Nossa conwuona faz 50 anos f. ? acaba de ganhar um IIvro com uma Coletânea de suas Inelhores hIsIorIeIs Magah SO anos. Uma edICaO contennoratíva para você devorar com nTuItO gosto. @xturmadamonicacombr [jlwmadmnonica I tumwdamoníca | Bmm-IadamonIcaTV Í Humuadamonica f : tum HIIHVTIJ WI: l B . '.. ::I'I"'<IirII . IWTFVÍFI *â . . A EDITORA JÁ NAS LIVRARIAS!
  124. 124. INFORME PIIBLICITÁRIO Sabe onde encontrar os produtos da Turminha na internet? A Ijvkôníca sabe: ÊOjÍÉXÊIaCEEJINOIWLÍCa. cümÇbT / Ífâufuazf E"" : u n' ' - 4 "_í_' . , _ I r ' p. 14 ›_ x r I ! SV ; , _, I z I '/ /r_ LOÍJIÉHA DÁ . Lanza? " ' "ÊWÀQId¡IEEE¡Oililpltgêàjlálflká); _flomuúxêbnuitbigykgs glçgliucnñhtnplgriltggv g5hummsecana; «manga VL'zjs. :¡gu'àm§g¡à_. r-›. n§g. _
  125. 125. INFORME PUBLICITÁRIO eu? (E V# ? n53 7 , IIII : . ; W : Ii Í ? STEÍ P I v. 4;_ y Izí . II _r_ a 'gui Éríinkílálírig si' I; @Irgn--rre-¡Is ; iaugp a I . Ig °'_ljn| ”_I]¡| -NÍ| '1I¡)L* tínzfmà : :tj-g j _ e j ' "xírçrz. . ' , í: _ n a - = -. Ii'n. ~'1ni_r__àmi_rrjeíjàzüblin “ 'ijujinlsj ; farm a nnyqniuirg 15k: ;na . ' : :acham big-m : L-íflãjíxpj) qu: : m_ , V
  126. 126. :: amarras PAN"" BR^$"- LTD* W196 Estúdlos Mandela de Sousa ' _ bitacor-PnsidentazJ-: sé 24mm saw hmm 5T: '-_ . _ P v de FW" Dimorkhrhlswüno Financeiro: Rooampumu Bezerra '. "'o-'-°~: "mk P' 'm "É 5°” uma c b. “a . .Nba _ "Em 9 . XXVI. Clrejoñl. Abe K. I atua, !taum Takeda e Szusa ' " 'u' g 'ngm' BC 9m Emo” Inhumas. eScusa Yani/ an sua , -19 DA Hnsromseuatumwos y Var”, V fl', V-? EçaasdcàausmngndaMónícalovotncowmmoumbdosaxístas: * ' “V “W "1 : cvrwfszxm . ; - 1 *g , ^ j» . m: mam . .n É a 5 g ¡ k. : u ~ Swuvlsãodeimnlruzlmiándusamíkiaklvjaescumi _ _ - V 1 _ _ 'L DesenMUnoPaesJoséAparsrñoCaodwIe ~ “* ' “ l ' ~ - ” " © Lzym-nmeamdacapnzemwmsnckm . ' (d, 5 Rmoõesdecapa: ZamPgJa' j' é Í* ' rf¡ Ana-End: Carci-te Horda Crstna Hum . lama Pmaamaugecmea. : ; uma " ' 5'” cn: Rim', Pat »meu Costa. Rosana vc¡ mJaIi-: vxa mam. Wap Km _ Colonização nuns: Jan »No 'Mao "' 75 “m” °° m' Assinantes docdavinção tight; Fdbe ama Casub. .m Hemxe maio Km ¡gnoRML Mera Julia S. Bçlnnxi. uarakaiJüaçnKufa Geremederuuscaçoes/ Ednnr-cnefe: Erico PncrsgoL-aon Rosa Lvlmtôms “m . _ Editores Scníorus: Emnon mu». Leu¡ Tvincadel zanon-assssamte: Taliala vcsuu-u Manim# dc Mc: "rm A Rabelo. !Jam de Fe' vraA (Iara Designar: Haviam 02m, Jaqneire de Lma, Marxs R. saxh T3131: mma» RMS! ! de Tlm: 'm3 M91: E 30511?? M »em Produção Edhotint Alex i'm-at : mas: Mmlnlstnüvezkwvsda da Saka Suvemsão Geil: lamo da Salsa COMERCIAL! AARKETNG Gear: : de lda-kung: Maroc! ) mismo da S¡ va Amusu seua-teen¡ ama Mamã Enrique; 551mm mumcao n: sousa ~“-*"'-' M"" ”“*"“*““_; Cons-mov doA-slnabms: Rodrigo Luvas M: Rua do cumme. ns - Bloco r - up¡ A? ? 3153?: : ÊÊoÊÍÉÍÊÊÊaNF a , ç MWM: M» Commbch - 1mm Vieira e Rim Mu sao Paub- sn-car: acessam sua m» (11)3512-0444 ; I Td. : (HKDGZCQSÍ mm bi' TaL; |11)351$50'n mv do Jlnwllo (11) 4061-198¡ ¡ Assessomdecocnuvlucáo: um. MFFGaÇJIIWr-@lltra noob! “m” Vando* &ma; ãzwgnazvlxonto g 2331:: : - PLAHEIAMENTO E CONTROLEDE PRODUÇAO . y : m¡ es, E¡ 4a 4o nas¡ . ~ . _ Garante Industdal: Edwvlçdode Fm “m” m m” “a” : :É 1753?: 5:; :: à-am ! . - -v . ' -, " BnIiH (E ) 7359 eu uma iam-presa peu GáfiaCunha-Faodtni uu goããulãêâóêígáíxmm. &IMI; m¡ “um, usmamçLo ' salvador (71) 4062-5340 gaíomceerglal o Disállftêlzz; R Er. Ken-m Shmzmin, 1 E78, m Imzmetgtvcñâyuumgtàmumhv . E Tum d¡ uam 4mm e um ; utlcaçào n-ersal da Pam Brasl . na. ldn-inutzaçxo, Redação a Putñddadc: #Errata canoas. 42s - mm Emas-a *mem - cer caso na mm_t. ,,m, .g¡. mo. ,¡c. _._ccm_h, u. , m u. ; - amu¡ - sr › Erasl. o 2014 Mame dc Sousa c naum ac sem Pmtupses Luca. mas os rrupgmludanuníuxmthl @JI [j k 1 drum memorias wmanrmadarmncawrxrr. Dkebx dada edçãu m; Em¡ e an Pcnuç WWW-tum! "4am°n¡C= In3P8n| ñ|-°°m›h' ' ' ' @mata à Pam¡ Blu¡ Ltda. As wwagcrs a nares amesenlauns m9:: mai: :: em '“°"d¡"'°"'°"”"“°“"'°"ug9'“'“'°°'"*b' com suas : Bá-res sem-taxas, 52M- rurxzb rdom, san pvmrisdades na Lins-bo dc Scam Humps: e pnhasjos st su: lanç¡ Totkr m turco: : rmnvmon. E amüõia a rqcnmçàc m: ou mu# desta em sem a práxis ancrzaào aos ccrbrLc. D422¡ 613:¡ 06h33 ombro da 2014 530ZGT3ui075 . 1._ ' . 11W m1 "JU ' 'v J' . _ _Jg . z~e*isz_? é2@. ;'. À . . w | lw| iÍ »*»: 'I'_. '»'r~' í_I'~i; ::~. <sr Nau-FN* 'M¡r: i'rz:1*r' '1'. '¡: '!í"¡-t': wí? _ _! .l. _:¡. dçlydx¡j. íl'¡ _ ntvqalxpstá prestes aaçontecer, e um «noyo Inimigowçqlualu¡ '- dudu . í. i AÍÉIWÍ , .« 9:. “iãruwi J u . ;O 'l ~ÍÂI 14|' up. .. m' u ' 4 ' ¡_ u n '_"n" _ . . u . | . --q npmvuqfna¡ u 1 - r › . . _P . u ' n surg/ ra para qspalhar¡ o terror, caoslekmorte pelo mundos. : < - '-, w . . v1v-_q. .u¡ m_ w ~~u ; mp1 . N ' ¡ v ÍNão perca; na próximajediçaoga b taí/ há mais épicã' JW 2 www «vv *'_› , ,' m' - '-'_' ' , . . 'H *a _~' ' À v 1*? J' de toda _a historia qa¡ _Turma da Mon/ ca 'IJOVGmÍÊ/ t: 5i: I w '. : 'E4 u' Já' u M¡ : I
  127. 127. INFORME PUBLICITÁRIO EDGAR VIVAR I': ;'~. I "IIIIÍIH I~: .A_I~: :I: :;: A , IA : u: I INGRESSOS A VENDA NO SITE iíñílíí_ : i ; ;:I. ~;EASI>: IS I É Vi" ' ' L, ' " ' . I . . . . . .., . . . , . É . E, ». , E. >' . ._, . _r. - A . r. AA 7 III DEZEMBRO IíxPIIIIwIpR/ IIIIIS A »Ok SAOPAULU x N T "j PRESENÇA DOS _ ›' ; “ I IZJUADRINISTAS “ «e E LLÊáV-ÍJEÍ I O VITOR CAFAGGI LU CAFAGGI “= › E A , A DANILO E A = é ~ BEYRUTH -; _,; Íf A _E É E í GUSTAVO E S í I E A ' DUARTE I* M I_ | I ! f S. EILIWUS. PAÊTIÊÍIPALIÍJFS (ÍUYFIQIJIÀUAS IUÍJS ASTQOS: SEAN ASTIII' #lili JL: .»I"IJ§I:3I GIANCARLD ESPUSITO IBRIIIII-; IIIE EPIJI KIRK HAMMET IIIIIIIIIHISIA. IÍIIÍI I-~'I'A-I: L“A. I ° - ¡iL-'À-. ÀIHUJÍEFS . E MUITO Mills!
  128. 128. C AGEM R RESSIVA PARA A ' . I . g / ' I V7¡ 'z "I ' l E ; _z _“ I ' ; Q W M, Q~”V“' t/ v 'ía' ' ›, . ~ ; a m I¡ › , ;¡ »__. _ Â: [X ía ! í?¡? ¡'› ' 'I 5 v' ' " I n › - - n - '¡ ' 3 k_ *' _ Í~ _I 'IA F U; ULÉJ-ÚÍIII, -SEIU NHL, 'BRASIL . , ( _ _n_ A ocxpsomsn ~ 7 / V I I 'I H ISBN 376-65-NEED-IBG-L | .III 'IIIII II 5 75a 4.'. IEC' 3 l

×