Instituto de formacao de professores de chibututuine

2.247 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.247
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Instituto de formacao de professores de chibututuine

  1. 1. INSTITUTO DE FORMACAO DE PROFESSORES DE CHIBUTUTUINE MANHIÇA TRABOLHO CIENTÍFICO TECNICAS DE EXPRESSÃO EM LINGUAS TEMA:PRONOMES INTERROGATIVOS TURMA:4 NOMES DOS FORMANDOS:AMERICO PAULINO MATEUS BENJAMIM FORMADOR:ORLANDO BENZANI AGOSTO,DE 2013
  2. 2. Pronomes interrogativos são os pronomes indefinidos quem, quanto(a)(s), qual(is) e que quando empregados em frases interrogativas. Os pronomes interrogativos que e quem são invariáveis, enquanto os pronomes qual e quanto são variáveis. Exemplos: Quanto tempo você ainda irá demorar para chegar? Quantos minutos você ainda irá demorar para chegar? Quais os seus planos para o final de semana? Qual o seu plano para resolver esse problema? Os pronomes interrogativos podem aparecer tanto em perguntas diretas quanto em indiretas e ser empregados como pronomes substantivos ou como pronomes adjetivos. Exemplos: pronome interrogativo adjetivo: Quantos meses faz que você não lava sua roupa? pronome interrogativo substantivo: Quem lavou minhas roupas? OBS: • Perguntas diretas são aquelas iniciadas por palavra interrogativa e emprego de ponto de interrogação. • Perguntas indiretas são aquelas que não são iniciadas por palavra interrogativa e terminam com ponto final. Exemplos: Interrogativa direta: Que horas são? Interrogativa indireta:
  3. 3. Gostaria de saber quem falou na reunião Categorias: Uma das particularidades que norteiam a classe gramatical representada pelos pronomes interrogativos se atém ao fato de eles, semelhantemente aos pronomes indefinidos, referirem-se à terceira pessoa do discurso de modo vago, impreciso. Quanto ao atributo de suas funções, são utilizados quando se deseja formular uma pergunta, sendo essa de forma direta ou indireta, perfeitamente compreensível em: Temos que o primeiro enunciado representa a forma direta, e o segundo, a indireta. No intuito de conhecê-los melhor, ater-nos-emos à tabela em evidência: No que se refere ao emprego dos pronomes interrogativos, temos que: a) Em se tratando da linguagem coloquial, comumente identificamos a repetição da palavra “que”, com vistas a conferir um caráter enfático à mensagem. Exemplo: Não acredito! Quê que eles têm a ver com isso? b) Emprega-se o pronome interrogativo “que” como pronome substantivo ou adjetivo. Quando na condição de substantivo se refere ao sentido de “que coisa”, e na de adjetivo denota “que espécie de”.
  4. 4. Exemplo: Que prato mais te aguça o paladar? (que espécie de prato) Que queres do supermercado? (que coisa queres) c) Sempre se emprega o pronome “quem” em função substantiva. Exemplo: Quem não conseguiu terminar o trabalho? sujeito d) O pronome “quanto” pode ser empregado como pronome substantivo ou pronome adjetivo: Exemplos: Quanto tempo levou para chegar a Maceió? Quanto você cobrará pelo serviço?

×