Tabela matriz a utilizar para a realização da 1ª parte da tarefa, conforme indicações do Guia da Sessão



            Con...
Conhecimento na área                                                                         Biblioteca escolar

         ...
Conhecimento na área                                                                  Biblioteca escolar

               d...
Conhecimento na área                                                                           Biblioteca escolar

       ...
Conhecimento na área                                                                            Biblioteca escolar

      ...
Conhecimento na área                                                                          Biblioteca escolar

        ...
Conhecimento na área                                                                         Biblioteca escolar

         ...
Conhecimento na área                                                                         Biblioteca escolar


Gestão d...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tabela Matriz Novo Curso Ls

361 visualizações

Publicada em

Tabela matriz a utilizar para a realização da 1ª parte da tarefa, conforme indicações do Guia da Sessão

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
361
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tabela Matriz Novo Curso Ls

  1. 1. Tabela matriz a utilizar para a realização da 1ª parte da tarefa, conforme indicações do Guia da Sessão Conhecimento na área Biblioteca escolar Aspectos críticos que a Desafios. Acções Domínio Literatura identifica Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças a implementar ● Professor bibliotecário como ● Capacidade de ● Não ter formação ● Trabalhar no ● Disponibilidade ● Realização de Competências suporte indispensável do trabalhar em grupo; no âmbito da sentido de responder temporal para a acções de formação do professor desenvolvimento curricular, na ● Espírito de catalogação e com eficácia ao realização de acções no âmbito das bibliotecário sociedade do conhecimento; iniciativa e vontade indexação de fundos desafio desta nova de formação; Bibliotecas; ● A necessidade de uma preparação de aprofundar os documentais; figura de professor ● A complexidade / ● Consulta regular do profissional para assumir as múltiplas conhecimentos na ● Formação bibliotecário; exigência do papel de site da RBE; funções inerentes a este cargo; área das Bibliotecas; insuficiente na ● Aprofundar os professor ● Troca de ● Os desafios inerentes ao papel do ● Contar com o apoio criação de páginas conhecimentos bibliotecário; impressões/ professor bibliotecário relacionados incondicional de uma Web sobretudo sites; inerentes às informações/ como o impacto da tecnologia de equipa coesa, diferentes experiências com informação na biblioteca; a falta de empenhada e competências de outros professores apoio para a função; a valorização da dedicada; Professor bibliotecários. sua função; financiamento para o ● Presença de três Bibliotecário; desenvolvimento de diferentes assistentes projectos e /ou aquisição de fundos; operacionais na BE a gestão do tempo para a realização com formação, de múltiplas tarefas que lhe são nomeadamente em inerentes; termos de ● Papel do professor bibliotecário na catalogação de definição de estratégias de fundos documentais; intervenção e articulação com as diferentes valências escolares e os currículos; ● Papel educacional do professor bibliotecário na ajuda / orientação dada aos alunos, permitindo-lhes não a aquisição de informação, mas e Helena Silva
  2. 2. Conhecimento na área Biblioteca escolar sobretudo a construção do conhecimento; ● Qualidades inerentes ao exercício da função de professor bibliotecário: ética profissional; dinamismo; espírito crítico; capacidade de liderança criativa; flexibilidade e espírito de iniciativa; ● Valorização do processo de gestão ● Boa gestão dos ● Espaço físico ● Melhorar a relação A limitação imposta ● Fortalecer e dar Organização e da BE no sentido da optimização dos recursos e do insuficiente para um recursos/ espaço pelo espaço físico na seguimento à Gestão da BE processos que produzam resultados equipamento; adequado disponível; organização dos proposta apresentada e impacto na qualidade da BE e dos ● Motivação/ acondicionamento ● Optimizar recursos e pela Assembleia de serviços que presta; dinâmica da equipa e dos recursos processos que equipamentos a Escola, em parceria ● Importância da afectação de um capacidade de educativos. conduzam ao disponibilizar; com a Junta de professor bibliotecário qualificado e adaptação à aumento da freguesia de de uma equipa que assegure as mudança e à qualidade dos requalificação do rotinas inerentes à gestão na inovação; serviços prestados edifício junto à escola, articulação com a escola, ● Delegação de pela BE. para a criação de um professores e alunos, tendo com funções: os novo espaço, em que objectivo o desenvolvimento elementos da equipa a Biblioteca Escolar curricular; desenvolvem funções possa cumprir ● Estratégias de gestão e de pré - definidas. devidamente as suas interacção da BE na escola e no funções Informativa, desenvolvimento curricular; Educativa, Cultural e ● Estratégias de gestão baseados na Recreativa ao serviço recolha sistemática de evidências; do Agrupamento e da ● A importância de ser prospectivo e Comunidade de ter uma postura de investigação e Educativa; Helena Silva
  3. 3. Conhecimento na área Biblioteca escolar de aprendizagem contínua para a ● Apostar (em efectivação de uma gestão dos concertação com a serviços prestados, caracterizada Direcção da escola) pela qualidade e adequação. numa organização funcional dos recursos humanos indispensáveis ao desenvolvimento das várias vertentes do Projecto da Biblioteca escolar, possibilitando a planificação, execução e avaliação do conjunto de actividades inerentes à dimensão e dinâmica deste projecto: organização e gestão de recursos/ Programa de animação cultural / Projecto “Saber Estudar” e Projecto “Biblioteca sobre Rodas”; ● Qualidade da colecção e das ● Existência de um ● Falta de recursos ● Contacto com ● Falta de recursos ● Reformulação/ Gestão da condições de acesso; Manual de humanos para uma formas/ estratégias financeiros que aperfeiçoamento do Colecção ● Importância da disponibilização Procedimentos gestão mais célere da mais profícuas de permitam uma Manual de adequada e actualizada de um (embora, em fase de catalogação e Gestão da Colecção, actualização Procedimentos; conjunto de recursos de informação reformulação); indexação de fundos através da troca de constante do fundo ● Consolidação do em diferentes suportes; ● Alguns elementos documentais. experiências / documental; Thesaurus; ● A extensão e qualidade da da equipa têm informações ● O desgaste de ● Constituição de um colecção e sua adequação às formação na área de disponíveis na Rede. determinados fundos catálogo comum do necessidades dos utilizadores; ciências documentais, que Agrupamento Helena Silva
  4. 4. Conhecimento na área Biblioteca escolar documentais, nem sempre é (Uniformização da nomeadamente no possível repor catalogação de domínio da atempadamente. fundos a nível do catalogação e da Agrupamento); indexação; ● Reuniões com os ● Recursos membros da equipa financeiros responsáveis pela decorrentes do PNL e gestão da colecção da Candidatura de para aferição de Mérito que permitiram dificuldades e a actualização e necessidades; renovação de fundos documentais, de forma a atender à diversidade de projectos e dos diferentes níveis de ensino do Agrupamento. A BE como ● BE no centro das aprendizagens e ● Intervenção activa ● Espaço físico ● Criação de ● Falta de adesão ● Fortalecer e dar espaço de da construção do conhecimento; na articulação de insuficiente (reduzido) condições favoráveis dos docentes aos seguimento à conhecimento actividades para a dinamização à promoção do projectos da BE; proposta apresentada e ● Suporte indispensável do promotoras de de determinadas sucesso educativo; pela Assembleia de aprendizagem. desenvolvimento curricular, na aprendizagem com actividades, pelo que ● Reforço das ● Resistência à escola, em parceria Trabalho sociedade do conhecimento; todas as escolas do muitas vezes as aprendizagens dos inovação e à com a Junta de colaborativo e ● Papel activo / fundamental no Agrupamento; mesmas têm de alunos; mudança por parte da freguesia de articulado com processo ensino/aprendizagem na ● Forte articulação decorrer noutros ● Fortalecimento da Comunidade requalificação do Departamento formação para as literacias e parar o da BE com as espaços como o comunicação, das Educativa edifício junto à escola, s e docentes. acompanhamento curricular e das diferentes escolas do polivalente da Escola- parcerias e da para a criação de um aprendizagens dos alunos mediante Agrupamento ( Essa Sede. É o caso do cooperação entre os novo espaço, em que a divulgação de materiais que produz articulação é visível habitual “Encontro elementos da a Biblioteca Escolar através de sites Web, blogs, no Plano de com os escritores” Comunidade possa cumprir Helena Silva
  5. 5. Conhecimento na área Biblioteca escolar plataformas de e-learning e outros Actividades de cada ,inserido na Semana Educativa; devidamente as suas instrumentos de difusão; uma das estruturas) do Livro; ● Promoção/ funções Informativa, ● Ambiente dinâmico, físico e virtual divulgação de Educativa, Cultural e onde convergem e se integram infra- ● O projecto “Saber ● Falta de transporte actividades e Recreativa ao serviço estruturas de tecnologia, recursos Estudar” em suporte para que os alunos projectos. do Agrupamento e da humanos, espaços, equipamentos; papel e digital que dos jardins e escolas Comunidade ● Ligação ao currículo das diferentes fomenta a do 1ºCEB possam Educativa; disciplinas; articulação com aprendizagem deslocar-se com ● Reforçar a departamentos, professores e alunos autónoma dos regularidade à formação de na planificação e desenvolvimento de alunos; Biblioteca do utilizadores ao nível actividades educativas e de Agrupamento; da utilização das TIC aprendizagem; ● Avaliação favorável e da literacia de ● Apoio activo do currículo: e construtiva informação; fornecendo recursos adequados e efectuada pela ● Cumprir o Plano de actuais; preparando actividades de comunidade Actividades da BE ( biblioteca baseadas no currículo e educativa através do integrado no Plano de ensinando em colaboração com os preenchimento de Actividades do professores curriculares inquéritos de Agrupamento); ● Biblioteca como um recurso avaliação realizados estratégico e aquando da ● Realização das mediadora privilegiada na oferta de realização de cada propostas constantes possibilidades de actividade; do Programa de acesso à informação e ao Animação Cultural da conhecimento; BE, que abrangem todos os ciclos de ensino. Formação para ● Papel preponderante da BE na ● Dinamização do ● Disponibilidade ● Desenvolver ● Resistência à ● Todas as a leitura e para formação para as literacias e para o projecto “Biblioteca temporal dos alunos progressivamente leitura manifestada actividades as literacias acompanhamento curricular e das sobre Rodas” – para participar nas competências de por alguns alunos. constantes do aprendizagens dos alunos; itinerância de fundos múltiplas solicitações leitura nos alunos de Programa de ● Papel transformativo e formativo: que contempla 9 promovidas pela BE; diferentes faixas Animação Cultural da espaço de construção de jardins-de-infância e etárias; Be têm em vista a conhecimento e não apenas centro 9 escolas do 1º ciclo; ● O excesso de ● Promover a formação para a Helena Silva
  6. 6. Conhecimento na área Biblioteca escolar de informação; ● Programa de actividades propostas interdisciplinaridade e leitura e para as ● Papel informacional através da animação cultural pelas várias articulação da BE literacias. Por disponibilização de recursos de destinado às disciplinas. com os diferentes exemplo: os informação e na contribuição dada diferentes valências, Departamentos encontros com os para o uso e integração das infra- integrando disciplinares. escritores; os estruturas tecnológicas nas práticas actividades diversos concursos; lectivas; adequadas aos passatempos como ● Função da BE no domínio do diferentes graus de “Atreve-te a ler”, entre ensino das literacias críticas – de ensino, desde o pré- outros. informação e digital (a alunos e escolar ao ensino professores) – quer em situações secundário; individuais, quer em grupo BE e os novos ● Importância dos catálogos e bases ● Boa gestão de ● Uma certa ● Aceder, em tempo ● A utilização ● Realização de ambientes de dados on-line recursos e resistência por parte útil, a diversas fontes incorrecta das novas sessões de formação digitais. ● Campo interdisciplinar que envolve equipamento; de alguns alunos na de informação; tecnologias; de utilizadores na BE práticas de informação e ● O número de utilização das novas ● Promover a e nas aulas de Estudo educacionais; computadores fixos tecnologias como autonomia em termos ● A substituição Acompanhado ● Papel do e-learning; na BE e um parceiro de de aprendizagem. crescente da (sobretudo no 2º Literacia de informação on-line significativo número aprendizagem pesquisa em livros ciclo); através da criação de portais / de portáteis, que autónoma, pelos sites da ● Maior divulgação formação de utilizadores; poderão ser nomeadamente a Internet. dos meios disponíveis requisitados para as reduzida utilização do e das propostas da aulas; site “Saber Estudar” e BE junto de todos os ● O site “Saber do moodle da BE. utilizadores ( alunos e Estudar” (Projecto da professores); BE em articulação ● Formação de com os diferentes utilizadores a nível grupos disciplinares); dos docentes. ● O Moodle da BE que apresenta propostas de actividades; sugestões de leitura e formação na óptica Helena Silva
  7. 7. Conhecimento na área Biblioteca escolar do utilizador. Gestão de ● Contributo da recolha de ● Publicação de ● Todo o trabalho de ● Repensar em ● Disponibilidade ● Normalizar os evidências/ evidências no âmbito da avaliação todas as actividades “bastidores” inerentes estratégias de registo temporal para encontros / reuniões; avaliação. das intervenções da BE nos desenvolvidas à preparação e dos diferentes tipos realização de diferentes domínios; (materiais utilizados; desenvolvimento de de trabalho efectuado reuniões com as Elaboração de um ● Avaliação como elemento reportagem actividades, feito quer pela equipa. diferentes estruturas regimento que fundamental para uma gestão fotográfica; descrição a nível individual, e grupos de trabalho. normalize a equilibrada e adequada às das actividades) pela quer a nível de calendarização e necessidades de todos os BE no site reuniões parcelares registos de todo o intervenientes no processo http://becre.eb23s- não se encontra trabalho efectuado na ensino/aprendizagem; maceira.edu.pt formalmente BE pela equipa. ● Papel da avaliação na aferição da ● As referências à registado. eficácia dos serviços prestados pela articulação com a BE BE e na identificação dos nas actas das condicionalismos que prejudicam a diferentes estruturas qualidade e eficiência dos mesmos; educativas; ● Importância da avaliação na ● Propostas de aferição do impacto que os serviços articulação com a BE prestados pela BE têm nos seus de iniciativa das utilizadores; diferentes estruturas ● Contributo da avaliação para a educativas e escolas constatação de que os objectivos do Agrupamento; biblioteca se coadunam com os da restante escola e que algum do sucesso obtido pelos alunos tem a sua participação; ● Papel preponderante da recolha sistemática de evidências no sentido de permitir a definição fundamentada e adequada das acções prioritárias a desenvolver e de melhorias a implementar. Helena Silva
  8. 8. Conhecimento na área Biblioteca escolar Gestão da mudança SÍNTESE Factores de sucesso Obstáculos a vencer Acções prioritárias ● A articulação efectiva e activa entre a ● A falta de espaço físico que condiciona de ● Reformulação/ aperfeiçoamento do Manual ● Delinear um Plano de Acção, Biblioteca e todas as escolas do certo modo a gestão /organização de recursos de Procedimentos; onde em cada ano lectivo Agrupamento; existentes na BE; ● Constituição de um catálogo comum do sejam definidas acções ● A adesão e o reconhecimento do papel da Agrupamento (Uniformização da catalogação prioritárias a desenvolver; Biblioteca por toda a Comunidade educativa; ● As exigências crescentes do desempenho de fundos a nível do Agrupamento); ●O Programa de Animação Cultural do cargo de professor bibliotecário face à ● Indexação / cotação dos fundos da ● Estabelecer indicadores mais diversificado e adequado aos currículos, com disponibilidade temporal; Biblioteca de Maceira 2; precisos para avaliação dos a dupla função de aproximar a BE das ● A grande diversidade ● Formação de utilizadores a nível das vários domínios da diferentes valências e de promover a literacia; de projectos e exigências com que a escola se literacias da informação. depara, que poderá condicionar a participação ● Os elementos que integram a equipa mais activa dos professores/ alunos nos (professores e assistentes operacionais) projectos promovidos pela BE. , no sentido de permitir o contribuem para a organização e bom melhoramento da acção da BE funcionamento da BE; como um recurso estratégico e ● A “bolsa” de professores colaboradores, que mediadora privilegiada na ajudam a concretizar e a dinamizar alguns oferta de possibilidades de projectos da BE. acesso à informação e ao conhecimento; Helena Silva

×