Projeto redes

196 visualizações

Publicada em

Projeto sobre Redes de computadores

Publicada em: Internet
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
196
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto redes

  1. 1. SENAC – SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL CURSO TÉCNICO DE INFORMÁTICA REDES TIPOS DE CONEXÕES JEAN LUCAS FERRARI TAQUARA, RS 2014
  2. 2. JEAN LUCAS FERRARI REDES TIPOS DE CONEXÕES Pesquisa científica apresentada ao Curso Técnico de Informática do SENAC – Serviço Nacional de Aprendizagem de Taquara - RS, como requisito parcial para a obtenção do grau de Técnico em Informática. Módulo: Metodologia de Projetos
  3. 3. TAQUARA, RS SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 2. OBJETIVO 3. METODOLOGIA 4. CONSIDERAÇÕES FINAIS 5. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 6. ANEXOS......................................................................
  4. 4. INTRODUÇÃO Quando falamos em redes de computadores, a maioria das pessoas pensam em uma série de computadores ligados entre si por meio de cabos para trocarem dados ou então pensa em grandes redes como a internet. A disciplina de Redes de Computadores de fato estuda estas coisas, mas ela também estuda muito mais coisas, pois o assunto de redes de computadores é algo bastante amplo e possui uma quantidade enorme de aplicações.
  5. 5. OBJETIVO A pesquisa tem como objetivo esclarecer melhor como funciona as redes de computadores, a diferença de cada uma delas e também em qual local cada uma delas se adequada melhor ao usuário.
  6. 6. PROBLEMA Mostrar quais são os tipos de conexões de redes de computadores e quais são as redes mais usadas pela maioria dos usuários.
  7. 7. JUSTIFICATIVA Hoje em dia com o avanço da tecnologia a rede de computadores de internet também avançaram nessa área, e que é quase impossível encontrar alguma empresa, pode ser de pequeno a grande porte, não possuir uma rede de internet.
  8. 8. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS <http://pt.wikipedia.org/wiki/Rede_de_computadores/> 9 JULHO. 2014. <http://www.dei.isep.ipp.pt/~andre/documentos/redes-classificacao.html> 9 JULHO. 2014. <http://www.hardware.com.br/tutoriais/historia-redes/> 9 JULHO. 2014.
  9. 9. ANEXOS
  10. 10. Tipo de conexões Uma boa definição de Rede de Computadores é: Uma rede de computadores é um conjunto de dois ou mais dispositivos que usam um conjunto de regras (protocolo) em comum para compartilhar recursos ( dados, impressoras, mensagens (e-mails),entre outros.) entre si, através de uma rede. A Internet é um amplo sistema de comunicação que conecta muitas redes de computadores. Existem várias formas e recursos de vários equipamentos que podem ser interligados e compartilhados, mediante meios de acesso, protocolos e requisitos de segurança. Os meios de comunicação podem ser: linhas telefónicas, cabo, satélite ou comunicação sem fios (wireless). Rede local (LAN) Uma "Local Area Network" caracteriza-se por ocupar uma área limitada, no máximo um edificio, ou alguns edificios próximos, muitas vezes limitam-se a apenas um piso de um edificio, um conjunto de salas, ou até uma única sala. São redes de débito médio ou alto (desde 10 Mbps até 1 Gbps, sendo atualmente o valor de 100 Mbps o mais comum). A tecnologia mais divulgada é o "ethernet", ainda em "broadcast", ou usando já "comutação". Existe um conjunto de serviços e protocolos que são caracteristicos das redes locais e que fazem parte da definição de rede coorporativa.
  11. 11. Rede metropolitana (MAN) Uma "Metropolitan Area Network" é basicamente uma WAN, cuja dimensão é reduzida, geralmente também assegura a interligação de redes locais. A área abrangida corresponde no máximo a uma cidade. São usadas por exemplo para interligar vários edificos afins dispersos numa cidade. A tecnologia empregue pode incluir redes ponto-a-ponto ou usar meios que permitem um débito mais elevado como FDDI, ATM, DQDB ("Distributed Queue Dual Bus") ou até mesmo Gigabit Ethernet. Uma vez que as redes de área metropolitana (tal como as WAN) envolvem a utilização de espaços públicos, apenas podem ser instaladas por empresas licenciadas pelo estado, sendo a tecnologia de eleição o ATM. Os únicos casos em que é possível realizar interligações através de espaços públicos é usando micro-ondas rádio ou laser, mesmos nestes casos existem restrições quanto a potência de emissão Rede de área alargada (WAN) A redes de área alargada ("Wide Area Network") têm a dimensão correspondente a países, continentes ou vários continentes. São na realidade constituidas por multiplas redes interligadas, por exemplo LANs e MANs. O exemplo mais divulgado é a "internet". Dada a sua dimensão e uma vez que englobam LANs e WANs, as tecnologias usadas para a transmissão dos dados são as mais diversas, contudo para que as trocas de informação se processem é necessário um elo comum assente sobre essa tecnologia heterogénea. Esse elo comum é o protocolo de rede.
  12. 12. Dial Modem A famosa internet discada foi praticamente o pontapé inicial da rede no Brasil. Apesar de ainda ser utilizada, não é mais tão popular quanto foi no início dos anos 2000. O motivo? A baixa velocidade. A conexão Dial Modem alcançava, no máximo, míseros 56,6 kbps. Sem contar o irritante som que emitia enquanto conectava e o fato de cair sempre que alguém tirava o telefone do gancho. xDSL Acessar a internet até cinco vezes mais rápido do que a conexão discada e conseguir falar ao telefone ao mesmo tempo. Por esse simples motivo, a banda larga foi vista como a grande revolução tecnológica para muitos internautas. E foram as conexões da família xDSL (Digital Subscriber Line, ou linha de assinante digital) as primeiras a se popularizarem nesse sentido. Cabo Você já deve ter ouvido falar de TV a cabo, certo? Algumas empresas decidiram aliar a ela o acesso à internet. Com isso, uma linha telefônica não era mais pré-requisito para se conectar, o que deu mais liberdade ao usuário. Outra grande vantagem deste tipo de conexão é a velocidade, que varia entre 70 kbps e 150 Mbps. Além disso, a internet a cabo facilitou a criação de redes de computadores, dividindo a conexão com múltiplas máquinas, sem contar a distribuição sem fio através de roteadores wireless.
  13. 13. Wifi A mais popular das conexões wireless é basicamente uma versão sem fio da banda larga comum, distribuída através de um roteador especial. É por isso que são designadas como redes, já que necessitam de uma conexão com fios para criar o ponto de acesso. O sinal de internet é enviado a frequências que variam entre 2,4 GHz e 5 GHz e podem alcançar até 54Mbps no raio de alguns metros. Rádio Você já deve ter ouvido a expressão “nas ondas do rádio”. Tudo bem que o contexto era outro, mas ela pode ser aplicada à internet sem nenhum problema, já que é possível conectar-se à rede através de sinais emitidos por antenas de rádio. A grande vantagem desta conexão é dispensar o uso de qualquer fio ou cabo e até mesmo modems. O sinal é enviado por uma antena e recebido por uma torre de transmissão, que é posicionada em um local estratégico, geralmente no alto de prédios ou lugares que não ofereçam barreiras para a onda.
  14. 14. 3G A queridinha dos usuários de celular. Funciona de maneira semelhante à conexão a rádio e os sinais são enviados praticamente pelas mesmas torres que enviam o sinal de telefonia para o aparelho, o que significa um amplo raio de alcance. Além disso, a conexão pode chegar a 7 Mbps. Presente em praticamente todos os celulares atuais, a internet 3G tornou-se tão popular que recebeu até adaptação para computadores. Pequenos modems exclusivos foram desenvolvidos para que você possa conectar-se à internet em seu notebook através deste tipo de conexão quando não existirem redes Wi-Fi.

×