Governo 2.0 - Gestao do Conhecimento e Inovacao - Web 2.0

2.701 visualizações

Publicada em

Gestao do Conhecimento e Inovacao no Setor Publico. Casos de Governo nas esferas do executivo, legislativo e judiciario. Fala também de enterprise 2.0 colaboracao e redes sociais

Publicada em: Negócios, Educação
2 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.701
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
573
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
116
Comentários
2
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Governo 2.0 - Gestao do Conhecimento e Inovacao - Web 2.0

  1. 1. Governo 2.0 Inclusão, participação e inovação como estratégia Dr. José Cláudio C. Terra Junho 2009 TerraForum
  2. 2. www.terraforum.com.br/governo
  3. 3. Agenda  Contexto e Tendências  Governo 2.0  Objetivos  Os 3 poderes representados na Web 2.0  Planejamento e Gestão  Ética  Boas Práticas  Conclusão
  4. 4. Agenda  Contexto e Tendências  Governo 2.0  Objetivos  Os 3 poderes representados na Web 2.0  Planejamento e Gestão  Ética  Boas Práticas  Conclusão
  5. 5. Contexto e Tendências Novos e antigos desafios para o governo - Fracasso na educação - Lavagem de Dinheiro – Narcotráfico - Aquecimento Global – Pandemias - Insegurança Social - Sustentabilidade – Inclusão social – Subdesenvolvimento – Crise financeira – Devastação do meio ambiente – Corrupção – Falta de credibilidade política As dinâmicas sociais resultantes da globalização tornam cada vez mais complexos os desafios para os governos Neste cenário os tradicionais modelos de gestão são colocados em cheque e se acentua a necessidade de que seja implementada uma dinâmica de inovação contínua nas práticas governamentais.
  6. 6. Contexto e Tendências 40% de todos os recursos de nossa sociedade são geridos diretamente pelo Governo
  7. 7. Contexto e Tendências As TICs são fundamentais para ajudar nossa sociedade a superar vários obstáculos para o desenvolvimento econômico, social e ambiental
  8. 8. Contexto e Tendências  Voz Política  Exclusão Legal  Isolamento geográfico  Acesso aos serviços públicos O que as TICs tem a ver  Acesso ao conhecimento com isso?  Acesso ao mercado de trabalho  Participação Comunitária  Participação no comércio  Participação no mercado de trabalho
  9. 9. Agenda  Contexto e Tendências  Governo 2.0  Objetivos  Os 3 poderes representados na Web 2.0  Planejamento e Gestão  Ética  Boas Práticas  Conclusão
  10. 10. Governo 2.0 Em que direção seguir? Quais devem ser os novos modelos? Como defini-los de forma adequada e participativa? “…estamos convencidos que a Gestão do Conhecimento e da Inovação – GCI, suportada pelas revolucionárias ferramentas sociais da Web 2.0, tornou-se uma disciplina chave para as organizações públicas e privadas que queiram continuar vivas pelos próximos anos.” Roberto Meizi Agune Coordenador do GATI - Grupo de Apoio Técnico à Inovação da Secretaria de Gestão Pública de São Paulo
  11. 11. Governo 2.0 Web 2.0 – Ferramentas Sociais Estamos no limiar entre o simples e uma grande revolução na forma de governar:  Simples – Fácil de utilizar, baixo custo, implementáveis em questão de dias  Revolucionário – Atingir e engajar milhares e mesmo milhões de usuários e estimular de forma bastante natural o diálogo, a colaboração e a participação Participação Democracia digital Gestão do Conhecimento Trabalho em rede Inovação Governo 2.0 Colaboração
  12. 12. Governo 2.0 Governo 2.0 – Sociedade 2.0 Goverati – Em direção ao futuro Ao assumir a Casa Branca no início de 2009, Obama publicou um memorando intitulado “Transparência e Redes de relacionamento Governo Aberto”. conectam cidadãos, Diretrizes do Governo: transparência, participação e comunidades e sociedades de colaboração. interesse civil, que são As tecnologias da web 2.0 foram incorporadas como informados e ouvidos para a elementos centrais para que essa estratégia possa ser melhoria dos serviços do implementada. governo. Não há dúvidas de que as ferramentas sociais já se incorporaram a praticamente todas as esferas: públicas, privadas e sociedade civil. Experimentar e inovar, no entanto, é fundamental. Na Web 2.0 o alvo é móvel.
  13. 13. Agenda  Contexto e Tendências  Governo 2.0  Objetivos  Os 3 poderes representados na Web 2.0  Planejamento e Gestão  Ética  Boas Práticas  Conclusão
  14. 14. Objetivos Os casos estudados neste relatório foram agrupados conforme os seus objetivos, classificados da seguinte forma: E-democracia Serviços Inovadores Engajando na rede Esforços voltados para Incluem diversos tipos de São iniciativas que fomentam a fortalecer a democracia por serviços que facilitam discussão e participação da meio da estruturação de canais sobremaneira a maneira como sociedade em questões que mais diretos e amplos de os governos atendem às lhes afetam diretamente. relacionamento da população demandas dos cidadãos. com os políticos eleitos. Fomentando a co-criação Democratizando acesso ao Estimulando e destacando conhecimento a inovação A Web 2.0 inclui uma série de A Internet é naturalmente um Fazer mais e melhor com ferramentas que permitem que grande facilitador do acesso à menos recursos é um desafio servidores, funcionários e informação e conhecimento. constante para os governos. cidadãos produzam conteúdo Mais recentemente, muitos Compartilhar as metodologias, de forma colaborativa. governos têm envidado ferramentas e resultados, por esforços significativos para sua vez, tem tudo a ver com prover acesso a conhecimento Governo 2.0. de grande qualidade para os cidadãos.
  15. 15. Agenda  Contexto e Tendências  Governo 2.0  Objetivos  Os 3 poderes representados na Web 2.0  Planejamento e Gestão  Ética  Boas Práticas  Conclusão
  16. 16. Os 3 poderes representados na Web 2.0 As ferramentas sociais da Web 2.0 podem ser aplicadas aos mais diversos propósitos. Identificamos casos específicos relacionados a iniciativas dos 3 diferentes poderes: Executivo Legislativo Judiciário Ferramentas da Web 2.0 A Web 2.0 possibilita O Poder Judiciário começa como blogs, vídeos, melhorias por meio da a utilizar as ferramentas da podcasts, RSS, fóruns e transparência e agilidade Web 2.0 para criar espaços chats, permitem a na comunicação com os de compartilhamento de comunicação fácil e direta cidadãos, favorecendo que informações e, no caso da entre os representantes e a se obtenha maior polícia, inclusive como população, possibilitando legitimidade e proximidade apoio para o cumprimento sua participação efetiva na com o cidadão. de suas missões. tomada de decisões.
  17. 17. Os 3 poderes representados na Web 2.0 Executivo Legislativo Judiciário Diversos governos pelo mundo todo tem se utilizado das ferramentas da Web 2.0 para o poder executivo. Entre as quais podemos destacar as seguintes:  Linha Direta com a Presidência – The White House – www.whitehouse.gov  Portal Online de Petição e Discussões – E-People – www.epeople.go.kr
  18. 18. Os 3 poderes representados na Web 2.0 Executivo Legislativo Judiciário Linha Direta com a Presidência – The White House – www.whitehouse.gov  Canal de comunicação direta do poder executivo com a população americana  Ferramenta de apoio à imprensa  Conteúdo disponibilizado na forma de vídeos e podcasts com discursos do próprio presidente  Open for Questions – Seção onde qualquer usuário pode fazer perguntas em diversos temas: economia, segurança, educação, empregos, etc. As perguntas mais votadas são respondidas pelo presidente em um evento com congressistas, a população e a imprensa  90.000 pessoas, 103.000 questões, 3.600.000 votos
  19. 19. Os 3 poderes representados na Web 2.0 Executivo Legislativo Judiciário Portal Online de Petição e Discussões – E-People – www.epeople.go.kr  Organiza as proposições de ações civis públicas, propostas de serviços civis e discussões políticas enviadas pelos cidadãos, com a finalidade de aperfeiçoar os processos administrativos  Formulário disponibilizado em inglês, japonês e coreano  303 organizações governamentais integradas ao serviço  Destinado aos cidadãos coreanos e aos estrangeiros residentes no país  Redução no tempo para lidar com cada petição – (7,8 para 6,5 dias) - e aumento na satisfação do cidadão (de 45,9 para 52,2%)
  20. 20. Os 3 poderes representados na Web 2.0 Executivo Legislativo Judiciário O poder legislativo também tem feito uso das soluções da Web 2.0. Destacamos os seguintes casos:  Democratização do debate – Hear From Your MP – www.hearfromyourmp.com  Thomas – http://thomas.loc.gov
  21. 21. Os 3 poderes representados na Web 2.0 Executivo Legislativo Judiciário Democratização do debate – Hear From Your MP – www.hearfromyourmp.com  Cidadãos podem enviar perguntas diretamente aos deputados na Grã- Bretanha  Dúvidas ficam visíveis a todos os usuários, que podem assinar à mesma dúvida. Quando o número de assinaturas necessário é alcançado a pergunta é enviada ao deputado  Caso não seja respondida, o site notifica o deputado do número crescente de cidadãos que anseiam pela resposta  Respostas dos parlamentares também são publicadas abertamente, com possibilidade de comentários pela população  70.000 pessoas já escreveram aos seus ministros
  22. 22. Os 3 poderes representados na Web 2.0 Executivo Legislativo Judiciário Thomas – http://thomas.loc.gov  Lançado em 1995 A população participa propondo e debatendo a respeito de leis e na supervisão do poder executivo  Mecanismos de busca que permitem o acesso a projetos de lei e o acompanhamento das atividades dos congressistas (histórico das votações, de leis e tratados já aprovados)  Projeto gerenciado pela Biblioteca do Congresso  Conta com um blog escrito pelo diretor da Biblioteca, Matt Raymond, para comunicar assuntos de interesse da população
  23. 23. Os 3 poderes representados na Web 2.0 Executivo Legislativo Judiciário No caso do Poder Judiciário podemos destacar os seguintes casos:  Inglaterra – Greater Manchester Police – www.gmp.police.uk  Troca de Experiências no Ministério Público - http://wikilegal.wiki.br/
  24. 24. Os 3 poderes representados na Web 2.0 Executivo Legislativo Judiciário Inglaterra – Greater Manchester Police – www.gmp.police.uk  Redes sociais para a informação, abertas para a contribuição dos cidadãos  MySpace, Facebook, YouTube e outros  Canal no YouTube com filmes da polícia instruindo os cidadãos a como se prevenir de crimes comuns e com vídeos enviados pelos usuários que ajudam a identificar criminosos  Aplicativono Facebook que permite a o envio para os usuários em tempo real de informações e histórias sobre pessoas desaparecidas
  25. 25. Os 3 poderes representados na Web 2.0 Executivo Legislativo Judiciário Troca de Experiências no Ministério Público - http://wikilegal.wiki.br/  Iniciativa dos promotores do Ministério Público de São Paulo  Desenvolvimento colaborativo de textos jurídicos  Compartilhamento de conhecimentos e experiências referentes às leis e atos normativos em vigor  Leitura aberta a todos os usuários, edição permitida apenas aos promotores  17 usuários e 25 módulos de artigos
  26. 26. Agenda  Contexto e Tendências  Governo 2.0  Objetivos  Os 3 poderes representados na Web 2.0  Planejamento e Gestão  Ética  Boas Práticas  Conclusão
  27. 27. Planejamento e Gestão O sucesso na implementação das ferramentas Web 2.0 para o governo só poderá ser garantido com um planejamento consistente, que leve em consideração objetivos organizacionais, aspectos culturais e especificidades tecnológicas. Uma boa forma de iniciar um projeto dessa natureza envolve os seguintes aspectos:  Começe com um piloto  Teste e melhore continuamente  Estimule o uso  Disponibilize informações  Estimule o surgimento de iniciativas  Crie políticas amplas  Ganhe o engajamento dos líderes  Defina indicadores de resultados
  28. 28. Agenda  Contexto e Tendências  Governo 2.0  Objetivos  Os 3 poderes representados na Web 2.0  Planejamento e Gestão  Ética  Boas Práticas  Conclusão
  29. 29. Ética As iniciativas baseadas na Web 2.0 devem contar com normas e moderadores para que as ferramentas não se tornem improdutivas ou se desviem dos seus objetivos iniciais. Uma iniciativa que favorece o ambiente ético deve ter:  Política de privacidade (Informações pessoais, uso de dados, informações de terceiros) Termos de uso  Moderação Eventuais desvios de conduta podem gerar grandes prejuízos Desde o início de 2008, uma conta do Twitter chamada @TheWhiteHouse publicava detalhes sobre a agenda, iniciativas e outras notícias administrativas do então presidente, George W. Bush. Quando Barack Obama assumiu a presidência, a conta assumiu seu perfil, e pulou de 3.800 para mais de 16.000 seguidores. Importante - A conta era falsa. No final de janeiro de 2009 o Twitter alterou o nome da conta para @WhiteHouseNews e incluiu um aviso em seu perfil, alertando para a desafiliação do governo.
  30. 30. Agenda  Contexto e Tendências  Governo 2.0  Objetivos  Os 3 poderes representados na Web 2.0  Planejamento e Gestão  Ética  Boas Práticas  Conclusão
  31. 31. Boas Práticas Foi possível identificar alguns fatores que favorecem o sucesso das iniciativas, comuns a diferentes casos, que destacamos a seguir como boas práticas que devem ser observadas na implementação de uma iniciativa Web 2.0 na área governamental:  Defina um Público Alvo  Defina uma estragégia  Defina um escopo específico para cada ferramenta Web 2.0 adotada  Selecione a ferramenta com base nos objetivos da organização  Defina propostas de valor para que os usuários conheçam os benefícios que desfrutarão  Estimule a identificação dos públicos  Estabeleça (e siga) políticas fortes em relação à privacidade  Não tenha receito de críticas à sua organização  Monitore com frequência e modere as participações dos usuários quando necessário, mas não censure  Seabrir um canal que estimule a participação deve realmente participar e ouvir o que os usuários estão lhe dizendo
  32. 32. Agenda  Contexto e Tendências  Governo 2.0  Objetivos  Os 3 poderes representados na Web 2.0  Planejamento e Gestão  Ética  Boas Práticas  Conclusão
  33. 33. Conclusão Benefícios  Horizontalização nos processos de A Web 2.0 dispõe de comunicação ferramentas que possibilitam  Descentralização da produção de que os governos mudem informações nas organizações e na sociedade significativamente os seus modelos de gestão e  Interação entre diversos públicos em escala global relacionamento com os  Maior disseminação de conhecimentos cidadãos. entre públicos distantes fisicamente  Aperfeiçoamento de processos e serviços Os desafios destas novas ferramentas são enormes, assim como o potencial de ganhos que podem ser gerados por todos aqueles gestores que estiverem realmente comprometidos em monitorar de forma sistemática essas mudanças e estiverem na dianteira para implementar iniciativas inovadoras em suas organizações.
  34. 34. www.terraforum.com.br/governo
  35. 35. Obrigado ! José Cláudio C. Terra jcterra@terraforum.com.br www.terraforum.com.br/governo Junho 2009 TerraForum

×