Sustentabilidade e Inovação nos      Países Emergentes      Dr. José Cláudio C. Terra            24/10/2012
Como superar estes desafios?
Inovando
Inovação revolucionária
Inovar é pensar grande
1973 – Proálcool
EMERGÊNCIA
SUSTENTABILIDADE                REDES SOCIAIS• Conscientização• Mobilização• Compreensão do todo• Crescimento Econômico• N...
SUSTENTABILIDADE 2.0PORQUE REDES SOCIAIS E SUSTENTABILIDADE?Porque sistemas sustentáveis partem do princípio de que oresul...
TENDÊNCIASgrandes tendências identificadas da combinação entre sustentabilidade eweb 2.01   AS REDES SOCIAIS COMO INSTRUME...
METODOLOGIAPesquisaApós ampla pesquisa realizada, as iniciativas de sustentabilidade 2.0identificadas foram dividas nos se...
METODOLOGIAModelo de maturidadePara avaliar as práticas colaborativas identificadas, foi elaborado o seguintemodelo de mat...
METODOLOGIAAnálise e Seleção dos CasesApós a pesquisa e aplicação do modelo de maturidade nas iniciativas, foramselecionad...
ABORDAGENS 2.0As redes sociais como instrumentos de mobilização e conscientização                              Mesmo com a...
DUPONT SUSTAINABLE BUSINESS FORUM   fórum de negócios sustentáveis
WISER EARTH   a rede social para a sustentabilidade
ABORDAGENS 2.0As redes sociais como viabilizadoras de ações concretas de sustentabilidade                               Mu...
MOVIMENTO CYAN   ”quem vê a água enxerga seu valor”
CARBON RALLY   o rally da redução de carbono
Table 2: Breakdown of suggestions ((Sep 2003 to 31 Dec 2011)                                            SUGGESTIONS / CUT ...
Table 3: Cost saving as at 31 Dec 2011                                         SAVINGS ($)CUMULATIVE ONCE-OFF SAVINGS AS A...
Inovar é pensar grande
TERRAFORUMEstudos 2.0
Sustentabilidade e Inovação nos      Países Emergentes      Dr. José Cláudio C. Terra            24/10/2012
Espm   24.10.2012 - inovação e sustentabilidade
Espm   24.10.2012 - inovação e sustentabilidade
Espm   24.10.2012 - inovação e sustentabilidade
Espm   24.10.2012 - inovação e sustentabilidade
Espm   24.10.2012 - inovação e sustentabilidade
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Espm 24.10.2012 - inovação e sustentabilidade

1.331 visualizações

Publicada em

Apresentação em Congresso Internacional da ESPM

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.331
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
66
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Espm 24.10.2012 - inovação e sustentabilidade

  1. 1. Sustentabilidade e Inovação nos Países Emergentes Dr. José Cláudio C. Terra 24/10/2012
  2. 2. Como superar estes desafios?
  3. 3. Inovando
  4. 4. Inovação revolucionária
  5. 5. Inovar é pensar grande
  6. 6. 1973 – Proálcool
  7. 7. EMERGÊNCIA
  8. 8. SUSTENTABILIDADE REDES SOCIAIS• Conscientização• Mobilização• Compreensão do todo• Crescimento Econômico• Necessidades Sociais• Uso responsável de Recursos • Mobilização • Posicionamento • Notícias • Ideias • Debates • Velocidade
  9. 9. SUSTENTABILIDADE 2.0PORQUE REDES SOCIAIS E SUSTENTABILIDADE?Porque sistemas sustentáveis partem do princípio de que oresultado está em uma rede estruturada, que funciona deforma integrada, amplificando o efeito de suas ações emensagens. Basta observar a essência dos ecossistemassustentáveis: engajar pessoas conectadas.Usar mídias sociais para dar amplitude as iniciativassustentáveis faz todo sentido. Significa a criação deconversas, manter os ouvidos abertos para as necessidadesde partes interessadas e criar estratégias de longo prazo.
  10. 10. TENDÊNCIASgrandes tendências identificadas da combinação entre sustentabilidade eweb 2.01 AS REDES SOCIAIS COMO INSTRUMENTO DE MOBILIZAÇÃO E CONSCIENTIZAÇÃO 2 AS REDES SOCIAIS COMO VIABILIZADORAS DE AÇÕES CONCRETAS DE SUSTENTABILIDADE Iniciativas que visam Iniciativas que, por à mobilização, ao meio da internet e engajamento e à das redes sociais, conscientização da facilitam a sociedade. participação efetiva de indivíduos em ações de sustentabilidade.
  11. 11. METODOLOGIAPesquisaApós ampla pesquisa realizada, as iniciativas de sustentabilidade 2.0identificadas foram dividas nos seguintes segmentos: Empresas em geral Produtores de bens de consumo e prestadoras de serviço apresentam estratégias de sustentabilidade 2.0 Economia da sustentabilidade Produtos e serviços que surgiram das demandas da sustentabilidade, que atuam com base nos recursos de web 2.0 Governos Ações direcionadas a sustentabilidade, por meio da web 2.0 Organizações da sociedade civil ONG’s, fundações e outras instituições com iniciativas relacionadas à sustentabilidade 2.0
  12. 12. METODOLOGIAModelo de maturidadePara avaliar as práticas colaborativas identificadas, foi elaborado o seguintemodelo de maturidade, de modo a avaliar as diferentes dimensões de umainiciativa de sustentabilidade 2.0
  13. 13. METODOLOGIAAnálise e Seleção dos CasesApós a pesquisa e aplicação do modelo de maturidade nas iniciativas, foramselecionadas os principais destaques para uma análise aprofundada.Foram identificados dois grupos de ações de sustentabilidade 2.0 na web: As redes sociais como instrumentos de mobilização e conscientização As redes sociais como viabilizadoras de ações concretas de sustentabilidade
  14. 14. ABORDAGENS 2.0As redes sociais como instrumentos de mobilização e conscientização Mesmo com a ascensão do tema nas últimas duas décadas, para que a discussão sobre sustentabilidade ocorra de forma efetiva, deve ocorrer de forma organizada, estruturada para permitir a mobilização, conscientização e engajamento. Engajados, os cidadãos assumem a causa e promovem a sua discussão e divulgação. A participação colaborativa é viabilizada através das dinâmicas de colaboração das redes sociais, sites e portais.
  15. 15. DUPONT SUSTAINABLE BUSINESS FORUM fórum de negócios sustentáveis
  16. 16. WISER EARTH a rede social para a sustentabilidade
  17. 17. ABORDAGENS 2.0As redes sociais como viabilizadoras de ações concretas de sustentabilidade Muito além de mobilização e conscientização, as redes sociais podem ser trabalhadas de modo a viabilizar a ações efetivas de sustentabilidade. Aqui encontra-se a Economia da Sustentabilidade. Trata- se de um segmento onde é incentivado ações de colaboração e de consumo sustentável de recursos. Desde a compra de cotas para o plantio de árvores até incentivos de carona, uso de bicicleta, esse segmento tem um alto potencial de resultados efetivos e movimentação econômica.
  18. 18. MOVIMENTO CYAN ”quem vê a água enxerga seu valor”
  19. 19. CARBON RALLY o rally da redução de carbono
  20. 20. Table 2: Breakdown of suggestions ((Sep 2003 to 31 Dec 2011) SUGGESTIONS / CUT SUGGESTIONS / SUGGESTIONS WASTE SUGGESTION TOTAL SUGGESTIONS (NO.) (%) (%)(A) Related to Cut Waste (3,593) (A1) Processed 3,592 - 70.6 AGREE - New Suggestion: Will 112 3.1 2.2 implement AGREE - Already 737 20.5 14.5 Doing AGREE - Clarify how concerns have been 2,208 61.5 43.4 addressed in current policy/practice Not Suitable For 535 14.9 10.5 Implementation (A2) Being 1 0.1 0 processed(B) Not Related to Cut Waste: (1,499) Suggestions not 1,499 - 29.4 related to Cut WasteTOTAL Suggestions 5,092 100.0 100.0Received
  21. 21. Table 3: Cost saving as at 31 Dec 2011 SAVINGS ($)CUMULATIVE ONCE-OFF SAVINGS AS AT 31 8,739,884.34DEC 2011CUMULATIVE TOTAL RECURRENT SAVINGS 2,769,037.70AS AT 31 Dec 2011CUMULATIVE TOTAL COST SAVINGS AS 11,502,422.04AT 31 Dec 2011 * :
  22. 22. Inovar é pensar grande
  23. 23. TERRAFORUMEstudos 2.0
  24. 24. Sustentabilidade e Inovação nos Países Emergentes Dr. José Cláudio C. Terra 24/10/2012

×