Conhecimento e carreira no séc xxi

1.115 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre tendências do trabalho no séc XXI, gestão do conhecimento e valores organizacionais

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.115
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
21
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
40
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conhecimento e carreira no séc xxi

  1. 1. Evento de Recrutamento – FEA Carreira? O que é isso no Séc XXI ? Dr. José Cláudio C. Terra 27 de maio de 2010
  2. 2. Quem somos 2
  3. 3. Nossa Missão “ Ajudar nossos clientes a aprender, colaborar e inovar de maneira mais efetiva Slide 3
  4. 4. Mais de 300 projetos com empresas líderes nos últimos 7 anos 4
  5. 5. Áreas de atuação da TerraForum Gestão Portais da Corporativos Inovação Sustentabilidade Gestão do Educação Conhecimento Corporativa Gestão da Tecnologia da Comunicação Informação Interna 5
  6. 6. Livros publicados por consultores TerraForum 6
  7. 7. Contexto do Trabalho 7
  8. 8. Indicadores: perspectiva internacional • Profissionais de TI e • Médicos Criativos Categorias Ocupacionais – E.U.A. (1999) matemáticos • Artes, design, esportes (30%) Salário – • Engenheiros e arquitetos • Entretenimento e mídia US$ 49 mil • Ocupações Gerenciais • Educação e treinamento • Advogados Trabalhadores • Construção • Manufatura (26%) • Extração • Transporte Salário – US$ 28 mil • Manutenção • Logística •Serviços de saúde •Vendas de baixo valor Serviços (43,4%) •Alimentação •Serviço social Salário – •Limpeza •Segurança US$ 22 mil •Serviços pessoais •Atividades administrativas Agricultura • Agricultura • Atividades florestais (0,6%) • Pecuária Salário – US$ 18 mil • Pesca Fonte: U.S. Bureau of Labour Statistics 1999, in: Richard Florida, “The Rise of the Creative Class, Basic Books, 2002, pags. 77, 328-330 8
  9. 9. Indicadores: perspectiva internacional Categorias Ocupacionais – E.U.A. (1900-1999) 50% 45% 40% 35% 30% 25% 20% 15% 10% 5% 0% 1900 1910 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1980 1991 1999 Criativos Trabalhadores Serviços Agricultura Fonte: U.S. Bureau of Labour Statistics 1999, in: Richard Florida, “The Rise of the Creative Class, Basic Books, 2002, pags. 77, 328-330 9
  10. 10. Indicadores: perspectiva internacional 100% 90% 30% 35% 80% 40% 70% 60% 15% 20% 50% 15% 25% 40% 10% 30% 5% 20% 40% 35% 30% 10% 0% 2000 2005 2010 Sozinho (a) Mesma hora, mesmo lugar Local Diferente, mesma hora Local diferente, hora diferente Fonte: Gartner, in: “Building a Knowledge and Decision Superior Force, Colonel Timothy E. Eayre, USA, DCIO, U.S. Joint Staff, KM World 2002, Santa Clara-CA, October 29-31, 2002 10
  11. 11. Mudanças fundamentais nos desafios gerenciais (I) Conhecimento para Recursos físicos para Produção criar produtos criar produtos tangíveis intangíveis Fluxo de Produção Sequencial Caótico Posses dos Meios Empresa Empresa e indivíduos de Produção Fonte de Poder Nível hierárquico Nível de conhecimento 11
  12. 12. Mudanças fundamentais nos desafios gerenciais (II) Pessoas Geradores de custos Geradores de receitas Distribuição de Centradas nos Centradas no indivíduo Recompensas indivíduos e grupo Papel da Gerência Supervisionar Apoiar “Soft” – baseada em Forma de Controle “Hard” cultura e valores Ferramenta para Informação Instrumento de communicação Controle Recurso para todos 12
  13. 13. Evolução da organização do trabalho propósito pertencimento vínculo duração Comercializar um Função das relações Estrutura produto ou prestar um hierárquicas das Descrições de cargo e Até a próxima hierárquica objetivos coletivas reorganização serviço organizações Entregar resultados Relacionamentos Processos importantes para a fornecimento - cliente Contratos Ciclos dos processos organização Equipes de Realizar um tarefa Segundo alocação por Metas e objetivos do Até que o projeto projeto específica superior hierárquico projeto esteja finalizado Colaborar na Novo membro é Paixão, compromisso Enquanto persistir o Comunidades contrução de selecionado por seus e identificação com a interesse pela de prática conhecimento, futuros pares prática do grupo manutenção do grupo apredizado e troca Gerar resultados por Confiança, propósito meio da combinação Enquanto houver Enquanto objetivos Redes de recursos e relação ganha-ganha coletivo e conduta comuns perdurarem habilidades comuns
  14. 14. 14
  15. 15. Gestão 2.0 Sadia usa rede colaborativa São Paulo - Como gerir e transmitir o Um dos recursos da ferramenta é o conhecimento técnico em uma canal de "perguntas tecnológicas", para gerir conhecimento empresa que compõe um grupo de onde os empregados podem postar perguntas de diferentes áreas do mais de 100 mil colaboradores? Este Plataforma online ajuda a reunir, organizar é o desafio que a Sadia tem enfrentado conhecimento. As postagens são nos últimos anos. classificadas e organizadas de acordo e registrar informações que eram com o assunto e, em seguida, são perdidas com o tempo Até o final de 2007, a companhia não enviadas aos especialistas mais tinha nenhuma ferramenta que indicados da empresa. As respostas são 29/04/2010, Luciana Carvalho postadas na mesma plataforma e o organizasse e disseminasse as informações técnicas entre os fórum é encerrado só quando o autor funcionários. "Se o empregado saísse da da pergunta se sentir satisfeito com a empresa, aquele conhecimento explicação. adquirido era perdido", explica o consultor da Sadia, Ioanis Desde dezembro de 2007, o Sarantopoulos, que apresentou o case Observatório de Tecnologia durante o evento Gestão 2.0, registrou 1.427 respostas para 307 promovido hoje (29) pelo TerraForum, perguntas tecnológicas. Ao todo, a em São Paulo. ferramenta reúne 1.800 usuários e engloba 49 comunidades que A companhia encontrou a solução no tratam de diferentes temas, como Observatório de Tecnologia, rede tecnologia e meio ambiente. Segundo colaborativa online criada para gerir Sarantopoulos, a ferramenta conhecimento e inovação produzidos na possibilitou maior interação entre empresa. Por meio dele, funcionários de funcionários e parceiros, além de unidades distantes puderam estreitar o aumentar a proposição de projetos contato e trocar informações com mais inovadores e estimular o debate sobre facilidade. as propostas.
  16. 16. Contexto da Aprendizagem 16
  17. 17. Como eu aprendo e crio coisas verdadeiramente novas?
  18. 18. Como nós aprendemos e criamos coisas verdadeiramente novas?
  19. 19. Conhecimento
  20. 20. Trabalhador do Conhecimento: Quais habilidades eles precisam desenvolver ?
  21. 21. Habilidades para o trabalhador do conhecimento  Acesso efetivo à informação  Avaliação e validação da informação  Organização e proteção da informação  Atuação em Rede: Colaboração, Publicação e Disseminação da Informação
  22. 22. • Estando inspirado, apaixonado e obcecado • Testando e focando com tempo • Refletindo • Interagindo • Observando • Acessando à informação • Cursos
  23. 23. Aprendizado no Século XXI 24
  24. 24. Implicações para Modelos Educacionais  Atitude socrática: busca incessante, mas nunca plenamente atendida, da informação, do conhecimento e da verdade  Do conhecimento unidirecional professor-aluno para modelos “multidirecionais”, „multi-informacionais” e “multisensoriais”  Ser inteligente neste novo mundo é estar significativamente conectado em várias redes de aprendizado, compartilhamento e criação  Uso constante de projetos de “descobertas” e “criação”  Domínio “hard” e “soft” do uso das novas tecnologias de informação e comunicação baseadas na Internet
  25. 25. Considerações Finais Necessidade de Visão Prospectiva “É bem possível que estejamos constantemente atrasados, pois estamos atuando hoje na educação de estudantes que começam sua vida escolar e que atuarão em um mundo que ao final de seus estudos estará ainda mais digitalizado, informatizado e acelerado”
  26. 26. Contexto dos Profissionais 27
  27. 27. O trabalhador do conhecimento • Equilibrar vida pessoal e profissional. • Economizar tempo e evitar atividades de • Equilibrar trabalho individual e em grupo. baixo valor. • Acessar vários aplicativos distintos no dia. • Trabalhar em qualquer lugar.
  28. 28. O trabalhador do conhecimento • Aprender continuamente. • Colaborar dentro e for a da sua área e • Ter acesso a fontes de conhecimento. empresa. • Ser supreendido positivamente. • Autonomia e gerenciamento sua própria carreira.
  29. 29. O trabalhador do conhecimento • Saber o que e em quem confiar • Gerenciar excesso de informação • Publicar informações e compartilhar conhecimentos para públicos escolhidos
  30. 30. O trabalhador do conhecimento • Desenvolver uma identidade própria. • Ser ouvido e reconhecido.
  31. 31. O trabalhador do conhecimento Identidade e reconhecimento Gerenciamento de informação Aprendizado Produtividade
  32. 32. No que acreditamos na TerraForum
  33. 33. Relacionamento Humano 34
  34. 34. “Falamos diretamente, sem rodeios, sem agenda paralela” “Não admitimos e não aceitamos falta de transparência de colegas” 1.1 Transparência 35
  35. 35. “Somos pró-ativos na oferta de nosso tempo, conhecimento e relacionamentos para ajudar colegas que necessitam de ajuda” “Sempre buscamos compartilhar nosso conhecimento com os colegas” 1.2 Colaboração 36
  36. 36. “Promovemos um ambiente agradável de convivência no qual hierarquias formais e símbolos de status são fortemente rechaçados” “Tratamos de maneira igual todas as pessoas da empresa” 1.3 Informalidade 37
  37. 37. “Apreciamos o bom humor, a alegria e esforços de indivíduos que tornam a TerraForum um lugar gostoso para se trabalhar” 1.3 Informalidade 38
  38. 38. “Damos apoio nos momentos difíceis dos nossos colegas” 1.4 Respeito pela vida pessoal 39
  39. 39. “Nãofazemos controles burocráticos de nossos colegas” “Confiamos no profissionalismo dos mesmos” 1.4 Respeito pela vida pessoal 40
  40. 40. Comprometimento 41
  41. 41. “Não buscamos desculpas” “Não jogamos a culpa nos colegas, nas circunstâncias ou nos clientes” “Continuamente alinhamos as expectativas e negociamos as nossas prioridades com as partes interessadas em nossas entregas ” “Assumimos as conseqüências quando não conseguimos atender aos compromissos” 2.1 Accountability 42
  42. 42. “Nós separamos o lixo de forma consistente; deixamos nossos escritórios limpos e organizados; lideramos atividades que visam preservar ou otimizar os recursos da empresa” “Não gastamos tempo e não pedimos para colegas realizarem atividades que não trazem valor para a organização” 2.2 Uso responsável dos recursos 43
  43. 43. “Nãonos colocamos limites imaginários; acreditamos que independentemente do tempo de empresa ou tempo de experiência profissional qualquer colega pode assumir a liderança de iniciativas internas ou externas” “Quando vemos algo errado não deixamos para outros a iniciativa de corrigir o erro” 2.3 Iniciativa 44
  44. 44. “Lutamos pela implementação de boas idéias de maneira organizada, estruturada e persistente” “Lutamos por recursos para conseguir que nossas idéias aprovadas sejam implementadas” “Se nossas idéias não são aprovadas e apoiadas pela empresa, não nos abatemos e buscamos desenvolver outras idéias e iniciativas” 2.3 Iniciativa 45
  45. 45. Desempenho 46
  46. 46. “Estabelecemos metas pessoais bem específicas e nos organizamos para atingi-las” “Buscamos oportunidades de aprendizado e estudo de maneira organizada e sistemática em nossas áreas de interesse” “Buscamos feedback de maneira freqüente e consciente visando nosso aprimoramento profissional” 3.1 Autodisciplina 47
  47. 47. “Prestamos muita atenção a pequenos detalhes. Não entregamos produtos com pequenos erros (de consistência, de digitação, de gramática, etc)” “Nossos padrões de referência são o que há de melhor no mundo em nossas áreas de atuação” 3.2 Excelência 48
  48. 48. “Exigimos alto padrão de excelência nas entregas de nossos colegas. Não ficamos quietos quando vemos algo que acreditamos estar abaixo do padrão de qualidade. Se necessário, escalamos a questão para quem possa intervir e garantir a qualidade e excelência. Enfim, não somos passivos” 3.2 Excelência 49
  49. 49. “Liderança intelectual é um objetivo concreto para o qual nos dedicamos de maneira muito evidente e eficiente” “Não somos superficiais; procuramos ir a fundo em nossas áreas de conhecimento e atuação” “Buscamos desafios intelectuais que se traduzem no frequente desenvolvimento de novas áreas de atuação, produtos e serviços” 3.3 Brilhante pragmatismo 50
  50. 50. “Temos ponto de vista assertivo” “Publicamos de maneira freqüente nossas idéias, pontos de vista e abordagens metodológicas” “Não desenvolvemos ou propomos soluções ou metodologias burocráticas e que não produzam resultados concretos para nossos clientes” 3.3 Brilhante pragmatismo 51
  51. 51. Reflexões Finais 52
  52. 52. Jose Claudio Terra jcterra@terraforum.com.br 11-3088-6021 www.slideshare.net/jcterra www.terraforum.com.br BRASIL SÃO PAULO - Rua Francisco Leitão, 469, cj1704 - Jd. América - São Paulo - SP - CEP 05414-020 - Tel / Fax: +55 (11) 3088-6021 CURITIBA - Praça General Osório, 45, cj305 - Centro - Curitiba - PR - CEP 80020-010 - Tel: +55 (41) 3233-8891 RIO DE JANEIRO - Av. Rio Branco, 1 – 12º. Andar - Sl 30 - Centro - Rio de Janeiro - RJ – CEP 20090-003 - Tel: +55 (21) 2588-8288 CANADÁ TORONTO - 117 Melrose Ave - ON - M5M1Y8 - Tel: +1 905-919-2301

×