Critérios de avaliação de produtos de eLearning
Critérios de avaliação de produtos de eLearning (i) <ul><li>Universalidade </li></ul><ul><ul><li>Em função da dimensão da ...
Critérios de avaliação de produtos de eLearning (ii) <ul><li>Aplicabilidade </li></ul><ul><ul><li>Grau de aplicabilidade d...
Critérios de avaliação de produtos de eLearning (iii) <ul><li>Selecção de suporte </li></ul><ul><ul><li>Adequação do supor...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Critérios de Avaliação de produtos de eLearning

1.334 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Critérios de Avaliação de produtos de eLearning

  1. 1. Critérios de avaliação de produtos de eLearning
  2. 2. Critérios de avaliação de produtos de eLearning (i) <ul><li>Universalidade </li></ul><ul><ul><li>Em função da dimensão da população-alvo para quem os conteúdos poderão tornar-se úteis; </li></ul></ul><ul><li>Longevidade </li></ul><ul><ul><li>Correspondendo à expectativa de tempo de vida útil dos conteúdos, sem necessidade de actualizações profundas; </li></ul></ul><ul><li>Acessibilidade </li></ul><ul><ul><li>Reportando-se à proximidade e adaptabilidade, sobretudo dos suportes, em função dos seus destinatários e utilizadores; </li></ul></ul><ul><li>Utilidade </li></ul><ul><ul><li>Aferindo-se pelos ganhos demonstráveis proporcionados pelos conteúdos aos utilizadores e beneficiários, nomeadamente em termos de competências e autonomia; </li></ul></ul><ul><li>Portabilidade </li></ul><ul><ul><li>Que respeita à facilidade na exploração e utilização dos conteúdos, mesmo em situações de mobilidade; </li></ul></ul><ul><li>Transferibilidade </li></ul><ul><ul><li>Em função da facilidade e rapidez de apropriação e incorporação dos conteúdos nas práticas profissionais, das equipas e organizações; </li></ul></ul><ul><li>Escalabilidade </li></ul><ul><ul><li>Respeitando à modularidade dos conteúdos, o que favorece uma rápida e fácil actualização; </li></ul></ul>
  3. 3. Critérios de avaliação de produtos de eLearning (ii) <ul><li>Aplicabilidade </li></ul><ul><ul><li>Grau de aplicabilidade dos projectos, em termos da tipologia de entidades, áreas, cursos, públicos e contextos de formação, entendida como polivalência de utilização dos recursos didácticos em situaçãoes diversificadas, com especial incidência em formações de carácter qualificante; </li></ul></ul><ul><li>Efeito multiplicador </li></ul><ul><ul><li>Recursos formativos que possibilitem a aplicação de métodos e processos integrados com destaque para as soluções formativas abertas e flexíveis, nomeadamente formação a distância e autoformação, de aplicação prospectiva e efeito ultiplicador; </li></ul></ul><ul><li>Índice de inovação </li></ul><ul><ul><li>Recurso novou e/ou com capacidade de induzir inovação em metodologias pedagógicas e/ou inovando formatações em produtos existentes; </li></ul></ul><ul><li>Índice de cobertura </li></ul><ul><ul><li>Recursos que privilegiem áreas e ou públicos prioritários em termos de formação para os quais existam carências de recursos didácticos; </li></ul></ul><ul><li>Consistência </li></ul><ul><ul><li>Adequação da proposta de desenvolvimento/estruturação dos conteúdos aos níveis técnico e pedagógico; </li></ul></ul><ul><li>Ambiente tecnológico </li></ul><ul><ul><li>Recurso a TIC que assuma relevância na facilitação do processo de ensino-aprendizagem; </li></ul></ul>
  4. 4. Critérios de avaliação de produtos de eLearning (iii) <ul><li>Selecção de suporte </li></ul><ul><ul><li>Adequação do suporte em função dos conteúdos a tratar e dos objectivos pedagógicos a atingir; </li></ul></ul><ul><li>Grau de coerência </li></ul><ul><ul><li>Grau de aderência do projecto à situação de formação que visa dar apoio; </li></ul></ul><ul><li>Metodologia de desenvolvimento </li></ul><ul><ul><li>Constituição e funções dos elementos de equipa, calendarização, identificação das etapas de desenvolvimento; </li></ul></ul><ul><li>Parcerias </li></ul><ul><ul><li>Estabelecimento de parcerias que contribuam para o enriquecimento do projecto, quer em termos de desenvolvimento quer em termos de integração e difusão de resultados; </li></ul></ul><ul><li>Complementaridade </li></ul><ul><ul><li>Com outros programas num quadro de estabelecimento de sinergias; </li></ul></ul><ul><li>Apresentação </li></ul><ul><ul><li>Estruturação, organização e pertinência dos elementos informativos que compõem o projecto; </li></ul></ul><ul><li>Relação custo-benefício </li></ul><ul><ul><li>Custo do recurso técnico-pedagógico em face dos benefícios esperados; </li></ul></ul>

×