Apresentação - TCC sobre TV, Fãs e Seriados

3.632 visualizações

Publicada em

Apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso (Publicidade e Propaganda) - Tema: O Fênomeno dos Seriados Norte-Americanos nas Mídias e Meios

5 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.632
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
5
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação - TCC sobre TV, Fãs e Seriados

  1. 1. JOSÉ CARLOS ROCAMORA TRABALHODECONCLUSÃODECURSO Orientadora:Profa.Dra.SílviaKoch
  2. 2. O FENÔMENO DOS SERIADOS NORTE-AMERICANOS NAS MÍDIAS E MEIOS
  3. 3. Este trabalho de conclusão de curso busca compreender o fenômeno dos seriados norte-americanos nas mídias e meios.
  4. 4. Principais Objetivos • Analisar a TV digital; • Explorar o universo dos seriados; • Relacionar seriados, comunicação, publicidade, mídias e fãs; • Analisar como vem sendo utilizada a publicidade pelos seriados; • Analisar a série Once Upon a Time e os Contos de Fadas.
  5. 5. Metodologia A PESQUISA FOI REALIZADA ATRAVÉS DE DADOS BIBLIOGRÁFICOS, NETNOGRÁFICOS E 5 PESQUISAS QUALITATIVAS.
  6. 6. Principais Autores Os principais autores utilizados neste trabalho são: Newton Cannito (2010), Cássio Carlos (2006), Arlindo Machado (2010), Dominique Wolton (1990), Elizabeth Duarte (2004), José Aronchi de Souza (2004), Robert Kevin (2005), Henry Jenkins (2009), Caroline Massuia (2006), Antônio Neto (1998) e o conceito desenvolvido por Marc Gobé (2010) aplicado à entrevista qualitativa.
  7. 7. O TRABALHO FOI DIVIDIDO EM 3 CAPÍTULOS 1. A TELEVISÃO 2. SERIADOS, COMUNICAÇÃO E PUBLICIDADE NAS MÍDIAS E MEIOS 3. ONCE UPON A TIME: O SERIADO
  8. 8. PARTE I TELEVISÃO
  9. 9. TELEVISÃO foto A intenção da TV, era surpreender o público com um rádio que vinha com imagens.
  10. 10. EVOLUÇÃO DAS NARRATIVAS nas mídias Vai mudando o discurso e se adaptando as necessidades das pessoas.
  11. 11. TV DIGITAL A convertibilidade (CANNITO, 2010).
  12. 12. INTERATIVIDADE Na TV interativa o espectador deixa de ter uma postura passiva e torna-se o agente por meio de suas escolhas (CANNITO, 2010). Analógica x Digital
  13. 13. ANÚNCIOS SIMULTÂNEOS MERCHANDISING CRESCERÁ ADEQUAÇÃO DOS ATUAIS MODELOS DE NEGÓCIOS
  14. 14. TUDO SERÁ TELA Fonte: YouTube, 2011. Microsoft mostra como o mundo será em 2020. PROJEÇÕES
  15. 15. PRINCIPAIS EMISSORAS DO MUNDO (faturamento)
  16. 16. REDE GLOBO E CANAIS BRASILEIROS = NOVELAS CANAIS AMERICANOS = SÉRIES PRODUTOS NARRATIVOS DA TV
  17. 17. SERIADOS, PARTE II COMUNICAÇÃO E PUBLICIDADE NAS MÍDIAS E MEIOS
  18. 18. SERIADOS É UMA LINGUAGEM UNIVERSAL QUE PODE SER FALADA E DISCUTIDA EM QUALQUER PARTE DO MUNDO.
  19. 19. O UNIVERSO I LOVE LUCY TEMAS POLÊMICOS PRODUTO DE EXTREMA QUALIDADE AUDIOVISUAL COMPLEXIDADE NARRATIVA GANCHO | EXPECTATIVA TERMOS DAS SÉRIES
  20. 20. MÍDIAS DIGITAIS E TRADICIONAIS RÁDIO, TV, JORNAL E REVISTA INTERNET, REDES SOCIAIS, SITES E ONLINE CRIAÇÃO DE CONTEÚDOS CULTURA DA CONVERGÊNCIA
  21. 21. NARRATIVA TRANSMÍDIA Promover a interatividade com o seu público. A audiência não se vê mais no papel de simples espectadora de eventos sobre os quais não possui qualquer controle.’’ (JENKINS, 2009, p. 2) site - aplicativos - segredos - conteúdos - mobile - produtos
  22. 22. NARRATIVA TRANSMÍDIA Criação de um Universo para sustentar múltiplos personagens e múltiplas histórias. (JENKINS, 2009) Conteúdos para as diferentes mídias E uma coisa nunca muda...
  23. 23. SALA DE ESTAR FIXA PASSIVO PASSADO QUALQUER LUGAR ATIVO HOJE HISTÓRIA HISTÓRIA
  24. 24. PASSIVO PASSADO ATIVO HOJE STORY STORY História História SALA DE ESTAR FIXA QUALQUER LUGARQUALQUER LUGAR
  25. 25. INTELIGÊNCIA COLETIVA E OS FÃS Jenkins (2009, p. 56) ''A inteligência coletiva refere-se a essa capacidade das comunidades virtuais de alavancar a expertise combinada de seus membros. Os fãs sempre existiram, mas as redes deram a eles um poder muito grande, se tornaram um segmento importantíssimo para as empresas de entretenimento.
  26. 26. INTELIGÊNCIA COLETIVA E OS FÃS LEGENDASCRIAÇÃO DE CONTEÚDOS DOWNLOADS FANFICTIONS REDES SOCIAIS CASE JERICHOCOMIC-CON
  27. 27. ECONOMIA AFETIVA agregar valor a marca - conexões emocionais
  28. 28. Para Kevin (2005, p. 133): ''As Lovemarks são propriedade das pessoas que as amam.'', assim geram consumidores inspiradores, esses consumidores propagam por conta própria os produtos/serviços/programas que amam.
  29. 29. PUBLICIDADE, AÇÕES E ESTRATÉGIAS PROMOCIONAIS DOS SERIADOS
  30. 30. Uma divulgação qualificada, bem elaborada e criativa gera maior visibilidade para os seriados.
  31. 31. O SERIADO PARTE III
  32. 32. OS CONTOS DE FADAS E AS CONTRIBUIÇÕES PARA O IMAGINÁRIO Charles Perrault Irmãos Grimm Hans C. Andersen Esse mundo mágico e encantado é uma base muito forte para despertar do imaginário durante a fase infantil e a descoberta de si mesmo.
  33. 33. RELAÇÃO E ADAPTAÇÃO O MUNDO DA FANTASIA Narrativa Oral - Livros - Desenhos - Séries e Filmes Walt Disney: ''Se é possível imaginar, é possível realizar''.
  34. 34. CONTOS DE FADAS NO MUNDO MODERNO
  35. 35. A ORGANIZAÇÃO DA NARRATIVA E PERSONAGENS
  36. 36. O que encanta o público é a complexidade das estruturas narrativas (CARLOS, 2005). Personagens multifacetados (BRAIT, 1985) e segredos são revelados no decorrer da temporada.
  37. 37. ESTRATÉGIAS DE DIVULGAÇÃO YouTube • Redes Sociais • Mídia Externa Aplicativos • Conteúdos • Livro • HQ
  38. 38. Conceito de Gobé (2010) PESQUISA QUALITATIVA Passado x Presente
  39. 39. ENTREVISTADOS Cinco pessoas da faixa etária 20-30 anos, que assistem o seriado Once Upon a Time. Luna Mateus Matheus Marcus Graziela
  40. 40. RESULTADOS CATEGORIAS: IMAGEM REMETE A SENTIMENTOS QUE AS IMAGENS REMETEM SENTIDO DOS CONTOS DE FADAS PARA O ENTREVISTADO
  41. 41. RESULTADOS NARRATIVA E PERSONAGENS IDENTIFICAÇÃO COM OS PERSONAGENS RESULTADOS APLICADOS AO MERCADO PUBLICITÁRIO
  42. 42. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  43. 43. TV DIGITAL E INTERATIVIDADE MÚLTIPLAS TELAS SERIADOS NORTE-AMERICANOS NARRATIVA TRANSMÍDIA INTELIGÊNCIA COLETIVA E FÃS ECONOMIA AFETIVA INFLUÊNCIA DOS CONTOS DE FADAS ONCE UPON A TIME O PODER DA EMOÇÃO
  44. 44. PROJETO X TRABALHO FINAL CULTURA AMERICANA X CULTURA BRASILEIRA TV, MÍDIAS, SERIADOS E COMPORTAMENTO MAIOR PROFUNDIDADE SOBRE O TEMA PESQUISADO
  45. 45. AGRADECIMENTOS
  46. 46. OBRIGADO!

×