O slideshow foi denunciado.
A Teoria das Janelas Quebradas.O estudo denominado de Broken Windows Theory, Teoria das JanelasQuebradas, foi desenvolvido...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A teoria das janelas quebradas

1.980 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

A teoria das janelas quebradas

  1. 1. A Teoria das Janelas Quebradas.O estudo denominado de Broken Windows Theory, Teoria das JanelasQuebradas, foi desenvolvido exclusivamente em prol de uma análise empírica naconstatação da insurgência delitiva nos grandes centros urbanos [1]. A partir dascondutas consideradas como meros desvios sociais ou incivilidades, GeorgeKelling e James Wilson fizeram uma análoga, e até certo ponto alegórica,comparação entre a destruição das janelas de uma fábrica e a relação causalentre desordem e criminalidade.Perante a destruição de um patrimônio que não fosse imediatamente consertado,a manifesta ausência de uma autoridade estatal para reprimir tal conduta e,principalmente, na própria aceitação da comunidade local pelos pequenos desviosinfracionais, estaria instalada a permissibilidade para a desordem (pichações,depredações de aparelhos telefônicos públicos, mendicância desenfreada,acúmulo de lixo, formação de gangues juvenis, brigas constantes entre osmoradores da vizinhança, ou seja, propiciar-se-ia um verdadeiro habitat para aprática delitiva).Kelling e Wilson apregoavam que o policial deveria se inserir no contexto diário dedada comunidade, entender os seus percalços, os problemas rotineiros davizinhança, enfim, deveria fazer parte da mesma para erradicar qualquermanifestação prévia que pudesse ser responsável pelo ensejo da criminalidade. Amínima conduta desordeira deveria ser sancionada [2].Ademais, outra perspectiva difundida foi quanto ao pavor dos indivíduos desaírem de seus lares pelo acintoso índice da violência urbana. Evidenciando-se ocrescimento dos pequenos distúrbios, os cidadãos evitariam a utilização dopróprio espaço público e, conseqüentemente, reduziriam o próprio controle social- os criminosos encontrariam condições mais favoráveis para perpetrar condutasinfracionais.A cidade de Nova York, após inúmeros anos de uma aviltante criminalidade,oferecia tranqüilidade para os seus cidadãos e os milhares de visitantes de todasas partes do globo. Ruas limpas, seguras, crianças brincandodespreocupadamente. Conseqüência advinda da implementação de um modeloinovador de segurança pública pelo prefeito local, Rudolph Giuliani, o chamadoprograma Tolerância Zero. Os seus fundamentos nortearam-se a partir daTeoria das Janelas Quebradas de Kelling e Watson.Recentemente, no ano de 2003, George Kelling realizou prestigiada palestra noBrasil acerca da divulgação de sua nova obra, corroborando os ideais da Teoriadas Janelas Quebradas [3]. Ao lado de Catherine Coles, Kelling novamenteenalteceu uma atuação mais efetiva dos policiais e promotores de justiça peranteas comunidades (consideravelmente no tocante a prática das condutas de menorpotencial ofensivo).1. O artigo intitulado The Police and Neiborghood Safety (A Polícia e a Segurança da Comunidade) publicadoem 1982 na revista Atlantic Montly, por George Kelling e James Wilson é o marco da presenteteoria.KELLING, George L; WILSON, James Q. The Police and Neiborghood Safety. The Atlantic Monthly;March 1982; Broken Windows; Volume 249, No. 3; 29-38.Disponívelem:http://www.theatlantic.com/doc/prem/198203/broken-windows.Aceso em :17 agosto 2006.2. Surge a concepção pelo policiamento comunitário, o denominado foot patrol (o patrulhamento porrondas realizado presencialmente junto à comunidade, sem a distante verificação motorizada por viaturaspoliciais).3. Fixing Brokin Windows - Restoring Order and Reducing Crimes in Our Communities (ConsertandoJanelas Quebradas - Restaurando a Ordem e Reduzindo Crimes em Nossas Comunidades). COLES,Catherine ; KELLING, George. Fixing Broken Windows: Restoring Order and Reducing Crime in OurCommunities. Nova York: Free Press, 1996.

×