ComunicaçãO Audiovisual

11.815 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.815
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
33
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
259
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Episcópio - projecta directamente de livros, fotografias, imagens impressas, pequenos objectos, a cores ou preto e banco. Equipado com duas lâmpadas frias, permitindo longos períodos de projecção sem danificar ou sobreaquecer o material projectado. Este equipamento deve ser utilizado em salas escurecidas !
  • ComunicaçãO Audiovisual

    1. 1. Comunicação Audiovisual
    2. 2. A escolha dos Audiovisuais <ul><li>Um audiovisual serve para ultrapassar os limites da comunicação verbal. </li></ul><ul><li>De uma mensagem memoriza-se: </li></ul><ul><ul><li>10% de comunicação escrita; </li></ul></ul><ul><ul><li>15% de comunicação verbal; </li></ul></ul><ul><ul><li>30 a 35% de comunicação visual; </li></ul></ul><ul><ul><li>50 a 60% de comunicação audiovisual; </li></ul></ul>Comunicação Audiovisual
    3. 3. Motivos do uso de Audiovisuais <ul><li>Aumentam o interesse e a atenção; </li></ul><ul><li>Facilitam a actividade do professor; </li></ul><ul><li>Facilitam a retenção na memória; </li></ul><ul><li>Estimulam o processo de aprendizagem; </li></ul><ul><li>Desafiam as capacidades do aluno; </li></ul><ul><li>Estimulam a imaginação; </li></ul><ul><li>Economizam tempo de ensino. </li></ul>Comunicação Audiovisual
    4. 4. Classificação dos Audiovisuais <ul><li>Auditivos; </li></ul><ul><li>Visuais; </li></ul><ul><li>Audiovisuais. </li></ul>Comunicação Audiovisual
    5. 5. Auditivos <ul><li>Rádio </li></ul><ul><li>Leitor de Cassetes </li></ul><ul><li>Leitor de CD </li></ul><ul><li>Leitor de DVD </li></ul>Comunicação Audiovisual
    6. 6. Meios Sonoros <ul><li>Vantagens </li></ul><ul><ul><li>Económicos e fáceis de utilizar; </li></ul></ul><ul><ul><li>Aprendizagem de grupos ou individual; </li></ul></ul><ul><ul><li>Eficaz para alunos com problemas visuais; </li></ul></ul><ul><ul><li>Os CD´s ou as cassetes são fáceis de duplicar. </li></ul></ul><ul><li>Desvantagens </li></ul><ul><ul><li>Dispersão da audiência; </li></ul></ul><ul><ul><li>Sem imagens, menos possibilidade de compreensão. </li></ul></ul>Comunicação Audiovisual
    7. 7. Visuais <ul><li>Não projectáveis: </li></ul><ul><ul><li>Quadros; </li></ul></ul><ul><ul><li>Documentos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Modelos e maquetas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Meio Ambiente. </li></ul></ul><ul><li>Projectáveis </li></ul><ul><ul><li>Projector de diapositivos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Retroprojector; </li></ul></ul><ul><ul><li>Episcópio. </li></ul></ul>Comunicação Audiovisual
    8. 8. Visuais Não Projectáveis <ul><ul><li>Quadros </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Não fazem uso de electricidade; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Económicos; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Não exigem formação específica; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Fáceis de gerir. </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Quadros de Folhas Móveis </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Superfície reduzida; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Escrita com qualquer tipo de caneta; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Possibilidade de voltar as folhas. </li></ul></ul></ul>Comunicação Audiovisual
    9. 9. Visuais Projectáveis <ul><ul><li>Projector de diapositivos </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Projecta slides (imagens positivas, estáticas e translúcidas); </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Episcópio </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Usado para projectar objectos opacos, sobre um ecrã branco; </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Retroprojector </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Reproduz o conteúdo de um acetato, ampliando-o numa tela ou parede. </li></ul></ul></ul>Comunicação Audiovisual
    10. 10. Retroprojector <ul><li>Verificações: </li></ul><ul><ul><li>Colocar sobre mesa segura; </li></ul></ul><ul><ul><li>Verificar funcionamento da lâmpada e ventilador; </li></ul></ul><ul><ul><li>Focar a imagem; </li></ul></ul><ul><ul><li>Usar uma transparência de teste. </li></ul></ul><ul><li>Princípios a respeitar: </li></ul><ul><ul><li>Fazer planificação do trabalho; </li></ul></ul><ul><ul><li>A mensagem não deverá ser apresentada na sua totalidade; </li></ul></ul><ul><ul><li>Repartir a mensagem por vários acetatos, se necessário; </li></ul></ul><ul><ul><li>Desligar durante a mudança entre acetatos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Desligar no fim da utilização. </li></ul></ul>Comunicação Audiovisual
    11. 11. Retroprojector <ul><li>Métodos de Apresentação Tradicionais: </li></ul><ul><ul><li>Escrita directa sobre os acetatos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Uso de acetatos já preparados; </li></ul></ul><ul><ul><li>Projectar objectos transparentes ou silhuetas escuras; </li></ul></ul><ul><li>Outros métodos: </li></ul><ul><ul><li>Técnica da máscara; </li></ul></ul><ul><ul><li>Acetato composto (Técnica da Sanduíche) </li></ul></ul><ul><ul><li>Setas móveis. </li></ul></ul>Comunicação Audiovisual
    12. 12. Retroprojector Transparências <ul><li>Concepção: </li></ul><ul><ul><li>Definição do conteúdo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Realização da maqueta numa folha A4; </li></ul></ul><ul><ul><li>Escolha da técnica a utilizar; </li></ul></ul><ul><ul><li>Realização manual da transparência; </li></ul></ul><ul><ul><li>Verificação e avaliação da transparência. </li></ul></ul><ul><li>Regras: </li></ul><ul><ul><li>Ter um título; </li></ul></ul><ul><ul><li>Ter 3 ideias chave no máximo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Na vertical: ter 10 a 14 linhas (4 a 7 palavras por linha); </li></ul></ul><ul><ul><li>Na horizontal: ter 10 linhas (6 palavras por linha); </li></ul></ul><ul><ul><li>Usar letras legíveis letra de imprensa; </li></ul></ul><ul><ul><li>Escrever sempre as palavras completas. </li></ul></ul>Comunicação Audiovisual
    13. 13. Exemplo (Correcto) <ul><li>CARACTERÍSTICAS DA </li></ul><ul><li>TRANSPARÊNCIA </li></ul><ul><li>VISIBILIDADE </li></ul><ul><li>LEGIBILIDADE </li></ul><ul><li>CONCISÃO </li></ul>Comunicação Audiovisual
    14. 14. Exemplo (Incorrecto) <ul><li>As transparências servem para inscrever as matérias a ministrar num curso devendo conter algumas qualidades que contribuirão para ajudar os alunos a aprender, tais como, boa visibilidade, boa legibilidade e serem concisos. </li></ul>Comunicação Audiovisual
    15. 15. O orador deve <ul><li>Evitar a simples leitura; </li></ul><ul><li>Completar e dar exemplos do que escreveu; </li></ul><ul><li>Evitar ter uma transparência em projecção mais de 4 minutos; </li></ul><ul><li>Desligar o projector sempre que tenha de fazer comentários; </li></ul><ul><li>Apontar, podendo fazê-lo no próprio prato do retroprojector. </li></ul>Comunicação Audiovisual
    16. 16. Audiovisuais <ul><li>Diaporama </li></ul><ul><ul><li>Projecção de diapositivos com som sincronizado. </li></ul></ul><ul><li>Televisão/Video </li></ul><ul><li>Computador </li></ul><ul><li>Videoprojector </li></ul><ul><li>Data-Show </li></ul>Comunicação Audiovisual
    17. 17. Audiovisuais <ul><li>Vantagens </li></ul><ul><ul><li>Não há obscurecimento da sala; </li></ul></ul><ul><ul><li>Posicionamento do Professor; </li></ul></ul><ul><ul><li>Suporte Reutilizável; </li></ul></ul><ul><ul><li>Reprodução instantânea; </li></ul></ul><ul><ul><li>Reutilização dos documentos. </li></ul></ul><ul><li>Desvantagens </li></ul><ul><ul><li>Conhecimentos específicos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Custos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Incompatibilidade entre formatos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Preparação prévia. </li></ul></ul>Comunicação Audiovisual
    18. 18. Metodologia de avaliação específica na concepção de ecrãs Comunicação Audiovisual
    19. 19. Ecrã versus papel <ul><li>Ecrã é normalmente: </li></ul><ul><ul><li>Mais pequeno; </li></ul></ul><ul><ul><li>Com mais grão; </li></ul></ul><ul><ul><li>Menos legível; </li></ul></ul><ul><ul><li>Não manipulável. </li></ul></ul><ul><li>Técnicas Antigas: </li></ul><ul><ul><li>Espaços brancos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Comprimento de linhas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Margens. </li></ul></ul><ul><li>Técnicas Novas </li></ul><ul><ul><li>Uso de cor; </li></ul></ul><ul><ul><li>Animação. </li></ul></ul>Comunicação Audiovisual
    20. 20. Divisão do ecrã em áreas funcionais e enquadramento <ul><li>Dividir página para cada tipo de informação: </li></ul><ul><ul><li>Ex: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Informação Principal </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Informação Auxiliar (Ajuda) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Informação de controlo (Botões, acesso a CD-ROM) </li></ul></ul></ul><ul><li>Centrar a área principal e colocar áreas mais pequenas em torno da periferia do ecrã. </li></ul>Comunicação Audiovisual
    21. 21. Equilíbrio do ecrã <ul><li>A leitura deve ser feita: </li></ul><ul><ul><li>Uniformemente; </li></ul></ul><ul><ul><li>Da esquerda para a direita; </li></ul></ul><ul><ul><li>De cima para baixo. </li></ul></ul><ul><li>Agrupar itens idênticos : </li></ul><ul><ul><li>Sub-ecrãs mais simples; </li></ul></ul><ul><ul><li>Colocar em volta uma margem; </li></ul></ul><ul><ul><li>Desenhando uma caixa; </li></ul></ul><ul><ul><li>Usando cor ou mudar tipo de letra. </li></ul></ul>Comunicação Audiovisual
    22. 22. Equilíbrio do ecrã (cont.) <ul><li>Formas de destacar informação: </li></ul><ul><ul><li>Destaque discreto; </li></ul></ul><ul><ul><li>Nunca destacar mais de 10% de informação; </li></ul></ul><ul><ul><li>Informação de leitura, evitar redução legibilidade; </li></ul></ul>Comunicação Audiovisual <ul><li>Ênfase Discreto: </li></ul><ul><ul><li>Maiúsculas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Itálico; </li></ul></ul><ul><ul><li>Outra fonte. </li></ul></ul><ul><li>Ênfase mais forte: </li></ul><ul><ul><li>Negrito; </li></ul></ul><ul><ul><li>Mais brilho; </li></ul></ul><ul><ul><li>Mudança de cor. </li></ul></ul><ul><li>Ênfase ainda mais forte: </li></ul><ul><ul><li>Piscar; </li></ul></ul><ul><ul><li>Animar. </li></ul></ul>
    23. 23. Equilíbrio do ecrã (cont.) <ul><li>Densidade de informação: </li></ul><ul><ul><li>Não empacotar informação de forma densa; </li></ul></ul><ul><ul><li>Evitar muitos detalhes (sintetizar); </li></ul></ul><ul><ul><li>Mostrar informação progressivamente; </li></ul></ul><ul><ul><li>Estruturar texto; </li></ul></ul><ul><ul><li>Usar espaços em branco; </li></ul></ul><ul><ul><li>Manter coerência. </li></ul></ul>Comunicação Audiovisual
    24. 24. Escrita de texto <ul><li>Legibilidade </li></ul><ul><ul><li>Linhas curtas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Misturar maiúsculas e minúsculas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Texto por blocos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Ocupar um terço ou metade do ecrã; </li></ul></ul>Comunicação Audiovisual <ul><li>Estilo </li></ul><ul><ul><li>Conciso, claro, coerente; </li></ul></ul><ul><ul><li>Respeitar gramática; </li></ul></ul><ul><ul><li>Parágrafos curtos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Estar adaptado ao destinatário. </li></ul></ul>
    25. 25. Gráficos <ul><li>A Comunicação é visual; </li></ul><ul><li>O homem tem 2 hemisférios cerebrais: </li></ul><ul><ul><li>Esquerdo – analítico e racional; </li></ul></ul><ul><ul><li>Direito – Intuição e criatividade; </li></ul></ul><ul><li>Equilíbrio entre imagens e textos; </li></ul><ul><li>Dois terços do ecrã com imagens; </li></ul>Comunicação Audiovisual
    26. 26. Gráficos (cont.) <ul><li>Devem ser: </li></ul><ul><ul><li>Adequados; </li></ul></ul><ul><ul><li>Estimular o interesse; </li></ul></ul><ul><ul><li>Não ser lentos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Servir para apoiar e ilustrar; </li></ul></ul><ul><ul><li>Ter qualidade. </li></ul></ul><ul><li>Tipos: </li></ul><ul><ul><li>Figurativos: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Auto-explicativos; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Visualizar exemplos. </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Esquemáticos: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Não são perceptíveis; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Necessitam reflexão. </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Simbólicos: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Pictogramas. </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Abstractos: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Só utilizar se o destinatário os entender. </li></ul></ul></ul>Comunicação Audiovisual
    27. 27. Efeitos sonoros e visuais <ul><li>Som </li></ul><ul><ul><li>Não perturbar a comunicação; </li></ul></ul><ul><ul><li>Estimular interesse; </li></ul></ul><ul><ul><li>Ter qualidade; </li></ul></ul><ul><ul><li>Ser analisado. </li></ul></ul><ul><li>Imagens animadas </li></ul><ul><ul><li>Elevada qualidade; </li></ul></ul><ul><ul><li>Motivar; </li></ul></ul><ul><ul><li>Apoiar; </li></ul></ul><ul><ul><li>Ser claras. </li></ul></ul>Comunicação Audiovisual
    28. 28. Retórica da Cor <ul><li>Utilização da Cor para: </li></ul><ul><ul><li>Relacionar – Cores semelhantes ( laranja e amarelo ); </li></ul></ul><ul><ul><li>Diferenciar – Cores contrastantes ( azul e amarelo ); </li></ul></ul><ul><ul><li>Chamar atenção – Cores claras e brilhantes (Branco, amarelo , verde , azul , vermelho ); </li></ul></ul><ul><ul><li>Retratar objectos naturais; </li></ul></ul><ul><ul><li>Atrair. </li></ul></ul>Comunicação Audiovisual
    29. 29. Retórica da Cor (cont.) <ul><li>Problemas </li></ul><ul><ul><li>Dispersão da atenção; </li></ul></ul><ul><ul><li>Fadiga por combinações inadequadas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Daltonismo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Conotações intra-culturais. </li></ul></ul>Comunicação Audiovisual Vermelho Azul
    30. 30. Retórica da Cor (cont.) <ul><li>As cores devem: </li></ul><ul><ul><li>Ser poucas, n.º desejável é 3; </li></ul></ul><ul><ul><li>Diferenciar-se bem; </li></ul></ul><ul><ul><li>Respeitar códigos social e cultural; </li></ul></ul><ul><ul><li>Atribuir um sentido. </li></ul></ul>Comunicação Audiovisual <ul><li>Não se deve: </li></ul><ul><ul><li>Contar apenas com as cores; </li></ul></ul><ul><ul><li>Usar demasiadas cores; </li></ul></ul><ul><ul><li>Usar cores com brilho semelhante; </li></ul></ul><ul><ul><li>Usar cores não contrastantes; </li></ul></ul><ul><ul><li>Usar cores em áreas pequenas e pormenores; </li></ul></ul><ul><ul><li>Usar cores em textos densos. </li></ul></ul>
    31. 31. Retórica da Cor (cont.) <ul><li>Semiologia da cor: </li></ul><ul><ul><li>Vermelho: força vital e activa (parar, fogo, perigo, quente, paixão); </li></ul></ul><ul><ul><li>Azul: efeito calmante (frio, água, calma, céu); </li></ul></ul><ul><ul><li>Amarelo: estimulante (cuidado, devagar); </li></ul></ul><ul><ul><li>Verde: estabilidade (OK, avançar, segurança, vegetação); </li></ul></ul><ul><ul><li>Violeta: Transformação; </li></ul></ul><ul><ul><li>Cinzento: negação (neutralidade); </li></ul></ul><ul><ul><li>Preto: negação total; </li></ul></ul><ul><ul><li>Branco: efeito positivo. </li></ul></ul>Comunicação Audiovisual
    32. 32. Retórica da Cor (cont.) <ul><li>Fundos: </li></ul><ul><ul><li>Negros, castanhos (letras verdes em vez de branco); </li></ul></ul><ul><ul><li>Não-reflectores; </li></ul></ul><ul><ul><li>Não devem ser: Vermelhos, amarelos, verdes ou azuis; </li></ul></ul><ul><li>Primeiros planos </li></ul><ul><ul><li>Diferentes dos fundos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Cores mais quentes e activas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Usar pouco branco se usar outras cores claras; </li></ul></ul>Comunicação Audiovisual Verde Verde Branco Branco Branco
    33. 33. Retórica da Cor (cont.) <ul><li>Escolha das cores: </li></ul><ul><ul><li>Usar cores com moderação (2 ou 3); </li></ul></ul><ul><ul><li>Usar cores brilhantes para enfatizar; </li></ul></ul><ul><ul><li>Escolher cores harmoniosas. </li></ul></ul><ul><li>Cores Quentes: </li></ul><ul><ul><li>Vermelho; </li></ul></ul><ul><ul><li>Laranja; </li></ul></ul><ul><ul><li>Amarelo. </li></ul></ul><ul><li>Cores Frias: </li></ul><ul><ul><li>Verde; </li></ul></ul><ul><ul><li>Azul; </li></ul></ul><ul><ul><li>Violeta. </li></ul></ul>Comunicação Audiovisual <ul><li>Cores para pormenores: </li></ul><ul><ul><li>Preto; </li></ul></ul><ul><ul><li>Cinzento; </li></ul></ul><ul><ul><li>Branco. </li></ul></ul><ul><li>Cores contrastantes: </li></ul><ul><ul><li>Preto/Branco; </li></ul></ul><ul><ul><li>Azul/Branco; </li></ul></ul><ul><ul><li>Azul/Amarelo. </li></ul></ul>

    ×