Volvo do Brasil Veículos Ltda.
 Curitiba - Brasil
                                                              Informação...
Volvo do Brasil Veículos Ltda.                               Data          Grupo          N° Reg           Página
Manual d...
Volvo do Brasil Veículos Ltda.                             Data          Grupo         N° Reg           Página
Manual de I...
Volvo do Brasil Veículos Ltda.                             Data          Grupo          N° Reg           Página
Manual de ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sensor de Nivel de Combustible

2.888 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.888
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sensor de Nivel de Combustible

  1. 1. Volvo do Brasil Veículos Ltda. Curitiba - Brasil Informação MITS Data Grupo Nº Reg. Manual de Informações Técnicas de Serviço 30/05/03 3 3.42 Emitido por Aprovado por Substitui Página José Augusto Gogola João Gilberto Santos 1/4 Referente Sensor de nível de combustível informa ao painel de ins- trumentos valores incorretos Distribuído para Pós-Venda Serviço Índice 1. Descrição do Problema 2. Veículos Afetados 3. Identificação do Problema 4. Procedimento para Solução do Problema 5. Cuidados Especiais 1 – Descrição do problema: O sensor de nível de combustível pode enviar sinais incorretos do volume de combustível ao painel de instrumentos devido aos seguintes problemas: - falha elétrica (interna) do sensor; - falha elétrica (externa) apresentada na conexão do sensor; - falha mecânica provocada pela “travamento” do elemento flutuante (bóia) no perfil de alumínio. Se uma desta falhas ocorrer, a indicação de combustível no painel do veículo não será compatível com a quantidade de combustível existente nos tanques do mesmo. A leitura incorreta do nível de combustível somente se refere ao pescador equipado com o sensor. O sensor sem o pescador (instalado no outro tanque) jamais esta- rá envolvido com erros de leitura. 2 – Veículos afetados: Todos os modelos de caminhões que utilizam o sensor de combustível da família 203750XX: FM 10 e 12/FH12/NH12 3 – Identificação do problema: O problema deve ser tratado se houver a reclamação feita pelo motorista. Havendo a reclamação de que a indicação do nível de combustível está incorreta, procurar saber junto ao motorista “como ele percebe a dife- rença. Baseado em informações obtidas, determinar se o caso requer avaliação do sensor ou se é passivo de esclarecimentos quanto ao funcionamento do sistema.
  2. 2. Volvo do Brasil Veículos Ltda. Data Grupo N° Reg Página Manual de Informações Técnicas de Serviço 30/05/03 2/5 4 – Procedimento para Solução do Problema : Havendo necessidade de inspeção do sensor de nível, proceder da seguinte maneira: 4.1 - remover o pescador que contém o sensor de nível. O pescador que não possui sensor de nível não deve ser removido. 4.2 - com o pescador fora do veículo, avaliá-lo quanto ao grau de sujeira/contaminação existente no perfil de alumínio. Esta ação pode ser considerada importante no decorrer da análise da falha, pois ela indicará parci- almente qual a razão da falha. 4.3 - providenciar a limpeza completa do perfil de alumínio, utilizando um pano limpo e umedecido em al- gum tipo de produto como álcool ou querosene. A superfície deve ficar bem limpa para que revele a presença de alguma “rebarba”. 4.4 - com a peça limpa, verifique se a falha é: 4.4.1 - Elétrica (interna): utilizar a informação de serviço "Sensor do nível de combustível, pes- quisa de falhas", do grupo 386, tipo de informação: Diagnóstico. 4.4.2 - Elétrica (externa): verificar a qualidade da conexão (fios não podem estar interrompidos, terminais sem oxidação, conectores em perfeito estado,etc). Se a conexão estiver mal feita, deve-se considerar o “acréscimo” de resistência (por mau contato). Isto deve ser eliminado. 4.4.3 - Mecânica: o sensor pode ter o flutuador (bóia) prendendo/enroscando no perfil de alumí- nio. Isto pode ser efeito de sujeira no diesel, agravado pela pequena folga entre a bóia e o perfil. O Diesel conta- minado com partículas sólidas pode comprometer o deslizamento da bóia, principalmente se houverem “rebar- bas/arranhões” no perfil de alumínio, na região em que a bóia desliza. 4.4.3.1 - segurar a bóia com uma das mãos, deixando-a na posição vertical. Com a outra mão movimentar lateralmente a bóia, observando se a folga na parte inferior da bóia é maior que na parte superi- or da mesma. (verificar que a parte superior está muito apertada, encostando em alguns pontos do alumínio). 4.4.3.2 – havendo suspeita de pouca folga, introduzir uma pequena tira de lixa (grana de +/- 200) entre a bóia e a haste. Posicioná-la para lixar a bóia na região aonde a folga é menor. Lixar para aumen- tar esta folga, até obter uma movimentação bem livre da mesma, avaliando o caso em todas as superfícies em que bóia e perfil podem se atritar. Ver fotos: mits 3.42 (sensor de comb).doc
  3. 3. Volvo do Brasil Veículos Ltda. Data Grupo N° Reg Página Manual de Informações Técnicas de Serviço 30/05/03 3/5 5 – Cuidados Especiais : - Lixar com cuidado para não tirar muito material. Uma folga excessiva pode ser prejudicial. A folga não pode ser maior que 1mm. - não lixar o perfil de alumínio com a intenção de aumentar a folga, mas somente regiões em que apare- çam rebarbas/arranhões que possam prejudicar o deslocamento da bóia. mits 3.42 (sensor de comb).doc
  4. 4. Volvo do Brasil Veículos Ltda. Data Grupo N° Reg Página Manual de Informações Técnicas de Serviço 30/05/03 4/5 - quando lixar o alumínio, tomar o cuidado para não deixá-lo muito rugoso. A superfície deve ser mantida lisa. Não utilizar lixa muito grossa. - quando reinstalar o pescador, tomar o cuidado para não danificá-lo, batendo-o contra o bocal do tanque de combustível ou outro ponto qualquer. - vazamentos de combustível pelo anel o’ring não são responsáveis por “marcação incorreta”. Havendo vazamento de combustível , trocar somente o anel o’ring e não o pescador, salvo o caso em que se justifique uma falha no assentamento do mesmo, passível de garantia. Falhas de vazamento devem ser tratadas como va- zamento e não como “erro de leitura”. - não modificar a estrutura de conexões entre os dois tanques. Todas as mangueiras (comprimentos, diâmetros), conexões e demais sub-componentes foram dimensionados para um perfeito funcionamento . A alte- ração destes pode acarretar em erros de leitura, mas não implicam em “falha do sensor”. - o pescador desprovido do sensor de nível (instalado no outro tanque) é formado somente por tubos de alumínio que não apresentam qualquer falha de funcionamento, salvo se forem entupidos devido à excessiva con- taminação do óleo diesel, o que não requer substituição, mas limpeza por conta da manutenção do veículo. - verifique e questione a qualidade do óleo diesel encontrado nos tanques. A sujeira pode ser a responsá- vel pela falha do sensor. Isto não caracteriza um problema na peça, mas falta de manutenção/limpeza dos tan- ques. - verifique a sujeira que se encontra na peneira instalada no pescador. O diesel contaminado/sujo tende a entupi-la, provocando falhas no sistema de alimentação. Quando ela está suja, o óleo diesel será sugado com mais dificuldade pela bomba. Isto desequilibra o nível entre os tanques e traduz-se em erros de leitura. A questão não retrata falha no sensor, mas falha de manutenção e deve ser esclarecida ao motorista. - utilizar os TSV’s já existentes para cada modelo de veículo, acrescendo 50 centésimos para aplicação do MITS. mits 3.42 (sensor de comb).doc

×