O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Jb news informativo nr. 2244

31 visualizações

Publicada em

.

Publicada em: Arte e fotografia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Jb news informativo nr. 2244

  1. 1. JB NEWS Filiado à ABIM sob nr. 007/JV Editoria: Ir Jeronimo Borges Loja Templários da Nova Era nr. 91(Florianópolis) - Obreiro Loja Alferes Tiradentes nr. 20 (Florianópolis) - Membro Honorário Loja Harmonia nr. 26 (B. Horizonte) - Membro Honorário Loja Fraternidade Brazileira de Estudos e Pesquisas (J. de Fora) -Correspondente Loja Francisco Xavier Ferreira de Pesquisas Maçônicas (P. Alegre) - Correspondente Academia Catarinense Maçônica de Letras Academia Maçônica de Letras do Brasil – Arcádia de B. Horizonte O JB News saúda os Irmãos leitores de Alta Floresta – MT - “A Força da União” Saudações, Prezado Irmão! Índice do JB News nr. 2.245 – Florianópolis (SC) – terça-feira, 22 de novembro de 2016 Bloco 1-Almanaque Bloco 2-IrManoel Miguel - Honra ao Mérito Bloco 3-IrWalter Celso de Lima – Graus 8 e 9 do Rito Moderno: Origens e História (Parte I) Bloco 4-IrGilberto Lima da Silva – Maçonaria Baiana em festa: York Rite in Bahia Bloco 5-IrOsvaldo Pereira Rocha – Os Mandamentos do Maçom Bloco 6-IrRui Jung Neto – A Falsa Conspiração ....sobre os “Protocolos dos Sábios do Sião”, Bloco 7-Destaques JB – Breviário Maçônico p/o dia 22 de novembro e versos do Irmão e Poeta Raimundo Augusto Corado (Barreiras – BA)
  2. 2. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 2/39 22 de novembro  498 — Eleição do Papa Símaco.  1546 — Calvino edita um decreto que regulamenta os nomes que devem ser dados e os que são proibidos aos recém-nascidos em Genebra.  1573 — Fundação da cidade de Niterói, no estado do Rio de Janeiro, pelo cacique temiminó Arariboia.  1718 — Na costa da colónia norte-americana da Virgínia, o pirata inglês Edward Teach (mais conhecido como "Barba-Negra") é morto em batalha.  1766 — Fundação da cidade de Lages (Santa Catarina, Brasil).  1842 — Inaugurada, no bairro de Santa Cruz, Rio de Janeiro, a primeira Agência dos Correios do Brasil, adotando o sistema de entrega em domicílio.  1910 — Tem início a Revolta da Chibata, liderada por João Cândido.  1922 — Toma posse o primeiro prefeito da recém-criada Nova Iguaçu, Manoel Francisco Salles Teixeira.  1932 — Orestes Barbosa funda o matutino Jornada, precursor da luta pela autonomia da cidade do Rio de Janeiro.  1943 — O Líbano torna-se independente da França. Nesta edição: Pesquisas – Arquivos e artigos próprios e de colaboradores e da Internet – Blogs - http:pt.wikipedia.org - Imagens: próprias, de colaboradores e www.google.com.br Os artigos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião deste informativo, sendo plena a responsabilidade de seus autores. 1 – ALMANAQUE Hoje é o 327 dia do Calendário Gregoriano do ano de 2016– (Lua Quarto Minguante ) Faltam 39 dias para terminar este ano bissexto Dia da Música e do Músico Se o Irmão não deseja receber mais o informativo ou alterou o seu endereço eletrônico, POR FAVOR, comunique-nos pelo mesmo e-mail que recebeu a presente mensagem, para evitar atropelos em nossas remesssas diárias. Obrigado. Colabore conosco para evitar problemas na emissão de nossas mala direta diária. EVENTOS HISTÓRICOS (Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki) Aprofunde seu conhecimento clicando nas palavras sublinhadas
  3. 3. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 3/39  1963 — John F. Kennedy é assassinado em Dallas, num atentado que deixou o governador do Texas seriamente ferido; Lyndon B. Johnson, vice-presidente, é declarado o 36º presidente dos Estados Unidos.  1966 — Tem fim, no Brasil, o recesso parlamentar instituído pelo AC 23.  1968 — Anos de chumbo: criado o Conselho Superior de Censura, baseado no modelo estadunidense de 1939.  1975 — Juan Carlos assume o trono da Espanha.  1979 — Brasil: restabelecido o pluripartidarismo, com extinção do MDB e da ARENA.  1990 — Fim do mandato da primeira-ministra britânica Margaret Thatcher.  2001 — Valentín Paniagua Corazao assume interinamente a presidência do Peru, substituindo Alberto Fujimori.  2004 — O governador de Nova Iorque, George Pataki, nomeia os ex-presidentes Gerald Ford, Jimmy Carter, George Bush "pai" e Bill Clinton, membros honorários do quadro responsável pela reconstrução do World Trade Center.  2005 — Angela Merkel torna-se a primeira mulher a ocupar o cargo de chanceler da Alemanha.  2008 — Fortes chuvas causam uma das maiores tragédias climáticas de Santa Catarina. 1542 D. Álvaro Nunes Cabeza de Vaca, à frente de uma expedição de 250 homens, transpõe o rio Itapocu, ao norte da costa catarinense, iniciando a jornada em direção ao Paraguai, atingindo Assunção em março do ano seguinte. 1766 Incumbido de fundar uma povoação nos Campos de Lages, o capitão-mor Antônio Correia Pinto chega ao local denominado Taipas, onde faz erguer uma capela. 1879 O pintor catarinense Victor Meirelles de Lima é agraciado com a comenda “Ordem da Rosa”. 1896 Inaugurada a ponte metálica sobre o Rio Negro, ligando a cidade do mesmo nome à atual Mafra. 1904 Assume o governo do Estado de Santa Catarina o presidente da Assembleia Legislativa, Antônio Pereira da Silva e Oliveira. 1963 Fundação do Supremo Grande Capítulo dos Maçons do Real Arco da Índia 1997 Fundação da Loja “Templários da Liberdade” nr. 69 em Chapecó – (GOSC) Fatos maçônicos do dia Fonte: O Livro dos Dias (Ir João Guilherme) e acervo pessoal Fatos históricos de santa catarina
  4. 4. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 4/39 Irmão Manoel Miguel é MM da Loja Colunas de São Paulo, 4145 CIM 293-759 - GOB/GOSP – São Paulo Escritor – Palestrante – Coach em Saúde e Estilo de Vida Autor do livro: Viver Mais Com Saúde e Felicidade O Ir Manoel Miguel escreve às terças-feiras neste espaço. HONRA AO MÉRITO Lembra aquele dia, 30 de junho de 2001, quando você lançou o foguete Med-Lite Delta II 7425- 10, levando com ele o satélite WMAP (The Wilkinson Microwave Anisotropy Probe), seu nome foi dado em homenagem ao ilustre cosmologista David Wilkinson, com o objetivo de investigar os mistérios da criação? Pois é, você está de parabéns! Foi uma missão de muito sucesso, e Eu me sinto lisonjeado com sua evolução. Continue sempre assim. Com o WMAP você procurava por radiações de micro-ondas liberadas aproximadamente 375.000 anos após o nascimento do Universo. Não seria algo tão simples! Isso requereu de você um grande empenho e persistência. Seus irmãos mais velhos já sabiam muita coisa do que você foi capaz de descobrir, mas eles não tinham instrumentos, viveram em épocas remotas. Então, Eu ficava com pena deles e os protegia com mais intensidade, dando a eles uma sensibilidade intuitiva muitas vezes maior do que você imagina. Sem instrumento algum, apenas olhando para a luz e a sombra, eles foram capazes de medir com precisão a distância entre o Sol e a Terra. Mas as suas descobertas através das pesquisas são fantásticas. É motivo de honraria nesse momento. Seu equipamento, o WMAP, é capaz de criar uma imagem da radiação de micro-ondas, usando diferenças de temperatura medidas de direções opostas, o que você chama de anisotropia. Como você já tinha descoberto a velocidade da luz, que é de 299.792.458 m/s ou 1.079 bilhão de km/h, o caminho já estava bem avançado. Embora vieram outros projetos e outras descobertas, esse seu invento considero de grande importância. Pena que os últimos dados colhidos pelo WMAP terminaram em 19 de agosto de 2010, bem mais tarde do que você imaginou no início, mas de certa forma deixou saudades. De acordo com a sua capacidade de compreensão, partindo de números que você usa como parâmetro e com base na velocidade da luz, seu equipamento foi capaz de revelar as condições do início do Universo, exatamente como eram, medindo as propriedades da radiação cósmica de fundo de micro-ondas sobre o céu inteiro. Fantástico! Você conseguiu tirar uma foto do Universo ainda bebê, com apenas 375.000 anos. A energia colossal daquela bola de fogo que você a chama de Big-Bang, deixada para trás em forma de micro-ondas, que ainda circula pelo Universo, e que deu origem as estrelas e galáxias e você foi capaz de fotografá-la com o WMAP, dotado de dois telescópios de longo alcance e precisão, um de costas para o outro, numa órbita perfeitamente escolhida ente o Sol e a Terra. Claro que não posso deixar de mencionar o nome de George Gamov, que em 1948 já previu a existência desse fundo de radiação de micro-ondas do início da minha criação. Mas até ali, tudo era apenas previsão, possibilidade. Então, agora você tem nas mãos o projeto executivo da minha criação, que você chamou de “eco da criação”, que representou um ritual de passagem da cosmologia, da especulação para a ciência de precisão. Que 2 – Honra ao Mérito Manoel Miguel
  5. 5. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 5/39 maravilha! Agora você já sabe que o Universo tem exatamente 13,77 bilhões de anos. Essa era uma curiosidade que seus irmãos mais velhos sempre tiveram. Quantas vezes Eu os via olhando para o céu estrelado maravilhados com tanta beleza, olhando para o brilho do Sol de meio dia, ou ainda para o azul dos mares e as cores do arco-íris, se perguntando que idade teria o Universo. Eu fui dando estímulos à evolução, ampliando a capacidade de consciência de sua raça, até que pudessem chegar onde chegaram. E olha que outras grandes descobertas vieram em paralelo! Sabe que, como a velocidade da luz é finita, a luz de uma estrela que você vê essa noite, pode ter sido emitida muito antes que os dinossauros existissem. Eu assentei estrelas de todo tamanho e distâncias no Universo infinito. Tem algumas que estão em outras galáxias, há uma distância de 12 a 13 bilhões de anos luz do seu planeta, a Terra. A luz solar que você vê nesse momento, levou 8 minutos para percorrer a distância entre o Sol e você. Você levou apenas 10 anos para construir e enviar ao espaço o Satélite WMAP. Embora seja um grande feito, o estimulo a avançar, a ir mais longe, pois, 10 anos de evolução é como uma gota no oceano das descobertas infinitas. Seu satélite pesava 840 kg, media 3,8m x 5m, feito em alumínio, se alimentava de apenas 419 watts de eletricidade, algo próximo ao consumo de energia de 5 lâmpadas comuns, posicionado a 1 milhão de milhas da Terra, longe dos distúrbios atmosféricos da Terra, capaz de mascarar o fundo de micro-onda fraca e fazer leituras contínuas do céu inteiro em apenas seis meses. Para um observador comum, esse feito não representava muita coisa, mas para os astrofísicos e astrônomos de sua época, foi motivo de levar muitos deles as lágrimas, uma vez que a coleção de pontinhos que formavam a foto do Universo-criança, correspondiam exatamente as flutuações e irregularidades originais do cataclismo incendiário do Big-Bang, logo após o Universo ter sido criado. Hoje, esses micros pontinhos se expandiram como sementes lançadas e formaram novas galáxias, estando ainda em constante expansão. A Via Láctea e as demais galáxias que você consegue visualizar hoje em dia são fruto desses pontinhos flutuantes da foto tirada pelo WMAP. Atualmente você tem dados nas mãos que ultrapassam as teorias científicas, comprovados matematicamente e fotografados. Reconheço que a cosmologia amadureceu, emergindo da sombra da ciência, depois de padecer por anos, enfiada na lama da especulação e conjecturas selvagens. Parabéns! Você já sabe também que a Terra tem 4,5 bilhões de anos, bem mais do que a conta lendária da história de Adão e Eva, embora não se esqueça de dar valor a essa alegoria, por ela tem um significado espiritual em sua vida. A estrela mais velha tem 12 bilhões de anos. Você ainda tem muito chão pela frente no campo das descobertas. Os seus irmãos gregos do passado queriam saber também do que exatamente é feito o Universo. Os cientistas do século passado achavam que sabiam essa resposta. Mas eu costumo colocar uma pitada a mais de pimenta no tempero, exatamente para te provocar à evolução. Depois de muito tempo de pesquisas e experimentos, eles concluíram que o Universo era feito basicamente de uma centena de diferentes tipos de átomos, organizados em uma tabela periódica, a começar pelo elemento Hidrogênio. É isso que forma a base da química moderna e é isso que ainda é ensinado nas mais modernas escolas. Mas o WMAP mostrou algo mais a você. Você descobriu que a matéria visível em sua volta, incluindo montes, planetas, estrelas e galáxias, corresponde a apenas 4% de toda matéria e energia que compõe o Universo. Desses 4%, a maioria está na forma de hidrogênio e hélio (coincidência com o resultado das explosões solares?) e, apenas 0,03% toma a forma de elementos mais pesados. Você tem bastante coisa para pesquisar e estudar depois da Partícula de Bóson, pois, a maioria do Universo é feita de matéria misteriosa para você, matéria invisível e de origem totalmente desconhecida por você. Ao mesmo tempo que te dou os parabéns, já aviso, tem um oceano pela frente! Da matéria que constitui o mundo, você já domina 0,03%. É bastante! Mas falta muito ainda. Já te adianto que o
  6. 6. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 6/39 Universo é formado em sua totalidade por matéria e energia quase que totalmente desconhecidas por você. Só fala isso para que você pense algumas vezes antes de se autodominar um ateu. Não vale a pena! Vamos! Avance nas pesquisas!!! Você já tem a próxima meta. Você já descobriu que 23% do Universo é feito de uma substância estranha e indeterminada, que você apelidou de “matéria escura”, que circula as galáxias, tem peso, forma um halo gigante, mas é completamente invisível a você e aos seus equipamentos. Você já descobriu que essa matéria escura é tão penetrante e abundante que ultrapassa em mais de 10 vezes a soma de todas as estrelas, astros, satélites e planetas da Via Láctea. E para você descobrir não foi difícil, já que ela curva a trajetória da luz das estrelas, assim como ocorre com a luz ao passar pelo vidro e o prisma. O importante é que, para começar, pelo menos as características desse Universo “louco” você já conhece. Creio que a maior surpresa que você descobriu com o WMAP Eu ainda não falei, mas tenho certeza que ela te incomoda muito. Você descobriu que 73% do Universo, portanto, mais da metade, é feito de uma energia que você a apelidou de “energia escura, ou negra”, totalmente desconhecida por você, invisível e oculta no vácuo espacial. Bem que seu irmão Albert Einstein já desconfiava disso em 1917 e Eu aguçava sua vontade de avançar, mas o ciclo biológico passa rápido, e a batata quente está na sua mão. Mas o certo é que, para você, a energia escura, ou energia do nada, ou espaço vazio, ressurge em seus estudos como a força piloto de todo o Universo. Seria essa força escura que estaria criando um novo campo antigravitacional que estaria separando as galáxias? Não vou responder. Você tem livre arbítrio para avançar em suas buscas. Essa Honra ao Mérito pertence a você e a todos os seus irmãos que vieram antes de você, desde aqueles que acreditavam na existência de apenas sete planetas, e eles não estavam errados, até os que descobriram que o Sol era o centro da galáxia, que a Terra girava em torno do seu eixo e percorria um movimento de translação, como Galileu Galilei, que ficou cego de tanto pesquisar o Sol, passando por todos, até chegar hoje em suas mãos. O que você descobre hoje, seus irmãos já sabiam. Só muda os meios. Você busca explicações nas pesquisas e nas comprovações. Eles buscavam na intuição, na revelação e pela fé. Lembre-se: O fim desse Universo que você vê, pode estar escrito nas linhas da energia escura, a qual ninguém ainda sabe de onde vem, através dos estudos. O que para você parece um trabalho árduo de pesquisa, porém maravilhoso no mundo das novas descobertas, para mim, construir mundos é como se Eu fosse uma criança brincando de soltar bolinhas de sabão. Digo isso para facilitar sua nova busca: explicar a inflação ou expansão do Universo. Mas se você olhar para dentro de você, para os seus sentimentos, suas emoções, as energias que te mantém vivo, certamente encontraras a resposta. Por favor, quando entrares na Loja, veja o momento e os trabalhos de forma diferente. Abra os olhos do espírito, do invisível e do incompreensível a você, por enquanto, pois é isso que sustenta a tua alma. É isso que interessa. É isso que me agrada. Fraternalmente, O Grande Arquiteto do Universo. Autor: Manoel Miguel. ARLS 4145 – GOSP/GOB. Or∴ de São Paulo.
  7. 7. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 7/39 O escritor e Irmão Walter Celso de Lima É obreiro da Loja “Alvorada da Sabedoria” (GOB/SC) e membro da Academia Catarinense Maçônica de Letras Florianópolis Graus 8 e 9 do Rito Moderno Parte I – Origens e História 1. Introdução: Existe uma incriminação de que os graus 8 e 9 do Rito Moderno foram criados, no Brasil, para equiparação ao grau 33 do REAA. Isto não é verdade e este ensaio tem a finalidade de expor a história verdadeira e descrever os símbolos desses graus, os quais no Rito Moderno tem a classificação de 5ª Ordem. 2. Fundamentos dos graus 8 e 9: Os graus 8 e 9 (5ª Ordem) do Rito Francês ou Moderno, foram criados entre 1784 e 1786, em França. Foram chamados As Ordens da Sabedoria (Les Ordres de la Sagesse). Na publicação “Statuts et Règlements Général de France” (Montaleau, 2011), na verdade, da Maçonaria em França, datado de 19 de março de 1784, lê-se: “Art. 28 - Toutes les formules différentes et multipliées seront classées et rangées suivant le Grade dont elles dépendent. Chaque Grade ainsi classé será connu sous la dénomination d’Ordre”. [Art. 28 - Todas as diferentes fórmulas e proliferação [de graus], serão classificados e armazenados de acordo com o grau que dependem. Cada grau assim classificado será conhecido sob a denominação de Ordem”. ] “Art. 29 - Le Grand Chapitre Général renfermera toutes les connaissances em cinq Ordres... [O Grande Capítulo Geral vai conter todo o conhecimento (maçônico dos graus filosóficos) nas cinco Ordens...] .... segue-se a explicação de cada Ordem, correspondente aos graus 4 a 7, este que corresponde à 4ª Ordem..... 2 – Graus 8 e 9 do Rito Moderno – Origens e Histórias (Parte I) Walter Celso de Lima
  8. 8. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 8/39 “Le Cinquième Ordre comprendra tous les grades physiques et méta-physiques et tous les systémes, particulièrement ceux adoptés par des associations maçonniques em vigueur”. ["A Quinta Ordem irá incluir todos os tipos físicos e metafísicos e todos os sistemas, especialmente aqueles adotados por associações maçônicas em vigor". ] Após 1810, na retificação dos “Statuts et Règlements” se lê: “Certainement pas, car le Cinquième Ordre est un grade, initiatique certes, mais purement administratif, a comparer aux “Grades Blancs” du Rite Ecossais Ancien et Accepté”. [“Certamente que não, porque a Quinta Ordem é um grau, certamente de iniciação, mas puramente administrativo, comparando com "Graus Brancos" de REAA”. ] Entende-se por “Graus Brancos”, os graus administrativos do REAA: graus 30, 31, 32 e 33 (este último conhecido nos EUA, também, como um grau honorífico). Nos “Statuts, Règlements et Rituels des Ordres de Sagesse du Rite Français pour le chapitre de Moûtiers, 1784” (Thomas, 2008), lê-se no item “Le Grand Capitre Général de France et la Chambre des Grades” [O Grande Capítulo Geral de França e a Câmara dos Graus]: “Le 5e Ordre comprendra tous les grades physiques et métaphysiques et tous les sytèmes, particulièrement ceux adoptés par les associations maçonniques en vigueur. Les Ordres de Sagesse au Rite Français ne sont pas que des grades, mais aussi des familles de rituels à travailler dans les Chapitres”. [A Quinta Ordem comprenderá todos os graus físicos e metafísicos e todos os sistemas, especialmente aqueles adotados por associações maçônicas em vigor. As Ordens de Sabedoria do Rito Francês não são apenas graus, mas também famílias de rituais para trabalhar nos Capítulos". ] O Grande Oriente de França (GOdF) nasceu em 1728 como Première Grande Loge de France, e em 1773 tomou seu nome atual Grand Orient de France. É a mais antiga Potência maçônica em França (GOdF, 2010). Fig. 1 – Selo do Grand Orient de France. Em 1861, foi implantado no futuro GOdF o grau 8 (5ª Ordem) por Jean-Marie Ragon de Berttignies (1781 – 1862). Ragon foi um maçom que se dedicou a administração maçônica; foi o editor da primeira revista maçônica francesa “Hermes” e publicou diversos livros sobre Maçonaria (Ragon, 1841).
  9. 9. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 9/39 Em “Tuileur Général de la Francmaçonnerie” encontra-se : “Kadosch, parfait initié - Grade philosophique, 5e. et dernier degré du Rite Français, dit aussi Chevalier de L’Aigle Blanc et Noir - remplaçant le 30e. degré templier du Rite Écossais.” ["Kadosh, perfeito iniciado – Ordem filosófica 5ª. e última etapa do Rito Francês, também chamado Cavaleiro da Águia Branca e Preta - substituindo o 30º grau Templários do Rito Escocês ". ] No final do século XVIII, as Ordens de Sabedoria, em especial a 5ª Ordem, nascidas dos regulamentos de 1784 (desenvolvidos entre 1783 e 1786), são praticadas pelas Lojas do GOdF. O REAA com 33 graus, introduzidos nos EUA em 1801, foi integrado ao GOdF. No século XIX, os altos graus do REAA influenciaram as Ordens do RM, desde a 1ª até a 5ª Ordem. Pode-se dizer que as cinco Ordens foram, então, “escocisadas”. Aos poucos o RM abandonou a 5ª Ordem pois muitos de seus membros iniciaram-se no grau 30 do REAA, isso ocorreu até o ano de 1862. As “escocisações” das Ordens de Sabedoria ocorreu no RM sem contestações, quando foram reunidos sete capítulos rosa-cruzes parisienses de Lojas do GOdF. Então, os graus escoceses como que integraram o regime de 4 Ordens do RM. A 1ª Ordem foi “escocisada” a partir do grau 9 do REAA; a 2ª Ordem, a partir do grau 14 do REAA; a 3ª Ordem a partir do grau 15 do REAA e a 4ª Ordem, a partir do grau 18 do REAA. “Os capítulos do Rito Francês, tinham então procurados “acumular” ritos a fim de, também, usar os mais altos graus do REAA” [ “Les chapitres du Rite Français avaient alors sollicité le cumul des rites afin de pouvoir utiliser également les hauts grades du R.E.A.A.” ] – (Frère, 2009). E a 5ª Ordem Foi como se fosse substituída pelos “graus brancos” (30 a 33) do Rito escocês. (van Win & Vigier, 2002; Vigier et all., 2014). Porém, esta “escocisação” foi feita “desreligiando” as Ordens, especialmente, descristianizando o grau 18 do REAA (4ª Ordem ou grau 7 do RM). Fig. 2 - Sede do Grand Orient de France, 16 rue Cadet, Paris (foto de 2010). Em torno da metade do século XIX, em alguns Capítulos em França, houve a reinstalação dos graus 8 e 9, por pouco tempo. A codificação dos altos graus do Rito Moderno, em França, está detalhada abaixo. Foi decidido criar uma 5ª Ordem, administrativa, de conservação (ou preservação) e estudo dos rituais, originada da planificação de 1784. A 5ª Ordem contém “todos os graus físicos e metafísicos de todos os sistemas em vigor” (do século XVIII), que são distribuídos em nove séries: -Capítulo do RM: 1ª Ordem de Sabedoria (4º Grau) – Eleito Secreto (Élu Secret);
  10. 10. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 10/39 2ª Ordem (5º Grau) – Grande Eleito Escocês (Grand Élu Écossais); 3ª Ordem (6º Grau) – Cavaleiro do Oriente ou da Espada (Chevalier d’Orient ou de l’Épée); 4ª Ordem (7º Grau) – Soberano Príncipe Rosa-Cruz (Souverain Prince Rose-Croix) ; -Sublime ou Supremo Conselho do RM: 5ª Ordem (8º Grau) – Cavaleiro da Águia Branca e Negra (Chevalier de l’Aigle Blanc et Noir) ; (Em Buenos Aires é denominado Gran Elegido o Kadosh Perfecto Iniciado); 5ª Ordem (9º Grau) – Cavaleiro da Sapiência (Chevalier de la Sagesse). Houve época, no século XX, que alguns Capítulos (Chancelarias) do Grande Oriente de França, a 5ª Ordem compreendia: -Chancelaria do GOdF, do RM: 5ª Ordem Arca 1 (5e Ordre Arche 1) – Cavaleiro do Universo (Chevalier de l’Unvers); 5ª Ordem Arca 2 (5e Ordre Arche 2) – Príncipe do Soberano Santuário (Prince du Souverain Sanctuaire); 5ª Ordem Arca 3 (5e Ordre Arche 3) – Sublime Filósofo Desconhecido (Sublime Philosophe Inconnu); 5ª Ordem (9º Grau) – Cavaleiro da Sapiência ou Cavaleiro da Águia Branca (Chevalier de la Sagesse ou Chevalier de l’Aigle Blanc). A nomenclatura das Ordens (e Graus), no Brasil, tem pequenas diferenças. O Supremo Conselho do Rito Moderno, adota, atualmente, os seguintes nomes: 1ª Ordem – 4º Grau – Eleito ou Eleito Secreto; 2ª Ordem – 5º Grau – Eleito Escocês; 3ª Ordem – 6º Grau – Cavaleiro do Oriente ou da Espada; 4ª Ordem – 7º Grau – Cavaleiro Rosa-Cruz; 5ª Ordem – 8º Grau – Cavaleiro da Águia Branca e Preta, ou Kadosh Filosófico ou Inspetor do Rito; 5ª Ordem – 9º Grau – Cavaleiro da Sapiência ou Grande Inspetor do Rito. Em 1872, o Rito Moderno, na Bélgica, se desvinculou de religiosidades, tão comum na Maçonaria dos séculos XVIII e XIX. Em 1876, o mesmo aconteceu em França. A Maçonaria que era, então, teísta ou deísta, tornou-se no Rito Moderno uma Maçonaria laica, vale dizer, o rito é laico. Isso não impede que seus integrantes tenham crenças religiosas. O Rito Moderno considera a religião e as crenças de seus membros uma questão de foro íntimo. Assumindo esta posição, o GOdF perdeu seu reconhecimento pela Grande Loja Unida da Inglaterra (UGLE), com a acusação de que o GOdF não mais obedece às tradições consubstanciadas nos Landmarks e nas Antigas Obrigações (Old Charges). Isso porque no GOdF, a partir de 1876, não mais se faz a evocação ao Grande Arquiteto do Universo nem exige de seus membros a crença em um Ser Superior ou um
  11. 11. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 11/39 Criador. Há que se afirmar que a não evocação não impede que as crenças de seus membros continuam sendo uma questão de foro íntimo. E que o Rito Moderno seja um rito laico. O GOdF, também, tornou-se uma Obediência laica. Em 1913, a Grande Loja Nacional Francesa (La Grande Loge Nationale Française - GLNF), então conhecida como Grande Loja Nacional Independente e Regular, nasceu com uma cultura internacional, cultivando as tradições da Maçonaria antiga do século XVIII, aos princípios universais da Maçonaria internacional e aberta ao mundo e à pluralidade de ritos (GLNF, 2016b). O Autor não descobriu porque a GLNF designa Grande (com e final) em lugar de Grand do francês moderno. A fundação deu-se em 3 de dezembro de 1913, com o reconhecimento da Grande Loja Unida da Inglaterra (UGLE), cujos Oficiais superiores estavam presentes ao ato de fundação. Os ritos praticados na GLNF, hoje, são: Rito Escocês Retificado, Ritual de Emulação, Rito Escocês Antigo e Aceito, Rito Francês ou Moderno, Rito de York (norte-americano) e Rito Standard da Escócia. Após 1929, a GLNF foi reconhecida por todas as Potências maçônicas reconhecidas pela UGLE. Durante o Régime de Vichy (parte norte da França dominada pelos nazistas) – de 1940 a 1944 – foram colocados fora da lei tanto o GOdF como a GLNF (com seu nome anterior). Houve, portanto, uma descontinuidade da Maçonaria em França. De um lado muitos maçons foram executados e de outro, muitos maçons participaram da Resistência (Résistence – Les Maquis). Fig. 3 – Selo da Grande Loge Nationale Française. Após a 2ª Guerra Mundial, a Grande Loja Nacional Independente e Regular, foi renomeada Grande Loja Nacional Francesa (GLNF). Foi, então, renovado o reconhecimento internacional das Potências maçônicas reconhecidas pela UGLE. A partir de 2007, a GLNF passou a pertencer a Confederação Maçônica Interamericana (CMI) por ter Lojas da GLNF nas Caraíbas (Antilhas) e na Guiana Francesa. A GLNF é reconhecida pelo GOB e por muitas das Grandes Lojas brasileiras (GLNF, 2016b). Fig. 4 – Sede da Grande Loge Nationale Française, 12 rue Christine de Pisan, Paris (foto de 2005). Em 17 de agosto de 1989, o Supremo Conselho do Rito Moderno brasileiro concedeu licença a GLNF para estabelecer o “Grand Chapitre Français“ (GCF), recriando os graus 4 a 7 e criando,
  12. 12. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 12/39 posteriormente, os graus 8 e 9. Foram criados, também, “Le Grand Chapitre des Grades de Sagesse“ e “Le Sublime Conseil du Rite Moderne pour France“. Essa licença foi ratificada em Paris, em 9 de fevereiro de 1999. A razão porque o Brasil concedeu esta licença é explicada mais adiante. Entre 2010 e 2012 a GLNF sofreu uma grave crise interna. A crise foi debelada em dezembro de 2012 com a eleição de um novo Grão-Mestre da GLNF. O centenário da GLNF foi efusivamente comemorado em 2013. Hoje a GLNF e o GCF têm funcionamento normal e muito produtivo. No GOdF, a 5ª Ordem foi reincorporada oficialmente em 24 de setembro de 1999 (GOdF, 2016). Foi reativado o nome original (de 1784) “Grand Chapitre Général de France” no GOdF, em 15 de janeiro de 1994. Hoje, o GOdF tem cerca de 50.000 membros (maçons e maçonas) em 1300 lojas. A GLNF tem cerca de 40.000 membros (todos maçons) em 1200 Lojas. As duas Potências mantêm reuniões constantes para atuação em conjunto e para consultas mútuas quando da sindicância de profanos. Em França existem um total de onze Potências maçônicas nacionais: algumas mistas, outras femininas ou masculinas. Em Portugal, o grau 8 (Kadosh Perfeito Iniciado) e o grau 9 (Grande Inspetor) foram implantados no século XIX, no Grande Oriente Lusitano. No Brasil, o Grande Capítulo dos Ritos Azuis foi fundado em 1842 pelo Ir. Manoel Joaquim de Menezes (Gaglianone, 1999; 2014). Ritos azuis porque envolvia o Rito Moderno e o Rito Adonhiramita. Manoel Joaquim de Menezes nasceu em Floresta, Pernambuco. Foi o primeiro Soberano do Grande Capítulo dos Ritos Azuis. Manoel Joaquim de Menezes foi tenente coronel e cirurgião do Exército Brasileiro, historiador e autor de um livro sobre a História do GOB, em 1852. Foi um dos 94 fundadores do GOB, que adotou o Rito Moderno como rito oficial em 1832. Mas, ainda em 1822, o GOB conferiu graus 4, 5, 6 e 7 a diversas autoridades. D. Pedro I Grão-Mestre do GOB, por exemplo, obteve o grau 7, Grau de Rosa-Cruz, em 23 de julho de 1822 (Batalla, 2013). Em 25 de novembro de 1874, com a separação entre os Rito Moderno e Rito Adonhiramita, o Grande Capítulo passou a se chamar Grande Capítulo do Rito Moderno ou Francês. Em 23 de junho de 1892, foi suprimido do RM a obrigação de evocação ao GADU. Em 9 de março de 1953, o Grande Capítulo renomeou-se Muito Poderoso e Sublime Grande Capítulo do Rito Moderno para o Brasil. Em 5 de abril de 1972, foi assinado o tratado de re-ratificação de amizade e aliança maçônica entre o GOB e o Muito Poderoso e Sublime Capítulo, posteriormente denominado Supremo Conselho do Rito Moderno e aposto ao tratado. Em 1992 passou a ser Supremo Conselho do Rito Moderno (SCRM) e é a única Oficina-Chefe (Chef d’Ordre) do Rito Moderno no mundo, a primaz entre seus pares, em atividade ininterrupta desde 1842. O SCRM sendo a Oficina-Chefe do Rito Moderno no mundo, tem o encargo e a responsabilidade de autorizar o funcionamento de Sublimes Capítulos Gerais e Supremos Conselhos em Potências reconhecidas, em todo mundo. Em 1991, o SCRM criou a 5ª Ordem no Brasil, os graus 8 e 9, derivado dos regulamentos de 1784. O Rito Moderno não admite a limitação do alcance da razão, assim que desaprova o dogmatismo e as imposições ideológicas e por ser racional, propugna pela busca da verdade, embora possa ser provisória e em constante mutação. As Considerações Finais e as Referências Bibliográficas estão na Parte II, que será publicada na edição de amanhã. (Símbolos)
  13. 13. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 13/39 Ir Gilberto Lima da Silva Soberano Grão-Mestre do Grande Oriente da Bahia – COMAB Salvador - BA 4 – Maçonaria Baiana em festa: York Rite in Bahia Gilberto Lima da Silva
  14. 14. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 14/39 MAÇONARIA BAIANA EM FESTA: “YORK RITE IN BAHIA” Autoridades (BR e EUA) na abertura do evento. Ao centro, o Grande Sumo Sacerdote e os Grão-Mestres da Bahia Jair Tércio e Gilberto Entre os dias 10 e 13 de novembro de 2016 a Bahia viveu momentos maçônicos extraordinários, por conta da realização do Encontro Anual do Rito de York no Brasil, intitulado neste ano de “York Rite In Bahia” por ter sido realizado em nosso Estado. Este evento que, anualmente, é organizado pelo Supremo Grande Conselho de Maçons do Real Arco – oficina chefe do Rito de York no Brasil – este ano foi realizado com o apoio do Grande Oriente da Bahia que se encarregou da logística do evento (local, hospedagem, atrações, passeios, refeições, etc.) e da Grande Loja Maçônica do Estado da Bahia que cuidou de toda a parte ritualística (atores, cenários, figurinos, utensílios, etc.) das cerimônias realizadas. O Encontro, que contou com a presença de centenas de Irmãos vindos de todos os Estados da federação, foi realizado no Grand Hotel Stella Maris, na praia de Stella Maris, em Salvador. Lá estavam Irmãos das três Obediências Regulares brasileiras: GOB, CMSB e COMAB, convivendo fraternalmente, lado a lado.
  15. 15. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 15/39 Fig. 2 - Autoridades Maçônicas: Xavier (Adonhiramita), Janduhy (GL-PE), Aldino (GL-RO) e Gilberto (GO-BA). Dentre as Autoridades da Maçonaria Simbólica Brasileira, contamos com as ilustres presenças de dezenas de Grão-Mestres, Grão-Mestres Adjuntos e ex-Grão-Mestres do GOB, das Grandes Lojas (CMSB) e dos Grandes Orientes Confederados (COMAB), dos seguintes Estados: Amazonas, Bahia, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Rondônia, Sergipe, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraíba, Amapá, Rondônia, entre outros, além do Distrito Federal. Também estavam presentes as Oficinas Chefes (Atos Corpos) dos diversos Ritos praticados no Brasil, a exemplo do Adonhiramita, York, Moderno, REAA (de Jacarepaguá), etc. Fig. 3 – Ilustres representantes dos Ritos de York e Adonhiramita: João Guilherme (Grande Deputado) e Xavier (Grande Patriarca).
  16. 16. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 16/39 Prestigiaram ainda o evento, os Irmãos norte-americanos: Edmund D. ‘Ted’ Harrison, David Grindle, Jeffrey Nelson e Richard Butterfield. Quem são estes Irmãos: • Edmund D. ‘Ted’ Harrison, é o Past Grande Sumo Sacerdote Geral Internacional e responsável, no próximo triênio (2017-2020), pelas relações internacionais do General Grand Chapter of Royal Arch Masons International – Real Arco; • David Grindle, é o Grande Secretário do General Grand Council of Cryptic Masons International – Maçonaria Críptica; • Jeffrey Nelson, é o Deputy Grand Master do Grand Encampment of Knights Templar; • Richard Butterfield, do Grand Encampment of Knights Templar, encarregado da jurisdição América Latina – Cavaleiros Templários. Já na noite do dia 10 (quinta-feira) ocorreu a Cerimônia de Abertura do evento, com uma apresentação da história da Maçonaria e do Real Arco no Brasil, seguido de entregas de Cartas Constitutivas dos novos Capítulos de Maçons do Real Arco no Brasil, depois houve Instalação da Comenderia Templária Maria Quitéria (da Bahia), pronunciamentos das Autoridades presentes e, na sequência, um coquetel de boas-vindas, enquanto ocorria um show de música baiana e apresentação de encenação dos orixás, que encantou e envolveu todos os presentes, fazendo, inclusive, vários Irmãos e Cunhadas caírem na dança. No dia seguinte (sexta, 11/11) foram realizadas as Cerimônias de Super Excelente Mestre, último Grau do Conselho Críptico e à tarde, a de Iniciação à Ordem do Templo, ou dos Cavaleiros Templários. Nas duas cerimônias, centenas de Irmãos, de todo o Brasil, ascenderam aos mais altos Graus do Rito de York. Entre estes Irmãos, o Sereníssimo Grão-Mestre da GLEB, Jair Tércio Cunha Costa que completou, mais uma vez - agora pelo lado do Rito de York - a Escada de Jacó. O Grão-Mestre do Grande Oriente da Bahia - GOBA, Gilberto Lima da Silva, auxiliou trabalhando em todas as Cerimônias. Fig. 4 - Parte dos participantes do Grau de Super Excelente Mestre. Jair Tércio, da GLEB, entre os novos Iniciados
  17. 17. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 17/39 No sábado (12/11) enquanto as Cunhadas - e os Irmãos que não tinham permissão para participar das cerimônias que estavam sendo realizadas - se deliciaram com um city tour pela bela cidade do Salvador, percorrendo os principais pontos turísticos a bordo de quatro ônibus especiais, os Irmãos eleitos para dirigirem os Capítulos de Maçons do Real Arco e os Conselhos da Maçonaria Críptica, respectivamente, Sumos Sacerdotes e Ilustres Mestres, foram ungidos e instalados com a Ordem dos Sumos Sacerdotes Ungidos e com a Ordem da Trolha de Prata. Fig. 5 – Foto tirada de um dos ônibus, onde podem ser vistos outros dois, formando a frota de quatro ônibus que fizeram o City Tour. Ainda no sábado, à noite, ocorreu um Jantar de Confraternização, com voz e violão, encerrando oficialmente o evento que, com certeza, deixou saudades a todos que participaram. Fig. 6 – Confraternização. Nota-se a completa lotação do salão, com capacidade para 1.000 pessoas. Ao final do evento, o Irmão João Guilherme, Deputy General Grand Master of General Grand Council of Cryptic Masons International - South America, afirmou: “ Você (se referindo ao Grão- Mestre do GOBA) e o Jair Tércio cunharam um novo paradigma de hospitalidade, cortesia e
  18. 18. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 18/39 harmonia. Algo que deveria ser a tônica da Maçonaria Brasileira. Posso dizer que a impressão causada nos quatro americanos, mesmo os que estão acostumados conosco, foi incrível. Basta lembrar o que disse o Jeff no discurso dele na Abertura: – “Vocês estão arriscados, com essa hospitalidade toda, de me verem mais vezes por aqui! ”” Um outro dirigente do Supremo Conselho de Maçons do Real Arco afirmou, no dia seguinte ao encerramento: “ Vocês (da Bahia) conseguiram realizar um dos melhores Encontros dos últimos 17 anos! ” As afirmações acima, somadas às dezenas de manifestações por nós recebidas, nos dão a certeza de que nós do Grande Oriente da Bahia e da Grande Loja Maçônica do Estado da Bahia fizemos um bom trabalho. Para ser mais exato, como se diz no Rito de York: “trabalho bom, trabalho fiel”. Portanto, nossos parabéns às equipes comandadas pelos Irmãos Cassiano Lhopes Moreno (GOBA=Logística) e Tarsis Valentim Pichemel (GLEB=Ritualística) que contribuíram de forma indiscutível para o sucesso deste evento. REAL ARCO - O QUE É Fig. 7 – Estrutura dos Altos Corpos do Rito de York no Brasil e as respectivas Autorizações dos Estados Unidos da América. De forma bem sintética, podemos dizer que o Real Arco é a escola filosófica do Rito de York americano que, por sua vez, teve origem na Inglaterra. Não confundir Rito de York (americano) com Ritual de Emulação (Inglês) que é praticado pelo Grande Oriente do Brasil e que, erroneamente, é chamado aqui no Brasil de Rito de York. O Rito de York - como os demais Ritos de origem Inglesa ou Francesa - começa com os três primeiros Graus do Simbolismo (Blue Lodges ou Maçonaria Azul): Aprendiz, Companheiro e Mestre. Nos chamados Altos Graus (Red Lodges ou Maçonaria Vermelha), no entanto, o Rito de York se diferencia dos demais. Enquanto que, no REAA por exemplo, os Graus são conhecidos por números, no Rito de York eles são conhecidos apenas por seus nomes: Mestres de Marca, Past
  19. 19. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 19/39 Masters, Mui Excelentes Mestres e Maçons do Real Arco, que formam o Capítulo de Maçons do Real Arco. Há, ainda os Graus Crípticos: Mestre Real, Mestre Escolhido e Super Excelente Mestre (este concedido apenas pelo Supremo). Esses Graus revivem, na íntegra, a história do Templo do Rei Salomão, subsequente à morte do Arquiteto, em Cerimônias de profundo simbolismo, consistência e beleza. Finalmente, formando a Comenderia Templária, ápice da Escada, há os Graus de Cavaleiro de Malta, Cavaleiro da Cruz Vermelha e Cavaleiro Templário. Seja qual for o Rito Simbólico de origem, o Maçom que chega ao Grau de Mestre pode ascender aos Altos Graus por duas escadas – ou ambas! – para completar sua educação: os Altos Graus do Rito Escocês Antigo e Aceito, por exemplo (ou Brasileiro, Adonhiramita, etc.) ou, os Altos Graus do Rito de York. Neste último, os quatro primeiros degraus constituem o que chamamos de Real Arco. Os três degraus seguintes constituem a Maçonaria Críptica e os três degraus finais formam a Comanderia Templária, ou Graus de Cavalaria. Na figura a seguir, um comparativo entre os Altos Graus do Rito Escocês Antigo e Aceito (lado esquerdo da escada) e os do Rito de York Americano (lado direito da escada). No REAA, os Graus são concedidos em sequência numérica do 4 ao 33, distribuídos em Lojas Capitulares, Capítulos Filosóficos, Conselhos de Kadoshi, Consistórios e Supremo Conselho. No Rito de York, os Graus não seguem números e estão distribuídos entre Capítulos do Real Arco, Conselhos Crípticos, Comanderias Templárias e Supremo Grande Capítulo. Figura 8 - Na escada da esquerda, os Altos Graus do REAA. Na escada da direita, os Altos Graus do Rito de York.
  20. 20. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 20/39 CAPÍTULO DE MAÇONS DO REAL ARCO MESTRE DE MARCA Um grau que enfatiza as lições de regularidade, disciplina e integridade. É um grau impressionante, centrado na história do Companheiro das pedreiras e sua função na construção do Templo. Sua importância na Maçonaria Inglesa pode ser julgada pelo fato de que opera como uma Grande Loja separada e é altamente procurada pelos membros da Arte naquela jurisdição. Ao fazer o Grau de Mestre de Marca, o Mestre Maçom estará resgatando uma das tradições operativas mais singelas e significativas da Idade Média – e passando a identificar-se como faziam nossos antepassados que construíram as magníficas catedrais góticas. PAST MASTER Um grau que enfatiza a lição da harmonia. Ele é conferido por causa do antigo costume que requeria que um Maçom deveria ser um Past Master (Mestre Instalado) para ser exaltado ao Real Arco. Em algumas Grandes Jurisdições este Grau é conferido a todos os Mestres instalados na Loja Simbólica (Blue Lodge). O Grau não confere nenhum rank real sobre seu receptor, mas é mantido para exemplificar o antigo costume. No começo, o Real Arco era prerrogativa exclusiva de Mestres Eleitos ou Instalados. MUI EXCELENTE MESTRE Um Grau que enfatiza a lição de reverência. Ele é centrado na dedicação do Templo de Salomão, depois da finalização da sua construção, particularmente à consagração do Sanctum Sanctorum e a descida do Espírito Santo no Templo. É complementar ao Grau de Mestre de Marca e completa as lições simbólicas introduzidas naquele Grau. O Grau de Mui Excelente Mestre é o único Grau Maçônico de qualquer Rito que fala da terminação e dedicação do Templo de Salomão. Sua nobreza e carga emocional o tornam uma das mais belas etapas da senda Maçônica. O Grau de Maçom do Real Arco coroa, de forma grandiosa, os conhecimentos do Mestre Maçom. É o momento em que a Lenda do Templo será concluída para você em magnífico esplendor. É o cume dos graus originais das Lojas Simbólicas, tal como praticadas nas Antigas Lojas da Inglaterra antes de 1820. O Grau explica as origens da Palavra substituta encontrada no Grau de Mestre Maçom, o resgate da Palavra Inefável e seu ocultamento no Real Arco. Esse Grau, junto com o de Mestre Maçom, pode ser exemplificado como um grande ou “super” Grau. Enquanto o Grau de Mestre Maçom explica a perda da Palavra, o Real Arco explica seu resgate. Um Capítulo é presidido e dirigido por um Sumo Sacerdote que, depois de eleito, precisa passar por uma Cerimônia de Unção. Figura 9 - Novos Sumos-Sacerdotes ungidos em SSA – Sentados as Autoridades presentes (ao centro os Grão-Mestres da Bahia e EUA)
  21. 21. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 21/39 Por tradição do Rito de York, todos os Grão-Mestres que chegarem ao Grau de Maçom do Real Arco adquire, automaticamente, o direito de serem Ungidos como Sumo Sacerdote e, portanto, presidirem, se assim o desejarem, as reuniões do Capítulo de Maçons do Real Arco a que comparecerem. No Brasil a maioria dos Grão-Mestres (das três Obediências) têm aderido a essa prerrogativa. Assim, no sábado pela manhã, foi bonito de se ver a quantidade de Grã-Mestres presentes à Cerimônia de Unção dos Sumo Sacerdotes realizada em Salvador. Na foto a seguir estão, da esquerda para a direita: Giovanni Tavares Maciel Filho (Grão-Mestre da Grande Loja do Amapá), Aldino Brasil de Souza (Grão-Mestre da Grande Loja de Rondônia), Dimas José de Carvalho (Grão Mestre ad Vitam de Pernambuco), Juscelino Moraes do Amaral (Ex-Grão-Mestre de Rondônia), Janduhy Fernandes Cassiano (Grão-Mestre da Grande Loja de Pernambuco), Gilberto Lima da Silva (Grão-Mestre do Grande Oriente da Bahia), Jair Tércio Cunha Costa (Grão-Mestre da Grande Loja Maçônica da Bahia), Pedro Alexandre de Carvalho Mota (Grão-Mestre da Grande Loja do Piauí), Paulo Roberto Pithan Flores (Grão-Mestre da Grande Loja do Rio Grande do Sul) e Etevaldo Barcelos Fontenele (Ex-GM do Ceará). Atrás do Dimas e do Juscelino o Ir. Donato (Soberano Grande Inspetor Litúrgico do REAA de Pernambuco e Ex-GM de Pernambuco). Ausentes nesta foto, mas presentes ao evento, podemos destacar o Irmão Prata (Grão-Mestre de Sergipe) e Armando de Souza Correa Junior (Grão-Mestre do GOB do Amazonas), entre outros que escapou à nossa memória. Presenças marcantes na Assembleia Anual do Rito de York em Salvador de 10 a 13 de novembro de 2016, com a participação de 800 irmãos de quase todos os estados brasileiros. Os Grão-Mestres e Sumos Sacerdotes brasileiros após a Reunião da Ordem dos Sumos Sacerdotes Ungidos – GOB, CMSB e COMAB. MAÇONARIA CRÍPTICA O Rito Críptico é, de acordo com a Enciclopédia Maçônica de Coil, "um dos menores, mas um dos mais importantes e certamente um dos mais curiosos de todos os ritos". Pois "Críptico" vem
  22. 22. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 22/39 do Grego krypte que significa "oculto, escondido ou em segredo" e assim veio significar uma caverna ou outro lugar subterrâneo oculto. Os graus Crípticos são centrados em histórias que envolvem uma cripta sob o Templo do Rei Salomão em Jerusalém, onde certos “tesouros” foram escondidos para propósitos muito específicos. Eles foram primeiro chamados "Tesouros Crípticos" por Rob Morris, um Maçom muito influente de 1800. Figura 11 – Parte do “time” ritualístico que trabalhou na concessão do Grau de Super Excelente Mestre, em Salvador. A razão da importância da Maçonaria Críptica é que ele completa uma importante alegoria maçônica. A Maçonaria sendo filosófica, ensina seus ideais por alegorias ou histórias. Esta filosofia é, porém, moralista e religiosa. Mas a Maçonaria não é uma religião, nem um substituto para tal. Uma das exigências para a associação é a crença em Deus. É mandatório que um homem professe uma crença em um Ser Supremo antes de se tornar um maçom. A Maçonaria nunca tenta alterar as convicções de qualquer um. Ela não oferece qualquer teologia ou plano de salvação. Porém, oferece um plano moral para ser usado neste mundo, deixando o Maçom livre para buscar sua própria religião salvadora. Maçonaria Críptica consiste em três graus: o grau de Mestre Real e o grau de Mestre Escolhido, concedidos em um Conselho Críptico, e o grau de Super Excelente Mestre, concedido somente por ocasião dos Encontros Anuais. Estes originalmente não têm nenhuma relação entre si e só foram combinados em um Rito depois que já existiam por muito tempo. Somente pode ingressar nos Graus Crípticos os maçons que receberam o grau de Maçom do Real Arco. Os Maçons da Maçonaria Críptica se reúnem em Conselho Críptico que é dirigido por um Ilustre Mestre, eleito entre os demais para tal função. O Ilustre Mestre, depois de eleito, é submetido a uma Cerimônia da Trolha de Prata. Também neste caso, os Grão-Mestre que tiverem colado os graus de Maçom do Real Arco e da Maçonaria Críptica têm o direito e o privilégio de receberem a Ordem da Trolha de Prata. Em Salvador, como ocorreu nos anos anteriores, vários Irmãos passaram por este Cerimonial. Dentre eles, o Sereníssimo Irmão Jair Tércio Cunha Costa, Grão-Mestre da GLEB (no centro da foto, ao lado de David Grindle, Grão-Mestre da Maçonaria Críptica Internacional). Sentados, na primeira fileira da foto abaixo, as Autoridades Maçônicas, tanto do Brasil quanto dos Estados Unidos, presentes na
  23. 23. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 23/39 Cerimônia. Sentado no chão, o Irmão Leonardo “Léo” H. Sant’Anna, Capitão General da Grande Comanderia de Cavaleiros Templários do Brasil que, nesta Cerimônia, representou com maestria absoluta o Rei Davi no momento de sua morte e consequente ascensão do Rei Salomão ao trono do reino de Israel. Figura 12 - Novos detentores da “Trolha de Prata” (dirigentes dos Conselhos Crípticos) ungidos em SSA - Sentados as Autoridades COMANDERIA TEMPLÁRIA As Ordens da Cavalaria representam um conjunto de três outras Ordens que culminam no grau de Cavaleiro Templário. Esse corpo é nitidamente diferente de suas contrapartes estrangeiras, pois demonstram certa estrutura e aparência paramilitares na Maçonaria, sendo o único ramo da Maçonaria no mundo que é um corpo uniformizado. A Ordem Templária do Rito de York é organizada de maneira diferente de seus pares mais próximos na Inglaterra. Ela possui a Ilustre Ordem da Cruz Vermelha que não é conferida por qualquer organização, embora ela tenha “primos” próximos nos graus da Ordem dos Cavaleiros Maçons Irlandeses e Americanos e nos Graus Maçônicos Aliados Ingleses da Cruz Vermelha da Babilônia. E também, a Ordem de Malta é conferida aos membros antes de estrem aptos a receberem a Ordem do Templo, onde na Inglaterra, a Ordem da Malta é um grau honorário dado aos Cavaleiros Templários na Ordem do Templo. Em Salvador, neste York Rite in Bahia, o posto de Sir Cavaleiro Templário, ou grau de Cavaleiro Templário, foi concedido a centenas de Maçons de todo o território nacional, que estavam aptos a recebe-lo. Na foto abaixo, uma panorâmica da sala, onde se percebe a grandiosidade do evento que, literalmente, lotou o local.
  24. 24. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 24/39 Fig. 13 – Flagrante da Cerimônia de Investidura dos novos Cavaleiros Templários em Salvador No Brasil, as Cerimônias de Investidura ao grau de Cavaleiro Templário têm sido dirigidas, até agora, pela Grande Comanderia de Cavaleiros Templários do Brasil, sob a observação do Grande Acampamento Internacional dos Cavaleiros Templários, dos Estado Unidos, que envia seus representantes todos os anos. Neste ano, pela primeira vez, como a Comanderia "Maria Quitéria" de Cavaleiros Templários houvera sido Instalada na noite de abertura do evento, coube a esta a honra de dirigir os trabalhos e conceder às centenas de Irmãos de todo o Brasil o Grau de Cavaleiros Templários, sob a observação da Grande Comanderia de Cavaleiros Templários do Brasil e a vigilância do International Grand Encampment of Knights Templar (Grande Acampamento Internacional dos Cavaleiros Templários). Na foto, a seguir, os Oficiais da Comanderia Maria Quitéria de Cavaleiros Templários que trabalharam na Cerimônia de concessão do grau de Cavaleiro Templário em Salvador. Alguns novos Cavaleiros Templários também aparecem no flagrante. No centro, segurando o estandarte da Comanderia Encontro das Águas, do norte do Brasil, o Eminente Irmão Armando de Souza Correa Junior (Grão-Mestre do GOB do Amazonas). Ao seu lado direito, o Soberano Irmão Gilberto Lima da Silva (Grão-Mestre do GOBA) que, nesta cerimônia, atuou como Prelado.
  25. 25. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 25/39 Fig. 14 - Grandes Oficiais, Oficiais e Suboficiais que participaram da Investidura dos novos Cavaleiros Templários em Salvador Fig. 15 - Cerimônia de Instalação do Corpo de Oficiais e Suboficiais da Comanderia "Maria Quitéria" de Cavaleiros Templários da Bahia, pelo Grande Capitão General da Grande Comanderia de Cavaleiros Templários do Brasil, Mui Eminente Leonardo "Leo" Sant'Anna. À frente (colocando o quepe), o Irmão Tarsis Valentim Pichemel, Comandante da nova Comenderia baiana Maria Quitéria.
  26. 26. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 26/39 Texto: Gilberto Lima da Silva - Soberano Grão-Mestre do Grande Oriente da Bahia - COMAB Fontes de consulta: Portal do Real Arco em: http://www.realarco.org.br Livro "O Nosso Lado da Escada", de João Guilherme
  27. 27. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 27/39 Osvaldo Pereira Rocha* Grão-Mestre “Ad Vitam” do GOAM. Colaborador do JB News - Registro DRT/MA 53. São Luiz - MA E-mail rocha.osvaldo@uol.com.br site www.osvaldopereirarocha.com.br MANDAMENTOS DO MAÇOM Para glória do Grande Arquiteto do Universo. Baseado na Peça de Arquitetura do Irmão Marcos José Santos Pinheiro, Mestre Maçom, são os seguintes os Mandamentos do Maçom: 1º - Adora o Grande Arquiteto do Universo. 2º - Pratica as boas obras, o verdadeiro culto que se pode tributar ao Grande Arquiteto do Universo. 3º - Tenha sempre a sua alma em estado de pureza, para que possa aparecer de um momento para outro à presença do Grande Arquiteto do Universo. 4º - Não seja fácil em se encolerizar, pois a ira é sinal de fraquez 5º - Escuta sempre a voz de sua consciência. 6º - Detesta a avareza, porque quem ama demasiadamente as riquezas nenhum fruto tirará delas, consistindo isso em egoísmo. 7º - Age com honra e justiça, porque na senda da honra e da justiça está a vida; o caminho extraviado conduz à morte espiritual. 8º - Faz o bem pelo próprio bem. 9º - Evita as questões, previne os insultos e procura sempre ter a razão do seu lado. 10º - Não se envergonha do seu destino, pensa que este não lhe desonra nem lhe degrada; o modo como desempenha a sua missão é que lhe enaltece ou amesquinha perante os homens. 11º - Lê e medita, observa e imita o que for bom, reflete e trabalha, ocupa-se do bem-estar dos seus irmãos e trabalhará para si mesmo. 12º - Contenta-se com tudo e com todos. 13º - Não julgue superficialmente as ações dos seus irmãos e não os censure aereamente, pois o julgamento pertence ao Grande Arquiteto do Universo, porque só Ele pode sondar o coração das Suas criaturas. 5 –Mandamentos do Maçom Osvaldo Pereira Rocha
  28. 28. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 28/39 14º - Sê entre os profanos sem rudeza, superior sem orgulho, humilde sem baixeza e, entre os irmãos, firme sem obstinação, severo sem inflexibilidade e submisso sem servilismo. 15º - Justo e valoroso, defende o oprimido e protege a inocência, não exaltando, jamais, os serviços por si prestados. 16º - Exato observador dos homens e das coisas, prestigia unicamente o mérito pessoal de cada um, seja qual for sua camada social, posição e fortuna. 17º - Se o Grande Arquiteto do Universo lhe der um filho agradece, mas cuida sempre desse depósito que Ele lhe confiou. Seja, para essa criança, a imagem da providência. Faz com que até aos 12 anos tenha temor de si, até aos 20 lhe ame e até a morte lhe respeite. Até aos 12 anos sê o seu mestre, até aos 20 anos seu pai espiritual e até a morte seu amigo. Pensa mais em dar-lhe bons princípios do que belas maneiras, que lhe deva retidão esclarecida e não frívola elegância. Esforça-se para que seja um homem honesto, avesso a qualquer astúcia. 18º - Ama ao seu próximo como a si mesmo. 19º - Não faça o mal, embora não espere o bem. 20º - Estima aos bons, ama aos fracos, atenda aos maus e não ofenda a ninguém. 21º - Seja o amparo dos aflitos. Cada lamento que sua dureza provocar poderá ser maldições que cairão sobre a sua cabeça. 22º -Com o faminto reparte o seu pão, aos pobres e forasteiros dá hospitalidade. 23º - Dá de vestir aos nus, mesmo em prejuízo do seu conforto. 24º - Respeita o peregrino nacional ou estrangeiro e auxilia-o sempre. 25º- Não lisonja nunca seu irmão, isso corresponde a uma traição; se lhe lisonjearem, receia que lhe corrompam. 26º - Respeita a mulher, não abuses jamais de sua debilidade, defende-a sempre, antes queira morrer do que desonrá-la. 27º - Fala moderadamente com os pequenos, prudentemente com os grandes, sinceramente com os seus iguais e os seus amigos, docemente com os que sofrem, mas sempre de acordo com a sua consciência e princípios de sã moral. 28º- Pratica a virtude, pois o coração dos justos está onde se pratica a virtude e o dos tolos onde se festeja a vaidade. 29º - Não prometa sem a intenção de cumprir, pois ninguém é obrigado a prometer, mas, prometendo, é responsável ou obrigado a cumprir. 30º - Dá sempre com satisfação, porque mais vale uma negativa delicada do que uma esmola que humilhe. 31º - Suporta tudo com resignação e tem sempre confiança no futuro. 32º - Faz do seu corpo um templo, do seu coração um altar, e do seu espírito um apóstolo do amor, da verdade e da justiça. 33º-Concentra, ao menos uma vez por dia, todas as vibrações da sua alma no sentido de estar em contato com o Grande Arquiteto do Universo. *Colaborador, registro DRT/MA 53. Grão-Mestre “Ad-Vitam” do GOAM.
  29. 29. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 29/39 Ir. Rui Jung Neto, ex-V.M., AStM – da Cinq. Ben. A.R.L.S. "Concordia et Humanitas" Nr. 56 – Porto Alegre – Rito Schröder – GLMERGS A FALSA CONSPIRAÇÃO DO JUDAÍSMO E DA MAÇONARIA OU A VERDADE SOBRE "OS PROTOCOLOS DOS SÁBIOS DO SIÃO” Em uma fraternal conversa após o ágape (jantar entre maçons), um Irmão comentou sobre o livro “Os Protocolos dos Sábios do Sião”, perguntando se algum de nós já o havia lido. Ao responder, declarei que não e que não o leria por sabê-lo uma “bobagem” sem fundamento. Sei que os queridos Irmãos compreenderam minha observação de forma não agressiva, mas, para não ficarem com a impressão de que meu comentário era do tipo “não li e não gostei”, resolvi escrever este texto. Ao contrário do que muitos Irmãos e profanos (não maçons) pensam, o livro Os Protocolos foi originalmente publicado em 1905 por um russo chamado Sergei A. Nilus. Esta triste obra, que não passava de um apêndice de um livro anterior do mesmo autor, seria por ele reeditada sempre em russo entre 1911 e 1919. Em 1919, um alemão sob o pseudônimo Gottfried zur Beck (ou Beek*), patrocinado pela nobreza alemã, traduziu-a, acrescentou vários comentários e notas e publicou somente o apêndice, como um alerta aos príncipes europeus contra a conspiração Sionista que ameaçava os Tronos e as Igrejas Cristãs. Desta versão em alemão foram traduzidas outras para o Inglês, Espanhol, Francês, Português, etc., espalhando-se pelo mundo. Naquela época a Europa era palco da grande agitação política e religiosa que levou à Primeira Guerra Mundial, a Revolução Bolchevique e a deposição de várias famílias nobres, principalmente na Europa Central, a mais atrasada. Os judeus eram então vistos como uma séria ameaça por seu poder econômico, cultura, idéias que pregavam (Marx, etc.) e pelo fato de não seguirem o Cristianismo. A Maçonaria, liberal e democrática, pregando a fraternidade e a igualdade entre todos os homens, assustava aos déspotas, fanáticos religiosos e políticos de todas as correntes. 6 – A Falsa Conspiração do Judaísmo e da Maçonaria ou a Verdade sobre os “Protocolos dos Sábios do Sião” Rui Jung Neto
  30. 30. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 30/39 Não poderia haver caldo de cultura melhor para um agente da polícia secreta do Czar como Sergei A. Nilus e, mais tarde, todos os interessados em atacar os judeus e a Maçonaria divulgarem um livro que os destratava e comprometia, assustando a população e os governantes menos informados. Infelizmente, nas décadas de 1930 e 40, auge do nazismo e do fascismo, este livreco voltaria a ser reeditado, sendo inclusive utilizado por Hitler na sua tristemente célebre obra Minha Luta. Estas versões e reedições realimentaram o ódio aos judeus, apresentados como conspiradores contra a sociedade cristã, justificando todas as perseguições e represálias. A Maçonaria também era perseguida por ser apontada como um instrumento de infiltração e dominação do judaísmo. Curiosamente, nos Protocolos originais não havia menção a Maçonaria, mas, apenas e vagamente, as Sociedades Secretas. A Maçonaria passou a ser citada ao longo das traduções, adaptações e enxertos na simplória obra do policial russo. Mas qual a verdadeira origem do livro "Os Protocolos dos Sábios do Sião" ? O autor, Sergei A. Nilus, afirma que sua obra é uma transcrição da reunião secreta realizada pelo Movimento Sionista na Basiléia, Suíça, em 1897. O propósito desta reunião era expor aos judeus ali reunidos um plano para conquista do mundo. Este plano vazou graças ao trabalho de um espião do Czar da Rússia que, com risco da própria vida, conseguiu apoderar-se de uma cópia. Pode parecer brincadeira ou quase uma aventura de folhetim, mas é esta a estória contada como verdadeira pelo autor. O irônico é que o Congresso de 1897 realmente aconteceu, foi público, acompanhado por jornalistas de diversos países, reuniu 204 delegados judeus vindos do mundo inteiro, visando organizar como movimento político o Sionismo, para “assegurar ao povo judeu um lugar na Palestina, garantido pelo Direito Público”. Portanto, nada tinha de secreto ou conspiratório, a não ser para quem lutava contra um Estado judeu e contra a Liberdade. E o mais curioso é que os Protocolos foram desmascarados pelo Times em uma reportagem publicada nos dias 16, 17 e 18 de agosto de 1921, que relatava que seu correspondente em Constantinopla encontrara uma caixa com livros pertencentes a um antigo oficial da polícia política do Czar. Entre eles, um volume escrito em Francês, do qual faltavam as primeiras páginas, que tinha enorme semelhança com os Protocolos. O livro original fora publicado em 1864 pelo advogado parisiense Maurice Joly, intitulado Diálogo nos Infernos entre Maquiavel e Montesquieu, ou A Política de Maquiavel no Século XIX. Trata-se de uma crítica ao governo do Imperador Napoleão III. O russo Nilus simplesmente transformou o diálogo fictício, mas calcado em irônica crítica às práticas políticas do II Império Francês, em um monólogo no qual as respostas de Maquiavel (na verdade ações praticadas pelo imperador) passam a ser planos para conquista do mundo pelos judeus e maçons. O plágio é tão evidente que começa de forma abrupta no texto da página do livro encontrado pelo Times, na qual faltavam as primeiras folhas, evidência de que o autor copiara precisamente aquele exemplar incompleto, deixando de fora as primeiras páginas. Muito mais poderia ser escrito, inclusive reproduzindo-se trechos dos dois livros comparando-os e provando que os Protocolos são uma cópia malfeita de uma obra escrita para criticar as falhas de um governo autoritário e que foi utilizada para acirrar o ódio contra o povo judeu e, por extensão, contra a Maçonaria identificada como inimiga pelos tiranos e fanáticos. Creio, no entanto, ter atingido meu objetivo de esclarecer os fatos e recolocar os Irmãos no caminho da Verdade. Para aqueles que quiserem buscar mais informações, recomendo consultarem a bibliografia que utilizei neste texto e que justifica minha afirmação inicial de que os Protocolos são uma bobagem, porém perigosa pela divulgação e repercussão que ainda hoje alcançam.
  31. 31. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 31/39 Nossa Fraternidade já foi acusada de ter sido criada pela Igreja Católica, pelos Jesuítas, pelos Judeus, etc. Um dos motivos é a nítida inspiração no Antigo Testamento: O Templo de Salomão, a Lenda de Hiram, as Palavras e Sinais, etc. Todas estas passagens foram agregadas no Século XVIII, para embelezar e dar mais simbolismo às nossas cerimônias e rituais. Assim, são evidências da influência bíblica e não do domínio judeu (ou da Igreja) na Maçonaria. Vale recordar que nos Séculos XVIII e XIX muitas Lojas não admitiam judeus por eles não aceitarem a religião Cristã. Mas, como diria nosso Irmão Kipling, isto já é uma outra história... Bibliografia: Maçonaria X Satanismo – páginas 119 a 175 – Editora Maçônica “A TROLHA”, 1ª edição, 1995. Autor: Padre Jesuíta José A. Ferrer Benimeli – Professor Catedrático de História Contemporânea na Universidade de Zaragoza, Espanha. Atualmente dirige o Centro de Estudos Históricos da Maçonaria Espanhola. Em Português encontramos: “Maçonaria X Satanismo II” e “Gafes & Mancadas Maçônicas e Antimaçônicas”, este em conjunto com o também Padre Jesuíta Valério Alberton*, um entusiasta defensor da Maçonaria, ambos da Editora "A Trolha" (* O Padre Alberton faleceu em 11/10/2004). *A obra de Wichtl foi logo seguida pela de Gottfried zur Beek “Die von der Weisen Zion”, (Os Protocolos dos Sábios de Sião). O Sr. zur Beek, no entanto, foi ninguém menos que o incansável capitão Muller von Hausen. Como seria de esperar, as conspirações dos sábios de Sião nunca existiram e seus protocolos foram igualmente imaginários. Muller von Hausen pegou um documento falsificado russo anti-semita pré-1914 em que a Maçonaria não foi mencionada. Restava-lhe a incorporar material anti-maçônico, principalmente obtidos a partir de seus artigos no Auf Vorposten, e ali estaria uma prova irrefutável da existência de uma conspiração judaico-maçônica para alcançar a dominação do mundo inteiro. Após um início lento, as vendas do livro foram enormes. A 23ª edição em alemão foi publicada em 1939. Citação de trabalho do Ir∴ Eric Howe, P.M. Loja “Quatuor Coronati” Nº 2076 – G. L. Unida da Inglaterra - Maçonaria na Alemanha – Parte I. Trabalho originalmente escrito no verão de 1998, revisado no verão de 2011. Ir. Rui Jung Neto, ex-V.M. e-mail: ruijung@gmail.com Cinq. Ben. Aug. e Resp. Loja Simb. “Concordia et Humanitas” Nº 56 Fundada em 24 de junho de 1958 - Rito Schröder Jurisdicionada a M. R. G. L. M. E. R. G. S. – Or. de Porto Alegre - RS
  32. 32. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 32/39 (as letras em vermelho significam que a Loja completou ou está completando aniversário) GLSC - http://www.mrglsc.org.br GOSC https://www.gosc.org.br Data Nome da Loja Oriente 05.11.1997 União do Vale nr. 69 Blumenau 10.11.2001 Arte Real Santamarense nr. 83 Sto. Amaro da Imperatriz 14.11.1983 Obreiros da Liberdade, nr. 37 Xaxim 14.11.1983 29 de Setembro nr. 38 S. Miguel do Oeste 17.11.1950 14 de Julho nr. 03 Florianópolis 17.11.1986 Templários da Arte Real nr. 44 Blumenau 17.111993 Rei David nr. 58 Florianópolis 18.11.1993 Ottokar Dörffel nr. 59 Joinville 19.111996 Ordem e Progresso nr. 65 Joaçaba 19.11.2003 Fraternidade Lourenciana nr. 86 S. Lourenço do Oeste 19.11.1996 Manoel Gomes nr. 24 Florianópolis 21.11.1986 Liberdade e Justiça nr. 45 Abelardo Luz 21.11.1994 Fraternidade Capinzalense nr. 52 Capinzal 21.11.1992 União e Verdade nr. 53 Florianópolis 24.11.1982 Ary Batalha nr. 31 Florianópolis Data Nome da Loja Oriente 02/11/1991 Seixas Neto Florianópolis 03/11/1971 Acácia dos Campos Campos Novos 03/11/2010 Colunas da Sabedoria Joinville 07/11/2001 Zodiacal Florianópolis 11/11/2005 Harmonia e Perseverança Itajaí 15/11/1979 Ciência e Trabalho Tubarão 22/11/1997 Templários da Liberdade Pinhalzinho 25/11/1977 Fraternidade Catarinense Florianópolis 7 – Destaques (Resenha Final) Lojas Aniversariantes de Santa Catarina Mês de Novembro
  33. 33. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 33/39 GOB/SC – http://www.gob-sc.org.br/gobsc Data Nome da Loja Oriente 03.11.99 Delta do Norte - 3273 Florianópolis 04.11.81 Palmeira da Paz - 2121 Blumenau 09.11.10 Regeneração Guabirubense, 4100 Brusque 12.11.99 União e Justiça - 3274 Chapecó 15.11.01 Verdes Mares - 3426 Camboriú 15.11.96 Verde Vale - 3838 Blumenau 19.11.80 União Brasileira - 2085 Florianópolis 19.11.04 Verdade e Justiça - 3646 Florianópolis 21.11.69 Jerônimo Coelho - 1820 Florianópolis 22.11.95 Luz da Verdade - 2933 Lages 24.11.92 Nereu de O. Ramos - 2744 Florianópolis 25.11.04 Luz e Frat Rionegrinhense -3643 Rio Negrinho 25.L1.06 Obreiros da Terra Firme - 3827 Florianópolis 29.11.11 Ciência e Misticismo - 4177 São José
  34. 34. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 34/39 À GDGADU Aug e Resp Loj Simb REI DAVID Nº 58 Sob os aausp da M R G L SC Fundada em 17 de novembro de 1993, EV CONVITE O Ven Mestre da ARLS REI DAVID Nº 58, tem a honra de convidar o Ven Mestre e demais IIrdessa oficina para a SESSÃO MAGNA BRANCA comemorativa ao 23º aniversário de fundação da Loja. Na oportunidade teremos como palestrante o SerenIrJOÃO EDUARDO NOAL BERBIGIER: Local: Templo da ARLS Regeneração Catarinense à rua Vidal Ramos, 310 – Centro Data: 22 de novembro de 2016. Horário: 15:00.  Desde já agradecemos o comparecimento daqueles IIrque vierem nos prestigiar com suas presenças. Or de Florianópolis, SC, 01 de novembro de 2016, E V. Ir Arthur de Almeida Machado Secretário Ir João Carlos N. Camargo Ven M
  35. 35. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 35/39 Ir Marcelo Angelo de Macedo, 33∴ MI da Loja Razão e Lealdade nº 21 Or de Cuiabá/MT, GOEMT-COMAB-CMI Tel: (65) 3052-6721 divulga diariamente no JB News o Breviário Maçônico, Obra de autoria do saudoso IrRIZZARDO DA CAMINO, cuja referência bibliográfica é: Camino, Rizzardo da, 1918-2007 - Breviário Maçônico / Rizzardo da Camino, - 6. Ed. – São Paulo. Madras, 2014 - ISBN 978-85.370.0292-6) Dia 22 de novembro: A Rosa Sempre foi considerada a “rainha das flores”, decantada pelos poetas em todos os tempos como símbolo da beleza, da graça, da perfeição, da fartura, da ternura, do amor e da própria mulher, especialmente quando em botão. Em Maçonaria, afora os eventos sociais, não são usadas flores ornamentais. Apenas no Grau 18, príncipe Rosa-Cruz, é admitida a Rosa, inserida sobre uma Cruz, lembrando o mártir do Cristianismo. Essa Cruz, colocada sobre o trono da “Venerança”, denominada de Pramanta. No Cristianismo, a rosa simboliza a ressurreição, ou seja, Jesus, o filho de Deus, já revestido com as características do Cristo ressurreto. A flor característica da Maçonaria é a acácia, que no Brasil floresce no mês de junho, quando do equinócio do inverno. Breviário Maçônico / Rizzardo da Camino, - 6. Ed. – São Paulo. Madras, 2014, p. 345. . Visite o site da Loja Professor Mâncio da Costa nr. 1977 www.manciodacosta.mvu.com.br Florianópolis
  36. 36. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 36/39 Vista da capela no Castelo dos Templários, na mística cidade de Tomar, em Portugal. A foto, data de novembro de 2011 da Expedição Brasil/Portugal.
  37. 37. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 37/39 1 – Veja a futura nova casa do presidente americano Barack Obama 2 – Faça um potente remédio natural usando apenas mel e alho! 3 – Hilário: 3 touros viviam felizes na fazenda, até que... 4 – Remedios dos avós: remediosavos.pps 5 – Passagem do tempo: passagem_do_tempo.pps 6 - Las mejores vistas del mundo: LasMejoresVistasDelMundo.pps 7 - Filme do dia: (Começar de Novo) - dublado Após a decepção de não ter conseguido se classificar para os jogos olímpicos, Abi Brooks(Sarah Megan Thomas) decide, aos trinta anos, aceitar o trabalho de treinadora em um instituto, sem saber que seu ex-namorado é o diretor da escola. https://www.youtube.com/watch?v=hfCWX6tvC0g
  38. 38. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 38/39 Ir Raimundo Augusto Corado - CIM 183.481 MI e Deputado Federal pela Loja Templo de Salomão nº 2737 Membro das Lojas União e Trabalho Mimosense nr. 3.170 e Irmão Paulo Roberto Machado nr. 3.182 Barreiras – GOB/BA. – escreve às terças e quintas raimundoaugusto.corado@gmail.com À CATA DE VOCÊ -busca incessante enquanto vida tiver- Autor: Raimundo A. Corado Barreiras, 05 de julho de 2016. Às vezes fico a questionar; O preço vil para buscar você; Não precisa dinheiro gastar; Basta vontade de evitar sofrer. Essa busca é muito relativa; Varia de acordo a cada indivíduo; Mas tem que ser busca intensiva; Na dosagem do quanto sofrido.
  39. 39. JB News – Informativo nr. 2.245– Florianópolis (SC) –terça-feira, 22 de novembro de 2016 Pág. 39/39 Faço isso há anos a fio; A cada 24 horas me alivio; No seio de uma irmandade. O que busco nem sei se mereço; Tem valor mas não tem preço; CADÊ VOCÊ SOBRIEDADE?

×