O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Jb news informativo nr. 2144

39 visualizações

Publicada em

.

Publicada em: Arte e fotografia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Jb news informativo nr. 2144

  1. 1. JB NEWS Filiado à ABIM sob nr. 007/JV Editoria: Ir Jeronimo Borges Academia Catarinense Maçônica de Letras Academia Maçônica de Letras do Brasil – Arcádia de B. Horizonte Loja Templários da Nova Era nr. 91(Florianópolis) - Obreiro Loja Alferes Tiradentes nr. 20 (Florianópolis) - Membro Honorário Loja Harmonia nr. 26 (B. Horizonte) - Membro Honorário Loja Fraternidade Brazileira de Estudos e Pesquisas (J. de Fora) -Correspondente Loja Francisco Xavier Ferreira de Pesquisas Maçônicas (P. Alegre) - Correspondente Ponte Hercílio Luz e o alvorecer em Florianópolis Saudações, Prezado Irmão! Índice do JB News nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Bloco 1-Almanaque Bloco 2-IrJuarez de Oliveira Castro – Saber, Querer, Ousar e Calar (Foco & Ação) Bloco 3-IrSérgio Quirino Guimarães – Desbastador Maçônico Bloco 4-IrNelson Jung – O Martelo Pontiagudo e a Transformação do Maçom Bloco 5-IrPaulo José Fiamoncini – A Ve4rdade Bloco 6-IrPedro Juk – Perguntas & Respostas – do IrMarcos Alexandre Menslin (Cruzeiro – SP) Bloco 7-Destaques JB – Breviário Maçônico p/o dia 14 de agosto e versos do Ir Adilson Zotovici
  2. 2. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 2/30  636 — Primeiro dia da batalha de Jarmuque, entre o Império Bizantino e o Califado Rashidun, que se saldou numa vitória retumbante e decisiva para os muçulmanos e na perda definitiva da Síria pelos Bizantinos.  718 — Fim do segundo cerco árabe de Constantinopla que durava há 13 meses, com a retirada das tropas do Califado Omíada.  778 — A Batalha de Roncesvales, em que Rolando é morto.  927 — Os Sarracenos invadem e destroem Tarento, na Itália.  982 — Otão II é derrotado pelos Sarracenos na batalha de Capo Colonna, na Calábria.  1018 — Eustácio Dafnomeles, general bizantino, captura Ivatz da Bulgária e encerra a resistência búlgara contra a conquista bizantina da Bulgária pelo imperador Basílio II Bulgaróctone.  1040 — Rei Duncan I é morto em batalha pelo seu primo Macbeth, que o sucedeu como Rei da Escócia.  1185 — A cidade caverna de Vardzia é consagrada pela rainha Tamara I da Geórgia.  1261 — Miguel VIII Paleólogo é coroado Imperador Bizantino em Constantinopla.  1430 — Francesco Sforza, duque de Milão, conquista Lucca.  1517 — Primeiro contato direto da Europa com a China: uma armada de sete navios portugueses comandada por Fernão Pires de Andrade encontra-se com oficiaischineses no delta do Rio das Pérolas. Nesta edição: Pesquisas – Arquivos e artigos próprios e de colaboradores e da Internet – Blogs - http:pt.wikipedia.org - Imagens: próprias, de colaboradores e www.google.com.br Os artigos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião deste informativo, sendo plena a responsabilidade de seus autores. 1 – ALMANAQUE Hoje é o 228º dia do Calendário Gregoriano do ano de 2016– (Lua Quarto Crescente) Faltam 138 para terminar este ano bissexto Dia do Solteiro Se o Irmão não deseja receber mais o informativo ou alterou o seu endereço eletrônico, POR FAVOR, comunique-nos pelo mesmo e-mail que recebeu a presente mensagem, para evitar atropelos em nossas remesssas diárias. Obrigado. Colabore conosco para evitar problemas na emissão de nossas mala direta diária. EVENTOS HISTÓRICOS (fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki) Aprofunde seu conhecimento clicando nas palavras sublinhadas
  3. 3. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 3/30  1519 — A Cidade do Panamá é fundada.  1534 — É fundada a ordem dos Jesuítas, a Companhia de Jesus.  1537 — Fundação de Assunção, capital do Paraguai, pelo explorador espanhol Juan de Salazar y Espinoza.  1654 — Fundação de Sorocaba (São Paulo, Brasil) pelo bandeirante Baltasar Fernandes.  1823 — Adesão do Pará à Independência do Brasil.  1824 — Escravos libertos do Estados Unidos fundam a Libéria.  1853 — Fundação de Jaú, por Bento Manoel de Moraes Navarro e outros bandeirantes.  1863 — Começa a Guerra anglo-satsuma entre o Domínio de Satsuma do Japão e o Reino Unido.  1910 — O Papa São Pio X com a Bula Papal "Praedecessorun Nostrorum" eleva a Diocese de São Pedro do Rio Grande do Sul à Arquidiocese de Porto Alegre e cria as dioceses de Pelotas, Santa Maria e Uruguaiana no Rio Grande do Sul.  1914 — É inaugurado oficialmente o Canal do Panamá.  1939 — Estreia de O Mágico de Oz.  1945 — O Japão se rende aos aliados, marcando assim o fim da Segunda Guerra Mundial.  1947 — Independência da Índia.  1948 — A Coreia é dividida em Coreia do Norte e a Coreia do Sul, separadas pelo paralelo 38º N.  1960 — A República do Congo declara a sua independência da França.  1965 — Os Beatles fazem a sua famosa apresentação no Shea Stadium (Nova Iorque).  1969 — Abertura do Festival de Woodstock.  1974 — Atentado na Coreia do Sul contra o presidente Park Chung-hee, no qual morre sua mulher.  2001 — Um temporal de chuvas e ventos no norte do Irã deixa mais de 500 mortos.  2005 — Um acordo de paz entre o governo da Indonésia e os rebeldes separatistas de Aceh é assinado.  2007 — Um Terremoto abala o Peru, deixando pelo menos 500 mortos.  2008 — Fernando Lugo assume a presidência do Paraguai, após 60 anos de governo do Partido Colorado (incuindo o período de regime militar liderado por Alfredo Stroessner).  2013 — Horacio Cartes assume a presidência do Paraguai no lugar de Federico Franco, que sucedera o então presidente Fernando Lugo, afastado por impeachment. 1832 Bula “Mirari vos” do Papa Gregório XVI, condenando a Maçonaria 1980 Fundação da Loja Cavaleiros da Luz nr. 18, de Itapoã, Vila Velha (GLMEES) 1986 Fundação da Loja Presidente Roosevelt nr. 2, de Criciúam – (GLSC) 1998 Fundação da Loja Acácia do Seridó, de Acari, Rio Grande do Norte (GOIERN) 2008 Fundação da Loja Maçônica Francisco Glicério nr. 1522, de Santo Amaro, jurisdicionada ao GOB/SP Fatos maçônicos do dia Fonte: O Livro dos Dias (Ir João Guilherme) e acervo pessoal
  4. 4. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 4/30 O Ir Juarez de Oliveira Castro, MI da Loja Alferes Tiradentes, escreve às segundas-feiras - (48) 9983- 1654 (Claro) - (48) 9801-9025 (TIM) juacastr@gmail.com – http://www.alferes20.net Saber, Querer, Ousar e Calar O saber que quero usar na manifestação é no sentido de inteirar-se para conseguir um conjunto de conhecimentos, gnose, com a finalidade de melhorar e aperfeiçoar-se. Com isso, temos a ferramenta para unir a vários fatores para querer, ousar e calar que é a nossa inteligência. Diz-nos Eliphas Levi em “A Chave dos Mistérios” o seguinte: “... a valentia unida à inteligência é a mãe de todos os êxitos neste mundo, para iniciar, deve-se conhecer, para cumprir se deve querer, para querer realmente tem que atrever-se, e para recolher em paz os frutos da própria audácia tem que manter silêncio...”. Na Maçonaria nada se faz que não tenha um sentido. Ela transmite os seus ensinamentos através de símbolos e alegorias, ocultando suas verdades ao mundo profano e só revelando para aqueles que bateram e entraram no Templo. E a revelação será plena se o homem maçom quiser inteirar- se do assunto “desvencilhando dos defeitos e paixões para poder concorrer à construção moral da humanidade, que é a verdadeira obra da Maçonaria”. É pelo esforço, coragem e valentia unida à inteligência, e com os conhecimentos maçônicos que chegaremos a ter o êxito necessário para construir a nossa Pedra polida que estará apta para ser colocada no edifício social, ousando ser um exemplo no meio em que vivemos. A determinação será essencial para erguermos a nossa obra no meio do mundo adverso, como um Pavimento de Mosaico, com os quadrados diferentes, nos mostrando sempre que é na diversidade e no antagonismo que reside a mais perfeita harmonia. Dalai Lama tem uma frase explicativa: “Determinação, coragem e autoconfiança são fatores decisivos para o sucesso. Se estamos possuídos por uma inabalável determinação, conseguiremos superá-los. Independentemente das circunstâncias, devemos ser sempre humildes, recatados e despidos de orgulho”. Além de saber, querer, ousar é necessário calar no sentido de defender dos vícios e deixar fluir a sabedoria que desenvolve melhor no silêncio, porque o nosso trabalho é “conhecer-se e aperfeiçoar-se a fim de que, livre dos preconceitos e vícios do mundo profano, possamos aspirar ao estudo da tradição e da história maçônica, cujos ensinamentos têm iluminado o mundo desde as mais remotas eras”. Portanto, o que a Maçonaria deseja de cada um de nós é que tenhamos diversas transformações para chegar ao nosso desenvolvimento ideal, tipo uma larva que passa por várias conversões para chegar ao ser idealizado pelo seu criador. E essas transformações devem ser feitas com sabedoria, vontade e inteligência para ter forças para ousar dentro da comunidade a fim de introduzir no meio dos homens um exemplar silêncio para extrair os frutos necessários para o bem da Humanidade. 2 – Saber, Querer, Ousar e Calar - (Foco & Ação) Juarez de Oliveira Castro
  5. 5. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 5/30 Ano 10 - artigo 33 - número sequencial 578 –14 agosto 2016 Saudações, estimado Irmão! DESBASTADOR MAÇÔNICO Aprender ou praticar? Sabe-se que para se atingir o sucesso, o aprendizado é essencial. Não deixa de ser, mas, devemos ter em mente que, na Maçonaria, a essência é o trabalho. Tudo o que nos chega às mãos tem os únicos propósitos de melhorar o Obreiro e a Obra. A designação de “Construtores Sociais” bem nos mostra que não há porque se limitar a divagar ou teorizar sobre as mazelas do mundo. Perante a sociedade, o Maçom é agente transformador. Ele precisa estar integrado às ações que visam “tornar feliz a humanidade”, seja nas obras filantrópicas, na defesa da ética na política, no exemplo de moralidade junto a comunidade e na voluntariedade para com outras entidades co- irmãs de nossos valores. Por não se afastar da consciência de sua condição de espírito que simplesmente passa por uma experiência na matéria, o Maçom também se dispõe na colaboração com as entidades religiosas. A outra dimensão é para consigo mesmo. Graus, comendas, diplomas e outras honrarias são reconhecimentos dados pelo outro, não por nós mesmos. Nossa verdadeira graduação está na prática do aprendizado. 3 – Desbastador Maçônico Sérgio Quirino Guimarães
  6. 6. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 6/30 Esta é a sutil e, às vezes, escancarada diferença entre sabedoria e conhecimento. Ao sermos iniciados, foi nos dada a possibilidade do melhoramento de nossos pensamentos, palavras, sentimentos, com o único propósito de ser útil. O que é “propósito? É ter projeto, intenção, intuito, finalidade. Como é triste percebermos em nosso meio Maçons sem propósitos! Muitos de nós, Irmãos, ainda não nos demos conta de que a propalada transformação da pedra bruta em pedra cúbica, nada mais é do que a transformação do homem “sem propósito” para um homem “com propósito”. MAÇONARIA SE EXERCE 10% DENTRO DOS TEMPLOS E 90% FORA DELES. Nas 720 horas que, em média, compõe um mês, como podemos crer que nos dedicarmos apenas 2 horas semanais seja suficiente para desbastar as arestas? Neste ponto, devemos refletir sobre o verbo desbastar, que, como todo verbo, diz da ação. Maçonicamente, se refere a uma ação consciente e freqüente de LIMPAR, REMOVER o excesso, CORTAR, DESENGROSSAR, POLIR NÓS MESMOS. Este artigo foi inspirado no livro “OS PAINÉIS DA LOJA DE APRENDIZ” do Irmão Rizzardo da Camino, que, na página 101, provoca: “Frequentemente o vimos repetir de Irmãos menos avisados: “Eu sou um eterno Aprendriz”. “Mas... não ouvimos dizer: “Eu sou um eteno desbastador de Pedra Bruta!” Neste décimo ano de compartilhamento de instruções maçônicas, mantemos a intenção primaz de fomentar os Irmãos a desenvolverem o tema tratado e apresentarem Prancha de Arquitetura, enriquecendo o Quarto-de-Hora-de-Estudo das Lojas. Precisamos incentivar os Obreiros da Arte Real ao salutar hábito da leitura como ferramenta de enlevo cultural, moral, ético e de formação maçônica. Fraternalmente Sérgio Quirino - ARLS Presidente Roosevelt 025 - GLMMG Contato: 0 xx 31 8853-2969 / quirino@roosevelt.org.br Facebook: (exclusivamente assuntos maçônicos) Sergio Quirino Guimaraes Guimaraes Os artigos publicados refletem a opinião do autor exclusivamente como um Irmão Maçom. Os conteúdos expostos não reproduzem necessariamente a ideia ou posição de nenhum grupo, cargo ou entidade maçônica.
  7. 7. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 7/30 Ir. Nelson Jung Loja Trajano Reis, 100 – GOP Rito Schröder – Curitiba - PR O Martelo Pontiagudo e a Transformação do Maçom Meus Irmãos todos, esta prancha diz respeito às ferramentas básicas do Maçom e sua incessante busca de ser melhor que ontem. Exatamente, a nossa fraternidade tem o objetivo primevo de melhorar a sociedade, melhorando o maçom. Neste afã, necessita o obreiro de uma ferramenta potente o suficiente para quebrar a inabalável “Pedra Bruta”, ou seja, capaz de destruir nossos mais intrínsecos vícios. Nosso Ritual de Aprendiz do Rito Schröder traz a seguinte descrição: Martelo Pontiagudo: pequena ferramenta de cabeça dupla, com um martelo em um dos lados e um cinzel no outro. É utilizado pelo Aprendiz Maçom do Rito Schröder para desbastar a Pedra Bruta, permitindo a correta fixação do Esquadro da Verdade. Simboliza a força de vontade atuando para transformar o caráter do homem. Ao aprofundar a busca de ferramenta tão especial nos deparamos com três campos do ideário humano: Mítico, Conhecimento e a Fé. O Mito: Mjolinir o Martelo de Thor – Reza a lenda que Thor o deus do trovão nórdico carrega um poderoso martelo mágico. Mjolinir forjado pelos anões renomados artífices nas profundezas de Midgard. Tal ferramenta tem um pequeno cabo e uma grande cabeça, portando, deve ser usada a 4 – O Martelo Pontiagudo e a Transfornmação do Maçom Nelson Jung
  8. 8. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 8/30 pequena distância. Este mítico martelo jamais erra o alvo, tem enorme peso e só pode ser envergado pelo mais forte dos deuses. Thor, a personificação do bem, o deus que abomina o mal, terá um momento especial para usar Mjolinir e mesmo assim será derrotado. A serpente que encarna o mal triunfará e o fim dos tempos o “Ragnarok” terá inicio. Gravura do século XVIII – Deuses Nórdicos. Conhecimento: Na física, o termo trabalho é utilizado quando falamos no Trabalho realizado por uma força, ou seja, o Trabalho Mecânico. Uma força aplicada em um corpo realiza um trabalho quando produz um deslocamento neste corpo. Para muitos autores o símbolo de trabalho na física é a letra minúscula tau ( ). Outros tantos preferem a letra w (Work) Assim, podemos definir trabalho como sendo: = F x D = Trabalho F = Força D = deslocamento A unidade de trabalho é Joule. Quando a força tem a mesma direção do movimento temos trabalho positivo. Observação: O momento físico é uma grandeza que representa a magnitude da força aplicada a um sistema rotacional a uma determinada distância de um eixo de rotação. O conceito do braço de momento é a chave para a operação da alavanca e de muitas outras máquinas simples capazes de gerar ganho mecânico.
  9. 9. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 9/30 Lembrando dos estudos de Newton, Força é definida como sendo o produto entre a massa (m) de um corpo e sua aceleração (a). Com isso, o trabalho ( ), pode ser expresso em função da energia necessária para que o corpo sofra deslocamento: F = m.a => (Primeira Lei de Newton) Assim, substituído F por m.a, podemos escrever o trabalho como sendo: = m.a.D = m. v/t . D = m. v.v = mv2 = energia mecânica do sistema. Onde: a= v/t (velocidade pelo tempo) v = D/t (distância pelo tempo) Assim: = mv2 => energia mecânica do sistema Ou seja, trabalho é proporcional a energia mecânica do sistema, e, portanto, trabalho é representado em unidades de energia, o Joule. Em homenagem ao físico inglês James Prescott Joule, que estudou profundamente o conceito de conversão de trabalho em energia para aumentar a eficiência da fábrica de cerveja que herdou de seu pai. A Fé: O TAU é a última letra do alfabeto judaico e a décima nona letra do alfabeto grego, derivado dos Fenícios e correspondente ao “T” na língua portuguesa. O Tau é a convergência das duas linhas: verticalidade e horizontalidade significam o encontro entre o Céu e a Terra. O Divino e o humano. O TAU Franciscano O TAU franciscano atravessa oito séculos sendo usado e apreciado. É a materialização de uma intuição. Francisco de Assis é um humano que se move bem no universo dos símbolos. O que é o TAU franciscano? É verdade, palavra, Luz, poder e força da mente direcionada para um grande bem. Significa lutar e discernir o verdadeiro e o falso. É eliminar o erro, a mentira e todo o elemento discordante. Francisco de Assis marcou-se com este sinal da luz, força e sabedoria. Martelo pontiagudo a Ferramenta Maçônica Temos então que o martelo de pedreiro é a ferramenta perfeita para a transformação na nossa batalha do bem contra o mal. Seu formato simbolicamente nos leva a união do horizontal com o
  10. 10. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 10/30 vertical, ou seja, o encontro do céu com a terra. A peculiaridade de sua forma nos remete a importância do trabalho intelectual, do trabalho físico e ainda nos liga a Fé, pontos basilares do desenvolvimento íntimo. Tem poderosa simbologia mítica da eterna batalha visceral do homem entre o bem e o mal nele enraizado. O pequeno cabo da arma do deus do trovão nos remete a nossa luta contínua, pessoal e única. Indicando a força de vontade, pois, nega o efeito alavanca, negando assim qualquer reforço tecnológico, deixando o homem puro para que vença a si mesmo. O fato de nunca errar o alvo, nos lembra que conhecemos nossos defeitos e que se quisermos verdadeiramente neles labutar não temos como errar. Ainda o “pequeno momento” nos açula a refletir em cada decisão tomada a cada instante da vida, buscando sempre a forma Maçônica de agir. Não menos importante a Fé, nós maçons obreiros de nós mesmos devemos ter Fé. Fé em nós mesmos, Fé na nossa busca e finalmente Fé na Fraternidade Maçônica. E nunca esquecer: - Em que trabalham os Aprendizes? - Na Pedra Bruta, símbolo das imperfeições da razão e do coração. - Como batem os Aprendizes? - Com duas batidas rápidas e uma lenta. - Que significam estas batidas? - As duas primeiras simbolizam a diligência do Maçom no trabalho. A última, lenta, a sua perseverança. - Através do que um Maçom deve se distinguir de outras pessoas? - Através do seu comportamento exemplar, do seu pensamento livre de escravidão e preconceitos e, através, da sua amizade leal para com seus Irmãos, baseada em princípios morais. Era o que continha Venerável Mestre, meus Irmãos. Ir. Nelson Jung Ex-V.M. da A.R.L.S. Trajano Reis, 100 – GOP Rito Schröder - Ao Oriente de Curitiba - PR Bibliografia: Agradeço a paciência e a colaboração dos IIr:. Prof. Dres Vóldi Zambenedetti (MM) e José Eduardo Gonçalves (AM), ambos obreiros da Trajano, que guiaram minha interpretação do conveito físico do trabalho. Ritual do Aprendiz Maçom – Rito Schröder http://www.benitopepe.com.br/2011/06/11/o- tau-na-historia-e-o-cordao-com-tres-nos- em-sao-francisco-de-assis-parte-2/ http://www.templodeavalon.com/
  11. 11. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 11/30 Paulo José Fiamoncini Loja Acácia Riosulense nr. 95 (GLSC) Rio do Sul - SC Verdade: [lat. veritate] Conformidade com o real, exatidão, realidade. Toda verdade passa por três estágios: Primeiro ela é ridicularizada, depois é violentamente combatida, finalmente, ela é aceita como evidente. Segundo o filósofo norte americano William James (1842-1910) a “Verdade é um acordo, é uma conformidade com a realidade, assim como o que é falso significa o desacordo, a desconformidade com essa mesma realidade. Esta é um definição havida como pacifica entre os filósofos pragmatistas e os chamados intelectuais. Já o filósofo alemão Martin Heidegger (1889-1976) se posiciona: “Verdade é a adequação da coisa com o conhecimento, e vice-versa”. O propósito do estudo sobre o conhecimento da Verdade é o de meramente abrir a porta e mostrar o caminho. É costume dizer-se que a Maçonaria nada mais é que a busca constante da Verdade. Há Irmãos que ficam atônitos sem saber o que dizer. A filosofia nos dá a seguinte explicação: “A verdade das coisas é o ajustamento da realidade à inteligência criadora, ao passo que na verdade do pensamento é a inteligência que se deve ajustar à realidade”. Para o homem comum, a verdade pode ser algo palpável, algo que esta presente no dia-a- dia de cada um. Existe até um ditado popular, largamente usado pelo povo, a ensinar que “a minha verdade pode não ser a tua verdade” Na maçonaria o assunto atinge uma profundidade tamanha que costuma confundir o pensamento do maçom estudioso. Para a nossa instituição existe a Verdade primeira, ou a Grande Verdade e as verdades secundárias. Abramos nosso Ritual de Aprendiz na Terceira Instrução, nos tópicos que tratam das purificações pela água e pelo fogo. Quando se deseja saber as razões por que as purificações devem ser feitas e o que elas valem, a resposta vem na fala do Segundo Vigilante. “Que, para estar em condições de receber a Luz da Verdade se torna necessário ao Homem desvencilhar-se de todos os preconceitos sociais ou de educação e entregar-se com ardor à procura da Sabedoria”. O que Isto significa: que antes de tudo, precisamos penetrar fundo em nós mesmos. “Conhece-te a ti mesmo”, disse Sócrates para descobrirmos as nossas verdades, a fim de que possamos separar as boas das más. Verdades más? Sim tudo aquilo que existe em nós e que deve ser extirpado para que possamos atender aos reclamos de nossa consciência e cumprir o que a Arte Real exige de nós. Há outra passagem no Ritual de Aprendiz que se refere às espadas voltadas para o neófito quando ele recebe a luz... Lê-se, então, na fala do segundo vigilante: “compreendi, depois, que essas espadas refletiam os raios da Luz da Verdade, que ofusca a visão intelectual daquele que não esta preparado, por solida instrução, para recebê-la” E aí está implícita uma verdade: quando alguém é iniciado, pôr mais cultura que pense ter ou que tenha realmente, não entende nada sobre os novos estudos que terá que fazer. Em outra ocasião, a Maçonaria, nos ensina que ninguém conseguiu, ainda, a posse da Verdade. 5 – A Verdade - Paulo José Fiamoncini
  12. 12. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 12/30 Analisando a afirmativa à luz da filosofia, existe aí duas intenções: a primeira é mostrar que por mais que o homem pense que sabe, o que ignora é infinitamente maior; a segunda deriva-se da primeira: o maçom deve manter-se humilde e continuar a estudar com coragem a perseverança, em busca da Verdade primeira, ou seja, a Grande Verdade, a Verdade das Verdades, a Eterna Verdade! Já o irmão Raimundo Rodrigues do Oriente de São Paulo apresenta na revista A verdade Ed. Julho/Agosto/2001: “Tornai-vos investigadores da Verdade A arma cuja ponta sentis serve, também, para advertir-vos de que deveis mostrar-vos acessíveis ás verdades que se sentem e que não se exprimem O que há de comum entre nós Maçons, é uma Verdade – que é a existência de um Grande Arquiteto, Criador do Universo, de tudo o que existiu, existe e existirá” Para nós maçons, a busca da Verdade deve ser constante. É algo que inicia na iniciação, mas que jamais acaba, ainda que tenha atingido os mais altos graus. Através de seus símbolos e alegorias, a maçonaria ensina que a Verdade é um atributo da Divindade, e que só pelo burilamento das asperezas do seu caráter, pelo estudo e pela meditação, pelo uso da razão e da moral, o maçom pode alcançar a Iluminação e aproximar-se da Grande Verdade, o Grande Arquiteto do Universo. MAÇOM – “O Construtor Social” Bibliografia: - Figueiredo, Joaquim Gervásio de – Dicionário de Maçonaria – Editora Pensamento; - Girardi, João Ivo - Do meio dia à meia-noite – Nova Letra Gráfica e Editora Ltda – 2008. 2 Edição; - Junior, Raymundo D`Elia – Maçonaria Simbolismo e Tradição – Editora Madras Ltda; - Kinney, Jay – O mito maçônico – Editora Record – 2010. - http://wikipedia.org/ - 01/11/2012; - http://www.portalcravo.com.br/armando/index.php?view=article&catid=4:filosofia&id=160:maconaria- sinonimo-liberdade 15/08/2013 as 22:10; - http://wikipedia.org/ - 25/08/2013; - http://www.citador.pt/textos/a-verdade-e-o-erro-johann-wolfgang-von-goethe - 20/10/2013 - http://www.maconaria.net/portal/index.php/artigos-publicacoes?start=200 - 22/10/2013 - Bíblia Sagrada.
  13. 13. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 13/30 Este Bloco é produzido pelo Ir. Pedro Juk, às segundas, quartas e sextas-feiras Loja Estrela de Morretes, 3159 - Morretes – PR saudação Em 26/01/2016 o Respeitável Irmão Marcos Alexandre Menslin, Loja Cosmopolita, nº 2.746, REAA, sem declinar o nome da Obediência, Oriente de Cruzeiro, Estado de São Paulo, apresenta a seguinte questão: - marcos@menslin.com.br Gostaria da sua ajuda no sentido de esclarecer uma dúvida a respeito do REAA. Quando da ida do Mestre de Cerimônias ao Oriente, durante o seu giro, em que degrau da escada ele deve parar e saudar o Oriente? Considerações: Não só o Mestre de Cerimônias, porém como qualquer outro Mestre que em Loja aberta precise ingressar no Oriente, o mesmo estando com as mãos livres, assim que ingressar (atingir o piso oriental pelo lado nordeste) tendo por referência a linha da balaustrada, ele para, se posiciona à Ordem e saúda pelo Sinal o Venerável Mestre. Terminada a saudação, o mesmo imediatamente prossegue no deslocamento. O mesmo procedimento se dá quando da sua retirada. Antes de sair (pelo sado sudeste), ainda no mesmo piso e tendo por referência a linha da balaustrada, ele volta-se para o Venerável e o saúda do mesmo modo que o fizera na oportunidade do ingresso. Cumprido o procedimento, retoma-se o percurso de saída. Em se tratando de Obreiro portando (empunhando, segurando) um instrumento de trabalho ou outro objeto qualquer, ele obedecerá ao mesmo trajeto já aqui mencionado, tanto para ingressar como para se retirar, entretanto sem nessa oportunidade compor o Sinal. Nessa situação ele fará apenas uma parada rápida e formal sem nenhuma inclinação com o corpo ou maneios com a cabeça. No caso específico do Mestre de Cerimônias (portando bastão ou outro objeto), o procedimento é análogo ao descrito do parágrafo imediatamente anterior. Concluindo, essa é a regra tradicional para o REAA, todavia dependendo da Obediência, podem existir variações ritualísticas para esse procedimento. Nesse caso, segue-se impreterivelmente o que exara o ritual em vigência. T.F.A. PEDRO JUK – jukirm@hotmail.com - Mar/2016 6 – Perguntas & Respostas Pedro Juk
  14. 14. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 14/30 (as letras em vermelho significam que a Loja completou ou está completando aniversário) GLSC - http://www.mrglsc.org.br Data Nome Oriente 08.08.1997 Fraternidade das Termas nr. 68 Palmitos 13.08.1986 Harmonia nr. 42 Itajaí 13.08.1993 Albert Mackey nr. 56 Tubarão 15.08.1946 Presidente Roosevelt nr. 2 Criciúma 16.08.1999 Caminhos da Verdade nr. 92 Gaspar 17.08.1999 Ambrósio Peters nr. 74 Florianópolis 18.08.2011 Fraternidade Itapema nr. 104 Itapema 20.08.1985 Eduardo Teixeira nr. 41 Camboriú 30.08.1978 Obreiros de Jaraguá do Sul nr. 23 Jaraguá do Sul 30.08.1991 Sentinela do Vale nr. 54 Braço do Norte 31.08.1982 Solidariedade nr. 28 Florianópolis GOSC https://www.gosc.org.br Data Nome da Loja Oriente 02/08/1989 Fraternidade Imaruiense Imaruí 09/08/2003 Templários da Boa Ordem Jaguaruna 10/08/2002 Energia das Águas Gravatal 14/08/1985 Justiça E Liberdade Joinville 16/08/2005 José Abelardo Lunardelli São José 19/08/1995 Brusque Deutsche Loge Brusque 20/08/2011 Triângulo Talhadores da Pedra Itá 21/08/2002 Harmonia do Continente Florianópolis 26/08/2002 Templários da Arca Sagrada Blumenau 7 – Destaques (Resenha Final) Lojas Aniversariantes de Santa Catarina Mês de agosto
  15. 15. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 15/30 GOB/SC – http://www.gob-sc.org.br/gobsc Data Loja Oriente 06.08.05 Arquitetos Da Paz - 3698 Blumenau 06.08.05 Delta Brasileiro - 3691 Florianópolis 10.08.10 Colunas De Jaraguá - 4081 Jaraguá do Sul 16.08.05 Novo Horizonte - 4185 Camboriú 07.08.99 União Do Sul - 3260 Criciúma 12.08.96 Perseverança E Fidelidade - 2968 Araranguá 18.08.07 Cavaleiros Do Contestado - 3878 Canoinhas 20.08.94 Vale Do Tijucas - 2817 Tijucas 20.08.94 Luz Do Sinai - 2845 Joinville 20.08.00 Estrela De Herval - 3334 Joaçaba 20.08.00 União Das Termas - 3335 Sto. Amaro da Imperatriz 20.08.04 Frat. Jaraguaense - 3620 Jaraguá do Sul 22.08.96 Campeche -2998 Florianópolis 26.08.02 União Navegantina - 3460 Navegantes 29.08.97 Horizonte De Luz - 3085 Xanxerê Atenção ‘’Para onde for sua atenção é ali que a vida irá crescer. Assim você cria as circunstâncias que virão ao seu encontro. Pergunte a si mesmo: o que me esvazia e o que me preenche? Desvie a atenção das áreas que drenam seu poder. Descubra o que faz seu coração bater mais forte e coloque sua energia naquilo. Descubra seu propósito e essa será a sua paixão. Então não haverá tempo para que ervas daninhas reivindiquem sua atenção.’’ José Aparecido dos Santos TIM: 044-9846-3552 E-mail: aparecido14@gmail.com Visite nosso site: www.ourolux.com.br "Tudo o que somos é o resultado dos nossos pensamentos".
  16. 16. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 16/30 Instalação e Posse na Loja Cavalheiro de York Feira de Santana-BA (Irmão Edward Santos) - Sessão Magna de Instalação e posse da ARLS. Cavalheiros de York (GOB/GOEB)-Rito de York, dia 12/agosto/2016, templo do Complexo Maçônico de Feira de Santana - BA., Mestre de Loja Instalado Ir. Hilton Moreira de Castro, Comissão Instaladora, VM. Roberto Azevedo Aquino (Sabedoria, Luz e União), VM. Jader (Deus, Liberdade e Justiça) e VM. Halailton (Luz do Sertão), presença de autoridades, Del. Lit. ECMA. Edward dos Santos, Gr.Sec. de Finanças do GOEB Luiz Carlos Tosta representando ao Grao Mestre do GOEB Ir. Silvio Souza Cardim, 18 Veneráveis, Dep. Federal, Alexandre da Silva Monteiro.
  17. 17. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 17/30
  18. 18. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 18/30 ]
  19. 19. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 19/30
  20. 20. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 20/30
  21. 21. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 21/30
  22. 22. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 22/30
  23. 23. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 23/30
  24. 24. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 24/30
  25. 25. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 25/30
  26. 26. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 26/30 Em nome do GOSP- Grande Oriente de São Paulo, temos a grata satisfação de convidar todos nossos Irmãos para participar da Sessão Histórica de Lançamento da Pedra Fundamental do Novo Edifício Sede do GOSP. O evento acontecerá no dia 20 de Agosto de 2.016 ( dia do maçon) às 10h00m na Rua São Joaquim 457 - Liberdade , São Paulo. Os trabalhos serão executados por 21 Irmãos de todo o Estado de São Paulo, portadores da Comenda D. Pedro I , cuja presidência estará a cargo do nosso Ir. LAELSO RODRIGUES Grão Mestre Geral de Honra do Grande Oriente do Brasil Os Irmãos presentes inscreverão seus nomes no Livro de Presença histórico que ficará para o porvir, em nosso futuro Museu Maçônico. Prestigiem esse evento, sua presença é muito importante para todos nós. Ballouk & Kamel Grão Mestrado GOSP/GOB 2015/2019
  27. 27. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 27/30 CONVOCAÇÃO e CONVITE O Secretário da Loja, que subscreve, convoca todos os Irmãos do quadro, com base no inciso V do Artº 116 do Regulamento Geral da Federação e convida todos os demais Irmãos, para a 45ª Sessão da A.R.L.S. “Alvorada da Sabedoria” nº 4.285, dia 23 de agosto, terça-feira, quando teremos uma sessão com ritualística em inglês e a palestra a cargo do Venerável Ir. Jeronimo Borges Filho, da ARLS Templários da Nova Era, nº 91, com o tema “Raízes e Origens do Alfabeto Maçônico”. A sessão será no Templo Maçônico situado à rua Mal Cândido Rondon, 48, esquina da rua Pintor Eduardo Dias, Bairro Jardim Atlântico, São José. A rua Pintor Eduardo Dias é a 2ª paralela à avenida Atlântico. O estacionamento da Loja tem entrada nesta rua. Programação: 20:15 h: encontro no átrio do Templo; 20:30 h: início da sessão. Após a sessão, será oferecido um ágape com um bom whisky. Ir.’. João F.R. Baggio, Secretário Wisdom Dawn Lodge
  28. 28. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 28/30 Ir Marcelo Angelo de Macedo, 33∴ MI da Loja Razão e Lealdade nº 21 Or de Cuiabá/MT, GOEMT-COMAB-CMI Tel: (65) 3052-6721 divulga diariamente no JB News o Breviário Maçônico, Obra de autoria do saudoso IrRIZZARDO DA CAMINO, cuja referência bibliográfica é: Camino, Rizzardo da, 1918-2007 - Breviário Maçônico / Rizzardo da Camino, - 6. Ed. – São Paulo. Madras, 2014 - ISBN 978-85.370.0292-6) BREVIÁRIO MAÇÔNICO Para o dia 15 de agosto O MESTRE DE CERIMÔNIAS O Mestre de Cerimônias é o oficial que “copõe” a Loja, distribuindo os cargos, conduzindo os maçons ao átrio, admoestando-os na preparação, orientando-os e batendo à porta do Templo. Nos minutos de preparação, induz-nos à Meditação, orientando-nos para o exame de introspecção. É o único maçom a falar dentro do átrio; os demais, em silêncio, escutam-no e obedecem às suas ordens; ele verifica se todos estão devidamente trajados, se mantém o respeito devido e o “sente”, com a sua sensibilidade adequada ao cargo, quem está preparado ou despreparado para adentrar ao Templo. Notando o despreparo de alguém, insta para que todos aprofundem sua meditação e busquem a proteção divina, expulsando dos pensamentos tudo o que possa perturbar dentro do templo. Cada um de nós deve ter consciência dessa preparação e se não se sentir apto, não deve adentrar no templo; se prosseguir com alguma malquerença contra algum irmão, deve de imediato superar esse sentimento e exteriorizar simpatia e perdão, somente os que sabem perdoar é que serão perdoados. Breviário Maçônico / Rizzardo da Camino, - 6. Ed. – São Paulo. Madras, 2014, p. 246.
  29. 29. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 29/30 O Irmão Adilson Zotovici, que escreve aos sábados neste espaço, em um dos seus vários poemas em homenagem aos pais adilsonzotovici@gmail.com PAI, HOJE É TEU DIA ! Olá pai, como estás ? Comemoramos hoje “ teu dia” ! Estamos todos em paz Lembrando de ti com alegria ! Sentimos tua calmaria Sem tuas mãos ou tua voz, Por teres aqui moradia Pois vives dentro de nós ! A saudade às vezes é atroz ! Mas traz até mesmo leveza Pelo tempo que assaz veloz, Todavia, não paira tristeza ! Sentaremos breve, à mesa Unidos, o acostumado ! Com bons manjares e a certeza Que ali estarás sentado !
  30. 30. JB News – Informativo nr. 2.144 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 15 de agosto de 2016 Pág. 30/30 Herança de ti pai amado ! Legado de amor supernal Pelo SENHOR abençoado Amigo eterno, sem igual ! Adilson Zotovici ARLS Chequer Nassif-169

×