O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Jb news informativo nr. 2128

39 visualizações

Publicada em

.

Publicada em: Arte e fotografia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Jb news informativo nr. 2128

  1. 1. JB NEWS Filiado à ABIM sob nr. 007/JV Editoria: Ir Jeronimo Borges Academia Catarinense Maçônica de Letras Academia Maçônica de Letras do Brasil – Arcádia de B. Horizonte Loja Templários da Nova Era nr. 91(Florianópolis) - Obreiro Loja Alferes Tiradentes nr. 20 (Florianópolis) - Membro Honorário Loja Harmonia nr. 26 (B. Horizonte) - Membro Honorário Loja Fraternidade Brazileira de Estudos e Pesquisas (J. de Fora) -Correspondente Loja Francisco Xavier Ferreira de Pesquisas Maçônicas (P. Alegre) - Correspondente Saudações, Prezado Irmão! Índice do JB News nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Bloco 1-Almanaque Bloco 2-IrBarbosa Lima – Eu sou o Milho (artigo semanal) Bloco 3-IrMario López Rico – La caída del hombre, outra visión Bloco 4-IrPaulo Roberto – Quatuor Coronati Bloco 5-IrValdemar Sansão – Venerável Mestre – Verdadeiro Líder Bloco 6-IrAdemar Valsechi – Coluna da Harmonia (Edição nr. 40) Bloco 7-Destaques JB – Breviário Maçônico p/o dia 30 de julho e versos do Ir. e Poeta Adilson Zotovici
  2. 2. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 2/27  657 - É eleito o Papa Vitaliano.  752 - Fundação de Bagdá, capital do Iraque.  1619 - Acontece a primeira assembleia representativa das Américas na Casa de Burgess, em Jamestown, Virgínia.  1762 - Tropas inglesas ocupam a fortaleza do Morro, em Havana, apesar da heróica resistência dos espanhóis.  1766 - Carta régia que proíbe, no Brasil, as indústrias de ourives, fiadores de ouro, de sedas e algodões tecidos.  1792 - Uma música escrita sob encomenda por Claude Joseph Rouget de Lisle torna-se popular quando tropas voluntárias a cantam durante a marcha de Marselha para Paris. A canção, chamada de Marselhesa, passa a ser o símbolo da revolução e é escolhida como o hino nacional da França.  1811 - O líder da independência mexicana, Miguel Hidalgo, é fuzilado em Chihuahua, junto com outros companheiros, pelos espanhóis.  1848 - Inauguração da iluminação a gás, na cidade de Lisboa, com 26 candeeiros nas ruas do Chiado.  1906 - Gabriel Lippmann apresenta na Academia de Ciências de Paris um método para a reprodução fotográfica a cores.  1907 - Rússia e Japão assinam um tratado sobre a China, que garante a integridade territorial e a liberdade de comércio. Nesta edição: Pesquisas – Arquivos e artigos próprios e de colaboradores e da Internet – Blogs - http:pt.wikipedia.org - Imagens: próprias, de colaboradores e www.google.com.br Os artigos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião deste informativo, sendo plena a responsabilidade de seus autores. 1 – ALMANAQUE Hoje é o 212º dia do Calendário Gregoriano do ano de 2016– (Lua Quarto Minguante) Faltam 154 para terminar este ano bissexto Dia Nacional do Cartaz Se o Irmão não deseja receber mais o informativo ou alterou o seu endereço eletrônico, POR FAVOR, comunique-nos pelo mesmo e-mail que recebeu a presente mensagem, para evitar atropelos em nossas remesssas diárias. Obrigado. Colabore conosco para evitar problemas na emissão de nossas mala direta diária. EVENTOS HISTÓRICOS (fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki) Aprofunde seu conhecimento clicando nas palavras sublinhadas
  3. 3. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 3/27  1920 - Tropas chilenas invadem o sul do Peru, em conflito entre os dois países pela posse de Tacna e Arica.  1930 - Encerramento da Copa do Mundo FIFA de 1930, no Uruguai.  1932 - Eleições na Alemanha: os nazistas duplicam suas cadeiras (230) no parlamento, o Reichstag, mas não conseguem a maioria, dando início a uma campanha terrorista.  1932 - Estréia Flowers and Trees, produzido por Walt Disney, trata-se do primeiro curta- metragem de animação em Technicolor e o primeiro a ganhar o Oscar.  1947 - Ataque militar peruano na localidade equatoriana de El Progreso.  1965 - Estado de sítio em Honduras, após as manifestações que ocorrem em frente ao palácio presidencial.  1966 – A Inglaterra derrotou a Alemanha Ocidental na prorrogação por 4 a 2 e ganhou a Copa do Mundo no estádio de Wembley, em Londres.  1967 - Um terremoto assola a costa venezuelana, deixando 80 mortos em Caracas.  1968 - Violenta erupção do Vulcão Arenal, na Costa Rica, deixando 70 mortos e 90 desaparecidos.  1973 - O fabricante da talidomida perde uma ação judicial na Inglaterra e é obrigado a pagar indenização a 433 crianças. O remédio, tomado por mulheres grávidas, provocava a deformação dos fetos.  1976 - Assinado o acordo de cessar-fogo entre Honduras e El Salvador.  1980  O Knesset aprova uma lei anexando Jerusalém Oriental ao território israelense. A medida, uma reação nacionalista à devolução do Sinai ao Egito, dificulta o processo de paz no Oriente Médio.  Vanuatu torna-se uma nação independente.  1998 - Monica Lewinsky, ex-estagiária da Casa Branca, entrega ao promotor Kenneth Star o vestido manchado com o sêmen do presidente americano Bill Clinton.  1997 - Explosão de potentes bombas carregadas por ativistas suicidas do Hamas em um mercado de Jerusalém, deixa 15 mortos e 170 feridos. O governo israelense suspende as negociações de paz com a Autoridade Nacional Palestina (ANP).  2001  O senado da Argentina aprova o ajuste de gastos públicos para tentar atingir o "déficit zero". Os salários dos funcionários e as pensões superiores a 500 dólares são diminuídos.  A Corte Suprema do Chile aprova interrogar o ex-secretário de Estado dos EUA, Henry Kissinger, sobre a morte do jornalista norte-americano Charles Herman no Chile, em 1973  2007  O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba cassa o mandato do governador do estado, Cássio Cunha Lima, e do vice-governador, José Lacerda Neto, em decisão inédita no âmbito da Justiça Eleitoral das unidades federativas brasileiras. 1733 Fundação da Grande Loja Providencial de São João, em Boston, então colônia britânica. 1977 Sagração do Templo da Loja Maçônica União Universal, de São josé do Rio Pardo. 2011 Realização da XXX Conferência de Grão-Mestres em Maceió Fatos maçônicos do dia Fonte: O Livro dos Dias (Ir João Guilherme) e acervo pessoal
  4. 4. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 4/27 . INFORMATIVO BARBOSA NUNES IrBarbosa Nunes Eu sou o milho Sou do tempo em que “pamonhada” era festa. Todos se congregavam desde a quebra do milho na roça até o produto final, pamonha, servida em comemoração familiar. Tempos muito bons. Sugiro aos amigos de todos os sábados que revivam na musica “Colheita do Milho”, cantada ora por Chitãozinho e Xororó ora por Zezé di Camargo e Luciano e tantos outros. Fico emocionado e volto ao meu tempo, com esta poesia carregada sentimento: “Até hoje ainda me lembro, era manhã de setembro, o sol com intenso brilho, eu na frente abrindo as covas, Chiquinha, menina nova, vinha atrás plantando o milho. A natureza não erra, e os grãos rachando a terra, e o broto nasceu robusto, em cada braça do eito, coração roçava o peito, como o vento no arbusto. O milho cresceu depressa, parecia uma promessa, na minha boca granando, e no tempo de colheita, Chiquinha, menina feita, era espiga se empalhando. Quebrando milho na chuva, eu tropeçava nas curvas, do seu corpinho molhado, debaixo do pé de milho, como espigas no atilho, ficamos os dois atados. Passou o ano e desta feita, vamos ter duas colheitas, o tempo foi bom pro milho, enquanto crescem as espigas, Chiquinha cresce a barriga, pra colhermos nosso filho”. Nesta música o milho, sua colheita, pamonha como alimento, gerando o fruto que é o filho. Cora Coralina, poetisa nascida na Cidade de Goiás, dedicou ao milho um poema fantástico. Mulher de hábitos simples e doceira de profissão, produziu uma obra com traços marcantes e momentos do interior. Ao curvar-se ao Senhor, buscou no mais fundo de sua inspiração a “Oração do Milho”. 2 –Eu sou o milho– Barbosa Nunes
  5. 5. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 5/27 “Senhor nada valho. Sou a planta humilde dos quintais pequenos e das lavouras pobres. Meu grão, perdido por acaso, nasce e cresce na terra descuidada. Ponho folhas e haste e se me ajudares Senhor, mesmo planta de acaso, solitária, dou espigas e devolvo em muitos grãos, o grão perdido inicial, salvo por milagre, que a terra fecundou. Sou a planta primária da lavoura. Não me pertence a hierarquia tradicional do trigo. E de mim, não se faz o pão alvo, universal. O Justo não me consagrou Pão de Vida, nem lugar me foi dado nos altares. Sou apenas o alimento forte e substancial dos que trabalham a terra, onde não vinga o trigo nobre. Sou de origem obscura e de ascendência pobre. Alimento de rústicos e animais do jugo. Quando os deuses da Hélade corriam pelos bosques, coroados de rosas e de espigas, quando os hebreus iam em longas caravanas buscar nas terras do Egito o trigo dos faraós, quando Rute respigava cantando nas searas do Booz. E Jesus abençoava os trigais maduros, eu era apenas o bro nativo das tabas ameríndias. Fui o angú pesado e constante do escravo na exaustão do eito. Sou a broa grosseira e modesta do pequeno sitiante. Sou a farinha econômica do proletário. Sou a polenta do imigrante e a miga dos que começam a vida em terra estranha. Alimento de porcos e do triste mu de carga. O que me planta não levanta comércio, nem avantaja dinheiro. Sou apenas a fartura generosa e despreocupada dos paiois. Sou o cocho abastecido donde rumina o gado. Sou o canto festivo dos galos na glória do dia que amanhece. Sou o cacarejo alegre das poedeiras à volta dos seus ninhos. Sou a pobreza vegetal, agradecida a Vós, Senhor, que me fizeste necessário e humilde. Sou o milho”. O que nem todos conhecem é a história do milho. É um dos ingredientes mais usados na culinária e na produção agrícola não só brasileira, mas mundial. Entre as diferentes formas de utilização do milho foram encontrados mais de 70 produtos derivados dele ou que tem seus componentes isolados ou transformados industrialmente.Transforma-se em farinha, flocos, pastas, ingrediente básico para processos industriais, como amido, azeite, óleo e proteínas, bebidas alcoólicas, biocombustível, alguns curiosos e até inesperados como filmes fotográficos, cerveja, giz para quadro negro, maioneses, refrigerantes e tintas látex. Muito usado também na culinária brasileira em cremes, sorvetes, sopas, cozido, assado, canjica, saladas, curau e a deliciosa e preferida pamonha. Os primeiros registros do cultivo de milho datam de cerca de 7.300 anos, encontrados em pequenas ilhas próximas ao litoral do México, plantado por índios. Com as grandes navegações do século XVI e o início do processo de colonização da América, a cultura do milho se expandiu para outras partes do mundo. Hoje é cultivado e consumido em todos os continentes. Possui boas qualidades nutricionais, contendo aminoácidos, alto teor de carboidratos, muito energético, com vitaminas A, E e B1, além de fósforo, cálcio e potássio. Alimentação muito utilizada para humanos e animais. Puro ou como ingrediente de outros produtos, é fonte energética.
  6. 6. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 6/27 O nome “milho” é de origem caribenha, significa “o sustento da vida”. Vários povos indígenas o reverenciam em rituais artísticos e religiosos. Alimento inigualável nas suas utilidades com presença constante no dia a dia da população. Tem papel na ajuda a prevenção de doenças crônico-degenerativas. Presente na indústria farmacêutica onde é empregado em cerca de 85 tipos de antibióticos. A menor parte de sua produção se destina ao consumo humano, sua maior parte é utilizada na alimentação animal e chega até nós através dos diversos tipos de carne bovina, suína, aves e peixes. Mas, por último, após apresentar o milho que consumimos nos mais diversos produtos, milho desconhecido, milho humilde, milho pobre, milho santo, milho que reúne as famílias, sobretudo nas “pamonhadas” nos mais distantes e sagrados rincões rurais, não nos esqueçamos que o milho também tem um poder de fazer com que o adulto retorne à sua vida de criança, pois ele é também, milho de pipoca! Milho que traz saudade da minha infância e aperta o meu coração. (Barbosa Nunes, advogado, ex-radialista, membro da AGI, delegado de polícia aposentado, professor e maçom do Grande Oriente do Brasil – – barbosanunes@terra.com.br
  7. 7. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 7/27 O Irmão Mario López Rico é de La Coruña – Espanha. Escreve aos sábados. Responsável pela publicação espanhola Retales de Masononeria mario.lopezrico@yahoo.es - retalesdemasoneria.blogspot.com.es La caída del hombre, otra visión “ Y el Señor Dios lo echó del huerto del Edén, para que labrara la tierra de la cual fue tomado. Expulsó, pues, al hombre; y al oriente del huerto del Edén puso querubines, y una espada encendida que giraba en todas direcciones, para guardar el camino del árbol de la vida.” [Génesis 23-24] Cualquiera que lo desee puede leer en el Génesis acerca de la caída del hombre en el Tierra. En el libro Bíblico se nos explica como Adán y Eva son expulsados del Paraíso y desterrados al polvo de la Tierra. De un modo u otro, episodios similares son encontrados en otras corrientes religiosas y todas parecen apuntar a una caída en desgracia ante el Creador y al consiguiente castigo por la falta cometida. Pero otra visión es posible. Si dejamos a un lado el ego humano que nos lleva a dar a Dios una apariencia humana o antropomorfa al entender al pie de la letra el “creados a imagen de Dios” es posible otear otras razones a la caída del hombre sin tener que aceptar que esta haya sido un castigo Divino. El Ser Humano no es un cuerpo que recibe un espíritu. Es justo lo contrario. Lo que Dios ha creado a su imagen son espíritus puros y, por lo tanto, semejante a El (que no iguales). Esto resuelve el problema de otros posibles mundos habitados por seres de apariencia distinta a la humana e, incluso en la Tierra, la existencia de razas diferentes. ¿Cómo pueden ser las diferentes razas humanas: blanca, negra, amarilla; todas iguales a Dios? ¿Cómo puede ser el hombre y lo alienígenas iguales todos a Dios? Porque lo que es igual a Dios es el espíritu y no los diferentes tipos de cuerpos materiales necesarios para habitar el mundo donde nos toque existir. Si aceptamos esto y aceptamos que el Espíritu precisa de la materia para habitar el mundo. Si aceptamos que puede haber vida en otros muchos planetas y, cuando hablo de vida, me refiero a vida inteligente. No podemos negar que el cuerpo que habitas está adaptado a su medio y no necesariamente ha de ser antropomorfo. Todos somos iguales, es cierto; somos iguales en espíritu, somos iguales en energía. Estamos hechos a imagen y semejanza del Creador que es pura energía y mucho más; lo es Todo. Solo aceptando esto cualquier ser vivo de cualquier planeta puede decir que ha sido creado a imagen del Creador. Dejemos de ser vanidosos y olvidemos al Dios antropomorfo. Dios adopta la forma 3 – La caída del hombre, otra visión - Mario López Rico
  8. 8. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 8/27 que desee y precise en cada momento ¿por qué ha de ser solo la humana?. Además, adoptará la forma si desea mostrarse a sus creaciones y la pregunta sería ¿Por qué querría hacerlo? Aclarado el punto anterior y sabiendo que somos espíritus puros, debemos conocer que puro no implica perfecto. El Espíritu conoce su mundo pero no conoce toda la Creación. Para conocer es necesario experimentar. En otras palabras; para conocer y experimentar la materia precisa materializarse, precisa encarnarse. Esta encarnación del Espíritu es la verdadera caída del hombre; y uso hombre para entendernos pues el mismo concepto es aplicable a cualquier ser de cualquier otro planeta y ya no sería un hombre sino un extraterrestre que se denominaría a si mismo de la forma que quisiera. La Caída no es un castigo, No es por haber comido del árbol prohibido que concedía Sabiduría. Es justo por lo contrario, es para lograr la Sabiduría, el Conocimiento completo de la Obra del Creador y aprender a amar todo lo Creado comprendiendo su grandeza al experimentarla. El Creador quiere lo mejor para sus creaciones. Desea que se hagan perfectos y ello solo es posible en la medida que se realiza un aprendizaje de lo desconocido. El Espíritu cae a la Tierra para aprender y ganar sabiduría; no por haberla querido obtener comiendo la fruta de un árbol. El camino es largo porque como dicen las escrituras “Hay muchas moradas en la casa de mi Padre”; lo que dicho en otros términos nos dice que existen muchos mundos habitados, muchas dimensiones que aún escapan a nuestro conocimiento y que muestran la grandeza de la Creación. Es necesario que nuestro Espíritu perciba todas y cada una de estas moradas para lograr el conocimiento y la evolución Espiritual necesaria que nos haga Espíritus Puros y Perfectos. En términos masónicos, podemos ver la caída del hombre como el VITRIOL necesario para pasar de profano a iniciado. Es preciso morir, salir de la oscuridad y emerger como un nuevo hombre, como un nuevo Espíritu, que avance hacia la Luz. El camino no es fácil; pero si posible. Sobre el autor Mario López Rico es maestro masón y trabaja actualmente su logia madre Renacimiento 54 – La Coruña – España, bajo la Obediencia de la Gran Logia de España, donde fue iniciado el 20 de Noviembre de 2007 y fue reconocido como maestro el 22 de Abril de 2010. A partir del año 2011 comienza a subir la escalera masónica filosófica del REAA siendo también, en la actualidad, Maestro de la Marca – Nauta del Arco Real, Compañero del Arco Real de Jerusalén y Super excelent master (grado cuarto y último de los Royal & Select Master – Rito york) Miembro Fundador Capitulo Semper Fidelis nº 36 de Masones del Arco Real el 18 – Oct – 2014 Miembro Fundador Consejo Mesa de Salomón nº 324 de Maestros Reales y Selectos (Masonería Criptica) el 20 – Feb - 2016
  9. 9. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 9/27 Ir. Paulo Roberto - MI da Loja Pitágoras nr. 15 Membro da Academia Catarinense Maçônica de Letras e Grande Secretário Adjunto Guarda-Selos da GLSC. Escreve aos sábados neste espaço. prp.ephraim58@terra.com.br Paulo Roberto Quatuor Coronati Os “Quatuor Coronati” em latim, nada mais nada menos foram do que os “Quatro Coroados” na língua portuguesa... Mas, o que de fato se entende sobre o assunto? Sobretudo quando faz parte do entendimento e demais discussões das quais um determinado número de escritores tentam perpetuar a Maçonaria. Traduzindo para o entendimento maçônico, podemos dizer que apenas se trataram de cristãos mártires que em hipótese alguma poderiam deixar de fazer parte do histórico de nossa milenar Instituição. De fato foram sacrificados pelo poder doentio, emanado do Imperador Caio Aurélio Valério Diocleciano entre os séculos III e IV de nossa era considerada cristã. Vieram a se tornar os “Santos Padroeiros” dos construtores de edificações. E, mesmo que seja o dia comemorativo atribuído aos mesmos, o 8 de novembro, por sua vez é bem menos observado pelos ingleses do que pelos alemães, mesmo isso acontecendo no mesmo Continente Europeu. Convém lembrar que geralmente existe para as devidas pesquisas, o estudo personificado de cinco maçons, a saber: Claudius, Castorius, Nicostratus, Simphronianus e Simplicius e a esses, ainda se (incluindo quatro soldados), perfazendo uma totalidade de nove mártires, que são lembrados e comemorados apenas com a alcunha de os “Quatro Coroados”. Esses cinco maçons eram escultores possuidores de notáveis habilidades; entretanto, se recusaram a confeccionar uma estátua de Esculápio, deus da Saúde, para o imperador Diocleciano, que devido a esse fato ordenou que os talhadores em questão fossem encerrados com vida em ataúdes de chumbo e jogados no Rio Tibre. 4 – Quatuor Coronati Paulo Roberto
  10. 10. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 10/27 Imperador Diocleciano Deus Esculápio Conta-nos a história, que os ataúdes foram retirados da água pelo companheiro cristão Nicodemus, após estarem imersos quarenta e dois dias nas águas daquela caudalosa torrente. Quando a imagem do deus Esculápio, esculpida por outras mãos ficou concluída, o imperador ordenou à Milícia da Cidade que oferecesse incenso à divindade, foi quando quatro soldados que se negaram a executar o que foi determinado foram condenados à morte, sendo seus cadáveres atirados aos cães e, que após, serem recolhidos seus restos mortais, colocaram-nos junto aos demais sacrificados. As datas historicamente registradas em que aconteceram essa série de martírios ficaram compreendidas entre 298 e 300 D.C. No ano de 313 o Papa Melquíades construiu para aqueles martirizados, já considerados relíquias da Igreja, uma Basílica localizada no Caelian Hill, dedicada aos “Quatro Coroados” e aos “Cinco Mártires Escultores”. Mas, como sempre foi denominada pela primeira parte do título, a memória dos “Cinco” tornou-se ligada aos “Quatro”. Papa Melquíades Caelian Hill A Basílica foi reconstruída pelo Papa Honorius I no ano de 672 D.C., mas três anos antes, uma Igreja dos “Quatro Mártires Coroados” foi erigida em Canterbury, provavelmente onde se encontra atualmente a Igreja de Santo Alpheu. Dos antigos documentos encontrados, só o mais remoto, o “Poema Régio”, faz menção aos “Quatro Coroados”. Papa Honorius I Outrossim, na Maçonaria Especulativa, o nome dos “Quatro Coroados” sobrevive naquele da mais antiga e mais conhecida Loja de Pesquisa Maçônica “Quatuor Coronati” Nº 2076, Londres - Inglaterra, sendo sua Carta Constitutiva lavrada no ano de 1884. verba volant, scripta manent
  11. 11. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 11/27 MENSAGEM DO DIA – VENERÁVEL MESTRE = VERDADEIRO LIDER Valdemar Sansão Dia 29 de julho VENERÁVEL MESTRE VERDADEIRO LIDER O verdadeiro líder deve saber mostrar-se digno de usar o bônus de confiança que o grupo deposita em sua administração. Líder – Guia, chefe ou condutor que representa um grupo, uma corrente de opinião, etc. O líder lembra muito Moisés, que passou quarenta anos no deserto, liderando seu povo na procura da Terra Prometida de Canaã, ou seja, o perfil de liderança era o líder sábio, místico, intuitivo, polivalente, um verdadeiro visionário. A Maçonaria, ao ser criada em sua forma atual, a dos Aceitos, tinha como um dos seus objetivos, a formação de líderes que pudessem ajudar a conduzir a humanidade no caminho da busca da Verdade e da Liberdade, sem a tutela real e eclesiástica; isto tem acontecido, através dos tempos, pois muitos maçons destacaram-se em vários campos de atividade humana, principalmente no político-social, quando colocaram em prática os princípios liberais e libertários da Instituição, em grandes movimentos de renovação social. Moisés e Salomão vêm a serem figuras fundamentais no simbolismo do Grau de Aprendiz, principalmente pelo fato de representarem, respectivamente, o Líder e o Construtor. Ora, a Maçonaria é uma escola de líderes e de construtores sociais. O líder sábio considera: “O que não sabemos que não sabemos”, daí advêm a humildade, a modéstia e a simplicidade do líder sábio de estar aberto e receptivo para aprender com tudo e com todos. É preciso ter a coragem do lutador e a humildade do aprendiz. Nós nos descobrimos 5 – Venerável Mestre – Verdadeiro Líder Valdemar Sansão
  12. 12. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 12/27 mestres quando nos descobrimos eternos aprendizes. O líder sábio sabe como melhor utilizar o conhecimento e a criatividade de todo o grupo de forma sinergética e cooperativa. Liderança – Líder é aquele que sabe servir. O líder deve ter habilidade de influenciar pessoas para trabalharem com vontade, com visão generosa de humanista atingindo os objetivos para o bem comum do grupo. Pessoas a gente lidera, coisas a gente gerencia. Responsabilidade não se delega. O poder dos líderes está em desenvolver a força de seus liderados. Objetividade – Um aspecto marcante de liderança é saber definir os objetivos a serem atingidos e adotar uma atitude positiva que demonstre a crença de que eles serão realizados. Por objetividade, entende-se também a atitude direcionada do Líder, sem perda de tempo, devaneio ou insegurança, tanto no relacionamento interpessoal quanto na execução das tarefas. Devemos ser flexíveis nos nossos objetivos, caso contrário não superaremos os obstáculos. Os obstáculos devem ser encarados como desafios e não barreiras. As mudanças e melhorias são constantes, muitas vezes os obstáculos são respostas para nossas metas. A Maçonaria exercita em suas sessões a liberação das qualidades que por timidez são sufocadas; toda vez que encontramos no mundo profano um líder podemos ter a certeza de que suas raízes estão profundamente e com muita solidez fixas em terreno fértil. Cultiva-se o carisma, basta evidenciar-se com humildade e simplicidade. A Maçonaria pode transformar o pusilânime em líder, o fraco em forte, o tímido em ousado. A Maçonaria é uma escola para Líderes Sábios, deixando suas ações falarem mais que as palavras. Procure elevar suas qualidades de liderança mantendo-se constantemente alerta para não incorrer no erro de pensar que seu título de Venerável Mestre o torna um líder. Os líderes verdadeiros não são conhecidos por títulos. O ego é que adora títulos! Compreensão – Precisamos aprender a compreender cada indivíduo no nível em que se situa, não exigindo dele mais do que possa dar e apresentar, exatamente como não se pode pedir à roseira que produza violetas, não tenha espinhos e não despetale na violência dos ventos. Uma das características de um verdadeiro Líder é a capacidade de colocar-se no lugar do outro, ou seja, a empatia, mesmo que não comungue com os mesmos pensamentos dessa pessoa. Você deve saber entender o ponto de vista de terceiros e respeitá-los, deve ter a sensibilidade em aceitar os outros como eles são; ter consideração por eles, mesmo que discorde dos seus pontos de vista. Precisamos saber distinguir a diferença entre vontades e necessidades. Nem sempre o que queremos é o que precisamos. Liderar com autoridade – A autoridade é um princípio muito respeitado na Maçonaria, dentro dos escalões da sua organização. A palavra de um Grão-Mestre, de um Venerável Mestre, é respeitada por um princípio de obediência hierárquica; aquele que ingressa na Ordem Maçônica presta sérios juramentos de obediência à autoridade hierárquica. Dentro de uma Loja, os oficiais maiores, ou seja, Vigilantes, Orador, Secretário, possuem autoridade em suas decisões. A liberdade que é cultivada com muito rigor não prescinde do princípio de autoridade, pois somente assim haverá ordem e respeito. Trata-se de disciplina construtiva, que exercita o maçom no mundo profano, a respeitar a autoridade constituída e o carinho para com os mais doutos, os mais velhos, os patrões e todos que gravitam na sociedade. A Maçonaria, diz-se, é uma escola onde o aprendizado é vasto e abarca um universo. O respeito à autoridade é um bom hábito. “Respeita se quiseres ser respeitado”.
  13. 13. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 13/27 Para liderar precisamos de um modelo como: Liderar com autoridade, a serviço do outro até com sacrifício, porém com amor e vontade. Liderar é um ato de amor, isto é, sem lirismo nem bravatas, mas com caridade, compreensão, capacidade, habilidade e solidariedade. Liderar com amor - No entanto para ser um verdadeiro líder é preciso ter algumas características como: Ter Paciência com os liderados, tendo autocontrole perante situações de adversidade. Ter Bondade, um bom líder dá atenção, valoriza e elogia em público e orienta em particular, age com Amor e Sabedoria. Ser humilde sendo autêntico, dizendo a verdade sem arrogância ou sendo vaidoso e orgulhoso. Tratar os outros com respeito, como gostaria de ser tratado. O bom líder deve ser um abnegado, não sendo egoísta, tendo sim amor próprio, satisfazendo as necessidades dos liderados não diz: “só eu posso comentar isso” e sim: “nós vamos comentar isso juntos”. Saber perdoar, compreendendo tendo compaixão, não guardando ressentimentos ou rancores, quando enganado, pois o Perdão alivia mais a quem concede do que quem o recebe, mostrando grandeza de espírito. Ser Honesto, dizendo a verdade, sem enganar e sim ajudando no crescimento pessoal. Ser cumpridor dos compromissos assumidos, isso é muito importante, pois gera confiança e estabilidade no grupo, sem ser controlador, delegando e supervisionando. Lembrando que o grande segredo da vida é a Lei da Atração, pois somos o que pensamos e fazemos, por isso, pense sempre positivamente. Perfeição – Amanhece o dia. A encosta coberta de orvalho; o orvalho de Hermon que desce sobre os Montes de Sião. O Criador está no seu paraíso e ordena sua bênção e a vida para sempre. Tudo está justo e perfeito no mundo. Esse otimismo, referência majestosa e de perfeição no universo é como disséssemos: “Olhe à sua volta. Tudo está como deveria estar”. O orvalho ainda cobre a montanha, mesmo que esteja enterrado nela. Deus está em seu paraíso, e tudo está “justo e perfeito”. O que possamos notar que estiver inconsistente não é culpa de Deus. Culpamos Deus pelas condições que criamos fora da perfeição, o dom que Ele nos deu. Não julguemos o mundo, observemo-lo. Não tentemos endireitá-lo, aceitemos a perfeição do que está torto e vivamos em harmonia. Não criemos problemas. Reverenciemos a perfeição de tudo. Conclusão - O líder que conseguir aplicar todas essas habilidades vai realizar as vontades e necessidades do grupo e fazendo que realizem suas tarefas com amor, tornando a vida mais prazerosa e feliz. Então, vamos ser mais fortes juntos, olhando o futuro com coragem e confiança. Erramos sim, mas devemos aprender com os erros, a vida é uma escola. Liderar democraticamente é muito difícil, é um exercício de tolerância constante, como um processo de lapidação de uma pedra bruta. Quando fizermos isso a Maçonaria será maior do que nunca. P.S. – O homem progredindo espiritualmente, o mundo inteiro progride com ele, e se o homem cai, o mundo inteiro cai em igual medida. Nossa obrigação é cuidar para que as gerações ainda nem nascidas, não recebam o mundo pior do que o nosso – e se possível melhor. Enquanto esmagamos florestas, poluímos o mar, os rios e os céus em nome do progresso e do direito.
  14. 14. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 14/27 Coluna da Harmonia O Irmão Ademar Valsechi escreve aos sábados. É MI da Loja Templários da Nova Era – 33º. REAA – membro da Academia Catarinense Maçônica de Letras, ex-Grande Mestre de Harmonia, atual Grande Secretário de Cultura da GLSC e autor do Livro “A Arte da Música Através do Tempo e na Maçonaria” além da Coletânea em MP3 de Músicas para Ocasiões Maçônicas. - valsechibr@gmail.com Coluna da Harmonia – Nr. 40 História da Música Música Medieval – 7ª parte - Notas Musicais No século VIII, o músico Paulus Diaconus compôs um hino a São João Batista, sem imaginar que da sua letra em latim seriam extraídos os nomes das notas musicais. Três séculos mais tarde, o italiano Guido d´Arezzo observou que no hino, cada uma das sílabas iniciais subia um grau na escala em relação à primeira sílaba do verso anterior. A letra do hino é a seguinte: UT queant laxis REsonare fibris MIra gestorum FAmuli tuorum, SOLve polluti LAbri reatum Sancte Iohanes. Tradução: Para que teus servos Possam das entranhas Flautas ressoar Teus feitos admiráveis, Absolve o pecado Desses impuros lábios Ó, São João. 6 – Coluna da Harmonia nr. 40 Ademar Valsechi
  15. 15. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 15/27 No século XVII houve duas pequenas mudanças: O nome da primeira nota, “ut”, de difícil pronúncia, foi substituído por um termo mais sonoro, “dó” e, como a escala de Guido d´Arezzo só tinha as seis primeira notas, foi incluída a nota “si”, cujo nome foi retirado das iniciais de Sancte Iohannes. Os nomes das notas musicais permanecem até hoje nas línguas neolatinas. Em inglês, a nomenclatura é alfabética: As notas DÓ, RÉ, MI, FÁ, SOL, LÁ, SI correspondem a C,D,E,F,G,A,B. Ilustrando a 40ª Coluna da Harmonia, ouviremos o “Hino a São João”, letra e música de Paulus Diaconus, adaptada por Guido d´Arezzo, num belíssimo coral da “Schola Sancta Sunnivae & Hartkeriana”, utilizado no novíssimo filme: X-MEN APOCALYPSE.  St. John the Baptist_ Ut Queant Laxis - Schola Sanctae Sunnivae & Hartkeriana (1).mp3
  16. 16. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 16/27 (as letras em vermelho significam que a Loja completou ou está completando aniversário) GLSC - http://www.mrglsc.org.br Data Nome Oriente 01.07.1977 Alferes Tiradentes, nr. 20 Florianópolis 07.07.1999 Solidariedade Içarense, nr. 73 Içara 07.07.2005 Templários da Nova Era, nr. 91 Florianópolis 10.07.2007 Obreiros da Maravilha, nr. 96 Maravilha 12.07.1980 XV de Novembro, nr. 25 Imbituba 21.07.1993 Liberdade Criciumense, nr. 55 Criciuma 27.07.2012 Aliança, Verdade e Justiça nr. 106 Florianópolis 28.07.2006 Anhatomirim, nr. 94 Florianópolis 31.07.1975 Obreiros de Hiram, nr. 18 Xanxerê 31.07.2007 Acácia Palhocense, nr. 97 Palhoça GOB/SC – http://www.gob-sc.org.br/gobsc Data Loja Oriente 02.07.01 Renovação - 3387 Florianópolis 03.07.78 Flor da Acácia - 2025 Itajaí 08.07.10 Lealdade - 3058 Florianópolis 13.07.01 Frat. Alcantarense - 3393 Biguaçú 14.07.2006 Acadêmica Razão e Virtude nr. 3786 Brusque - SC 17.07.02 Colunas da Serra - 3461 Joinville 17.07.02 Mestres da Fraternidade-3454 Florianópolis 17.07.97 Compasso das Águas -3070 São Carlos 23.07.1875 Luz e Caridade - 327 São Francisco do Sul 26.07.05 Frat. Acad. Ciência e Artes - 3685 Jaraguá do Sul 29.07.96 Estrela Matutina - 2965 Florianópolis 7 – Destaques (Resenha Final) Lojas Aniversariantes de Santa Catarina Mês de julho
  17. 17. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 17/27 GOSC https://www.gosc.org.br Apreciação “Apreciação é ser grato à vida pela chance de experimentá-la sem expectativas, sem apegos. Quando há apego não pode haver apreciação. Na polaridade entre estar extremamente envolvido ou distante de algo ou alguém, não pode haver apreciação. Então, apreciação é deixar as coisas serem, permitir que as coisas aconteçam. É viver na contínua maravilha de experimentar um estado agradecido sem a palavra “obrigado” em nossas mentes.” José Aparecido dos Santos TIM: 044-9846-3552 E-mail: aparecido14@gmail.com Visite nosso site: www.ourolux.com.br "Tudo o que somos é o resultado dos nossos pensamentos". Data Nome da Loja Oriente 04/07/1999 Giuseppe Garibaldi Florianópolis 04/07/2002 Léo Martins São José 11/07/2009 Universitária Luz de Moriah Chapecó 11/07/2009 Passos dos Fortes Xaxim 12/07/2006 Colunas Da Concórdia Concórdia 18/07/2003 Ardósia do Vale Rio do Sul 21/07/1973 Silêncio de Elêusis Chapecó 22/07/1981 Acácia da Ilha Florianópolis 24/07/2013 Triângulo Força e União Cocal do Sul 25/07/1995 Gitahy Ribeiro Borges Florianópolis 26/07/1980 União da Fronteira São Miguel do Oeste 27/07/1981 Arquitetos do Oriente Xanxerê 27/07/2009 Luz da Acácia Capivari de Baixo
  18. 18. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 18/27 NOTÍCIAS do VII SEMINÁRIO Nacional do Rito Schröder – Ir. Kurt Max Hauser - Or. de Porto Alegre, dias 11 e 12/11/2016 - no Grau de A M Caros IIr. todos, enquanto aguardamos o lançamento do site do VII Seminário, reeditamos mail enviado em 26/07/2016: O Seminário ocorrerá no Centro de Eventos e Convenções do Hotel Continental em Porto Alegre, situado no Largo Vespasiano Júlio Veppo, nº 77, Centro. Telefones: (51) 3433-1900 - 3061-1900. A programação está listada abaixo, e informamos aqui um resumo das atividades: - sexta-feira, 11/11/2016, às 19h, recepção dos Irmãos, cunhadas, autoridades e convidados; às 20h, abertura solene; às 21h30, coquetel; - sábado, 12/11/2016, às 08h, recepção dos Irmãos; às 08h30, abertura do ciclo de palestras (palestrantes inscritos com antecedência); - sábado, 12/11/2016, das 08h às 18h: programação turística para as Cunhadas (por adesão); 20h30 – Jantar de Encerramento do VII Seminário, Irmãos e Cunhadas; - domingo (13), segunda (14) e terça (15) dias livres com programação turística variada, incluindo passeios à Serra Gaúcha (por adesão). Das Palestras no sábado, 12/11/2016 – no Grau de Aprendiz Maçom: Serão 06 (seis) palestras com o tempo proposto de 40 (quarenta) minutos para cada palestrante, na seguinte ordem: Palestra de Abertura a cargo do Ir. David Lorenzo Soto Lepe com o tema "O Tapete Schröder"; Segundo Palestrante: Ir. João Rufatto, com o tema "Pequenas Porções de Reflexões Maçônicas no Rito Schröder"; Terceiro Palestrante: Ir. Walter Celso de Lima, com o tema "Rituais Maçônicos: Para que? Por que? Qual a sua Origem?"; Quarto Palestrante: Ir. Felício Korb, com o tema "A Espiritualidade do Rito Schröder"; Quinto Palestrante: Ir. Rui Badaró, com o tema "O Iluminismo Alemão como substrato para a construção do sistema de ensino Schröder"; Sexto Palestrante: Ir. Rui Jung Neto, com o tema "O Ritual de 1960 e o Colégio de Estudos do Rito Schröder Ir. Gouveia". Das Inscrições: Estaremos nos reunindo no próximo dia 13/07 (quarta-feira próxima), para definir o início das inscrições que terão os seguintes valores: a) Até 30/09/2016: R$ 150,00 por participante com direito a participar do Coquetel, mais R$ 60,00, caso a Cunhada queira participar do coquetel; b) a partir de 01/10/2016 a inscrição passará a ser de R$ 180,00, mantido o valor de R$ 60,00 para a participação da Cunhada no coquetel. Outras informações podem ser obtidas diretamente com o presidente da Grande Comissão de Liturgia do Rito Schröder: Ir. Telmo Persival de Almeida Ex-V.M. da B.A.R.L.S. “Vigilantes do Botucaraí” Nr. 89 - Rito Schröder ao Oriente de Candelária - RS - Presidente da G.C.L.R.S. da M.R.G.L.M.E.R.G.S. Celular: (51)9996-6698 - e-mail: telmo@okcontabilidade.cnt.br Skype: tpaok@hotmail.com
  19. 19. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 19/27 GOSP: 95 anos (do Ir Walter Celso de Lima que se encontra em São Paulo) - O GRANDE ORIENTE DE SÃO PAULO, foi fundado, com este nome em 29 de julho de 1921, por grande parte das Lojas maçônicas do Estado de São Paulo, mas a origem da Maçonaria Paulista remonta a 19 de agosto de 1831, quando foi fundada a Loja “INTELIGÊNCIA”, na cidade de Porto Feliz, então subordinada ao Grande Oriente Brasileiro (ou “Grande Oriente do Passeio”) e que passou à jurisdição do Grande Oriente do Brasil em 19 de agosto de 1832 e a Loja “AMIZADE” de 13 de maio de 1832, na Capital Paulista. Hoje são 95 anos de história, dedicação e amor pela maçonaria, congregando em seus templos mais de 22 mil obreiros espalhados em mais de 750 Lojas, em todas as regiões do Estado de São Paulo. O Grande Oriente de São Paulo, federado ao Grande Oriente do Brasil, desenvolve uma maçonaria séria, comprometida com a sociedade, buscando sempre o aprimoramento moral do homem e o bem comum dos povos.=
  20. 20. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 20/27 "Meus Queridos Iir. do estado de São Paulo, é com muita alegria que vimos até vocês para abraçá-los e parabenizá-los pela comemoração dos 95 anos do nosso Grande Oriente de São Paulo. Somos todos nós artífices da mudança que a sociedade anseia. Que nosso aniversário seja de felicidade e de reflexão de nosso papel dentro de uma sociedade melhor". Ballouk e Kamel GM e GMAdj GOSP =
  21. 21. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 21/27
  22. 22. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 22/27 Reunião com o Governador e Vice do Estado de São Paulo: “O Brasil precisa da Maçonaria” palavras de Geraldo Alckmin.
  23. 23. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 23/27 BOLETIN INFORMATIVO N° 3.999 Valle de Asunción, Viernes 29 de Julio de 2.016 (e.•. v.•.) En Facebook: http://www.facebook.com/groups/243967232304064/ 95 AÑOS ANIVERSARIO DEL GRAN ORIENTE DE SAN PABLO (GOSP .•. GOB) 1921 .•. 29 de julio .•. 2016 El Ser.•. Gran Maestro R.•. Q.•. H.•. BENIGNO VILLASANTI KULMAN con el Gran Maestro Adjunto R.•. Q.•. H.•. EDUARDO DEDOFF y todos los Oobr.•. de la Centenaria Gran Logia Simbólica del Paraguay, felicitan efusivamente al Emi.•. R.•. H.•. BENEDITO MARQUES BALLOUK FILHO Gran Maestro, al Emi.•. R.•.H.•. KAMEL AREF SAAB Gran Maestro Adjunto y sus magníficos Obreros del Gran Oriente de San Pablo (GOSP-GOP) por cumplir hoy 95 años de arduo trabajo en bien del Gran Oriente de Brasil y de la Masonería Universal toda. Desde el Gran Oriente de Paraguay el Tri.•. Fra.•. Abr.•. de Felicidad a todos los Muy QQ.•. HH.•. !!! BENIGNO A. VILLASANTI KULMAN - Ser.•. Gran Maestro. EDUARDO DEDOFF – Gran maestro Adjunto
  24. 24. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 24/27 Ir Marcelo Angelo de Macedo, 33∴ MI da Loja Razão e Lealdade nº 21 Or de Cuiabá/MT, GOEMT-COMAB-CMI Tel: (65) 3052-6721 divulga diariamente no JB News o Breviário Maçônico, Obra de autoria do saudoso IrRIZZARDO DA CAMINO, cuja referência bibliográfica é: Camino, Rizzardo da, 1918-2007 - Breviário Maçônico / Rizzardo da Camino, - 6. Ed. – São Paulo. Madras, 2014 - ISBN 978-85.370.0292-6) BREVIÁRIO MAÇÔNICO Para o dia 30 de julho A LUZ A luz é o elemento dissipador das trevas; onde houver luz, os caminhos serão claros, iluminados e sem obstáculos; é sinônimo de verdade, sabedoria, liberdade, conhecimento e redenção. Quando o candidato ingressa no templo e é Iniciado, recebe a Luz e isso significa que os mistérios lhe serão revelados. A morte significa o ingresso nas trevas, porém, com a perspectiva de uma ansiosa entrada em outra dimensão de luz. No momento em que o Criador dispôs-se a criar o Universo, voltando-se para o planeta terra, a sua primeira ação foi a de produzir a luz: “Faça-se a luz – e a luz foi feita.” Portanto, luz significa o que foi criado; os filhos da luz são os maçons, porque eles são os filhos da verdade, “conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”, disse o divino Mestre. Em todas as filosofias e religiões, a luz significa a presença divina. Evidentemente, a luz é palpável, medida a sua velocidade, pesada e analisada em seus mínimos detalhes; porém, paralelamente, há a luz interior, invisível, porém de maior potencialidade que a luz visível. Essa luz interior é a parcela espiritual que ilumina o homem. Consciente disso, o maçom deve andar constantemente iluminado, o que equivale a andar na luz. Breviário Maçônico / Rizzardo da Camino, - 6. Ed. – São Paulo. Madras, 2014, p. 230.
  25. 25. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 25/27 1 – Conheça o mais belo passeio de trem do Brasil! 2 – Compilação incrível: Os melhores momentos do YouTube! 3 – Desfrute de 9 lindas performances de André Rieu! 4 – IMPORTANTE: A principal causa da confusão mental dos idoso.. 5 – Quer descobrir o seu talento interior? Faça esse teste! 6 - Catedral de Toledo Catedral Toledo.mp4 7 – Filme do Dia: O PRÍNCIPE – dublado https://www.youtube.com/watch?v=nc_t0fX4iaE
  26. 26. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 26/27 O Irmão Adilson Zotovici, Loja Chequer Nassif-169 de São Bernardo do Campo – GLESP escreve aos sábados neste espaço. adilsonzotovici@gmail.com VIDA DESPERDIÇADA Quanto tempo perdido Numa ignóbil caminhada Com amor próprio fementido À malograda jornada ! Por algo assim sem sentido De sensação desvairada Que dum ardil pois, surgido Numa infeliz madrugada ! Pela sujeição impedido De caminhar livre na calçada ! E viver sempre escondido Sem manhã ensolarada Por ninguém quer ser ouvido Feito zumbi numa estrada Incapaz de ouvir pedido, Da pessoa mais amada !
  27. 27. JB News – Informativo nr. 2.128 – Florianópolis (SC) – sábado, 30 de julho de 2016 Pág. 27/27 Segue só, incompreendido, Com a alma penhorada E fica pois, reduzido A pó... e mais nada ! E mortalmente ferido Com a vida desperdiçada Vegeta o incauto, iludido, Escravo da “droga malvada” ! Adilson Zotovici ARLS Chequer Nassif-169

×