Modelo Bioecológico do Desenvolvimento de Bronfenbrenner<br />Jorge Barbosa, 2010<br />
Crítica de Bronfenbrenner<br />A Psicologia da infância tornou-se numa ciência (que estuda o) comportamento estranho dacri...
CONCEITO DE DESENVOLVIMENTO<br />Entendemos por desenvolvimento o processo que envolve: 	Estabilizações e	Mudanças das car...
FACTORES DE DESENVOLVIMENTO<br />
FACTORES DE DESENVOLVIMENTO<br />
FACTORES DE DESENVOLVIMENTO<br />
7<br />CONCEITO DE PROCESSO<br />O PROCESSO é considerado por Bronfenbrenner como o constructo central do paradigma bioeco...
8<br />CONCEITO DE PROCESSO<br />Envolve formas particulares de interacção entre organismo e contexto: PROCESSOS PROXIMAIS...
Processos proximais<br />Conceito<br />
<ul><li>Os processos proximais operam num tempo.
Os processos proximais são mecanismos primários produtores do desenvolvimento humano.
Os processos proximais variam em função da pessoa em desenvolvimento. </li></li></ul><li>FACTORES DE DESENVOLVIMENTO<br />
Contexto<br />
Microssistema<br />UM MICROSSISTEMA É:<br />UM PADRÃO DE ACTIVIDADES, PAPÉIS SOCIAIS E RELAÇÕES INTERPESSOAIS<br />EXPERIE...
Microssistema<br />O CONTEXTO PRIMORDIAL DE DESENVOLVIMENTO É AQUELE EM QUE: <br />A PESSOA PODE OBSERVAR E COMPROMETTER-S...
MICROSSISTEMA<br />OCONTEXTO SECUNDÁRIO DE DESENVOLVIMENTO É:<br /> AQUELE EM QUE SÃO DADOS O ENCORAJAMENTO, AS CONDIÇÕES ...
Microssistema<br />Na nossa sociedade, o contexto secundário de desenvolvimento (do microssistema) é exageradamente desval...
Elementos do Microssistema<br />
Mesossistema<br />UM MESOSSISTEMA INCLUI AS INTERLIGAÇÕES E PROCESSOS QUE ACONTECEM ENTRE DOIS OU MAIS AMBIENTES QUE CONTÉ...
Forças do Mesossistema<br />
Exossistema<br />O EXOSSISTEMA ENVOLVE:<br />AS LIGAÇÕES E OS PROCESSOS QUE TÊM LUGAR ENTRE DOIS OU MAIS AMBIENTES, <br />...
FORÇAS DO EXOSSISTEMA<br />
Macrossistema<br />O MACROSSISTEMA CONSISTE NUM <br />PADRÃO EXTERNO DE MICROSSISTEMAS, MESOSSISTEMAS E EXOSSISTEMAS CARAC...
ATRIBUTOS DA PESSOA<br />
Disposições<br />CARACTERÍSTICAS DE UMA PESSOA, MAIS PROVÁVEIS PARA INFLUENCIAR O DESENVOLVIMENTO FUTURO. <br />SÃO DISPOS...
Recursos<br />CARACTERÍSTICAS QUE NÃO POSSUEM POR SI PRÓPRIAS NENHUMA DISPOSIÇÃO SELECTIVA PARA A ACÇÃO, <br />NO ENTANTO,...
Demandas<br />CARACTERÍSTICAS PESSOAIS <br />QUE AFECTAM O DESENVOLVIMENTO, PELA<br />SUA CAPACIDADE PARA CONVIDAR OU <br ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Modelo Bioecológico de Desenvolvimento de Bronfenbrenner

7.344 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.344
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
29
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
154
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Modelo Bioecológico de Desenvolvimento de Bronfenbrenner

  1. 1. Modelo Bioecológico do Desenvolvimento de Bronfenbrenner<br />Jorge Barbosa, 2010<br />
  2. 2. Crítica de Bronfenbrenner<br />A Psicologia da infância tornou-se numa ciência (que estuda o) comportamento estranho dacriança, num lugar estranho, com pessoas estranhas, pelo menor período de tempo possível (Bronfenbrenner, 1974)<br />Jorge Barbosa, 2010<br />
  3. 3. CONCEITO DE DESENVOLVIMENTO<br />Entendemos por desenvolvimento o processo que envolve: Estabilizações e Mudanças das características biopsicológicas de um ser humano,Não apenas ao longo do ciclo de vida,Mas também através de gerações.<br />
  4. 4. FACTORES DE DESENVOLVIMENTO<br />
  5. 5. FACTORES DE DESENVOLVIMENTO<br />
  6. 6. FACTORES DE DESENVOLVIMENTO<br />
  7. 7. 7<br />CONCEITO DE PROCESSO<br />O PROCESSO é considerado por Bronfenbrenner como o constructo central do paradigma bioecológico:<br />
  8. 8. 8<br />CONCEITO DE PROCESSO<br />Envolve formas particulares de interacção entre organismo e contexto: PROCESSOS PROXIMAIS<br />
  9. 9. Processos proximais<br />Conceito<br />
  10. 10. <ul><li>Os processos proximais operam num tempo.
  11. 11. Os processos proximais são mecanismos primários produtores do desenvolvimento humano.
  12. 12. Os processos proximais variam em função da pessoa em desenvolvimento. </li></li></ul><li>FACTORES DE DESENVOLVIMENTO<br />
  13. 13. Contexto<br />
  14. 14. Microssistema<br />UM MICROSSISTEMA É:<br />UM PADRÃO DE ACTIVIDADES, PAPÉIS SOCIAIS E RELAÇÕES INTERPESSOAIS<br />EXPERIENCIADOS PELA PESSOA EM DESENVOLVIMENTO <br />NUM DADO AMBIENTE FACE-A-FACE COM <br />CARACTERÍSTICAS FÍSICAS, SOCIAIS E SIMBÓLICAS PARTICULARES <br />QUE CONVIDAM, PERMITEM OU INIBEM O COMPROMISSO SUSTENTADO EM ACTIVIDADES PROGRESSIVAMENTE MAIS COMPLEXAS EM INTERACÇÃO COM O MEIO AMBIENTE <br />(Bronfenbrenner & Morris, 1999)<br />
  15. 15. Microssistema<br />O CONTEXTO PRIMORDIAL DE DESENVOLVIMENTO É AQUELE EM QUE: <br />A PESSOA PODE OBSERVAR E COMPROMETTER-SE EM ACTIVIDADES CONJUNTAS GRADATIVAMENTE MAIS COMPLEXAS, <br />COM A ORIENTAÇÃO DIRECTA DE PESSOA, OU PESSOAS, QUE JÁ POSSUEM HABILIDADES E CONHECIMENTOS QUE ELA AINDA NÃO POSSUI, E COM QUEM ELA TENHA UMA RELAÇÃO AFECTIVA POSITIVA.<br />
  16. 16. MICROSSISTEMA<br />OCONTEXTO SECUNDÁRIO DE DESENVOLVIMENTO É:<br /> AQUELE EM QUE SÃO DADOS O ENCORAJAMENTO, AS CONDIÇÕES E A OPORTUNIDADE, PARA A PESSOA FAZER, <br />SEM A ORIENTAÇÃO DIRECTA DE OUTRAS PESSOAS, <br />AQUILO QUE ELA DESENVOLVEU NO CONTEXTO PRIMORDIAL<br />
  17. 17. Microssistema<br />Na nossa sociedade, o contexto secundário de desenvolvimento (do microssistema) é exageradamente desvalorizado, com prejuízo para o desenvolvimento da autonomia de cada um.<br />A quase ausência desse contexto secundário acaba por injustamente responsabilizar o contexto primário pelas características dos jovens actuais.<br />
  18. 18. Elementos do Microssistema<br />
  19. 19. Mesossistema<br />UM MESOSSISTEMA INCLUI AS INTERLIGAÇÕES E PROCESSOS QUE ACONTECEM ENTRE DOIS OU MAIS AMBIENTES QUE CONTÉM A PESSOA EM DESENVOLVIMENTO. <br />É DADA ATENÇÃO ESPECIAL AOS EFEITOS SINERGÉTICOS CRIADOS PELA INTERACÇÃO:<br />INSTIGATIVA DO Desenvolvimento ou<br />CARACTERÍSTICAS INIBITÓRIAS do Desenvolvimento<br />E OS PROCESSOS PRESENTES EM CADA AMBIENTE <br />(Bronfenbrenner & Morris,1992)<br />
  20. 20. Forças do Mesossistema<br />
  21. 21. Exossistema<br />O EXOSSISTEMA ENVOLVE:<br />AS LIGAÇÕES E OS PROCESSOS QUE TÊM LUGAR ENTRE DOIS OU MAIS AMBIENTES, <br />SENDO QUE PELO MENOS UM DELES NÃO CONTENHA A PESSOA EM DESENVOLVIMENTO, <br />MAS NO QUAL ACONTECEM EVENTOS QUE PODEM INFLUENCIAR PROCESSOS DENTRO DO AMBIENTE IMEDIATO QUE CONTÉM A PESSOA (Bronfenbrenner, 1992)<br />
  22. 22. FORÇAS DO EXOSSISTEMA<br />
  23. 23. Macrossistema<br />O MACROSSISTEMA CONSISTE NUM <br />PADRÃO EXTERNO DE MICROSSISTEMAS, MESOSSISTEMAS E EXOSSISTEMAS CARACTERÍSTICOS DE UMA DETERMINADA CULTURA, SUB-CULTURA OU OUTRO CONTEXTO SOCIAL MAIOR, <br />COM UM PARTICULAR REFERENCIAL DESENVOLVIMENTISTA INVESTIGATIVO PARA O SISTEMA DE CRENÇAS, RECURSOS, RISCOS, ESTILOS DE VIDA, ESTRUTURAS,OPORTUNIDADES, OPÇÕES DE VIDA E PADRÕES DE INTERCÂMBIO SOCIAL QUE ESTÃO INCLUÍDOS EM CADA UM DESSES SISTEMAS. <br />O MACROSSISTEMA PODE SER VISTO COMO A ARQUITETURA SOCIETAL DE UMA CULTURA PARTICULAR, SUB-CULTURA OU OUTRO CONTEXTO SOCIAL MAIOR <br />(Bronfenbrenner, 1992)<br />
  24. 24. ATRIBUTOS DA PESSOA<br />
  25. 25. Disposições<br />CARACTERÍSTICAS DE UMA PESSOA, MAIS PROVÁVEIS PARA INFLUENCIAR O DESENVOLVIMENTO FUTURO. <br />SÃO DISPOSIÇÕES COMPORTAMENTAIS QUE PODEM COLOCAR PROCESSOS PROXIMAIS EM MOVIMENTO E<br />MANTER AS SUAS OPERAÇÕES, OU <br />INVERSAMENTE, INTERFERIR ACTIVAMENTE, RETARDAR OU ATÉ IMPEDIR A SUA OCORRÊNCIA <br />(Bronfenbrenner & Morris, 1999)<br />
  26. 26. Recursos<br />CARACTERÍSTICAS QUE NÃO POSSUEM POR SI PRÓPRIAS NENHUMA DISPOSIÇÃO SELECTIVA PARA A ACÇÃO, <br />NO ENTANTO, CONSTITUEM ACTIVOS E PASSIVOS BIOPSICOLÓGICOS <br />QUE INFLUENCIAM ACAPACIDADE PARA UM ORGANISMO SE OCUPAR EFECTIVAMENTE EM PROCESSOS PROXIMAIS <br />(Bronfenbrenner & Morris1999)<br />
  27. 27. Demandas<br />CARACTERÍSTICAS PESSOAIS <br />QUE AFECTAM O DESENVOLVIMENTO, PELA<br />SUA CAPACIDADE PARA CONVIDAR OU <br />DESENCORAJAR REACÇÕES DOS AMBIENTES SOCIAIS DE UM GRUPO, AS QUAIS PODEM ROMPER OU FAVORECER PROCESSOS DE CRESCIMENTO PSICOLÓGICO<br /> (Bronfenbrenner & Morris,1999)<br />

×