XML, WEBSERVICE E RSS
TECNOLOGIA DE NEGÓCIOS PARA INTERNET
XML
O XML é um subtipo de SGML (acrônimo de
Standard Generalized Markup Language, ou
Linguagem Padronizada de Marcação Gen...
Quesitos
O XML é um formato para a criação de
documentos com dados organizados de
forma hierárquica, nos quais foram
incor...
Exemplo
Tecnologia de Negócios para Internet
A primeira linha é a declaração XML. Ela define a versão XML (1.0).
!
A próxim...
WEBSERVICE
Web service é uma solução utilizada na integração
de sistemas e na comunicação entre aplicações
diferentes. Per...
Webservice
Tecnologia de Negócios para Internet
Tecnologias
As bases para a construção de um Web service são os padrões
XM...
RSS
RSS é um subconjunto de “dialetos” XML que servem
para agregar conteúdo ou “Web Syndication”,
podendo ser acessado med...
O padrão RSS surgiu no início de 1999 e
é uma criação da equipe da Netscape,
que “largou” o projeto tempos depois
por não ...
Por ser baseado em XML, nada melhor do que explicar o
funcionamento do RSS por meio de seu "código-fonte".
Para servir de ...
FEEDWeb Feed (do inglês “alimentar”) é um formato de dados usado em formas de
comunicação com conteúdo atualizado frequent...
Tecnologia de Negócios para Internet
Conhecido como “feed reader”, ou
agregador, é um tipo de programa que
pode verificar p...
Exemplo
Declarações
XML e RSS
Tecnologia de Negócios para Internet
A primeira linha do documento - a declaração XML - defin...
Exemplo
Elemento
<channel>
Tecnologia de Negócios para Internet
A próxima linha contém o elemento <channel>. Este elemento...
Exemplo
Elemento
<item>
Tecnologia de Negócios para Internet
Cada elemento <channel> pode ter um ou mais elementos <item>....
FINALIZANDO
Uma idéia simples e eficiente. Essa é uma boa forma
de definir o que o padrão RSS representa.
!
Como você deve t...
@javierhumaran
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

XML, Webservice e RSS

694 visualizações

Publicada em

XML, Webservice e RSS

Publicada em: Software
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
694
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

XML, Webservice e RSS

  1. 1. XML, WEBSERVICE E RSS TECNOLOGIA DE NEGÓCIOS PARA INTERNET
  2. 2. XML O XML é um subtipo de SGML (acrônimo de Standard Generalized Markup Language, ou Linguagem Padronizada de Marcação Genérica) capaz de descrever diversos tipos de dados. ! Seu propósito principal é a facilidade de compartilhamento de informações através da Internet. Entre linguagens baseadas em XML incluem-se XHTML (formato para páginas Web), RDF,SDMX ,SMIL, MathML (formato para expressões matemáticas), NCL, XBRL, XSIL e SVG (formato gráfico vetorial). ! A principal característica do XML, de criar uma infraestrutura única para diversas linguagens. Tecnologia de Negócios para Internet
  3. 3. Quesitos O XML é um formato para a criação de documentos com dados organizados de forma hierárquica, nos quais foram incorporados vários quesitos importantes: Tecnologia de Negócios para Internet Separação do conteúdo da formatação. Simplicidade e legibilidade, tanto para humanos quanto para computadores. Possibilidade de criação de tags sem limitação. Criação de arquivos para validação de estrutura (chamados DTDs). Interligação de bancos de dados distintos. Concentração na estrutura da informação, e não na sua aparência.
  4. 4. Exemplo Tecnologia de Negócios para Internet A primeira linha é a declaração XML. Ela define a versão XML (1.0). ! A próxima linha descreve o elemento raiz do documento (como dizer: "Este documento é uma receita"): ! As próximas quatro linhas descrevem 4 elementos filhos da raiz (titulo, ingredientes e instruções): ! E, finalmente, a última linha define a extremidade do elemento de raiz:
  5. 5. WEBSERVICE Web service é uma solução utilizada na integração de sistemas e na comunicação entre aplicações diferentes. Permitem às aplicações enviar e receber dados em formato XML. ! Com esta tecnologia é possível que novas aplicações possam interagir com aquelas que já existem e que sistemas desenvolvidos em plataformas diferentes sejam compatíveis. ! Para as empresas, os Web services podem trazer agilidade para os processos e eficiência na comunicação entre cadeias de produção ou de logística. Toda e qualquer comunicação entre sistemas passa a ser dinâmica e principalmente segura, pois não há intervenção humana. Tecnologia de Negócios para Internet
  6. 6. Webservice Tecnologia de Negócios para Internet Tecnologias As bases para a construção de um Web service são os padrões XML e SOAP. O transporte dos dados é realizado normalmente via protocolo HTTP (o padrão não determina o protocolo de transporte). Os dados são transferidos no formato XML, encapsulados pelo protocolo SOAP. Segurança Muitas empresas temiam, no passado, prover funcionalidades na Internet devido ao medo de expor seus dados. Mas com advento dos Web services elas podem publicar serviços de forma simples e que são totalmente isolados da base de dados. Integração de Sistemas Muitos consideram que os Web services corrigem um grande problema da informática: a integração de sistemas. Os Web services permitem que a integração de sistemas seja realizada de maneira compreensível, reutilizável e padronizada. É uma tentativa de organizar um cenário cercado por uma grande variedade de diferentes aplicativos, fornecedores e plataformas.
  7. 7. RSS RSS é um subconjunto de “dialetos” XML que servem para agregar conteúdo ou “Web Syndication”, podendo ser acessado mediante programas ou sites agregadores. É usado principalmente em sites de notícias e blogs. ! A abreviatura do RSS é usada para se referir aos seguintes padrões: ! • Rich Site Summary (RSS 0.91) • RD Site Summary (RSS 0.9 e 1.0) • Really Simple Syndication (RSS 2.0) Tecnologia de Negócios para Internet
  8. 8. O padrão RSS surgiu no início de 1999 e é uma criação da equipe da Netscape, que “largou” o projeto tempos depois por não achá-lo viável. Uma empresa de menor porte, a UserLand, decidiu por continuar o RSS para aplicá-lo em suas ferramentas de blogs. Historia Para isso os desenvolvedores resolveram simplificar o código e, quando esta tarefa foi concluída, o RSS 0.91 foi lançado. A netscape tinha conduzido seus trabalhos até a versão 0.90. Tecnologia de Negócios para Internet
  9. 9. Por ser baseado em XML, nada melhor do que explicar o funcionamento do RSS por meio de seu "código-fonte". Para servir de exemplo, usaremos o código mostrado a seguir. Este exemplo contém apenas campos básicos, o que significa que feeds RSS disponíveis na internet podem contar com mais recursos: Funcionamento Tecnologia de Negócios para Internet
  10. 10. FEEDWeb Feed (do inglês “alimentar”) é um formato de dados usado em formas de comunicação com conteúdo atualizado frequentemente, como sites de notícias ou blogs. Distribuidores de informação, blogueiros ou canais de notícias disponibilizam um feed ao qual usuários podem se inscrever, no formato de um link. A tecnologia do RSS permite aos usuários da internet se inscreverem em sites que fornecem “feeds” RSS. Tecnologia de Negócios para Internet
  11. 11. Tecnologia de Negócios para Internet Conhecido como “feed reader”, ou agregador, é um tipo de programa que pode verificar páginas habilitadas para RSS para os seus utilizadores e informar atualizações. Estas aplicações são t i p i c a m e n t e c o n s t r u í d a s c o m o programas independentes ou como ex- Reader -tensões de navegadores ou programas de correio eletrônico. Alguns exemplos são: Digg, Google Reader, TupiBox, NewzJournal, FeedReader e Active Web Reader.
  12. 12. Exemplo Declarações XML e RSS Tecnologia de Negócios para Internet A primeira linha do documento - a declaração XML - define a versão XML e a codificação de caracteres usado no documento. Neste caso, o documento está em conformidade com a especificação XML 1.0 e usa o UTF-8 conjunto de caracteres. ! A linha seguinte é a declaração RSS que identifica que este é um documento RSS (neste caso , RSS versão 2.0 ) .
  13. 13. Exemplo Elemento <channel> Tecnologia de Negócios para Internet A próxima linha contém o elemento <channel>. Este elemento é usado para descrever o feed RSS. O elemento <channel> tem três elementos filho obrigatório : ! <title> - Define o título do canal (por exemplo, W3Schools Página Inicial ) <link> - Define o hiperlink para o canal (por exemplo, http://www.w3schools.com ) <description> - Descreve o canal ( por exemplo, tutoriais de construção de web grátis )
  14. 14. Exemplo Elemento <item> Tecnologia de Negócios para Internet Cada elemento <channel> pode ter um ou mais elementos <item>. Cada elemento <item> define um artigo ou "história" no feed RSS. O elemento <item> tem três elementos filho obrigatório : ! <title> - Define o título do item ( por exemplo, RSS Tutorial) <link> - Define o hiperlink para o item (por exemplo, http://www.w3schools.com/rss ) <description> - Descreve o item ( por exemplo, New RSS tutorial em W3Schools ) ! Finalmente, as duas últimas linhas de fechar os elementos <channel> e <rss>.
  15. 15. FINALIZANDO Uma idéia simples e eficiente. Essa é uma boa forma de definir o que o padrão RSS representa. ! Como você deve ter notado, este é um recurso muito útil para acessar conteúdo específico no meio do emaranhado de informações que a internet se tornou. ! Por meio de uma única interface, você pode ver notícias ou conhecer novidades das mais variadas fontes e ler somente o conteúdo que lhe interessar. Tecnologia de Negócios para Internet
  16. 16. @javierhumaran

×