SlideShare uma empresa Scribd logo
Gabriel Dias de Carvalho Júnior
ifmgabriel@gmail.com
ENEM
em sala de aula
ENEM
• Organizado a partir de uma
matriz de avaliação
• Itens baseados em habilidades
para inferir as competências
Habilidades –
descrevem
desempenhos
Competências –
proficiência
Permite avaliar o
desenvolvimento das
Permitem inferir a
construção das
Item – unidade de
medida
Convergência Consultoria Educacional
Matriz de Avaliação
• Relação entre as competências gerais, os campos
conceituais (temas) e os tópicos de conteúdo;
• Apresenta habilidades que ajudam a descrever
desempenhos dos estudantes;
• Possui os “conteúdos” escolares associados a
problemas que os estudantes devem saber
resolver.
O enem em sala de aula
Dominar Linguagens
O enem em sala de aula
Compreender Fenômenos
O enem em sala de aula
Habilidades
• As habilidades estão no plano imediato do
saber fazer (forma operatória do conhecimento)
– É o que permite ao sujeito agir em situação
– O conhecimento se dá a partir de problemas
a serem resolvidos
Competências
• Um conjunto articulado e autocoerente de habilidades
é uma competência
• Competência é um “saber mobilizar” recursos para
enfrentar e resolver de forma original uma situação-
problema complexa
•Portanto, não é diretamente verificável por meio de
testes, devendo ser inferida a partir dos problemas que o
sujeito consegue resolver
Construção de Competências
• A partir de situações-problema
• Conteúdos como meios
• Conexão entre diversos saberes
– Um conceito não é suficiente para analisar uma
situação
Construção de Competências
• Dar voz ao estudante
–Ele é ativo na construção de significados
–O significado está nas pessoas, não nas
coisas.
–Valorização do erro: “se eu soubesse antes o
que eu sei agora ... erraria tudo exatamente
igual” (Gessinger)
A nota do ENEM
• A nota não é a proporção de acertos!
• Ela depende do grau de dificuldade dos
erros e acertos e da consistência.
• As escalas superior e inferior não são pré-
fixadas.
Sem “achismos”: itens testados
)(
1
1
)1()|1( iji bDaiijijij
e
ccUPP
Equações calculam os parâmetros
0)(:
0)()1(:
0))(()1(:
1
1
1
n
j
ji
ji
jijii
n
j
jijijiiaii
jiijji
n
j
jiii
P
w
puc
wPucDb
wbPucDa
Grau de dificuldade
• A prova é balanceada para ter itens fáceis (25%),
médios (50%) e difíceis (25%)
• Fáceis: utilização de um conceito para abordar uma
situação
– Lógica dos atributos (o que é isso?)
• Médios: relação entre conceitos para enfrentar a
situação
– Necessita de operação; lógica das relações (como
funciona?)
• Difíceis: utilização dos conhecimentos para
produzir inferências, predições, julgamentos, ...
O enem em sala de aula
O enem em sala de aula
A redação
• 20% da nota final do candidato;
• Além da “decoreba”;
• 3 eixos temáticos recorrentes.
Eixos temáticos
1. A relação do homem com ele mesmo
(realização profissional, felicidade e crenças
individuais)
Eixos temáticos
2. A relação do homem com a sociedade
(propostas relacionadas a cidadania, política e
capacidade de negociação, direitos individuais
e solidariedade.)
Eixos temáticos
3. A relação do homem com o meio biofísico:
“sustentabilidade, relação do homem com a
natureza, clonagem e experiências com
animais”
Esquema da Redação
1º Parágrafo: Apresentar o tema
2º Parágrafo: Desenvolver o tema (argumento
favorável)
3º Parágrafo: Desenvolver o tema (argumento
favorável – “Além disso...” – ou desfavorável –
“Por outro lado...”
4º Parágrafo: Apresentar proposta de solução
para o tema;
Dicas para se fazer uma boa redação
• Muito cuidado na interpretação do tema.
• Não esqueça o título, use frases curtas.(tire o
título da conclusão)
• No texto, use frases curtas (2 ou 3 linhas)
• Faça uma dissertação com quatro parágrafos,
quantidade ideal para atingir as 25 linhas
propostas. (faça um roteiro, esquema, antes de
começar)
• Dissertação em prosa.
Para estudar para o ENEM
Para cada questão objetiva, tampe as
alternativas, leia o enunciado e tente escrever
uma resposta pessoal.
Para estudar para o ENEM
Após terminar de redigir, procure nas alternativas
se há algo parecido com o que você escreveu.
Essa será a sua resposta a ser assinalada.
Caso não haja, procure uma alternativa que,
mesmo não sendo o que você escreveu, pode ser
a resposta correta.
Alguns problemas admitem várias respostas
corretas. Você pode ter chegado a uma resposta e
a questão ter trabalhado com outra.
Para estudar para o ENEM
Verifique, então, a resposta correta e veja se você
acertou.
Anote o que não ficou claro e procure seus
professores.
Com todo esse material produzido e analisado,
você estará mais apto a fazer o ENEM a cada dia
de estudo.
No dia da prova
Comece a leitura do item pelo comando.
Em seguida, leia o texto-base.
Isso direciona seus conhecimentos a partir do que
será relevante no item e você não perde tempo
com informações desnecessárias
No dia da Redação
Comece pela leitura da proposta de redação.
Faça toda a prova
Volte à redação

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
PaolaLins
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
colveromachado
 
Oracoes Coordenadas
Oracoes CoordenadasOracoes Coordenadas
Oracoes Coordenadas
guest7174ad
 
Conjunções
ConjunçõesConjunções
Conjunções
Alice Silva
 
Regencia verbal (1)
Regencia verbal (1)Regencia verbal (1)
Regencia verbal (1)
Flávio Ferreira
 
Regência Nominal
Regência NominalRegência Nominal
Regência Nominal
Andriane Cursino
 
Conjunções coordenativas
Conjunções coordenativasConjunções coordenativas
Conjunções coordenativas
Blog Estudo
 
Processo de formação de palavras
Processo de formação de palavrasProcesso de formação de palavras
Processo de formação de palavras
Karen Olivan
 
Morfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes GramaticaisMorfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes Gramaticais
Portal do Vestibulando
 
Conotacao e denotacao
Conotacao e denotacaoConotacao e denotacao
Conotacao e denotacao
bubble13
 
Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
7 de Setembro
 
1.3 ortografia
1.3   ortografia1.3   ortografia
1.3 ortografia
Ivana Mayrink
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
Angela Santos
 
Substantivo
SubstantivoSubstantivo
Substantivo
Fábio Guimarães
 
Texto literário e não literário
Texto literário e não literárioTexto literário e não literário
Texto literário e não literário
Fábio Guimarães
 
Gramática
GramáticaGramática
Gramática
Ramilson Saldanha
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
Mara dalto
 
Orações coordenadas
Orações coordenadasOrações coordenadas
Orações coordenadas
Edson Alves
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
Cláudia Heloísa
 
Compreensão e Interpretação de Textos
Compreensão e Interpretação de Textos Compreensão e Interpretação de Textos
Compreensão e Interpretação de Textos
Professor Rômulo Viana
 

Mais procurados (20)

Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
 
Oracoes Coordenadas
Oracoes CoordenadasOracoes Coordenadas
Oracoes Coordenadas
 
Conjunções
ConjunçõesConjunções
Conjunções
 
Regencia verbal (1)
Regencia verbal (1)Regencia verbal (1)
Regencia verbal (1)
 
Regência Nominal
Regência NominalRegência Nominal
Regência Nominal
 
Conjunções coordenativas
Conjunções coordenativasConjunções coordenativas
Conjunções coordenativas
 
Processo de formação de palavras
Processo de formação de palavrasProcesso de formação de palavras
Processo de formação de palavras
 
Morfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes GramaticaisMorfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes Gramaticais
 
Conotacao e denotacao
Conotacao e denotacaoConotacao e denotacao
Conotacao e denotacao
 
Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
 
1.3 ortografia
1.3   ortografia1.3   ortografia
1.3 ortografia
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Substantivo
SubstantivoSubstantivo
Substantivo
 
Texto literário e não literário
Texto literário e não literárioTexto literário e não literário
Texto literário e não literário
 
Gramática
GramáticaGramática
Gramática
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
 
Orações coordenadas
Orações coordenadasOrações coordenadas
Orações coordenadas
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
Compreensão e Interpretação de Textos
Compreensão e Interpretação de Textos Compreensão e Interpretação de Textos
Compreensão e Interpretação de Textos
 

Semelhante a O enem em sala de aula

Conhecendo o Enem - Prof. Adriano Angelo
Conhecendo o Enem - Prof. Adriano AngeloConhecendo o Enem - Prof. Adriano Angelo
Conhecendo o Enem - Prof. Adriano Angelo
Adriano Angelo
 
Sis pae roteiro de elaboração e revisão de itens
Sis pae roteiro de elaboração e revisão de itensSis pae roteiro de elaboração e revisão de itens
Sis pae roteiro de elaboração e revisão de itens
monicaosanches
 
Aula avaliacao
Aula avaliacao Aula avaliacao
Aula avaliacao
Lucia Giraffa
 
Apresentação ENADE
Apresentação ENADEApresentação ENADE
Apresentação ENADE
Rogério Monteles
 
Guia de-elaboracao-de-itens
Guia de-elaboracao-de-itensGuia de-elaboracao-de-itens
Guia de-elaboracao-de-itens
Atividades Diversas Cláudia
 
Formação slide
Formação slideFormação slide
Formação slide
luciaoliv
 
Portfolio Alunos
Portfolio AlunosPortfolio Alunos
Portfolio Alunos
ANA GRALHEIRO
 
Tcc ii curso análise e desenvolvimento de sistemas
Tcc ii curso análise e desenvolvimento de sistemasTcc ii curso análise e desenvolvimento de sistemas
Tcc ii curso análise e desenvolvimento de sistemas
Carlos Eduardo Kadu
 
Saresp mat
Saresp matSaresp mat
Oficina de Questões Padrão ENADE
Oficina de Questões Padrão ENADEOficina de Questões Padrão ENADE
Oficina de Questões Padrão ENADE
Renata Homem de Mello
 
ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS - CICLO II - 2016
ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS - CICLO II - 2016ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS - CICLO II - 2016
ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS - CICLO II - 2016
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Avaliacao
AvaliacaoAvaliacao
Avaliacao
PROIDDBahiana
 
AVALIAÇÃO ESTADUAL Comparada às Nacionais: SAEB e ENEM
AVALIAÇÃO ESTADUAL Comparada às Nacionais: SAEB e ENEMAVALIAÇÃO ESTADUAL Comparada às Nacionais: SAEB e ENEM
AVALIAÇÃO ESTADUAL Comparada às Nacionais: SAEB e ENEM
Centro de Mídias de Educação do Amazonas
 
Elaboração de questões objetivas Avançada
Elaboração de questões objetivas AvançadaElaboração de questões objetivas Avançada
Elaboração de questões objetivas Avançada
excelenciaunifacs
 
Como estudar na eng (2)
Como estudar na eng (2)Como estudar na eng (2)
Como estudar na eng (2)
Carlos Silva Damasceno
 
Elaboração de questões objetivas
Elaboração de questões objetivasElaboração de questões objetivas
Elaboração de questões objetivas
excelenciaunifacs
 
Elaboração
ElaboraçãoElaboração
Elaboração
João Alberto
 
Avaliação na Educação Matemática
Avaliação na Educação MatemáticaAvaliação na Educação Matemática
Avaliação na Educação Matemática
João Alberto
 
Apresentacao lingua portuguesa - saems
Apresentacao lingua portuguesa - saemsApresentacao lingua portuguesa - saems
Apresentacao lingua portuguesa - saems
Edileusa Camargo
 
Slides oficina
Slides oficinaSlides oficina
Slides oficina
Clarice-Borges
 

Semelhante a O enem em sala de aula (20)

Conhecendo o Enem - Prof. Adriano Angelo
Conhecendo o Enem - Prof. Adriano AngeloConhecendo o Enem - Prof. Adriano Angelo
Conhecendo o Enem - Prof. Adriano Angelo
 
Sis pae roteiro de elaboração e revisão de itens
Sis pae roteiro de elaboração e revisão de itensSis pae roteiro de elaboração e revisão de itens
Sis pae roteiro de elaboração e revisão de itens
 
Aula avaliacao
Aula avaliacao Aula avaliacao
Aula avaliacao
 
Apresentação ENADE
Apresentação ENADEApresentação ENADE
Apresentação ENADE
 
Guia de-elaboracao-de-itens
Guia de-elaboracao-de-itensGuia de-elaboracao-de-itens
Guia de-elaboracao-de-itens
 
Formação slide
Formação slideFormação slide
Formação slide
 
Portfolio Alunos
Portfolio AlunosPortfolio Alunos
Portfolio Alunos
 
Tcc ii curso análise e desenvolvimento de sistemas
Tcc ii curso análise e desenvolvimento de sistemasTcc ii curso análise e desenvolvimento de sistemas
Tcc ii curso análise e desenvolvimento de sistemas
 
Saresp mat
Saresp matSaresp mat
Saresp mat
 
Oficina de Questões Padrão ENADE
Oficina de Questões Padrão ENADEOficina de Questões Padrão ENADE
Oficina de Questões Padrão ENADE
 
ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS - CICLO II - 2016
ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS - CICLO II - 2016ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS - CICLO II - 2016
ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS - CICLO II - 2016
 
Avaliacao
AvaliacaoAvaliacao
Avaliacao
 
AVALIAÇÃO ESTADUAL Comparada às Nacionais: SAEB e ENEM
AVALIAÇÃO ESTADUAL Comparada às Nacionais: SAEB e ENEMAVALIAÇÃO ESTADUAL Comparada às Nacionais: SAEB e ENEM
AVALIAÇÃO ESTADUAL Comparada às Nacionais: SAEB e ENEM
 
Elaboração de questões objetivas Avançada
Elaboração de questões objetivas AvançadaElaboração de questões objetivas Avançada
Elaboração de questões objetivas Avançada
 
Como estudar na eng (2)
Como estudar na eng (2)Como estudar na eng (2)
Como estudar na eng (2)
 
Elaboração de questões objetivas
Elaboração de questões objetivasElaboração de questões objetivas
Elaboração de questões objetivas
 
Elaboração
ElaboraçãoElaboração
Elaboração
 
Avaliação na Educação Matemática
Avaliação na Educação MatemáticaAvaliação na Educação Matemática
Avaliação na Educação Matemática
 
Apresentacao lingua portuguesa - saems
Apresentacao lingua portuguesa - saemsApresentacao lingua portuguesa - saems
Apresentacao lingua portuguesa - saems
 
Slides oficina
Slides oficinaSlides oficina
Slides oficina
 

Mais de Portal do Vestibulando

Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino FrancoIdade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
Portal do Vestibulando
 
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, AstecasSociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Portal do Vestibulando
 
Independência dos EUA
Independência dos EUAIndependência dos EUA
Independência dos EUA
Portal do Vestibulando
 
Ditadura militar anos de chumbo (1964-1985)
Ditadura militar   anos de chumbo (1964-1985)Ditadura militar   anos de chumbo (1964-1985)
Ditadura militar anos de chumbo (1964-1985)
Portal do Vestibulando
 
07 revolução mexicana
07   revolução mexicana07   revolução mexicana
07 revolução mexicana
Portal do Vestibulando
 
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismoPeríodo entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Portal do Vestibulando
 
Guerra Fria - Atualizada
Guerra Fria - AtualizadaGuerra Fria - Atualizada
Guerra Fria - Atualizada
Portal do Vestibulando
 
Nova República
Nova RepúblicaNova República
Nova República
Portal do Vestibulando
 
Senhora
SenhoraSenhora
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Portal do Vestibulando
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Questão Palestina
Questão PalestinaQuestão Palestina
Questão Palestina
Portal do Vestibulando
 
Descolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiáticaDescolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiática
Portal do Vestibulando
 
África nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlânticoÁfrica nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlântico
Portal do Vestibulando
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Portal do Vestibulando
 
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistasBrasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Portal do Vestibulando
 
Brasil: Economia Colonial
Brasil: Economia ColonialBrasil: Economia Colonial
Brasil: Economia Colonial
Portal do Vestibulando
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Portal do Vestibulando
 
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - ManausCuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Portal do Vestibulando
 
Religiões de matriz africana
Religiões de matriz africanaReligiões de matriz africana
Religiões de matriz africana
Portal do Vestibulando
 

Mais de Portal do Vestibulando (20)

Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino FrancoIdade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
 
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, AstecasSociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
 
Independência dos EUA
Independência dos EUAIndependência dos EUA
Independência dos EUA
 
Ditadura militar anos de chumbo (1964-1985)
Ditadura militar   anos de chumbo (1964-1985)Ditadura militar   anos de chumbo (1964-1985)
Ditadura militar anos de chumbo (1964-1985)
 
07 revolução mexicana
07   revolução mexicana07   revolução mexicana
07 revolução mexicana
 
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismoPeríodo entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
 
Guerra Fria - Atualizada
Guerra Fria - AtualizadaGuerra Fria - Atualizada
Guerra Fria - Atualizada
 
Nova República
Nova RepúblicaNova República
Nova República
 
Senhora
SenhoraSenhora
Senhora
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
 
Questão Palestina
Questão PalestinaQuestão Palestina
Questão Palestina
 
Descolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiáticaDescolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiática
 
África nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlânticoÁfrica nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlântico
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
 
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistasBrasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
 
Brasil: Economia Colonial
Brasil: Economia ColonialBrasil: Economia Colonial
Brasil: Economia Colonial
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
 
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - ManausCuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
 
Religiões de matriz africana
Religiões de matriz africanaReligiões de matriz africana
Religiões de matriz africana
 

O enem em sala de aula

  • 1. Gabriel Dias de Carvalho Júnior ifmgabriel@gmail.com ENEM em sala de aula
  • 2. ENEM • Organizado a partir de uma matriz de avaliação • Itens baseados em habilidades para inferir as competências Habilidades – descrevem desempenhos Competências – proficiência Permite avaliar o desenvolvimento das Permitem inferir a construção das Item – unidade de medida
  • 3. Convergência Consultoria Educacional Matriz de Avaliação • Relação entre as competências gerais, os campos conceituais (temas) e os tópicos de conteúdo; • Apresenta habilidades que ajudam a descrever desempenhos dos estudantes; • Possui os “conteúdos” escolares associados a problemas que os estudantes devem saber resolver.
  • 9. Habilidades • As habilidades estão no plano imediato do saber fazer (forma operatória do conhecimento) – É o que permite ao sujeito agir em situação – O conhecimento se dá a partir de problemas a serem resolvidos
  • 10. Competências • Um conjunto articulado e autocoerente de habilidades é uma competência • Competência é um “saber mobilizar” recursos para enfrentar e resolver de forma original uma situação- problema complexa •Portanto, não é diretamente verificável por meio de testes, devendo ser inferida a partir dos problemas que o sujeito consegue resolver
  • 11. Construção de Competências • A partir de situações-problema • Conteúdos como meios • Conexão entre diversos saberes – Um conceito não é suficiente para analisar uma situação
  • 12. Construção de Competências • Dar voz ao estudante –Ele é ativo na construção de significados –O significado está nas pessoas, não nas coisas. –Valorização do erro: “se eu soubesse antes o que eu sei agora ... erraria tudo exatamente igual” (Gessinger)
  • 13. A nota do ENEM • A nota não é a proporção de acertos! • Ela depende do grau de dificuldade dos erros e acertos e da consistência. • As escalas superior e inferior não são pré- fixadas.
  • 14. Sem “achismos”: itens testados )( 1 1 )1()|1( iji bDaiijijij e ccUPP Equações calculam os parâmetros 0)(: 0)()1(: 0))(()1(: 1 1 1 n j ji ji jijii n j jijijiiaii jiijji n j jiii P w puc wPucDb wbPucDa
  • 15. Grau de dificuldade • A prova é balanceada para ter itens fáceis (25%), médios (50%) e difíceis (25%) • Fáceis: utilização de um conceito para abordar uma situação – Lógica dos atributos (o que é isso?) • Médios: relação entre conceitos para enfrentar a situação – Necessita de operação; lógica das relações (como funciona?) • Difíceis: utilização dos conhecimentos para produzir inferências, predições, julgamentos, ...
  • 18. A redação • 20% da nota final do candidato; • Além da “decoreba”; • 3 eixos temáticos recorrentes.
  • 19. Eixos temáticos 1. A relação do homem com ele mesmo (realização profissional, felicidade e crenças individuais)
  • 20. Eixos temáticos 2. A relação do homem com a sociedade (propostas relacionadas a cidadania, política e capacidade de negociação, direitos individuais e solidariedade.)
  • 21. Eixos temáticos 3. A relação do homem com o meio biofísico: “sustentabilidade, relação do homem com a natureza, clonagem e experiências com animais”
  • 22. Esquema da Redação 1º Parágrafo: Apresentar o tema 2º Parágrafo: Desenvolver o tema (argumento favorável) 3º Parágrafo: Desenvolver o tema (argumento favorável – “Além disso...” – ou desfavorável – “Por outro lado...” 4º Parágrafo: Apresentar proposta de solução para o tema;
  • 23. Dicas para se fazer uma boa redação • Muito cuidado na interpretação do tema. • Não esqueça o título, use frases curtas.(tire o título da conclusão) • No texto, use frases curtas (2 ou 3 linhas) • Faça uma dissertação com quatro parágrafos, quantidade ideal para atingir as 25 linhas propostas. (faça um roteiro, esquema, antes de começar) • Dissertação em prosa.
  • 24. Para estudar para o ENEM Para cada questão objetiva, tampe as alternativas, leia o enunciado e tente escrever uma resposta pessoal.
  • 25. Para estudar para o ENEM Após terminar de redigir, procure nas alternativas se há algo parecido com o que você escreveu. Essa será a sua resposta a ser assinalada. Caso não haja, procure uma alternativa que, mesmo não sendo o que você escreveu, pode ser a resposta correta. Alguns problemas admitem várias respostas corretas. Você pode ter chegado a uma resposta e a questão ter trabalhado com outra.
  • 26. Para estudar para o ENEM Verifique, então, a resposta correta e veja se você acertou. Anote o que não ficou claro e procure seus professores. Com todo esse material produzido e analisado, você estará mais apto a fazer o ENEM a cada dia de estudo.
  • 27. No dia da prova Comece a leitura do item pelo comando. Em seguida, leia o texto-base. Isso direciona seus conhecimentos a partir do que será relevante no item e você não perde tempo com informações desnecessárias
  • 28. No dia da Redação Comece pela leitura da proposta de redação. Faça toda a prova Volte à redação