Professor
Jason Lima
O PARÁGRAFO
INTRODUTÓRIO
Professor Jason Lima
O MAL A EVITAR
A acusação do presidente da República de que a Imprensa
"se comporta como um partido político" é obviamente...
No parágrafo introdutório, o leitor logo pode
perceber a tese defendida pelo autor do texto: Lula
está enganado. “Há uma e...
TIPOS DE INTRODUÇÃO
1 Divisão / abordagem padrão
Além da apresentação da tese ou do assunto, neste tipo
de introdução, enu...
TIPOS DE INTRODUÇÃO
É preciso, no entanto, tomar cuidado para não tornar
seu texto repetitivo. Se você citou os três argum...
Exemplo
O Brasil é essencialmente uma mistura de raças. É
dito um lugar sem preconceitos, o que não é verdade.
Vários pont...
Desenvolvimento do argumento 1
O ambiente acadêmico revela claramente a situação
de discriminação racial do Brasil. Nas un...
Desenvolvimento do argumento 2
Na questão do emprego, a vantagem dos brancos
também é nítida. Várias reportagens da impren...
Conclusão
• Infelizmente o Brasil herdou e ainda conserva o
sentimento escravista de séculos passados. A
solução surge do ...
TIPOS DE INTRODUÇÃO
2 Citação
“As feias que me perdoem, mas beleza é
fundamental”. Essa citação do poeta brasileiro
Viníci...
TIPOS DE INTRODUÇÃO
2 Citação
“As feias que me perdoem, mas beleza é
fundamental”. Essa citação do poeta brasileiro
Viníci...
TIPOS DE INTRODUÇÃO
3 Exposição de ponto de vista oposto
Há uma série de homens que dizem que, se as
mulheres desejam dire...
Frases-modelo para introdução
• É de conhecimento geral que ...
• Todos sabem que, no Brasil, há tempos, observa-se ...
• ...
Professor Jason Lima
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

CILP 2014 - slides 4 - Redação - aula 05/03/2014

258 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
258
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

CILP 2014 - slides 4 - Redação - aula 05/03/2014

  1. 1. Professor Jason Lima
  2. 2. O PARÁGRAFO INTRODUTÓRIO Professor Jason Lima
  3. 3. O MAL A EVITAR A acusação do presidente da República de que a Imprensa "se comporta como um partido político" é obviamente extensiva a este jornal. Lula, que tem o mau hábito de perder a compostura quando é contrariado, tem também todo o direito de não estar gostando da cobertura que o Estado, como quase todos os órgãos de imprensa, tem dado à escandalosa deterioração moral do governo que preside. E muito menos lhe serão agradáveis as opiniões sobre esse assunto diariamente manifestadas nesta página editorial. Mas ele está enganado. Há uma enorme diferença entre "se comportar como um partido político" e tomar partido numa disputa eleitoral em que estão em jogo valores essenciais ao aprimoramento se não à própria sobrevivência da democracia neste país.
  4. 4. No parágrafo introdutório, o leitor logo pode perceber a tese defendida pelo autor do texto: Lula está enganado. “Há uma enorme diferença entre „se comportar como um partido político‟ e tomar partido numa disputa eleitoral em que estão em jogo valores essenciais ao aprimoramento se não à própria sobrevivência da democracia neste país.” Veja, porém, que, antes de afirmar sua tese, o autor optou por fazer uma ambientação do tema, isto é, o que motivou o jornal a escrever o editorial: a frase dita por Lula sobre a imprensa.
  5. 5. TIPOS DE INTRODUÇÃO 1 Divisão / abordagem padrão Além da apresentação da tese ou do assunto, neste tipo de introdução, enumeram-se os argumentos ou informações que constituirão o desenvolvimento da dissertação. Se você optar por esse tipo de introdução, é muito importante que respeite os argumentos ou informações enumerados, abordando cada um deles no desenvolvimento, sem esquecer-se de nenhum. Se enumerar dois argumentos ou informações, o desenvolvimento terá dois parágrafos, cada um abordando um argumento ou informação; se enumerar três, o desenvolvimento terá três parágrafos.
  6. 6. TIPOS DE INTRODUÇÃO É preciso, no entanto, tomar cuidado para não tornar seu texto repetitivo. Se você citou os três argumentos já na introdução, não deverá fazê-lo novamente na conclusão. Além disso, em uma abordagem como essa, é interessante que os parágrafos de desenvolvimento sejam iniciados por elementos coesivos que remetem à noção de enumeração, presente na introdução. Dessa forma, é uma boa ideia começar cada um deles por expressões como além disso, ademais, some-se a isso etc.
  7. 7. Exemplo O Brasil é essencialmente uma mistura de raças. É dito um lugar sem preconceitos, o que não é verdade. Vários pontos nos mostram a discriminação, dentre eles o número reduzido de negros nas universidades e a preferência pelo branco no mercado de trabalho. • TESE • ARGUMENTOS A SEREM DESENVOLVIDOS
  8. 8. Desenvolvimento do argumento 1 O ambiente acadêmico revela claramente a situação de discriminação racial do Brasil. Nas universidades públicas, cujas vagas são mais concorridas que na maioria das particulares, é raro encontrar negros. Por não terem as mesmas condições de estudo que a maioria dos brancos, ele não podem disputar de igual para igual uma vaga na faculdade. TÓPICO-FRASAL | EXEMPLO | CAUSA
  9. 9. Desenvolvimento do argumento 2 Na questão do emprego, a vantagem dos brancos também é nítida. Várias reportagens da imprensa mostraram que as empresas preferem escolher brancos a negros de nível escolar maior, em virtude da cor da pele. Em relação ao salário, o branco recebe mais que o dobro, pelos dados do IBGE. TÓPICO-FRASAL | EXEMPLO | EXEMPLO
  10. 10. Conclusão • Infelizmente o Brasil herdou e ainda conserva o sentimento escravista de séculos passados. A solução surge do essencial para todas as democracias: que todos tenham seus direitos iguais e respeitados. Para que isso ocorra é necessário que se inicie pela educação, ensinando as crianças, desde cedo, a respeitarem e serem respeitadas. Só assim poderemos começar a combater o preconceito de raças. TÓPICO-FRASAL | SOLUÇÃO | PROFECIA
  11. 11. TIPOS DE INTRODUÇÃO 2 Citação “As feias que me perdoem, mas beleza é fundamental”. Essa citação do poeta brasileiro Vinícius de Moraes revela-se não só politicamente incorreta, mas também caduca nos dias de hoje. A atualidade enxerga a mulher sob uma nova perspectiva, não mais atrelada à sua constituição física, como um objeto, mas voltada para aspectos como força de trabalho, produção intelectual e igualdade de direitos. O sexo feminino equipara-se, assim, ao masculino e exige tratamentos iguais.
  12. 12. TIPOS DE INTRODUÇÃO 2 Citação “As feias que me perdoem, mas beleza é fundamental”. Essa citação do poeta brasileiro Vinícius de Moraes revela-se não só politicamente incorreta, mas também caduca nos dias de hoje. A atualidade enxerga a mulher sob uma nova perspectiva, não mais atrelada à sua constituição física, como um objeto, mas voltada para aspectos como força de trabalho, produção intelectual e igualdade de direitos. O sexo feminino equipara-se, assim, ao masculino e exige tratamentos iguais.
  13. 13. TIPOS DE INTRODUÇÃO 3 Exposição de ponto de vista oposto Há uma série de homens que dizem que, se as mulheres desejam direitos iguais, têm de abrir mão de certas regalias, como o que a tradição convencionou chamar de cavalheirismo. Todavia, é preciso destacar que a luta feminista não visa a acabar com as diferenças entre os gêneros, tampouco com os mecanismos de interação entre eles, como a corte. Seu objetivo é permitir que homens e mulheres tenham as mesmas chances de decidir sua posição na sociedade.
  14. 14. Frases-modelo para introdução • É de conhecimento geral que ... • Todos sabem que, no Brasil, há tempos, observa-se ... • Cogita-se, com muita frequência, de ... • Muito se tem discutido, recentemente, acerca de ... • Muito se debate, hoje em dia, ... • É de fundamental importância o (a) .... • É indiscutível que ... / É inegável que ... • Muito se discute a importância de ... • Comenta-se, com frequência, a respeito de ... • Não raro, toma-se conhecimento, por meio de ..., de • Apesar de muitos acreditarem que .... (refutação) • Ao contrário do que muitos acreditam ... (refutação) • Pode-se afirmar que, em razão de ...( devido a, pelo ) ... • Talvez seja difícil dizer o motivo pelo qual ...
  15. 15. Professor Jason Lima

×