SlideShare uma empresa Scribd logo

Procedimentos de leitura - ppt

Jane  Pereira
Jane  Pereira
Jane PereiraProfessora em Escola Estadual Deputado Fernando Saldanha

Fiz estes Slides para utilizar em minhas aulas de Língua portuguesa. Para melhorar a leitura e interpretação de textos dos meus alunos. Utilizei recortes do livro do ensino médio da Editora Moderna.

Procedimentos de leitura - ppt

1 de 21
Baixar para ler offline
A arte de ler o que não está escrito.
Todos lemos ...
Para vislumbrar o que somos e onde estamos.
Lemos para compreender, ou para começar a
  compreender, não podemos deixar de ler.
Ler, como respirar, é nossa função essencial.
(Alberto Mangue)
 Ativarmos o conhecimento prévio que temos
  sobre todos os aspectos envolvidos na leitura para
  selecionar as informações que possam criar o
  contexto de produção de leitura, garantindo,
  assim, sua fluência. Refere-se a conhecimento
  sobre o assunto, sobre o gênero, sobre o autor do
  texto, sobre a época em que foi publicado, ou seja,
  sobre as condições de produção do texto a ser
  lido.
 Anteciparmos informações contidas no texto a
  ser lido;
 Realizarmos inferências quando lemos, quer
  dizer, lermos para além do que está nas palavras do
  texto, lermos o que as palavras nos sugerem;a)
  de localizarmos informações presentes no texto;
  sintetizarmos as informações dos trechos do
  texto;
 O processamento do texto depende não só das
  características internas do texto, como do conhecimento
  dos usuários, pois é esse conhecimento que define as
  estratégias a serem utilizadas na produção/recepção do
  texto.
 Todo e qualquer processo de produção de textos
  caracteriza-se como um processo ativo e contínuo do
  sentido e liga-se a uma rede de unidades e elementos
  suplementares, ativados necessariamente em relação a um
  dado contexto sociocultural.
 Dessa forma, pode-se admitir que a construção do sentido
  só ocorre num dado contexto.
Procedimentos de leitura - ppt
Procedimentos de leitura - ppt
Anúncio

Recomendados

Práticas de Leitura e Práticas de Produção de texto
Práticas de Leitura e Práticas de Produção de textoPráticas de Leitura e Práticas de Produção de texto
Práticas de Leitura e Práticas de Produção de textoFernanda Tulio
 
Concepções de leitura e implicações para o ensino
Concepções de leitura e implicações para o ensinoConcepções de leitura e implicações para o ensino
Concepções de leitura e implicações para o ensinoJohnJeffersonAlves1
 
Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.Magda Marques
 
A escrita como produção de textos
A escrita como produção de textosA escrita como produção de textos
A escrita como produção de textosAna Paula
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Power point, leitura é...
Power point, leitura é...Power point, leitura é...
Power point, leitura é...Fan Santos
 
Literatura infantil auxilio no processo de alfabetização e letramento
Literatura infantil   auxilio no processo de alfabetização e letramentoLiteratura infantil   auxilio no processo de alfabetização e letramento
Literatura infantil auxilio no processo de alfabetização e letramentoAna Lúcia Hennemann
 
Slides planejamento escolar
Slides planejamento escolarSlides planejamento escolar
Slides planejamento escolarAnanda Lima
 
2ª formação leitura e escrita
2ª formação   leitura e escrita2ª formação   leitura e escrita
2ª formação leitura e escritaPNAIC UFSCar
 
Lajolo, marisa do mundo da leitura para a leitura do mundo
Lajolo, marisa do mundo da leitura para a leitura do mundoLajolo, marisa do mundo da leitura para a leitura do mundo
Lajolo, marisa do mundo da leitura para a leitura do mundomarcaocampos
 
Incentivo a leitura
Incentivo a leituraIncentivo a leitura
Incentivo a leituraFabianeM
 
Estratégias de leitura e de compreensão textual
Estratégias de leitura e de compreensão textualEstratégias de leitura e de compreensão textual
Estratégias de leitura e de compreensão textualma.no.el.ne.ves
 
Oralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aula
Oralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aulaOralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aula
Oralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aulaDenise Oliveira
 
A importância do ato de ler
A importância do ato de lerA importância do ato de ler
A importância do ato de lerRoberto Gomes
 
Literatura infantil-juvenil
Literatura infantil-juvenilLiteratura infantil-juvenil
Literatura infantil-juvenilSusanne Messias
 
Formação de leitores nas séries iniciais
Formação de leitores nas séries iniciaisFormação de leitores nas séries iniciais
Formação de leitores nas séries iniciaisAlex Silva
 
Fundamentos metodologia língua portuguesa
Fundamentos metodologia língua portuguesaFundamentos metodologia língua portuguesa
Fundamentos metodologia língua portuguesaGlacemi Loch
 

Mais procurados (20)

Power point, leitura é...
Power point, leitura é...Power point, leitura é...
Power point, leitura é...
 
Produção de Texto
Produção de TextoProdução de Texto
Produção de Texto
 
A importância da leitura
A importância da leituraA importância da leitura
A importância da leitura
 
Oficina formação de leitores
Oficina formação de leitoresOficina formação de leitores
Oficina formação de leitores
 
Literatura infantil auxilio no processo de alfabetização e letramento
Literatura infantil   auxilio no processo de alfabetização e letramentoLiteratura infantil   auxilio no processo de alfabetização e letramento
Literatura infantil auxilio no processo de alfabetização e letramento
 
Slides planejamento escolar
Slides planejamento escolarSlides planejamento escolar
Slides planejamento escolar
 
2ª formação leitura e escrita
2ª formação   leitura e escrita2ª formação   leitura e escrita
2ª formação leitura e escrita
 
Lajolo, marisa do mundo da leitura para a leitura do mundo
Lajolo, marisa do mundo da leitura para a leitura do mundoLajolo, marisa do mundo da leitura para a leitura do mundo
Lajolo, marisa do mundo da leitura para a leitura do mundo
 
Leitura e produção textual
Leitura e produção textualLeitura e produção textual
Leitura e produção textual
 
Incentivo a leitura
Incentivo a leituraIncentivo a leitura
Incentivo a leitura
 
Estratégias de leitura e de compreensão textual
Estratégias de leitura e de compreensão textualEstratégias de leitura e de compreensão textual
Estratégias de leitura e de compreensão textual
 
Oralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aula
Oralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aulaOralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aula
Oralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aula
 
Linguística textual
Linguística textualLinguística textual
Linguística textual
 
A abordagem histórico cultural de lev vigotski
A abordagem histórico cultural de lev vigotskiA abordagem histórico cultural de lev vigotski
A abordagem histórico cultural de lev vigotski
 
Literatura infantil
Literatura infantilLiteratura infantil
Literatura infantil
 
Estrategias de leitura 2
Estrategias de leitura 2Estrategias de leitura 2
Estrategias de leitura 2
 
A importância do ato de ler
A importância do ato de lerA importância do ato de ler
A importância do ato de ler
 
Literatura infantil-juvenil
Literatura infantil-juvenilLiteratura infantil-juvenil
Literatura infantil-juvenil
 
Formação de leitores nas séries iniciais
Formação de leitores nas séries iniciaisFormação de leitores nas séries iniciais
Formação de leitores nas séries iniciais
 
Fundamentos metodologia língua portuguesa
Fundamentos metodologia língua portuguesaFundamentos metodologia língua portuguesa
Fundamentos metodologia língua portuguesa
 

Destaque

Procedimentos de leitura
Procedimentos de leituraProcedimentos de leitura
Procedimentos de leituraweleslima
 
3 estratégias de leitura
3  estratégias de leitura3  estratégias de leitura
3 estratégias de leituracristianalopes
 
Slide projeto de leitura
Slide projeto de leituraSlide projeto de leitura
Slide projeto de leituraClaudia Anjos
 
Estratégias de Leitura
Estratégias de LeituraEstratégias de Leitura
Estratégias de Leiturajoell07
 
Incentivo à leitura slides 3
Incentivo  à  leitura slides 3Incentivo  à  leitura slides 3
Incentivo à leitura slides 3Flávio Soares
 
Leitura texto e sentido(2)
Leitura texto e sentido(2)Leitura texto e sentido(2)
Leitura texto e sentido(2)Isis Barros
 
Desenvolvendo competencia.leitora
Desenvolvendo competencia.leitoraDesenvolvendo competencia.leitora
Desenvolvendo competencia.leitoraFatima Costa
 
Oficina de produção de texto
Oficina de produção de textoOficina de produção de texto
Oficina de produção de textoElia Rejany
 
Incentivo à leitura e à Escrita
Incentivo à leitura e à EscritaIncentivo à leitura e à Escrita
Incentivo à leitura e à Escrita197569
 
Leitura e producao de sentido
Leitura e producao de sentidoLeitura e producao de sentido
Leitura e producao de sentidoRonhely Pereira
 
Estratégias de leitura sequência didática - texto avestruz- ok
Estratégias de leitura   sequência didática - texto avestruz- okEstratégias de leitura   sequência didática - texto avestruz- ok
Estratégias de leitura sequência didática - texto avestruz- okgruposete
 
Processo de aquisição da leitura e escrita
Processo de aquisição da leitura e escritaProcesso de aquisição da leitura e escrita
Processo de aquisição da leitura e escritaequipeanosiniciais
 
Aula de ingles instrumental novo
Aula de ingles instrumental novoAula de ingles instrumental novo
Aula de ingles instrumental novoJuliana Santana
 
Estratégias de leitura e escrita
Estratégias de leitura e escritaEstratégias de leitura e escrita
Estratégias de leitura e escritaAdriana Melo
 
Alfabetização e Leitura
Alfabetização e LeituraAlfabetização e Leitura
Alfabetização e Leituraunieubra
 

Destaque (20)

Procedimentos De Leitura
Procedimentos De LeituraProcedimentos De Leitura
Procedimentos De Leitura
 
Procedimentos de leitura
Procedimentos de leituraProcedimentos de leitura
Procedimentos de leitura
 
3 estratégias de leitura
3  estratégias de leitura3  estratégias de leitura
3 estratégias de leitura
 
A Importância da Leitura
A Importância da LeituraA Importância da Leitura
A Importância da Leitura
 
Slide projeto de leitura
Slide projeto de leituraSlide projeto de leitura
Slide projeto de leitura
 
Estratégias de Leitura
Estratégias de LeituraEstratégias de Leitura
Estratégias de Leitura
 
INCENTIVO A LEITURA
INCENTIVO A LEITURAINCENTIVO A LEITURA
INCENTIVO A LEITURA
 
Incentivo à leitura slides 3
Incentivo  à  leitura slides 3Incentivo  à  leitura slides 3
Incentivo à leitura slides 3
 
Leitura texto e sentido(2)
Leitura texto e sentido(2)Leitura texto e sentido(2)
Leitura texto e sentido(2)
 
LEITURA
LEITURALEITURA
LEITURA
 
Desenvolvendo competencia.leitora
Desenvolvendo competencia.leitoraDesenvolvendo competencia.leitora
Desenvolvendo competencia.leitora
 
Oficina de produção de texto
Oficina de produção de textoOficina de produção de texto
Oficina de produção de texto
 
Letramento
LetramentoLetramento
Letramento
 
Incentivo à leitura e à Escrita
Incentivo à leitura e à EscritaIncentivo à leitura e à Escrita
Incentivo à leitura e à Escrita
 
Leitura e producao de sentido
Leitura e producao de sentidoLeitura e producao de sentido
Leitura e producao de sentido
 
Estratégias de leitura sequência didática - texto avestruz- ok
Estratégias de leitura   sequência didática - texto avestruz- okEstratégias de leitura   sequência didática - texto avestruz- ok
Estratégias de leitura sequência didática - texto avestruz- ok
 
Processo de aquisição da leitura e escrita
Processo de aquisição da leitura e escritaProcesso de aquisição da leitura e escrita
Processo de aquisição da leitura e escrita
 
Aula de ingles instrumental novo
Aula de ingles instrumental novoAula de ingles instrumental novo
Aula de ingles instrumental novo
 
Estratégias de leitura e escrita
Estratégias de leitura e escritaEstratégias de leitura e escrita
Estratégias de leitura e escrita
 
Alfabetização e Leitura
Alfabetização e LeituraAlfabetização e Leitura
Alfabetização e Leitura
 

Semelhante a Procedimentos de leitura - ppt

1 processos cognitivos na leitura e estrategias de ensino.pdf
1 processos cognitivos na leitura e estrategias de ensino.pdf1 processos cognitivos na leitura e estrategias de ensino.pdf
1 processos cognitivos na leitura e estrategias de ensino.pdfCarlaRebeca5
 
Formando o leitor e o produtor de texto
Formando o leitor e o produtor de texto Formando o leitor e o produtor de texto
Formando o leitor e o produtor de texto Elenjusse Martins
 
Estratégias de leitura de hipertexto
Estratégias de leitura de hipertextoEstratégias de leitura de hipertexto
Estratégias de leitura de hipertextoElaine Junger
 
Trabalho portugues parte maria
Trabalho portugues   parte mariaTrabalho portugues   parte maria
Trabalho portugues parte mariaMaria Oliveira
 
Elaine - parte 1 - 3set
Elaine - parte 1 - 3setElaine - parte 1 - 3set
Elaine - parte 1 - 3setRaquel Donega
 
Análise textual
Análise textualAnálise textual
Análise textuallittlevic4
 
Formação de Linguagem
Formação de LinguagemFormação de Linguagem
Formação de Linguagemweleslima
 
01-apostila-versao-digital-lingua-portuguesa-015.909.942-05-1657644533.pdf
01-apostila-versao-digital-lingua-portuguesa-015.909.942-05-1657644533.pdf01-apostila-versao-digital-lingua-portuguesa-015.909.942-05-1657644533.pdf
01-apostila-versao-digital-lingua-portuguesa-015.909.942-05-1657644533.pdfELIVELSON MAIA
 
Considerações gerais sobre o texto encantamento das palavras
Considerações gerais sobre o texto encantamento das palavrasConsiderações gerais sobre o texto encantamento das palavras
Considerações gerais sobre o texto encantamento das palavrasAna Paula
 
Apresentação Bragança Ciclo I
Apresentação Bragança Ciclo IApresentação Bragança Ciclo I
Apresentação Bragança Ciclo Idiretoriabraganca
 

Semelhante a Procedimentos de leitura - ppt (20)

1 processos cognitivos na leitura e estrategias de ensino.pdf
1 processos cognitivos na leitura e estrategias de ensino.pdf1 processos cognitivos na leitura e estrategias de ensino.pdf
1 processos cognitivos na leitura e estrategias de ensino.pdf
 
Formando o leitor e o produtor de texto
Formando o leitor e o produtor de texto Formando o leitor e o produtor de texto
Formando o leitor e o produtor de texto
 
A leitura
A leituraA leitura
A leitura
 
Estratégias de leitura de hipertexto
Estratégias de leitura de hipertextoEstratégias de leitura de hipertexto
Estratégias de leitura de hipertexto
 
Trabalho portugues parte maria
Trabalho portugues   parte mariaTrabalho portugues   parte maria
Trabalho portugues parte maria
 
Elaine - parte 1 - 3set
Elaine - parte 1 - 3setElaine - parte 1 - 3set
Elaine - parte 1 - 3set
 
mat mat
mat matmat mat
mat mat
 
Análise textual
Análise textualAnálise textual
Análise textual
 
Metodologia Cientifica 2.pptx
Metodologia Cientifica 2.pptxMetodologia Cientifica 2.pptx
Metodologia Cientifica 2.pptx
 
Formação de Linguagem
Formação de LinguagemFormação de Linguagem
Formação de Linguagem
 
Leitura e produção de texto
Leitura e produção de texto Leitura e produção de texto
Leitura e produção de texto
 
01-apostila-versao-digital-lingua-portuguesa-015.909.942-05-1657644533.pdf
01-apostila-versao-digital-lingua-portuguesa-015.909.942-05-1657644533.pdf01-apostila-versao-digital-lingua-portuguesa-015.909.942-05-1657644533.pdf
01-apostila-versao-digital-lingua-portuguesa-015.909.942-05-1657644533.pdf
 
Fatores da textualidade pibid 2017.2
Fatores da textualidade   pibid 2017.2Fatores da textualidade   pibid 2017.2
Fatores da textualidade pibid 2017.2
 
O ensino pragmático da leitura
O ensino pragmático da leituraO ensino pragmático da leitura
O ensino pragmático da leitura
 
Ens fund joselaine_apres
Ens fund joselaine_apresEns fund joselaine_apres
Ens fund joselaine_apres
 
Ens fund joselaine_apres (1)
Ens fund joselaine_apres (1)Ens fund joselaine_apres (1)
Ens fund joselaine_apres (1)
 
ApresentaçãO
ApresentaçãOApresentaçãO
ApresentaçãO
 
Considerações gerais sobre o texto encantamento das palavras
Considerações gerais sobre o texto encantamento das palavrasConsiderações gerais sobre o texto encantamento das palavras
Considerações gerais sobre o texto encantamento das palavras
 
Apresentação Bragança Ciclo I
Apresentação Bragança Ciclo IApresentação Bragança Ciclo I
Apresentação Bragança Ciclo I
 
MONOGRAFIA LEITURA
MONOGRAFIA LEITURAMONOGRAFIA LEITURA
MONOGRAFIA LEITURA
 

Mais de Jane Pereira

Atividades dos alunos E. E. Profª Geni Marques
Atividades dos alunos E. E. Profª Geni MarquesAtividades dos alunos E. E. Profª Geni Marques
Atividades dos alunos E. E. Profª Geni MarquesJane Pereira
 
Projeto tosco em ação
Projeto tosco em açãoProjeto tosco em ação
Projeto tosco em açãoJane Pereira
 
Campanha Publicitária : Boné
Campanha Publicitária : BonéCampanha Publicitária : Boné
Campanha Publicitária : BonéJane Pereira
 
Campanha Publicitária - 8º ano B
Campanha Publicitária - 8º ano BCampanha Publicitária - 8º ano B
Campanha Publicitária - 8º ano BJane Pereira
 
O que fazer para mudar o mundo?
O que fazer para mudar o mundo?O que fazer para mudar o mundo?
O que fazer para mudar o mundo?Jane Pereira
 

Mais de Jane Pereira (6)

Atividades dos alunos E. E. Profª Geni Marques
Atividades dos alunos E. E. Profª Geni MarquesAtividades dos alunos E. E. Profª Geni Marques
Atividades dos alunos E. E. Profª Geni Marques
 
Projeto tosco em ação
Projeto tosco em açãoProjeto tosco em ação
Projeto tosco em ação
 
Campanha Publicitária : Boné
Campanha Publicitária : BonéCampanha Publicitária : Boné
Campanha Publicitária : Boné
 
Everton 8] b
Everton 8] bEverton 8] b
Everton 8] b
 
Campanha Publicitária - 8º ano B
Campanha Publicitária - 8º ano BCampanha Publicitária - 8º ano B
Campanha Publicitária - 8º ano B
 
O que fazer para mudar o mundo?
O que fazer para mudar o mundo?O que fazer para mudar o mundo?
O que fazer para mudar o mundo?
 

Último

004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptxTEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptxAssisTeixeira2
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxssuser86fd77
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfkeiciany
 
Q20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdfQ20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdfPedroGual4
 
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Baina
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã BainaRelatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Baina
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Bainaifacasie
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...manoelaarmani
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoPaula Meyer Piagentini
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfalexandrerodriguespk
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfkeiciany
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfkeiciany
 
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...Colaborar Educacional
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfkeiciany
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEISCIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEISColaborar Educacional
 

Último (20)

004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
 
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptxTEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
 
Q20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdfQ20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdf
 
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Baina
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã BainaRelatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Baina
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Baina
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
 
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEISCIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
 

Procedimentos de leitura - ppt

  • 1. A arte de ler o que não está escrito.
  • 2. Todos lemos ... Para vislumbrar o que somos e onde estamos. Lemos para compreender, ou para começar a compreender, não podemos deixar de ler. Ler, como respirar, é nossa função essencial. (Alberto Mangue)
  • 3.  Ativarmos o conhecimento prévio que temos sobre todos os aspectos envolvidos na leitura para selecionar as informações que possam criar o contexto de produção de leitura, garantindo, assim, sua fluência. Refere-se a conhecimento sobre o assunto, sobre o gênero, sobre o autor do texto, sobre a época em que foi publicado, ou seja, sobre as condições de produção do texto a ser lido.  Anteciparmos informações contidas no texto a ser lido;  Realizarmos inferências quando lemos, quer dizer, lermos para além do que está nas palavras do texto, lermos o que as palavras nos sugerem;a) de localizarmos informações presentes no texto; sintetizarmos as informações dos trechos do texto;
  • 4.  O processamento do texto depende não só das características internas do texto, como do conhecimento dos usuários, pois é esse conhecimento que define as estratégias a serem utilizadas na produção/recepção do texto.  Todo e qualquer processo de produção de textos caracteriza-se como um processo ativo e contínuo do sentido e liga-se a uma rede de unidades e elementos suplementares, ativados necessariamente em relação a um dado contexto sociocultural.  Dessa forma, pode-se admitir que a construção do sentido só ocorre num dado contexto.
  • 15. Conhecimento prévio é indispensável para uma boa leitura.
  • 20. Você pode escolher: ser igual ou fazer a diferença. Se escolher fazer a diferença, a leitura será fundamental em sua vida.
  • 21.  Professora: Jane Matos Albert Einstein