Vestido de noiva

3.396 visualizações

Publicada em

Vestido de noiva -tragédia em três atos(peça psicológica)

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.396
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
142
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
119
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Vestido de noiva

  1. 1.
  2. 2. Vestido de Noiva foi aos palcos em 1943, sob a direção de Ziembinski.<br />A peça de Nelson Rodrigues renova o teatro brasileiro ao voltar-se para a realidade de cunho psicológico.<br />Além do cunho psicológico a peça apresenta outra inovação: a subdivisão do palco em três planos: o plano da realidade, o plano da alucinação e o plano da memória cuja apresentação se dá através da iluminação.<br />O conteúdo da peça é obtido através da intersecção desses três planos.<br />
  3. 3. PLANO DA REALIDADE DÁ INÍCIO À PEÇA — O ATROPELAMENTO<br />
  4. 4.
  5. 5. Repórter comunica o atropelamento a notícia acima da vida<br />
  6. 6. Os delírios de Alaíde na mesa de cirurgia levam o leitor aos planos da memória e da alucinação<br />
  7. 7. PERSONAGENS<br />
  8. 8. <ul><li>Neurótica
  9. 9. Oportunista
  10. 10. Inconformada com a condição feminina
  11. 11. Busca autoafirmação seduzindo os namorados da irmã Lúcia.
  12. 12. Conquista Pedro, que se torna seu marido, mas demonstra um certo desinteresse e frustração pela vida de casada, ao mesmo tempo em que se sente ameaçada de morte por Pedro e Lúcia.
  13. 13. O atropelamento é um desfecho trágico. Suicídio? Acaso? Assassinato? .
  14. 14. Reconstrói em seu subconsciente as in justiças de que se julga vítima e revela seu fascínio pela vida marginal de Madame Clessi.</li></ul>Alaíde - protagonista<br />
  15. 15. LUCIA<br />Irmã de Alaíde, aparece em quase toda a peça como Mulher de Véu, representando a consciência pesada da irmã Alaíde. Tão insatisfeita quanto sua irmã, sente-se incompleta. Vive atormentada por ter sido passada para trás por Alaíde. <br />
  16. 16. Pedro<br /><ul><li>Dominador
  17. 17. Manipulador
  18. 18. Inicialmente namora Lúcia, mas cede aos encantos de Alaíde com quem se casa primeiro
  19. 19. É o industrial bem sucedido, que representa o bom partido para as moças.
  20. 20. Ele e Lúcia são presumidos assassinos e hipocritamente se casam, com o consentimento dos pais de Lúcia e da inexpressiva mãe de Pedro (representantes fidedignos da sociedade da época)</li></li></ul><li>Madame Clessi<br /><ul><li>Era uma cocote(prostituta do início do século)
  21. 21. Madame Clessi vive na trama por meio da mente de Alaíde, desejosa de viver um mundo de sensações picantes.
  22. 22. Clessiresidiu na casa de Alaíde há décadas. Dentre seus pertences que são encontrados, Alaíde encontra o diário que pertenceu à cocote.
  23. 23. Clessi representa para Alaíde o ideal de mulher liberada, que agride a sociedade hipócrita na qual vive Alaíde, apesar de negá-la.
  24. 24. Clessimorreu assassinada por seu namorado adolescente.</li></li></ul><li>Os demais personagens <br />desempenham papéis secundários<br />
  25. 25. Memória, alucinação e realidade<br />Primeira cena:entrecruzamento dos planos da alucinação, da memória e da realidade.<br />Existe o predomínio dos planos da memória e da alucinação A realidade é filtrada pela mente dos personagens.<br />A matéria fundamental da peça está no plano do delírio e, ao mesmo tempo, no plano da memória de Alaíde. <br />
  26. 26. Alaídee Madame Clessi<br />Os fatos reais são transformados por Alaíde no plano da alucinação. Há prevalência do querer ser, pois é no plano da alucinação e da memória que a história de Adelaide se identifica e se funde com a de Madame Clessi . Para Alaíde madame Clessi é o símbolo da libertação<br />
  27. 27. Alaíde e Lúcia<br />Há entre as irmãs uma relação atribulada.<br />Alaíde mostra-se superior à Lúcia, rouba-lhe o noivo Pedro. Lúcia por sua vez vive atormentada pela traição. A morte de Alaíde dá a ela a sensação de vitória.<br />
  28. 28. Alaíde , Pedro, Lúcia<br />Pedro é dominador e manipula Adelaide e Lúcia para conseguir o que quer, primeiramente casa-se com Adelaide, depois de casado trama a morte da esposa para casar-se depois com Lúcia<br />
  29. 29. Os pais<br /> Hipócritas e sem expressão representam a sociedade burguesa da década de 40. <br />
  30. 30. Os símbolos<br />O traje branco representa ao mesmo tempo vestido de noiva e mortalha.<br /> A vida e a morte , a celebração festiva e a penitência . <br />
  31. 31. A tradição do buquê de noiva está ligada a simbologia da vida, já que as flores são os órgãos reprodutores das plantas, portanto está ligada a fertilidade<br />Na peça pode representar também vida e morte vitória e derrota, felicidade e infelicidade<br />
  32. 32. A morte de Adelaide e o casamento de Lúcia serão indício de que uma delas saiu vitoriosa?<br />
  33. 33. Percebe-se em “Vestido de Noiva”<br /> Inclinação do autor para uma estética expressionista,<br /> Exagero, deformação, tom pessimista da peça.<br />É um drama de costumes que alcança grande proporção, visto que possui caráter freudiano por fundamentar-se no inconsciente humano<br />
  34. 34. Bibliografia<br />AGUIAR, Flávio, Roteiro de leitura, Ed. Nova fronteira, 2ª edição , 8ª impressão.<br />CLARET, Martin, FREUD por ele mesmo, Ed. Martin ClaretLtda, 2004. <br />MALGADI, Sábato, Teatro da obsessão; Nelson Rodrigues Global editora, 2004<br />RODRIGUES, Nelson. Vestido de noiva –Tragédia em três atos- Editora Nova fronteira – 2ª edição 8ª impressão<br />FERRAZ,Queila, História do vestido de noiva. Disponível em:http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/casamento/historia-do-vestido-de-noiva.php. Acessado em 12/02/11 <br />LAROUSSE, Dicionário da língua. 1ª edição, 1ª impressão. São Paulo:Ática,2001<br />Imagens<br /> VESTIDO de noiva.Produção Joffre Rodrigues (baseado na peça de Nelson Rodrigues) Estudio IBR filmes,2006<br />Pesquisa e organização prof. Espec. Jandiassy Ribeiro<br />

×