Aula 71 1º cga

437 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
437
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
268
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 71 1º cga

  1. 1. O espaço e a saúde: causas da mortalidade ● Fatores endógenos: essencialmente biológicos – Câncer, problemas congênitos, etc. – Predominantes nos locais de alto desenvolvimento ● Fatores exógenos: doenças “ambientais” – Doenças infecciosas, pulmonares e digestivas – Contaminação, alimentação e água inadequadas – Predominantes nos locais de baixo desenvolvimento
  2. 2. Mortalidade materna ● Morte materna: aquele que decorre da gravidez ou parto ocorrido até 42 dias depois ● Concentradas nos países subdesenvolvidos – 90% dos casos nos países africanos e asiáticos – 10% na América Latina – Menos de 1% nos países desenvolvidos
  3. 3. TAXA DE MORTALIDADE MATERNA EM PAÍSES DA AMÉRICA LATINA E CARIBE País Total de mortes para cada Mortalidade materna 100 mil nascidos vivos ● Morte materna: aquele que decorre da gravidez ou parto ocorrido até 42 dias depois Haiti 680 Bolívia 420 Brasil 260 Colômbia 130 Equador 130 Venezuela 96 México 83 Chile 31 Argentina 82 Uruguai 27 Cuba 33 Fonte: OMS/UNICEF/FNUAP, 2004 CLASSIFICAÇÃO DE MORTE MATERNA PARA A OMS Aceitável Até 20 / 100 mil ● Concentradas nos países subdesenvolvidos nascidos vivos – 90% dos casos nos países africanos e asiáticos – 10% na América Latina – Menos de 1% nos países desenvolvidos Médio De 20 a 40 / 100 mil nascidos vivos Alto De 50 a 149 / 100 mil nascidos vivos Muito alto Acima de 150 / 100 mil nascidos vivos
  4. 4. Educação ● Analfabetismo → tradicional e funcional ● 930 mi no mundo (14% da população mundial)
  5. 5. Educação ● Analfabetismo → tradicional e funcional ● 930 mi no mundo (14% da população mundial) No Brasil (PNAD 2013) ● Analfabetos (mais de 15 anos): 8,3% dos brasileiros ● Analfabetos funcionais: 17,8% dos brasileiros ● Perfil: mulheres / mais de 60 anos ● Queda na taxa de analfabetismo em todas as regiões
  6. 6. IDE (Índice de Desenvolvimento de Educação para Todos) Índice criado pela UNESCO para mensurar a situação sobre a educação em diferentes locais Metas ● Educação infantil ● Alfabetização de adultos ● Igualdade entre os gêneros ● Qualidade da educação Varia de 0 a 1 ● Muito baixo: até 0,8 ● Médio: 0,8 a 0,94 ● Alto: acima de 0,95
  7. 7. IDE (Índice de Desenvolvimento de DISTRIBUIÇÃO DE PAÍSES POR VALOR DE IDE E Educação para Todos) Índice criado pela UNESCO para mensurar a situação sobre a educação em diferentes locais Metas ● Educação infantil ● Alfabetização de adultos ● Igualdade entre os gêneros ● Qualidade da educação Varia de 0 a 1 ● Muito baixo: até 0,8 ● Médio: 0,8 a 0,94 ● Alto: acima de 0,95 POR REGIÃO Região Número de países Abaixo de 0,8 Entre 0,8 e 0,94 0,95 e mais África Subsaariana 16 7 1 Estados Árabes 5 10 1 América Latina/Caribe 1 20 5 América do Norte/Oeste da Europa - 1 15 Europa Central e Leste Europeu - 1 16 Fonte: Relatório de Monitoramento Global de Educação para Todos – UNESCO – 2006
  8. 8. A educação no Brasil ● Educação básica (infantil, fundamental e médio) ● Educação superior DISTRIBUIÇÃO DOS ALUNOS POR TIPO DE EDUCAÇÃO Nível de ensino Total de alunos Educação infantil 7.016.095 Ensino fundamental 33.282.663 Ensino médio 14.523.111 Ensino superior 1.120.178 Fonte: MEC/Inep, 2006

×