Aula 2 3º cga

664 visualizações

Publicada em

Aula energia nuclear

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Aula 2 3º cga

  1. 1. Por que a energia nuclear se torna importante no mundo?
  2. 2. Por que a energia nuclear se torna importante no mundo? Para responder essa pergunta, é preciso pensar no petróleo: ● Pós-guerra: petróleo se torna a principal fonte energética mundial;
  3. 3. Por que a energia nuclear se torna importante no mundo? Para responder essa pergunta, é preciso pensar no petróleo: ● Pós-guerra: petróleo se torna a principal fonte energética mundial; ● Aumento da importância do petróleo → aumento da produção no Oriente Médio (Arábia Saudita, Irã, Iraque, Síria);
  4. 4. Por que a energia nuclear se torna importante no mundo? Para responder essa pergunta, é preciso pensar no petróleo: ● Pós-guerra: petróleo se torna a principal fonte energética mundial; ● Aumento da importância do petróleo → aumento da produção no Oriente Médio (Arábia Saudita, Irã, Iraque, Síria); ● A produção de petróleo no Oriente Médio era controlada pelas “sete irmãs”;
  5. 5. Por que a energia nuclear se torna importante no mundo? Para responder essa pergunta, é preciso pensar no petróleo: ● Pós-guerra: petróleo se torna a principal fonte energética mundial; ● Aumento da importância do petróleo → aumento da produção no Oriente Médio (Arábia Saudita, Irã, Iraque, Síria); ● A produção de petróleo no Oriente Médio era controlada pelas “sete irmãs”; ● 1960: criação da OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), que passa a centralizar o comércio mundial de petróleo, controlando seus preços.
  6. 6. Por que a energia nuclear se torna importante no mundo? Para responder essa pergunta, é preciso pensar no petróleo: ● Pós-guerra: petróleo se torna a principal fonte energética mundial; ● Aumento da importância do petróleo → aumento da produção no Oriente Médio (Arábia Saudita, Irã, Iraque, Síria); ● A produção de petróleo no Oriente Médio era controlada pelas “sete irmãs”; ● 1960: criação da OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), que passa a centralizar o comércio mundial de petróleo, controlando seus preços.
  7. 7. Por que a energia nuclear se torna importante no mundo? ● 06 de outubro de 1973: era dia de Yom Kippur (dia do perdão) e Israel foi atacado por Síria e Egito. Com o apoio de EUA e de países europeus, Israel agiu rapidamente e garantiu a manutenção dos territórios conquistados em 1967 (Guerra dos Seis Dias); Fonte do mapa: http://cinemahistoriaeducacao.files.wordpress.com/2011/03/mapa-de-israel.jpg
  8. 8. Por que a energia nuclear se torna importante no mundo? ● 06 de outubro de 1973: era dia de Yom Kippur (dia do perdão) e Israel foi atacado por Síria e Egito. Com o apoio de EUA e de países europeus, Israel agiu rapidamente e garantiu a manutenção dos territórios conquistados em 1967 (Guerra dos Seis Dias); ● Como represália, a OPEP aumentou drasticamente o preço do petróleo, que passou de US$2,90 em outubro de 1973 para US$11,65 em janeiro de 1974; Fonte do mapa: http://cinemahistoriaeducacao.files.wordpress.com/2011/03/mapa-de-israel.jpg 1ª Crise do Petróleo (1973)
  9. 9. Por que a energia nuclear se torna importante no mundo? ● 06 de outubro de 1973: era dia de Yom Kippur (dia do perdão) e Israel foi atacado por Síria e Egito. Com o apoio de EUA e de países europeus, Israel agiu rapidamente e garantiu a manutenção dos territórios conquistados em 1967 (Guerra dos Seis Dias); ● Como represália, a OPEP aumentou drasticamente o preço do petróleo, que passou de US$2,90 em outubro de 1973 para US$11,65 em janeiro de 1974; ● Consequência imediata: busca de novas regiões produtoras de petróleo, cujo número salta na 1ª metade da década de 1980. Fonte do mapa: http://cinemahistoriaeducacao.files.wordpress.com/2011/03/mapa-de-israel.jpg 1º Choque do Petróleo (1973)
  10. 10. Por que a energia nuclear se torna importante no mundo? ● Em 1979, tem início a Revolução Islâmica no Irã, de cunho moralista, religioso e contrário ao ocidente. Nesse processo, o Xá Reza Pahlevi, aliado dos EUA, é deposto. Sobe ao poder o aiatolá Khomeini, que corta a venda e a distribuição do petróleo, cujos valores se aproximam dos US$30,00; Fonte da fotografia: http://historiativanet.wordpress.com /2010/10/10/revolucao-iraniana- 1979/
  11. 11. Por que a energia nuclear se torna importante no mundo? ● Em 1979, tem início a Revolução Islâmica no Irã, de cunho moralista, religioso e contrário ao ocidente. Nesse processo, o Xá Reza Pahlevi, aliado dos EUA, é deposto. Sobe ao poder o aiatolá Khomeini, que corta a venda e a distribuição do petróleo, cujos valores se aproximam dos US$30,00; ● Seus impactos avançaram sobre a década de 1980 (crise econômica, inflação) e sua consequência geral foi a busca de novas fontes de energia em alguns setores produtivos (hidrelétrica, nuclear). Fonte da fotografia: http://historiativanet.wordpress.com /2010/10/10/revolucao-iraniana- 1979/ 2º Choque do Petróleo (1979)
  12. 12. Por que a energia nuclear se torna importante no mundo? ● Em 1979, tem início a Revolução Islâmica no Irã, de cunho moralista, religioso e contrário ao ocidente. Nesse processo, o Xá Reza Pahlevi, aliado dos EUA, é deposto. Sobe ao poder o aiatolá Khomeini, que corta a venda e a distribuição do petróleo, cujos valores se aproximam dos US$30,00; ● Seus impactos avançaram sobre a década de 1980 (crise econômica, inflação) e sua consequência geral foi a busca de novas fontes de energia em alguns setores produtivos (hidrelétrica, nuclear). Fonte da fotografia: http://historiativanet.wordpress.com /2010/10/10/revolucao-iraniana- 1979/ 2º Choque do Petróleo (1979)
  13. 13. Por que a energia nuclear se torna importante no mundo? Forte dependência energética do petróleo Dependência econômica e política da OPEP Necessidade de diminuir a dependência energética do petróleo Década de 1980: investimento em uma série de novas fontes energéticas, incluindo a energia nuclear. Situação dos países centrais no final da década de 1970
  14. 14. Energia nuclear Fissão do núcleo do átomo Aquece a água → vapor Movimenta as turbinas → eletricidade Trata-se de uma forma de aquecer água via fissão do átomo. A água, transformada em vapor, movimenta uma turbina, produzindo eletricidade.
  15. 15. Energia nuclear Prós ● Não depende do mercado de combustíveis fósseis
  16. 16. Energia nuclear Prós ● Não depende do mercado de combustíveis fósseis ● Menos poluente do que outras fontes de energia – Processo sem queima → não libera gases do efeito estufa ou demais poluentes – Seus dejetos são postos em local seguro, não sendo lançados em rios ou mares
  17. 17. Energia nuclear Prós ● Não depende do mercado de combustíveis fósseis ● Menos poluente do que outras fontes de energia – Processo sem queima → não libera gases do efeito estufa ou demais poluentes – Seus dejetos são postos em local seguro, não sendo lançados em rios ou mares ● Consome pouco espaço físico ● As usinas podem ser instaladas próximas aos grandes centros consumidores → evita ou diminui os custos com transmissão
  18. 18. Energia nuclear Prós ● Não depende do mercado de combustíveis fósseis ● Menos poluente do que outras fontes de energia – Processo sem queima → não libera gases do efeito estufa ou demais poluentes – Seus dejetos são postos em local seguro, não sendo lançados em rios ou mares ● Consome pouco espaço físico ● As usinas podem ser instaladas próximas aos grandes centros consumidores → evita ou diminui os custos com transmissão. Contras ● Altos custos para construir usinas, enriquecer urânio, depositar lixo atômico e demolir reatores velhos
  19. 19. Energia nuclear Prós ● Não depende do mercado de combustíveis fósseis ● Menos poluente do que outras fontes de energia – Processo sem queima → não libera gases do efeito estufa ou demais poluentes – Seus dejetos são postos em local seguro, não sendo lançados em rios ou mares ● Consome pouco espaço físico ● As usinas podem ser instaladas próximas aos grandes centros consumidores → evita ou diminui os custos com transmissão. Contras ● Altos custos para construir usinas, enriquecer urânio, depositar lixo atômico e demolir reatores velhos ● A cadeia produtiva da energia nuclear produz CO2 (transporte,construção de reatores e usinas, enriquecimento de urânio)
  20. 20. Energia nuclear Prós ● Não depende do mercado de combustíveis fósseis ● Menos poluente do que outras fontes de energia – Processo sem queima → não libera gases do efeito estufa ou demais poluentes – Seus dejetos são postos em local seguro, não sendo lançados em rios ou mares ● Consome pouco espaço físico ● As usinas podem ser instaladas próximas aos grandes centros consumidores → evita ou diminui os custos com transmissão. Contras ● Altos custos para construir usinas, enriquecer urânio, depositar lixo atômico e demolir reatores velhos ● A cadeia produtiva da energia nuclear produz CO2 (transporte,construção de reatores e usinas, enriquecimento de urânio) ● Os dejetos da fissão nuclear devem ser blindados e depositados em lugares isolados até o término da radiação, o que pode levar mais de 300 anos ● O risco de acidente sempre existe.
  21. 21. O acidente de Fukushima (2011)
  22. 22. O acidente de Fukushima (2011) Terremoto de 9º na Escala Richter http://www.bbc.com/news/world-asia-pacific-12748215
  23. 23. O acidente de Fukushima (2011) Terremoto de 9º na Escala Richter As usinas nucleares no Japão foram construídas para suportar um maremoto de até 6º http://www.bbc.com/news/world-asia-pacific-12748215
  24. 24. Impactos do acidente no Japão ● Após o acidente: interrupção de todos os reatores nucleares no Japão → uso de combustíveis fósseis ● Mais de 160 mil pessoas evacuadas num raio de 20km de Fukushima
  25. 25. Impactos do acidente no Japão ● Após o acidente: interrupção de todos os reatores nucleares no Japão → uso de combustíveis fósseis ● Mais de 160 mil pessoas evacuadas num raio de 20km de Fukushima ● Plano atual: retomar investimentos em energia nuclear (Shinzo Abe)
  26. 26. Impactos do acidente no Japão ● Após o acidente: interrupção de todos os reatores nucleares no Japão → uso de combustíveis fósseis ● Mais de 160 mil pessoas evacuadas num raio de 20km de Fukushima ● Plano atual: retomar investimentos em energia nuclear (Shinzo Abe) ● Opinião pública e população contrárias à energia nuclear
  27. 27. Impactos do acidente no mundo ● Redução do apoio à energia nuclear
  28. 28. Impactos do acidente no mundo ● Redução do apoio à energia nuclear ● Aprimoramento dos procedimentos de segurança em usinas nucleares ao redor do globo – mais de 50% das usinas nucleares europeias reviram suas práticas e investiram mais em segurança
  29. 29. Impactos do acidente no mundo ● Redução do apoio à energia nuclear ● Aprimoramento dos procedimentos de segurança em usinas nucleares ao redor do globo – mais de 50% das usinas nucleares europeias reviram suas práticas e investiram mais em segurança ● Alteração de regulamentações nacionais, que ficaram mais rígidas (Reino Unido, Coreia do Sul, França, etc.) – Uso de testes mais rigorosos para reavaliar as margens de segurança e os procedimentos de emergência
  30. 30. Impactos do acidente no mundo ● Redução do apoio à energia nuclear ● Aprimoramento dos procedimentos de segurança em usinas nucleares ao redor do globo – mais de 50% das usinas nucleares europeias reviram suas práticas e investiram mais em segurança ● Alteração de regulamentações nacionais, que ficaram mais rígidas (Reino Unido, Coreia do Sul, França, etc.) – Uso de testes mais rigorosos para reavaliar as margens de segurança e os procedimentos de emergência ● Abandono da energia nuclear pela Alemanhã até 2022 → aumento da eficiência energética, combustíveis fósseis e fontes renováveis
  31. 31. Energia nuclear no Brasil ● Angra I (1985) e Angra II (2001)
  32. 32. Energia nuclear no Brasil ● Angra I (1985) e Angra II (2001) ● Maiores ameaças: chuvas e deslizamentos de terra
  33. 33. Energia nuclear no Brasil ● Angra I (1985) e Angra II (2001) ● Maiores ameaças: chuvas e deslizamentos de terra
  34. 34. Energia nuclear no Brasil ● Angra I (1985) e Angra II (2001) ● Maiores ameaças: chuvas e deslizamentos de terra ● “Plano de Resposta à Fukushima”: – Redimensionamento das margens de segurança: inundações, desmoronamentos, incêndios, ondas e furacões – Remodelações de plantas, aprimoramento dos sistemas de resfriamento da usina
  35. 35. Energia nuclear no Brasil ● Angra I (1985) e Angra II (2001) ● Maiores ameaças: chuvas e deslizamentos de terra ● “Plano de Resposta à Fukushima”: – Redimensionamento das margens de segurança: inundações, desmoronamentos, incêndios, ondas e furacões – Remodelações de plantas, aprimoramento dos sistemas de resfriamento da usina ● Críticas ao Plano – As evacuações estão restritas a um raio de 5km da usina, não contemplando uma boa parte da população – No caso de um acidente causado por desmoronamento de terra, as rodovias que seriam usadas para a fuga ficariam obstruídas – Falta de treinamento da população civil para situações emergênciais

×