Porífero ( porus = poro + ferre = possuir)                                               Filo PoriferaRepresentado pelas e...
Filo PoriferaEspongiocele    Coanócitos – camada frouxa de células justapostas, flageladas com colarinho contrátil. Função...
VIGAMENTOS ou RETÍCULOSFormação das Espículas - mesenquimática                                                            ...
Fecundação interna            Fonte: PURVES, et al, 2004ClassificaçãoFilo PORIFERA         Classe Calcarea (Calcispongiae)...
Filo Cnidaria2. Organismos DIBLÁSTICOS – com 2 camadas de tecidos verdadeiros: EPIDERME e GATRODERME;3. CNIDÓCITOS contend...
CÉLULAS SENTIVAS                                                             Filo CnidariaCÉLULAS NERVOSAS - Mecanismo Sen...
7
CLASSE SCYPHOZOA E CUBOZOA                      (Scyphos – taça; zoon – animal, Cubo – taça; zoon – animal gr.)           ...
DISCO ORAL                               DISCO PEDAL                               BOCA e TENTÁCULOS CILIADOS             ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Filo Porifera

1.523 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.523
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
35
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Filo Porifera

  1. 1. Porífero ( porus = poro + ferre = possuir) Filo PoriferaRepresentado pelas esponjas, que aparecem do Ártico aos trópicos;Vivem desde a linha da maré baixa até 5.500 mSão marinha e dulcícolas ( 2 Famílias );2. CARACTERÍSTICAS GERAIS 1. Simetria Radial ou Ausente; Multicelulares; Mesênquima intercalado; 2. Corpo com poros e câmaras (Canais); 3. Sem TECIDOS VERDADEIROS ou SISTEMAS ÓRGÃOS; 4. Células com grau de INDEPENDÊNCIA sem coordenação por sistema Nervoso 5. Digestão Intracelular; 6. Esqueleto interno formado de ESPÍCULAS CRITALINAS e/ou FIBRAS ORGÂNICAS; 7. Reprodução Sexuada e Assexuada; 7 8 8. Larva ciliada livre natante; 9. Alimentação: Zôo e fitoplâncton e matéria orgânica; 3. ESTRUTURA DE UMA ESPONJA 1Corpo 3Forma do corpo – tubular, arredondadas, achatadas, ramificadas;Células finas e achatadas – PINACODERME (1); 1 2Células flageladas com colarinho – COANÓCITOS(2);Substância gelatinosa não viva – MESÊNQUIMA (3); 9 6 5Células livres com diversas funções AMEBÓCITOS (4), 4ESPÍCULAS(5);Cavidade central – ESPONGIOCELO(6);Abertura exalante na parte superior – ÓSCULO(7);Paredes perfuradas por POROS(8); (Óstios)Formados células tubulares (PORÓCITOS(9)); Fonte: http://www.ucmp.berkeley.edu/porifera/images/triacts.jpg 1
  2. 2. Filo PoriferaEspongiocele Coanócitos – camada frouxa de células justapostas, flageladas com colarinho contrátil. Função: captura e transferência do alimento para amebócitos, fluxo de água; Cel. epiteliais gástricas – finas, digestão; 5. SISTEMAS DE CANAISAscon –paredes finas,poros quedesembocam naespongiocelerevestida porcoanócitos, umúnico ósculo; ApópilasSycon – Possui1 ósculo, paredeespessa,dobradaformando canaishorizontais Prosópilacurtos de dois stipos:Canais aferentesCanais radiaisAPÓPILASPROSÓPILASLeucon – Canais complexamente ramificadosCoanócitos restritos a CÂMARAS FALGELADAS Escleroproteína,Mesenquima denso e espesso; contendo (S), insolúvel, quimicamente inerte6. SUSTENTAÇÃO DO CORPO e resistente a ação enzimáticaQuanto à forma e ao tipo as Espículas podem ser: Fonte: STORE, et al, 2000 & Purves, et al 2004 Monoaxônica – reta, longa ou curta Triaxônica – form de Y - espongiocele e paredes. • ESPÍCULAS calcárias (CaCO3) • ESPÍCULAS Silicosas (H2Si3O7) • FIBRAS Orgânica (Fibras de Espongina) 2
  3. 3. VIGAMENTOS ou RETÍCULOSFormação das Espículas - mesenquimática Filo PoriferaEscleroblastos – Espículas calcárias e silicosasEspongioblastos – Fibras de espongina Fonte: STORE, et al, 2000 & Purves, et al 2004Tipos celulares envolvidosCÉLULA FUNDADORA - comprimentoCÉLULA ESOESSORA – deposição de cálcio/ silício H2O e O2, Gametas H2O H2O H2O H2O 7. Fisiologia das Esponjas H2O, Gametas, Fluxo constante de água: coanócitos; Larvas, Resíduos H2O Remoção das excretas – corrente exalante; H2O Ósculo acima do nível do corpo;8. ReproduçãoAssexuada - Brotamento  Brotos Externos – agregados de coanócitos - (DEMOSPONGIAE e HEXACTINELLIDA)  Brotos Internos: ou gêmulas – arqueócitos - mesênquima, -revestimento de resistente - condições desfavoráveis -condições ideais - massa de células - esponja; Esponjas marinhas o revestimento é ausente e a massa dá origem a um larva livre-natante – parenquímula;  Regeneração  SexuadaDióicasMonóicas (Hermafroditas)Sem gônadas verdadeirasÓvulos e espermatozóides (natante) – Coanócitos ou ArqueócitosEspematogênese – Cisto espermáticosOogênese – Câmaras flageladas (diferenciação) e posteriormente no mesênquima (nutrição) 3
  4. 4. Fecundação interna Fonte: PURVES, et al, 2004ClassificaçãoFilo PORIFERA Classe Calcarea (Calcispongiae) Classe Hexactinellida ( Hyalospongiae) Classe Demospongiae Classe Scleropongiae Desmapsamma anchorata Mycale angulosa Filo CnidariaCnidário (Kinde = urtiga gr.)Primeiros METAZÓARIO;Aquáticos e quase todos marinhos;Solitários ou coloniais de 2 tipos, - ciclo de vida PÓLIPO & MEDUSAInclui 3 CLASSES: HYDROZOA, SYPHOZOA e ANTHOZOA; Fonte: PURVES, et al, 2004CARACTERÍSTICAS GERAIS1. Simetria radial ou birradial ao redor do eixo oral-aboral; 4
  5. 5. Filo Cnidaria2. Organismos DIBLÁSTICOS – com 2 camadas de tecidos verdadeiros: EPIDERME e GATRODERME;3. CNIDÓCITOS contendo NEMATÓCITOS;4. ESQUELETO calcário, córneo ou ausente;5. FIBRILAS MUSCULARES nos epitélios;6. BOCA, cercada por TENTÁCULOS e ligada a CAVIDADE DIGESTIVA;7. Rede difusa de CÉLULAS NERVOSAS ;8. MANCHAS OCELARES e ESTATÓCITOS;9. Reprodução ASSEXUADA: e SEXUADA;10. MONÓICA ou DIÓICAS; LARVA CILIADA (Plânula); CLASSE HYDROZOA ( HIDRÓIDES)Forma predominante: PÓLIPOHidra – corpo tubular cilíndrico, fixa, DISCO BASAL ‘”pé”BOCA – que abre no HIPOSTÔMIO até cavidadeGASTROVASCULAR;1. ESTRUTURAS CELULARES, TECIDOS E FUNÇÕESEPIDERME – fina, células cúbicas – protetora e sensitiva;GASTRODERME – espessa, células altas – digestão;MESOGLÉIA – acelular, não vivo, lamela de apoio estático;Tipos celulares dos tecidos:CÉLULA EPITÉLIO-MUSCULARCÉLULAS EPITÉLIO-DIGESTIVACÉLULAS GLANDULARES –CÉLULAS INTERSTICIAIS –CÉLULAS CNIDOCÍTICAS – células com aparelho urticanteNEMATÓCITO, formado por uma cápsula, tubo filiforme ecnidocílio; AÇÃO EFETORA Estímulos mecânicos; Subst. presentes em pequenos crustáceos, vermes e larvas, dissolvidos na água; Eversão causada pelo aumento da pressão osmótica dentro da cápsula; Descarregados, dirigem-se ao intestino e são digeridos; 5
  6. 6. CÉLULAS SENTIVAS Filo CnidariaCÉLULAS NERVOSAS - Mecanismo Sensitivo-neuromotor: Cel. sensitivas Cel nervosas Fibrilas contráteis do epitélio muscularEstímulo Recebido Transmitido Provoca reação3. Alimentação, Excreção e RespiraçãoOs tentáculos – Nematócitos- paralisam a presa -Boca - cavidade gastovascualr - secreções - célulasglandulares - contrações do corpo – flagelos – alimento - enzimas digestivas - Absorção - gatroderme -Digestão intracelular;Resíduos saem pela boca - anus;O2, CO2 , resíduos metabólicos transitam por difusão através da epiderme;4. REPRODUÇÃO ASSEXUADA  BROTAMENTO  REGENERAÇÃO – polaridade original5. REPRODUÇÃO SEXUADADióicaGônadas temporárias – cél.epidermicas; Hidrozoários solitários Fonte: STORE, et al, 2000 & Purves, et al 2004HIDROZOÁRIOS COLONIAIS Fonte: PURVES, et al, 2004 6
  7. 7. 7
  8. 8. CLASSE SCYPHOZOA E CUBOZOA (Scyphos – taça; zoon – animal, Cubo – taça; zoon – animal gr.) Fonte: STORE, et al, 2000 & Purves, et al 2004Medusas, cifomedusas, caravelasPredadores de peixe e invertebrados;Forma predominante: MEDUSAManúbrio com 4 braços orais – nematócitos;Presença de Canais radiais e anelar;Manchas ocelares;Corpo em forma de SINO CÚBICOTentáculos nos vértices do corpo;Substãncia tóxicas poderosas; - ChironexfleckiReprodução sexuada e assexuada -CLASSE ANTHOZOA(Antho – flor; zoon – animal gr.) Fonte: PURVES, et al, 2004Anêmonas-do-mar e coraisForma predominante: PÓLIPO, medusa –ausente;Fixas ou mover-se lentamente;Alimentam-se de peixes, crustáceos emoluscos;Tendência a simetrial birradial 8
  9. 9. DISCO ORAL DISCO PEDAL BOCA e TENTÁCULOS CILIADOS Divido em 6 compartimentos por SEPTOS COMPELTOS - Faringe COLUNA (Corpo) SEPTOS INCOMPLETOS – Acônicas e filamentos septais; EPIDERME externa espessa GATRODERME SIFONOGLIFE – trocas gasosas; Fonte: STORE, et al, 2000 & Purves, et al 2004SIMBIOSE – AlgasReprodução sexuada e AssexuadaFissão longitudinal ou transversalLaceração PedalOrdem MadreporariaSão pólipos coloniaisForma de anêmonaProduzem um esqueleto de CaCO3Forma os recifes de corais; Filo CtenophoraAnimais marinhos natantes;Corpo gelatinoso transparente;8 série de PALCAS CILIADAS – penteSimetria birradial;Tentáculos com células adesivas –COLOBASTOS;Estátocitos;EPIDERME;MESENQUIMA – Cel. musculares;GASTRODERME;MONOFÓRMICOS;Hermafroditas;Reprodução sexuada – Larva CIDIPÌDIO; Fonte: PURVES, et al, 2004 9

×