SlideShare uma empresa Scribd logo

Matemática – geometria triângulos 01 – 2013 – ifba

1 de 6
Baixar para ler offline
MATEMÁTICA – GEOMETRIA_TRIÂNGULOS 01 – 2013 – IFBA
01. Diga se existe ou não (e justifique sua resposta) um triângulo com lados medindo:
a)
b)
c)
d)
e)
f)

5 cm, 7 cm e 3 cm.
3 cm, 2 cm e 7 cm.
3 cm, 3 cm e 2 cm.
5 cm, 5 cm e 10 cm.
4 cm, 4 cm e 4 cm.
1 cm, 2 cm e 3 cm.

02.
03.

Um triângulo é isósceles e dois lados medem 4 cm e 6 cm. Que medidas pode ter o terceiro lado?
Os lados de um triângulo medem em centímetros: 5, 3 e x. Quais valores x pode assumir para que
o triângulo exista?
04.
Os lados de um triângulo têm medidas, em centímetros, expressas por números inteiros. Se dois
lados medem 4 cm e 9 cm, que medidas pode ter o terceiro lado?
05.
Em uma região plana deseja-se construir uma estrada retilínea ligando o km 32 da BR-1 com o km
55 da BR-2, como mostra a ilustração:
Sabendo que essa ligação terá um número inteiro de
quilômetros, quais as medidas, mínima e máxima, que ela
poderá ter?

06. Qual é o perímetro de um triângulo eqüilátero de lado medindo 15 cm?
07. Um triângulo isósceles tem o lado diferente medindo 12 cm. Calcule a medida dos outros dois lados,
sabendo que o seu perímetro é de 40 cm.
08. O semiperímetro de um triângulo é 25 cm. Dois lados medem, respectivamente, 14,8 cm e 19,2 cm.
Quanto mede o terceiro lado?
09. O triângulo ABC é isósceles de base BC . Sabendo que AB = 2x – 7 e AC = x + 5, determine x.
10. O triângulo ABC é eqüilátero. Sabendo que AB = 15 – y, BC = 2x - 7 e AC = 9, determine x e y.
11. Determine os lados do triângulo da figura sabendo que ele tem
60 cm de perímetro.

12. Dois ângulos de um triângulo medem 81° e 28°. Qual a medida do terceiro ângulo?
13. No triângulo ABC abaixo, determine as 14. Determine o valor de x
medidas de a, b e c.

MATEMÁTICA – GEOMETRIA_TRIÂNGULOS 01 – 2013 - IFBA

Página 1
15.Determine as medidas x, y e z
16. Determine os ângulos do triângulo ABC, nos casos:

ˆ ˆ
ˆ ˆ
a) B  A - 10° e C  A - 50°
ˆ
ˆ ˆ
ˆ
b) B  2 A e C  A + 20°

ˆ ˆ
ˆ
ˆ B e C  2A  B
ˆ
c) A 
2
2

17. Calcule as medidas indicadas:

18. Determine as incógnitas nos casos:

19. Em cada caso é dado um ângulo agudo de um triângulo retângulo. Determine a medida do
outro ângulo agudo.
a) 35°
b) 41°
c) 59°
20. Analisando os resultados do exercício anterior, o que podemos concluir em relação às
medidas dos ângulos agudos de um triângulo retângulo?
ˆ
ˆ
21. Se AS é bissetriz do triângulo ABC determine A e B nos casos:
a)
A
b)

MATEMÁTICA – GEOMETRIA_TRIÂNGULOS 01 – 2013 - IFBA

Página 2
22. Sabendo que cada ângulo da base de um triângulo isósceles mede o quádruplo do ângulo
do vértice, determine os ângulos desse triângulo.
23. As retas r e s são paralelas. Determine as incógnitas.

24. Determine os ângulos de um triângulo isósceles sabendo que cada ângulo da base excede o ângulo
do vértice em 60°

RELEMBRANDO...

25. O valor de x no triângulo retângulo abaixo é:
A

a)
b)
c)
d)

10.
12.
15.
18.



x
9
B

MATEMÁTICA – GEOMETRIA_TRIÂNGULOS 01 – 2013 - IFBA



25

C
Página 3
26. Aplicando as relações métricas nos triângulos retângulos abaixo, determine o valor da incógnita:
a)
b)




c

6
n

12

c)

3

9

d)




b

c

2 6 y

h
2

3
x

4
a

27. Considere a figura ao lado e determine:
a) a medida do lado m
b) a medida do lado n
c) a medida do lado p
d) o perímetro do trapézio ABCD

28.

29. Encontre o valor de y em cada relação:

30. A soma dos números correspondentes às medidas a, b, c e h no

MATEMÁTICA – GEOMETRIA_TRIÂNGULOS 01 – 2013 - IFBA

Página 4
triângulo da figura abaixo formam uma senha que abre o cofre do
senhor Adamastor.

Qual a senha que abre o cofre do Adamastor?
a) 124
b) 134
c) 174
d) 144

e) n.d.a

31. Utilizando o Teorema de Pitágoras, determine o valor de x nos triângulos retângulos:
4x

a)

b)

6





x

3x

3 5

20

c)

d)
x+1

3 2

x

7


a)
b)
c)
d)
e)



x

x

32. A figura mostra um edifício que tem 15 m de altura, com uma escada colocada a 8 m de sua base
ligada ao topo do edifício. O comprimento dessa escada é de:
12 m.
30 m.
15 m.
15
17 m.
m
20 m.
8



m
33. Os catetos de um triângulo retângulo medem 24 e 18 cm. Nessas condições determine:
a) a medida "a" da hipotenusa
b) a medida "h" da altura relativa à hipotenusa.
c) as medidas "m" e "n" das projeções dos catetos sobre a hipotenusa.
34. As medidas dos catetos de um triângulo retângulo são, respectivamente, 30 cm e 40 cm. A altura
relativa à hipotenusa mede:
a) 24 cm

b) 20 cm

c) 31 cm

d) 23 cm

e) 25 cm

35. As projeções dos catetos de um triângulo retângulo sobre a hipotenusa medem 9 dm e 16 dm.
Neste caso os catetos medem:

MATEMÁTICA – GEOMETRIA_TRIÂNGULOS 01 – 2013 - IFBA

Página 5
a) 15 e 20

b) 10 e 12

c) 3 e 4

d) 8 e 6

36. Escreva todas as relações métricas que você pode formar com as medidas indicadas no triângulo
retângulo da figura seguinte.

37. No triângulo da figura a seguir, o valor de x é:
a) 6

b) 7

c) 8
d) 9

e) 10

38. Sendo AH a altura do triângulo ABC, 39. No triângulo ABC, AS é bissetriz interna de
calcule x e y.
Â. Calcule x.

40. No triângulo ABC, AM é bissetriz de Â. 41. A medida da base de um triângulo
isósceles é 8 cm. Determine as medidas dos
Calcule x, y e z.
lados congruentes, sabendo que o perímetro é
20 cm.
42. Se os lados de um  ABC isósceles são
AB = 4,2 cm, AC = 4,2 cm e AB = 67 mm,
calcule o seu perímetro.

MATEMÁTICA – GEOMETRIA_TRIÂNGULOS 01 – 2013 - IFBA

Página 6

Recomendados

Mat utfrs 21. quadrilateros exercicios
Mat utfrs 21. quadrilateros exerciciosMat utfrs 21. quadrilateros exercicios
Mat utfrs 21. quadrilateros exerciciostrigono_metria
 
Geometria Plana - Exercícios
Geometria Plana - ExercíciosGeometria Plana - Exercícios
Geometria Plana - ExercíciosEverton Moraes
 
9ano teorema de pitagoras
9ano teorema de pitagoras9ano teorema de pitagoras
9ano teorema de pitagorasJaian Tales
 
Lista de exercícios teorema de tales e semelhança de triangulos
Lista de exercícios teorema de tales e semelhança de triangulosLista de exercícios teorema de tales e semelhança de triangulos
Lista de exercícios teorema de tales e semelhança de triangulosPablo Nunes
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

2ª lista de exerc(monomios e polinômios) 8º ano ilton bruno
2ª lista de exerc(monomios e polinômios) 8º ano   ilton bruno2ª lista de exerc(monomios e polinômios) 8º ano   ilton bruno
2ª lista de exerc(monomios e polinômios) 8º ano ilton brunoIlton Bruno
 
Trigonometria no Triângulo Retângulo 2011
Trigonometria no Triângulo Retângulo 2011Trigonometria no Triângulo Retângulo 2011
Trigonometria no Triângulo Retângulo 2011tioheraclito
 
Lista de relações métricas no triangulo retângulo
Lista de  relações métricas no triangulo retânguloLista de  relações métricas no triangulo retângulo
Lista de relações métricas no triangulo retânguloRosana Santos Quirino
 
Relações Métricas no Triângulo Retângulo - Teorema de Pitágoras)
Relações Métricas no Triângulo Retângulo - Teorema de Pitágoras)Relações Métricas no Triângulo Retângulo - Teorema de Pitágoras)
Relações Métricas no Triângulo Retângulo - Teorema de Pitágoras)Robson S
 
Lista de Exercícios – Relações Métricas no Triângulo Retângulo e na Circunfe...
Lista de Exercícios  – Relações Métricas no Triângulo Retângulo e na Circunfe...Lista de Exercícios  – Relações Métricas no Triângulo Retângulo e na Circunfe...
Lista de Exercícios – Relações Métricas no Triângulo Retângulo e na Circunfe...Everton Moraes
 
Lista 1 exercícios de ângulos inscritos
Lista 1   exercícios de ângulos inscritosLista 1   exercícios de ângulos inscritos
Lista 1 exercícios de ângulos inscritosAriosvaldo Carvalho
 
Lei dos-senos-e-lei-dos-cossenos-aula-07
Lei dos-senos-e-lei-dos-cossenos-aula-07Lei dos-senos-e-lei-dos-cossenos-aula-07
Lei dos-senos-e-lei-dos-cossenos-aula-07André Luís Nogueira
 
Questões média mediana e moda
Questões média mediana e modaQuestões média mediana e moda
Questões média mediana e modaKeyla Christianne
 
Exercicios de-semlhanca-e-teorema-de-tales
Exercicios de-semlhanca-e-teorema-de-talesExercicios de-semlhanca-e-teorema-de-tales
Exercicios de-semlhanca-e-teorema-de-talescleicia
 
Mat exercicios gabarito semelhança de triângulos e teorema de tales
Mat exercicios gabarito semelhança de triângulos e teorema de talesMat exercicios gabarito semelhança de triângulos e teorema de tales
Mat exercicios gabarito semelhança de triângulos e teorema de talestrigono_metrico
 
8 ano - Exercícios - Ângulos
8 ano - Exercícios - Ângulos8 ano - Exercícios - Ângulos
8 ano - Exercícios - ÂngulosAndréia Rodrigues
 
Relacoes metricas no triangulo retangulo 9 ano
Relacoes metricas no triangulo retangulo 9 anoRelacoes metricas no triangulo retangulo 9 ano
Relacoes metricas no triangulo retangulo 9 anoDiogo Satiro
 
MATEMÁTICA FUNDAMENTAL - TEOREMA DE PITÁGORAS
MATEMÁTICA FUNDAMENTAL - TEOREMA DE PITÁGORASMATEMÁTICA FUNDAMENTAL - TEOREMA DE PITÁGORAS
MATEMÁTICA FUNDAMENTAL - TEOREMA DE PITÁGORASAlexander Mayer
 
Física 1º ano prof. pedro ivo - (movimento retilíneo uniforme )
Física 1º ano   prof. pedro ivo - (movimento retilíneo uniforme )Física 1º ano   prof. pedro ivo - (movimento retilíneo uniforme )
Física 1º ano prof. pedro ivo - (movimento retilíneo uniforme )Pedro Ivo Andrade Sousa
 
2º lista de exercícios 3º ano geometria analítica
2º lista de exercícios 3º ano   geometria analítica2º lista de exercícios 3º ano   geometria analítica
2º lista de exercícios 3º ano geometria analíticacarlos josé gomes
 
Lista de exercícios de função afim
Lista de exercícios de função afimLista de exercícios de função afim
Lista de exercícios de função afimProfessoraIve
 
Lista de exercícios – expressões algébricas
Lista de exercícios – expressões algébricasLista de exercícios – expressões algébricas
Lista de exercícios – expressões algébricasEverton Moraes
 

Mais procurados (20)

2ª lista de exerc(monomios e polinômios) 8º ano ilton bruno
2ª lista de exerc(monomios e polinômios) 8º ano   ilton bruno2ª lista de exerc(monomios e polinômios) 8º ano   ilton bruno
2ª lista de exerc(monomios e polinômios) 8º ano ilton bruno
 
Trigonometria no Triângulo Retângulo 2011
Trigonometria no Triângulo Retângulo 2011Trigonometria no Triângulo Retângulo 2011
Trigonometria no Triângulo Retângulo 2011
 
Lista de relações métricas no triangulo retângulo
Lista de  relações métricas no triangulo retânguloLista de  relações métricas no triangulo retângulo
Lista de relações métricas no triangulo retângulo
 
Relações Métricas no Triângulo Retângulo - Teorema de Pitágoras)
Relações Métricas no Triângulo Retângulo - Teorema de Pitágoras)Relações Métricas no Triângulo Retângulo - Teorema de Pitágoras)
Relações Métricas no Triângulo Retângulo - Teorema de Pitágoras)
 
Lista de Exercícios – Relações Métricas no Triângulo Retângulo e na Circunfe...
Lista de Exercícios  – Relações Métricas no Triângulo Retângulo e na Circunfe...Lista de Exercícios  – Relações Métricas no Triângulo Retângulo e na Circunfe...
Lista de Exercícios – Relações Métricas no Triângulo Retângulo e na Circunfe...
 
Lista 1 exercícios de ângulos inscritos
Lista 1   exercícios de ângulos inscritosLista 1   exercícios de ângulos inscritos
Lista 1 exercícios de ângulos inscritos
 
Lei dos-senos-e-lei-dos-cossenos-aula-07
Lei dos-senos-e-lei-dos-cossenos-aula-07Lei dos-senos-e-lei-dos-cossenos-aula-07
Lei dos-senos-e-lei-dos-cossenos-aula-07
 
Questões média mediana e moda
Questões média mediana e modaQuestões média mediana e moda
Questões média mediana e moda
 
Exercicios prismas
Exercicios prismasExercicios prismas
Exercicios prismas
 
Exercicios de-semlhanca-e-teorema-de-tales
Exercicios de-semlhanca-e-teorema-de-talesExercicios de-semlhanca-e-teorema-de-tales
Exercicios de-semlhanca-e-teorema-de-tales
 
Mat exercicios gabarito semelhança de triângulos e teorema de tales
Mat exercicios gabarito semelhança de triângulos e teorema de talesMat exercicios gabarito semelhança de triângulos e teorema de tales
Mat exercicios gabarito semelhança de triângulos e teorema de tales
 
8 ano - Exercícios - Ângulos
8 ano - Exercícios - Ângulos8 ano - Exercícios - Ângulos
8 ano - Exercícios - Ângulos
 
Relacoes metricas no triangulo retangulo 9 ano
Relacoes metricas no triangulo retangulo 9 anoRelacoes metricas no triangulo retangulo 9 ano
Relacoes metricas no triangulo retangulo 9 ano
 
MATEMÁTICA FUNDAMENTAL - TEOREMA DE PITÁGORAS
MATEMÁTICA FUNDAMENTAL - TEOREMA DE PITÁGORASMATEMÁTICA FUNDAMENTAL - TEOREMA DE PITÁGORAS
MATEMÁTICA FUNDAMENTAL - TEOREMA DE PITÁGORAS
 
Física 1º ano prof. pedro ivo - (movimento retilíneo uniforme )
Física 1º ano   prof. pedro ivo - (movimento retilíneo uniforme )Física 1º ano   prof. pedro ivo - (movimento retilíneo uniforme )
Física 1º ano prof. pedro ivo - (movimento retilíneo uniforme )
 
2º lista de exercícios 3º ano geometria analítica
2º lista de exercícios 3º ano   geometria analítica2º lista de exercícios 3º ano   geometria analítica
2º lista de exercícios 3º ano geometria analítica
 
Lista de exercícios de função afim
Lista de exercícios de função afimLista de exercícios de função afim
Lista de exercícios de função afim
 
Lista de exercícios – expressões algébricas
Lista de exercícios – expressões algébricasLista de exercícios – expressões algébricas
Lista de exercícios – expressões algébricas
 
Equação geral da reta
Equação geral da retaEquação geral da reta
Equação geral da reta
 
A MatemáTica Dos Esportes
A MatemáTica Dos EsportesA MatemáTica Dos Esportes
A MatemáTica Dos Esportes
 

Destaque

Prova FAETEC 2013: Matemática com Gabarito
Prova FAETEC 2013: Matemática com GabaritoProva FAETEC 2013: Matemática com Gabarito
Prova FAETEC 2013: Matemática com GabaritoA. R. Silva
 
Ap geometria plana resolvidos
Ap geometria plana resolvidosAp geometria plana resolvidos
Ap geometria plana resolvidostrigono_metrico
 
Avaliacao mate progressao_parcial_2_periodo
Avaliacao mate progressao_parcial_2_periodoAvaliacao mate progressao_parcial_2_periodo
Avaliacao mate progressao_parcial_2_periodoSan Carvalho
 
08 eac proj vest mat módulo 2 geometria plana
08 eac proj vest mat módulo 2 geometria plana08 eac proj vest mat módulo 2 geometria plana
08 eac proj vest mat módulo 2 geometria planacon_seguir
 
Povos indígenas do mato grosso do sul
Povos indígenas do mato grosso do sulPovos indígenas do mato grosso do sul
Povos indígenas do mato grosso do sulAdilton Sanches
 
Perfil da crianca 4 a 6 anos
Perfil da crianca 4 a 6 anosPerfil da crianca 4 a 6 anos
Perfil da crianca 4 a 6 anosLucia Verissimo
 
Ciclo trigonometrico-exercicios
Ciclo trigonometrico-exerciciosCiclo trigonometrico-exercicios
Ciclo trigonometrico-exercicioscon_seguir
 
Perguntas para o ensino fundamental maior
Perguntas para o ensino fundamental maiorPerguntas para o ensino fundamental maior
Perguntas para o ensino fundamental maiorFábio Brito
 

Destaque (10)

Prova FAETEC 2013: Matemática com Gabarito
Prova FAETEC 2013: Matemática com GabaritoProva FAETEC 2013: Matemática com Gabarito
Prova FAETEC 2013: Matemática com Gabarito
 
Ap geometria plana resolvidos
Ap geometria plana resolvidosAp geometria plana resolvidos
Ap geometria plana resolvidos
 
Avaliacao mate progressao_parcial_2_periodo
Avaliacao mate progressao_parcial_2_periodoAvaliacao mate progressao_parcial_2_periodo
Avaliacao mate progressao_parcial_2_periodo
 
08 eac proj vest mat módulo 2 geometria plana
08 eac proj vest mat módulo 2 geometria plana08 eac proj vest mat módulo 2 geometria plana
08 eac proj vest mat módulo 2 geometria plana
 
Questões resolvidas de matemática
Questões resolvidas de matemática  Questões resolvidas de matemática
Questões resolvidas de matemática
 
Povos indígenas do mato grosso do sul
Povos indígenas do mato grosso do sulPovos indígenas do mato grosso do sul
Povos indígenas do mato grosso do sul
 
Perfil da crianca 4 a 6 anos
Perfil da crianca 4 a 6 anosPerfil da crianca 4 a 6 anos
Perfil da crianca 4 a 6 anos
 
Ciclo trigonometrico-exercicios
Ciclo trigonometrico-exerciciosCiclo trigonometrico-exercicios
Ciclo trigonometrico-exercicios
 
Soma dos ângulos internos de um triângulo gabarito
Soma dos ângulos internos de um triângulo gabaritoSoma dos ângulos internos de um triângulo gabarito
Soma dos ângulos internos de um triângulo gabarito
 
Perguntas para o ensino fundamental maior
Perguntas para o ensino fundamental maiorPerguntas para o ensino fundamental maior
Perguntas para o ensino fundamental maior
 

Semelhante a Matemática – geometria triângulos 01 – 2013 – ifba

Razão proporção-e-teorema-de-tales-8ª
Razão proporção-e-teorema-de-tales-8ªRazão proporção-e-teorema-de-tales-8ª
Razão proporção-e-teorema-de-tales-8ªPaulo Souto
 
Matematica aplicada
Matematica aplicadaMatematica aplicada
Matematica aplicadacon_seguir
 
Lista de-exercicios-9c2bas-anos
Lista de-exercicios-9c2bas-anosLista de-exercicios-9c2bas-anos
Lista de-exercicios-9c2bas-anoscleicia
 
Exercios extras de lei dos senos e cossenos
Exercios extras de lei dos senos e cossenosExercios extras de lei dos senos e cossenos
Exercios extras de lei dos senos e cossenosProfessor Carlinhos
 
Senos e-cossenos trigonometria
Senos e-cossenos trigonometriaSenos e-cossenos trigonometria
Senos e-cossenos trigonometriaAndrea de Souza
 
Lista de Matemática 01
Lista de Matemática 01Lista de Matemática 01
Lista de Matemática 01Arthur Prata
 
Exercícios: TRIÂNGULOS
Exercícios: TRIÂNGULOSExercícios: TRIÂNGULOS
Exercícios: TRIÂNGULOSthieresaulas
 
APOSTILA MTM PLUS EXERCICIOS GEOMETRIA _2_2020..pdf
APOSTILA MTM PLUS EXERCICIOS GEOMETRIA _2_2020..pdfAPOSTILA MTM PLUS EXERCICIOS GEOMETRIA _2_2020..pdf
APOSTILA MTM PLUS EXERCICIOS GEOMETRIA _2_2020..pdfCELSOHENRIQUEALMEIDA
 
9ª lista de exercícios de geometria
9ª lista de exercícios de  geometria9ª lista de exercícios de  geometria
9ª lista de exercícios de geometriaProfessor Carlinhos
 
ATIVIDADE MATEMATICA QUADRILATEROS E PARALELOGRAMOS- BIM.docx
ATIVIDADE MATEMATICA  QUADRILATEROS E PARALELOGRAMOS-  BIM.docxATIVIDADE MATEMATICA  QUADRILATEROS E PARALELOGRAMOS-  BIM.docx
ATIVIDADE MATEMATICA QUADRILATEROS E PARALELOGRAMOS- BIM.docxTaisGutzlaf
 

Semelhante a Matemática – geometria triângulos 01 – 2013 – ifba (20)

Razão proporção-e-teorema-de-tales-8ª
Razão proporção-e-teorema-de-tales-8ªRazão proporção-e-teorema-de-tales-8ª
Razão proporção-e-teorema-de-tales-8ª
 
Matematica aplicada
Matematica aplicadaMatematica aplicada
Matematica aplicada
 
Matematica aplicada
Matematica aplicadaMatematica aplicada
Matematica aplicada
 
Trigonometria
TrigonometriaTrigonometria
Trigonometria
 
Lista de-exercicios-9c2bas-anos
Lista de-exercicios-9c2bas-anosLista de-exercicios-9c2bas-anos
Lista de-exercicios-9c2bas-anos
 
REV ONE.docx
REV ONE.docxREV ONE.docx
REV ONE.docx
 
Exercios extras de lei dos senos e cossenos
Exercios extras de lei dos senos e cossenosExercios extras de lei dos senos e cossenos
Exercios extras de lei dos senos e cossenos
 
Teorema de tales
Teorema de tales Teorema de tales
Teorema de tales
 
Geometria plana
Geometria planaGeometria plana
Geometria plana
 
Senos e-cossenos trigonometria
Senos e-cossenos trigonometriaSenos e-cossenos trigonometria
Senos e-cossenos trigonometria
 
Lista de Matemática 01
Lista de Matemática 01Lista de Matemática 01
Lista de Matemática 01
 
Apostila mt maurion
Apostila mt maurionApostila mt maurion
Apostila mt maurion
 
Exercícios: TRIÂNGULOS
Exercícios: TRIÂNGULOSExercícios: TRIÂNGULOS
Exercícios: TRIÂNGULOS
 
Alguns tópicos de geometria
Alguns tópicos de geometriaAlguns tópicos de geometria
Alguns tópicos de geometria
 
APOSTILA MTM PLUS EXERCICIOS GEOMETRIA _2_2020..pdf
APOSTILA MTM PLUS EXERCICIOS GEOMETRIA _2_2020..pdfAPOSTILA MTM PLUS EXERCICIOS GEOMETRIA _2_2020..pdf
APOSTILA MTM PLUS EXERCICIOS GEOMETRIA _2_2020..pdf
 
9ª lista de exercícios de geometria
9ª lista de exercícios de  geometria9ª lista de exercícios de  geometria
9ª lista de exercícios de geometria
 
ATIVIDADE MATEMATICA QUADRILATEROS E PARALELOGRAMOS- BIM.docx
ATIVIDADE MATEMATICA  QUADRILATEROS E PARALELOGRAMOS-  BIM.docxATIVIDADE MATEMATICA  QUADRILATEROS E PARALELOGRAMOS-  BIM.docx
ATIVIDADE MATEMATICA QUADRILATEROS E PARALELOGRAMOS- BIM.docx
 
01 teorema-de-tales
01 teorema-de-tales01 teorema-de-tales
01 teorema-de-tales
 
01 teorema-de-tales
01 teorema-de-tales01 teorema-de-tales
01 teorema-de-tales
 
01 teorema-de-tales
01 teorema-de-tales01 teorema-de-tales
01 teorema-de-tales
 

Mais de Jakson Raphael Pereira Barbosa

Cpm 3 ano - geo - urbanização brasileira e rede urbana
Cpm   3 ano - geo - urbanização brasileira e rede urbana Cpm   3 ano - geo - urbanização brasileira e rede urbana
Cpm 3 ano - geo - urbanização brasileira e rede urbana Jakson Raphael Pereira Barbosa
 

Mais de Jakson Raphael Pereira Barbosa (20)

Cpm geo - bacias hidrográficas 00
Cpm   geo - bacias hidrográficas 00Cpm   geo - bacias hidrográficas 00
Cpm geo - bacias hidrográficas 00
 
Csc geo - áfrica socioeconômico
Csc   geo - áfrica socioeconômicoCsc   geo - áfrica socioeconômico
Csc geo - áfrica socioeconômico
 
Csc geo - áfrica aspectos físicos e naturais
Csc   geo - áfrica aspectos físicos e naturaisCsc   geo - áfrica aspectos físicos e naturais
Csc geo - áfrica aspectos físicos e naturais
 
Cpm geo - minérios
Cpm   geo - minériosCpm   geo - minérios
Cpm geo - minérios
 
Cpm geo - 2 ano - fontes de energia 03
Cpm   geo -  2 ano - fontes de energia 03Cpm   geo -  2 ano - fontes de energia 03
Cpm geo - 2 ano - fontes de energia 03
 
Cpm 3 ano - geo - urbanização brasileira e rede urbana
Cpm   3 ano - geo - urbanização brasileira e rede urbana Cpm   3 ano - geo - urbanização brasileira e rede urbana
Cpm 3 ano - geo - urbanização brasileira e rede urbana
 
Biomas mundo e brasil
Biomas    mundo e brasilBiomas    mundo e brasil
Biomas mundo e brasil
 
Csc 4 bim - geo - oriente médio - texto de apoio
Csc   4 bim - geo - oriente médio - texto de apoioCsc   4 bim - geo - oriente médio - texto de apoio
Csc 4 bim - geo - oriente médio - texto de apoio
 
Geografia mundial
Geografia mundialGeografia mundial
Geografia mundial
 
Cpm his2ano-colonizaodaamricaespanhola-160414035722
Cpm his2ano-colonizaodaamricaespanhola-160414035722Cpm his2ano-colonizaodaamricaespanhola-160414035722
Cpm his2ano-colonizaodaamricaespanhola-160414035722
 
Cpm his 1 ano - antiguidade oriental 01
Cpm   his 1 ano - antiguidade oriental 01Cpm   his 1 ano - antiguidade oriental 01
Cpm his 1 ano - antiguidade oriental 01
 
Cpm his 2 ano - colonização da américa espanhola
Cpm   his 2 ano - colonização da américa espanholaCpm   his 2 ano - colonização da américa espanhola
Cpm his 2 ano - colonização da américa espanhola
 
Geografia cartografia
Geografia   cartografiaGeografia   cartografia
Geografia cartografia
 
Csc geo - industrialização jap aus
Csc   geo - industrialização jap ausCsc   geo - industrialização jap aus
Csc geo - industrialização jap aus
 
Cpm his 2 ano - reforma e contra reforma
Cpm   his 2 ano - reforma e contra reformaCpm   his 2 ano - reforma e contra reforma
Cpm his 2 ano - reforma e contra reforma
 
Cpm his 2 ano - grandes navegações
Cpm   his 2 ano - grandes navegaçõesCpm   his 2 ano - grandes navegações
Cpm his 2 ano - grandes navegações
 
Csc geo - industrialização eur eua-can - final
Csc   geo - industrialização eur eua-can - finalCsc   geo - industrialização eur eua-can - final
Csc geo - industrialização eur eua-can - final
 
Cpm his - 2 an0 - av grandes navegações
Cpm   his - 2 an0 - av grandes navegaçõesCpm   his - 2 an0 - av grandes navegações
Cpm his - 2 an0 - av grandes navegações
 
CSC - geo - industrialização eur_eua
CSC - geo - industrialização eur_euaCSC - geo - industrialização eur_eua
CSC - geo - industrialização eur_eua
 
Obj geo - socialismo e capitalismo
Obj   geo - socialismo e capitalismoObj   geo - socialismo e capitalismo
Obj geo - socialismo e capitalismo
 

Último

ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024excellenceeducaciona
 
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...DL assessoria 29
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...excellenceeducaciona
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...azulassessoriaacadem3
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...azulassessoriaacadem3
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxSlides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...azulassessoriaacadem3
 
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...azulassessoriaacadem3
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...apoioacademicoead
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...azulassessoriaacadem3
 
Jornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de Resende
Jornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de ResendeJornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de Resende
Jornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de ResendeIsabelPereira2010
 

Último (20)

ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
 
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
 
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxSlides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
 
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
Namorar não és ser don .
Namorar não és ser don                  .Namorar não és ser don                  .
Namorar não és ser don .
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
Jornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de Resende
Jornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de ResendeJornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de Resende
Jornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de Resende
 

Matemática – geometria triângulos 01 – 2013 – ifba

  • 1. MATEMÁTICA – GEOMETRIA_TRIÂNGULOS 01 – 2013 – IFBA 01. Diga se existe ou não (e justifique sua resposta) um triângulo com lados medindo: a) b) c) d) e) f) 5 cm, 7 cm e 3 cm. 3 cm, 2 cm e 7 cm. 3 cm, 3 cm e 2 cm. 5 cm, 5 cm e 10 cm. 4 cm, 4 cm e 4 cm. 1 cm, 2 cm e 3 cm. 02. 03. Um triângulo é isósceles e dois lados medem 4 cm e 6 cm. Que medidas pode ter o terceiro lado? Os lados de um triângulo medem em centímetros: 5, 3 e x. Quais valores x pode assumir para que o triângulo exista? 04. Os lados de um triângulo têm medidas, em centímetros, expressas por números inteiros. Se dois lados medem 4 cm e 9 cm, que medidas pode ter o terceiro lado? 05. Em uma região plana deseja-se construir uma estrada retilínea ligando o km 32 da BR-1 com o km 55 da BR-2, como mostra a ilustração: Sabendo que essa ligação terá um número inteiro de quilômetros, quais as medidas, mínima e máxima, que ela poderá ter? 06. Qual é o perímetro de um triângulo eqüilátero de lado medindo 15 cm? 07. Um triângulo isósceles tem o lado diferente medindo 12 cm. Calcule a medida dos outros dois lados, sabendo que o seu perímetro é de 40 cm. 08. O semiperímetro de um triângulo é 25 cm. Dois lados medem, respectivamente, 14,8 cm e 19,2 cm. Quanto mede o terceiro lado? 09. O triângulo ABC é isósceles de base BC . Sabendo que AB = 2x – 7 e AC = x + 5, determine x. 10. O triângulo ABC é eqüilátero. Sabendo que AB = 15 – y, BC = 2x - 7 e AC = 9, determine x e y. 11. Determine os lados do triângulo da figura sabendo que ele tem 60 cm de perímetro. 12. Dois ângulos de um triângulo medem 81° e 28°. Qual a medida do terceiro ângulo? 13. No triângulo ABC abaixo, determine as 14. Determine o valor de x medidas de a, b e c. MATEMÁTICA – GEOMETRIA_TRIÂNGULOS 01 – 2013 - IFBA Página 1
  • 2. 15.Determine as medidas x, y e z 16. Determine os ângulos do triângulo ABC, nos casos: ˆ ˆ ˆ ˆ a) B  A - 10° e C  A - 50° ˆ ˆ ˆ ˆ b) B  2 A e C  A + 20° ˆ ˆ ˆ ˆ B e C  2A  B ˆ c) A  2 2 17. Calcule as medidas indicadas: 18. Determine as incógnitas nos casos: 19. Em cada caso é dado um ângulo agudo de um triângulo retângulo. Determine a medida do outro ângulo agudo. a) 35° b) 41° c) 59° 20. Analisando os resultados do exercício anterior, o que podemos concluir em relação às medidas dos ângulos agudos de um triângulo retângulo? ˆ ˆ 21. Se AS é bissetriz do triângulo ABC determine A e B nos casos: a) A b) MATEMÁTICA – GEOMETRIA_TRIÂNGULOS 01 – 2013 - IFBA Página 2
  • 3. 22. Sabendo que cada ângulo da base de um triângulo isósceles mede o quádruplo do ângulo do vértice, determine os ângulos desse triângulo. 23. As retas r e s são paralelas. Determine as incógnitas. 24. Determine os ângulos de um triângulo isósceles sabendo que cada ângulo da base excede o ângulo do vértice em 60° RELEMBRANDO... 25. O valor de x no triângulo retângulo abaixo é: A a) b) c) d) 10. 12. 15. 18.  x 9 B MATEMÁTICA – GEOMETRIA_TRIÂNGULOS 01 – 2013 - IFBA  25 C Página 3
  • 4. 26. Aplicando as relações métricas nos triângulos retângulos abaixo, determine o valor da incógnita: a) b)   c 6 n 12 c) 3 9 d)   b c 2 6 y h 2 3 x 4 a 27. Considere a figura ao lado e determine: a) a medida do lado m b) a medida do lado n c) a medida do lado p d) o perímetro do trapézio ABCD 28. 29. Encontre o valor de y em cada relação: 30. A soma dos números correspondentes às medidas a, b, c e h no MATEMÁTICA – GEOMETRIA_TRIÂNGULOS 01 – 2013 - IFBA Página 4
  • 5. triângulo da figura abaixo formam uma senha que abre o cofre do senhor Adamastor. Qual a senha que abre o cofre do Adamastor? a) 124 b) 134 c) 174 d) 144 e) n.d.a 31. Utilizando o Teorema de Pitágoras, determine o valor de x nos triângulos retângulos: 4x a) b) 6   x 3x 3 5 20 c) d) x+1 3 2 x 7  a) b) c) d) e)  x x 32. A figura mostra um edifício que tem 15 m de altura, com uma escada colocada a 8 m de sua base ligada ao topo do edifício. O comprimento dessa escada é de: 12 m. 30 m. 15 m. 15 17 m. m 20 m. 8  m 33. Os catetos de um triângulo retângulo medem 24 e 18 cm. Nessas condições determine: a) a medida "a" da hipotenusa b) a medida "h" da altura relativa à hipotenusa. c) as medidas "m" e "n" das projeções dos catetos sobre a hipotenusa. 34. As medidas dos catetos de um triângulo retângulo são, respectivamente, 30 cm e 40 cm. A altura relativa à hipotenusa mede: a) 24 cm b) 20 cm c) 31 cm d) 23 cm e) 25 cm 35. As projeções dos catetos de um triângulo retângulo sobre a hipotenusa medem 9 dm e 16 dm. Neste caso os catetos medem: MATEMÁTICA – GEOMETRIA_TRIÂNGULOS 01 – 2013 - IFBA Página 5
  • 6. a) 15 e 20 b) 10 e 12 c) 3 e 4 d) 8 e 6 36. Escreva todas as relações métricas que você pode formar com as medidas indicadas no triângulo retângulo da figura seguinte. 37. No triângulo da figura a seguir, o valor de x é: a) 6 b) 7 c) 8 d) 9 e) 10 38. Sendo AH a altura do triângulo ABC, 39. No triângulo ABC, AS é bissetriz interna de calcule x e y. Â. Calcule x. 40. No triângulo ABC, AM é bissetriz de Â. 41. A medida da base de um triângulo isósceles é 8 cm. Determine as medidas dos Calcule x, y e z. lados congruentes, sabendo que o perímetro é 20 cm. 42. Se os lados de um  ABC isósceles são AB = 4,2 cm, AC = 4,2 cm e AB = 67 mm, calcule o seu perímetro. MATEMÁTICA – GEOMETRIA_TRIÂNGULOS 01 – 2013 - IFBA Página 6