Aulão de língua portuguesa descritores 2º Bimestre

642 visualizações

Publicada em

Aula sobre os descritores de Língua Portuguesa do 9º ano no 2º ,Bimestre

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Aulão de língua portuguesa descritores 2º Bimestre

  1. 1. Descritores de Língua PortuguesaDescritores de Língua Portuguesa 2º Bimestre/ 9º ano2º Bimestre/ 9º ano Professor: Jair NascimentoProfessor: Jair Nascimento http://professsorjairnascimento.blogspot.comhttp://professsorjairnascimento.blogspot.com 20172017
  2. 2. Tema da Aula : Os descritores de Língua Portuguesa D11 - Estabelecer relação causa/consequência entre partes e elementos do texto. D12 - Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros. D13 - Identificar as marcas linguísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto. D16- Identificar efeitos de ironia ou humor em textos variados. D20 - Reconhecer diferentes formas de tratar uma informação na comparação de textos que tratam do mesmo tema em função das condições em que ele foi produzido e daquelas em que será recebido. Disciplina Ano Aula número Língua Portuguesa 9º ano 01 ESCOLA MUNICIPALESCOLA MUNICIPAL MARIA JÚLIA AMORIM SOARES RODRIGUESMARIA JÚLIA AMORIM SOARES RODRIGUES EQUIPE Professor: Jair Nascimento Coordenadora: Nercy Rezende Diretora: Maria Mendes
  3. 3. Competências e Habilidades envolvidas -Ser capaz de compreender e interpretar textos que circulam na sociedade e perceber as diferentes dimensões da leitura: o dever de ler, a necessidade de ler e o prazer de ler. -Ser capaz de compreender as regularidades, os procedimentos e os recursos do sistema linguísticos utilizado na produção de textos orais e escritos, ampliando sua capacidade discursiva no uso público da linguagem. -Ser capaz de compreender e utilizar- se de diversos gêneros textuais presentes em situações de interação social, respeitando as diferentes manifestações da linguagem. Referencial Teórico BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: Ensino de sexto ao nono ano - Língua Portuguesa. Brasília: MEC/SEF, 1997. PALMAS-TO. Secretaria Municipal de Educação. Orientações Curriculares. 2017 PARÂMETROS DIDÁTICOSPARÂMETROS DIDÁTICOS
  4. 4. (Prova Brasil). Leia o texto abaixo. A raposa e as uvas Num dia quente de verão, a raposa passeava por um pomar. Com sede e calor, sua atenção foi capturada por um cacho de uvas. “Que delícia”, pensou a raposa, “era disso que eu precisava para adoçar a minha boca”. E, de um salto, a raposa tentou, sem sucesso, alcançar as uvas. Exausta e frustrada, a raposa afastou-se da videira, dizendo: “Aposto que estas uvas estão verdes.” Esta fábula ensina que algumas pessoas quando não conseguem o que querem, culpam as circunstâncias. (http://www1.uol.com.br/crianca/fabulas/noflash/raposa. htm) A frase que expressa uma opinião é: (A) “a raposa passeava por um pomar.” (ℓ. 1-2). (B) “sua atenção foi capturada por um cacho de uvas.” (ℓ. 2-3). (C) “a raposa afastou-se da videira” (ℓ. 7-8) (D) “aposto que estas uvas estão verdes” (ℓ. 9-10). Resposta D
  5. 5. No trecho ― “Tchau, mãe! Vou brincar lá fora.”, a expressão lá fora dá uma ideia de” A) causa. B) lugar. C) modo. D) tempo. Resposta B
  6. 6. Observe a tirinha abaixo: • O humor na tirinha é provocado porque: • A) Cascão não percebe a presença das moscas na sua cabeça. • B) Cascão ficou bravo. • C) Cascão não percebe a presença de sua amiga Mônica. • D) As moscas saem voando. • Resposta: A
  7. 7. http://tirinhasdogarfield.blogspot.com/2007_07_01_a rchive.html O traço de humor do texto pode ser identificado no fato de: (A) o homem ver um rato roubando um biscoito. (B) o rato conseguir fugir do homem e do gato. (C) o gato pegar o biscoito e não o rato. (D) o gato correr atrás do rato. Resposta: C Leia o texto para responder a questão abaixo:
  8. 8. (SABE). Leia os textos abaixo. Disponível em: <www.oslevadodabreca.com>. Acesso em: 29 ago. 2009.
  9. 9. Texto 2 CUIDADOS COM A CATAPORA Clima seco e dias mais quentes. Receita propícia à propagação de vários vírus, inclusive o da catapora, que tem tirado o sossego de muitas crianças na região Sul de Minas. O médico pediatra José Alencar Faleiros, de Varginha, explica que atualmente os casos da doença reduziram bastante em função das vacinas, mas mesmo assim ainda preocupam. Isso porque, uma vez instalada, a catapora requer cuidados, principalmente quando surge acompanhada de febre. Os anti- inflamatórios e vacinas não devem ser ministrados para não interferir no processo normal da doença. Nos casos de febre, analgésicos à base de dipirona são os mais aconselháveis. Para diminuir a coceira, banhos com permanganato. • Jornal Hoje em dia, 03 set. 2009. Esses dois textos tratam de A) aversão causada pela gripe suína. B) doenças provocadas por vírus. C) produção de vacinas antivirais. D) relações entre clima seco e doenças. Resposta: B
  10. 10. Referências bibliográficas • PDE – PROVA BRASIL – 2011 • http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/prova %20brasil_matriz2.pdf • Simulado PIP – Projeto de intervenção pedagógica ( 23ª prova) Prefeitura municipal de Montes Claros – MG • https://pt.slideshare.net/ • Caderno de provas do estado do Paraná • http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/cade rnos_pedagogicos/ativ_port2.pdf • http://www.moderna.com.br//custom/Moderna/pnld/2016/s imulados/prova-brasil-lingua-port-Prof.pdf

×