Adaptação de ambientes           p ç      de trabalho digitais, em       contexto educativo, para       alunos com NEE    ...
Porquê adaptar contextos digitais? Alunos com incapacidades que não conseguem utilizar o computador de forma    usual:   ...
As Tecnologias de Comunicação e Informação    (TIC) e as Tecnologias de Apoio (TA) constituem    uma ferramenta ao serviço...
Tecnologias de ApoioDefinem‐se tecnologias de apoioDefinem‐se tecnologias de apoio como qualquer produto   (incluindo disp...
Tecnologias de acesso ao computadorHardware              Exemplo    • Periféricos de entrada e de saída adaptadosSoftwa...
Acesso directoBraille (entrada e saída)+Software de Leitura de  ecrã   Teclado com etiquetagem    Teclado com etiquetagem...
Acesso directo Alternativas ao Rato                                                                                 Wafer...
Acesso indirectoManípulos/Comutadores/switches                                                   Switch elástico (ribbon) ...
Soluções comerciais disponíveis em lojas de informáticalojas de informáticaTeclado para crianças com teclas de maior dimen...
Acessibilidade do Sistema Operativo           Algumas soluções para              • Deficiência Visual                Defi...
Painel de controlo   Painel de controlo                        Opções de                         acessibilidadeAssistente ...
Assistente de acessibilidadeAtravés do Assistente de AcessibilidadePossibilidadesProblemas motores  • Rato        Movim...
PossibilidadesRato no teclado numérico “Rato por teclado”PossibilidadesProblemas motores  • Teclado (velocidade de repet...
PossibilidadesTeclado no ecrãPossibilidadesProblemas Visuais  • Propriedades visuais (clique com o botão direito do rato...
PossibilidadesProblemas visuais  • Ponteiro do rato        Alteração do cursor do rato               ç                  ...
PossibilidadesProblemas Visuais  • Word, Powerpoint, Excel (personalização da barra de     ferramentas)Possibilidades Pr...
PossibilidadesProblemas auditivos  • Legenda de sons (cada sinal sonoro é acompanhado de uma     mensagem textual)  • Son...
Consulte!!O Centro de Recursos TIC para a Educação O Centro de Recursos TIC para a Educação  Especial que apoia a sua esc...
Material deficiência visual  • Electrosertec      http://electrosertec.pt/  • Tiflotecnia      http://www.tiflotecnia.com/...
Referências                 MICROSOFTTutoriaishttp://www.microsoft.com/enable/guides/default.ahttp://www.microsoft.com/en...
ReferênciasFlorian, L., & Hegarty, J.(2004). ICT and Special Educational Needs ‐ A Florian, L., & Hegarty, J.(2004). ICT a...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Think 2010

586 visualizações

Publicada em

Apresentação utilizada no ciclo de seminários Think 2010

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
586
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Think 2010

  1. 1. Adaptação de ambientes  p ç de trabalho digitais, em  contexto educativo, para  alunos com NEE alunos com NEE jaimeribeiro@ua.pt Jaime Ribeiro Bolsa FCT B l FCT: SFRH/BD/41344/2007Objectivos e ProgramaçãoObjectivos Dar a conhecer possibilidades para facilitar o acesso e participação de alunos com  Necessidades Educativas Especiais Adaptar um computador com as opções nativas Adaptar um computador com as opções nativasProgramação O papel das TIC e das Tecnologias de Apoio (TA) na adaptação dos contextos  digitais Experimentação de algumas TA gratuitas Experimentação de algumas TA gratuitas Adaptação de computador com recurso às opções de acessibilidade nativas do  Sistema Operativo Jaime Ribeiro 2
  2. 2. Porquê adaptar contextos digitais? Alunos com incapacidades que não conseguem utilizar o computador de forma  usual: • Computador como instrumento de acesso  Problemas motores  Problemas sensoriais Problemas sensoriais  Problemas intelectuais Computador como única forma de acção no ambiente: • Comunicação • Interacção (acesso) Alunos que não obtêm sucesso na utilização dos métodos convencionais de  ensino: • C Computador como instrumento de motivação/participação t d i t t d ti ã / ti i ã  Estratégias pedagógicas complementares/alternativas – Aspecto motivacional – Interacção (presencial e online – web 2 0 e‐learning) Interacção (presencial e online – Interacção (presencial e online  2.0, e 2.0,  learning) – Trabalho colaborativo e tutoria por pares (ex.: quadros interactivos, 2 por computador) Jaime Ribeiro 3"For most people t h l"F t l technologymakes things easier. For persons g pwith disabilities, technology makesthings possible”Radabaugh (1988)1 g (1988) ( 1Study on the Financing of Assistive Technology Devices and Services for Individuals with Disabilities, A Report to the President and the Congress of the United States, March 4, 1993 National Council on Disability: http://www.ncd.gov/newsroom/publications/1993/assistive.htm
  3. 3. As Tecnologias de Comunicação e Informação  (TIC) e as Tecnologias de Apoio (TA) constituem  uma ferramenta ao serviço do aluno com  ç Necessidades Educativas Especiais (NEE). Acesso e Participação Acesso e Participação Ao currículo Na sua aprendizagem Meio o menos restritivo possívelTecnologias de ApoioAs Tecnologias de Apoio constituem um apoio especializado e uma medida educativa consagrados na actual legislação que regulamenta a Ed Educação Especial (D ã E i l (Decreto‐L i n.º 3/2008 d 7 (Decreto‐Lei de de Janeiro). Janeiro).
  4. 4. Tecnologias de ApoioDefinem‐se tecnologias de apoioDefinem‐se tecnologias de apoio como qualquer produto  (incluindo dispositivos equipamento instrumentos (incluindo dispositivos, equipamento, instrumentos,  tecnologia e software) especialmente produzido e  disponível, para prevenir, compensar, monitorizar, aliviar disponível, para prevenir, compensar, monitorizar, aliviar p ,p p , p , , ou neutralizar qualquer impedimento, limitação ou neutralizar qualquer impedimento, limitação da  actividade e restrição na participação (ISO 9999/2007). e restrição na participação Produtos de apoio (anteriormente designados de ajudas técnicas)  Produtos de apoio (anteriormente designados de ajudas técnicas)  qualquer produto, instrumento, equipamento ou sistema  qualquer produto instrumento equipamento ou sistema técnico usado por uma pessoa com deficiência, especialmente  produzido ou disponível que previne, compensa, atenua ou  neutraliza a limitação funcional ou de participação; neutraliza a limitação funcional ou de participação; Decreto‐ Decreto‐Lei n.º 93/2009 de 16 de AbrilTecnologias de acesso ao computador • Acesso directo (utilizam as funções usuais de acesso  computador para entrada e saída de computador) d d íd d d )  Dispositivo apontador  Teclado  Impressora • Acesso indirecto  Varrimento ‐ Automático ‐ Passo a passo ‐ Inverso
  5. 5. Tecnologias de acesso ao computadorHardware   Exemplo • Periféricos de entrada e de saída adaptadosSoftware  Exemplo • Programas de ampliação de ecrã • Sintetizadores de falaHardware+Software  Exemplo  Manípulo (Switch) com programa de varrimento  Manípulo (Switch) com programa de varrimento   Linha Braille Linha BrailleAcesso directo Teclados Teclados aumentados Ponteiros Grelhas/colmeias de teclado Teclado de conceitos Teclados reduzidos Teclados reduzidos Teclados ergonómicos
  6. 6. Acesso directoBraille (entrada e saída)+Software de Leitura de  ecrã Teclado com etiquetagem  Teclado com etiquetagem Braille Linha Braille  Impressora Braille Impressora Braille e relevoAcesso directo Síntese de voz (saída)+Software de Leitura de ecrã  (texto para fala)Fala para texto (ainda não totalmente Fala para texto (ainda não totalmente  implementada em português)Legendagem de ficheiros com som
  7. 7. Acesso directo Alternativas ao Rato Wafer switch Rato com pega  Rato com pega de joystick JoysticksTrackBall Sistema com  ponteiro óptico Ecrã  Ecrã táctil/adaptação  para conversão  em ecrã táctil Dispositivo apontador através de movimentos de cabeça Di iti t d t é d i t d bAcesso indirectoManípulos/Comutadores/switch Funcionam integrados com software e interface Funcionam integrados com software e interface
  8. 8. Acesso indirectoManípulos/Comutadores/switches Switch elástico (ribbon) Switch de pressão Switch de preensão (grasp) Switch de sopro‐sucção Switch de posição Switch com  sensor de  infravermelhos  Switch de queixo Switch de queixo Switch de fio ‐ puxar Switch de som S it h dTecnologias de apoio São usualmente muito dispendiosas São usualmente muito dispendiosas. Contudo podem encontrar‐se soluções comerciais  Contudo podem encontrar‐ de baixo custo e mesmo gratuitas, principalmente  de baixo custo e mesmo gratuitas, principalmente a nível de software que podem ser suficientes par  muitos utilizadores. muitos utilizadores
  9. 9. Soluções comerciais disponíveis em lojas de informáticalojas de informáticaTeclado para crianças com teclas de maior dimensão e coloridas por categoria RatosTouchscreen Teclado ergonómicoDesktop/Laptop JoysytickSoluções gratuitasAlguns exemplos • DesktopZoom (ampliador de ecrã) • Eugénio o génio das Palavras (Teclado de ecrã com Eugénio o génio das Palavras (Teclado de ecrã com  preditor de palavras) • CameraMouse (Utilizando software freeware+webcam (Utilizando software freeware+ (Utilizando software freeware+webcam freeware+webcam comum) •OOpenOffice (Processador de texto normal, com corrector  Offi (P d d t t l t ortográfico, gramatical e predição de palavras já usadas) • Acessibilidade nativa do Sistema Operativo Acessibilidade nativa do Sistema Operativo
  10. 10. Acessibilidade do Sistema Operativo  Algumas soluções para • Deficiência Visual Deficiência Visual • Deficiência auditiva • Deficiência motoraFuncionalidades de Acessibilidade do Sistema OperativoSistema OperativoPodem ser realizadas individualmente através do  painel de controlo • Rato • Teclado • VisualizaçãoPodem ser realizadas no painel de controlo  através das Opções de Acessibilidade
  11. 11. Painel de controlo Painel de controlo Opções de  acessibilidadeAssistente de acessibilidadeAj d Ajuda a adaptar as várias funcionalidades do  d t ái f i lid d d Sistema Operativo às respectivas necessidades.Imediatamente disponível temos: Imediatamente disponível temos: • Teclado no ecrã • Microsoft Magnifier (Ampliador) – Lupa (Windows 7) Microsoft Magnifier (Ampliador) –
  12. 12. Assistente de acessibilidadeAtravés do Assistente de AcessibilidadePossibilidadesProblemas motores • Rato  Movimento (velocidade de deslocação e velocidade do duplo  ( ç p clique)  Mão direita ou esquerda
  13. 13. PossibilidadesRato no teclado numérico “Rato por teclado”PossibilidadesProblemas motores • Teclado (velocidade de repetição, tempo de pressão)  Teclas lentas  Teclas presas (podem ser activadas pressionando 5 vezes no
  14. 14. PossibilidadesTeclado no ecrãPossibilidadesProblemas Visuais • Propriedades visuais (clique com o botão direito do rato  sobre o ambiente de trabalho)  Alteração do contraste,  tamanho da letra
  15. 15. PossibilidadesProblemas visuais • Ponteiro do rato  Alteração do cursor do rato ç Exemplo de uma boa opçãoPossibilidadesProblemas visuais • Ampliador
  16. 16. PossibilidadesProblemas Visuais • Word, Powerpoint, Excel (personalização da barra de  ferramentas)Possibilidades Problemas Visuais • Atalhos de teclado (também passíveis de serem utilizados com  outras problemáticas)  A t t lid d d A totalidade das aplicações possui atalhos de teclado, uns mais conhecidos  li õ i t lh d t l d i h id outros não.  Os atalhos do teclado podem ser consultados na secção de ajuda de cada  programa • Tamanho dos ícones do ambiente de trabalho (Vista) • Narrator (sintetizador de voz) não muito útil por não possuir voz  de português europeu. de português europeu  A voz portuguesa poderá ser adquirida à parte e facilmente instalada e  integrada.  g
  17. 17. PossibilidadesProblemas auditivos • Legenda de sons (cada sinal sonoro é acompanhado de uma  mensagem textual) • Sons visuais a um som corresponde um sinal visual como o  ambiente de trabalho intermitente ou ou a janela activa intermitente ou  j l i i i a caixa da legenda intermitente. Do papel para o digital Existem várias actividades usualmente realizáveis em  papel que podem ser facilmente transponíveis para  suporte digital • Alguns exemplos de aplicações gratuitas:  Aplicações para a criação de actividades (puzzles, quizzes, palavras cruzadas,  Aplicações para a criação de actividades (puzzles, quizzes, palavras cruzadas,  testes) ) – Hotpotatoes (exemplos em Instituto Camões) – Jclic – …(outros similares)  Ferramentas do Office – Word (fichas de trabalho) – Powerpoint (interactividade)  Moodle (testes, fichas de trabalho) Jaime Ribeiro 34
  18. 18. Consulte!!O Centro de Recursos TIC para a Educação O Centro de Recursos TIC para a Educação  Especial que apoia a sua escola!sembarreiras.orgTIC@NEE  http://labconteudosdigitais.ning.com/group/nee Jaime Ribeiro 35Material deficiência neuro‐Material deficiência neuro‐motora • Ablenet http://www.ablenetinc.com/Home/Products/ComputerAccess/tabid/61/Default.aspx htt // bl ti /H /P d t /C t A /t bid/61/D f lt • Anditec http://www.anditec.pt/ • Cnotinfor http://www.imagina.pt/ • Megaserafim (também deficiência visual) http://www.megaserafim.pt/ • Compensar.net http://www.compensar.net/store/index.php
  19. 19. Material deficiência visual • Electrosertec http://electrosertec.pt/ • Tiflotecnia http://www.tiflotecnia.com/ p // /Material vários • Soluções Especiais PT http://loja.ptcom.pt/loja/Produtos/Casa/Necessidades_especiais/Visual/ • Don Jonhston http://www.donjohnston.com/products/ Jaime Ribeiro 38
  20. 20. Referências MICROSOFTTutoriaishttp://www.microsoft.com/enable/guides/default.ahttp://www.microsoft.com/enable/ d /d f lh // f / bl /guides/default.a spxDDemoshttp://www.microsoft.com/enable/demos/default.a p // / / / spxReferências Acessibilidade.netManual "Tecnologias de Informação sem Barreiras  no Local de Trabalho no Local de Trabalho http://www.acessibilidade.net/trabalho/index.htm
  21. 21. ReferênciasFlorian, L., & Hegarty, J.(2004). ICT and Special Educational Needs ‐ A Florian, L., & Hegarty, J.(2004). ICT and Special Educational Needs ‐ tool for inclusion. Berkshire: Open University Press. tool for inclusion. Berkshire: Open University Press. tool for inclusion. Berkshire: Open University Press. inclusion.GODINHO, F. et al. (2004). Manual: Tecnologias de Informação Sem GODINHO, F. et al. (2004). Manual: Tecnologias de Informação Sem  , ( ) g f ç Barreiras no Local de Trabalho. Vila Real: UTADSánchez  Montoya,  R.  ( 2002):  Ordenador  y  discapacidad.  Guía  Sánchez  Montoya,  R.  ( 2002):  Ordenador  y  discapacidad.  Guía   práctica  de  apoyo  a  las personas con necesidades educativas  especiales. CEPE: Madrid. especiales. CEPE: Madrid. CEPE: MadridSancho, J., & Hernández, F. (2006). Tecnologias para transformar a Sancho, J., & Hernández, F. (2006). Tecnologias para transformar a Sancho, J., & Hernández, F. (2006). Tecnologias para transformar a educação,. Porto Alegre: Artmed Editora S.A. educação,. Porto Alegre: Artmed Editora S.A.

×