SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
A argumentação e o  Debate
Argumentação ,[object Object]
O que são Argumentos? ,[object Object],[object Object]
Tipos de Argumentação ,[object Object],[object Object],[object Object]
Tipos de Argumentação ,[object Object],[object Object],[object Object]
Tipos de Argumentação ,[object Object],[object Object],[object Object]
Argumentação e Oralidade ,[object Object]
Argumentando  no  debate
Posicionamento no problema : CONTRA A FAVOR "O grupo aqui é contra a pena de morte porque não se pode cometer um crime para punir um outro crime, porque matando você vai... você tá matando, cometendo outro crime também. Não vai tá punindo o culpado do crime." "Bom, o grupo é a favor da pena de morte porque as pessoas que cometem crimes bárbaros deveria ser punidos para não incentivarem essa atrocidade. Para isso, a reforma do sistema se faz necessária. Essa é a nossa tese."
Exposição das idéias CONTRA A FAVOR "Matar quem matou é um castigo incomparavelmente maior que o próprio crime. O assassinato legal é incomparavelmente mais horrendo que o assassinato criminoso." "A pena de morte deve se instituir para crimes bárbaros como o estupro pois causam danos morais perante  a sociedade, psicológico, além de danos físicos."
Argumentando e rebatendo CONTRA A FAVOR "A sociedade quando se une para matar é mais covarde quando mata do que aquele que mata sozinho. O argumento do grupo pró nos leva a entender que vocês só são a favor da pena de morte só em caso de crimes bárbaros como o estupro. E os outros crimes, vocês são contra a pena de morte? A pena de morte seria apenas uma base para o desenvolvimento, como aconteceu nos Estados Unidos, onde atualmente a criminalidade é quase inexistente e a vida é tranqüila e quase sem violência. A execução da pena de morte acaba com o mal pela raiz uma vez que onde o assassino que poderia matar dez pessoas vai matar apenas uma.
Criticando os argumentos alheios CONTRA A FAVOR “  O grupo a favor argumentou a respeito de que se acontecesse em nossas famílias queríamos sim a punição do inimigo. Será que os integrantes do grupo pró gostariam que um irmão seu fosse morto ao cometer um crime não hediondo? O tiro que mata o criminoso não mata o crime. Na forca só se pendura um cadáver.” “  O grupo contra cometeu atitude extremista pois as punições não são as mesmas para quem rouba uma galinha ou agride uma criança. Se estão defendendo tanto os direitos humanos, será que não seria necessário uma reforma do sistema que mata inocentes?”
É pra já!
Estão esperando o quê?  Vamos trabalhar! ,[object Object]
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAMarcelo Cordeiro Souza
 
Coesão e coerencia
Coesão e coerenciaCoesão e coerencia
Coesão e coerenciasilnog
 
Passos para a redação do enem
Passos para a redação do enemPassos para a redação do enem
Passos para a redação do enemLuciene Gomes
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textualISJ
 
Passos para uma boa redação
Passos para uma boa redaçãoPassos para uma boa redação
Passos para uma boa redaçãoSinara Lustosa
 
Diferença entre tese e argumento
Diferença entre tese e argumentoDiferença entre tese e argumento
Diferença entre tese e argumentocristina resende
 
Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto Cláudia Heloísa
 
Texto literário e não literário
Texto literário e não literárioTexto literário e não literário
Texto literário e não literárioFábio Guimarães
 
MEMES EM AULAS DE PORTUGUÊS NO ENSINO MÉDIO: linguagem, produção e replicação...
MEMES EM AULAS DE PORTUGUÊS NO ENSINO MÉDIO: linguagem, produção e replicação...MEMES EM AULAS DE PORTUGUÊS NO ENSINO MÉDIO: linguagem, produção e replicação...
MEMES EM AULAS DE PORTUGUÊS NO ENSINO MÉDIO: linguagem, produção e replicação...Carlos Fabiano de Souza
 
redação - dissertativa argumentativa
redação - dissertativa argumentativa redação - dissertativa argumentativa
redação - dissertativa argumentativa Luciene Gomes
 

Mais procurados (20)

AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
 
Gêneros literários
Gêneros literáriosGêneros literários
Gêneros literários
 
Gênero notícia
Gênero notíciaGênero notícia
Gênero notícia
 
Estrutura do-artigo-de-opinião
Estrutura do-artigo-de-opiniãoEstrutura do-artigo-de-opinião
Estrutura do-artigo-de-opinião
 
Tipologia textual
Tipologia textualTipologia textual
Tipologia textual
 
Coesão e coerencia
Coesão e coerenciaCoesão e coerencia
Coesão e coerencia
 
10. tipos de argumento
10. tipos de argumento10. tipos de argumento
10. tipos de argumento
 
Passos para a redação do enem
Passos para a redação do enemPassos para a redação do enem
Passos para a redação do enem
 
Semântica
SemânticaSemântica
Semântica
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textual
 
Passos para uma boa redação
Passos para uma boa redaçãoPassos para uma boa redação
Passos para uma boa redação
 
Oficina de Redação
Oficina de RedaçãoOficina de Redação
Oficina de Redação
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Diferença entre tese e argumento
Diferença entre tese e argumentoDiferença entre tese e argumento
Diferença entre tese e argumento
 
Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto
 
A redação aula 1
A redação   aula 1A redação   aula 1
A redação aula 1
 
Texto literário e não literário
Texto literário e não literárioTexto literário e não literário
Texto literário e não literário
 
MEMES EM AULAS DE PORTUGUÊS NO ENSINO MÉDIO: linguagem, produção e replicação...
MEMES EM AULAS DE PORTUGUÊS NO ENSINO MÉDIO: linguagem, produção e replicação...MEMES EM AULAS DE PORTUGUÊS NO ENSINO MÉDIO: linguagem, produção e replicação...
MEMES EM AULAS DE PORTUGUÊS NO ENSINO MÉDIO: linguagem, produção e replicação...
 
Trovadorismo I
Trovadorismo ITrovadorismo I
Trovadorismo I
 
redação - dissertativa argumentativa
redação - dissertativa argumentativa redação - dissertativa argumentativa
redação - dissertativa argumentativa
 

Destaque

Texto Argumentativo Ppt
Texto Argumentativo PptTexto Argumentativo Ppt
Texto Argumentativo Pptnelsramos
 
A importância da argumentação
A importância da argumentaçãoA importância da argumentação
A importância da argumentaçãoPaulo Gomes
 
Tipos de argumentos
Tipos de argumentosTipos de argumentos
Tipos de argumentosAna Castro
 
Discurso Argumentativo e Retórica (de acordo com manual "Pensar Azul")
Discurso Argumentativo e Retórica (de acordo com manual "Pensar Azul")Discurso Argumentativo e Retórica (de acordo com manual "Pensar Azul")
Discurso Argumentativo e Retórica (de acordo com manual "Pensar Azul")Jorge Barbosa
 
ARGUMENTAÇÃO E RETÓRICA
ARGUMENTAÇÃO E RETÓRICAARGUMENTAÇÃO E RETÓRICA
ARGUMENTAÇÃO E RETÓRICAnorberto faria
 

Destaque (12)

Texto Argumentativo Ppt
Texto Argumentativo PptTexto Argumentativo Ppt
Texto Argumentativo Ppt
 
Discurso argumentativo
Discurso argumentativoDiscurso argumentativo
Discurso argumentativo
 
Argumentação
ArgumentaçãoArgumentação
Argumentação
 
A importância da argumentação
A importância da argumentaçãoA importância da argumentação
A importância da argumentação
 
O que é argumentar
O que é argumentarO que é argumentar
O que é argumentar
 
Tipos de argumentos
Tipos de argumentosTipos de argumentos
Tipos de argumentos
 
Argumentos por analogia
Argumentos por analogiaArgumentos por analogia
Argumentos por analogia
 
Tipos de argumentação
Tipos de argumentaçãoTipos de argumentação
Tipos de argumentação
 
Discurso Argumentativo e Retórica (de acordo com manual "Pensar Azul")
Discurso Argumentativo e Retórica (de acordo com manual "Pensar Azul")Discurso Argumentativo e Retórica (de acordo com manual "Pensar Azul")
Discurso Argumentativo e Retórica (de acordo com manual "Pensar Azul")
 
ARGUMENTAÇÃO E RETÓRICA
ARGUMENTAÇÃO E RETÓRICAARGUMENTAÇÃO E RETÓRICA
ARGUMENTAÇÃO E RETÓRICA
 
Argumentos
ArgumentosArgumentos
Argumentos
 
Tipos de argumentos indutivos
Tipos de argumentos indutivosTipos de argumentos indutivos
Tipos de argumentos indutivos
 

Semelhante a Debate sobre pena de morte

Argumentação slides-2014
Argumentação slides-2014Argumentação slides-2014
Argumentação slides-2014Isis Barros
 
Argumentação e Filosofia: O exemplo da pena de morte
Argumentação e Filosofia: O exemplo da pena de morteArgumentação e Filosofia: O exemplo da pena de morte
Argumentação e Filosofia: O exemplo da pena de morteJoaquim Melro
 
Unicamp 1 vestibular 2012 gênero artigo de opinião
Unicamp 1 vestibular 2012 gênero   artigo de opiniãoUnicamp 1 vestibular 2012 gênero   artigo de opinião
Unicamp 1 vestibular 2012 gênero artigo de opiniãoKatcavenum
 
Slides sobre artigo de opinião
Slides sobre artigo de opiniãoSlides sobre artigo de opinião
Slides sobre artigo de opiniãoPibid Letras UEA
 
Dissertação
DissertaçãoDissertação
DissertaçãoNilberte
 
Artigo de opinião: PENA DE MORTE
Artigo de opinião: PENA DE MORTEArtigo de opinião: PENA DE MORTE
Artigo de opinião: PENA DE MORTEMarcia Facelli
 
Artigo de opinião @profkbrito
Artigo de opinião   @profkbritoArtigo de opinião   @profkbrito
Artigo de opinião @profkbritoKleber Brito
 
Argumentação e Filosofia: O exemplo da pena de Morte
Argumentação e Filosofia: O exemplo da pena de MorteArgumentação e Filosofia: O exemplo da pena de Morte
Argumentação e Filosofia: O exemplo da pena de MorteJoaquim Melro
 
Artigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesArtigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesIsis Barros
 
Artigo de Opinião
Artigo de OpiniãoArtigo de Opinião
Artigo de OpiniãoKleber Brito
 
Do texto dissertativo ao artigo de opinião
Do texto dissertativo ao artigo de opiniãoDo texto dissertativo ao artigo de opinião
Do texto dissertativo ao artigo de opiniãoAna Paula Felipe
 
Falcias 121204140007-phpapp01
Falcias 121204140007-phpapp01Falcias 121204140007-phpapp01
Falcias 121204140007-phpapp01Helena Serrão
 
MéTodos De RaciocíNio
MéTodos De RaciocíNioMéTodos De RaciocíNio
MéTodos De RaciocíNioWalace Cestari
 

Semelhante a Debate sobre pena de morte (20)

Argumentação slides-2014
Argumentação slides-2014Argumentação slides-2014
Argumentação slides-2014
 
Argumentação e Filosofia: O exemplo da pena de morte
Argumentação e Filosofia: O exemplo da pena de morteArgumentação e Filosofia: O exemplo da pena de morte
Argumentação e Filosofia: O exemplo da pena de morte
 
Unicamp 1 vestibular 2012 gênero artigo de opinião
Unicamp 1 vestibular 2012 gênero   artigo de opiniãoUnicamp 1 vestibular 2012 gênero   artigo de opinião
Unicamp 1 vestibular 2012 gênero artigo de opinião
 
Atividades em grupo
Atividades em grupoAtividades em grupo
Atividades em grupo
 
Slides sobre artigo de opinião
Slides sobre artigo de opiniãoSlides sobre artigo de opinião
Slides sobre artigo de opinião
 
Roteiros de-discussão- sd - 2017.1
Roteiros de-discussão- sd - 2017.1Roteiros de-discussão- sd - 2017.1
Roteiros de-discussão- sd - 2017.1
 
Roteiros de-discussão- sd - 2017.1 (1)
Roteiros de-discussão- sd - 2017.1 (1)Roteiros de-discussão- sd - 2017.1 (1)
Roteiros de-discussão- sd - 2017.1 (1)
 
PENA DE MORTE 01.pdf
PENA DE MORTE 01.pdfPENA DE MORTE 01.pdf
PENA DE MORTE 01.pdf
 
Pena de Morte
Pena de MortePena de Morte
Pena de Morte
 
Dissertação
DissertaçãoDissertação
Dissertação
 
Artigo de opinião: PENA DE MORTE
Artigo de opinião: PENA DE MORTEArtigo de opinião: PENA DE MORTE
Artigo de opinião: PENA DE MORTE
 
Artigo de opinião @profkbrito
Artigo de opinião   @profkbritoArtigo de opinião   @profkbrito
Artigo de opinião @profkbrito
 
Redação 1
Redação 1Redação 1
Redação 1
 
Argumentação e Filosofia: O exemplo da pena de Morte
Argumentação e Filosofia: O exemplo da pena de MorteArgumentação e Filosofia: O exemplo da pena de Morte
Argumentação e Filosofia: O exemplo da pena de Morte
 
Artigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesArtigo de opinião slides
Artigo de opinião slides
 
REDAÇÃO ENEM.ppt
REDAÇÃO ENEM.pptREDAÇÃO ENEM.ppt
REDAÇÃO ENEM.ppt
 
Artigo de Opinião
Artigo de OpiniãoArtigo de Opinião
Artigo de Opinião
 
Do texto dissertativo ao artigo de opinião
Do texto dissertativo ao artigo de opiniãoDo texto dissertativo ao artigo de opinião
Do texto dissertativo ao artigo de opinião
 
Falcias 121204140007-phpapp01
Falcias 121204140007-phpapp01Falcias 121204140007-phpapp01
Falcias 121204140007-phpapp01
 
MéTodos De RaciocíNio
MéTodos De RaciocíNioMéTodos De RaciocíNio
MéTodos De RaciocíNio
 

Mais de Jamille Rabelo

Hídrias: Dora Ferreira da Silva e os mitos gregos
Hídrias: Dora Ferreira da Silva e os mitos gregosHídrias: Dora Ferreira da Silva e os mitos gregos
Hídrias: Dora Ferreira da Silva e os mitos gregosJamille Rabelo
 
A gramática nos livros didáticos
A gramática nos livros didáticosA gramática nos livros didáticos
A gramática nos livros didáticosJamille Rabelo
 
Preconceito linguístico
Preconceito linguísticoPreconceito linguístico
Preconceito linguísticoJamille Rabelo
 
Prática de metodologia do ensino de leitura
Prática de metodologia do ensino de leituraPrática de metodologia do ensino de leitura
Prática de metodologia do ensino de leituraJamille Rabelo
 
Corda Bamba - Lygia Bojunga
Corda Bamba - Lygia BojungaCorda Bamba - Lygia Bojunga
Corda Bamba - Lygia BojungaJamille Rabelo
 
Lançamento do primeiro livro do POEIMA
Lançamento do primeiro livro do POEIMALançamento do primeiro livro do POEIMA
Lançamento do primeiro livro do POEIMAJamille Rabelo
 
Realismo trágico x Realismo Cômico
Realismo trágico x Realismo CômicoRealismo trágico x Realismo Cômico
Realismo trágico x Realismo CômicoJamille Rabelo
 
Os recursos de apoio ao professor de língua inglesa
Os recursos de apoio ao professor de língua inglesaOs recursos de apoio ao professor de língua inglesa
Os recursos de apoio ao professor de língua inglesaJamille Rabelo
 
O uso da tecnologia nas aulas de língua portuguesa
O uso da tecnologia nas aulas de língua portuguesa O uso da tecnologia nas aulas de língua portuguesa
O uso da tecnologia nas aulas de língua portuguesa Jamille Rabelo
 
Aula de Língua Portuguesa para estrangeiros
Aula de Língua Portuguesa para estrangeirosAula de Língua Portuguesa para estrangeiros
Aula de Língua Portuguesa para estrangeirosJamille Rabelo
 
O uso de tecnologias facilitadoras da comunicação no ambiente de trabalho.
O uso de tecnologias facilitadoras da comunicação no ambiente de trabalho.O uso de tecnologias facilitadoras da comunicação no ambiente de trabalho.
O uso de tecnologias facilitadoras da comunicação no ambiente de trabalho.Jamille Rabelo
 

Mais de Jamille Rabelo (16)

Poeima na ong
Poeima na ongPoeima na ong
Poeima na ong
 
Hídrias: Dora Ferreira da Silva e os mitos gregos
Hídrias: Dora Ferreira da Silva e os mitos gregosHídrias: Dora Ferreira da Silva e os mitos gregos
Hídrias: Dora Ferreira da Silva e os mitos gregos
 
A gramática nos livros didáticos
A gramática nos livros didáticosA gramática nos livros didáticos
A gramática nos livros didáticos
 
Preconceito linguístico
Preconceito linguísticoPreconceito linguístico
Preconceito linguístico
 
Mito e poesia
Mito e poesiaMito e poesia
Mito e poesia
 
Prática de metodologia do ensino de leitura
Prática de metodologia do ensino de leituraPrática de metodologia do ensino de leitura
Prática de metodologia do ensino de leitura
 
Corda Bamba - Lygia Bojunga
Corda Bamba - Lygia BojungaCorda Bamba - Lygia Bojunga
Corda Bamba - Lygia Bojunga
 
Poesia e Imaginário
Poesia e ImaginárioPoesia e Imaginário
Poesia e Imaginário
 
Lygia Fagundes Telles
Lygia Fagundes TellesLygia Fagundes Telles
Lygia Fagundes Telles
 
Lançamento do primeiro livro do POEIMA
Lançamento do primeiro livro do POEIMALançamento do primeiro livro do POEIMA
Lançamento do primeiro livro do POEIMA
 
Realismo trágico x Realismo Cômico
Realismo trágico x Realismo CômicoRealismo trágico x Realismo Cômico
Realismo trágico x Realismo Cômico
 
Os recursos de apoio ao professor de língua inglesa
Os recursos de apoio ao professor de língua inglesaOs recursos de apoio ao professor de língua inglesa
Os recursos de apoio ao professor de língua inglesa
 
O uso da tecnologia nas aulas de língua portuguesa
O uso da tecnologia nas aulas de língua portuguesa O uso da tecnologia nas aulas de língua portuguesa
O uso da tecnologia nas aulas de língua portuguesa
 
Aula de Língua Portuguesa para estrangeiros
Aula de Língua Portuguesa para estrangeirosAula de Língua Portuguesa para estrangeiros
Aula de Língua Portuguesa para estrangeiros
 
O uso de tecnologias facilitadoras da comunicação no ambiente de trabalho.
O uso de tecnologias facilitadoras da comunicação no ambiente de trabalho.O uso de tecnologias facilitadoras da comunicação no ambiente de trabalho.
O uso de tecnologias facilitadoras da comunicação no ambiente de trabalho.
 
Lingua e fala
Lingua e falaLingua e fala
Lingua e fala
 

Último

ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxOsnilReis1
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Mary Alvarenga
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaAula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaaulasgege
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarIedaGoethe
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 

Último (20)

Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaAula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 

Debate sobre pena de morte

  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 9. Posicionamento no problema : CONTRA A FAVOR "O grupo aqui é contra a pena de morte porque não se pode cometer um crime para punir um outro crime, porque matando você vai... você tá matando, cometendo outro crime também. Não vai tá punindo o culpado do crime." "Bom, o grupo é a favor da pena de morte porque as pessoas que cometem crimes bárbaros deveria ser punidos para não incentivarem essa atrocidade. Para isso, a reforma do sistema se faz necessária. Essa é a nossa tese."
  • 10. Exposição das idéias CONTRA A FAVOR "Matar quem matou é um castigo incomparavelmente maior que o próprio crime. O assassinato legal é incomparavelmente mais horrendo que o assassinato criminoso." "A pena de morte deve se instituir para crimes bárbaros como o estupro pois causam danos morais perante a sociedade, psicológico, além de danos físicos."
  • 11. Argumentando e rebatendo CONTRA A FAVOR "A sociedade quando se une para matar é mais covarde quando mata do que aquele que mata sozinho. O argumento do grupo pró nos leva a entender que vocês só são a favor da pena de morte só em caso de crimes bárbaros como o estupro. E os outros crimes, vocês são contra a pena de morte? A pena de morte seria apenas uma base para o desenvolvimento, como aconteceu nos Estados Unidos, onde atualmente a criminalidade é quase inexistente e a vida é tranqüila e quase sem violência. A execução da pena de morte acaba com o mal pela raiz uma vez que onde o assassino que poderia matar dez pessoas vai matar apenas uma.
  • 12. Criticando os argumentos alheios CONTRA A FAVOR “ O grupo a favor argumentou a respeito de que se acontecesse em nossas famílias queríamos sim a punição do inimigo. Será que os integrantes do grupo pró gostariam que um irmão seu fosse morto ao cometer um crime não hediondo? O tiro que mata o criminoso não mata o crime. Na forca só se pendura um cadáver.” “ O grupo contra cometeu atitude extremista pois as punições não são as mesmas para quem rouba uma galinha ou agride uma criança. Se estão defendendo tanto os direitos humanos, será que não seria necessário uma reforma do sistema que mata inocentes?”
  • 14.
  • 15.