Conhecendo O Esporte

873 visualizações

Publicada em

Publicada em: Esportes, Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
873
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conhecendo O Esporte

  1. 1. CONHECER O DESPORTO - TODOS OS DESPORTOS ESTÃO BASEADOS NO MOVIMENTO MAS... - NEM TODOS OS DESPORTOS SÃO IGUAIS PARA VER AS DIFERENÇAS...ESTUDEMOS O MOVIMENTO Curso de Treinadores Nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  2. 2. CONHECER O DESPORTO REALIZAÇÃO DO MOVIMENTO ACTUAÇÃO DO DESPORTISTA MECANISMO DE PERCEPÇÃO TÁCTICA INDIVIDUAL MECANISMO DE DECISÃO MECANISMO DE TÉCNICA EXECUÇÃO MOVIMENTO ACÇÃO DE JOGO Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  3. 3. CONHECER O DESPORTO EM FUNÇÃO DISTO TEMOS... DESPORTOS FECHADOS Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  4. 4. CONHECER O DESPORTO EM FUNÇÃO DISTO TEMOS... Todos os estímulos DESPORTOS significativos FECHADOS são previsíveis Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  5. 5. CONHECER O DESPORTO EM FUNÇÃO DISTO TEMOS... Todos os Não existem estímulos grandes DESPORTOS significativos exigências FECHADOS são preceptivas e cognitivas previsíveis Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  6. 6. CONHECER O DESPORTO EM FUNÇÃO DISTO TEMOS... A TÁCTICA INDIVIDUAL não Todos os Não existem influencia o estímulos grandes resultado DESPORTOS significativos exigências FECHADOS são preceptivas e cognitivas previsíveis Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  7. 7. CONHECER O DESPORTO EM FUNÇÃO DISTO TEMOS... A TÁCTICA INDIVIDUAL não Todos os Não existem influencia o estímulos grandes resultado DESPORTOS significativos exigências FECHADOS são preceptivas e TÉCNICA procura cognitivas o movimento previsíveis óptimo (técnica fechada) Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  8. 8. CONHECER O DESPORTO EM FUNÇÃO DISTO TEMOS... A TÁCTICA INDIVIDUAL não influencia o resultado DESPORTOS FECHADOS TÉCNICA procura o movimento óptimo (técnica fechada) DESPORTOS ABERTOS Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  9. 9. CONHECER O DESPORTO EM FUNÇÃO DISTO TEMOS... A TÁCTICA INDIVIDUAL não influencia o resultado DESPORTOS FECHADOS TÉCNICA procura o movimento óptimo (técnica fechada) DESPORTOS Grande ABERTOS incerteza Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  10. 10. CONHECER O DESPORTO EM FUNÇÃO DISTO TEMOS... A TÁCTICA INDIVIDUAL não influencia o resultado DESPORTOS FECHADOS TÉCNICA procura o movimento óptimo (técnica fechada) Capacidade de DESPORTOS Grande interpretação e incerteza adaptação são ABERTOS transcendentes Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  11. 11. CONHECER O DESPORTO EM FUNÇÃO DISTO TEMOS... A TÁCTICA INDIVIDUAL não influencia o resultado DESPORTOS FECHADOS TÉCNICA procura o movimento óptimo (técnica fechada) A TÁCTICA INDIVIDUAL é Capacidade de fundamental DESPORTOS Grande interpretação e incerteza adaptação são ABERTOS transcendentes Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  12. 12. CONHECER O DESPORTO EM FUNÇÃO DISTO TEMOS... A TÁCTICA INDIVIDUAL não influencia o resultado DESPORTOS FECHADOS TÉCNICA procura o movimento óptimo (técnica fechada) A TÁCTICA INDIVIDUAL é Capacidade de fundamental DESPORTOS Grande interpretação e incerteza adaptação são A TÉCNICA ABERTOS transcendentes deverá ser adaptável (técnica aberta) Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  13. 13. CONHECER O DESPORTO EM FUNÇÃO DISTO TEMOS... A TÁCTICA INDIVIDUAL não influencia o resultado DESPORTOS FECHADOS TÉCNICA procura o movimento óptimo (técnica fechada) A TÁCTICA INDIVIDUAL é fundamental DESPORTOS ABERTOS A TÉCNICA deverá ser adaptável (técnica aberta) Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  14. 14. CONHECER O DESPORTO COMO TRABALHAR NOS DESPORTOS COLECTIVOS? OS DESPORTOS TÁCTICA COLECTIVA COLECTIVOS Aprender a actuar SÃO MUITO colectivamente ABERTOS SISTEMA DE JOGO A TÁCTICA INDIVIDUAL é Na formação individual fundamental do jogador... A TÉCNICA é adaptativa Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  15. 15. CONHECER O ANDEBOL QUE TRABALHAR NOS DESPORTOS COLECTIVOS? - DUAS ACTIVIDADES ATAQUE DEFESA Constrói-se com 3 tarefas : Constrói-se com 2 tarefas : Os MOVIMENTOS INTENCIONAIS OPOR-SE AOS MOVIMENTOS DOS para conseguir situações de remate ATACANTES O TRANSPORTE da BOLA OPOR-SE AOS MOVIMENTOS DA BOLA Os REMATES Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  16. 16. ATAQUE Constrói-se com 3 tarefas Os MOVIMENTOS INTENCIONAIS para conseguir situações de remate INDIVIDUAIS COLECTIVOS O TRANSPORTE DA -Desmarcações -Passe e entra BOLA -Fintas -Bloqueios -Fixação -Cruzamentos -Adaptar -Manipular Os REMATES -Driblar Rematar potente e preciso (Técnica)... -Passar e receber Mais também... - Variar - Observar - Surprender Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  17. 17. OS MOVIMENTOS DOS JOGADORES NO ATAQUE ¿Que recursos temos que considerar? A FORMA O RITMO A VELOCIDADE é uma arma efectiva, mas... No ataque , ocasionalmente se um jogador vai sempre à mesma velocidade fazem-se deslocamentos de torna-se previsível muitas formas : frontais, laterais , de costas . Na luta pela conquista do espaço o Os mais importantes e rentáveis importante é a surpresa fazem-se FRONTALMENTE EM FORMA DE CORRIDA Uma arma: AS MUDANÇAS DE RITMO AS TRAJECTORIAS Sem esquecer... Utilizam-se trajectorias rectilíneas AS TRAVAGENS ou curvilíneas segundo os casos, mas... Parar-se de forma surpreendente por vezes Para surpreender os rivais usam-se proporciona muitas vantagens AS MUDANÇAS BRUSCAS DE DIRECÇÃO Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  18. 18. OS DESLOCAMENTOS SEM BOLA SÓ UM ATACANTE TEM A BOLA Cria-se perigo em todo o campo Jogando sem bola... Rompem-se as ajudas defensivas Há capacidade de antecipação Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  19. 19. A DESMARCAÇÃO Tipos de desmarcação SEGUNDO A FORMA DE EXECUÇÃO 1º Directos: Realiza-os o jogador que se SEGUNDO O OBJECTIVO TACTICO beneficia 1º Ofensivos: 2º Indirectos: Melhora a situação em relação à baliza Um jogador fica desmarcado pela 2º Defensivos: acção de outro Piora a situação em relação à baliza... mas ajuda-se o portador da bola Vejamos os esquemas Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  20. 20. DESMARCAÇÕES Segundo o objectivo Segundo a execução OFENSIVOS: DIRECTOS: O atacante melhora a sua posição Beneficia-se o que realiza a acção DEFENSIVOS: INDIRECTOS: O atacante piora a sua situação , Beneficia-se da acção de outro mas ajuda o portador da bola Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  21. 21. OS DESLOCAMENTOS COM BOLA A FINTA FINTA Acção de superar o oponente directo, estando na posse da bola, mediante um engano TECNICA -Dominio do ciclo de passos TACTICA -Bom manejo da bola -Dominio das mudanças de direcção -Antecipação perceptiva -Boa utilização das mudanças de ritmo -Atenção selectiva -Controlo das travagens -Capacidade de enganar -Velocidade de deslocamento -Velocidade gestual Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  22. 22. OS DESLOCAMENTOS COM BOLA AS FIXAÇÕES As fixações são acções individuais que dão sentido colectivo ao jogo Mas para isso é necessário... FIXAR Fixar empregando “pouco tempo, poucos passos, poucos gestos” Quando um atacante Dar continuidade ao jogo em consegue que um sentido adequado defensor só pode, nesse momento, ocupar-se Enganar os defensores sobre o dele , e não possa sentido da continuidade ajudar outros defensores, diz-se que “ Não oferecer muita informação FIXOU “ esse defensor visual Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  23. 23. Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005
  24. 24. Curso de Treinadores nível III, Caldas da Rainha 12 de Junho de 2005

×