Xenobióticos no solo

2.647 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.647
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
69
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Xenobióticos no solo

  1. 1. Xenobióticos no solo Msc Jadson Moura
  2. 2. Xenobióticos • O que são? • Brasil : • 5º maior consumidor • 600 produtos licenciados
  3. 3. Herbicida (60%) • Soja • Milho • Cana-de-açúcar • Arroz irrigado • Café • Algodão • Feijão • Pastagens • Citros • Trigo
  4. 4. Inseticidas (21%) • Algodão • Soja • Café • Milho • Tratamento de sementes de milho • Feijão • Batata-inglesa • Citros • Formigas • Fumo
  5. 5. Fungicidas (16%) • Café • Soja • Batata-inglesa • Trigo • feijão • Horticultura • Tratamento de sementes de soja • Tomate • Citros • Tomate rasteiro
  6. 6. O destino e o comportamento de Fitossanitarios • Persistência • O que interfere? • Tempo • Dissipação • O que interfere? • Porcentagem • Meia vida
  7. 7. Persistencia • Não persistentes • 3 meses • Moderadamente persistente • De 3 a 12 meses • Persistente ou recalcitrante • Superior a 12 meses
  8. 8. Impacto sobre a biota • Danos: • Quantitativos • Qualitativos • Críticos • Duração superior a 60 dias • Toleráveis • De 30 a 60 dias • Negligíveis • Menor que 30 dias
  9. 9. Degradação • Abiótica • Biótica • Transformações
  10. 10. Destoxificação • Conversão da molécula toxica a um metabolito menos ou atóxico • DDT
  11. 11. Degradação • Fotoquímica • Microbiana • Química • Mineralização • Conjugação • Ativação • Mudança de expecto de ação
  12. 12. Biorremediação • Existência de microrganismos com capacidade para degradar o contaminante • O contaminante tem que estar disponível ou acessível ao ataque microbiano ou enzimático • Devem existir condições ambientais adequadas para o crescimento e a atividade do agente biorremediador
  13. 13. Passiva • Consiste da degradação intrínseca ou natural pelos microrganismos “indígenas” do solo
  14. 14. Bioestimulação • Consiste na adição de nutrientes, como N e P, para estimular os microrganismos nativos
  15. 15. Bioventilação • É uma forma de bioestimulação por meio da adição de gases estimulantes, como O2 e CH4, para aumentar atividade microbiana
  16. 16. Bioaumentação • É a inoculação do local contaminado com microrganismos selecionados para degradação do contaminante
  17. 17. Landfarming • É a aplicação e incorporação de contaminantes ou rejeitos contaminados na superfície de solo não contaminado para degradação.
  18. 18. Compostagem • Uso de organismos termofílicos aeróbios em degradações
  19. 19. Fatores que influenciam a remediação • Heterogeneidade do rejeito • Concentração do contaminante • Toxidade e persistência • Condições adequadas para desenvolvimento microbiano
  20. 20. Obrigado

×