Aula 04 processos de formação do solo

16.436 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
16.436
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
388
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 04 processos de formação do solo

  1. 1. Processos deformação do solo
  2. 2. Minerais• Máficos • (magnésio + ferro + sufixo ico) • Basalto, gabro• Felsicos • Feldspatos + sílica • oxigénio, alumínio, sódio e potássio • Granito, riolito
  3. 3. Adição• Matéria orgânica• Chuva• Vento• Sedimentação• Antropogênicos; • Adubos • Biocidas • Resíduos • Aterros
  4. 4. Transformação• Material orgânico em matéria orgânica• Minerais primários em secundários• Precipitação• Dissolução
  5. 5. Translocação• Eluviação/ iluvuação: • Colóides orgânicos • Colóides inorgânicos• Íons vertical para baixo e para cima (crostas salinas: capilaridade + evaporação):• Animais: • Minhocas, cupins formigas; • Tatus, marmotas, coelhos.
  6. 6. Remoção• Lixiviação• Erosão• Antropogênicas: • Erosão acelerada • Colheita • Empréstimo de material para construção
  7. 7. PROCESSOS ESPECÍFICOS
  8. 8. Latolização• Ferralitização• Processo 1: • Formação in situ • Intensa lixiviação (bases e sílica)• Processo 2 (petroplintitas): • Aporte lateral de ferro em adição ao acumulado pelo intemperismo.
  9. 9. Latolização• Características: • Enriquecidos em Fe, Al e seus respectivos óxidos; • Empobrecimento em sílica • Empobrecimento em bases • Áreas sem eventos tectônicos recentes (Brasil Central, África Central, Austrália)
  10. 10. Latossolos
  11. 11. Latossolos• LATOSSOLOS cauliníticos = Planalto RS• LATOSSOLOS oxídicos = Brasil Central• perfis de solos profundos e muito homogêneos;• sem gradiente textural;• de coloração uniforme.
  12. 12. FATORES PROCESSO CARACT. TAXON. INFEREN. CLIMA Estrutura Quente e granular Fertilidade natural úmido maciça baixa porosa Profundo Aerados RELEVO L Muito intempe- Suave a plano A L Bem drenados rizados T A O 1:1 T Boa mecanização M. ORIGEM L óxidos OPotenc. p/ formação I Friáveis S Bom armaz. de água de argila Z Bem S A O Pseudo areia drenados Ç Máficos: L ORGANISM. Ã O atração Aeróbios O S Máficos: magnética reserva micronutr. TEMPO Longo
  13. 13. Podzolização• Predomínio: • Translocação• Principais Horizontes: • B textural(Iluvial) • B plânico(Iluvial) • E álbico(Eluvial)• Principais Classes de Solos: • Argissolos • Luvissolos • Planossolos
  14. 14. Processo 1: Lessivagem(Eluviação-iluviação)• Translocação de argila do A e/ou E para o B • Dispersão • Transporte • Deposição • Indicadores: • Filmes de argila • Razão argila fina / argila total • Composição do filme de argila • Micromorfologia
  15. 15. Processo 2:• Formação de argila a partir de elementos (Al, Si, Fe, etc.) vindos do intemperismo do A e/ou E. • Argilas se formam in situ, não foram transportadas
  16. 16. FATORES PROCESSO CARACT. TAXON. INFEREN. CLIMA Estrutura Quente e PODZÓLICOS Fertilidade natural blocos úmido variável angulares ou sub. P TERRAS O Medianam. ROXAS Pode existir RELEVO D profundos a fluxos Suave a ondulado Z profundos laterais O Pode existir Hz PLANOSSOLO Impediment. às L eluvial E raízes M. ORIGEM I Existe Cuidado com aPotenc. p/ formação Z BRUNO NÃO B textural erosão de argila A CÁLCICO Bem drenados Armazenam. de Ç água ORGANISM. Ã Cerosidade Espessura Aeróbios O do Hz A (49 kg ha-1/ TEMPO cm Hz A, Médio-longo Albuquerque,
  17. 17. B Textural
  18. 18. B espódico
  19. 19. Formação de Horizontesassociados à mádrenagem• Predomínio: • Principais solos • Plintossolos • Transformação • Gleissolos • Perdas • (Espodossolos) • Translocação(formação de • (Organossolos) concreções).• Principais Horizontes: • Horizonte Glei • Constantemente saturado: glei • Horizonte plíntico • Alternadamente saturado: • Horizonte espódico mosqueados, plintitas
  20. 20. Gleização• Ocorre em ambiente de solo com prolongada ou permanente saturação com água.• microrganismos anaeróbios, (Fe2+, Mn3+ e Mn4+ )• concreções localizadas de óxidos.•
  21. 21. Plintização e laterização• PLINTITA: acumulações localizadas de óxidos de Fe na forma de mosqueados e nódulos macios de cor avermelhada, capazes de endurecer e cimentar irreversivelmente através de ciclos de umedecimento e secagem.• LATERITA: plintita endurecida.
  22. 22. Carbonatação• CaCO3• Baixa precipitação• Vertissolos
  23. 23. Salinização• Acumulo de sais solúveis• Salinização natural• Ascenção capilar• Salinização antrópica
  24. 24. Sodificação e solodização• SODIFICAÇÃO: consiste na saturação do complexo de troca pelo íon Na+, devido ao uso de águas onde predomina este íon em relação aos demais cátions.• SOLODIZAÇÃO, o Na+ do Hz superficial é substituído por H+, acidificando-o = Solo Solonetz-Solodizado.
  25. 25. Turbação• BIOTURBAÇÃO• HIDROTURBAÇÃO onde através da expansão e contração é promovido o revolvimento do solo e a formação de micro- relevo gilgai.

×